Posts filed under ‘Clubes’

No estádio se ganha até quando se empata contra reservas

O torcedor que mora longe de seu time é um órfão. Para um porto-alegrense radicado em São Paulo há mais de quinze anos, nem a família, nem o churrasco e nem mesmo o cachorro-quente da Confeitaria Princesa fazem tanta falta quanto frequentar o Beira-Rio. Jogos do Campeonato Brasileiro, quando não ocorrem nas Arenas Barueri da vida, são oportunidades de ouro para se rever de perto o time do coração. Até porque, podem inventar o pay-per-view HD 3D, nunca será a mesma coisa. Futebol foi feito para ser visto no estádio. (mais…)

23/05/2011 at 11:00 33 comentários

Saiba como terminará o Brasileirão

Começa neste sábado o Campeonato Brasileiro, esta longa competição que nos atira no peito a noção de finitude não da vida, mas do ano corrente. Afinal, é maio, mas logo será dezembro e teremos mais um campeão nacional. Justo, equilibrado, difícil ou enfadonho, fato é que o Brasileirão está aí e alguma coisa teu time terá de fazer. Em qual ponta da tabela ele irá conviver e que destaques irá apresentar, é a rede de colaboradores da ImpedCorp que informa com riqueza de detalhes e uma dose de premonição. (mais…)

20/05/2011 at 18:57 61 comentários

Casa estranha, a duas mil léguas da minha (Parte II)

“J’aime la France parce que j’aime Brigitte Bardot”. Luciano pronuncia a frase com capricho. É o cantinho que lhe restou do francês estudado meio século atrás. Luciano amou a França porque amou Brigitte Bardot. Para entender a musa das salas de cinema do seu tempo, dedicou os quatro anos do Ginásio àquele idioma povoado de estreitezas diferentes dos outros ramos latinos. Deixou a escola em 1959, mas nunca teve chance de ir à Europa. Sem que percebesse, o esquecimento encheu de vazios o seu vocabulário. Aos sessenta e nove anos, aproveitou a viagem do time de sua cidade para disputar um Mundial Sub-15 e subiu no avião como integrante mais velho da delegação. Brinca com a utopia de jantar em Paris com sua Brigitte querida, mas, à noite, no isolamento do hotel suburbano em Nantes, contenta-se com biscoitos. E café, que pede em português alto, pausado e apoiado na mímica. “Co-po de ca-fé”. “CO-PO-DE-CA-FÉ”.  (mais…)

18/05/2011 at 15:00 17 comentários

Santa Cruz Campeão Pernambucano de 2011

Alguma coisa aconteceu pras bandas do Arruda e eu nunca vou saber o que foi. Vim embora deixando para trás um time desclassificado da Série D e sem perspectivas e eis que assisti, a 500 quilômetros de distância, a mágica acontecer: Santa Cruz Campeão Pernambucano de 2011. (mais…)

17/05/2011 at 22:14 40 comentários

Sobre efemérides e Síndrome de Peter Pan

Não bastassem os dissabores causados por minha maltratada conta bancária, que me fazem ter pesadelos piores do que os de Gregor Samsa, ontem acordei com a seguinte indagação a atormentar minhas vastas emoções e pensamentos imperfeitos: pra que porra servem as efemérides? (mais…)

14/05/2011 at 15:00 39 comentários

Não há limites para a falta de noção

souvenir_grenal
“O objeto de desejo custa 10 reais”, diz o relise

Depois do anel da princesa Kate, outro objeto está atraindo clientes de todo estado ao Shopping do Porto.  É o souvenir “Quem vai para a forca?”, com a inscrição “Aqui jaz um colorado ou vice-versa”.  (mais…)

13/05/2011 at 16:54 45 comentários

Casa estranha, a duas mil léguas da minha (Parte I)

“Na noite de véspera de sua partida, ele ficou na cama e sentiu aquele estranho sentimento confuso que os rapazes têm quando estão prestes a partir de casa pela primeira vez, aquele medo sonolento de deixar a cama, o quarto, a casa que sempre foi a primeira base confortável da vida antes de qualquer outra coisa, a casa que é tão familiar e simples quanto um suéter velho, para a qual sempre se retorna depois de excitações e exaustões para dormir tranquilamente: e ao mesmo tempo ele sentia aquele ânimo estonteante para sair de casa – ir para estações de trem, balcões de cafeterias, cidades novas, fumaça e agitação e cheiros de vento novos e estranhos, para vistas inimagináveis repentinas de rio, estrada, ponte e horizonte, tudo sensacionalmente estranho sob céus desconhecidos”. (Jack Kerouac – Cidade pequena, cidade grande(mais…)

10/05/2011 at 06:00 37 comentários

Posts antigos


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • Primeiro a gente normaliza a ideia, depois faz o pessoal considerá-la injusta, depois propõe uma "solução" para o p… twitter.com/i/web/status/1… 8 hours ago
  • Cronologia da final única da Libertadores: Ano 1: campo neutro Ano 2: "campo neutro" que não é bem neutro Ano 3: Miami 8 hours ago
  • E ainda assim estaria MAL PAGA a dívida. Oras um jogo de 173ª rodada de estadual substituindo uma final de Libertadores. 9 hours ago
  • Por uma questão de reparação histórica, deveriam jogar no Monumental de Núñez. DEVOLVAM NOSSO OURO twitter.com/mundodeportivo… 9 hours ago
  • Comparação até ofensiva (pro Iarley) 11 hours ago

Feeds

web tracker