Saiba como terminará o Brasileirão

20/05/2011 at 18:57 61 comentários

Começa neste sábado o Campeonato Brasileiro, esta longa competição que nos atira no peito a noção de finitude não da vida, mas do ano corrente. Afinal, é maio, mas logo será dezembro e teremos mais um campeão nacional. Justo, equilibrado, difícil ou enfadonho, fato é que o Brasileirão está aí e alguma coisa teu time terá de fazer. Em qual ponta da tabela ele irá conviver e que destaques irá apresentar, é a rede de colaboradores da ImpedCorp que informa com riqueza de detalhes e uma dose de premonição.

AMÉRICA-MG

O tradicional Mequinha volta à primeira divisão depois de dez anos. Apostou num grupo jovem, mas com lideranças experientes como o meia Irênio e o centroavante Fabio Junior. Fez um bom estadual, se reforçou para o nacional e deve fazer uma campanha mediana, sem riscos e sem expectativas. Mas se já não tinha muita torcida em casa, em Sete Lagoas tem ainda menos apoio.
Preste atenção: Fabio Junior prometeu para 2011 um gol pra cada ano de idade. Em ótima fase, já fez 13 dos 33 e deve fazer outros tantos durante o Brasileiro.
Não se iluda: o técnico Mauro Fernandes tem feito bons trabalhos em divisões inferiores, mas não mostrou muito serviço quando esteve na Série A.
Vai lutar por: Sul-Americana.

CRUZEIRO

Um time que começou a temporada chutando portas pelo sul da América e acabou pego sem as calças dentro de casa num jogo decisivo. Depois da decepção na Libertadores, a conquista do Campeonato Mineiro só serviu para devolver a provocação dos rivais, sendo pouco para a (muito) exigente (e chata) torcida que agora quer o título brasileiro. É um time muito regular e que já tem “cara” de pontos corridos.

Preste atenção: Wallyson e Thiago Ribeiro. Uma dupla de ataque rápida e goleadora. Apostaria dois reais que um dos dois deve chegar à seleção em breve (eu prestaria atenção também na Deborah Secco).
Não se iluda: O produtivo meio de campo deve ser desmontado. Henrique e Gilberto tem sido os mais especulados. E de Roger sempre pode se esperar uma lesão seguida por meses de chinelinho.
Vai lutar por: título.

ATLÉTICO-MG

O Galo tem seguido uma tradição de contratar, em quantidade, os refugos dos grandes centros. Não estranhamente, começou o ano tropeçando e foi eliminado da Copa do Brasil pelo fraco Grêmio Prudente. Depois perdeu “grandes” nomes como Obina, Diego Souza e Diego Tardelli, mas se reestruturou, evoluiu e chegou bem forte na final do Mineiro. Tem um bom técnico e uma torcida inflamada, o que pode arrancar algo mais do elenco.

Preste atenção: Dorival Junior tem apostado na base e alguns bons jogadores estão aparecendo, como o meia Giovanni Augusto e o lateral Guilherme. A saber se será um trunfo ou um problema.
Não se iluda: Tem feito bons inícios de campeonato, mas o desempenho cai com o tempo.
Vai lutar por: Sul-Americana, com tranquilidade. Talvez próximo da zona da Libertadores.

CEARÁ

Passado o susto vivido no returno do certame de 2010, quando caiu dez posições e chegou receber piscadelas da turma da rabeira, o Vozão do Coração do Meu Povão retomou a hegemonia estadual e faz campanha sólida na Copa do Brasil. Base mantida, porém com elenco reforçado e servido de mais e melhores opções em relação ao ano passado, o cenário é positivo, mas a expectativa é realista. A equipe de Vagner Mancini contará com o estádio Presidete Vargas – rebatizado de “La Vovozera” – e o retrospecto de quem foi derrotado uma única vez diante de sua torcida no torneio de 2010 para ficar entre os dez melhores do Dilmão 2011 e se consolidar como principal equipe do Nordeste.

Preste atenção: O paredão do time não está sob o arco, mas no meio de campo consistente e sem ensebação (futebolisticamente falando),com Michel.
Não se iluda: Apesar de Iarley ser mais rodado do bicicleta de carteiro no sertão do Inhamuns e Geraldo ser uma espécie de Highlander (só para de azucrinar a defesa se deceparem a cabeça), os dois talvez não tenham fôlego para tocar o piano em alto nível até o final da peça e a coisa pode ficar feia pro Ceará sem a matreirice desses cabras.
Vai lutar por: Libertadores, afinal, como já disse Falcão, o maior filósofo da MPB, “o que não é inferno talvez seja o céu”.

BOTAFOGO

O Botafogo chega ao Brasileiro como quem não quer nada. Não quer nada de título e não quer nada de Libertadores. A base é a mesma do time que foi sexto colocado no ano passado comandado por Joel NATALINO Santana, que sofreu com as poucas opções no elenco. A estratégia também é a mesma: ‘Bola no LOCO que o jogo é de campeonato’. A diferença deste ano é que o número de jogadores tituláveis é menor. HARRY Caio Júnior POTTER terá um trabalho para provar que, pelo menos, as férias estendidas por desclassificações precoces no Carioca e na Copa da VERGONHA do Brasil podem significar, se não um futebol total, ao menos um futebol.

Preste atenção: Maicosuel volta depois de oito meses parados e, dessa vez, mais saradinho. Se conseguir jogar bola sem voar a cada encostão, pode ser o FOCO de criatividade nesse terreno baldio de ideias que é o time alvinegro.
Não se iluda: Os dois melhores jogadores saudáveis do Botafogo, Jéfferson e Loco, estarão fora durante muito tempo por conta da Copa América. Arévalo também deve ir (em compensação, Alessandro não deve ser chamado).
Vai lutar por: Ficar em 16º no Brasilerón. Esse parece ser o objetivo do clube que não forma ninguém, não contrata ninguém, mas é amigo do Seedorf.

FLUMINENSE

ACTUAL campeão brasileiro, o clube ainda tenta vencer o “fator Fivel, o ratinho” instalado por Muricy Ramalho nas Laranjeiras. O clube espera por seu novo mentor intelectual, ABELÃO Braga, que só deve chegar lá pela quarta rodada do campeonato. Enquanto isso, vai de the ENDERSON e seus tricolores. Não dá para esquecer ainda que o patrocinador pode trazer um reforço BOMBA a qualquer momento, desde que seja um sujeito bem marquetável. Pode ser Messi, pode ser Drogba, mas também pode ser o Inzaghi com seus 73 anos.

Preste atenção: o time ainda tem Conca e Fred. Além deles, Deco pode descalçar suas alpargatas a qualquer momento. No Brasil, pode ser mais do que suficiente.
Não se iluda: a zaga é uma baba. Tem volante improvisado de zagueiro, tem zagueiro improvisado de jogador e tem goleiro improvisado de catador de borboletas.
Vai lutar por: como é o atual campeão, devo dizer que ao título. Mas parece que uma vaguinha na Liberta já satisfaz o FLU.

FLAMENGO

No pior gramado que Ronaldinho Gaúcho jogou, o do estádio Presidente Vargas, ele se saiu bem. Arrancou, driblou depois de um intervalo enigmático, e até reclamou dos juízes, mostrando que corre algo além de álcool naquelas veias. Após a Era Zico, a grande picardia rubro-negra é a quantidade de maus elementos que têm no time. Com Felipe, Thiago Neves, Willians e NEGUEBA, uma nova safra garante um desempenho exemplar para o chefão Vanderlei Luxemburgo. Se há pontos fracos, também é previsível que o rubro-negro ainda contrate mais uns três jogadores de RENOME para suprir carências.

Preste atenção: Thiago Neves ainda joga o fino, com dribles simples e chutes precisos. Durante a temporada, os garotos campeões da Copinha podem ABRILHANTAR o escrete rubro-negro.
Não se iluda: Deivid e Wanderley não valem um ovo do Ninho do Urubu e irritam todos os 35 milhões de rubro-negros. O Flamengo quer Love (Love, Love, Love)
Vai lutar por: Caso contrate forte na zaga, na lateral-esquerda e no ataque, briga por Libertadores. Do contrário, dependerá do milagre de Ronaldinho Gaúcho e da competência da tabelinha Patrícia Amorim, Ricardo Teixeira e Rede Globo (Plin, plin).

VASCO

Com a indolência do futebol de Canal 100 de Felipe, o Vasco do técnico Ricardo Games é um time que periga nesse IMPEDIMENTÃO 2011. Periga uma Libertadores e periga até o título se muita coisa acontecer. A previsão é que em 15 jogos dentro de São Januário, devam ser marcados 18 pênaltis, e assim Alecsandro poderá passar dos seus 15 gols na temporada. É capaz também de uns 10 gols de falta de Juninho Pernambucano – o Paulo Baier vascaíno – a partir de agosto, e só assim o time soma, pelo menos, uns 60 pontos. Para completar uma eleição vai rolar até o fim do ano. Não se espantem se Antônio Lopes substituir Rodrigo Caetano, Joel Santana pegar a vaga de Ricardo Gomes e Eurico Miranda roubar a 9 de Alecsandro.

Preste atenção: Dedé e Anderson Martins são cantados em prosa e versa como uma dupla de zaga de encher os olhos. E são bons mesmo. Há esperanças também em Bernardo e Diego Souza, mas pode encarar essa esperança como humor pastelão.
Não se iluda: o ataque é o ponto fraco – ainda. Eder Luis não faz gol, Alecsandro a galera do Sul já conhece. E Elton, o artilheiro dos gols improvisados, é um incompreendido por toda a sociedade interplanetária.
Vai lutar por: a semifinal da Copa do Brasil vai ser, tenho que dizer isso, um divisor de águas para o Vasco. Se perder para o time do GUSTAVO KUERTEN e do JACARÉ, a depressão e a pressão vão baixar com todas as forças em São Januário.

SANTOS

Classificado para as semifinais da Libertadores, o time deve começar o Brasileirão em marcha lenta, com um time cheio de reservas, mas entrará com tudo a partir da sexta ou sétima rodada, na mais otimista das hipóteses (para os santistas). Com um craque cheio de marra, uma defesa mais ESPERTA e um técnico especialista no MÉTIER dos pontos corridos, o Santos tem tudo para figurar entre os protagonistas do PALOÇÃO-2011.

Preste atenção: quatro vezes campeão e uma vez vice nos últimos seis anos, Muricy conhece todos os atalhos do sistema por pontos corridos, ideal para o desenvolvimento do Muricybol 2.1, versão atualizada e mais protegida do time que venceu o Paulista.
Não se iluda: Ganso vai esculachar os rivais até junho, mais ou menos, mas dificilmente vestirá a camisa do Peixe em agosto, seduzido pelos euros de Milan, Chelsea ou qualquer outro desses timecos
Vai lutar por: título. Na minha humilde opinião, com grandes chances de levar.

SÃO PAULO

Costuma-se dizer de forma irônica, nas redações paulistanas, que “não tem crise no São Paulo”, devido ao brilhante trabalho de bombeiro feito pelos dirigentes tricolinos, sempre rápidos e hábeis em esconder os pepinos internos. Desta vez, porém, nem o BATALHÃO DE NOVA YORK conseguiria apagar a escaramuça que o Avaí provocou: o São Paulo começa o Brasileirão em plena crise, com grupo rachado, parte dos jogadores questionando a autoridade do técnico, torcida organizada distribuindo PIPOCAS em treino e diretoria dividida quanto ao futuro da comissão técnica.

Preste atenção: Maior talento revelado no Morumbi desde HARRISON, Lucas vai carregar o Tricolor nas costas em boa parte dos jogos menos complicados e brilhar em várias outras partidas, mas deve desfalcar o time em julho por causa da Copa América.
Não se iluda: A outrora melhor defesa do Brasil vai embora em julho para a Europa – Miranda está acertado com o Atlético de Madrid e Alex Silva deve ser repassado pelo Hamburgo a algum INCAUTO. A julgar pela bolinha que jogaram nos últimos meses, porém, não devem fazer tanta falta.
Vai lutar por: Libertadores, e olhe lá. Não levará e terminará o campeonato num modesto oitavo lugar.

CORINTHIANS

Conduzido por um técnico especialista em RAME-RAME, o Corinthians teria tudo para se dar bem num certamente de 95 meses e 740 jogos, como é o Campeonato Brasileiro, mas fatalmente acabará se perdendo em meio à MEDIOCRIBILIDADE que o Pastor Adenor impõe a suas equipes. O torcedor pode esperar boas vitórias em clássicos, conquistadas na base da camisa e da OSMOSE, e tropeços infames em casa que fatalmente custarão algumas posições.

Preste atenção: Liedson, o Levezinho, tem tudo para brigar pela artilharia, especialmente se Alex emplacar como armador da equipe (e se Andrés Sanchez conseguir convencer seu amigo Ricardo Teixeira a abrir antes da hora a janela de transferências).
Não se iluda: Emerson, o Sheik, tem faro de gol, mas não mostrou ADAPTABILIDADE ao grupo no Fluminense, além de exagerar na balada e sofrer demais com contusões.
Vai lutar por: vaga na Libertadores; até o fim do primeiro turno se manterá entre os cinco primeiros, e depois cairá de produção, terminando em sexto ou sétimo lugar

PALMEIRAS

Os torcedores mantêm o inapelável e injustificável otimismo, achando que basta pegar o time do Paulistão, acrescentar três ou quatro reforços e voilá, temos um time. Eu, de minha parte, prefiro manter a opinião que carrego desde o vexame no Couto Pereira: o time é fraco, sobrevive de ESPASMOS de poucas estrelas e não tem fôlego para brigar por nada relevante num campeonato longo como o Brasileirão.

Preste atenção: Kleber é o OÁSIS de lucidez no time. Se mantiver a pontaria calibrada, os nervos (e os cotovelos) sob controle e evitar bater pênaltis, pode cavar um lugar na seleção do campeonato em dezembro e quem sabe ganhar uma chance na outra seleção, aquela do Mano Menezes.
Não se iluda: Valdivia vive machucado, exagera na balada, bate boca com cartolas e ainda por cima passará mais de um mês disputando a Copa América. Melhor não contar com ele – o que sair será lucro.
Vai lutar por: título, vaga na Libertadores, Nada. Viverá no marasmo do meio da tabela desde as primeiras rodadas, tirando de sua torcida até mesmo o direito de se iludir. Se eu fosse Felipão, apostava tudo na Sul-Americana.

AVAÍ

Chegar à semifinal da Copa do Brasil e eliminar o rival Figueirense do Campeonato Catarinense pelo segundo ano seguido salvaram um primeiro semestre que parecia ser de fiasco. O Avaí começou o estadual apanhando com time reserva (quatro derrotas em quatro jogos, algo que ninguém lembra ter acontecido antes na história do clube), fez uma pré-temporada toda renga no Rio Grande do Sul e terminou o torneio apenas em quinto lugar. É verdade que desde a chegada de Silas, em março, o Avaí melhorou muito. O maior treinador da história do clube ainda tem seus dias de professor Pardal, mas evoluiu bastante. A dúvida que fica é: afinal, qual é o verdadeiro Avaí? O que patinou no estadual ou o que vai muito bem na Copa do Brasil? Veremos nos próximos capítulos.

Preste atenção: Com passagens, digamos, “discretas” por clubes grandes, William Batoré (ex-Santos e Grêmio) e Rafael Coelho (ex-Vasco) formam no Avaí uma dupla de ataque e tanto. Marcaram juntos 26 gols nos 28 jogos que o Leão já disputou na temporada (14 de William e 12 de Rafael).
Não se iluda: O Avaí joga com três zagueiros e dois cabeças-de-área, mas a defesa não resiste a uma bolinha cruzada na área…
Vai lutar por: Título! Opa, digo, contra o rebaixamento. Sul-Americana é lucro.

FIGUEIRENSE

O Figueirense começou 2011 do mesmo modo que acabou 2010: encantando. O time do então treinador Márcio Goiano jogava um futebol ofensivo e bonito, surrava seus adversários em casa no estadual – fora de casa não ganhava de ninguém, é verdade – e navegava em águas tranquilas até perder uma final de turno em casa pro Criciúma. Goiano foi demitido, a contragosto da torcida, e Jorginho Auxiliar do Dunga veio para o seu lugar. Com um futebol mais burocrático, fazia campanha semelhante em pontuação à do antecessor até ser eliminado em casa pelo Avaí na semifinal do segundo turno. A julgar pelo tempo de “intertemporada” – vai completar 27 dias sem entrar em campo, só treinando -, o Figueira deve vir muito bem preparado para o início do campeonato.

Preste atenção: Em Bruno (lateral direito) e Juninho (esquerdo), que mantêm a tradição alvinegra de revelar bons laterais.
Não se iluda: O Figueirense tem um toque de bola refinado, só que chutar gol que é bom… O time tem vai bem até a meia-cancha, mas no ataque a coisa tá feia. Tanto que a estreia de Lenny (ele mesmo), inquilino do DM alvinegro desde o início do ano, é aguardada com certa esperança.
Vai lutar por: Estar na Série A de 2012. Sul-Americana é lucro.

ATLÉTICO PARANAENSE

Se a troca de técnicos denota falta de planejamento ou convicção, o Furacão parece estar mais perdido que mulher de bigode em curso de Nutrição. Até a chegada de Adílson Batista na reta final do REQUIÃOZÃO 2011, já passaram pela casamata Sérgio Soares e Geninho. E foi o Capitão América, relevado enquanto jogador pelo próprio Atlético, o escolhido para nortear o clube no Brasileirão. Com um elenco de jovens jogadores, caberá aos experientes Paulo Baier, Robston, Kléberson e Cleber Santana descascar os pepinos que virão pela frente – ao menos, quando as lesões não os atrapalharem. A defesa, de inúmeras falhas no Paranaense e na Copa do Brasil, promete ser o calcanhar-de-aquiles do time na competição, ao passo que as esperanças de triunfo residirão na bola parada, de Paulo Baier, e no faro do jovem goleador Adaílton, que substituirá o aposentado Lucas no comando de ataque rubro-negro.

Preste atenção: as faltas e escanteios cobrados por Paulo Baier e Paulinho poderão servir de trunfo ao limitado time rubro-negro. O veloz trio ofensivo, formado por Madson, Guerrón e Adaílton, também pode incomodar.
Não se iluda: a limitação técnica e a inexperiência do plantel podem atrapalhar ainda mais o já conturbado ambiente atleticano, potencializado pelo sucesso do rival Coxa.
Vai lutar por: escapar do rebaixamento, tentando beliscar uma vaga à Sul-Americana.

CORITIBA

Armado num veloz e compacto 4-2-3-1 por Marcelo Oliveira, o BARREADO MECÂNICO das Araucárias tem tudo para ampliar seu sucesso no primeiro semestre até o final do ano. A espinha dorsal do time está formada há mais de um ano, sendo reforçada pontualmente após a volta à Série A. O miolo de zaga, formado pelas torres-gêmeas Jéci e PEREIRÃO, conta com bons reservas, como Emerson. Leo Gago e Leandro Donizete formam uma sólida dupla de volantes que dá proteção à zaga e sabe sair pro jogo, permitindo o avanço dos laterais e participando de triangulações com os meias. E é o trio de MARMOTAS ululantes em chamas, formado por Marcos Aurélio, Rafinha e Davi, que coloca o tempero mais picante na então irresistível esquadra do Alto da Glória. Juntos, eles foram o contra-ataque mais rápido do País e, com os demais setores da equipe, um conjunto capaz de fazer uma campanha semelhante à de 2003, quando o alvi-verde foi 5º colocado e se classificou à Libertadores.

Preste atenção: o Coxa agride o adversário tanto dentro quanto fora de casa. E quando a velocidade do seu ataque não é letal, o perigo vem por cima.
Não se iluda: a equipe carece de mais opções válidas para a lateral-direita e o comando do ataque. Lesões ou transferências para o Exterior envolvendo o trio de meias-ofensivos pode diminuir consideravelmente seu poder de fogo.
Vai lutar por: Libertadores – isso se não conquistar a vaga via Copa do Brasil.

BAHIA

Depois de sete longos anos afastada da primeira divisão, a torcida tricolor está com a esperança de ver o maior time nordestino retomar o seu lugar de destaque no cenário nacional. Apesar do começo de ano ruim, onde passaram sem deixar saudades os técnicos Rogério Lourenço e Vagner Benazzi, o Bahia encontrou um melhor futebol na reta final do baiano sob o comando de René Simões. Não chegou à final, mas viu o rival ser vice do genérico Bahia de Feira, mostrando que o genérico é mais barato e às vezes faz um resultado melhor. Até o momento, as principais contratações realizadas pelo clube foram o atacante Jobson e o volante Fahel. O tricolor de aço ainda conta com bons jogadores da base, a exemplo do Ávine, Marcone, Rafael Gladiador, Omar e Gabriel, mas ainda precisa de reforços.

Preste atenção: Ávine, aliás, preste muita atenção mesmo, pois se demorar a olhar não vai ver ele passar. O lateral do Bahia é prata da casa e é ouro em velocidade. É o grande ídolo desse time.
Não se iluda: A torcida do Bahia é o diferencial do time, mas não temos mais a Fonte Nova e seus 66 mil lugares disponíveis. O Pituaçu é menor e a política de ingressos da atual diretoria tem afastado o torcedor de seu time de coração. Pouco provável que voltemos a ganhar o troféu Torcida de Ouro da CBF.
Vai lutar por: Se Binha de São Caetano, torcedor histórico do Bahia, pudesse responder essa pergunta diria: o Bahia vai ser Campeão Mundial! Tá bom, não é pra tanto. O Bahêa só quer o tricampeonato brasileiro. Bora Bahêa Minha Porra!!!

ATLÉTICO-GO

Passados três quinquênios de hegemonia esmeraldina no PAPACAPINZÃO, o rubro-negro goiano passa a ter a incumbência de representar o Estado no certame elitista. Nítido é, até para os incautos, que a superioridade do Dragão sobre o GAYÁS em território estadual já perdura incontestáveis sete décadas. Entrementes, sente-se falta de uma campanha expressiva em caráter nacional e internacional. Em que pese o bom ânimo com a conquista do bicampeonato estadual sobre o maior rival de forma deveras copeira (dois empates com um tento pra cada lado, levando a taça por ser dono da melhor campanha da fase de grupos), algo inédito na história do clube, somente uma zebra pode fazer esta equipe alcançar as cabeças da tabela de classificação, de modo que não deve brigar por algo mais do que uma vaga pra Sulamiranda 2012.

Preste atenção: Em que pese a saída do habilidoso Elias, dono de 142% dos gols marcados pela equipe no GRAVIOLÃO 2010, metade dos jogadores que disputou a série C de 2008 continua no clube. Márcio segue sendo goleiro e capitão, a dupla Juninho e Marcão persiste em preencher a dianteira e ANAÍLSON assombra apenas com sua presença no banco. Falta saber se esse elenco está maduro para cair ou mal e duro para carcar os adversários e brigar pela ponta.
Não se iluda: PC Gusmão está no comando dos DRAGON BOYS novamente, depois de uma passagem ruim no início de 2009. Se tem a seu favor a conquista do estadual, pesa contra o currículo nada positivo. Não duvidem se ele cair antes da décima rodada.
Vai lutar por: uma classificação pra Sulamiranda 2012 deve ser a prioridade do clube. Se conseguirem algo melhor, o Planalto abre a temporada de caça às zebras no cerrado.

INTERNACIONAL

Não tem mais desculpa. Nos últimos anos, envolvido em Copa Sul-Americana, Libertadores ou guardado dentro de uma gaveta esperando perder para o Mazembe, o Inter sempre alegou não ter tempo para se preocupar com o Campeonato Brasileiro. Agora, sem nada de importante na AGENDA a não ser uma feira de exposições na Europa, o que fazer até dezembro? Brigar pelo título nacional, conquistado pela última vez em 1979, é a única saída para este brete filosófico. Paradoxalmente, o tombo na Libertadores pode ajudar neste projeto: o Inter está passando por uma REPAGINAÇÃO, já enxugou o numeroso elenco e a tendência, espera-se, é que o técnico Paulo Roberto Falcão dê mais espaço para os jovens irem aos poucos desbancando os figurões. O tal do ‘grupo qualificado’ pode fazer a diferença agora que o Inter vai, obrigatoriamente, priorizar o campeonato nacional.

Preste atenção: Paulo Roberto Falcão tem ideias boas sobre futebol, mas foi reprovado no primeiro teste mais forte. Com tempo e uma competição longa pela frente, tem a chance de aplicar todo o FERRAMENTAL TEÓRICO adquirido ao longo de décadas de devaneio com Rinus Michels e Galvão Bueno.
Não se iluda: Leandro Damião pode ser o artilheiro do Brasileirão, isso se não for trocado por quindins e pastéis de Santa Clara.
Vai lutar por: Libertadores, certamente. Título, quem sabe.

GRÊMIO

O Grêmio tem a mesma obrigação moral que o rival em relação ao Campeonato Brasileiro. Mas, no estádio Olímpico, o buraco é um pouco mais embaixo. O time vistoso comandado por Renato Portaluppi no Brasileirão do ano passado se perdeu como lágrimas na chuva. Dizem que Renato já desembarcou em Porto Alegre com saudades do Rio de Janeiro, perdeu a mão da equipe e sua saída do Olímpico é tão iminente quanto a queda do regime cubano. Mas o fato concreto é que o grupo de jogadores perdeu qualidade do ano passado para cá. O Grêmio carece de um zagueiro seguro, um lateral-esquerdo decente, um volante para assessorar Rochemback e um atacante eficiente, ou seja, quase um time inteiro. A direção é questionada por uma aparente lentidão na contratação de reforços mas, se eles vierem, pelo menos o Grêmio não militará na zona do rebaixamento este ano.

Preste atenção: o momento de Fábio Rochemback pede seu retorno ao selecionado brasileiro. No quesito revelação, o candidato é o jovem atacante Leandro.
Não se iluda: mesmo ídolo, Renato recebe contestações. As derrotas, em casa, para Universidad Católica e Inter, mostraram um time desorganizado e incapaz de segurar um resultado.
Vai lutar por: conquistar uma vaga na Libertadores já será uma façanha.

Autores dos textos: Gabriel Marcondes (times de MG), Rogério Tomaz Jr. (Ceará), Eduardo Zobaran (Botafogo e Fluminense), Raphael Zarko (Vasco e Flamengo), Fernando Cesarotti (times de SP), Felipe ‘Catarina’ Silva (times de SC), José Eduardo Morais (times do PR), Rodrigo Machado (Bahia), Fred Martins (Atlético-GO) e Daniel Cassol (times do RS).

Anúncios

Entry filed under: Brasileiro, Clubes.

Bando de locos Muda a competição, não os dilemas

61 Comentários Add your own

  • 1. Cesar Cardoso  |  20/05/2011 às 19:02

    “MEDIOCRIBILIDADE”

    Garantiu minha gargalhada pelos próximos dias!

  • 2. Rudi  |  20/05/2011 às 19:07

    Quem fez os textos de Avaí e Figueira?

  • 3. impedimento  |  20/05/2011 às 19:12

    Ora, quem, o Correspondente Barriga Verde, Felipe Silva.

  • 4. Rudi  |  20/05/2011 às 19:13

    hahaha
    imaginei, mas faltou a citação no texto

  • 5. Rudi  |  20/05/2011 às 19:14

    agora corrigida, era isso
    no mais, muito bom e realista

  • 6. jp  |  20/05/2011 às 19:16

    Excelente! os tópicos sobre os times do RYO estão impagáveis, parabéns!

  • 7. Paulo Torres  |  20/05/2011 às 19:17

    Pô, “Mequinha” não. Coelhão.

  • 8. Michel  |  20/05/2011 às 19:35

    Que análise boa.Parabéns aos autores disso tudo!

  • 9. Marcos SL  |  20/05/2011 às 19:56

    Porra! O Baêa já começou em último?

  • 10. Gregório  |  20/05/2011 às 20:17

    Parei de levar a sério quando falou em Ceará brigando por Libertadores. Viagem total…

  • 11. Camilo  |  20/05/2011 às 20:54

    Se procurar, acham fotos da filha do renato na web de shortinho ou baby-look, podiam colocar uma dessas

  • 12. zobaran  |  20/05/2011 às 20:55

    Falou do Ávine e não falou do JÓBSON! Nãããããão!

  • 13. impedimento  |  20/05/2011 às 20:58

    Rodrigo Machado mandou sua contribuição sobre o Bahia. Prevemos grandes polêmicas com Franciel Cruz.

  • 14. Kadu  |  20/05/2011 às 21:14

    Ri bastante com “o Furacão parece estar mais perdido que mulher de bigode em curso de Nutrição”.

    E também gostei da referência ao Eduardo Galeano no texto do Grêmio (ou estou vendo demais?)

  • 15. Borba  |  20/05/2011 às 21:17

    A parte do bahia tá ruim porque foi feita nas coxas?

  • 16. Lucas Cavalheiro  |  20/05/2011 às 21:23

    Esse elenco do Bahia é DEMÓIS:

    René Simoes
    Titi
    Thiego
    Danny Morais
    Lulinha
    Jobson
    Souza
    Boquita

  • 17. Rafa Rhoads  |  20/05/2011 às 21:34

    #14

    Androides sonham com ovelhas eletrôcass?

  • 18. Rafa Rhoads  |  20/05/2011 às 21:34

    Elétricas*

  • 19. Catarina Cristo  |  20/05/2011 às 21:56

    Maior comunidade mundial do futebol do Brasil, esse Impedimento.

  • 20. Fernando Cesarotti  |  20/05/2011 às 22:17

    Pequeno reparo ao Zobaran: na verdade o Fluminense tem um catador de borboletas improvisado de goleiro, e não o contrário. E o Cavalieri no banco, meu Deus…

  • 21. matheus  |  20/05/2011 às 22:45

    brasileirão bom é aquele em que o inter não cai e o gremio não ganha. terminemos em 15º e os pecho frios em 6º e um feliz natal aí pra todo mundo.

    por uma copa do brasil de merda, cheia de gaúchos se papagaiando

  • 22. Norteña  |  20/05/2011 às 23:08

    Bah, muito colorada a avaliação. O Gremio luta pelo título!!!

  • 23. douglasceconello  |  21/05/2011 às 00:02

    Muito gremista teu comentário.

    huahuauhua

    Acho que o Grêmio luta pela Libertadores. A princípio, o Grêmio também.

    Coritiba será heroico e chegará em 13º.

    Este é o ano do Botafogo. Loco Abreu levantando a taça será uma espécie de Maracanazo CONCEITUAL.

    Aguante LOS VINTE.

  • 24. Rogério Tomaz Jr.  |  21/05/2011 às 00:28

    Barreado Mecânico é fora de série!

  • 25. Felipe (o catarina)  |  21/05/2011 às 00:45

    Última rodada, Ressacada, Avaí 1×0 Figueirense, gol aos 46 do segundo tempo. Avaí campeão, Figueira vice, pelo número de gols marcados. Quem viver, verá.

  • 26. Felipe (o catarina)  |  21/05/2011 às 01:00

    ah, e adendos aos textos sobre os catarinas:

    1) Comentou-se hoje que o Avaí pode perder Marquinhos pro Grêmio. Nesse ano inteiro ele só jogou quatro ou cinco jogos bons, mas ainda assim acho que seria uma grande perda. Ele é ídolo da torcida, e saída de ídolo sempre é ruim.

    2) Depois que eu mandei o texto pra ImpedCorp, o Figueirense definiu a contratação de Aloísio, atacante que foi um dos destaques da Chapecoense e vice-artilheiro do estadual. É mais uma esperança de gol pro Figueira. E o Lenny já foi motivo de muita piada este ano por passar cinco meses no DM, mas andou fazendo gol em jogo-treino semana passada e parece que tá recuperado.

  • 27. Eduardo  |  21/05/2011 às 01:25

    “o” Catarina, por acaso o Marquinhos é bom marcador?

  • 28. caue  |  21/05/2011 às 04:01

    Se o Vitória ficasse no ROBRASILEIRÃO’11 teriámos a melhor rodada de clássicos da história do mundo CBF.

  • 29. thalles  |  21/05/2011 às 06:55

    vítima de BULLYING por não me chamarem pra colaborar no texto.

    aguardem 13 laudas de texto sobre a SÉRIE C, seus ELITISTAS.

  • 30. Fernando Cesarotti  |  21/05/2011 às 08:50

    Lenny trocentos meses no DM,,, por que não me espanto? Quantas vezes NA VIDA esse cara conseguiu uma sequência de mais de 10 jogos?

  • 31. Catarina Cristo  |  21/05/2011 às 09:04

    #27 Bom marcador nesse país só tem um: Éverton Sena. Daqueles do cabra marcado ficar com riva, chorar e querer bater nele. Ou seja, excelente.

    Comprem ele também. Vai ser bom pra vcs e bom pro Santinha.

  • 32. Paul  |  21/05/2011 às 10:00

    Só o Impedimento prá fazer um texto nos mesmos moldes dos que tu vê em 200 veículos esportivos nesta semana e não ser maçante.

  • 33. Luís Felipe  |  21/05/2011 às 12:27

    “Tem volante improvisado de zagueiro, tem zagueiro improvisado de jogador e tem goleiro improvisado de catador de borboletas.”

    aahagaahahkajkjajkakjajkakj

  • 34. rafael botafoguense  |  21/05/2011 às 15:32

    zobaran mestre em psicologia reversa

    esse ano vai!

  • 35. Vitor VEC  |  21/05/2011 às 16:32

    Libera a participaçao na liga do cartola fc ai, gurizada

  • 36. Felipe (o catarina)  |  21/05/2011 às 16:42

    #27

    não. Pelo contrário, ele pouco marca.

  • 37. Vitor VEC  |  21/05/2011 às 17:08

    Valeu

  • 38. Alexandre N.  |  21/05/2011 às 17:51

    Cagalhos…

    QUE TEXTO GENIAL!

    Rí demais aqui…

  • 39. fino  |  21/05/2011 às 19:16

    :::::APELO À COMUNIDADE IMPEDIMENTENSE:::::

    Gurizada, estou reunindo material de edições anteriores da Impedcopa.

    Quem quiser contribuir com fotos ou vídeos do seu ACERVO PESSOAL, por favor entra em contato. Ou posta o que tiver em um megaupload da vida e depois compartilha o link.

    Faltam 15 dias para nos perdermos em doses cavalares de FUTBOL COSTELA Y TRAGO

  • 40. Rafael L  |  21/05/2011 às 20:58

    Há anos sou atormentado por uma dúvida, principalmente quando inicia o Brasileirão.
    Alguém responde?

    O LUXEMBURGO já ganhou um jogo em PORTO ALEGRE?
    Se sim, qual o restrospecto?

  • 41. Diogo  |  21/05/2011 às 21:05

    # 40

    Ele pode ter ganho vários jogos. De carteado e pôquer nos quais ele é sabidamente viciado 😀

  • 42. Chico Luz  |  21/05/2011 às 21:45

    40: me lembro do Palmeiras vencendo o Inter em 93 ou 94. E devem ter outras partidas.

  • 43. Henrique  |  21/05/2011 às 21:56

    #40
    1998:
    play-offs do EFEAGACÊZÃO: Grêmio 0x1 Corinthians, gol de Rincón.

  • 44. ricardo goulart  |  21/05/2011 às 22:46

    sou o pior jogador de todos os tempos. erro tudo. sou muito burro.

  • 45. Daniel  |  22/05/2011 às 00:15

    sou pior que o ricardo.

  • 46. Eduardo  |  22/05/2011 às 00:58

    #36 obrigado. ainda estou tentando entender o posicionamento que ele terá nesse time do GRÊMIO.

  • 47. Lucas Cavalheiro  |  22/05/2011 às 12:43

    Não vi o jogo do Inter, mas que pênalti imbecil desse Daniel.

    Acho que o pior xingamento existente é chamar de RESERVA DO NEI.

  • 48. Logan  |  22/05/2011 às 19:03

    Engraçado foi o cover de binha dizer que a carniça vai lutar pelo título, vaí é quebrar o recorde do américa de natal.

  • 49.  |  22/05/2011 às 19:38

    # 48

    Enquanto isso ocorre, o Odone vai citar pela 455667347ª vez a “imortalidade” e a Batalha dos Aflitos… Parece o Obino falando do melhor ônibus e do site vencedor do iBest.

  • 50. Carlos  |  22/05/2011 às 20:17

    Bah, qdo entrou o LINS hoje, eu larguei. Sério. Lins não dá.
    Lins é piada. O renato botou ele de sacanagem. Pra sacanear. E enqto esse IMBECIL do AVM continuar lá, estamos fudidos. O pau no cu do odone quer ver tudo isso caindo de podre, pra colocar os seus compadres.

  • 51. Geógrafo - A bols é um Geóide  |  22/05/2011 às 23:58

    Fluminense

    Não se iluda: a zaga é uma baba. Tem volante improvisado de zagueiro, tem zagueiro improvisado de jogador e tem goleiro improvisado de catador de borboletas.

    kauakauakuakauakuakauakuakauakuaka

    melhor de todos

  • 52. Maciel Cover  |  23/05/2011 às 09:14

    Gostei da opinião imparcial do Cassol ao analisar a dupla gre-nal, mas o que mais me assusta é as chances dele estar certo

  • 53. Kleiton  |  23/05/2011 às 09:51

    SÃO PAULO: “brilhante trabalho de bombeiro feito pelos dirigentes tricolinos, sempre rápidos e hábeis em esconder os pepinos internos

    O trocadilho foi voluntário? heheeh

  • 54. FC  |  23/05/2011 às 14:57

    Muito apropriada a frase.

    Esconder pepinos é com o pessoal do SPFW mesmo.

    De resto, acho que todas previsões fracassarão. Um campeonato enfadonho e propício a ladroagens em TODAS AS RODADAS como este, é mesmo impossível prever qq coisa.

    Abrax,
    FC

  • 55. Fernando Cesarotti  |  23/05/2011 às 15:08

    Pô, juro que foi involuntário. Piadas assim eu guardo pra meus momentos de CIVIL, ou então não me deixam mais entrar lá pra fazer os treinos…

  • 56. FC  |  23/05/2011 às 15:27

    Não esquenta não Cesarotti. Até involuntariamente você manda bem. Dom é dom.

    É notório que o pessoal do Jd. Leonor é com nisso mesmo. Pepinos eles rezolavem na retagarda.

    Abrax,
    FC

    PS: só faltou citar Adriano e Luis Fabiano (sobre quem vc escreveu o melhor texto que li sobre a volta ao Brasil – http://www.notasdeviagem.net/2011/03/o-fabuloso-e-idolatria.html), nos comentáiros de SCCP e SPFW.

  • 57. FC  |  23/05/2011 às 15:29

    “É notório que o pessoal do Jd. Leonor é bom nisso mesmo. Pepinos eles resolvem na retaguarda”

  • 58. izabel.  |  23/05/2011 às 16:13

    concordo com o FC, Cesarotti:
    esse seu texto sobre a volta do luis fabiano é o melhor que eu li a respeito. aliás, o ÚNICO que tratou do tema sob essa ótica. e eu pensei exatamente as mesmas narradas.

  • 59. Roger  |  23/05/2011 às 16:53

    Resumindo:

    O título está entre Cruzeiro, Inter e Santos?!

    É isso?

  • 60. vercetti  |  29/05/2011 às 23:50

    Só análises imbecis, também foi feita por imbecis né risos. Ceará briga pelo que?

  • 61. marcelo  |  31/05/2011 às 14:27

    coitado…senta no sofá e volta a assistir novela q vc deve entender mais!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • Porque não chegaria à Libertadores. 6 hours ago
  • Fim também para o improvável Paraná 3x2 Atlético-MG, um grande jogo que vocês não previram. 6 hours ago
  • Bahia soma a taça de 2017 às de 2001 e 2002. Como em 01, ganha contra o Sport. Fez um baita jogo hoje, podia golear, mas Magrão foi enorme. 6 hours ago
  • ACABOU. O BAHIA É CAMPEAO DO NORDESTE PELA TERCEIRA VEZ. 6 hours ago
  • Juizão distribuindo cartões vermelhos pro banco do Sport. 6 hours ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: