A ave que dignifica o homem

17/05/2011 at 11:25 102 comentários

As molengas mãos de Renan deixaram a meta escancarada para Humberlito Borges, mas foi para o arqueiro que as portas se abriram depois daquela jogada. Não é preciso ser nutricionista para conhecer as propriedades do frango. Engolir uma ave bem configurada, daquelas inquestionáveis, em momentos decisivos, e depois sair com a taça, é a maior propriedade que pode ter um goleiro vencedor.

Arqueiros tarimbados como Clemer e Abbondanzieri sabiam disto muito bem. O frango serve para deixar o miolo de zaga esperto, iludir os atacantes adversários, além de ensinar a maior das lições para uma equipe que se pretende vencedora: saber correr atrás de um resultado que escapou pelas mãos (ou pelo meio das pernas), vencer a decepção que faz o corpo pesar.

Até o torcedor sai com o caráter renovado. O que Clemer quis, por exemplo, ao levar aquele frangaço nos minutos finais da finalíssima da Libertadores, contra o São Paulo, quando o Internacional tinha um homem a menos? É evidente que o esmurrador de gandulas quis dar ao título colorado o peso que merecia pela campanha roja. Se o São Paulo estava sempre atrás no placar, alguém precisava fazer com que o torcedor ficasse com o grito entalado até o apito derradeiro. A capacidade de fazer com que um clube, do porteiro ao presidente, saiba conviver e superar o DRAMA, meus queridos, está toda nas mãos (furadas) dos nossos arqueiros.

Renan já demonstrara dignidade no ano passado, sendo definitivo na conquista da América. Ante um estéril São Paulo, concedeu a emoção que faltava ao duelo, o que foi essencial para preparar o time para as finais. Contra o Chivas, no México, ao perceber que o Inter se acomodava com um empate, num jogo que estava à feição para a vitória, Renan tomou o gol redentor, um gol de cabeça de fora da área (agora já uma especialidade aviária do arqueiro colorado). Embora não tenha sido um frangaço destes cheios de HORMÔNIOS e SEM BICO que são produzidos hoje em dia, foi providencial. No segundo tempo, o Internacional virou a partida e encaminhou o título. Não ter frangueado contra o Peñarol antes dos cinco minutos de catástrofe foi o grande erro de Renan nesta temporada.

Aliás, a Copa é o certame que comprova a tese galinácea. Na última década, ergueram taças, além dos supracitados Clemer, Renan e Abbondanzieri, homens como Cevallos, Henao e Tavarelli. NOU RAU sul-americano que, desde que me conheço por gente, já foi propagado por outros copeiros como Higuita, Zetti, Danrlei, Burgos e Carlos Germano. E que repercutiu nas copas do mundo. Aquele que é o maior mito que vi jogar debaixo das traves, Cláudio André Taffarel, engoliu um CONDOR na Bolívia durante as eliminatórias para a Copa de 1994. Foi a primeira derrota brasileira na história das eliminatórias e, a partir dali, a retranca de Parreira se solidificou.

Os europeus bem que já tentaram utilizar este expediente. Certamente foi algum argentino pilantra que alertou Oliver Kahn antes da final de 2002. Não funcionou. O frango que encaminha as equipes para as conquistas é tão sul-americano quanto a empanada, o ceviche e o bobó de camarão. E Renan ainda terá um futuro glorioso e cheio de penas pela frente.

Um abraço,
Felipe Prestes

Anúncios

Entry filed under: Gauchão, Pela América.

Corazón Loco Santa Cruz Campeão Pernambucano de 2011

102 Comentários Add your own

  • 1. Luís Felipe  |  17/05/2011 às 11:32

    ” Não ter frangueado contra o Peñarol antes dos cinco minutos de catástrofe foi o grande erro de Renan nesta temporada.”

    ahahahahhahahahahah

  • 2. dante  |  17/05/2011 às 11:34

    HAHAHAHAHAHAHAHAHA, genial!

  • 3. EGS  |  17/05/2011 às 11:35

    Belo texto.

    Só espero que o Renan não leia. alksjdla

  • 4. Alexandre N.  |  17/05/2011 às 11:35

    Tomadas as devidas proporções, posso trocar o termo “Inter” (ou Internacional) e o nome do goleiro para “Fluminense” e “atual goleiro do Fluminense” e o texto se transforma, espetacularmente, de uma ode a um frangueiro colorado em uma ode a um frangueiro tricolor… rs

  • 5. Cícero  |  17/05/2011 às 11:45

    Renan meio irmão do BURGOS. Só isso explica as defesas malucas e os frangos sem noção

  • 6. Alexandre de Santi  |  17/05/2011 às 11:46

    Excelente.

    Eu sempre disse que gosto de goleiro ruim no meu time. Deixa a zaga ligadaça e a direção esperta na busca por reforços defensivos.

    Vejam o Grêmio. Tem um excelente goleiro, mas daí economiza em zagueiros.

  • 7. Cícero  |  17/05/2011 às 11:47

    #4

    Só se fosse o Fernando Henrique. Pro Berna não serve. Ele tem nome de goleiro daquela região da alemã maluca, ou coisa assim. Não merece ganhar nenhum título aqui na América do Sul

  • 8. Cícero  |  17/05/2011 às 11:48

    #6

    a teoria do goleiro ruim serve pro Barcelona. Veja o que eles tem no gol PINTO e VALDES

  • 9. Cícero  |  17/05/2011 às 11:48

    matando serviço.

  • 10. Paul  |  17/05/2011 às 12:04

    Sensacional.

  • 11. Mandioca  |  17/05/2011 às 12:05

    Júlio César e os goleiros do Autônomos FC discordam desse texto.

  • 12. Alexandre N.  |  17/05/2011 às 12:15

    #7

    Pergunta: Brasileiro vale nessa parada aí que você disse? rs…

  • 13. Lucas Cavalheiro  |  17/05/2011 às 12:24

    Nenhum sentido.

    Genial.

  • 14. Sancho  |  17/05/2011 às 12:30

    Se olharem bem, este texto vem acima de outros que falam, na seqüência, do frango do arqueiro do River, do frango do goleiro do Corinthians, e do frango do guarda-metas colorado.

    Festival de penas do final de semana!

  • 15. Sancho  |  17/05/2011 às 12:31

    Para o Kibeloco, Botafogo e Atlético Mineiro não são grandes:
    http://kibeloco.com.br/platb/kibeloco/2011/05/17/domingao-do-zebrao/

    Evidentemente, Vasco e Santos ainda não dançaram.

  • 16. Anônimo  |  17/05/2011 às 12:36

    essas teses dos QÜERAS do Impedimento, que subvertem toda a lógica enfadonha da visão simplista do futebol, é que fazem esse site ser ducaralho……

  • 17. Tiago Marcon  |  17/05/2011 às 12:37

    essas teses dos QÜERAS do Impedimento, que subvertem toda a lógica enfadonha da visão simplista do futebol, é que fazem esse site ser ducaralho……

  • 18. Francisco Luz  |  17/05/2011 às 12:45

    Que tese genial.

  • 19. Anônimo  |  17/05/2011 às 12:54

    to chorando

  • 20. Godo  |  17/05/2011 às 13:00

    Fantástico, Prestes, fantástico.

  • 21. Álisson  |  17/05/2011 às 13:09

    Genial Prestes, ducarilho!

    Tese completamente non sense mas cheia de exemplos que fazem todo o sentido. Impedimento sobrevive ao deserto da crônica esportiva brasileira.

  • 22. Natusch  |  17/05/2011 às 13:39

    Como gremista, lamento profundamente que esse texto tenha sido escrito. Afinal, trata-se da mais pura e límpida expressão da verdade.

  • 23. Gustavo Santista  |  17/05/2011 às 14:11

    Amigos, eu como torcedor do Santos Futebol Clube posso dizer que somos precursores dessa tradição com o frangueiro histórico Gilmar dos Santos Neves.

    É bem por aí. E a antiga direção do Santos bem que se esforçou nesse quesito, trazendo Henao, Doni e revelando Júlio Sérgio para disputas de Libertadores.

  • 24. Fernando Cesarotti  |  17/05/2011 às 14:40

    Rá, nenhum sentido e todo o sentido.
    Ô Alexandre, quem foi o infeliz que disse que o Berna serve pra ser goleiro? E em Libertadores, ainda por cima? Nem DIGNIDADE pra tomar frangos épicos ele tem, são só aquelas “semi-falhas”, saídas incertas do gol, nada tão STYLE como fez o Renan.
    E no Gilmar o Gustavo exagerou. Era um baita goleiro, que eventualmente falhava, mas jamais pode ser chamado de frangueiro.

  • 25. Lol  |  17/05/2011 às 14:47

    maior frangueiro com projecao que vi jogar foi waldir peres.

  • 26. Gabriel Severo  |  17/05/2011 às 15:29

    Esse Abbondanzieri, um dos maiores VULTOS da história da sudamerica debaixo dos paus jogou no meu time.

    Sensacional, vi ele reverter um pênalti.

  • 27. Vizzotto (Goleiro)  |  17/05/2011 às 15:38

    A ImpedCopa só COMPROVA a tese do Prestes!!

    EXCELENTE, Prestes!! Excelente!!

  • 28. Alexandre N.  |  17/05/2011 às 15:42

    #24 (que merda, hein? rs)

    Estava falando de um modo geral. O que eu posso fazer se a preparação de goleiros do Fluminense é pifia? Acredito que os campos de pelada do Aterro do Flamengo tenham goleiros muito melhores que no Fluminense…

  • 29. Alexandre N.  |  17/05/2011 às 15:51

    Fico eu me perguntando: Como deve ser o dia seguinte ao epico dia de uma ImpedCopa?

    Será que existe algum sentido na vida após a Copa?

  • 30. Prestes  |  17/05/2011 às 16:05

    Valeu, gurizada! Eu, no alto de modéstia, tb curti pra caralho esse texto, uhdshsduasuhadasduh

    Alexandre, o dia pós-ImpedCopa é CRUEL. O cara começa a pesar loucamente na PRÓXIMA.

  • 31. Junior  |  17/05/2011 às 16:22

    Excelente texto, Prestes.
    Mas esqueceu o Marcos, que é um baita goleiro, mas quando quer “franguear”, o faz com estilo, vide a final do Mundial de 99 e a goleada que o Palmeiras levou do Vitória, entre outros exemplos.

  • 32. Wilson Farina  |  17/05/2011 às 16:28

    Genial, haha!

    Fora que depois Renan fez a dança do Kidiaba na frente da torcida gremista, contrato vitalício depois dessa!

    Agora vem cá, terça-feira já e nada do texto da Catarina sobre o titulo do Santinha?

  • 33. o velho  |  17/05/2011 às 16:31

    “Supimpa”

  • 34. Ernesto II  |  17/05/2011 às 16:34

    E a imprensa daqui não fala nada sobre isso:

    http://esportes.terra.com.br/futebol/brasileiro/2011/noticias/0,,OI5134594-EI17896,00-Ze+Roberto+relata+racismo+e+Gremio+pode+ser+denunciado.html

  • 35. arbo  |  17/05/2011 às 16:36

    junior, nunca pensou em prestigiar a impedcopa?

  • 36. Senf  |  17/05/2011 às 17:05

    Gostaria de complementar que o dulce de leche também é excluvidade no$$a. Nos pagos €uropeus näo se encontra essa preciosidade, que vai muito bem com uma polegada de espessura sobre um queijo minas.

  • 37. Junior  |  17/05/2011 às 17:05

    Arbo, não posso jogar bola por um tempo (jogar eu nunca joguei, só corro, ushjfsd). Aí é muita tortura ficar olhando os outros jogarem. Deve ser como se sente um diabético em uma confeitaria.

  • 38. Camilo C.E.O.  |  17/05/2011 às 17:10

    Genial[3], Prestes.

    Só espero que os goleiros da Impedcopa não adoptem a estratégia.

  • 39. emedinapf  |  17/05/2011 às 17:20

    #34
    Papo xarope!

  • 40. Ernesto II  |  17/05/2011 às 17:30

    Sim, racismo é xarope. Legal é fingir que não existe. Braziuuuuu!

  • 41. Carlos  |  17/05/2011 às 17:35

    #40
    Racismo tb é ficar pra lá e pra cá chamando de judeu de forma pejorativa.

  • 42. Henrique [GFBPA]  |  17/05/2011 às 17:36

    Falando em racismo, saiu o grupinho do Juventude na série D: Cruzeiro-PoA, Brusque-SC, Metropolitano-SC e Cianorte-PR.

    Ceramica que se fu… com Oeste-SP, Cene-MS, Mirassol-SP e Operário-PR.

  • 43. Emedinapf  |  17/05/2011 às 18:28

    Racismo eh intoleravel! Mas este papo aqui no impedimento ja mereceu inumeros debates. Acho absurdo este papo de “macaco”, mas chega! Dar ibope para este pessoal nao esta com nada. Ademais, existe uma generalizacao que todo gremista eh racista, o que esta longe da verdade.

  • 44. Luciano  |  17/05/2011 às 18:34

    #34
    Retroquem o mascote, então, pra fazer sentido.

  • 45. Ricardo  |  17/05/2011 às 18:43

    Para eu, que jogarei de goleiro na Impedcopa, esse texto é um alento.

  • 46. Rafael L  |  17/05/2011 às 18:52

    Mas qual a diferença entre FRANGO e FALHA?

    e o articulista refere-se a qual das duas modalidades?

  • 47. dante  |  17/05/2011 às 19:51

    hahahaha

    justificar que os gremistas gritam “macaco imundo” pro zé roberto porque “macaco é o mascote do inter” é muito, mas MUITO ridículo.

    arranjem outra, essa desculpa é deprimente.

    ou gritem SACI.

  • 48. Gerhardt  |  17/05/2011 às 19:59

    aqui está o ponto EMEDINAPF, na sua sua frase

    “Ademais, existe uma generalizacao que todo gremista eh racista, o que esta longe da verdade.”

    a construção dela não conseguiu passar a idéia correta da PROPORÇÃO dos racistas dentro da torcida do gremio.

    acho q essa é a idéia central, cada vez q vem a tona essa discussão ou algum fato como esse do zé, carioca e sem conhecimento dessas bandas.

    se fosse vestido de BOTA, ele nao teria ouvido o canto, falaserio.

  • 49. Gerhardt  |  17/05/2011 às 20:05

    ops, esqueci de concluir, querem e vão conseguir um dia ferrar o tricolor por causa disso.

    sujeitinhos odiosos como o tal siegman entrariam com tudo numa brecha dessas.

    gerar esse tipo de noticia é sempre muito rentavel, principalmente qndo a “justiça” do pais precisa mostrar serviço.

    vao pegar o gremio, um dia vao.

  • 50. FERN  |  17/05/2011 às 20:24

    ótimo, o japão ñ jogará a copa américa 2011
    no seu lugar virá a costa rica…

  • 51. Ernesto II  |  17/05/2011 às 20:35

    “querem e vão conseguir um dia ferrar o tricolor por causa disso.”

    Há uma forma simples de impedir isso. Basta que a direção do Grêmio puna os racistas. Senão vai continuar acontecendo em todo Gre-Nal, já é uma rotina nojenta e débil.

  • 52. Zé Carlos  |  17/05/2011 às 20:54

    Frangueiro esse Renan, assim como esse brasileiro vai ser dificil de assistir os jogos, tá brabo a coisa

  • 53. Carlos  |  17/05/2011 às 20:59

    Seja quem for esse Ernesto (I, II) fake, não importa, só te digo uma coisa: Primeiro TU deixa de ser racista (vive falando de judeu aqui) e depois a gente conversa.

    E outra, conheço muito, mas MUITO mesmo gramadense e canelense, colorado até a medula q é podre de racista…

    Generalização SEMPRE é idiota.

  • 54. ramonzito  |  17/05/2011 às 21:54

    Mais frangos, pelo bem do futebol!

  • 55. Norteña  |  17/05/2011 às 21:58

    Bah, este painho de racista aqui no impedimento não dá, né.

    Tenho um irmão que é colorado e chamo ele de macaco, assim como muitos amigos meus me chama de alemão batata, chucrute e coisas deste tipo e tudo na boa.

    Este sigman, como todo juiz, se acha um verdadeiro deus, quem trabalha no dia a dia dentro da justiça sabe o que é atuara a empáfia de sujeitos como ele.

  • 56. El Cañestro  |  17/05/2011 às 22:33

    No ês malo texto, pero falha misserablemente al inorar la culpa de los verdaderos responsábiles por mutchos dessos pojos.Puden les tecer loas, pero, para mi, estan entre los más nefastos elemientos de fúbol moderno.

    Refírome a los trenadores de arqueros. Desde treinta anhos atrás, essos tipos ensenham a los arqueros como jamás, sob ninguna hipôtesse, segurar la pelota con las manos. Ejos tienen de socala, espalmala, guelpeala, cortala ou furála con sus prôprias unhas, pero nunca segurala. Los arqueros toman guelos a grossas, esparcen pânico e terror entre la defensa e los torcedores, traumatissan tênicos, dirirrentes, roperos, rardineros e nutricionistas todo santo ruego, simplesmente porque están proibidos pelos malditos trenadores de segurar la pelota.

    Quando la rustiça finalmente jegar a esso país, los trenadores de arqueros serán la segunda turma enviada al paredón. Escriban.

  • 57. Luiz  |  17/05/2011 às 22:36

    Se eu, que não sou negro, tive que ouvir a vida toda que o meu time, o Inter, é time de “negrão” (pejorativamente!) não achar que existe uma característica racista na torcida do grêmio, então tô loco.
    Esta tática gremista de ficar negando até a exaustão uma coisa que está ligada ao imaginário coletivo um dia vai fazer água.
    Veja bem, não estou dizendo que os gremistas são racistas, mas boa parte da sua torcida, em tempos não muito distantes, tinha um comportamento nada defensável.
    Cabe ao grêmio desfazer esta imagem. Não sei como, mas seria bom para todos nós.

  • 58. Luiz  |  17/05/2011 às 22:39

    E mais, somente quem sofre o racismo pode julgar algum ato deste tipo. Não posso eu julgar, pois não fui eu que sofri a agressão.
    Mas, como o Cacalo, dizer que o Zé Robert está inventando, aí não dá. Menos, bem menos.

  • 59. Luiz  |  17/05/2011 às 22:42

    Ou quem sabe, experimentem chamar um negro com a camiseta do grêmio, assim na rua, de macaco….

  • 60. júnior viçosa  |  17/05/2011 às 22:49

    ssssshhhhhhh

  • 61. col  |  17/05/2011 às 23:22

    Show de frango!

  • 62. Ernesto II  |  17/05/2011 às 23:57

    Sou outro Ernesto. Mas faz o teu papel, sempre de ser incoerente e desviar o assunto, faz.

  • 63. Sancho  |  18/05/2011 às 00:06

    Eu estava nas cadeiras do Olímpico, e não percebi nada contra o Zé Roberto.

    Mas já presenciei dois casos de racismo: um cidadão que não conheço, certa vez, na maior cara-de-pau, do nada, se virou para mim e disse que o problema do time era ter negros demais (me segurei para não bater no velho, mas deu vontade); num Gre-Nal da década de 90, um jogador loiro do Inter dirigiu-se o vestiário ao som de “Macaco”, e um senhor ao meu lado comenta que “branco é o Beto, decerto”.

  • 64. dante  |  18/05/2011 às 00:45

    percebam que não estou dizendo que houve racismo ou que os gremistas são racistas blablabla, nada disso.

    estou dizendo que esse papo de “não é ofensa porque o mascote do inter é um macaco” é coisa de FROUXO.

    que sejam homens pra assumir, pelo menos.

    ou mais criativos na desculpinha.

  • 65. Sancho  |  18/05/2011 às 00:55

    re 64

    De novo? Que adianta argumentar, Dante? Para ti, sou racista quando digo que na família da minha mãe todos são macacos, que meus dois afilhados são macacos (o que é verdade, aliás), etc.Só colorado pode se intitular macaco. Se vier de gremista é sempre racismo…

  • 66. douglasceconello  |  18/05/2011 às 00:55

    Depois deste belíssimo texto do Prestes, fiquei aqui pensando nas inúmeras alegrias CIRCENSES que Clemer e Bolívar nos deram.

    Reparem que o Clemer sempre se levantava depois do frango fazendo gestos e cobrando algo de qualquer um que estivesse perto, mesmo que fosse um tiro de meta do adversário que tivesse passado debaixo das suas pernas. Provavelmente reclamando do EXU MARMOTA.

    É preciso muita coragem pra fazer isso. Coisa linda.

  • 67. Gerhardt  |  18/05/2011 às 01:46

    Dante dantesco.

    esse negocio de ser homem ou ser frouxo não tem nada a ver com o lance do mascote.

    O mascote sendo aceito, como faixas, bonecos e até mesmo silêncio, como foi até hj, com raras exceções q se enquadram em outra situação, OFICIALIZA o termo como rotineiro e como folclore do futebol, q, diga-se de passagem, pode ser usado como MARKETING, coisa aliás se não estou enganado, chegou a ser aventado pelos vermelhos.

    Considero a priori, como o PORCO para os palmeirenses, não tão jocoso quanto GAMBAS.
    Temos o GALO, temos o LEÃO.
    Nada mais.

    A origem é racista, mas não é mais. Muitas crianças e adolescentes desconhecem essa maldade, a gigantesca maioria não deve sequer ter se perguntado pq chamam os colorados de macacos.

    Isso apenas virou sinônimo depreciativo para a palavra COLORADO. Simples assim, assim como coloridas, etc.
    Assim como os colorados devem ter para chamar os gremistas, gazelas, tricolinas etc.

    Isso se chama FILHADAPUTICE SIEGMANIANA.
    O q esse cara representa ser e o modus operandi dele, esses sim criminalizam o esporte.

    Esse cara é violento e ele tá com gana de ferrar o gremio, seja como for, em q peso for, justo ou não. Ele exacerba oficialmente a paixão do torcedor. Isso é muito ruim.

  • 68. Kadu  |  18/05/2011 às 02:22

    O pior é que a tática do frango funciona. Até hoje tenho pesadelos com o gol que o ALEX DIAS perdeu, logo após o frango do Clêmer. Se ele não tivesse frangado, não teria renovado as minhas esperanças no final do jogo, e a derrota não teria sido tão frustrante. Desgraçado…

  • 69. J Petry  |  18/05/2011 às 07:11

    Não, não! Se esconder atrás do fato de que o Inter adotou um macaquinho como segundo mascote (o primeiro continua sendo o Saci) é muito feio. Se a origem do termo é racista, isso é mais do que motivo para evitá-lo.

  • 70. Sancho  |  18/05/2011 às 08:22

    Re 67, 69

    Para um gremista, “colorado” já é depreciativo.

    O “macaco”, mais do que racista, nasceu de um sentimento de inveja e inferioridade. A época do Rolo Compressor foi a pior de todos os tempos para o Grêmio. O que passamos hoje é FICHA perto daquilo. Aí, surgiu essa ofensa.

    E, buenas, o apelido pegou. Um gremista aprende que colorado=co-irmão=vermelho=macaco=amargo(essa é nova)=eles desde cedo. Se o cidadão aprende racismo em casa, levará o “macaco” para esse lado. Se não é, não verá no apelido essa conotação.

    O Henrique acordou. Volto quando puder com exemplos.

    Abraço.

    P.S.: E eu adotaria a gazela como mascote sem problemas.

  • 71. jo  |  18/05/2011 às 08:40

    Voltamos ao local do crime : já virou praxe , em grenais no Olimpico , uma parte das sociais(sócios do clube azenhista) chamar de macacos os jogadores colorados (teve uma época que cantarolavam macaco imundo) .O Zé não é da aldeia e se impressionou mas a verdade , doa a quem doer , que o último clube no Brasil a aceitar negros tem que ficar quietinho quando se fala de racismo ou , quem sabe , tenha muito o que explicar…

  • 72. dante  |  18/05/2011 às 08:47

    sancho, eu não acho que tu seja racista, nem te conheço direito!

    talvez FRANGUEIRO, mas não racista. uhuhuhuhuh

  • 73. Carlos  |  18/05/2011 às 09:07

    ok, ok, ok.

    Vamos fundar então a TOKKK

    Torcida organizada klu klux klan.

    Somos racistas…uuuuuuuuuuuuuuu
    Somos nazistas…uuuuuuuuuuuuuu

    que medoooooooooooo

    cuidado com os gremistas, comem criancinhas.

    Colorados coitadinhos.

    uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

  • 74. Tulio  |  18/05/2011 às 09:08

    A desculpa do mascote é valida.

    Seria a mesma coisa se os colorados vissem o Lins aquecendo e gritassem:

    – Seu mosqueteiro!

    Da no mesmo… Ou não?

  • 75. dante  |  18/05/2011 às 09:34

    não.

  • 76. Carlos  |  18/05/2011 às 09:39

    Uma pergunta:
    Em 2009, num jogo do gremio na liber, acho q na colombia, sei lá, havia uma enorme faixa azul, preta e branca escrita coligay.

    Os colorados vivem chamando os gremistas de gazela, gaymio e outras merdas.

    Pergunto: isso não seria caso de homofobia? Homofobia, racismo, nazismo, etc etc não são coisas iguais ou ao menos parecidas?

    Pq lembro na epoca q a tal faixa foi considerada sensacional por todos aqui.

  • 77. dante  |  18/05/2011 às 09:50

    “Pergunto: isso não seria caso de homofobia?”

    sim.

  • 78. Vinicius  |  18/05/2011 às 10:22

    A verdade é que os gritos foram exclusivos a um jogador negro que aquecia em frente a torcida.

    Fosse o Nei naquela situação a torcida gremista nao teria entoado o cãntico Macaco, exclusivo a um jogador negro naquele momento. Se fosse o Damião ali também não gritariam Macaco.

    Não houve generalização, como todo estádio gritando macaco.
    Houve sim um caso isolado, E BEM DEFINIDO.
    O cantico era exclusivo a um jogador negro do Internacional.

    Para mim não há dúvidas que houve precoceito naquela situação.

  • 79. Carlos  |  18/05/2011 às 10:31

    Então pq na época toda a coloradagi achou sensacional…maravilhoso, etc etc…

    E agora estão nesse mimimi todo?

  • 80. dante  |  18/05/2011 às 10:42

    porque, como todo ser humano, também há colorados idiotas. [eu inclusive, talvez]

    só não dá pra justificar um erro pelo outro.

  • 81. Carlos  |  18/05/2011 às 10:47

    Repito, dante (malandrinho).

    Aquela vez NENHUMA VOZ da justiça, da igualdade, fraternidade, etc etc do lado vermelho falou nada.

    Agora…nossa….o tal siegmannn chamando toda a torcida gremista de nazista, neofacistas, racistas, etc etc…..q coisa, não?

  • 82. dante  |  18/05/2011 às 11:02

    bom, não posso falar por esse sujeito, né? nem conheço ele.

    falo por mim.

  • 83. J Petry  |  18/05/2011 às 11:30

    A faixa “Coligay” é boba e meio sem graça. O sensacional, na época, foi ela aparecer lá na Venezuela!

  • 84. Carlos  |  18/05/2011 às 11:32

    Hipocrisia do caralho.

  • 85. Sancho  |  18/05/2011 às 11:48

    re 78

    Se fosse o Nei e o Damião seria diferente é uma presunção sua. Eu presenciei o contrário num Gre-Nal. O ano eu não lembro, era 1997 ou 1998, mas o jogador era o volante Ânderson. Uma foto dele aqui: http://zerohora.clicrbs.com.br/especial/rs/segundocaderno/19,0,2776279,Criciuma-acerta-com-experiente-volante-Anderson-ex-Inter.html

  • 86. Sancho  |  18/05/2011 às 11:50

    Compl. 85

    Contei a história no 63 acima.

  • 87. Sancho  |  18/05/2011 às 11:51

    Re 72

    Este texto do Prestes é também em minha homenagem.

    Eu sou menos ruim no gol. Acredite!

  • 88. Luciano  |  18/05/2011 às 12:09

    #64
    Coisa de frouxo é ter vergonha do mascote original e criar um novo.
    Ou tu não sabe que o “batalhador” Siegman foi quem atribui imagem de deficiente e viciado ao saci? Pra isso criaram, ai, o morangotango.
    A torcida do inter só assumiu o apelido (agora mascote) depois que deixou de ser do povo.
    Quando acabaram com a coréia e elitizaram o clube. Agora somos macacos!
    Quem bom que assumiram o apelido, até para não mais se ofenderem.
    O viado do vôlei só se sentiu ofendido pq, pasmem, é viado!
    E se fosse hétero, sendo ofendido por um bando de viado, haveria discriminação? Na verdade haveria, só que com certeza não se sentiria ofendido. Ou tu te sentiria?

  • 89. Caue Fonseca  |  18/05/2011 às 12:11

    Sugiro a mesma homenagem que sugeri para Grêmio com o Galatto em 2005: empalhar o Renan ali na Padre Cacique.

  • 90. Gerhardt  |  18/05/2011 às 12:16

    o problema é q a midia nacional, apresentadores vagabundos de programas esportivos, comentaristas com espaço, podem e vão citar uma hora:

    -“GENTE, DE NOVO O GRÊMIO, TEM ALGUMA COISA ERRADA NISSO”-

    isso tudo com aquela malandragem fodedora, mesmo que seja para ficar de cantinho na mente. isso nao vai acabar bem.

    e eles sempre falam, ah, são uns poucos, é isolado.

    mas é recorrente.

    quando a pecha pega nao sai.

    putz. SIEG é vitorioso em alemon. VITORIO E VITORIOSO, isso é mau agouro cacete.

  • 91. João Batista Mezzomo  |  18/05/2011 às 13:28

    Não sei como é no Beira Rio pois não costumo ir. No olímpico eu acho revoltante uns palhaços ficarem imitando macaco quando vai entrar ou sair um jogador negro, seja que time for. Isso só me tira a vontade de ir ao estádio, pois é de muito baixo nível. Não faço nada, pois não tenho vocação pra martir ou heroi, mas minha vontade é dizer pra calarem a boca, pois são MUITO ignorantes. E vão acabar prejudicando o Gremio.
    Tudo bem, imbecis ignorantes tem em todo o lugar, mas a direção deveria fazer alguma coisa. Até para que a maioria se sinta autorizada e desaprovar isso.

  • 92. dante  |  18/05/2011 às 13:41

    #88:

    cara, tu não sabe nada sobre a história do inter.

    obrigado por ser gremista.

  • 93. Luciano  |  18/05/2011 às 14:27

    #92
    Não tem por onde.
    Quanto à história do inter, só relato o que presenciei. O resto deixo pro Lupicínio contar.

  • 94. dante  |  18/05/2011 às 14:35

    http://jamesmollison.com/project_apes.php

  • 95. arbo  |  18/05/2011 às 16:40

    eu estava do outro lado da social, longe do banco do inter, não ouvi os gritos pro zé, mas acredito totalmente, é claro, já vi esses gritos q o mezzomo mencionou no #91.
    é patético. como A MAIORIA DOS SERES HUMANOS, preconceito é bengala.
    q aconteça na torcida do grêmio me entristece MAIS (mas é uma bobagem q entristeça mais, pois a questão toda é mto superior – ainda q bastante gasta né? mas o q vamos fazer, ignorância impera, piadas repetidas imperam, piadas fracas e/ou sem qq sentido imperam).
    não há desculpa pra fazer o q fizeram.
    e, até onde eu sei, reiteradamente são feitas campanhas contra racismo nos estádios (vejo-as seguidamente no olímpico), mas está claro q ela são insuficientes, embora mto válidas. só com educação e mtos anos tropeçando na bengala…

  • 96. arbo  |  18/05/2011 às 16:42

    elaS são

  • 97. arbo  |  18/05/2011 às 17:16

    “P.S.: E eu adotaria a gazela como mascote sem problemas.”
    NOT

    e, veja, é só uma opinião minha. no entanto, eu não posso pensar só por mim. sancho, tu pode não usar (sei q não usa) o termo no sentido pejorativo (e nem farei a pergunta: será q não deveríamos levar em conta a raiz do termo, como apontou o petry?), mas mta gente usa e, principalmente, mta gente se ofende. “mta gente se ofende” me parece ser um bom argumento – um argumento q parece definitivo.

    em tempo: canto “chora macaco imundo q nunca ganhou de ninguém”. tentem explicar. são duas besteiras juntas. é só por cantar CONTRA o inter, sem pensar. mas a bobagem novíssima do “falcão é gay”, me nego a cantar; ou aquela viagem de cocaína e lsd. tentem explicar.
    [porra, não se faz mais um canto q preste? volllllta, GRÊEEEEEEEEEMIOOOOOOO, GRÊEEEEEEMIOOOOOOOO]

  • 98. arbo  |  18/05/2011 às 17:39

    ah, sim, essa outra q o sancho falou é nova pra mim: AMARGO=COLORADO.
    hã?
    ou tô por fora ou isso é apenas uma má interpretação do “quem não canta é amargo”

  • 99. dante  |  18/05/2011 às 17:41

    “‘mta gente se ofende’ me parece ser um bom argumento – um argumento q parece definitivo.”

    é isso. é EXATAMENTE isso.

    mas ok, querem impedir que as pessoas se ofendam.

    tá bom, então.

  • 100. FERN  |  18/05/2011 às 18:58

    “P.S.: E eu adotaria a gazela como mascote sem problemas.”

    arbo, o sancho eh hincha dos springboks… ushushuaushaushaush

    só pode, né

  • 101. FERN  |  18/05/2011 às 19:08

    e quanto a AMARGURA, so eh menor que a do diablo…

  • 102. Ernesto II  |  18/05/2011 às 19:08

    Todos sabemos que 99, 9% da torcida do Grêmio não é racista. Qual o problema dos gremistas aceitarem que houve ofensas racistas ao Zé Roberto? Essa história de que o Inter adota o macaco e por isso chamar um jogador negro de macaco não é racismo é muito simplória. Parabéns aos gremistas João Batista e Arbo pela dignidade de suas respostas. Vocês orgulham uma instituição centenária e tradicional como o Grêmio. Algumas pessoas são viciadas no clubismo. Não estamos discutindo Grêmio e Inter, mas uma coisa muito mais importante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • Esse time do Brasil lembra bastante aquela seleção que venceu a Copa do Mundo na Rússia em 2018. (dsclp) 2 days ago
  • Otamendi é a versão jogador de futebol do que o Dunga é entre os treinadores. A gente não sabe como chegou lá, mas deram chance pro homem. 2 days ago
  • A única conclusão da noite é que a Liga Chinesa é mais forte que o Campeonato Francês. 2 days ago
  • Quem disse que vindo futebol chinês não pode ser titular da Seleção nunca? (apagando tweets antigos freneticamente) 2 days ago
  • Vai ser difícil ganhar da gente ano que vem™ 2 days ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: