NOMÁ

26/06/2010 at 18:21 58 comentários

Ali pelo ano de 2003, li um artigo no El País que era uma lágrima por letra. O jornal homônimo espanhol fizera um levantamento dos países que são melhores em cada coisa. Eram mais de 200 categorias. O Brasil ganhou no futebol, nas mulheres e em mais alguma coisa (música?). O artigo do jornal uruguaio lamentava o simples fato de que o seu país não era melhor em coisa alguma. Nem na carne, nem no doce de leite, nem na cerveja. Muito menos no futebol. Era uma época na qual um jovem jornalista uruguaio saía correndo para ser garçom na Espanha e não mais voltava. Era uma época na qual os que mais ganharam dinheiro foram os agiotas que aproveitaram a crise argentina para fazer transações milionárias nos bancos orientais, sem pagar impostos.

O Uruguai não mudou. Mudou a esperança.

Esse país que não é melhor em nada, que depende de uma papeleira finlandesa para conseguir alguns bilhões de dólares na sua conta corrente, que escorraçou a camarilha de blancos e colorados para tentar, com Tabaré e depois com Mujica, uma vida um pouco menos ordinária, esse país saiu todo à rua, ou ao campo, para celebrar o gol de Luís Suárez no segundo tempo de Uruguai 2, Coreia do Sul 1, na manhã deste sábado em Montevidéu.

Esse país bebeu, soltou foguetes, assoprou cornetas, celebrou, comemorou, e festejou. Esse país que disputa um campeonato cheio de campos de madeira e barro, desorganizado, aviltado, sem grana para pagar salários pouco melhores que os do Cruzeiro de Porto Alegre, esse país, esse pequeno país, levou novamente o seu time de futebol aos oito melhores do mundo. Para um brasileiro, isso parece nada. Para um uruguaio, isso é muita coisa. Tanto que desde 1970, há 40 anos, um fato como este não acontecia.

Quando Tabárez escalou 3 atacantes e foi para cima do frágil time da Coreia do Sul, enfrentava o inimigo maior da alma celeste: a baixa auto-estima. A alma celeste que entrou em campo contra a França olhou para os corpos de Egídio, de Diego, de Luís, e disse que sim, era possível a classificação, e era possível em primeiro. Não seria preciso vestir camisas vermelhas e enfrentar de novo a Argentina, esperando que o espírito de Manco Castro descesse em alguém. Não: o Uruguai era um time, um bom time, tem bons valores, e poderia ganhar. Como ganhou do México e da África do Sul. Como ganhou da Coreia do Sul. E como poderá ganhar de Gana, nas quartas-de-final de uma Copa que nasceu para ser surpresa.

Quando os foguetes foram ouvidos em uma Porto Alegre irmã de Montevidéu, separada por uma fronteira besta que um dia homens interessados em qualquer outra coisa marcaram, e que Livramento e Rivera debocham a cada segundo, existia uma esperança. Todos esperam que o Brasil seja campeão, sem dúvida, mas a esperança que é depositada pelos gaúchos na classificação do Uruguai é um sentimento de protonacionalismo que une duas raças irmãs, um estado e um país que são irmãos, e que se separaram por interesses que ninguém mais lembra quais, mesmo os que estudaram nas aulas de história. O Uruguai avançando é um pouco do Rio Grande do Sul avançando. Um estado tão fodido como é o país, mas que vê na camiseta charrúa um mínimo da coragem de um país que por incrível que pareça, continua sobrevivendo, continua tendo bandeira e segue tendo orgulho.

Não sei você, mas eu estou com eles, e assim seguirei até o final.

Até a vitória,
Luís Felipe dos Santos

Anúncios

Entry filed under: Copa do Mundo.

O templo no exílio EN VIVO: Argentina x México

58 Comentários Add your own

  • 1. Camilo  |  26/06/2010 às 18:29

    pode falar palavrão? FODA o texto. parabéns

  • 2. Francisco Luz  |  26/06/2010 às 18:32

    Aguante.

  • 3. Vicente Fonseca  |  26/06/2010 às 18:34

    Muy lindo.

  • 4. Lucas Cavalheiro  |  26/06/2010 às 18:35

    Me peguei dando um soco no ar no golaço do Suarez.

    E antes, reclamando loucamente da retranca TITEANA logo cedo. Parece síndrome de inferioridade: eram muito melhores, mas precisaram arriscar a classificação para se dar conta de que podem.

    No más, belo texto, LF!

  • 5. Godo  |  26/06/2010 às 18:46

    Ver um time de HISTÓRIA feito a Celeste seguir adiante na Copa é ver a História ser escrita em tempo real. Que alcancem as semis.

  • 6. Gustavo  |  26/06/2010 às 18:50

    Não torcerei contra o Brasil. Mas parte do meu coração está com os orientais.

  • 7. Allan Garcia  |  26/06/2010 às 19:00

    Já chamei o LF de “definitvo” hoje de manhã. Existe algum adjetivo maior e melhor do que esse, para eu poder usar agora?

  • 8. Prestes  |  26/06/2010 às 19:13

    BAITA TEXTO!

    BAMO URUGUAY!

  • 9. Bidese  |  26/06/2010 às 20:08

    Por que a camisa reserva do Uruguai está sempre mudando. Era branca na copa de 86, 1990, nos ultimos tempos era vermelha, agora é branca de novo ?

    Qual a razão daquela camiseta vermelha ? E queria ter a energia daquele Perez. Brincadeira, tche, que jogador guerreiro.

  • 10. Juan Barbieri  |  26/06/2010 às 20:25

    Un texto de puta madre… chegou me dar calafrios e um nó na garganta com direito a lágrimas e tudo…
    Parabens

  • 11. 13  |  26/06/2010 às 20:54

    Vermelho é a cor da AUF. Nota que no próprio escudo da instituição o escrito “AUF” é em vermelho.

    Uruguay nomá.

  • 12. col  |  26/06/2010 às 21:43

    Muy lindo.[2]

    A selecao africana nao eh nada de amedontrar, acho que rola uma semi URU X Brasil/Holanda.

  • 13. Tiago  |  26/06/2010 às 22:06

    Meu único receio é o preparo físico e a força dos jogadores africanos. No primeiro gol contra os EUA o negão tomou um baita trancasso e mal se mexeu. E o preparo uruguaio não parece dos melhores, o que se nota desde a primeira fase.

  • 14. Rafael  |  26/06/2010 às 22:16

    texto maravilhoso, dos melhores que já li aqui.
    também não vou torcer contra o brasil, mas tenho torcido mais pelo uruguay.

  • 15. gerson  |  26/06/2010 às 22:24

    Dá-lhe Celeste!

  • 16. Emily  |  26/06/2010 às 22:28

    Quase chorei em cima do meu hambúrguer frio agora. Uma lágrima por letra (linda expressão) serve para o teu texto também. Parabéns, Luis, tu é foda. E Bamo Uruguay!

    ps: acertei o placar no bolão de oitavas da madrugada. uhu!

  • 17. marcelo benvenutti  |  26/06/2010 às 22:33

    a fuder, LF!
    mas eu aposto em brasil x eslovaquia, pra continuar na linha da copa de 62.
    o brasil mata o uruguay e pega a bosta da espanha na final.
    o uruguay tira o terceiro posto da argentina.

  • 18. marcelo benvenutti  |  26/06/2010 às 22:39

    mas na boa, se eu não fosse torcer pro brasil, torcia por uruguayx slovakia, claro. e inglaterra x portugal. um pilha vingança sessentista. o uruguay ganhava o tri do cristiano ronaldo chorando e borrando a maquiagem.

  • 19. Norteña  |  26/06/2010 às 23:00

    Sempre torci para o Uruguay nesta copa. Como já disse, sonho com o dia em que TODOS os Gaúchos estejam sob uma única bandeira.

  • 20. FERN  |  26/06/2010 às 23:30

    clap clap clap

    senti um certa distãncia pero nada demais…

    vcs não sabem como estão os corações Charrúas em um dia como hoje, ahhh não sabem!!!

    AGUANTE LA CELESTE CARAJO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    SOY CELESTE SOY CELESTE CELESTE SOY YO!!!

    EL ALMA LA SANGRE Y TODO MÁS!!!

  • 21. Rodrigo Fatturi  |  26/06/2010 às 23:47

    Belo texto Luís!

    Cara, fazia tempo que não comemorava um gol em Copas como comemorei o do Suarez hoje, a última vez foi no Tetra em 94…

    A Celeste desta Copa tem um diferencial em relação às outras. Ofensividade.

    Abraços, AGUANTE CELESTE!!!

  • 22. Marimon  |  27/06/2010 às 00:43

    muito bom… aguente celeste.

    Uruguai x Inglaterra, eu acredito…

  • 23. Pedro  |  27/06/2010 às 04:24

    Que texto é esse do El País?

  • 24. Guilherme  |  27/06/2010 às 05:41

    muito faceiro esse time do uruguai, levar gol da córeia do sul é brincadeira… três atacantes ainda por cima?!

    sou mais torcer pro inter do celso roth e olhe que sou gremista

  • 25. Felipe (o catarina)  |  27/06/2010 às 11:01

    População dos campeões mundiais

    França – 65 milhões (1 título para cada 65 milhões)
    Inglaterra – 50 milhões (1 título para cada 50 milhões)
    Brasil – 193 milhões (1 título para cada 38,6 milhões)
    Alemanha – 81 milhões (1 título para cada 27 milhões)
    Argentina – 40 milhões (1 título para cada 20 milhões)
    Itália – 60 milhões (1 título para cada 15 milhões)
    Uruguai – 3,4 milhões (1 título para cada 1,7 milhão)

    ou seja, PROPORCIONALMENTE, Uruguai é o melhor país da história do futebol mundial. E nem incluí na conta Olimpíadas e Mundiais de Clubes.

  • 26. Felipe (o catarina)  |  27/06/2010 às 11:05

    Corinthians x Inter agora na Globo (ns).

  • 27. Felipe (o catarina)  |  27/06/2010 às 11:10

    Caio Ribeiro: “a Inglaterra tem peso, tem camisa”. A Inglaterra ganhou uma Copa em casa em 1966, chegou a apenas duas semifinais de Copa (1966 e 1990, menos que a Suécia, que chegou a 4 – 1938, 1950, 1958 e 1994) e nunca foi sequer finalista de Eurocopa. Muita “camisa” tem essa Inglaterra, vcs não acham?

  • 28. Alexandre de Santi  |  27/06/2010 às 11:56

    Excelente, Luís.

    Eu tô com eles também.

    O Brasil vai ganhar em 2014. Não precisa ganhar agora.

  • 29. matheus furtado  |  27/06/2010 às 12:12

    #27
    e são esses caras que dizem que os ingleses tem camisa, são os mesmos que falam que o Uruguay é uma antiga potência, e debocham do futebol sulameircano.

    66 FELLINGS, a vingança,
    BORA ALEMOADA!

  • 30. Frank  |  27/06/2010 às 12:26

    #30

    E se rolar outro MARACANAZZO em 2014?

    Ia ser o apocalipse chegando nesse país tropical…

  • 31. Frank  |  27/06/2010 às 12:26

    Ops, era o #28

  • 32. Frank  |  27/06/2010 às 12:28

    Bah, 4 x 1…
    Essa Alemanha pode tirar los hermanitos da Copa…

  • 33. Felipe (o catarina)  |  27/06/2010 às 12:29

    #29 exato, Matheus. Uruguai tem resultados muito, mas muito mais expressivos que a Inglaterra. Mais vai dizer isso pra esses jornalistas deslumbrados com europeus ou esses guris jogadores de PlayStation.

    sobre o (baita) jogo que esses europeus farsantes estão fazendo, digo que:

    1) Vestidos de celeste & negro Larrionda e trio uruguaio cometem a maior cagada da Copa. Bola chutada pelo Lampard entrou demais. Lance fácil. Nunca achei Larrionda grande coisa mesmo. Último árbitro top sudamericano foi o Elizondo mesmo.

    2) Esse time da Alemanha não tem nada a ver com aquela Alemanha que nós conhecíamos. Time leve, de toque rápido, gurizada, bonito de se ver (acabam de fazer 4×1).

    3) Apesar do roubo, Inglaterra mostra mais uma vez que é a maior perdedora da história do futebol. Sou obrigado a concordar com o Rizek (é, pois é…): “é muita mídia” pra cima desses filhos do Mick Jagger. Jogam nada. Os clubes deles só ganham alguma coisa quando se enchem de estrangeiros. São uns “pacotes de merda”, como dizemos aqui na Ilha.

    e já estamos na expectativa pro jogo da Argentina. Que venga el México.

  • 34. Felipe (o catarina)  |  27/06/2010 às 12:30

    *MAS vai dizer isso…

    *Larrionda e BANDEIRAS URUGUAIOS (Larrionda faz parte do trio uruguaio, ô pá!)

  • 35. matheus furtado  |  27/06/2010 às 12:36

    #33

    e EU coloco a espanha nesse mesmo pacote de merda ingles. ganham um euro , sendo que o melhor jogador foi o marcos senna, e ja se acham a última bolacha do pacote. Desse pacote de merda, é claro.

  • 36. Luís Felipe  |  27/06/2010 às 12:53

    Felipe Catarina, esse jogo foi muito cara de Corinthians x Inter, mesmo.

    Tanto pelo roubo, quanto pelo baile.

  • 37. Victor C  |  27/06/2010 às 12:53

    Também não dá pra começar com esse papo de Inglaterra não presta. Rooney, Lampard, Gerrad, Defoe, Terry, Ferdinand se tivesse aí tem muita bola… O problema é que tds se acham o melhor do mundo e que o time tem que jogar pra ele por causa da babação do Campeonato Inglês. A Espanha era a mesma coisa e só melhorou um pouco pq agora a seleção é o Barcelona. Além disso o Capello foi uma mula enorme. No jogo de hoje fez tudo errado do começo ao fim.

  • 38. Eduardo  |  27/06/2010 às 12:54

    ESPN corneteando Mick Jagger e Bill Clinton. Foram no jogo dos EUA e os EUA perderam. Agora viram a inglaterra tomar uma sacolada heheheh
    ——————————
    inglaterra teve só 5 minutos de lucidez nessa copa.. hoje, entre o primeiro e o claríssimo gol não marcado.
    ——————————-
    alemanha vai incomodar, mas acho que quando enfrentarem uma seleção mais “cancheira”, sentam…
    ——————————
    Larrionda devolveu um erro histórico… tá certo. 🙂
    ——————————
    pior erro da copa foi do Francês (2 vezes mão na bola, gol mal marcado e uma expulsão imbecil). Premiou a participação francesa no mundial.
    ——————————-
    Aguante Celeste (gritava um vizinho uruguaio que tive em Porto Alegre… achava que o tipo era muito fanático. na real a mulher se chamava Celeste). que fdp…

  • 39. Felipe (o catarina)  |  27/06/2010 às 13:10

    #37

    Victor, questão de opinião. Mas até hoje não vi essa “muita bola” desses ingleses aí, com exceção do Gerrard na Liga dos CU* em 2005. Campeonato Inglês contra o Hull City eu também jogo. Rooney deveria tomar umas aulas com o Palermo de como fazer gol. E eu não tô brincando, é sério: Palermo >>>>>>>>> Rooney. Veja os números. A diferença é que um tem a grife e a mídia por ser inglês e jogar na Inglaterra, enquanto o outro é um morto de fome sul-americano que joga na América do Sul, mete gol pra caralho, tem a camisa 9 tatuada nas costas, mas, num dia infeliz, perdeu 3 pênaltis num jogo e ficou marcado por isso.

    Lampard? Bom jogador, nada mais. Ferdinand, Terry? Bons zagueiros, mas também nada demais. Juan e Lúcio deixam Terry e Ferdinand no chinelo, mas de longe, não dá nem pra comparar. A diferença é que o Lúcio tem cara de rato e o Juan parece aqueles guris magricelos que correm atrás de pipa na favela, enquanto os ingleses falam inglês (óbvio) com aquele sotaque bonito de batata na boca – o Terry tem até jeitão de lorde -, então muita gente se deslumbra. Defoe? Quem? O Daniel?

    *CU = Campeões da Uefa

    #38

    verdade, erro do francês foi foda. Mas foi num jogo de primeira fase. Esse do Larrionda foi oitavas-de-final, Inglaterra empataria o jogo.

  • 40. Mateus  |  27/06/2010 às 13:24

    @39
    Concordo plenamente, e já falei isso aqui antes. Pros ingleses, ser titular da premier league é ser um dos grandes jogadores do mundo, o que todos sabemos que é uma grande mentira. Como eu já disse, Inglaterra é futebol de grosso. Tem bons jogadores, mas valoriza mais a correria que a qualidade, o que faz com que caras ruins, como Malouda e Kalou, por exemplo, se destaquem.

    Aí todo mundo fica surpreso que na copa eles não jogam nada…

    Vi matérias inglesas dizendo que nenhum jogador da Alemanha jogaria nesse time da Inglaterra. Bem, Ozil, Schweinsteiger, Muller, Klose, Podolski, Lahm e Neuer seriam todos titulares desse time inglês…

  • 41. Logan  |  27/06/2010 às 13:27

    Nada como um bom choque de realidade pra esses caras, sempre achei esse time inglês fraco, aliás se você olhar, a grande maioria dos bons jogadores do futebol ingles são estrangeiros, salvo aí Rooney (que não jogou nada essa copa), Gerrard e Lampard (pra mim, já passaram do auge).

  • 42. KAL-EL  |  27/06/2010 às 13:29

    #39 – Terry tem jeito de lorde, mas fica furando os olho dos parceiro de time. Zagueiro meia boca e baita arrogante. A cena mais linda que eu vi foi ele escorregando e perdendo o penal decisivo da final da Liga dos Campeões contra o Manchester United. Aquela que o Anderson disse que sentiu menos pressão do que na Batalha do Aflitos. Puta cagalhão esse Terry.

  • 43. Logan  |  27/06/2010 às 13:32

    Alias, lindo ver os ingleses chorando o gol não-marcado hein, 1966 is back!

  • 44. Victor C  |  27/06/2010 às 13:33

    Felipe, mas a gente não tá discordando de muita coisa. Os caras são exatamente isso… bons jogadores, ou seja, pra mim tem muita bola, do jeito que tem perna de pau jogando pelo mundo. Os caras tem capacidade de fazer tão bem quanto sei lá, a Alemanha ou o Uruguai, mas como é a PREMIER LEAGUE eles tem que ser os melhores do mundo mesmo jogando com um monte de times horríveis e isso fode com a capacidade deles de jogar bola de verdade.

    O Rooney com certeza não é o Palermo dentro da área, só que o cara carrega o time dele nas costas sendo ao mesmo tempo centroavante e segundo atacante, fora da área ele também se garante. O Defoe é matador tanto quanto qualquer 9 na Copa fora os argentinos. Se por todo mundo no lugar e grita na hora da falta pros jumentos não deixarem o contraataque sem cobertura dá um caldo, talvez um de osso mas não diria que um de merda

  • 45. Victor C  |  27/06/2010 às 13:36

    Opa, os camisas 9 argentinos e uruguaios

  • 46. Felipe (o catarina)  |  27/06/2010 às 14:18

    #44 beleza, é isso aí, questã de opiniã, respeito demais. Eu já acho que esses ingleses não são mais do que isso que mostram na Copa, aliás, há 4 Copas (1998-2010).

    mas o que importa mesmo, de fato, nessa Copa, é que esse título tem que ficar na Sudamérica.

  • 47. Marchese  |  27/06/2010 às 20:41

    AGUANTE LOS ORIENTALES!

  • 48. Aroldo José  |  27/06/2010 às 21:20

    Bueníssimo.

  • 49. froner  |  27/06/2010 às 22:54

    o vermelho da AUF e da camisa reserva provavelmente vem da bandeira da Liga dos Povos Livres, uma espécie de pátria gaucha que aconteceu nos 1800.

  • 50. Felipe Z.  |  28/06/2010 às 07:19

    Cara, que texto! Comovente tal qual a campanha uruguaia na copa.

    Parabéns!

  • 51. Matheus Martins  |  28/06/2010 às 09:11

    enquanto isso gremio e nacional jogam em comemoração pelo trunfo uruguaio!!

  • 52. pitu  |  28/06/2010 às 16:25

    queria saber sobre o artigo do el pais…

    libera ae

  • 53. Ricardo Petrucci Souto  |  28/06/2010 às 20:32

    Grande texto. O que vinha faltando há anos ao Uruguai era mesmo auto-estima.
    E agora com Mono, Ruso, Cacha, Palito, Mota e os outros deixando todo em la cancha, o povo oriental, em perder a humildade, volta a afirmar: PODEMOS!
    Pena que Canário Luna não esteja mais aqui para tomar um vermute e confirmar seu verso: “El Uruguay ya no cabe em la garganta”.

  • 54. Lucia Freitas  |  28/06/2010 às 20:37

    SOY CELESTE
    Torcendo pro Uruguai desde o início da Copa… tomara que ganhem. Eles estão merecedores.

  • 55. José Humberto Cardozo  |  28/06/2010 às 22:52

    Impresionante texto Luis, mi esposa es Brasileña y se emocionó junto conmigo, a pesar de cada uno hincha por su camiseta, espero que lleguemos a la final, lástima que Brasil no, pero para ella es lo contrario, pero qualquiera que gane de los dos, quedaremos ambos muy felices y nuestro hijo también, un abrazo

  • 56. Guilherme  |  30/06/2010 às 20:52

    Com todo o respeito à minha Pátria. No futebol, meu primeiro time é o Uruguai. Disparado. A Seleção Brasileira é só o segundo no meu coração.

  • 57. Celeste  |  30/06/2010 às 21:03

    Torcida celeste em peso nas Parrillas de Porto Alegre, no último sábado.

  • 58. Felipe Z.  |  01/07/2010 às 11:02

    Me desculpem a ignorância, mas o que quer dizer NOMÁ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: