Engenho divino

Já imaginou que saco deve ser a rotina de Deus? Dormir e acordar sabendo da vida de tudo e de todos, com um monte de gente chamado por ele toda hora e tendo que separar quem tá com manha de quem realmente precisa de atenção. Administrar a eternidade no céu e dar conta das presepadas do Diabo no inferno. Apesar dele ter inventado o livre arbítrio, ninguém liga, é todo mundo no pé dele. Deve ser um saco ser Deus. (mais…)

11/05/2011 at 06:00 39 comentários

Casa estranha, a duas mil léguas da minha (Parte I)

“Na noite de véspera de sua partida, ele ficou na cama e sentiu aquele estranho sentimento confuso que os rapazes têm quando estão prestes a partir de casa pela primeira vez, aquele medo sonolento de deixar a cama, o quarto, a casa que sempre foi a primeira base confortável da vida antes de qualquer outra coisa, a casa que é tão familiar e simples quanto um suéter velho, para a qual sempre se retorna depois de excitações e exaustões para dormir tranquilamente: e ao mesmo tempo ele sentia aquele ânimo estonteante para sair de casa – ir para estações de trem, balcões de cafeterias, cidades novas, fumaça e agitação e cheiros de vento novos e estranhos, para vistas inimagináveis repentinas de rio, estrada, ponte e horizonte, tudo sensacionalmente estranho sob céus desconhecidos”. (Jack Kerouac – Cidade pequena, cidade grande(mais…)

10/05/2011 at 06:00 37 comentários

Um Gre-Nal de renascidos e zumbis

Os colorados devem estar puxando as tripas pelo umbigo para extrair a raiva e a demência interior que se apodera de seus corpos destroçados, mas também os gremistas devem sentir certo desconforto. Afinal, se Renato tivesse adiantado esta mesma escalação que praticamente garantiu o campeonato gaúcho ao vencer o Inter por 3 a 2 contra os católicos chilenos, seriam grandes as chances de estar presente nas quartas-de-final da Libertadores. (mais…)

08/05/2011 at 20:53 190 comentários

O Inter está morto. Longa vida ao Inter?

Quem leu o post colérico sobre Paulo Roberto Falcão pode ter se revoltado e perguntado quem sou eu, campeão do que?, para falar assim de um ídolo como é o Rei de Roma. Quem pensou isso não está de todo errado. Após o fracasso nas oitavas de final da Libertadores, sob primeira responsabilidade da comissão técnica – uma vez que o time voltou desligado do vestiário e virou um purê de batatas no segundo tempo – dá para refletir sobre esse Inter de 2011 e tentar imaginar o que sobrou para o clube. Vou deixar de lado a análise fácil que coloca o Inter como candidato ao Brasileiro e à Recopa – o Inter de Luigi quer uma mudança de filosofia, e foi punido por começar essa mudança com a Libertadores a pleno galope. (mais…)

07/05/2011 at 20:58 70 comentários

Miguel Rodas, um massagista


“Pênalti é tão importante que deveria ser batido pelo massagista do clube”

Que os massagistas carregam consigo o poder sagrado das benzedeiras, isso todo mundo sabe. Afinal de contas, só eles conseguem recuperar, com spray e água benta, um jogador que sai de campo pronto para receber a extrema unção. Mas um certo José Miguel Rodas Jaramillo conseguiu fazer mais do que curar frescura de atleta e se tornou o personagem mais importante da atual Libertadores, mostrando que no futebol só vence quem tem vontade. Isso, na semana em que os clubes brasileiros fizeram praticamente o contrário. (mais…)

06/05/2011 at 21:00 15 comentários

O rei está nu. E ele é feio, gordo e cheio de cicatrizes

Sensato mesmo foi o Davi, aos 35 minutos do segundo tempo. Eu havia passado os cinco minutos anteriores descascando e fatiando um ABACAXI, literalmente, e só ouvia de soslaio, desde a sala, os nomes de jogadores do Coritiba serem citados pela voz do Milton Leite. (mais…)

06/05/2011 at 11:12 64 comentários

A chave de ouro do soneto libertador

Após a EDIFICANTE noite de quarta-feira, equivocaram-se aqueles que descansaram o espírito e acreditaram que a saga copeira já havia esgotado suas possibilidades de surpresas e encantamentos. Ontem, Vélez Sarsfield, Cerro Porteño e JAGUARES (este certamente treinado no sistema EAD por Celso Roth) juntaram-se aos já classificados Santos, Peñarol, Católica, Once Caldas e Libertad. Apenas Equador, Peru, Bolívia e Venezuela não têm gente para defender suas bandeiras. E o país com maior número de postulantes (dois) é o PARAGUAI, que assim poderá reaquecer sua economia. (mais…)

06/05/2011 at 01:54 49 comentários

EXCLUSIVO: Tudo sobre o estupro de Carmem Miranda

renteria

O relógio marcava 22h. O Inter já havia sofrido o Beirariazzo dos carboneros e o Grêmio entrava em campo desenganado no Chile. Na província, os jornais desta quinta-feira já estavam nas rotativas dizendo que era o maior desplante dos nossos vizinhos sul-americanos desde que os uruguaios invadiram Jaguarão. Em primeira mão, este repórter do Impedimento descobria pouco a pouco, zapeando os canais, que se tratava de um plano maior: o objetivo dos españolitos não era apenas cravar a adaga nos nossos janelões de costela, mas comer o nosso pão-de-queijo, batucar com o nosso pandeiro, em suma: estuprar Carmem Miranda. (mais…)

05/05/2011 at 14:17 91 comentários

Todos sabíamos e todos choraremos

Que o jogo de hoje duraria ao menos quatro horas, se sabia. Antes de Grêmio e Universidad Católica havia todo um prólogo – era a partida do Internacional contra o Peñarol que definiria o sentimento definitivo do início do duelo no Chile. E não faltaram motivos alheios para empolgar o Grêmio, mesmo na noite fria e naquele estádio acanhado no pé da cordilheira. Os mil uruguaios que acompanharam o Peñarol, minutos antes, deixavam o Beira-Rio para incendiar toda Porto Alegre com a finalidade única de louvar Alejandro Martinuccio. Mas era preciso mais para o Grêmio de hoje. Até porque o que se viu em San Carlos de Apoquindo foi a consequência dos primeiros meses de 2011 – titulares ausentes, um placar para reverter e reservas atordoados pela fogueira que é ter de salvar o time num jogo de volta das oitavas de final. (mais…)

05/05/2011 at 09:00 77 comentários

Só para lembrar

(mais…)

05/05/2011 at 00:22 59 comentários

“Quero sentar no banco e ver um espetáculo”

Precisava do frio. Precisava chegar o início da neblina que acossará a manhã de Porto Alegre, o vento gelado da beira do Guaíba, o barulho apressado das rodas dos carros em alta velocidade no asfalto, de torcedores tentando aplacar em quilômetros por hora a vergonha de ter de chegar em casa e explicar para os filhos que sim, seu time está fora da Copa Libertadores da América. O Inter, campeão da Copa Libertadores de 2010, terá que mandar a taça que reside no Beira-Rio de SEDEX para algum lugar da América. Isso por que seu time foi incompetente para segurar uma cômoda vantagem, com um treinador que demonstrou com todas as letras por que jamais chegou sequer perto de uma Taça Libertadores.

(mais…)

04/05/2011 at 23:44 147 comentários

Feitiço da Vila

Em amplo processo de MURICIZAÇÃO, o Santos apostou em batuque, retranca e loucurama para segurar las aguilas de asas curtas e avançar para as quartas-de-final da Copa Libertadores. A coruja foi pelada com um empate lacrado no estádio LA CORREGIDORA, em Querétaro, já que aquela banda que se finge de irlandesa e não cansa de estragar o bom andamento do futebol nas Américas exerceu seu imperialismo de óculos amarelos ao se apossar do Azteca para o que licenciosamente se atreve a chamar de “show”. (mais…)

04/05/2011 at 01:46 165 comentários

O início do fim do Império Portaluppi – visão de um torcedor míope (mas não cego)

Se o nobre leitor pensa que irá ler um desabafo descabido, ou um TSUNAMI de frases que tem por alvo o Olímpico e Renato, acompanhado por brados de fúria e ódio, PARE de ler exatamente nesse ponto. Se por outro lado, acredita que lerá um texto revestido de IMORTALIDADE, letras avançando como carrinhos do Dinho e cânticos da Geral, também aqui é o seu ponto de parada. (mais…)

03/05/2011 at 14:05 77 comentários

A Batalha do Chile

Em tempos de Playstation e Neymar, nossa juventude acredita que o termo superclássico se restrinja à Barcelona x Real Madrid e outros duelos insossos. Felizmente, no último sábado, nossos vizinhos transandinos nos brindaram com um grande jogo digno da rivalidade histórica que o permeia. (mais…)

03/05/2011 at 06:00 35 comentários

Medo e delírio na sala de imprensa

Eram mais ou menos 17h56 quando os monitores da sala de imprensa do Anhembi se apagaram. A corrida da Fórmula Indy já tinha sido interrompida fazia algum tempo, e o clássico entre Palmeiras e Corinthians ILUMINAVA as telas por todos os lados desde a metade do segundo tempo, até que algum GAIATO puxou algum fio e deixou todo mundo na mão. (mais…)

02/05/2011 at 16:31 42 comentários

Posts antigos Posts mais recentes


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker