Confesso que sequei – o Grêmio

23/06/2009 at 12:55 146 comentários

COMPELIDO pelo furor deste momento EMBUCHADO de decisões que afetam a NOSOTROS todos, não me resta outra alternativa que não confessar: pequei, vivi, traguei, estraguei e, sim senhores, não me envergonho de bradar como um comprador de ouro na Rua da Praia: eu SEQUEI o Grêmio.

E não foi aquele secar de sentar no sofá diante da televisão, armado de GERGELIM e de um forçado semblante BLASÉ: eu sequei como se aquele fosse o último jogo da história da humanidade, como se para evitar que uma trupe de BANDOLEIROS arrebentasse as trancas do meu portão para matar os meus CACHORROS, eu me ajoelhei, eu implorei, eu abri o olho e esfreguei no carpete, eu destrocei a dentadas controles remotos e braços de sofá, eu mordi as paredes.

ENRUBESCI de furor, em suma. Algumas vezes, RUÍ e me despedacei em vergonha e PEQUENEZ, mas outras, ah, nessas outras eu VENCI, e venci justamente porque EU FIZ o Grêmio PERDER. Desavergonhado que sou, ORGULHO-ME de ter perdido a dignidade em prol da desgraça alheia, a derrocada AZURRA, o OCASO da Azenha. Ó, Deus, quantos anos de vida perdi por acreditar que uma derrota do Grêmio estivesse diretamente ligada à minha disposição de SECAR, secar de forma tão ferrenha e dedicada que parecia que o feixe de ELÉTRONS iria se materializar em CHARQUE.

Mas BEM. Agora que não seco mais (auhsuahus), só me resta relatar aqueles LINDOS tempos onde eu pensava que fazia – e algumas vezes, CREIAM, zebus dos infernos, eu fiz – a DIFERENÇA. Uma amostra de cinco sem-vergonhices das BRABAS (em ordem crescente de COMOÇÃO, justamente aquelas mais expressivas):

5 – Santos 2 x 1 Grêmio – 1989 – Campeonato Brasileiro

Essa ocorrência de secação poderia passar despercebida, afinal não se tratava de uma decisão importante e eu sequer tinha muita noção do que estava fazendo. Acontece que simplesmente foi a primeira vez que lembro de ter torcido contra o Grêmio de verdade. Configurou-se, portanto, no BIG BANG de um secador, o EMBRIÃO daquele ferrenho antitorcedor que passou a habitar em minha mente canalhocrata.

26964

Até aquele dia, eu nunca havia dedicado uma FATIA do meu tempo exclusivamente para desejar o mal profundo ao Grêmio. Torcia contra Cuca, Alfinete, Paulo “The Evil” Egídio e Jorge Veras apenas em clássicos, obviamente, e em outros momentos breves, quando me deparava com um rádio esgoleando-se na varanda e outras cenas típicas de uma vida nos SUBÚRBIOS. Mas, confesso, eu GOSTEI da maldade.

Percebam, meus caros, a importância histórica e a relevância afetiva do momento – que eu julgava ser anterior a 1989, mas a pesquisa revelou que eu já era bem GRAÚDO. E, para mostrar que secador não tem vida fácil, já naquela PRIMEVA experiência eu fui FLAGRADO. Estava bem acomodado no tapete, entre almofadas, desfrutando os últimos momentos da minha INFÂNCIA, quando um TIO entrou e lascou: “Olha ali o SECADOR”. Eu nem sabia o que o termo significava, mas não demorou muito para me tornar um ADEPTO da seita. Um brinde, portanto, à primeira secada consciente.

4 – Flamengo 2 x 2 Grêmio – 1997 – final da Copa do Brasil

Mas nem toda secada, vocês sabem, é AUSPICIOSA. Naquele agora distante ano de 1997, os colorados tinham a esperança de que a Era Dourada do Grêmio tivesse acabado, coisa que pareceu tomar forma quando o Flamengo conseguiu empatar a primeira partida no Olímpico em 0 a 0. Há muita gente que diz não conseguir secar o rival com a mesma intensidade contra, sei lá, Corinthians, Flamengo e São Paulo. Devo dizer que nunca fui vítima dessa FRESCURA e naquele mês de maio eu era mais rubro-negro que qualquer criança parida no círculo central da Gávea.

No entanto, mesmo aproximando-se do seu GRAND FINALE, aquele maldito e copeiro time gremista ainda tinha uma carta na manga. No jogo da volta, em um Maracanã com dezoito milhões de pessoas, JOÃO ANTÔNIO abriu o placar. A virada do Flamengo, com Lúcio e Romário, ainda no primeiro tempo, encheu os secadores de falsas ilusões.

Acontece que aquele Grêmio era o demolidor de sonhos da geração colorada que naquela época vivia sua infância ou adolescência. Faltando dez minutos para o final, quando o Flamengo já fazia cera, com os jogadores desabando no gramado, Carlos Miguel apareceu como um ASSALTANTE na pequena área e marcou o gol da INFÂMIA. A nós, internacionalistas, restava apenas abraçar-se no vulto de Fabiano Cachaça, o Bandido da Luz Vermelha, responsável por nossas PARCAS alegrias em tão torturante recorte de tempo.

3 – Grêmio 1 x 0 Olímpia – 2002 – semifinal da Libertadores

O secador, antes de tudo, é um CANALHA. Em sua forma mais pura, esses contrabandistas da alegria não se importam sob que trajes APRESENTAR-SE-Á a desgraça do adversário. Naquele ano de 2002, o Grêmio ameaçava retornar com força à sua rotina de vitórias, recomeçada em 2001 com a Copa do Brasil. Imaginem vocês o que é sofrer duante OITO anos (começando o título tricolor da Copa do Brasil, em 1994), com o adversário empilhando taças e chegadas em decisões. O Inter, bem, lutaria contra o rebaixamento no final daquele ano. E vocês terão a ousadia de me pedir CARÁTER?

Porque naquela noite de 17 de julho, o Grêmio, que perdera por 3 a 2 a primeira partida em Assunção,  foi roubado até por dentro dos olhos. Tudo isso porque era o centenário do Olimpia. O gol mal anulado de CLAUDIOMIRO chegou a perder-se em meio ao GREMIOCÍDIO que aconteceu nas cobranças de penais, com o juiz argentino Daniel Gimenez mandando voltar uma cobrança de penalidade porque o goleiro gremista adiantou-se. É certo que o arqueiro deu um passo à frente, mas isso não se faz. O que em nada apaga os meus méritos como SECADOR, pois, percebam, com meus pensamentos maldosos consegui influenciar o juiz e a própria Conmebol, certamente envolvida na tramoia. E, vocês sabem, família que torce unida, SECA unida. Ao fim das cobranças, com Enciso envergando uma camisa colorada por baixo do manto olimpista, não restou outra alternativa a meu pai, meu irmão e eu do que comemorarmos com uma pirâmide CECONÉLLICA em plena sala de estar. A vergonha não é o forte na família.

2 – Grêmio 2 x 0 Portuguesa – 1996 – final do Campeonato Brasileiro

Essa, meus amigos, foi uma daquelas sessões intermináveis de enxugamento de gelo. Porque secador de verdade se abraça até na Portuguesa. Na verdade, eu procurava me enganar ao ter a esperança de que a squadra de CLEMER, que havia vencido por 2 a 0 na primeira partida, seria capaz de deter o Grêmio. No meu mundo de devaneios, pensava: “Ano passado (1995), foi o ano EXTRAORDINÁRIO na vida deles. Agora, tudo vai voltar ao normal”.

E lá fui eu me sentar no sofá, solito e mal-intencionado, me desesperando com o primeiro gol gremista, marcado por Paulo Nunes aos TRÊS minutos de jogo. O Grêmio teria, portanto, a partida inteira para marcar apenas um gol. Mas, aviso a juventude, aquele time da Portuguesa era bem COMPETENTE, havia chegado com méritos à decisão. E ao redor dessa crença eu ENLAÇAVA meus braços, como quem evita se AFOGAR numa enchente tricolor.

O tempo passava, a esperança RECRUDESCIA, a desgraça gremista parecia estar brotando da grama do Olímpico, quando um zagueiro mangolão resolveu dar rebote para a frente da área e AÍLTON, que no Olímpico tinha a mesma importância que a bandeirinha de escanteio, emendou um tiro no meu coração. O bairro explodiu em festa, eu tentei me enfiar embaixo da poltrona.

Nesse momento, me dei conta de que um amigo colorado havia chegado a uns dez minutos e estava me acompanhando no martírio. Mas não era um amigo QUALQUER, era simplesmente o cara mais pé-frio de toda a história do Parque Residencial Marechal Rondon. Sim, porque um secador de verdade nunca admite a sua incapacidade: sempre culpa os outros. Creio que o Inter nunca ganhou um jogo quando ele compareceu ao Beira-Rio. Certa vez, fui com ele ao Olímpico, na decisão do Gauchão de 95.

Obviamente, perdemos. Mais do que isso, ele, que estava bâbado há uns três dias, passou o jogo inteiro DORMINDO e pretendendo me usar como ENCOSTO. Na saída, quando já estávamos no ônibus, ele subitamente despertou. Colocou a cabeça pra fora e começou a atucanar uns gremistas. Nisso, uns dois torcedores tricolores fizeram a volta no ônibus com uma TAQUARA e pegaram-no por trás, dando um sarrafaço na orelha. Engasguei-me de rir e agradeci INTIMAMENTE aos gremistas por fazerem o que eu mais queria fazer naquele momento.

Mas BEM. Voltando à decisão contra a Portuguesa. Naquele domingo ainda tive de comparecer na casa de uma namorada, gremista de quatro costados, que havia pregado uma bandeira na janela de casa. “Isso já é demais”, protestei. E só entrei quando a bandeira foi removida, sob uma carranca feminina indescritível. Carajo, pelo menos uma eu ganhei naquele dia.

1 – Grêmio 0 x 0 Ajax – 1995 – Mundial de Clubes

Meus amigos, em certas circunstâncias as pessoas enlouquecem. Depois de o Grêmio ter vencido a Libertadores, os colorados do meu bairro ansiavam pelo Mundial talvez mais que os próprios gremistas. Nós não esperávamos apenas que o Grêmio perdesse – é claro que perderia, oras -, queríamos que o time de Felipão fosse humilhado como não acontecia para um bando de gaúchos desde a Revolução Farroupilha. Imaginávamos que no intervalo já estaria, sei lá, uns 7 a 1 para o Ajax, e poderíamos sair para a rua em plena manhã e mostrar toda a nossa sem-vergonhice vermelha. Sim, naquela época éramos JOVENS e ecreditávamos nas bobagens que a televisão falava dos times europeus.

Em uma zona residencial composta por CASAS, onde todas as pessoas se conhecem, as emoções são compartilhadas com mais naturalidade. Naquela época, vivi meu AUGE na arte da secação. Não era mais aquele atividade INTIMISTA, exercida na discrição do lar. Passou a ser um estado de espírito compartilhado com a COMUNIDADE. Portanto, não havia outra saída que não alguns amigos e eu comprarmos CAIXAS DE FOGUETE. Não aqueles miúdos, mas sim os de DOZE tiros, que era pra infernizar bastante.

Mas nosso plano de comemorar já no intervalo não deu certo. Na verdade, quase que tudo afundou miseravelmente, pois o Grêmio por muito pouco não nos ensinou que Ajax só serve pra remover GORDURA. E como eu penei naqueles pênaltis, antevendo a hecatombe. Mas quando aquele zagueiro ordinário converteu a cobrança e impediu que a Terra azulasse pela segunda vez, desatinadamente esqueci de todas essas milongas e ganhei a rua, não sem uma ponta de VERGONHA.

Um amigo meu, já devidamente apresentado a vocês aqui e aqui, que morava a umas OITO quadras da minha casa, demorou uns dez SEGUNDOS para chegar no PÁTIO. Lá protagonizamos o primeiro espetáculo PIROTÉCNICO daquela manhã. Logo, estávamos na frente da casa de um amigo gremista. Entre ESTAMPIDOS e goles de MARAFO, gritávamos insanidades e exigíamos que ele ao menos colocasse a cara na janela, mas apenas a mãe dele, apavorada, surgiu na persiana, dizendo que ele tinha viajado, ou algo igualmente sem sentido.

Permancemos na rua por mais um tempo, insistindo em não se envergonhar e crendo piamente que aquela era a atitude mais nobre a ser tomada. Eu engolia em seco e, entre risos forçados, percebia que o Grêmio fora BRAVO. Mas logo acendia outro PAVIO, porque um secador de verdade não admite ponderações.

E, sim, se eu tivesse que escrever um livro sobre aqueles anos, não hesitaria em parafrasear John Fante: “1995 foi um ano difícil”.

*****

E aqui, após expor a miséria humana em seus níveis mais elevados, inciamos mais uma estonteante série impedimentense: Confesso que sequei. Pedimos aos amigos de todo o continente que nos enviem as suas cinco maiores secadas e nos mostrem que, para um secador de verdade, não há um nível baixo o suficiente. Ele mata no peito toda a vergonha e sai jogando de cabeça erguida, engolindo todo o remorso e a IGNOMÍNIA para, mais tarde em sua vida, enriquecer um psicanalista.

Saudações,
Douglas Ceconello.

Anúncios

Entry filed under: Confesso que sequei.

Yes, Hura Can! Paladino violeta com a mão no Bocadito sagrado

146 Comentários Add your own

  • 1. Yuri  |  23/06/2009 às 12:56

    Que honra desvirginar uma nova seção.

  • 2. Jean Mello Corleone  |  23/06/2009 às 13:03

    engraçado…….e sobre o jogo do maracanã não escrever nada ?!?

  • 3. Carlos  |  23/06/2009 às 13:13

    Se eu tivesse talento, escreveria….pq sou um secador com carteirinha da AFDPS – Associação dos filho das puta secador.

    Minhas maiores secadas
    Inter x Olimpia – 1989
    Brasil x França – Olimpiada de sei lá qdo, qdo o
    inter “representou” o brasil
    Inter x Fluminense – final copa do Brasil (minha célebre secada vendo um filme cabeça sobre o nazismo no cinema do lado do baltimore, com uma namorada metida a cabeça, mala, qdo levei um rádio do tamanho de uma impressora, antigo).
    Inter x Bahia – Final do Brasileirão
    Inter x Flamengo – final do Brasileirão
    Inter x SP – final da liber
    Inter x Barcelona – final do mundial

    Aceito um ghostwriter…çalldksakçldçklaskdçlaçskdkls

  • 4. beretta  |  23/06/2009 às 13:21

    AEUOHEAUEOEAHOUHAUEOHOEHAAOAOUEAO!!!

    MEODEOS!!!

  • 5. Paul  |  23/06/2009 às 13:24

    “secar de forma tão ferrenha e dedicada que parecia que o feixe de ELÉTRONS iria se materializar em CHARQUE.”

    Não consegui passar daqui.

  • 6. Gerhardt  |  23/06/2009 às 13:30

    caracas (RIP)

    avisem algum biólogo que aqui vive uma nova espécie de OSTRA INVETERADA.

  • 7. Gerhardt  |  23/06/2009 às 13:32

    CECCO é o melhor narrador possível das emoções alheias! O mestre dele deve ser o Prof Xavier….

  • 8. Francisco Luz  |  23/06/2009 às 13:36

    MAIOR

    C
    R
    O
    N
    I
    S
    T
    A

    VIVO

  • 9. Luís Felipe  |  23/06/2009 às 13:37

    A-N-T-O-L-Ó-G-I-C-O

  • 10. Luís Felipe  |  23/06/2009 às 13:38

    paco luz, isso tá ficando chato.

  • 11. Francisco Luz  |  23/06/2009 às 13:40

    Porra, che, vão achar que somos SIAMESES ou algo do gênero.

  • 12. Carlos  |  23/06/2009 às 13:44

    E o texto, muito bom…MESMO…

    Secar é uma arte…incompreendida, muitas vezes. Cansei de ser “mijado” por minha mãe….olhando jogo do inter….e ela “bah, guri, torcendo pra esses paulista/carioca/argentino/nordestinos…tá louco?”

  • 13. Bruno L.  |  23/06/2009 às 13:50

    Vocês tinham que fazer camisetas com frases dos textos postados. Compraria todas, ó.

  • 14. rodrigoluiz  |  23/06/2009 às 13:57

    quando o inter ganhou do barça, senti-me como bicampeãomundial.
    por que a primeira vez (ui), foi com o ajax.

  • 15. Prestes  |  23/06/2009 às 13:57

    “Devo dizer que nunca fui vítima dessa FRESCURA”

    hsuadhuadshsadhasudsd,

    Eu também não.

    Até por que meu pai foi SÓRDIDO comigo, senão vejamos a frase que repetia quando eu era um garotinho juvenil.

    “Se o Grêmio jogar contra um time de cachorro, eu vou pra arquibancada latir”.

  • 16. marcelo benvenutti  |  23/06/2009 às 13:57

    Preza. Eu quase só tenho secação antiga. Nos últimos anos secar o Grêmio tem sido um trabalho muito danoso e inútil. Mas umas minhas pra recodar.

    Minha primeira:
    Flamengo 1×0 Grêmio em 1982

    Independiente 1×0 Grêmio em 1984 – Gol do Burruchaga

    Palmeiras 5×1 Grêmio em 1995 – Depois dessa larguei por anos, o jogo do Ajax eu trabalhei e não ouvi nada.

    Grêmio 2×0 Portuguesa em 1995 – Essa foi foda

    Grêmio 1×0 Náutico em 2005 – Minha última irritação, depois ficou muito fácil. O Grêmio, certamente, entrega o rabo no final.

  • 17. marcelo benvenutti  |  23/06/2009 às 13:59

    Grêmio x Portuguesa em 96, final do Brasileiro, digo assim.

  • 18. Prestes  |  23/06/2009 às 14:03

    GÊNIO!!!

  • 19. Lorenz  |  23/06/2009 às 14:08

    Porra, eu seco até em jogo contra o RONDONÓPOLIS. (Único time de VERDADE* que o inter enfrentou esse ano.)

    Enfrentar o Grêmio com o Roth não conta, GÊNIO DEMAIS pra ser considerado de verdade.

    Poderia ter parado no “secar de forma tão ferrenha e dedicada que parecia que o feixe de ELÉTRONS iria se materializar em CHARQUE.” que o texto já estaria excelente, digno de um NOBEL.

  • 20. alemao  |  23/06/2009 às 14:12

    sabia…tem cecco até no nome…

  • 21. Francisco Luz  |  23/06/2009 às 14:13

    Minha maior secação, na real, foi Grêmio x Boca em 2007. Ia ser SORDIDEZ DEMAIS ver eles levarem a Libertadores um ano depois da gente, e estava completamente aparvalhado com a possibilidade de os TRICOS reverterem o resultado do primeiro jogo.

  • 22. Lorenz  |  23/06/2009 às 14:19

    Agora quanto as maiores secações.. foram tantas que só lembro de uma.

    Corinthians x Internacional (2005)
    Copiando do texto acima: “EU FIZ o Inter EMPATAR (kjflaskjlfsa)”

    SECANDO pelo rádio, sofrimento aumentado em 1001%. E risos após o cartão de Tinga.

  • 23. rafael botafogo  |  23/06/2009 às 14:22

    esse cara comanda demais namoral hahaha os textos sao daqueles que vc começa nao para e depois pede mais no final.

    1995 pro meu time foi um ano lindo

    libertadores 2008 foi um caldeirao de emoçoes,cabañas,flu passando de sao paulo e boca me deixando cada vez mais desesperado e o apice nas disputas de penaltis torci como um doente sem camisa e pulando como um cabrito pra ldu

    e tambem as copas do brasil
    2003(boa zeiro)2004(sandro gaucho eterno)2005(mossoró te amo)2006(triste)2007(putz)

    mas deixarei pra 1 botafoguense mais vivido nos brindar com as apaixonadas secaçoes alvinegras,senao ficaria restrito a essa decada

  • 24. mardruck  |  23/06/2009 às 14:24

    Inter x Barcelona
    Inter x SPFC – principalmente no segundo jogo.
    Inter x Estudiantes – o segundo jogo eu sequei pra caralho, vi no bar com um casal de amigos meus colorados. Foi triste.
    Inter x Corinthians – Tinga fazido.
    Inter x Al-Ahly – confiei no Abu Trika.

    Nasci em 88, grande parte da minha infância foi dedicada às glórias gremistas, nem tinha o que secar.

  • 25. Leo Garcia  |  23/06/2009 às 14:34

    Minha maior lembrança da derrota do Grêmio no Japão é sem dúvida nenhuma as centenas de carros em Porto Alegre que colocaram os tubos de Ajax nas antenas.

    Chegaram a esgotar o produto em diversos mercados.

  • 26. Lorenz  |  23/06/2009 às 14:36

    Eu sou meio Robin Hood (Ou é Wood? Nunca sei.)
    Sempre torço por time pequeno, e VIVA RONDONÓPOLIS, IPATINGA, AVAÍ E SANTO ANDRÉ.
    Porque Barueri é grande, ao menos no nome. GRÊMIO.

    Meu irmão acho que é pior, ele torceu pro FLUMINENSE ganhar na Libertadores.

  • 27. Luís Felipe  |  23/06/2009 às 14:46

    #25

    AJSHDKAJSHDKAJSDHKAJHDKAJSHDKJAHDSKAJHSDKJ

  • 28. Gerhardt  |  23/06/2009 às 14:48

    Comecemos dizendo que uma grande geração gremista está em clara desvantagem, pois a arte de secar DEVE começar na infância, sob pena de não ser DESFRUTADA como um TALENTO NATO.
    Eu por exemplo não tinha consciência dos meus PODERES e RESPONSABILIDADES quando das reles finais coloradas de 88 e 89. No advento de Célio Silva, em 92, minha ausência da CORRENTE me faz CULPADO.

    Carregarei para sempre essa desdita e pior, temo nunca estar a altura dos nossos amigos de ASES CELEIRO pois alguns de nós, como eu, não foram corretamente CURTIDOS pela desgraça conjugada à glória do arquirrival.

    Admito assim, não ter sido EFETIVO em 2006 e por tal tbm me entristeço.

    Mas tbm não há como esquecer os sinais inconfundíveis de SINCERA ALEGRIA perante os acontecimentos de 2005.

    Tenho para mim, que ao contrário do que poderíamos pensar, não foi no asqueroso mundial FIFA o ÁPICE da secação.
    A retribuição justa dos tormentos, ainda está por vir e será através do DESEJO de milhões que o colorado das glórias CHAFURDARÁ na infâmia do REBAIXAMENTO.

  • 29. rafael botafogo  |  23/06/2009 às 14:51

    a melhor coisa para um secador eh quando um rival eh rebaixado flor na serie C hahahaha e o vasco ano passado que delicia

  • 30. Lorenz  |  23/06/2009 às 14:53

    Saindo totalmente do rumo dos comentários.
    Alguém aí já comprou a camisa do Valderrama? Que cor? Tem fotos?

    Quem tiver, me mande, prometo secar a favor de seu time no próximo jogo, agora… se o tal for colorado, deixa pra lá.

  • 31. alemao  |  23/06/2009 às 15:00

    seco o inter até treinando contra os reservas.

  • 32. Ismael  |  23/06/2009 às 15:00

    comecei a secar gelo desde que fizeram aquela MACUMBA no clube dos treze em 1992, mas a minha primeira vez em nos 5×1 contra o Palmeiras.

    Minha primeira VITÓRIA foi gremio x Ajax. Assistimos o jogo no colégio, os gremistas grudados na tv e os colorados no fundo da sala, tocando bolas de papel na cabeça dos DESAVISADOS.

  • 33. Titi  |  23/06/2009 às 15:04

    Isso me lembra uma VELHA TEORIA.

    Foram enganados!

  • 34. Atilio  |  23/06/2009 às 15:11

    Que texto, homem! Muito bom.

  • 35. Ernesto  |  23/06/2009 às 16:04

    Vasco 1 x 0 Gremio Libertadores 1998.

    Indenpendiente de Medellin 2 x 1 Gremio libertadores 2003.

    E a do Boca, em 2007.

    Muitos problemas com a vizinhança gremista, nada desportiva, por assim dizer.

    A de 2003, com gol do Vasquez, aos 45 do segundo tempo.

    Secar é uma arte. Como tu não conhece direito o time para o qual tu tá torcendo, tem esperança em todos jogadores, e as vezes funciona.

    Não é com o time do coração. Onde tu sabe (ou acha, ou acha que sabe) quem é bom, quem não presta, se o treinador é ruim.

    Na secação o cara se sente um verdadeiro TORCEDOR.

  • 36. Jader Anderson  |  23/06/2009 às 16:14

    Eu seco até diretoria e contratações… maldita rivalidade grenal. heuheuheuheauhaeh

  • 37. Francisco Luz  |  23/06/2009 às 16:17

    Eu seco até a Puma para fazer camisas feias para o Grêmio – e tem funcionado, asdjkhsjadh.

  • 38. izabel.  |  23/06/2009 às 16:19

    sensacional.
    o chico light roubou minha frase: melhor cronista vivo, com certeza!

    eu ia escrever isso depois do comentário do petry (sobre as camisas do cassol?), dizendo que ia pedir pro douglas autografar como ‘o magrão que aparece 5 seg no dvd do inter’. eu ia dizer: eu pediria o autógrafo e se alguem perguntasse eu falava: ‘maior cronista vivo’.

  • 39. Felipe  |  23/06/2009 às 16:20

    Foram incontáveis as minhas secações contra os d’Azenha, e dentre as descritas só não consta na minha lista a de 89, já que mal sabia caminhar e falar. As outras todas (e mais milhares) eu estava lá, fingindo ver o jogo e na verdade tentando DOBRAR as pernas dos jogadores, como a minha vó faz nos jogos do Inter, gremista roxa que a véia é.

    Desculpem o tamanho do comentário, mas é que o texto foi muito bala, despertou lembranças! Parabéns!

  • 40. Tim Maia da Coréia  |  23/06/2009 às 16:20

    Contra a Portuguesa foi a pior!
    Sério…
    Foi horrível!
    Não gosto nem de lembrar…

    Sensacional o texto Ceconello!
    Espero que o secador do Colorado mantenha o nível!

  • 41. Gustavo  |  23/06/2009 às 16:26

    #31: eu SEMPRE faço isso. hfahalkfjdasl

  • 42. Rudi  |  23/06/2009 às 16:28

    eu seco ate o espaco dos jornais dado aos azuis…

  • 43. Leo Garcia  |  23/06/2009 às 16:37

    Ah, lembrei do Brasileirão de 2000, ou melhor da COPA JOÃO HAVELANGE. Antes da final do logo do SBT e de estádio desabando, houve uma semifinal.

    Grêmio e São Caetano. No jogo de ida 3 a 2 pro time do ABC. Não lembro se 1 a 0 dava a vaga ao Grêmio, só sei que saiu na frente. Porém, tomou 3 chapuletadas, entre elas uma bucha de ADHEMAR, que levantou sua clássica camisa “Deus é Fiel”.

    Eu, no auge da secação (e da insanidade), findado o jogo, peguei uma cartolina e escrevi em letras garrafais DEUS É FIEL e saí com amigos prum buzinaço em chamas. Lembro que passamos, inclusive pelo Olímpico e aquela galerinha dos bares chegou a se levantar pra tocar garrafas.

    Sério, se a vida fosse um filme, o carro estragaria naquele momento e eu não estaria aqui neste instante fazendo este relato. Deus é Fiel.

  • 44. Tim Maia da Coréia  |  23/06/2009 às 16:48

    Cara… na boa…
    Tava pensando alguma situação pra não secar ferozmente o Grêmio e cheguei a seguinte conclusão:

    Toda desgraça pra gremista É POUCO.

    Pode estar caido pra 4a divisão, ficar sem nenhum estádio, jogando Copa Paquetá…

    SEMPRE SECAREI.

    E é isso.

  • 45. Prestes  |  23/06/2009 às 16:51

    Cara, contra o Boca em 2007 eu sequei tanto, mas tanto, que quando saiu o terceiro gol na Bombonera eu pulei e dei um soco num lustre de ferro sem querer, na baia duma mina que eu mal conhecia, husaddsauuhsaduadhs E fudi afu minha mão (a mina não, que pena).

  • 46. Camilo CEO  |  23/06/2009 às 16:52

    #37 sgaçdgkçaskldaç

    No mais, Ceconello DGÊNIO, sempre.

  • 47. Lucas Cavalheiro  |  23/06/2009 às 16:59

    Baita texto cara, sensacional!

    Depois de 95 e 96, eu nunca mais comemorei gols de adversários gremistas (tá, esse ano não resisti em Caxias 4 x 0 Grêmio :D). Só grito na janela depois de tudo consumado.

    Porque esses dois anos aí, que eu tinha 10 e 11 anos (4a e 5a série, já imaginaram que MARAVILHA ser um dos 5 colorados da turma?) foram o auge máximo do sofrimento e da secação.

    Agora é a vez do piazedo gremista que nasceu ali entre 94~96 provar desse sabor.

  • 48. Francisco Luz  |  23/06/2009 às 17:01

    Porque esses dois anos aí, que eu tinha 10 e 11 anos (4a e 5a série, já imaginaram que MARAVILHA ser um dos 5 colorados da turma?) foram o auge máximo do sofrimento e da secação.

    Bah, mesma situação – com o agravante de ser em Novo Hamburgo, cidade majoritariamente gremista. Tempos terríveis, aqueles.

  • 49. Tim Maia da Coréia  |  23/06/2009 às 17:09

    Eu me lembro de secar até a Copa Renner!
    Vão se fuder!

  • 50. Jabba  |  23/06/2009 às 17:14

    Perfeita descrição da arte de secar, sensacional. Eu tenho uma teoria de que se sofre muito mais secando do que torcendo, justamente porque secando tu não conhece os jogadores, e seguidamente tem que torcer por umas nabas absurdas, tipo Rondonopolis ou San Martin, ou então torcer por times que to gostaria mais que moressem a míngua, tipo Corinthians ou Flamengo.
    Mas o momento mais baixo que eu já cheguei foi torcer para aquela tráira dentuça acertar aquele gol de falta, ajoelhado na frente da TV……

  • 51. Luís Felipe  |  23/06/2009 às 17:18

    Secar é uma arte. Como tu não conhece direito o time para o qual tu tá torcendo, tem esperança em todos jogadores, e as vezes funciona.

    LAKJSDKAJSDKASJ SENSACIONAL!

    os comentários desse post estão hilários!

  • 52. Anônimo  |  23/06/2009 às 17:20

    Gênio. Sem mais.

  • 53. Carlos  |  23/06/2009 às 17:32

    Pra mim a pior secada foi contra o Barcelona…sem dúvida…

    Dona Denise entrou na sala, saiu o gol, eu quase matei ela…qdo terminou o jogo, ouvia as buzinas bemmmmm ao longe (estava em Gramado), me sentei no meio do mato, numa cadeira…minha mãe e a Denise olhavam de longe…e eu ficava pensando “e agora? e agora?”.

    Foi um pesadelo aquilo.

    É muito pior que torcer pro teu time….secar e se fuder é pior q qquer coisa.
    Secar e se dar bem é a maior glória.

  • 54. Arbo  |  23/06/2009 às 17:36

    bah, ABRIU com chave de ouro. o resto é prata desde já. a não ser q o catarina esteja em MUITO em chamas.
    vou pedir autógrafo (boa ideia, iza) na camisa do valderrama (q eu tenho em azul, Lorenz [foi tu q perguntou?], e recomendo mto).

    ernesto continuou surfando sobre A VERDADE aqui:
    “Secar é uma arte. Como tu não conhece direito o time para o qual tu tá torcendo, tem esperança em todos jogadores, e as vezes funciona. Não é com o time do coração. Onde tu sabe (ou acha, ou acha que sabe) quem é bom, quem não presta, se o treinador é ruim.
    Na secação o cara se sente um verdadeiro TORCEDOR.”

    talvez tomado pela CRISE CÉTICA DOS VINTE E POUCOS (NS) tenho ARREFECIDO minha verve de secador, já q previamente calculo q o adversário do inter não será realmente páreo (sei q isso é mto CIENTÍFICO para um secador, mas isto faz parte da crise mencionada).
    lembro de boas secadas contra Veranópolis (gol MEU no fim), e todas aquelas boas vitórias COM o juventude.

    lembro de muitas outras CONTRA corinthians e recentemente contra são paulo. vida longa à série.

  • 55. Arbo  |  23/06/2009 às 17:39

    carlos, vai te fuder, não conta mais: FAZ UM POST. sério, tchê.
    melhor representante da raça.

  • 56. Prestes  |  23/06/2009 às 17:41

    Esses dias encontrei Cecco e sua esposa. Ela perguntou daonde eu conhecia a peça. Eu disse que era FÃ, ÓBVIO, hsaduhadhuadhuhudsh

    Mas fiquei de cara ao descobrir que o cunhado dele é um HIPPIE SUJO e que esta figura jamais foi retratada em um texto ANTOLÓGICO.

  • 57. Gerhardt  |  23/06/2009 às 17:50

    #48
    …e existe alguma cidade reconhecidamente colorada? é uma pergunta séria.

  • 58. Carlos  |  23/06/2009 às 17:51

    Arbo, gostaria. Mas não domino o vernáculo com tamanha maestria qto o pessoal ae…

    Mas é foda…qdo tem esse tipo de jogo “secável”…eu juro q fico ouvindo buzinas até imaginárias na minha cabeça…é muito foda. E sempre penso em largar tudo isso, começar a ver vôlei, torcer pra ACBF, NBA, a puta q o pariu…

  • 59. J Petry  |  23/06/2009 às 17:53

    #57: Eu diria Livramento, talvez Bagé, das que conheço.

  • 60. Nêgo Deivid  |  23/06/2009 às 17:54

    #57.

    Alvorada.

    É nóis!

  • 61. Prestes  |  23/06/2009 às 17:54

    “eu juro q fico ouvindo buzinas até imaginárias na minha cabeça”

    huadhuadduhasdsahuhusadhusahusduhadshuasdhu

    Cara, esses tempos eu fui no Zaffari e tinha recém acabado um jogo no Grêmio e eu não sabia o resultado. Fiquei ouvindo buzinas bem fraquinho e sem saber se era tudo loucura da minha cabeça, husdahusashuadhusdhusda

  • 62. Prestes  |  23/06/2009 às 17:56

    Tirando uma febre por cidades que conheço bastante gente oriundas, diria que Santa Maria pode ser um reduto colorado. Claro que numa cidade grande como é vai ter uma pá de gremista tb.

    Conheço uma galera afu de Uruguaiana e é tudo gremista.

  • 63. Lorenz  |  23/06/2009 às 18:02

    54#
    Tem como hospedar uma foto dela no ImageShack?
    Que tipo de azul? kljfajk
    Valeuz.

  • 64. Arbo  |  23/06/2009 às 18:06

    62, se tu me ENSINAR-ENSINAR-ENSINAR a fazer isso (o chico já tentou – valeu, PACO – mas eu fracassei, pois ele não DESENHOU), eu faço com prazer(uia).

    tem q ter pelo menos 10 passos.

  • 65. Arbo  |  23/06/2009 às 18:11

    mas, lorenz, te liga q nesses dois links tem em branco e amarelo.. não serve?:

    http://www.insanus.org/cove/

    https://impedimento.wordpress.com/use-impedimento/

  • 66. izabel.  |  23/06/2009 às 18:11

    “eu juro q fico ouvindo buzinas até imaginárias na minha cabeça”
    infelizmente, isso acontece comigo também.

    Lorenz, vc já viu isto aqui?
    https://impedimento.wordpress.com/use-impedimento/

  • 67. Tim Maia da Coréia  |  23/06/2009 às 18:11

    #57 – Nessas cidades de colonização alemã/italiana a grande maioria é gremista mesmo.

    Pra eles um gringo torcendo pra “macacada” soa tão mal quanto pra mim um negão torcendo pro Grêmio.

    Ok… não é tããão forte asim, mas que rola esses lances, ah rola…

  • 68. Arbo  |  23/06/2009 às 18:13

    hj peguei um táxi, ele logo falou q era gremista.
    qdo disse q tbm era, ele logo largou:
    – é claro, nós somos brancos!

    como diria o guihoch, a vida é foda.

  • 69. Lorenz  |  23/06/2009 às 18:15

    Claro, lê ae.

    Primeiro Passo -Tira a foto.

    Segundo Passo – Bota no teu computador. (Lembre-se em qual pasta botou ela)

    Terceiro Passo – Abre o site http://imageshack.us/

    Quarto Passo -Espera a página carregar

    Quinto Passo – Clica em Browse, aí vai abrir um menu pra escolher uma foto, procura ela aí no teu computador

    Sexto passo – Escolhe ela e clica em ABRIR

    Sétimo passo – Após isso, clica em START UPLOAD

    Oitavo passo – SEQUE algum time aí, qualquer jogo, pode ser até replay de Iraque x África do Sul

    Nono passo – Espera mais um pouco aí, só até carregar.

    Décimo passo- Quando abrir a próxima página, copia o link onde tá escrito DIRECT LINK TO IMAGE.

    Décimo primeiro – Posta o link aqui

  • 70. Lorenz  |  23/06/2009 às 18:18

    #64,65,66

    Arbo, o azul que tu escolheu é igual ali ao do Junior? Não fica meio ruim de ver a estampa?

    Gostei da cor amarela com estampra preta… valeu, vou ver aqui o resto.

  • 71. Arbo  |  23/06/2009 às 18:22

    obrigado, lorenz. vou ver se faço amanhã. aqui não tenho foto. posto aqui.

  • 72. Lorenz  |  23/06/2009 às 18:24

    Nem precisa, já vi ali no site que me passou 🙂

    É aquele Azul e Preto? Não fica meio apagado o desenho?

    Dúvida entre Azul e Preto ou Amarelo e Preto…

  • 73. Francisco Luz  |  23/06/2009 às 18:25

    Em Sapucaia do Sul, eu só vi colorados até hoje, tirando um câmera gremista que sempre me atucana.

    E meu pai, que é de Sto Antonio da Patrulha, disse que eram poucos os gremistas por lá na época dele.

  • 74. douglasceconello  |  23/06/2009 às 18:29

    Bah, que bom é gerar sentimentos tão NOBRES nas pessoas como esses de torcer pela DESGRAÇA dos outros. Agradeço pelas considerações. uhsuhuah

    “2. Jean Mello Corleone | 23/06/2009 at 13:03
    engraçado…….e sobre o jogo do maracanã não escrever nada ?!?”

    Juro que não entendi do que tu está falando. Mas te respeito pelo SOBRENOME. oidshfgosd

    Ernesto matou a charada da SECAÇÃO ali. Aquele jogo do Independiente Medellin com certeza estaria num Top 10 das MILHARES de lembranças que tenho.

    Prestes, o diabo é que meu cunhado é tão ligado a futebol quanto eu sou em FÍSICA QUÂNTICA. Mas ele sempre terá o meu AMOR ETERNO, pois fabrica CACHAÇA. dsfjkasd

    No mais, Carlos tem as melhores histórias de SECAÇÃO.

    E SÃO SEPÉ me pareceu uma cidade de colorados.

    E morri com a história do SECO até no NOME.

  • 75. Arbo  |  23/06/2009 às 18:33

    o amarelo certamente contrasta com maior eficácia
    mas não preciso DISCORRER sobre os efeitos SUBJETIVOS do azul né…

  • 76. Lorenz  |  23/06/2009 às 18:38

    TEM COMO ME FAZER UMA TRICOLOR? ashjajhf

    E… “René Higuita só não teve seu escorpião estampado ainda porque fui incapaz de reproduzir a cena com um mínimo de decência.”

    Meu cabelo é parecido com o do Valderrama (nem tanto) e eu jogo no gol. Já me chamaram de Huiguita, mas nunca tentei dar um SCORPION KICK.
    Será que tem vídeo no Youtube, passo a passo, de como fazer? 😦

  • 77. Arbo  |  23/06/2009 às 18:41

    é bom ver com o douglas sobre a DISPONIBILIDADE, lorenz. suponho q seja mais rápido (entenda, menos devagar) conseguir a azul. e dá pra ir no jogo do grêmio com ela 😉 (isso tbm sairá como icongay?

  • 78. douglasceconello  |  23/06/2009 às 18:44

    Cara, num torneio da Fabico, EDSON, que joga bola com a gente, deu o ESCORPIÃO REI no meio de um jogo.

    E aqui tem um EXEMPLAR da camisa do Valderrama. Sem exagero, todas são bonitas, mas na minha opinião a AMARELA é a que melhor retrata a IDEOLOGIA. ahsdgiuas

  • 79. Prestes  |  23/06/2009 às 18:46

    “Prestes, o diabo é que meu cunhado é tão ligado a futebol quanto eu sou em FÍSICA QUÂNTICA.”

    Porra cara, isso dá uma puta história. Inventa que tu tava um dia na casa dele insano vendo um jogo e ele tava, sei lá, fazendo TAI CHI CHUAN.

    uhdsasdahudsahuhuhsdauhdauhsdahuadshudshud

  • 80. Junior  |  23/06/2009 às 18:49

    Ultimamente, o jogo que eu mais sequei foi Grêmio x Boca, em 2007. O Grêmio não podia de jeito nenhum ser campeão da Libertadores no ano seguinte à nossa conquista. Gracias, Riquelme.

    A pior secação foi a final do Brasileiro de 1996, confiar na Portuguesa é “soda”. Guardo com alegria as lembranças de Grêmio x Ajax, quando a gurizada colorada (que era ampla minoria na época) saiu borrifando Ajax por todos os lados. A melhor secação foi Grêmio x Olimpia, pelo sofrimento dos gremistas, srs. tricolores, me desculpem, mas todo secador é um sádico e especialmente pelo fato do Enciso ter jogado com uma camiseta do Inter embaixo da camiseta do Olimpia. Na real, senti que o Inter também tinha vencido o Grêmio, gffdffghfs. Lembro que no jogo do Inter seguinte à eliminação do Grêmio, apareceu uma faixa com a seguinte frase no Beira-Rio:
    Enciso, nunca te esqueceremos!

  • 81. mardruck  |  23/06/2009 às 18:52

    Cara, eu tenho a CELESTE y negro e fica bem contrastada.

  • 82. Prestes  |  23/06/2009 às 18:53

    Teve essa do Enciso e aquela do Viola de chuteira vermelha no Olímpico.

  • 83. Gerhardt  |  23/06/2009 às 18:56

    teste:

  • 84. Gerhardt  |  23/06/2009 às 18:57

    Eu acho q essa coisa de relacionar a cor da pele ao time é LENDA.

    OFF
    Este link é pesado, mas o video da NIKE vale muito a pena.
    O câmera é jogador do Arsenal.

  • 86. Arbo  |  23/06/2009 às 19:00

    a foto foi notadamente tirada no parangolé
    LIMA E SILVA É MINHA VIDA
    pq levastes esta alcunha maldita, oh, minha rua querida?
    – GONÇALVES DO ANJOS (NS)

  • 87. Fernando Cesarotti  |  23/06/2009 às 19:00

    Sensacional, vida longa à série. Contribuirei assim que as férias terminarem e meu cérebro se recompuser novamente.

  • 88. douglasceconello  |  23/06/2009 às 19:23

    Bah, eu poderia ter cortado aquela minha LATA TORTA ali da foto. Agora serei facilmente reconhecido pela polícia civil. asuhfdiaus

  • 89. Lorenz  |  23/06/2009 às 19:44

    78.

    É, eu acho que amarelo cabe melhor ao objetivo laslfça sei lá, acho que é culpa da bandeira colombiana.

  • 90. Xavante  |  23/06/2009 às 19:51

    Eu sequei ” O quatrilho” no Oscar.

  • 91. douglasceconello  |  23/06/2009 às 19:53

    asuhuhashuashuhuashuashuuhashusa

    Xavante fora de controle.

  • 92. rafael botafogo  |  23/06/2009 às 19:55

    hahahah parece o salsicha do scooby doo vei

  • 93. Anônimo  |  23/06/2009 às 19:56

    84.

    Bem por aí, não tem nada mais ridículo que isso. Não sei agora – com a geração ‘muitainformaçãoempoucotempo” da Internet – mas na minha geração criada em cidade pequena, predominantemente de descendência alemã, italiana e polonesa, se escolhia time pelo destaque futebolístico.

    Fiquei sabendo que chamavam colorados de macacos, bem por aí, aos 15 anos.

    Eu até queria ver a cara de algum idiota determinista racial* visitar minha antiga cidade e perceber como a geração que começou acompanhar o futebol em 2005/2006 é na maioria colorada.

    * Sim, existem negros dessa laia também, que afirmam ser um ABSURDO algum gremista ser negro.

  • 94. douglasceconello  |  23/06/2009 às 19:57

    Bah, não esculacha, também, né EXU. dsiuhf87sdahifuf

  • 95. rafael botafogo  |  23/06/2009 às 20:08

    ahahahahaaaahaha

  • 96. Lorenz  |  23/06/2009 às 20:11

    Tenho um colega que é negro e gremista, vez ou outra os colorados falam “Negro gremista… isso não existe honra a cor” Tudo na brincadeira, até a hora em que eles começam a falar que o Grêmio não aceitava negros, etc etc…
    Eles só não sabem que o Beira Rio era usado pra discursos nazistas, mas deixa quieto.

    PS: Se não me engano ouvi isso de um professor de história, não lembro mais exatamente.

  • 97. rafael botafogo  |  23/06/2009 às 20:17

    porra parada ai eh tensa hein

  • 98. rafael botafogo  |  23/06/2009 às 20:17

    porra paada ai eh tensa hein

  • 99. Junior  |  23/06/2009 às 20:29

    “Eles só não sabem que o Beira Rio era usado pra discursos nazistas, mas deixa quieto.”

    Claro, Hitler era colorado. E eu achava que já tinha lido/ouvido de tudo.

  • 100. Álisson  |  23/06/2009 às 20:45

    Porque esses dois anos aí, que eu tinha 10 e 11 anos (4a e 5a série, já imaginaram que MARAVILHA ser um dos 5 colorados da turma?) foram o auge máximo do sofrimento e da secação.

    Bah, mesma situação – com o agravante de ser em Novo Hamburgo, cidade majoritariamente gremista. Tempos terríveis, aqueles. (2)

    Bah, o pior de tudo foi nos aflitos. Pênalti para o Nautico. Eu como grande secador forjado na infância dos anos 90, mandei torpedos para os meu amigos gremistas – SE FUDERAM!

    Minutos depois… todos sabem o que aconteceu. Podem imaginar quantas “respostas” eu recebi?

  • 101. Gerhardt  |  23/06/2009 às 20:45

    Aqui está a prova para quem não acredita.

  • 102. Gerhardt  |  23/06/2009 às 20:53

    Saiba Alisson, que nessa hora, ao meu lado, um colorado intruso e com uma ceva na mão disse tranquilamente e com a fé da certeza…” não esquenta meu, o Galatto vai pegar”

  • 103. beretta  |  23/06/2009 às 20:55

    #90

    Eu sequei ” O quatrilho” no Oscar.

    EHUOEUOHUAUOHAOUAEHAOUEAOHOEAHOAHEOAHOHAO!!!

  • 104. fino  |  23/06/2009 às 20:56

    douglas MAGNANIMO.

    vai chorar no tri desgracaduuuuu

  • 105. fino  |  23/06/2009 às 21:02

    AH SIM

    acabei de chegar do shoiw do ac dc!!!!!!!!!!!

    to 132904u23809142789172348923 em chamas. vcs nao tem nocao

  • 106. beretta  |  23/06/2009 às 21:04

    http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Times/Internacional/0,,MUL1204478-9869,00-GUINAZU+SENTE+INCOMODO+NO+OUVIDO+MAS+NAO+PREOCUPA+PARA+JOGO+CONTRA+A+LDU.html

    SÓ O QUE ME FALTAVA!!!

  • 107. Francisco Luz  |  23/06/2009 às 21:10

    Porra, fino, onde tu tá? Show do AC/DC?

  • 108. Gerhardt  |  23/06/2009 às 21:10

    Valeu Beretta.
    Gremistada, ATENÇÃO, mentalização é a chave!

  • 109. Lorenz  |  23/06/2009 às 21:15

    102.
    Normalmente quando eu tou de intruso faço isso também.
    Ah, não se preocupa, ele vai errar o pênalti. Gol. FEITOOO.

    Certa vez tava na casa dum amigo colorado, se não me engano foi em 2007, naquele Inter x Veranópolis nem olhamos o jogo, faltava uns 5 min pra terminar a gente foi ver o resto do jogo, junto com o pai dele.

    Era 48 do segundo e eles tavam meio nervosos, falta pro VEC, aí eu falei: Bah, nem se preocupa, capaz que vai tomar gol do veranó GOOOOOL.


    Me segurei pra não rir.

  • 110. beretta  |  23/06/2009 às 21:15

    Vai a merda, Gerhardt!!!

    ahaeeouaehoueuehoaaehaehoaehaooeouaeuea

  • 111. Gerhardt  |  23/06/2009 às 21:28

    LORENZ, aquele cara não, era numa cancha de salão, não sei se vc já viu um bando de homens ao mesmo tempo se jogando no chão, colocando as mãos na cabeça, indo embora, batendo na mesa ou abaixando a cabeça AO MESMO TEMPO.

    Algo como um STRIKE hehe.

    Aquele colorado era sincero e se compadeceu da dor alheia.

  • 112. fino  |  23/06/2009 às 21:37

    bah light

    TO NA HOLANDA

    e vi o show do ac dc no amsterdam arena!!!!!

    e MAIS: tinha uma bandeira do ATLETICO-MG estendia npo estadio… e mais… to loki…. afu iadsofnaklsdnmdafklasdf

  • 113. lucasvon  |  23/06/2009 às 21:41

    engraçado.. secou mais o olímpia do que o boca em 2007? acho q se nós tivéssemos ganho aquela liberta seria fodástico.. o tri no ano seguinte ao debut de vocês, hehe..

  • 114. Lorenz  |  23/06/2009 às 21:44

    Celso Roth conquistou os holandeses com sua esquadra MECÂNICA.

    É o carrosel Rothiano, é o ROLO COMPRESSOR.

    Celso Roth é o Rinus Michels dos pampas.

  • 115. fino  |  23/06/2009 às 21:45

    PQP

    E MAIS

    cruzei por uns 3 uruguaios/// 1 deles tava com o agasalho do nacional, quase puxei assunto mas vacilei… passaram os 3 ALENTANDO algo que deveria ser um canto da torcida do nacional~, em chamas afuuuu… com os bracos pra cima e ceva na mao… lindos (/gayzao) kajldsjkasdlk

    :~~~~~~~~~~

  • 116. beretta  |  23/06/2009 às 21:45

    Bah o Fino ta na HOLANDA!!

    méldéls!! x)

    aheuahuehueauehauhaahea

  • 117. Yuri  |  23/06/2009 às 21:48

    E os Coffee Shop??

  • 118. Lorenz  |  23/06/2009 às 22:24

    Todo mundo já deve ter visto isso, menos eu, me apavorei:

  • 119. Álisson  |  23/06/2009 às 22:27

    Porra o fino tá na holanda!

    Achei que era avacalhação!

  • 120. Marimon  |  23/06/2009 às 22:42

    Sai daê ô secador…

    Muito bom, cara!

    Como um bom nascido em 82, me fudi de verde amarelo secando esse time aí de Porto Alegre na minha adolescência.

    Lembro da minha coroa, que não dava nada por futebol, dizendo… – “guri, como tu torce para esses paulista/cariocas/japoseses/marcianos contra o grêmio”. E de pronto recebia, “mãe, o dia que esses aí jogarem contra os cuscos, eu aprendo a latir”

    Esse ano quase não sequei, minha maior e melhor empreitada, com algumas latinhas de cerva na mente, foi naquele 0x0 contra os chilenos no Olímpico. Aquele foi divertido. Fui dormir com a certeza que a bola não entrou pq não deixei.

    Coloquem uma tolha na TV, os próximos 30 dias serão fartos.

  • 121. Marimon  |  23/06/2009 às 22:51

    Tava lendo os comentários e percebo que tive a mesma criação que o Carlos e o Prestes no #12 e #15.

    E eu achando que tinha inventado a roda…

    E bem lembrado pelo Marcelo no #16… aquele 5×1 contra o palmeiras, com o Jardel fazendo gol de TICO (Vó, Minha – 1985) e o MANCUSO mandando uma rente ao poste nos instantes finais, foi dose. Pior que ela só a pseudo batalha dos aflitos, mas aquilo boto na conta da incompetência, um time que perde dois pênaltis, da maneira como foi, nunca mais deveria sair da segundona.

    “Secar é uma arte. Como tu não conhece direito o time para o qual tu tá torcendo, tem esperança em todos jogadores, e as vezes funciona.
    Não é com o time do coração. Onde tu sabe (ou acha, ou acha que sabe) quem é bom, quem não presta, se o treinador é ruim.
    Na secação o cara se sente um verdadeiro TORCEDOR.”

    aiuahiuahiauhaiuhaiua…

  • 122. Marimon  |  23/06/2009 às 23:05

    Aceita encomendas Fino?

    A gente pode fazer um escambo, quando eu for pro uruguai te trago alfajor… iuahiauhiuahiauhai

  • 123. Francisco Luz  |  23/06/2009 às 23:46

    Bah, se inveja matasse, estaria morto agora. Vendo AC/DC na Holanda, só falta fazer um MEXE com umas SUECAS, asdhaskjdhas

  • 124. izabel  |  24/06/2009 às 00:21

    também tou com muita inveja do fino.
    e nem precisa fazer MEXE com sueca nenhuma.

  • 125. Juca  |  24/06/2009 às 00:28

    Caralho… Vi ao meio-dia e só agora me DIGNEI a perguntar: o que acharam vocês da matéria mostrando o RESPEITÁVEL Tenente Coronel Djalma Beltrami no globo esporte? Sem vergonhice, filhadaputice e SANDICE, só pra rimar…
    Volta diploma… Pelo bem da humanidade (ns).

  • 126. Juca  |  24/06/2009 às 00:32

    REGISREZING já era uma mala sem alças, rodinhas ou qualquer merda em 97. Nem me lembrava disso.Tinha 15 anos e antes do jogo eu já estava em conexão com JAH. E que idiotice os dois repórteres fazendo um, sei lá, JOGRAL?!
    THC rules!

  • 127. Mau  |  24/06/2009 às 00:54

    inter x barcelona…. isso que é secar, chê. pena que nao deu…

    inter xSao paulo…. tbm nao deu… aquele ano vcs estavam fodas, fazer o que.

  • 128. Serramalte Extra  |  24/06/2009 às 02:33

    Bah… mas são uns coitadinhos!

    Eu nunca sequei “fervorosamente”. É o melhor jeito.

    Se o Inter ganha eu não recebo mensagens (também não gasto mensagens provocando) e ninguém vem me esculachar, porque eu simplesmente não provoquei.

    Se perde é melhor ainda, porque os torcedores FOGEM dos secadores no outro dia, e meu SILÊNCIO MALIGNO atrai os comentários sobre o jogo, os choramingos começam a aparecer devagarinho e vão crescendo exponencialmente.

    Será que sou o único gremista que não viu SC2006 x Barcelona?

  • 129. Thomaz Molina  |  24/06/2009 às 06:18

    Minhas maiores secadas são direcionadas ao Corinthians, apesar de que não há como esconder uma ponta de felicidade ao ver o Palmeiras perder. Mas o ódio ao Corinthians é algo maior.
    As maiores secadas foram:
    1 – Corinthians x Palmeiras – Libertadores 2000. A de 99 eu era indiferente, mas em 2000, o Palmeiras já havia ganho uma e eu não ia aguentar ver os dois rivais ganhando dois anos seguidos. Então que os porcos fossem bi. E, sim, pequei torcendo para o Palmeiras. Mas por uma causa maior. E não tem final mais feliz do que ver Marcelinho perdendo o pênalti decisivo.
    2 – Corinthians x River Plate – Libertadores 2003. Tudo bem que depois de 2000 eu sabia que o CUrinthians jamais ganharia uma Libertadores, mas na hora a vontade de secar fala mais alto. D´Alessandro acabou com o time do Geguinho aqui no Pacaembu.
    3 – Corinthians x Grêmio. Copa do Brasil 2001. Acho o Tite um retranqueiro, mas gosto dele até hj por isso. E é bem melhor do que Ricardo Gomes.
    4 – Palmeiras x Manchester United. Mundial 1999. Porque ver campeão da Libertadores já foi triste, mas mundial seria demais.
    5 – Corinthians x Goias. Brasileirão 2007. O jogo da queda. Viva Paulo Baier.

    Só coloquei secadas vencedoras, afinal secadas fracassadas não chegam a ser secadas.

  • 130. marlon  |  24/06/2009 às 06:49

    bá.

    DOUGLAS >>> DOSTOYEVSKY + NELSON RODRIGUES

    um PRIMOR de texto, chê.

    ***

    meus anos inglórios de SECAMENTO começaram com Gremio X Hamburgo. o Hamburgo era uma merda e tava sem seu melhor jogador, mas meu espírito caboclo secador não ARREFECEU.

    o pior é quando a SECADA maldita não dá certo: tu acaba com as veias do CEREBELO [ns] prontas para explodir e a ALMA exaurida, de tanto chamar DESGRAÇA pro time inimigo – e ainda tem que aguentar a flauta no outro dia.

    ***

    fino claramente comentando desde o DISTRITO DA LUZ COLORADA. ghdjksgdla

  • 131. Alisson  |  24/06/2009 às 08:19

    Esse jogo da Libertadores, Grêmio contra os chilenos…

    Só lembro do meu velho e eu secando loucamente e aquele monte de bola na trave!

  • 132. Alisson  |  24/06/2009 às 08:26

    E tem isso ainda…

    A minha secação vem de berço, assim como o coloradismo.

    As duas coisas eu aprendi com o meu pai, ainda na tenra infância.
    Pena que quando eu entendi mesmo o que estava fazendo, o grêmio passou a ganhar tudo…. Vai ver foi culpa minha!

  • 133. Celão  |  24/06/2009 às 10:31

    Grêmio x Pameiras, Grêmio x Ajax, Grêmio x Potuguesa, Grêmio x Caxias, Grêmio x Boca, essas foram as secadas classe A…tiveram outras piores.

  • 134. Rodrigo Cardia  |  24/06/2009 às 10:46

    #25: “Minha maior lembrança da derrota do Grêmio no Japão é sem dúvida nenhuma as centenas de carros em Porto Alegre que colocaram os tubos de Ajax nas antenas.”
    Essa foi de matar… Acabou sendo motivo para eu debochar do meu irmão: “vocês são tão secadores que comemoram até com detergente”.
    Algumas das minhas secadas “históricas”:
    Flamengo x Inter (1987) – Eu assisti o jogo junto com o meu pai e o meu irmão, os dois colorados (se bem que o meu irmão tinha só 2 anos e meio).
    Inter x Bahia (1989) – Obviamente, o meu pai perguntava o que eu queria torcendo por um time lá de longe. Mas eu não mudei de ideia, e lembro da cena que se passou na Av. Getúlio Vargas, antes do jogo: parou um carro na sinaleira, uma mulher colocou metade do corpo para fora e gritou “Dá-lhe BAHEEEA!”.
    Bragantino x Inter (1996) – Essa nem foi tanto pela secada, e sim pelo “ato coletivo”: era o jogo Grêmio x Goiás no Olímpico, o Grêmio perdendo (ou seja, nada fora do normal), mas com o Inter perdendo o placar anunciou “Torcedor gremista, ‘eles’ estão fora”, e o que era para terminar em vaia acabou em festa da torcida.
    Inter x Juventude (1998) – Com o Grêmio eliminado, eu tinha uma boa desculpa: “torcia pelo crescimento do futebol do interior”, não era um mero secador…
    Inter x Palmeiras (1999) – Eu ouvia o jogo enquanto lia um livro do Stephen King. Assim, pude ter uma ideia do que passavam os colorados. E a história não terminou bem: tanto no livro, como no jogo, que o Inter ganhou, e escapou do rebaixamento.
    Inter x Cruzeiro (2002) – Se perdesse, provavelmente o Inter seria rebaixado. E perdeu… Eu tinha tanta certeza, que nem me dediquei a secar naquele jogo contra o Paysandu. Mesmo assim, a decepção foi grande.
    Inter x Boca (2004) – O Grêmio estava rebaixado, humilhado… Era só o que faltava o Inter ganhar do Boca. O que felizmente não aconteceu.
    Inter x Barcelona (2006) – A maior de todas, sem dúvida alguma. A Libertadores eu até tinha conseguido engolir, visto que temos DUAS. Mas Mundial, era exclusividade gremista, até aquele dia APOCALÍPTICO: colorados comemorando um título mundial, e mais o calor insuportável, me deram a sensação de que o fim do mundo chegara.
    Inter x Estudiantes (2008) – Não fossem poucas as possibilidades do Grêmio ganhar o Brasileirão no fim-de-semana seguinte, eu nem me preocuparia com esse jogo. Mas, graças a Celso Roth…

  • 135. Prestes  |  24/06/2009 às 14:27

    “Sequei até ‘O Quatrilho’ no Oscar”

    FAVOR IMORTALIZAR ESTE COMENTÁRIO!

    cumpra-se

  • 136. dante  |  24/06/2009 às 14:30

    e pra quem já está com inveja do fino em AMSTERDÃO, aguardem o final da viagem, pois ele ainda passará por muitas CAPITAIS [GESSINGER, humberto; anos 80].

  • 137. Carlos  |  24/06/2009 às 15:08

    Amsterdão, com AC DC, longe de POA e eventuais flautas…

    INVEJEI MUITO.

  • 138. fino  |  24/06/2009 às 18:52

    Bah galera..

    vou ter muita historia pra contar na volta kjfdkjdfds… agora sao 23h45 aqui… e, no horario local, cruzeiro e gremio vai ser as 03h00 da manha… ja to munido de cevas aqui pra ficar acordado ate la e tentar acompanhar em algum justin tv ou raadio gaucha que seja… sendo que amanha cedo sera o dia mais tenso e importante da viagem toda, pq meu irmao defende a maldita tese de douturado dele, numa chinfra fora da realidade… parece q tem uns caras de CAJADO falando em latim, meio HARRY POTTER o lance… eh muito choque cultural pra minha cabeca… no mais, ta sendo mega master ultra do caralho… estarei comentando em chamas no ultimo post no decorrer do jogo…

  • 139. EGS  |  24/06/2009 às 23:19

    Bah, esse jogo contra a Portuguesa em 96 foi a UNICA vez que chorei por futebol ate hoje. Senti que minha vida ia acabar quando o juiz apitou o final. Pior ano, sem duvida.

    A final contra o Ajax eu vi na casa do ROBERTO PINTAUDE (publicitarios de Porto Alegre sabem a importancia desse fato), onde vi ele JOGANDO BOLINHA DE MEIA na hora em que entrei.

    Depois do final, eu e o filho dele saimos de AJAX EM PUNHO com o rotulo colado nas nossas camisas coloradas.

    “NINGUEM SABE O DURO QUE DEI.”

    – SIMONAL, Wilson

  • 140. Raphael Zarko  |  24/06/2009 às 23:23

    agora vc vai ter que incluir esses 3 a 0 cruzeiro pra número 6 da sua lista de secaçao…

  • 141. FERN  |  25/06/2009 às 21:42

    secarei hoje…

  • 142. Rafael Chat  |  13/07/2009 às 20:48

    Véio
    De saber o tanto que tu secou em 2002 contra o Olímpia fiquei amargo pro resto da vida.

  • 143. PELAMORDEDEUS  |  24/07/2009 às 20:08

    TOP 10 – ERROS DE ARBITRAGEM JÁ!!!

  • 144. Filipe  |  25/10/2009 às 02:05

    faltou,obviamente, a batalha dos aflitos… qual colorado nao deu risadas quando foi marcado o penalti? E qual colorado nao colocou as maos no rosto apos Anderson embuchar o Náutico? Aquela lá ensinou a não brincar com o fogo!

  • 145. Schmidt  |  11/11/2009 às 10:14

    Bom texto, mas há tantos elogios e referências positivas ao grêmio nele – alguns nas entrelinhas, alguns até descarados – que é difícil acreditar de que se trata de um suposto Colorado falando sobre secação ao tricolor.
    Secador de verdade jamais referencia os sofredores usando as combinações de palavras “Era dourada do grêmio”, “time copeiro gremista”, “rotina de vitórias” e “ano extraordinário deles”.
    Ao começar a ler, pensei que entrava num puteiro da Azenha e que ia gozar duas vezes sem tirar do rabo do grêmio, mas ao concluir a leitura acabei foi acordando de ressaca na sarjeta, sem a carteira e o relógio.

  • 146. Gremista tranquilo  |  24/03/2011 às 20:43

    O o cara que escreveu deveria se chamar Douglas “Secounello”
    Muito legal…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: