O templo no exílio

26/06/2010 at 14:30 7 comentários

Minha garganta seca pela poeira é testemunha: se há um estádio digno de receber uma final de Copa do Mundo, é o Soccer City. O enorme pote de barro que se ergue no fim do horizonte é ainda mais monumental quando estamos dentro de suas entranhas.

Não sou um grande conhecedor de estádio mundo a fora, mas OUSO dizer que o Soccer City é das mais imponentes manifestações ARQUITETÔNICAS concebidas pela MENTE dus home. Se com a luz do dia, já nos assustamos com tamanho poder de persuasão visual, quando se aproxima o LUSCO-FUSCO e a noite de Johannesburgo nos assobia palavras frias ao pé da ORELHA, o monstro se ergue mais assustador do que nunca, com toda aquela luz artificial que brota de suas janelinhas.

A competição por espaço nos arredores também não é das mais assutadoras: muita coisa no entorno ainda está para ser construída, algumas áreas parecem mesmo uma zona de guerra. Em jogos da Fifa (www.impedimento.org/fifa), é preciso caminhar uns três quilômetros para ir ao estádios. O caminho é todo feito sobre um barro vermelho, que levanta uma névoa de poeira e acaba raspando garganta a dentro. Como ainda não apareceu uma chuva substancial para lavar o elefante de concreto, a sensação de ardência INTERNA continua mesmo quando chegamos ao estádio. Ao longo do percurso, somos acompanhados pelas onipresentes vuvuzelas e todas as cores e formatos e pelas linguiças incandescentes rolando sobre chapas FEBRIS. Linguiça e galinha são para os sul-africanos como o CAFÉ é para os brasileiros: não há momento para não se aproveitar.

Mas toda essa provação vale a pena quando se entra no complexo da cancha. A capacidade é para mais de 90 mil pessoas e não há qualquer aperto no acesso. São mais de 20 portões e quase cem entradas. O interior também é esplendoroso, com uma iluminação capaz de cansar retinas baleadas pela pornografia incessante. A visão lá dos últimos andares, ainda que AÇAMBARQUE todo o campo, torna a partida mais lenta, o que chega a ser desestimulante em alguns momentos.

A estrutura interna do estádio, meio quadrada, causa sensação de ACONCHEGO e acolhimento. Os camarotes PARECEM ser luxuriantes, mas obviamente só os vi a léguas de distância. Mas os problemas com o aperto entre os assentos continuam e ainda não conheci cadeirinha de plástico que não me fizesse sentir falta do concreto e de toda sua ausência de expectativa em relação a CONFORTO.

Outro ponto meio transtornante é a localização do Soccer City. Fica entre o Soweto e o absoluto nada, única edificação de uma cidade fantasmagórica. No dia do jogo entre Brasil e Costa do Marfim, desde cedo os turistas chegando, os locais mais malandros e demais OUTSIDERS aproveitavam para extorquir uma graninha no estacionamento de vans e carros. O dia andava e o clima pesava, com ocasionais disparadas de vendedores de vuvuzelas.

(mas é preciso deixar claro que em nenhum momento me senti em perigo. Por um único motivo: absolutamente todo mundo ama os brasileiros do fundo de seus sudafricanos corações. Da um “hi, man” é suficiente para iniciar uma longa conversa sobre ronaldos, nazários, kákas e outros produtos da mídia. Amam o futebol, amam os brasileiros e, assim, obviamente me amavam também. ME FEZ BEM)

A despeito das correrias, do barro e do sistema de transporte medonho (na saída, entramos num brete, para depois entrar em outro brete, comprar um ticket, pegar um ÔNIBUS e andar dez quilômetros apenas para chegar no ESTACIONAMENTO), imagino que o Soccer City entre para a história do futebol como um de seus mais imponentes templos. Apenas não sei por quanto tempo, pois as chances de se tornar um elefante branco parecem ser grandes. Talvez apenas até a final da Copa do Mundo. Mas tudo bem. Também há beleza demais na FINITUDE.

Saudações,
Douglas Ceconello.

Anúncios

Entry filed under: Copa do Mundo.

EN VIVO: Uruguai x Coreia do Sul NOMÁ

7 Comentários Add your own

  • 1. Carlos  |  26/06/2010 às 08:46

    Sobre elefantes brancos…

    Recomendo.

  • 2. Caco  |  26/06/2010 às 09:15

    Desculpa o off-topic, mas o Canadá acaba de oficializar a Lei de Sancho:
    http://www.cbc.ca/canada/ottawa/story/2010/05/31/ottawa-gloucester-dragons-soccer-point.html
    Parabéns ao Impedimento por servir de inspiração para o MUNDO.

    Fonte: http://www.contraditorium.com/2010/06/02/escola-de-viadinhos-justin-bieber-inscreva-se-aqui/

  • 3. Godo  |  26/06/2010 às 09:18

    Impedimento ganhando o mundo!

    Adelante CECONELLO 2014!

  • 4. catarina cristo  |  26/06/2010 às 10:45

    (www.impedimento.org/fifa)

    morri, ressuscitei e morri de novo.

    douglas, doente!

  • 5. Juliano  |  26/06/2010 às 11:57

    Quero acreditar que todos estão na diagonal na última foto.

    Belíssimo estádio.

  • 6. Prestes  |  26/06/2010 às 14:04

    AGUANTE DOGLAS

    BELOS RELATOS!

  • 7. col  |  26/06/2010 às 15:39

    Ceconello >> Caco Barcellos.

    uauahuhduhsush

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • 6 meses e 1 dia após o acidente trágico na Colômbia, a Chapecoense acaba de assumir a liderança do Brasileirão pela primeira vez na história 6 hours ago
  • Chapecoense assumindo a liderança do Campeonato Brasileiro. 6 hours ago
  • 2017 e Luxemburgo ainda tem mercado na Série A. 8 hours ago
  • RT @murilobasso: Oito anos hoje. Só restam mais dois para Wianey nos provar que estávamos todos errados: wp.clicrbs.com.br/wianeycarlet/2… 1 day ago
  • Boca em queda livre no Argentino. River, 5 pontos atrás e 2 jogos a menos, podia roubar a liderança. Aí empatou em casa hoje e estragou tudo 1 day ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: