O crime que não ocorreu

19/05/2011 at 03:12 58 comentários

Santos e Once Caldas jogaram duas vezes ontem à noite, no Pacaembu. Em partidas simultâneas, uma transmitida somente para a cabine do Sportv no estádio, e outra levada ao grande público, as equipes empataram em um gol e o MURICINHOS DA VILA levaram a vaga para as semi-finais. O Once Caldas foi declarado campeão da Libertadores 2011. Wason Rentería ganhará uma chapinha exclusiva com o seu nome no troféu.

No estádio, um Santos esperto e marcador encurtou o campo dos colombianos e pressionou nos primeiros 15 minutos. Neymar recebeu na meia lua e usou o seu indesmentível talento para acertar o meio da bola com o pé direito e assistir Martínez voar inutilmente em busca do chute rasante e veloz. Estava decretado o 1×0 que dava tranquilidade ao Peixe, favorecido pela vitória de um gol em Manizales.

Na partida transmitida à equipe do canal campeão, viu-se um Santos esmagador, artístico, mirabolante, transcendental, uma equipe inteligente, bem distribuída, bem treinada, imbatível. Onze jogadores alados e BONITOS, seres humanos evoluídos que já nasceram sem SISOS e APÊNDICE, saúde perfeita, dentes reluzentes, filhos de famílias exemplares, alunos laureados nas melhores escolas, um time capaz de submeter o Santos de Pelé a maior das humilhações. Espero não ter esquecido nenhum dos atributos objetivos descritos pelo comentarista ao longo desses 15 primeiros minutos da partida que eu não via.

Previsivelmente, o ímpeto santista caiu após o gol. Aos 28 minutos, Neymar, o MARRENTINHO (futuro boneco da Grow), perdeu uma bola no meio campo para Wason Rentería, ídolo das massas, e saiu à caça do colombiano. É necessário fazer uma pausa aqui e, em nome da coerência, elogiar a atitude de Marrentinho, que incomodou Rentería até dar uma bela TESOURA nas pernas do Eterno Saci. Parabéns, Neymar, esse é o espírito. Na cobrança da falta, a bola sobrou para o próprio Rentería, que marcou o tento de empate na pequena área CETÁCEA.

O deslumbramento na cabine de imprensa não era totalmente mentiroso. O Santos é uma equipe cheia de recursos e, com a chegada de Muricy Ramalho, ganhou o acréscimo de uma defesa competente. Mas, como eu já disse aqui neste espaço maloquero y peleador, a Taça Libertadores da América não passa de um romance épico sobre o caráter do homem reescrito todos os anos entre fevereiro e agosto. Não se trata de um torneio desenhado para premiar a equipe de melhor qualidade, seja lá o que isso signifique, muito menos é uma competição de chances de gol. Para o comentarista brasileiro comum, o único índice que pode apontar um vitorioso é quantidade de arremates errados. Quanto mais gols perdidos, mais perto a equipe está da vitória.

Digo o contrário. Na medida que se acumulam as chances desperdiçadas, mais próximo o adversário fica de marcar. A história está ao meu favor.

Entre o gol colombiano e os 15 primeiros minutos do segundo tempo, o Santos seguiu ocupando melhor os espaços e rondando a área do Once Caldas. Neymar tinha uma estranha liberdade pelo lado direito da defesa da equipe da Juan Carlos Osório, a ponto de se tornar legítima a dúvida se não se tratava de uma pegadinha. DEIXA QUE A NATUREZA MARCA, ou algo assim. O Peixe desperdiçava chances. Elano e Zé Eduardo perderam dois gols cada, cara a cara com Martínez. Neymar deixou de marcar ao tentar encobrir o goleiro. O lance havia parado, mas revela o pior lado da personalidade desse que é um dos grandes talentos do futebol brasileiro: a falta de caráter, a infantilidade incurável, o desprezo ao resultado.

Na medida em que o Santos empilhou chances desperdiçadas, o Once Caldas começou a encurralar os Muricinhos. O cenário estava montado para crime: Muricy no banco, ampla superioridade técnica, a magia negra do adversário. Faltava apenas o gol salvador. A transmissão exclusiva da cabine do Sportv aparentemente pifou – ou a equipe caiu na real. O comentarista passou a enxergar um Santos insolente (característica fundamental da equipe desde os 15 do primeiro tempo) e sentiu o perfume do crime no ar. A torcida santista já estava nauseada com a hipótese da catástrofe e passou a reagir com impaciência com o time e o juiz. Zé Eduardo, que não marca desde março, deu lugar a Keirrison, que tem um pacto com o TINHOSO para nunca mais voltar a ser o artilheiro que apavorou o Brasil no Coritiba e no Palmeiras em troca da promessa de ninfas virgens após a aposentadoria.

Mas não houve crime. O Once Caldas, dono da mais copera campanha de todos os tempos (cinco empates, duas vitórias e duas derrotas, nenhuma vitória em casa), sentiu falta de mais contundência no ataque. Isolado, Rentería lutou sozinho, enquanto Dayro Moreno fazia sua pior partida na Copa. Os colombianos tiveram duas faltas próximas da área, mas bateram para fora.

Antes do fim, o técnico Juan Carlos Osório passou um BILHETINHO para um dos zagueiros, em ato inédito no futebol mundial. Na dúvida, o defensor guardou o recado na sunga. Certamente estava escrito “é na direita”. Foi lá que o goleiro Martínez pulou para defender o pênalti batido por Neymar, que aparentemente não aprendeu com os erros do passado. A penalidade surgiu de mais um lance marcado pela miopia da transmissão esportiva brasileira. Neymar driblou um zagueiro e, quando foi se livrar de Nuñez, tocou a bola pro lado e seguiu em frente, se chocando com o zagueiro, que não tinha para onde ir. Lance normal. Neymar tentou fazer o CHAMADO raio-X no colombiano. Sportv e Globo foram unânimes quanto à existência do pênalti. Não entendo mais nada.

Para terminar a noite de irritação com os colegas, o Santos gastou os minutos finais do jogo fazendo uma cera escandalosa, rendendo um cartão amarelo para o goleiro Rafael, prática altamente apoiada pela ImpedCorp, mas que costuma ser condenada pelos comentaristas nacionais quando os sulamericanos usam do expediente contra brasileiros. A equipe do Sportv preferiu elogiar o espírito malandro do Peixe. Um time tão superior assim precisava fazer tanta cera para se classificar contra um bando de selvagens? A coerência terminou a partida sozinha em um canto do Pacaembu, abandonada e triste.

Pelo bilhetinho, pela mística copera de chegar às quartas sem vencer em casa e, claro, por Rentería, declaramos o Once Caldas bicampeão da Libertadores.

Libertad 2×4 Velez Sarsfield

Na preliminar de luxo da noite, o Fortín atropelou o Libertad. Num Defensores del Chaco praticamente vazio, que provavelmente continha a totalidade da minúscula torcida repollera, os paraguaios tentaram, e muito, superar a vantagem de três gols que o Velez havia construído na Bombonera. O Libertad saiu na frente no final do primeiro tempo, mas Maxi Morález empatou logo depois, obrigando o gumarelo a fazer pelo mais quatro para carimbar a vaga.

O Libertad fez mais um no início do segundo tempo, um golaço de Maciel. Mas o time paraguaio não foi páreo para o Vélez. Talvez nenhuma equipe da América seja capaz de bater os onze de Ricardo Gareca no momento – exceto o Lanús, que derrotou o Velez por 3×2 na última rodada do Clausura. O Fortín empatou e saiu desembestado a fazer gols até o final do jogo. E poderia ser mais, já que o Vélez colocou uma bola no travessão no apagar das luzes.

Algumas coisas chamam a atenção no atual momento dos argentinos. Além de liderar o Clausura, o Vélez vem goleando todo mundo na Libertadores. E o Libertad não é má equipe. Pelo contrário, tivesse caído na chave do Peñarol ou do Cerro, estaria brigando para chegar às semis com alguma folga. O gumarelo tem um jogo aéreo muito bem azeitado e sabe agredir o adversário o tempo inteiro quando joga em casa.

Outro detalhe curioso do Vélez: é uma equipe que ataca pouco e faz muitos gols. Praticamente não desperdiça oportunidades de marcar. Ao contrário do Santos e da estranha cultura brasileira de valorizar as chances de gol numa competição que costuma premiar equipes eficientes.

A rodada desta quinta:

Universidad Católica x Peñarol – 20h, San Carlos de Apoquino

Cerro Porteño x Jaguares – 22h30, La Olla Azulgrana

A foto é da EFE.

Toco y me voy,

Alexandre de Santi

Anúncios

Entry filed under: Libertadores.

Casa estranha, a duas mil léguas da minha (Parte II) La final del patrón contra el patrón

58 Comentários Add your own

  • 1. Tulio  |  19/05/2011 às 07:02

    Casagrande lê o Impedimento.

    Comentários quando o Santos empilhava gola perdidos:

    – Estou com medo, Cleber
    – Nao confio nesse Once Caldas
    – É uma armadilha, Cleber!

  • 2. Emedinapf  |  19/05/2011 às 08:12

    Se renteria nao parou, quem vai parar este santos?

  • 3. Alexandre N.  |  19/05/2011 às 08:30

    Não sei qual é a infâmia maior. Se é ver no que este time do Santos foi transformado ou o Fluminense ter perdido pra este time do Libertad…

  • 4. Diogo  |  19/05/2011 às 09:01

    Já estou até vendo: o Vélez como aquele time argentino que sempre é desprezado (se até o Boca o foi) ganhando do Santos. Daí começa aquele chororô… Em 2009, acharam que o caminho estava aberto pela eliminação precoce do Boca, e nem deram bola pro Estudiantes. Deu no que deu…

  • 5. Paulo Torres  |  19/05/2011 às 09:33

    O arqueiro colombiano mostrou ser merecedor da boa campanha do Once, ao provocar o Neymar na cobrança de pênalti, pedindo uma cavadinha. No Brasil não há goleiros provocadores assim, fundamentais para uma conquista continental. (O único que chega perto disso é o VIÁFARA.)

  • 6. Alexandre N.  |  19/05/2011 às 09:43

    #5

    Viáfara que é colombiano, certo? rs…

  • 7. fabio  |  19/05/2011 às 09:43

    # Paulo – Aqui no sul, o Victor fez isso domingo – e te digo – NÃO ADIANTOU PORRA NENHUMA. E não se justifica a ODE ao RENTERIA, sem o devido elogio ao DAYRO MORENO – Maior ponta-direita do futebol desde MARIO TILICO.

  • 8. Tiago Marcon  |  19/05/2011 às 09:44

    penaltizinho achado pro Santos….

  • 9. Alexandre N.  |  19/05/2011 às 09:44

    #7

    “Maior ponta-direita do futebol desde MARIO TILICO.

    Maior verdade do dia até agora…

  • 10. Gaudencio  |  19/05/2011 às 09:56

    #5 Vitor do gremio chegou a fazer isso no grenal, no entanto faltou imortalidade para os batedores, hehe

  • 11. Vinicius  |  19/05/2011 às 09:56

    Maurilio e Dayro Moreno jogam muito parecidos.

  • 12. Cesar Cardoso  |  19/05/2011 às 09:57

    #5: o goleiro colombiano, obviamente, estudou os jogos do Santos e sabia que o Neymar não teve paciência pra aprender a bater pênalti, provavelmente achou que bastaria ele ser o Neymar pra converter uma penalidade máxima.

    Toda transmissão do Sportv eu me pergunto, A SÉRIO, porque jogo fora tanto dinheiro assinando a porcaria da NET. Ou qualquer TV por assinatura que tenha o Sportv. Porque né, tem zilhões de comentaristas e, se juntar todos, não sai UNZINHO que preste. E, de narrador, só se salva o Milton Leite.

    Tirando o Genoa, que certamente já deve ter recuperado o dinheiro do investimento, ninguém mais no mundo gosta do Zé Love. E o pior: quanto mais tempo fica sem fazer gol, mais irritante, chiliquento e pitizento fica.

    E como disse o meu amigo @joaosergio, “tava tão na cara que Once faria segundo gol que acabou não fazendo”

  • 13. Cícero  |  19/05/2011 às 10:07

    Renteria maloqueiro y fumador.

    teve um lance que o Carbonero, deu uns dibles em quase toda zaga do Santos, só faltou fazer o gol. É muita coisa de futebol colombiano. Fez falta um atacante estilo Rentería no Inter.

  • 14. Serramalte Extra  |  19/05/2011 às 10:24

    12, o Luis Carlos Jr é bom, quando não tá tendo chilique em jogo do Florminense… já os comentaristas…

    7, o Victor pegou dois pênaltis, e foi certo em todas as outras…

    Santi, foi pênalti no Neymar sim. Mas não pela peitada raio-x que os “Sportvs” falaram. O cara deu um bico no pé do guri, foi o único lance do jogo que ele não se atirou.

  • 15. Alexandre N.  |  19/05/2011 às 10:39

    #14

    Porra, agita uma flauta nova aê, Serra. Essa já está tão velha quanto aquela da masculinidade dos pelotenses. rs…

  • 16. dante  |  19/05/2011 às 10:52

    lá em casa passou um terceiro jogo, santos x once caldas.

    nesse jogo, o santos jogou com o regulamento e o adversário era um time ruim, RUIM, R U I M pra carajo.

    sério, a piada é boa, mas o once caldas não venceria aquele chivas da final do ano passado. numa boa.

    e esse dayro moreno joga menos que o próprio santi, autor do texto.

    e achei que foi pênalti, sim.

    nele e no TINGA, em 2005. lakmshfa8usf6yui

  • 17. Alexandre de Santi  |  19/05/2011 às 10:53

    #14
    “Santi, foi pênalti no Neymar sim. Mas não pela peitada raio-x que os “Sportvs” falaram. O cara deu um bico no pé do guri, foi o único lance do jogo que ele não se atirou”.

    Bah, revi o lance depois do teu alerta, mas não vi o bico.

    Enfim, erro de juiz é normal. A minha reclamação entrava no contexto do deslumbramento jornalístico com o Santos.

  • 18. emedinapf  |  19/05/2011 às 10:56

    Maurilio ETERNO

  • 19. Caue Fonseca  |  19/05/2011 às 11:07

    Peñarol x Vélez será o maior jogo de todos os tempos. Quem vencer, curra o Santos na final.

  • 20. Mandioca  |  19/05/2011 às 11:36

    Enquanto isso, no campeonato belga, apesar de ter Van Damme em campo, quem exerce atividade criminosa é MAVINGA:

    http://uolesporte.blogosfera.uol.com.br/2011/05/18/apos-pancada-no-rosto-jogador-tera-que-fazer-cirurgia-para-reconstruir-a-face/

    Mavinga é bem nome de vilão da Marvel mesmo.

  • 21. Fabio  |  19/05/2011 às 11:41

    Maurílio..
    M
    A
    U
    R
    I
    L
    I
    O

    morri

  • 22. Cesar Cardoso  |  19/05/2011 às 12:00

    Sugestão de enquete: Maurílio ou Mário Tilico?

    ***

    Mário Tilico SEMPRE!

  • 23. FERN  |  19/05/2011 às 12:00

    OFF, MAS QUE LEGAL!!!

  • 24. arbo  |  19/05/2011 às 12:12

    só faltou o leandro damião, ou, vamos pedir bem menos, um andré lima pro santos botar a bola pra dentro ontem. é um baita time, neymar faz dispensar comentários elogiosos (os não-elogiosos dizem respeito a uma gurizice q há de sarar em breve – deixa o elano bater o penal, ora).
    agora, um loco acaba de entrar no time do once caldas, vindo do banco, e já vai bater a falta, melhor oportunidade de gol do time em anos…? deixa pra qq um q já estava aquecido… foram até onde dava, merecidamente.
    BONITO DE VER rentería e moreno chorando após a eliminação. esse é o espírito.
    serão semifinais sensacionais. espero q o cerro e o peñarol classifiquem-se.

  • 25. arbo  |  19/05/2011 às 12:28

    huahuahauha, massa, FERN

  • 26. arbo  |  19/05/2011 às 12:33

    #20 porra, pros caras chorarem daquele jeito, q q deve ter acontecido com a cara do maluco?

  • 27. Mandioca  |  19/05/2011 às 12:36

    #26

    Nem quero imaginar.

  • 28. Mandioca  |  19/05/2011 às 12:36

    O ftuebol argentino, assim como o cinema, sempre dá aula pro brasileiro:

    http://web.ole.com.ar/futbol-primera/viene-Copa-Argentina_0_482952023.html

    Que inveja.

  • 29. Alexandre de Santi  |  19/05/2011 às 12:37

    #24

    Arbo, baita time é aquele que transforma sua superioridade técnica em gols.

    No agregado, deu 2×1 pro Santos. Na MÉDIA de eficiência, que é o que interessa, foi uma disputa parelha. E, tecnicamente, o Once Caldas não é grande coisa. Ou seja, o Santos não é tudo isso.

    Não saber fazer gol é um defeito muito grave. Temos que parar de ser complacentes com o desperdício do elemento mais importante do futebol: o gol.

  • 30. J Petry  |  19/05/2011 às 12:42

    #28: É… tipo… não é simplesmente uma cópia da Copa do Brasil?

  • 31. arbo  |  19/05/2011 às 12:52

    #29
    santi, eu tô falando baita time em potencial. se “transformar sua superioridade técnica em gols” tem boas chances de ser campeão, como teria o inter.
    não deixa de ser um baita time pq não tem goleado, ou disperdiçado mtas chances.
    se “temos que parar de ser complacentes com o desperdício do elemento mais importante do futebol”, o q é verdade, não podemos levar isso ao PAROXISMO q faria esquecer q, bom, os gols surgem de oportunidades de gols.
    O Zé Eduardo, Neymar & cia metiam mtos gols ano passado. Tbm ocorre a fase em q os gols são perdidos, não é q eles tenham desaprendido. Daqui a pouco voltam a fazer.

  • 32. arbo  |  19/05/2011 às 12:53

    dEsperdiçado, por favor

  • 33. Mandioca  |  19/05/2011 às 12:54

    #30

    Não. Participam times de quase TODAS as divisões da Argerntina, como na Espanha ou na Inglaterra. Jogos só de ida.

    Dá uma lida na matéria.

    E os grandes, que estiverem em competições continentais, só entram nas “décimas sextas de final”, podendo no máximo jogar 5 jogos. O campeão vai pra Sulamiranda, ao invés de ir pra Libertadores del Banco Santander.

  • 34. izabel.  |  19/05/2011 às 12:55

    massa o texto.
    concordo com o arbo na definição do neymar (craque, mas moleque. é muita grana, poder e glória prum guri de 17. ele tá com 19 agora, mas faz tempo que surfa nesse futebol brasileiro).

    e a melhor definição do santos, ao meu ver, é a do mandioca no post da final do paulista: é a velha tática muricy, que eu acho um saco mas é eficiente. e agora tá mil vezes melhor, porque ao invés de rifar a bola num chuveirinho pro aloísio cavar um pênalti, a bola sobra pro neymar, que dribla e sai de frente pro gol.

    não é um time imbatível, esse once caldas era ruim demais, mas o santos tem muita chance de sair campeão.

  • 35. arbo  |  19/05/2011 às 12:57

    [ps: ou, no caso do zé eduardo, mtos diriam o mais provável é q, talvez tenha sido uma fase boa q não se repetirá em sua carreira. mas o time do santos não é o zé eduardo.]

  • 36. izabel.  |  19/05/2011 às 13:00

    #20, #26
    o cara deve ter convulsionado e muito. dá pra ver os braços dele espásticos, virados pra fora e as mãos fechadas… cena feia pra qualquer um ver

  • 37. Mandioca  |  19/05/2011 às 13:03

    Mano convocou a seleção pra Copa Anérica.

    E Hulk segue fora.

    Incrível, o cara merecia mais chance que esse Jádson.

    http://globoesporte.globo.com/futebol/selecao-brasileira/noticia/2011/05/fred-thiago-neves-e-fabio-sao-novidades-de-mano-na-selecao.html

  • 38. Emedinapf  |  19/05/2011 às 13:06

    Borges pelo keirriso??? Sera???

  • 39. J Petry  |  19/05/2011 às 13:08

    #33: Tudo bem se eles estão agora fazendo uma Copa Nacional melhor que a nossa. Eu mesmo quero que a Copa do Brasil seja assim, para todos. Mas o Brasil ao menos tem uma Copa Nacional desde 1989, e os hermanos vão fazer uma só agora, 22 anos depois!

  • 40. dante  |  19/05/2011 às 13:25

    agora, fico pensando… o que adianta montar um time com elano, neymar, ganso etc. e colocar aquele sujeito com cabelo de PLAYMOBIL pra fazer gols?

    por favor, qualquer centroavante brasileiro é melhor que esse zé eduardo.

    cito apenas um: rob rocker.

  • 41. arbo  |  19/05/2011 às 13:29

    rob rocker só pode ser citado isoladamente.
    obrigado, dante.

  • 42. Prestes  |  19/05/2011 às 14:09

    O Velez tá fazendo gols demais. Perigosa essa campanha, acho que não ganham a Copa.

  • 43. Prestes  |  19/05/2011 às 14:10

    Favorito pra mim é o vencedor de Católica e Peñarol.

  • 44. Fernando Cesarotti  |  19/05/2011 às 14:31

    Putz, até que enfim alguém pra parceirar comigo nessa campanha a favor do Hulk. Baita jogador. Se chamasse “Paulo César” já teria sido visto com mais atenção e menos FOLCLORE.

  • 45. Prestes  |  19/05/2011 às 14:37

    Acho esse Hulk ruim pra cacete.

  • 46. Kadu  |  19/05/2011 às 15:07

    Felizmente vi o jogo no Bandsports, o narrador era deslumbrado, mas o comentarista até que era sensato. E eu vi o mesmo jogo que o autor do texto, o Santos tentando perder e o Once Caldas não conseguindo ganhar. Vélez copará.

  • 47. Prestes  |  19/05/2011 às 15:20

    É preciso frisar uma coisa: o Muricy já conseguiu ensinar esse time do Santos a marcar. Atacar eles já sabiam, ou seja: estão quase no EQUILÍBRIO (BACCHI, Adenor)

  • 48. Sancho  |  19/05/2011 às 15:27

    Mas se puxam nas flautas!

    http://cruzeiro.org/blog/novidade-no-galinheiro/

  • 49. Luís Felipe  |  19/05/2011 às 15:37

    o futebol português não conta, sinceramente. Se eu jogasse no Porto também faria um gol por jogo – e olha que todos sabem o quanto eu sou ruim.

  • 50. Luís Felipe  |  19/05/2011 às 15:41

    essa Copa Argentina deve fracassar, se continuar dando vaga apenas à Sul-Americana.

  • 51. Gustavo Santista  |  19/05/2011 às 17:40

    São 12 jogos decisivos seguidos, o time está arriando e ontem isso ficou claro, ainda bem que nosso quadro poderá descansar.

    E no estádio o que vi foi o Santos tentando matar o jogo antes de morrer de cansado e muita matreirice do Once Caldas, esse time maldito.

    Os caras não se abalam com pressão, não mudam o jeito de jogar, sabem bater e invariavelmente pegam o adversário de calças na mão em alguns momentos do jogo.

    Louros para Adriano, um gigante. E o Neymar é um gênio, mas tem que apreender a bater penais ou desistir deles de vez.

  • 52. Rodrigo Lima  |  19/05/2011 às 17:49

    #44

    Anota mais um na campanha pelo Hulk.

  • 53. Prestes  |  19/05/2011 às 18:54

    PAREM.

    Esse Hulk não joga nada. Pelo amor de deus, PAREM.

  • 54. Wilson Farina  |  19/05/2011 às 19:05

    #29 “Não saber fazer gol é um defeito muito grave. Temos que parar de ser complacentes com o desperdício do elemento mais importante do futebol: o gol.”

    To com o Santi nessa, o Inter vive desse problema há anos, desde que perdeu o Alex. Acho ridiculo como tem jogador que corre, passa, marca, pula, cabeceia, bate lateral, cruza, mas é completamente INCAPAZ de fazer um gol. 95% do “ótimo” elenco do Inter nessa, e até acho que só uns 80% do Grêmio.

    No mais, tbm acho o Hulk tri bom, deve ir prum time maior agora na troca de temporada.

  • 55. Gustavo Santista  |  19/05/2011 às 19:35

    Corolados, sábado o Santos joga com o time C, num 3-5-2 maroto.

    Aranha
    B. Rodrigo – B. Aguiar – Vinicius Simon
    Wesley Douglas – Rodrigo Possebon – Charles – Felipe Anderson – Alex Sandro
    Richelly – Keirrison

  • 56. Kadu  |  19/05/2011 às 20:07

    Olha esses nomes: Wesley Douglas – Felipe Anderson. Certamente são irmãos do Fellype Gabriel e do Diego Renan!!

  • 57. Marcelo Costa  |  19/05/2011 às 22:18

    Certo Porteño vai sair campeão. Decide sempre em casa, lá no Paraguai, onde os homens de preto são amigos de Leóz. Se até pelo tri do Olimpia eles roubaram, imagina pro primeiro título do Cerro! Contra o Estudiantes já mandaram voltar um pênalti…

  • 58. Fernando Cesarotti  |  19/05/2011 às 23:17

    Colorados fervilhando de alegria pelo reencontro com POSSEBON. E o Keirrison, que fim de feira, hein? Bem feito.

    Quanto ao Hulk, não é só o Português que ele foi bem, mas também na Liga Europa. E não acho que seja titular absoluto da seleçao, mas, pra quem tem JADSON, não seria nenhum absurdo. E se chamasse “Pedro Silva” seria levado mais a sério.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • Só os direitos trabalhistas levaram uma surra maior que o Uniclinic na noite de hoje (9x0 do Náutico, em casa, pela Copa NE). 9 hours ago
  • O problema eterno é o interior confirmar TUDO AQUILO quando chegam os mata-matas. twitter.com/impedimento/st… 9 hours ago
  • Um dos piores Gauchões coletivos da dupla Grenal já vistos: juntos, 18 jogos e apenas CINCO vitórias. 9 hours ago
  • Novo Hamburgo é tão bom que na Espanha já chamam o time do Messi de Barcenóia. Não ouçam quem diz que é o contrário. twitter.com/impedimento/st… 11 hours ago
  • Por falar em Gauchão, em instantes o Grêmio encara o NOVO HAMBURGO, líder isoladíssimo (a 4 pontos do 2º, 5 pontos do Grêmio, 7 do Inter). 11 hours ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: