Arquivo do Autor

O castor pirado

Depois de alguns anos patinando, o Vasco conseguiu fazer um bom time, suficiente para levar essa Copa do Brasil. A prova foi a maturidade apresentada na partida de ontem, quando a defesa mostrou enorme solidez e permitiu a Alecsandro (!) antecipar a zaga (!!!) e fazer o gol (!!!!!!) que o deixou a um empate da Copa Libertadores.

(mais…)

02/06/2011 at 13:17 13 comentários

Um dia nos tiraram a alegria, e não fizemos nada

Quando estive pela primeira vez em uma arquibancada para ver um jogo de futebol, o jogo importava; da segunda até à trigésima quinta, não sei se era especialmente o jogo. Há algo de espetacular no delírio de um torcedor, especialmente o delírio que faz alguém sair do conforto de sua casa para encarar o concreto, o sol e o mijo alheio – aqui, a descrição definitiva do contexto. Quando eu vejo a torcida do Peñarol emocionando o mundo antes e durante a semifinal da Copa Libertadores, sinto um cheiro de jogo que não consigo mais sentir por aqui, por que um dia resolveram nos tirar a alegria, e nada fizemos. (mais…)

01/06/2011 at 06:00 88 comentários

O despertar de um gigante

Eram mais de 30 minutos do segundo tempo na Ressacada quando a torcida do Vasco começou a cantar “o campeão voltou”. Me perguntei: “campeão de quê, cara pálida?”. Desde 2000 o time da Cruz de Malta só ganhou dois títulos, um carioquinha (2003) e a Série B (2009). Virou a quarta força do Rio. Mas aquela camisa alvinegra, a faixa diagonal e a cruz vermelha no peito têm muita história para contar. História de grandes conquistas, de um passado glorioso, de grandeza. Grandeza que há quase uma década não se via, mas apareceu na semifinal da Copa do Brasil. Com a autoridade de quem é chamado de “clube grande”, o Gigante da Colina atropelou o Avaí e está a dois passos do paraíso futebolístico sul-americano chamado Libertadores da América.

(mais…)

26/05/2011 at 12:00 28 comentários

A falta do gol final e a tragédia do cagaço iminente

O que parece ter faltado ao Santos ontem é a frieza do assassino. Ao time de Neymar, não sobrou rebolado, não faltou raça, nem determinação: porém, quando ao lado do atacante da Seleção Brasileira está um rapaz que atende pelo nome de Zé Eduardo – e que é mais conhecido como Zé Love – é impossível dizer que é um time completo. O Santos de Muricy é um grande time e um dos favoritos para conquistar a Copa, mas poderia, em um gol final, ter encaminhado uma contenda que será duríssima em La Olla. (mais…)

26/05/2011 at 07:56 39 comentários

Bom senso tira o zero do placar e pode conseguir virada histórica

O novo Ranking da Conmebol, divulgado nesta terça-feira, coloca a Liga de Quito em primeiro lugar, com o Inter em segundo e o Estudiantes de la Plata em terceiro. Os critérios agora são mais claros: valem os times que conseguiram melhor pontuação nas cinco competições apoiadas pela entidade (incluindo o Mundial de Clubes Fifa e a Copa Suruga Bank – sim, ela é oficial) nos últimos cinco anos. É um ranking mutável, que deve ter várias alternâncias de liderança ano a ano, e que está de acordo com a realidade – Liga, Inter e Estudiantes estão entre os clubes que mais figuraram pela América recentemente. Agora, só falta ser útil.

(mais…)

18/05/2011 at 12:19 29 comentários

São gritos de vamo cavalo….

…toca toca, êra êra. É assim que o Peñarol avança na Copa Libertadores da América, rumo à sexta taça.

No Centenário, o primeiro tempo mostrava um time aurinegro atacando na base do sufoco enquanto os chilenos defendiam com muita consciência, saíam bem para o ataque e até criavam chances de gol. Mas quem sabe o que é vencer ‘a lo Peñarol’ sabe que lá pelas tantas, o diabo (ou seria Deus?) rola os dados e coloca o improvável para jogar. (mais…)

12/05/2011 at 00:25 38 comentários

O Inter está morto. Longa vida ao Inter?

Quem leu o post colérico sobre Paulo Roberto Falcão pode ter se revoltado e perguntado quem sou eu, campeão do que?, para falar assim de um ídolo como é o Rei de Roma. Quem pensou isso não está de todo errado. Após o fracasso nas oitavas de final da Libertadores, sob primeira responsabilidade da comissão técnica – uma vez que o time voltou desligado do vestiário e virou um purê de batatas no segundo tempo – dá para refletir sobre esse Inter de 2011 e tentar imaginar o que sobrou para o clube. Vou deixar de lado a análise fácil que coloca o Inter como candidato ao Brasileiro e à Recopa – o Inter de Luigi quer uma mudança de filosofia, e foi punido por começar essa mudança com a Libertadores a pleno galope. (mais…)

07/05/2011 at 20:58 70 comentários

Só para lembrar

(mais…)

05/05/2011 at 00:22 59 comentários

“Quero sentar no banco e ver um espetáculo”

Precisava do frio. Precisava chegar o início da neblina que acossará a manhã de Porto Alegre, o vento gelado da beira do Guaíba, o barulho apressado das rodas dos carros em alta velocidade no asfalto, de torcedores tentando aplacar em quilômetros por hora a vergonha de ter de chegar em casa e explicar para os filhos que sim, seu time está fora da Copa Libertadores da América. O Inter, campeão da Copa Libertadores de 2010, terá que mandar a taça que reside no Beira-Rio de SEDEX para algum lugar da América. Isso por que seu time foi incompetente para segurar uma cômoda vantagem, com um treinador que demonstrou com todas as letras por que jamais chegou sequer perto de uma Taça Libertadores.

(mais…)

04/05/2011 at 23:44 147 comentários

Adultos da Vila

A principal notícia de ontem é que, apesar da intenção dos americanos do México de espancar o time santista, os alvinegros praianos amadureceram e estão com cara de campeões. Mesmo com Muricy, adepto incondicional da fórmula retranca-contraataque, o Santos impôs sua maior qualidade e não arrepiou nem quando Neymar levou entradas criminosas, como o golpe de Layún que terminou com pisada na mão. Aliás, logo depois desse lance Neymar encarou o marcador e o xingou bastante – uma clara demonstração de que entendeu o espírito da Libertadores. (mais…)

28/04/2011 at 12:32 47 comentários

Flerte com o desastre, casório com o alívio

Teve a torcida que rugir e o goleiro entregar para o Inter conseguir a vitória contra o Emelec ontem à noite. Não a classificação – mesmo que levasse 18×0, o Inter ganharia a vaga, pois o inqualificável Jaguares perdeu para o horrendo Jorge Wilstermann em Cochabamba e não passou dos nove pontos. O espectro do desastre fez com que a torcida se motivasse e D’Alessandro acertasse seu primeiro cruzamento na partida, na jogada que originou o primeiro gol. O Inter se classifica como um dos melhores primeiros, mas há um time inteiro para reconstruir. (mais…)

20/04/2011 at 00:42 93 comentários

Rufam as trombetas do apocalipse vermelho

Prepare-se: dia 19 de abril, no Beira-Rio, está lista, pronta para aparecer, mais uma das grandes tragédias da história do Internacional. O Inter só precisa de um empate em casa para se classificar, e o adversário é o Emelec – mesmo assim, a equipe treinada por Siouxsie Juarez Roxxy fará o possível e o impossível para perder esse jogo. Como foi a partida de ontem, em Tuxtla Gutiérrez. (mais…)

07/04/2011 at 06:27 98 comentários

War Pigs

A vontade, antes de chegar ao jogo, era de desafiar Ricardo Teixeira.

Beber antes, logo antes, e depois do jogo ainda no entorno do estádio; comprar um pastel de queijo engordurado; usar o banheiro insalubre que coloca uma vala comum para a urina de todos. O desejo íntimo era de escorregar em alguma das barras e descer para o primeiro andar, e dali de volta para a Coreia, assistindo o jogo sobre a terra e de repente até jogando uma pelada ali mesmo, com algumas crianças que teriam habilidade melhor que 9 dos 11 jogadores do Jorge Wilstermann. (mais…)

31/03/2011 at 08:04 82 comentários

Tudo o que você queria ser

Todos nós temos restrições a Rogério Ceni, mesmo que torcedores do São Paulo estejam entre nós. Lembramos seus episódios de arrogância, a polêmica proposta do Arsenal, as piadas com os rivais, a tentativa infrutífera de parecer um herói do desporto, as vezes nas quais foi eleito o melhor goleiro do Brasil sem merecer. Porém, nesse domingo, Rogério Ceni foi tudo o que nós queríamos ser: artilheiro contra o rival, autor de 100 gols, decisivo debaixo das traves e longe delas, quando enfastiou a rede do goleiro do Corinthians e banhou de ouro a sua estátua diante do Morumbi. (mais…)

28/03/2011 at 12:30 91 comentários

Tem que prender e comer todos os otários*

Guarde bem na memória duas datas: a primeira, 2 de dezembro de 2007, quando o Corinthians empatou com o Grêmio e caiu para a Série B. Naquela ocasião, a torcida gremista cantava, entre outras coisas, que era ‘uma tarde especial‘ e que não poderíamos perder o que estava ocorrendo. A segunda data é 22 de março de 2011: se depender do acordo assinado entre Corinthians e a Globo, que renderá pelo menos R$ 80 milhões por temporada ao clube (os valores exatos não podem ser divulgados pelo ‘contrato de confidencialidade’), será impossível o Corinthians voltar à B. (mais…)

23/03/2011 at 06:00 113 comentários

Posts antigos


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker