Confesso que sequei (pouco) o Bahia

21/07/2009 at 16:00 104 comentários

Saio desta minha vida de obsequioso silêncio para entrar nesta história (chupa, Getúlio!) com a seguinte e primeva confissão: por um grave defeito de caráter, sequei o Bahia poucas vezes. Na verdade, na verdade (alocução muito usada por Jesus Cristo e por advogados quando vão começar a mentir) minha falha ética não é tão severa assim. Apenas disse isso para tentar oferecer uma dramaticidade canalhamente nelsonrodrigueana nesta nova série do INOLVIDÁVEL Impedimento.

Mas a verdade, aquela que salva e liberta, é que sequei pouco por outro motivo: soberba. Afinal, o Bahia pode até possuir 43 títulos estaduais, dois campeonatos brasileiros e outros trocados, mas nunca, jamais, conseguirá conquistar a glória suprema do brioso Esporte Clube Vitória: ser campeão de terra e mar na primeira visita do Papa ao Brasil, em 1980. É por isso que eles morrem de inveja. Mas eu, cristão ortodoxo, os perdôo.

Ademais (recebam, secadores, um ademais na caixa torácica e distribuam de prima), tem outro porém. Desde o início da invasão da Normandia, o ex-quadrão tricolor não disputa absolutamente nada. E secar o nada é metafísica demais para meu cartesiano espírito. E já que começamos a falar nas coisas do espírito, encerro estes prolegômenos informando que todos os dias repito a seguinte oração atribuída a Santo Agostinho: “Senhor, livrai-me das tentações (de secar meu rival), mas não hoje”.

Bahia 2 x 1 Internacional (15/02/1989)

A Bahia tem um grave defeito de caráter. E digo isto agora não como metáfora, mas sim enquanto fato. E, conforme ensina o bom jornalismo, com ou sem diploma, “fato é fato e meninico é meninico”.

Pois muito bem.

Uma das mais irritantes características desta besta e (ainda) bela província é a invocação constante do espírito da alegria, do idiota orgulho de ser baiano. E naquele ano da graça de 1989, este otimismo atingia níveis doentios.

Nos becos, ladeiras, butecos, vielas e outros ambientes mais inóspitos, como emissoras de rádio, só se ouvia aquela ladainha: “O Bahia é a Bahia neste Brasileirão”.

Ao que eu respondia, educadamente, com aquela famosa prosopopéia árabe: “MI ZIBB”. (Aos portadores de deficiência no poliglotismo, informo: MI ZIBB significa MINHA CACETA em árabe”.)

Mas, derivo.

O fato é que naquela quarta-feira de fevereiro, peguei o novíssimo walkman de minha irmã e segui para o glorioso setor de compensação de uma agência bancária (nada de propaganda aqui) onde laborava todas as noites. E comecei a massacrar os cheques com a mesma fúria que o Bahia partia pra cima do Inter. Meu chefe, que, apesar de tricolor, tinha bom coração, ficou com receio que eu contraísse uma LER e me mandou para casa. Em definitivo.

O saldo da noite foram duas tragédias. O Bahia começava a ganhar o título nacional e o Brasil perdia um talentoso bancário.

P.S Ainda tentei secar no jogo de volta no Beira-Rio, mas fiz com a parca força de um recém-desempregado. É óbvio que não deu certo. Restou-me praguejar para que a festa da conquista fosse uma porcaria. Exagerei na reza e morreram dois torcedores deles. Até hoje sinto um remorso quase assassino.

Bahia 0 x 0 Internacional (26/04/1989)

No dia 25 de abril, data dedicada à briosa Revolução dos Cravos, este histórico locutor completava mais um ano de vida ainda desempregado.

Minha querida e finada genitora, vendo seu pimpolho um tanto quanto macambúzio, tentou consolar: “Meu filho, o que você quer de presente de aniversário?”.

Agradeci a oferta, mas lhe disse que o que eu queria não estava ao alcance dela.

Generosa, como todas as mães, ela ainda tentou: “Diz, que eu faço um esforço”.

Lacônico, falei: “Esquece, mãe”.

E ela esqueceu. Mas eu não. Sabia que no day after meu destino seria decidido. Se o Bahia ganhasse do Inter e avançasse para as semifinais da Copa Libertadores, com certeza eu não estaria aqui para contar a história e vocês provavelmente se lembrariam do caso de um cabeludo que se jogou do Elevador Lacerda nos finais da década de 80.

E a tragédia era iminente. A disgrama do Tricolor, tenho que reconhecer, estava jogando algo parecido com futebol. Já havia vencido o Inter duas vezes na fase inicial e, não à toa, estava invicto na competição até poucos dias, quando perdera para o Colorado por 1 x 0.

Foi então que, quase ateu, descobri que Deus existe. Ou Deus ou São Pedro que, com o auxílio luxuoso de um juiz descarado (desculpem-me a redundância), deixou o jogo correr, correr é modo de falar, sob um temporal dos seiscentos. Foi o 0 X 0 mais lindo da história do Ludopédio de Pindorama.

pesquisa - inter 2 084

Bahia 2 x 3 Brasiliense (11/12/2004)

Apertem os cintos que vamos viajar diretamente da Copa Libertadores para a Segundona sem escalas.

E faremos isso porque no ano de 2003, o último deles na 1ª divisão, era inútil gastar a garganta para secar. Para que vocês tenham uma idéia, as injúrias se despediram da Primeirona presenteando a torcida Rubro-Negra com um derrota de 7 x 0 para o Cruzeiro em plena Fonte Nova. Uma beleza.

Mas, 2004 parecia que ia ser o ano da besta fera, do demônho. Não bastasse o Leão estar carimbando seu passaporte para o purgatório do futebol brasileiro, o Bahia havia montado uma equipe razoavelmente competitiva. Estava invicta na Fonte Nova e precisava apenas de um triunfo contra a impoluta equipe do não menos impoluto senador para voltar ao lugar que não lhe é devido.

Além disso, o Brasiliense já estava garantido na 1ª Divisão e ia a campo desfalcado de Iranildo, sim, ele mesmo, e mais duas ou três carniças que não lembro o nome agora (e nem vou lembrar hora nenhuma).

Diante de tão grave quadro, tomei uma atitude drástica: desliguei o rádio antes mesmo de começar o jogo. Além disso, tirei o telefone do gancho, me tranquei no quarto e, durante os noventa minutos, fiquei incomunicável. Decidi que secaria apenas por telepatia. A partir deste dia, minha fé no sobrenatural se renovou e vi que sou quase um Uri Geller.

Bahia 1 x 0 Fast Club (07/10/2007)

Em se tratando de secação, guio-me pelo hino do Grêmio. “Contra o Bahia aonde o Bahia estiver”.

Assim, sem o menor pudor, entrei na Caravana Rolidei rumo ao Brasil profundo da Terceirona. Véspera da morte de Che Guevara – e eu preocupado com uma nova traição dos povos da floresta amazônica. E, amigos, em verdade vos confesso: não há coisa pior do que depender deste tipo de gente.

Para que eu atingisse o nirvana, bastava apenas o Rio Branco vencer o já classificado ABC dentro de casa ou então o Fast não perder para o Bahia na Fonte Nova. Com isso, eles ficariam mais um ano na 3ª divisão.

Mas, o tempo passava e minha angústia aumentava. E senti que a casa poderia feder a homem quando, maizomenos aos 25 do primeiro tempo, um sacana amazonense (desculpe a redundância) driblou o arqueiro do Bahia e com o gol livre chutou… para fora. Não bastasse isso, o apito amigo entrou em ação e expulsou dois jogadores da equipe da floresta, tentando de todas as formas propiciar a vitória do Itinga. E, bastou o jogo entre Rio Branco x ABC terminar em 0 x 0, que ele decidiu dar mais seis minutos de acréscimo. E a tragédia se abateu na Velha Fonte Nova. Aos 49 do segundo tempo, o Bahia finalmente conseguiu balançar as redes. Ato continuo, o canalhocrata acabou o baba e minhas esperanças.

Porém, outra confissão: minha raiva maior nem foi contra ele. Afinal, o juizão cumpriu sua função social: roubar descaradamente. Meu ódio ancestral dirigiu-se pras disgramas das equipes do Acre e do Amazonas. E, desde então, por tabela, também não quero mais conta com Rondônia & Roraima e vice-versa, já que nunca consigo distinguir quem é quem entre estas duas porras.

Marília 3 x 1 Bahia (12/08/2008)

A princípio, alguns podem até não entender porque decidi colocar minha potente energia secadora num mero jogo de terça-feira à noite, ainda mais porque estávamos (estávamos, vírgula, quem estava era o Bahia) na primeira metade do campeonato da Segunda Divisão.

Mas, eu explico. O lado negro da força, ou melhor, o lado tricolor começava a mostrar seu poder. Eles já estavam invictos há quase dez rodadas e, neste ínterim, haviam vencido ninguém menos do que o poderoso Corinthians em pleno Pacaembu.

Portanto, o Brasil exigia que cada um cumprisse seu dever. E meu dever era secar o Bahia e comer uma moqueca de miraguaia no Alto do São Francisco, no pacato bairro da Boca do Rio, conhecido carinhosamente como Boca do Réu.

Um detalhe. A multidão que se aglomerava em frente à TV era adepta do time de Itinga. Portanto, o amor ao meu combalido espinhaço recomendava que secasse em silêncio. E assim o fiz. No máximo, dava uns palavrões que se perdiam diante da algazarra geral e irrestrita.

Porém, aos 28 do segundo tempo, quando Marcinho balançou as redes, não me contive: “Que golaço!”.

O dono da budega olhou pra mim com olhos de lagoa seca – e perguntou: “Que, que, que pô, pô, pôrra é é é essa? Vou, vou, voucê num é tô, tô, tô ce dor do Bahia, não, pô, pô, pôrra?”.

(Ah, sim, ia esquecendo de dizer. O desinfeliz era gago. Não à toa o nome do recinto é Bar do Gaguinho).

E prosseguiu: “Só não vou lhe meter a disgrama agora porque você é amigo de meu amigo Ernandes”.

Antes que a fúria da turba ignara recaísse sobre este impertinente locutor, tomei o mesmo caminho da gagueira do referido: sumi – não sem antes repetir aquela frase que o menino Machado de Assis usava no final das suas crônicas: Boas noites.

E nunca mais pude comer a deliciosa moqueca de miraguaia.

Franciel Cruz

Anúncios

Entry filed under: Confesso que sequei.

Setecentos e trinta e nove O tango não pode parar, gritava o velho na esquina

104 Comentários Add your own

  • 1. rafael botafoguense  |  21/07/2009 às 16:05

    ”Exagerei na reza e morreram dois torcedores deles. Até hoje sinto um remorso quase assassino.”

    macumbeiro!!!!

  • 2. rafael botafoguense  |  21/07/2009 às 16:10

    mesmo assim fodao e texto

  • 3. Neves  |  21/07/2009 às 16:41

    “Que, que, que pô, pô, pôrra é é é essa? Vou, vou, voucê num é tô, tô, tô ce dor do Bahia, não, pô, pô, pôrra?”.

    MORRI

  • 4. Thalles Gomes  |  21/07/2009 às 17:06

    MI ZIBB! fechem a budega.
    só faltou o: UMBORA TRI-TÓRIA, CARAJO!

  • 5. Gustavo  |  21/07/2009 às 17:47

    E o Françuel ainda disse, no post anterior, que só tinha dinheiro, não ideias.

    Imaginem se ele tivesse ideias…

  • 6. Tim Maia da Coréia  |  21/07/2009 às 17:52

    Porra! Em vez de matar os dois torcedores podia ter mandado o Brasileiro de 1988 pro Colorado!

    Baita texto, Franciel.
    Pra variar um pouco!

  • 7. Evanderson  |  21/07/2009 às 17:55

    O Bahia é o unico time de respeito deste estado, vitória é tipo um botafogo

  • 8. Daniel Cassol  |  21/07/2009 às 17:56

    Não tinha secação que chegasse a tempo perto de tanto vudu do Taffarel que fizeram naquela final.

  • 9. Otávio Niewinski  |  21/07/2009 às 17:57

    “não quero mais conta com Rondônia & Roraima e vice-versa, já que nunca consigo distinguir quem é quem entre estas duas porras”

    Mas Rondônia, Roraima e Bahia não é tudo a mesma coisa????

  • 10. Daniel Cassol  |  21/07/2009 às 17:59

    “idiota orgulho de ser baiano”

    ainda acho pior o idiota orgulho de ser gaúcho.

  • 11. CIENFUEGOS  |  21/07/2009 às 18:13

    CALEM-SE TODOS E OUÇAM A VERDADE NO VÍDEO ACIMA. EIS A VERDADE DAS COISAS DO MUNDO.

  • 12. Franciel  |  21/07/2009 às 18:16

    Evanderson, pelo visto você entende de futebol o mesmo que Cascão da turma da mônica entende de pólo aquático.

    Niewinski, meu velho, um cidadão com este sobrenome não pode entender nada da geografia de Pindorama. Rondônia, Roraima e Sergipe é que são as mesmas coisas.

    Como bem ensinou o gênio Gordurinha, a Bahia é a Bahia e o resto é interior.

  • 13. Logan  |  21/07/2009 às 18:22

    “…Além disso, tirei o telefone do gancho, me tranquei no quarto..”
    Não sabia que você era autista e nem psico.. quer dizer, telepata.

    “Afinal, o juizão cumpriu sua função social: roubar descaradamente.” Palavras da Salvação.

    E, Sêu Françuel, Boca do réu é a putaqueopariu!!!!

  • 14. Júnior Martins  |  21/07/2009 às 18:22

    Hahaha, muito bom o texto.

    Mas o Bahia tá tão COMBALIDO nesse últimos anos, tão SURRADO, sofrido. Acho que não vale a pena secar tanto.

  • 15. Yuri  |  21/07/2009 às 18:25

    #11:

    HAHAHHAHAHHAHAHHAHAHAHHAHAHHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHHAHAKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKASHJAHJSHJSASBASHJA

  • 16. Yuri  |  21/07/2009 às 18:26

    Esse vídeo do CIENFUEGOS é mais que genial.

  • 17. Godo  |  21/07/2009 às 18:33

    França, precisei de 2 minutos de respiração após as gargalhadas com “Uri Geller”.

    Sensacionais relatos.

  • 18. Mateus Borba  |  21/07/2009 às 18:47

    Boca do Hell.

  • 19. Daniel Cassol  |  21/07/2009 às 18:51

    “Portanto, o amor ao meu combalido espinhaço recomendava que secasse em silêncio.”

    Passagens geniais como essa têm umas duzentas no post.

    Lendo e relendo aqui, pra rir e exercitar a mordedura.

  • 20. Daniel Cassol  |  21/07/2009 às 18:51

    Achei que Boca do Réu fosse um bar de advogados.

  • 21. Prestes  |  21/07/2009 às 19:15

    Françuel, tu está plenamente perdoado pelo período de RESSACA.

  • 22. Mateus Borba  |  21/07/2009 às 19:20

    #20

    É um bairro. Pelo apelido tu pode ver o grau de periculosidade do local.

    Mas a má fama é balela, moro há 6 anos no referido bairro e só fui assaltado 2 vezes.

  • 23. Fábio  |  21/07/2009 às 20:43

    Alguem viu ou gravou o Bem Amigos de ontem??? O Celso Roth teria sido bem grosseiro com o Professor…não sei em qual parte.

  • 24. col  |  21/07/2009 às 20:50

    Bahia, que time lazarento. Mas não precisava lembrar 89, Franciel.

  • 25. col  |  21/07/2009 às 20:51

    Franciel, como fala “meu pau de óculos” em árabe?

  • 26. gilson  |  21/07/2009 às 21:07

    #11: sério, quase MORRI.
    ” …. porque esses pauistas canalhas, canalhas, CANALHAS e MALDITOS….. ” – trecho impagável pela EMOÇÃO do narrador.

    skldflsdafjlksdjflasdjlkfdsjASLKDFJALSKDFJALKSDJFLKSDJFLKSDJFLKASDLKF

  • 27. vicente  |  21/07/2009 às 21:28

    MAIOR CRONISTA VIVO (pega essa, ceconello)

  • 28. Daniel Cassol  |  21/07/2009 às 23:20

    O Prestes vem chegando atrasado nos posts. Até parece o Álvaro.

  • 29. Thalles Gomes  |  21/07/2009 às 23:59

    “E secar o nada é metafísica demais para meu cartesiano espírito”

    Lendo e relendo aqui, pra rir e exercitar a mordedura [2]

  • 30. Luís Felipe  |  22/07/2009 às 00:00

    mais um antológico. parabéns.

  • 31. Francisco Luz  |  22/07/2009 às 00:07

    Muricy confirmado no Palmeiras, viram?

    http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Times/Palmeiras/0,,MUL1238133-9872,00-APOS+UM+MES+DESEMPREGADO+MURICY+RAMALHO+E+O+NOVO+TECNICO+DO+PALMEIRAS.html

  • 32. fino  |  22/07/2009 às 00:14

    sim, Light!!!!!!!

    Deus no céu e Muricy no parmera!!!!

    Bem longe do Beira!!!!

    hehehehuehuehuea

  • 33. Francisco Luz  |  22/07/2009 às 00:23

    Ainda bem, não queria ele no lugar do Tite.

  • 34. Titi  |  22/07/2009 às 02:17

    #23

    Nao achei grosseria!

    O Ruy chamou ele de CASMURRAO e outro adjetivo (esqueci).

    Ele (Roth) interrompeu e disse: Nao! Nao sou CASMURRAO, nunca fui.

    O que sucedeu foi o seguinte. Ruy nao falou mais nada. Roth se defendeu pedidndo o testemunho do Caio (ex-atleta do Roth – Gremio) e disse que uma coisa eh pra dentro do vestiario e outra coisa fora. Havia dito antes que ha tempos leva um rotulo que nao condiz com a verdade e que pra reverter isso eh dificil.

    Luxa corroborou a tese do pra dentro e pra fora (ui) do vestiario. Caio disse que o Roth era DUZMEU, ou dos dele, no caso.

    E o termo CASMURRAO virou chacota no programa.

    P.S.: Mas o Ruy ficou com cara de CHATEADO.

  • 35. Titi  |  22/07/2009 às 02:21

    O Franciel eh Genial. Belas secadas.

  • 36. marlon  |  22/07/2009 às 05:17

    muito afudê, seu Franciel.

  • 37. Evanderson  |  22/07/2009 às 09:00

    Títulos do Bahia

    Campeão Brasileiro
    1988
    Campeão da Taça Brasil
    1959
    Campeão Baiano 43 vezes
    1931, 1933 e 1934 (Bicampeão), 1936, 1938, 1940, 1944 e 1945 (Bicampeão), 1947, 1948, 1949 e 1950 (Tetracampeão), 1952, 1954, 1956, 1958, 1959, 1960, 1961 e 1962 (Pentacampeão), 1967, 1970, 1971 (Bicampeão), 1973, 1974, 1975, 1976, 1977, 1978 e 1979 (Hepta-Campeão), 1981, 1982, 1983 e 1984 (Tetracampeão), 1986, 1987 e 1988 (Tricampeão), 1991, 1993 e 1994 (Bicampeão), 1998 e 1999 (Bicampeão), 2001.
    Campeão do Norte-Nordeste
    1948, 1959, 1961 e 1963
    Bicampeão do Nordeste
    2001 e 2002
    Campeão do Torneio Início do Estadual 8 vezes
    1931, 1932, 1934, 1937, 1938, 1951, 1964 e 1967
    Campeão da Taça da Amizade (Uruguai)
    1959
    Bicampeão da Taça Bahia-Pernambuco
    1993 e 1994
    Campeão da Copa Renner
    1997
    Campeão da Taça Maria Quitéria
    1998
    Campeão da Taça Vivaldo Tavares
    1955
    Campeão da Taça Walter Passos
    1962
    Campeão da Taça Bernardo Martins Catharino
    1953, 1954 e 1955
    Campeão da Taça Otávio Mangabeira
    1951 (Inauguração da Fonte Nova)

    VITÓRIA

    Destaques
    Vice Campeonato Brasileiro Série B: 1992.
    Vice Campeonato Brasileiro: 1993.
    3° colocado Campeonato Brasileiro: 1999.
    4º colocado Copa do Brasil: 2004.
    Vice Campeonato Brasileiro Série C: 2006.
    4º colocado Campeonato Brasileiro Série B: 2007.

  • 38. Franciel  |  22/07/2009 às 11:00

    Num tô falando, pessoal, que este Evanderson não regula bem da cabeça.
    Um cara que fica se gabando de ter faturado uma tal de Copa Renner, sei não. Deve ser porque gosta de levar tinta.
    Mas, eu, cristão ortodoxo, o perdôo. Deve ser a abstinência titulirística que provoca este tipo de delirium tremmens.

  • 39. Daniel Cassol  |  22/07/2009 às 11:04

    Franciel acusando o golpe.

    Evanderson 1 x 0 Franciel

  • 40. Gustavo  |  22/07/2009 às 11:09

    Finalmente apareceu um BAEANO para confrontar o Franciel… vamos ver a pelea BA-VI agora.

  • 41. Franciel  |  22/07/2009 às 11:19

    Gustavo e Cassol,
    nem adianta botar pilha. Como dizia minha avó, quem come corda é cacimbão.

  • 42. col  |  22/07/2009 às 11:23

    O Evanderson provou tão somente que o Bahia tem mais títulos que a Portuguesa.

    Títulos da Portuguesa(http://www.portuguesa.com.br/titulos.asp):
    Conquistas internacionais
    * Troféu San Isidro : 1951
    * Fita Azul : 1951, 1953 e 1954
    Conquistas regionais
    * Torneio Rio-São Paulo: 1952 E 1955
    Conquistas estaduais
    * Campeonato Paulista: 1935, 1936, 1973 e 2007 (A2)
    * Torneio Início: 1935, 1947 e 1996
    * Taça São Paulo : 1973
    * Taça Governador do Estado : 1976
    Futebol feminino
    * Campeonato Brasileiro: 2000
    * Campeonato Paulista: 1998 e 2000
    Categorias de base
    * Copa São Paulo de Juniores: 1991 e 2002

  • 43. Evanderson  |  22/07/2009 às 11:30

    Vitória
    Estaduais
    Campeonato Baiano: 25 vezes — 1908, 1909, 1953, 1955, 1957, 1964, 1965, 1972, 1980, 1985, 1989, 1990, 1992, 1995, 1996, 1997, 1999, 2000, 2002, 2003, 2004, 2005, 2007, 2008 e 2009.

    Campeonato Baiano: 43 vezes — 1931, 1933, 1934, 1936, 1938[6], 1940, 1944, 1945, 1947, 1948, 1949, 1950, 1952, 1954, 1956, 1958, 1959, 1960, 1961, 1962, 1967, 1970, 1971, 1973, 1974, 1975, 1976, 1977, 1978, 1979, 1981, 1982, 1983, 1984, 1986, 1987, 1988, 1991, 1993, 1994, 1998, 1999[7] e 2001.

    43-25 = 18 anos de vantagem

  • 44. Francisco Luz  |  22/07/2009 às 11:32

    Nenhum desses títulos se equipara à Copa 25 anos do Beira-Rio. Vencemos até a Nigéria.

  • 45. Evanderson  |  22/07/2009 às 11:34

    e futebol feminino não conta, obrigado

  • 46. Evanderson  |  22/07/2009 às 11:41

    Esporte Clube Bahia
    Nacionais
    Campeonato Brasileiro: 1988.
    Taça do Brasil: 1959.

    Esporte Clube Vitória
    Copa Repescagem CBF: 1989.
    Torneio Maria Quitéria de Futebol Profissional: 1996.

    depois dessa parei

  • 47. col  |  22/07/2009 às 11:45

    Evanderson, mostre muito orgulho, pois teu time é maior que a Ponte Preta também.

    1912 – Campeã Campineira de Futebol – Taça “Liga Operária de Foot – Ball”.
    1923 – Campeã da Zona Paulista (APEA)
    1925 – Campeã da 4ª Região do Interior (APEA)
    1927 – Campeã da Zona Mogiana (L.A.F.)
    1928-1929 – Bicampeã Paulista da Divisão Principal – 2º quadro
    1930 – Campeão Invicta da 4º Região APEA)
    1931 – Campeã Campineira
    1933 – Campeã Invicta da Subdivisão de Campinas da primitiva F.P.F.
    1935-1936-1937 – Tri-campeã Campineira de Futebol – 1º e 2º quadro (L.C.F.)
    1951 – Campeã Amadora do Estado (45 partidas invictas)
    1969 – Campeã da Primeira Divisão de Profissionais – Acesso à divisão especial F.P.F.
    1970 – Vice- Campeã Paulista de Futebol – Primeiro clube do Interior Paulista a conseguir esta façanha em curto espaço após o acesso
    1970 – Primeiro clube do Interior a disputar o Campeonato Nacional
    1977 – Vice – Campeã Paulista de Futebol – Decisão com o Corinthians
    1979 – Vice-Campeã Paulista de Futebol – Decisão com o Corinthians
    1981 – Vice- Campeã Paulista de Futebol – Decisão com o São Paulo
    1981- Campeã da Copa São Paulo de Futebol Jr.
    1981- Campeã Paulista das Categorias Infantil, Juvenil e Júnior (F.P.F.)
    1981 – Campeonato Brasileiro – Terceiro Lugar
    1982- Bi-Campeã da Copa São Paulo de Futebol Jr.
    1989- Vice-Campeã da Intermediária Paulista. Decisão com o Ituano
    1991 – Campeã da Taça São Paulo de Futebol Infantil
    1991 – Campeã do Campeonato de Aspirantes da F.P.F.
    1993 – Campeã da Copa Luciano do Valle de Futebol Infantil
    1993 – Campeã do Campeonato Paulista Juvenil
    1995 – Vice – Campeã da Taça São Paulo de Juniores
    1997 – Campeã nas categorias Infantil e Juvenil da Taça Osmar Santos
    1997 – Vice-Campeã do CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE “B”
    1998 – Vice-Campeã da XXIX COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JUNIOR
    1998 – Vice- Campeã da X COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL INFANTIL
    1998 – Terceiro lugar no Campeonato Paulista Série A-2
    1999 – Quarto lugar na XXX Copa São Paulo de Futebol Juniores
    1999 – Vice- Campeã do Campeonato Paulista Série A-2
    2000 – 1º lugar da 1ª Fase do Campeonato Paulista Série A-1 – Troféu “Brasil 500 Anos da F.P.F.. – Troféu LANCE! Rei do Interior
    2001 – Terceiro lugar na Copa São Paulo de Futebol de Juniores
    2001- Terceiro lugar no Campeonato Paulista
    2001- Terceiro lugar na Copa do Brasil
    2008 – Vice-Campeã Paulista
    2009 – CAMPEÃ DO INTERIOR PAULISTA

  • 48. Evanderson  |  22/07/2009 às 11:53

    é verdade em matéria de títulos o Bahia está entre os maiores do mundo, mas em confronto direto Bahia x Ponte Preta empatam, dos seis confrontos realizados na história, 2 vitórias e 7 gols pra cada lado. Dia 11/08/2009 vamos ter a hora da verdade

  • 49. Franciel  |  22/07/2009 às 13:07

    Juliano Moreira, já!

  • 50. Jader Anderson  |  22/07/2009 às 13:22

    Evanderson chamou na estatística

    hueahueheau

  • 51. Logan  |  22/07/2009 às 13:24

    Evangayson, dá uma olhada nessa estatística:

    Jahia 7 anos sem títulos.

    6 sem disputar a primeira divisão

    E fim de papo

  • 52. Logan  |  22/07/2009 às 13:30

    Internacionais

    * Torneio Internacional Senegal-Brasil: 1992.
    * Torneio da Uva/Parmalat: 1994.
    * Torneio Cidade de Valladolid: 1997.

    Esqueceu esses também, belo “estatístico” você.

    Sou mais essa fonta de wikipédia:

    http://desciclo.pedia.ws/wiki/Esporte_Clube_Bahia:
    “Esporte Clube Bahia é um lixo time de Terceira!
    Cuidado! Você está adentrando no vergonhoso mundo da semi-várzea do futebol brasileiro. Aqui não existem times grandes, estádios cheios, jogadores profissionais e muito menos a Rede Globo.
    Só há pernas-de-pau e uniformes com dezenas de patrocínios de esmola. “

  • 53. Logan  |  22/07/2009 às 13:31

    ” “Não vai subir ninguém! Não vai subir ninguém!”
    Capitão Nascimento sobre Baea”

    Palavras da Verdade.

  • 54. Prestes  |  22/07/2009 às 13:34

    uhdshudhuhudhuhdu

    Ta boa essa peleia, hein?

    Cassol, chego atrasado como Álvaro, mas pelo menos estou tomando trago tal qual ÍNDIO, uhdsfhudsuhdfuhduhdfuhdfsufdshudsfuh

  • 55. Jader Anderson  |  22/07/2009 às 13:53

    Bah, usar desciclopedia como referência estatística é covardia huuehueauhuhauhuehueauh

    Eh tipo dar fatality com 1 botao, desciclo RULES!

  • 56. Evanderson  |  22/07/2009 às 14:34

    Logan, esse tipo de argumento, e a ofensa ao meu nome não vão ajudar a conseguir 18 estaduais e um campeonato brasileiro, sem os quais não vc esta apto a discutir nada. Cair muitos grandes ja cairam, mas eles são grandes pelas conquistas grandiosas.

  • 57. Evanderson  |  22/07/2009 às 14:34

    Jader deve ser botafoguense

  • 58. Rudi  |  22/07/2009 às 14:39

    #57

    bah jader, eu não deixava assim… chamar de botafoguense é muita ofensa huahuahua

  • 59. Junior  |  22/07/2009 às 15:08

    Percebe-se que o Rudi era aquele cara nos tempos de colégio que após ouvir alguém ofender outro caprichava na entonação, soltava um BAAH! Logo após concluía:
    não deixava assim, hjjhfgdfggd!

  • 60. Rudi  |  22/07/2009 às 15:11

    isso mesmo… hehehe

  • 61. Jader Anderson  |  22/07/2009 às 15:32

    uhaeuheuhaeuhueahuehuea

    nem to

    tomar flauta de um torcedor do bahia eh cmo aquelas formigas vermelinhas. Elas tem 1 segundo de satisfação te mordendo, depois tu esmaga elas.

    DALE GREMIO

    huehuehehuehueu

  • 62. Evanderson  |  22/07/2009 às 15:38

    Se é tricolor é dos bom, peço desculpa pelo “botafoguense”. E lembre que o Inter tb é nosso filho. Deveria respeitar mais o clube com maior torcida do Nordeste

  • 63. Anônimo  |  22/07/2009 às 15:40

    Colorados não respeitam clubes da segunda e terceira divisões.

  • 64. Evanderson  |  22/07/2009 às 15:45

    #63
    mas se eu falar no Bobo tu te borra de medo, filho

  • 65. Anônimo  |  22/07/2009 às 16:59

    A diferença é que clubes grandes de Verdade caem e sobem, como o Vitória, o Grêmio, o Corfinthians, etc.

    O bahia até o Galvão Bueno escaldou:
    “…Não vai fazer como o bahia que caiu e ficou lá…”
    Típico de timinho mesmo.

  • 66. Logan  |  22/07/2009 às 17:06

    ” Este aqui não é um time da primeira divisão, então provavelmente você o desconheça. Pelo que se fala, já teve um técnico burro e joga com animais e outras velharias em um estádio que parece um chiqueiro, além de ter ganhado seu último título de importância contra um time de segunda.
    No ano que vem, deve disputar partidas com times lixos como o America-RN, o Guarani e o Bahia.”

    Desciclopédia é sensacional.

  • 67. Evanderson  |  22/07/2009 às 17:14

    65# sem critério, apelou pro galvão bueno
    Logan deve ser botafoguense

  • 68. Anônimo  |  22/07/2009 às 17:19

  • 69. Evanderson  |  22/07/2009 às 17:22

  • 70. Logan  |  22/07/2009 às 17:25

    Bahia entre os 15 no ranking da Fifa dos melhores times do mundo!!

    1°) Barcelona
    2°) Chelsea
    3º) Juventus
    4º) Milan
    5º) Manchester United
    6º) Boca Juniors
    7º) Arsenal
    8º) Lyon
    9º) Bayern Munich
    10º) São Paulo
    11º) Cruzeiro
    12º) Internacional
    13º) Palmeiras
    14º) Sevilla
    15º) Porto

    23º) Real Madrid
    24º) River Plate

    384º) 15 de Novembro de Campo Bom-RS
    385º) Esporte Clube Bahia-BA
    386º) 15 de Novembro de Piracicaba-SP

    Ninguem segura esse jahia!!!!

  • 71. Logan  |  22/07/2009 às 17:26

    20 anos depois…

  • 72. Logan  |  22/07/2009 às 17:28

    Piaba falando sobre um título de 20 anos atrás….

  • 73. Logan  |  22/07/2009 às 17:32

    A felicidade de um torcedor tricolor:

  • 74. Evanderson  |  22/07/2009 às 17:36

    E admito que meu time esta passando por um momento delicado

  • 75. Franciel  |  22/07/2009 às 17:38

    Pronto, pessoal, vamos parar com isso. O rapaz já admitiu. Chega de torturas.

  • 76. Evanderson  |  22/07/2009 às 17:43

    Ainda assim tem mais títulos que o vitória

  • 77. Felipe  |  22/07/2009 às 17:46

    na boa, sem querer tomar partido de ninguém, mas apelar pra Galvão Bueno e Desciclopédia é demais. Tá faltando argumento, hein?

  • 78. Logan  |  22/07/2009 às 17:51

    Já são argumentos, leia-os.
    E concordo seu Francis.

  • 79. Evanderson  |  22/07/2009 às 17:51

    #77 valeu, torcedor clássico do bahia merece respeito, esses videos são de muito mal gosto
    Eô EÔ o Bahia é um terror!!!

  • 80. Prestes  |  22/07/2009 às 17:52

    Todo mundo sabe que o Vitória só ganhou estadual nessa vida. No quesito títulos, não há o que discutir (receba esta na caixa torácica, Seo Françuel).

  • 81. Jader Anderson  |  22/07/2009 às 18:00

    Eh muito legal assistir uma discussão sobre uma rivalidade de outro estado… hehehehehe

    bem melhor que zilhoes de comments sobre gremio e inter…

    AGUANTE BAHIA (estou falando do estado, podem continuar discutindo hehuaehuehuaeu)

    Abraço!

  • 82. Yuri  |  22/07/2009 às 18:09

    ACABOU!!!!

    NAVIRAIENSE CAMPEÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • 83. adriano  |  22/07/2009 às 18:17

    mas que merda de vídeo é esse do cienfuegos? pelamordedeus, vocês já viram? se tivesse uns dois minutos o cara ia ser muito ídolo

  • 84. Anônimo  |  22/07/2009 às 20:36

    Olha o casamento perfeito !
    Grêmio e Bahia se completam,dois times que vivem de um passado distante.

  • 85. macuxi  |  22/07/2009 às 23:17

    Na qualidade de cidadão roraimense queria deixar registrada minha indignação com a comparação do meu estado não com Rondônia, mas com essas porras de províncias do Acre e do Amazonas. Se fosse minha porra de meu glorioso Baré, esse Bahia aí estaria disputando era uma vaga na série D agora.

  • 86. Anônimo  |  23/07/2009 às 06:42

    Evanderson, torcedor “clássico” do bahia é quem tem mais de 40 anos de idade, o resto só conhece esse arremedo de time, que fala tanto de campeonato baiano mas faz oito anos que não ganha um, continue na fila meu filho.

    Esse é o bahia, rumo ao INTERMUNICIPAL!!!!

  • 87. Logan  |  23/07/2009 às 06:44

    Comentários 84 e 85 estão aí pra mostrar o “prestígio” que o bahia tem.

  • 88. Logan  |  23/07/2009 às 06:48

    Só explicar uma coisa, só usei desciclopédia porque o “estatístico” resolveu ir na wikipédia e “esqueceu” de postar alguns títulos do Vitória.

    E a Desciclopédia com certeza é mais NEUTRA.

    Só não entendo porque hoje em dia ninguem pode zuar com o clube do outro que já aperecem alguns “ofendidos”.

  • 89. Logan  |  23/07/2009 às 06:49

    Essa foi outra fonte:

    http://www.ecjahia.blogspot.com/

  • 90. Logan  |  23/07/2009 às 09:38

    E digo mais, sou botafgo!

  • 91. Evanderson  |  23/07/2009 às 09:39

    EU JA SABIA

  • 92. Logan  |  23/07/2009 às 12:15

    Algum tricolor resolveu postar com meu nome, muito altivo de sua parte Evanderson, bem do nível do seu time mesmo.

    Sou Vitória e com muito orgulho, com muito amor.

  • 93. Evanderson  |  23/07/2009 às 12:43

    Boa né, Vitória na Bahia e Fogão no rio, to sabendo hehehe são clube irmãos

  • 94. izabel.  |  23/07/2009 às 13:03

    ajjafafjafakljajj
    EXCELENTE o texto, seu Franciel.
    dei muita risada aqui.

  • 95. Kadj Oman  |  23/07/2009 às 13:27

    Se o mundo tivesse mais debates como esse eu juro ficaria bravo da expectativa de vida em São Paulo ser em média 2 anos menor por conta do número de carros.

  • 96. Camilo  |  26/07/2009 às 20:13

    “Exagerei na reza e morreram dois torcedores deles. Até hoje sinto um remorso quase assassino.” = remorso = SECADOR AMADOR

  • 97. steven  |  04/11/2009 às 02:02

    “ser campeão de terra e mar na primeira visita do Papa ao Brasil, em 1980. É por isso que eles morrem de inveja.”
    papa?? cara… to cagando pra igreja catolica… essa mafia pestilenta…. da inquisição das cruzadas… da aiança com nazismo e outras tiranias…

    “Mas eu, cristão ortodoxo, os perdôo.”
    Ortodoxo?? então você segue o Patriarca de Constantinopla!

    Secar o Bahia… ah blz…. olha minha secadas no seu vicetoria foram + eficientes

  • 98. steven  |  04/11/2009 às 02:27

    olha.. ja sekei pra caramba o vicetoria-BA… e deu certo…. hahahahahaha,

  • 99. steven  |  04/11/2009 às 02:28

  • 100. steven  |  04/11/2009 às 02:29

  • 101. steven  |  04/11/2009 às 02:31

  • 102. Logan  |  07/11/2009 às 13:09

    ô steven já que você tá tão preocupado ocm os posts do Vitória, porque você não faz então um “top 10 humilhações do finado” ou “já sequei o Vitória”?
    material não ia faltar.

  • 103. Stefano  |  13/11/2009 às 23:04

    posso até fazer… mas como enviar pro blog???

  • 104. steven  |  05/08/2010 às 01:26

    Bora Santoooosssss

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: