“Quero sentar no banco e ver um espetáculo”

04/05/2011 at 23:44 147 comentários

Precisava do frio. Precisava chegar o início da neblina que acossará a manhã de Porto Alegre, o vento gelado da beira do Guaíba, o barulho apressado das rodas dos carros em alta velocidade no asfalto, de torcedores tentando aplacar em quilômetros por hora a vergonha de ter de chegar em casa e explicar para os filhos que sim, seu time está fora da Copa Libertadores da América. O Inter, campeão da Copa Libertadores de 2010, terá que mandar a taça que reside no Beira-Rio de SEDEX para algum lugar da América. Isso por que seu time foi incompetente para segurar uma cômoda vantagem, com um treinador que demonstrou com todas as letras por que jamais chegou sequer perto de uma Taça Libertadores.

O Inter de Falcão cometeu todos os erros básicos que um time pode cometer ao disputar a Copa – a ausência de concentração em momentos decisivos, a desorganização na hora de reverter a desvantagem e, especialmente, a incapacidade de aproveitar ao máximo uma situação que lhe é favorável. O Inter foi incompetente ao não matar o jogo nos cerca de 60 minutos, entre o empate no estádio Centenário e a vitória de um gol marcado por Oscar que lhe dava a classificação. No Beira-Rio, especialmente, o Inter tinha uma posse de bola muito superior, quase o Barcelona que Falcão tanto almeja ter diante de si no Gigante. O ‘futebol espetáculo’. O ‘quero sentar na beira do campo e me divertir’. Deve ser muito divertido ver o Inter ter a bola o tempo todo e não ter sequer uma finalização a gol. Depender de lampejos individuais, como o gol de Oscar. Não saber municiar seu centroavante, não saber chegar à meta adversária, não agredir, não suplantar uma defesa que até mesmo o ataque do El Tanque Sisley conseguiu suplantar.

A diversão de Paulo Roberto Falcão parecia completa até o momento em que o Inter foi para o vestiário. Sabemos, nos momentos de ‘show do intervalo’, o que é o discurso de Paulo Roberto Falcão quando a bola para: um discurso modorrento, uma pachorra, uma frieza, uma falta de espírito que em nada condiz com a chance de conquistar a América pela terceira vez. Muito provavelmente esse discurso perdedor combinou com a falta absoluta de atenção da zaga, personalizada em Bolívar, o homem que deixou Martinuccio andar 859 metros a trote e arrematar ao gol; e Rodrigo, o homem que não foi capaz de manter um bom emprego no Estádio Olímpico e que foi igualmente incapaz de saltar mais do que 2,3 centímetros, permitindo a Juan Manuel Olivera, competente centroavante da Universidad do Chile em 2009, marcar o gol que eliminou o Internacional.

O que se viu depois foi um show interminável de horrores, passando pela briga em campo de D’Alessandro e Rafael Sobis, com capítulos na incapacidade ofensiva do Internacional, com um prólogo na tentativa de entrada de Tinga e Rafael Sobis para uma suposta mística que só Abel Braga poderia trazer e com um epílogo na tentativa de Ricardo Goulart de chegar ao gol. Ricardo Goulart, o homem que não conseguiu decidir uma partida do time B contra o Cruzeiro de Porto Alegre, ainda em fevereiro, enquanto Paulo Roberto Falcão provavelmente jogava tênis no seu condomínio de luxo.

É um sonho que acabou.

Será que o grande Inter dos anos 2000 acabou?

Até a vitória,
Luís Felipe dos Santos

Anúncios

Entry filed under: Libertadores.

Feitiço da Vila Só para lembrar

147 Comentários Add your own

  • 1. Neco Müller  |  04/05/2011 às 23:49

    MEDIOCRIDADE VÁ AO PARQUE OU AO CINEMA OU NAMORAR, OU O QUE QUISER, MAS NÃO VÁ AO GRE NAL DA MEDIOCRIDADE.

  • 2. Cícero  |  04/05/2011 às 23:54

    Eu não vi o segundo tempo. Eu não posso dizer uma análise sobre o jogo completo, mas posso dizer com toda certeza que o salto tá MUITO ALTO.

  • 3. Caue Fonseca  |  04/05/2011 às 23:57

    Algo deve estar errado comigo. Meu time acabou de ser eliminado da Libertadores e eu não consigo parar de rir…

  • 4. Gerhardt  |  04/05/2011 às 23:59

    na caça as bruxas nao da para dizer q o gauchão, e por conseguinte, noveleto, com a benção da inépcia gerencial da dupla, tbm são culpados?

    o maledeto gauchao teve 500 jogos, teve jogo com chuva em campo sintetico q tirou os 2 principais jogadores do gremio….

    nao pode ser só coincidencia, qndo vitor sai, o gremio vai ladeira abaixo.

    por deus, emprestem GROHE pra varzea leopoldense, lá ele vao cagar ele a pau pelo menos

  • 5. Tulio  |  05/05/2011 às 00:00

    Torcida gre-nal protestando junta no domingo?

  • 6. Gerhardt  |  05/05/2011 às 00:01

    esse fdp do AVM tem q ser capado, pra voz afinar e combinar com o conhecimento dele sobre futebol

  • 7. Gerhardt  |  05/05/2011 às 00:02

    pra quem nao ta ouvindo, Odone acaba de culpar JONAS por tudo.

  • 8. Serramalte Extra  |  05/05/2011 às 00:06

    7 falta ESPELHO na sala da direção do Grêmio, pqp

    e o Falcão fez com o inter o que ele sabe, através da única experiência dele como treinador: um time mexicano.

  • 9. Frank  |  05/05/2011 às 00:07

    Mandem o Renato treinar o Grêmio Jaciara e o Falcão treinar o Inter de Limeira…

    Depois tirem metade das nabas, principalmente a defesa ridícula do Grêmio e os castellanitos do Inter…

    Daí, quem sabe, teremos um Grenal decente no domingo…

  • 10. Tulio  |  05/05/2011 às 00:07

    8

    Perfeito. Todo treinador que resolver imitar o Barcelona acaba fazendo um mexicano.

  • 11. Sancho  |  05/05/2011 às 00:10

    Odone, VAIDOSO, está possesso.

    Eu, gremista, estou resignado. O Grêmio 2011 é CARTESIANO. Tudo acontece ordenadamente. Não há surpresa. A gente quer ser surpreendido, mas não acontece.

  • 12. Sancho  |  05/05/2011 às 00:14

    É possível reverter? É. Mas, primeiro, o Grêmio tem que dar sinais que acredita. Se entrar para segurar o jogo e contar com um milagre no final, como fez, por exemplo, no Gre-Nal, as chances do plano fracassar são enormes. No clássico quase funcionou, é verdade, mas por exclusiva responsabilidade do time do vizinho em geral e do Guiñazu em particular. Dificilmente acontecerá de novo. Tem que entrar para matar o jogo de saída. Se a escalação com três marcadores no meio-de-campo se confirmar, o gremista que já se prepare para um flime de terror. Esse Renato encagaçado, que ninguém conhecia, não teria comido nem prostituta quanto mais um sem-número de mulheres (como ele alega, diga-se).

  • 13. Kadu  |  05/05/2011 às 00:15

    #8 perfeito hehehe o inter foi mexicano

    Já que o meu time (São Paulo) nem classificou, estou achando essa Libertadores MÍTICA. Estou à espera da repetição de 2004, quando o Once Caldas eliminou os Meninos da Vila nas quartas… (não quero lembrar o que aconteceu depois)

  • 14. Gerhardt  |  05/05/2011 às 00:17

    Renato cagou muito hj, mas o material é muito ruim e o DM ta cheio. Ponto. Se ele fosse com 2 meias e com Leandro, talvez o resultado fosse o mesmo, e então falaríamos q ele igualmente cagou.

    Mas olhem as caras q ele fazia a cada jogada BISONHA.

    Não teve uma bola parada, inclusive cobranças laterais, q tu possa dizer q foram executadas por um PROFISSIONAL.

    Jesus, os caras jogam bola todo dia e pelo menos uns 12 dos 17 não tem a menor condição de fazer TESTE na base do gremio. taloco

  • 15. Sancho  |  05/05/2011 às 00:17

    Re 8, 13

    O Inter está mexicano desde o título da Libertadores.

  • 16. col  |  05/05/2011 às 00:18

    A Liber ficou interessante, tah merecendo um bolao aqui no Impedimento.

    O FC sempre repugnou a idea do Falcao…

  • 17. Sancho  |  05/05/2011 às 00:18

    Re 14

    Ele não tentou. Esse é o crime…

  • 18. Pedro  |  05/05/2011 às 00:18

    Lance mais sensacional dessa rodada nonsense da Libertadores: cotevelaço do Cuca no Renteria. Ri muito.

  • 19. Tulio  |  05/05/2011 às 00:19

    O FC sempre adorou a ideia do Rodrigo…

  • 20. Pedro  |  05/05/2011 às 00:22

    Foi falado aqui 900 vezes que o Inter só toca pro lado e não faz merda nenhuma, mas alguns colorados que acreditam em Papai Noel viram nesse estilo de jogo barcelônico sem Messi sinônimo de domínio. Taí o resultado. Os gremistas nunca se enganaram com o time que tinham para torcer. Já alguns colorados…

  • 21. Ernesto  |  05/05/2011 às 00:22

    Bah, o texto até está correto. O problema é o oportunismo. Falar depois das derrotas, se tu trabalhasse num veículo de massa, já seria rotulado de INVENCIBLE, como Menotti dizia.

    Tá loco, se esse texto viesse depois da derrota com o Jaguares, vá lá.

  • 22. Gerhardt  |  05/05/2011 às 00:23

    Bá Cuca é ZICADO do parto, falaserio. Ganhar do SPORT com ele em campo em 89 é tipo um triangulo das bermudas…

  • 23. Carlos  |  05/05/2011 às 00:23

    Bah. Tá louco.

    Todo mundo morrendo abraçado.

    Final de campeonato gaúcho vai ser a mais pura melancolia. Nem sei se eu vou ver. Se tiver alguma coisa melhor pra fazer, q se foda.

  • 24. Tulio  |  05/05/2011 às 00:24

    18

    Cuca explicou que ele fez um movimento normal para segurar a bola.

    E o Didi Mocó da SporTV ficou na dúvida se é verdade…

  • 25. Cícero  |  05/05/2011 às 00:24

    VOLTA FOSSATI!

  • 26. Carlos  |  05/05/2011 às 00:25

    Olha a foto desse idiota no twitter

    Acho q é a tal moto do damião

    http://twitter.com/#!/robertosiegmann

  • 27. Gustavo Santista  |  05/05/2011 às 00:26

    Amigos, lhes questiono amistosamente:

    SANTOS É BRASIL NA LIBERTADORES?

  • 28. Gerhardt  |  05/05/2011 às 00:26

    Ernesto matou e isso é farto material para esculachos em geral e assassínio de qualquer possibilidade de sucesso e trofeu de merito para o homem q pensa morar em ROMA.

  • 29. Marimon  |  05/05/2011 às 00:26

    #20 Concordo até o “domínio”. Eu era um deles.

    O resto é um baita de um papo furado.

  • 30. Prestes  |  05/05/2011 às 00:28

    O Sancho disse tudo aí. Os problemas estruturais do time do Inter não tem relação com o Falcão: mexicanismo e, acrescento, defesa que vaza.

    Os problemas q se pode criticar o Falcão foi mexer mal.

  • 31. Gerhardt  |  05/05/2011 às 00:29

    Deve ser muito doloroso explicar essas derrotas ganhando 400 barao por mes e nós aqui paiaços de madrugada, tendo q acordar cedao para ver gilson machucar a grama

  • 32. Ernesto  |  05/05/2011 às 00:29

    O #27 não sou eu, é fake.

    #29, matei o que ?

  • 33. Gerhardt  |  05/05/2011 às 00:32

    O xara santista, umas das finais do santos nao foi contra o penarol? ta desenhado isso ai, bãi, sou penarol desde 83 hehe

  • 34. Cassol  |  05/05/2011 às 00:32

    O FUTEBOL VENCEU A FRESCURA

  • 35. Tulio  |  05/05/2011 às 00:32

    Inter B continua fazendo estrago.

    Eliminou o Fluminense e não acertou um passe…

  • 36. Gerhardt  |  05/05/2011 às 00:35

    o 21. por um chute, FALCAO nao teve uma das suas bolas depilada e lustrada o resto da noite pela imprensa bovina e divina.

  • 37. Gustavo Santista  |  05/05/2011 às 00:37

    #8 – GÊNIO.

    E sério, vocês aí no RS precisam parar de dar moral para jogador medíocre que fala castelhano. (Da mesma forma que o Santos precisa parar de dar moral pra moleque da base que passa o pé em cima da bola).

    Sobre o post, foi um misto de amarelada colorada e mística da camisa carbonera, nada mais, nada além e nada surpreendente.

  • 38. Carlos  |  05/05/2011 às 00:38

    O tal Falcão virou um mico grande….risco foda, botar ele tão pertinho de decisões…Pior q se perder esse lixo de gauchão tá fudidaço.

  • 39. Frank  |  05/05/2011 às 00:38

    E o mais engraçado é que o time considerado mais “fresco” de todos é o único que segue adiante…

    Mas como o Muricy é PÉSSIMO de mata-mata, ficará logo ali no Once Caldas, como em 2004…

  • 40. Marimon  |  05/05/2011 às 00:38

    #37 eu ia ser bem feliz se o problema do Inter fossem os castelhanos, velho.

  • 41. Mandioca  |  05/05/2011 às 00:39

    Gre-Nal, só no Ruralito.

    E Santos x Peñarol na final só se Vélez ou Estudiantes não chegarem à semi.

  • 42. Schmidt  |  05/05/2011 às 00:40

    Já? Mas… JÁ, senhor Luís Felipe dos Santos e senhores comentaristas? Puxa vida, não vão dar algum crédito ao homem de 79? Ou será que já estão prontinhos para acolher de volta o Roth? Normalmente leva 1 ano de gremio para o Roth voltar, e com essa reação parece que querem que ele quebre o ciclo e volte já.
    O Colorado está sem SORTE. Podem resmungar sobre treinador, técnica, tática e plantel até ficarem ROXOS, time sem SORTE não ganha MERDA NENHUMA.

  • 43. Frank  |  05/05/2011 às 00:40

    #38

    Por que o Falcão não usou as estratégias que tinha na ponta da língua quando comentava na Globo??

    No AR CONDICIONADO é bem mais fácil né…

  • 44. Gustavo Santista  |  05/05/2011 às 00:42

    #33 – Sim, o Bi. Com direito a jogo de volta na Vila terminando com vitória do Santos e sendo anulado por MEDO DE MORRER do árbitro e a conseguinte disputa da final nesse estádio aqui, http://www.novomilenio.inf.br/santos/lendas/h0142z.jpg

    Dá pra reconhecer?

  • 45. Gustavo Santista  |  05/05/2011 às 00:44

    # 40 – Claro, claro… É que me irrita profundamente essa adoração… Os problemas são maiores….

  • 46. Gregório  |  05/05/2011 às 00:47

    Falcão não é treinador. Falei que não confiava no cara por causa das besteiras que ele falou numa palestra que assisti. Quase fui apedrejado, principalmente pelo Ernesto.

    Hoje eu vi TODAS aquelas besteiras que ele falou, em prática. Parecia até que ele sabia de tudo que ia acontecer hoje e tava explicando, com um ano de antecedência, as razões para que tenha acontecido.

    Ora, querer jogar igual ao Barcelona!

    Esse Barcelona de hoje em dia é considerado o melhor da história do clube, algo que até os castellanitos daqui vão concordar que não é pouca bosta.

    Aí o Falcão quer montar Barcelona em uma realidade completamente diferente e com gente como Nei, Rodrigo, Kleber, Guiñazu, Andrezinho e D’Alessandro.

    Antes que me critiquem, não tô falando da capacidade ou do futebol dos caras. Só que nenhum deles tem NADA a ver com esse estilo de jogo que o Falcão quer impor.

    Isso é o mesmo que ele pegar o Barcelona e querer jogar só na bola áerea. NÃO TEM COMO DAR CERTO!

  • 47. Ernesto  |  05/05/2011 às 00:58

    Eu nunca te apedrejei otário. Também não queria esse cara. MAs simplesmente porque ele NÃO ERA TREINADOR HÁ 16 anos. Criticava o teu critério de aprovação pelo conhecimento ou não da escalação de times europeus.

    Pra mim, se ele soubesse de cor e salteado, os 20 times da espanha, os 20 da Inglaterra, fosse um ÁS das táticas, não interessa. Teve a chance, em 1993, e foi fracasso.

    Hoje de novo, e com a diferença que naquela época eu tinha 7 anos, não entendia o que era um treinador PARDAL e SEM PULSO.

  • 48. Schmidt  |  05/05/2011 às 00:58

    Azar. Prefiro o CARECÓN ao (ex)BIGODÓN, até o cú fazer bico. O CARECÓN é 79 invicto. Ele pode perder tudo que quiser, durante o tempo que quiser, que vou continuar preferindo ele ao (ex)BIGODÓN. Hoje tirei do armário uma FOLHA DA TARDE de 24 de dezembro de 79 que eu tenho guardada (única herança que o bebum do meu pai me deixou), e logo esqueci que ele tinha acabado de perder a LIBER 2011.

  • 49. Ernesto  |  05/05/2011 às 01:03

    Bom, então tu é masoquista. Se gosta de PASSADO, vai torcer pro time do MUSEU

  • 50. Frank  |  05/05/2011 às 01:03

    #48

    Ele perdeu a Liber de 80 também, lembra?

    Já o Roth é o atual campeão…

    Como técnico, Roth >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> Falcão

  • 51. Puyol  |  05/05/2011 às 01:05

    Santos, chato e copeiro (como os bocós desse blog gostam), classificado. Todos os outros *campeões da Libertadores*, eliminados das formas mais patéticas e *copeiras* do mundo. É triste ver meu Santos jogar como um se fosse um time disputando o gauchão, uma Portuguesa, um Vitória/BA, um Náutico, mas, ok, a SCHADENFREUDE de hoje não tem preço. MESMO.

    Vai, impedimento, Ceconello, LF et caterva ser Venezuela na vida.

  • 52. Paul  |  05/05/2011 às 01:06

    Ainda bem que eu só assisto a Champions…

  • 53. Puyol  |  05/05/2011 às 01:07

    Venezuela na vida

  • 54. Serramalte Extra  |  05/05/2011 às 01:08

    O mais legal é que a imprensa vai levar MESES pra chinelear o Falcão. Eles não podem admitir que um comentarista não entenda muito de futebol na PRÁTICA, né…

  • 55. Gregório  |  05/05/2011 às 01:08

    47

    Pela milésima vez digo: tu não entendeu o que falei. Mas ressalto. O PROBLEMA NÃO ERAM AS ESCALAÇÕES!

    Para pra pensar: o cara quer instalar um estilo europeu, fala em duas linhas de quatro, em Barcelona. Aí, quando fala dos tais times que, aparentemente, inspiram ele, mostra que não sabe COMO jogam, A MANEIRA que jogam, COMO os jogadores se distribuem e funcionam dentro do esquema.

    Ou seja, ele quer implantar um estilo que demonstra NÃO SABER COMO FUNCIONA!!!

    Deu pra entender?

    48

    Não entendo essa implicância com o Roth.

    Tá, o cara é ruim. Mas é igual a 95% dos treinadores brasileiros: não sabe nada de tática e mais ou menos de motivação.

    O problema, pra mim, nunca foi o Roth. É a mentalidade do time mesmo, que é campeão de fazer fiascos como os de hoje.

  • 56. Ernesto  |  05/05/2011 às 01:11

    #55, Tá meu, é a tua opinião, teu critério pra não aprovar o cara. Foi o que eu critiquei. Não critiquei a não aprovação dele como treinador, porque eu também não o queria.

    MAs tu, na desonestidade intelectual (BRAGA, Kenny) veio dizer que te apedrejei quando tu falou mal do falcão. Falei mal disso. No fim das contas, ambos estávamos corretos, por meio dos critérios diferentes, ELE NÃO É TREINADOR. Foi um ídolo dentro de campo. E DEU.

  • 57. Alexandre de Santi  |  05/05/2011 às 01:12

    Falcão fez bobagem, mas esse time do Inter não joga nada desde as finais da Liber de 2010. Faz quase um ano.

    Não é possível que Fossatti, Roth, Tite (sim, são os mesmos problemas desde a época dele) e Falcão sejam todos tão incapazes assim.

    O meio campo tem que parar de tocar a bola infinitamente. É bonito às vezes, MAS NÃO GANHA JOGO. Remember Mazembe e Peñarol.

    E a direção precisa comprar uma defesa nova. Novinha. Bolívar e Nei não dá mais. O Bolívar pode até ficar se houver alguém melhor e mais jovem para ser titular.

    E, enfim, o Peñarol é muito sensacional. Dá gosto de perder para um time assim.

  • 58. Ernesto  |  05/05/2011 às 01:13

    Só que isso foi falado há um mês atrás. Falar agora é fácil, pra não dizer outras coisas

  • 59. Ernesto  |  05/05/2011 às 01:15

    Esse comentário do #57 dá um norte para entender alguns porquês dos últimos fracassos.

  • 60. Rafael Zart  |  05/05/2011 às 01:17

    Oito tecnicos em pouco mais de quatro anos mas sempre são errados. A zaga nunca é confiável, as laterais são sempre avenidas e os atacantes isolados.
    E mesmo forrado de taças a cada derrota fazem cair o mundo, se preve o holocausto e elegem as bruxas pra Queimar.

  • 61. Ernesto  |  05/05/2011 às 01:24

    Hoje eu vi porque o apelido de REI DE ROMA. Jogar um cara às feras, como ele fez com o Goulart, era tarefa típica dos imperadores àquela época

  • 62. Marcelo Costa  |  05/05/2011 às 01:24

    A entrevista do Odone foi constrangedora. Presidente com total incapacidade de compreender o que acontece. Pior que Luiggi e Siegman também são assim. E o Vicente Martins, com esse grupo ridículo que montou, é a maior decepção do ano. Dupla Gre-Nal conhecendo a sua realidade depois de uns quatro meses jogando contra Zequinhas e Ulbras.

  • 63. Gregório  |  05/05/2011 às 01:28

    56

    Tá bom Ernesto, vamos ficar em paz. Hehehehe…

    Afinal, como tu disse, ambos concordamos que o cara não serve como treinador, mesmo que nossos motivos para tanto sejam bem diferentes.

    60

    Isso pq, mesmo o time vencendo, não convence.

    O Inter, desde 2005, mais ou menos, parece que pode vencer qualquer time do mundo, mas também parece que pode perder para qualquer time do mundo. Haja vista vencer Barcelona, Inter de Milão e perder para Mazembe e Jaguares.

    Nunca, NUNCA, dá pra saber o que esperar de um jogo do colorado. Hoje foi só mais um desses exemplos.

  • 64. Gregório  |  05/05/2011 às 01:30

    62

    Brigaremos todos pelo rebaixamento esse ano?

  • 65. Alexandre de Santi  |  05/05/2011 às 01:30

    Complementando: acho que a culpa é mais dos jogadores, desse grupo de jogadores, que adotou um padrão de jogo displicente na hora de atacar, algo que tem sido perpetuado independente do técnico. Não sabem aproveitar as oportunidades. Precisam de 20 chances de gol para fazer o primeiro. Se precisam fazer dois, então são no mínimo 40 ataques. Isso tá errado.

    Penãrol: três ataques, dois gols. Parem de achar que existe outra fórmula. Futebol é bola na rede.

    A culpa também é da direção que tem sido incapaz de formar bons defensores nas categorias de base (o Inter só promove atacantes) e também não sabe renovar a defesa. Índio e Bolívar foram campeões em 2006. É muito tempo.

    Depois vem a responsabilidade dos técnicos, que também andam fazendo muito bobagem no Inter.

  • 66. Rafa Rhoads  |  05/05/2011 às 01:34

    Demorou 2,3563867494052323 segundo para alguém fazer terra arrasada. Ano que vem tem mais, indiarada.

  • 67. Marimon  |  05/05/2011 às 01:43

    #57 melhor comentário.

  • 68. douglasceconello  |  05/05/2011 às 01:59

    AGUIRREGARAY DE TREINADOR DO INTER

    ou LUÍS FELIPE

    (mesma pessoa)

    Estou chorando e feliz, bêbado já de ressaca, não querendo dormir pra não acordar.

    Mas isso tudo é sensacional. Enganations League definha quando a Libertadores chega na finalera.

  • 69. Paul  |  05/05/2011 às 02:03

    Ninguém quer saber se tu está de ressaca ou com sono, vai escrever a crônica do jogo carcamano lazarento.

  • 70. Paul  |  05/05/2011 às 02:06

    Com carinho, Paul.

    jdhdjkhhdjkfhjahfjjkshfjksh

  • 71. douglasceconello  |  05/05/2011 às 02:10

    Não quero saber de nada. Tou muito feliz pra escrever sobre derrota.

    Mas esse bando de gente que torce pro Inter vai ter que aprender a perder e aproveitar a derrota.

    Vão ter que saber que A NOTÍCIA não forja caráter. E que o Inter perca sempre, que não se transforme numa máquina, que de vez em quando dê uma SURRA no São Paulo e que sempre apanhe e bata na cara do Grêmio, de soco e mata-cobra.

    CLUBE DE VERDADE PERDE E GANHA CHORANDO.

    E que se foda tudo mais que houver. Não se lamenta, só engole no seco.

  • 72. Gabriel Severo  |  05/05/2011 às 02:10

    E Douglas, seu filho da mãe sem costume, vai escrever. Nada como lamber as feridas com uma crônica tua.

  • 73. Gabriel Severo  |  05/05/2011 às 02:12

    E parabéns pro Noveletto e RBS que de um jeito ou de outro colaboraram pra transformar o Gauchão no MUNDIAL SIROTSKY (ns)

  • 74. Paul  |  05/05/2011 às 02:13

    Já me serviu.

  • 75. Lucian  |  05/05/2011 às 02:35

    A coisa mais non-sense não é a derrota por atacado dos times brasileiros, é aparecerem, 3 meses depois, corinthianos e sãopaulinos para tirar sarro de um campeonato que sequer conseguiram disputar.

  • 76. Wilson Farina  |  05/05/2011 às 05:57

    Ausência de concentração em momentos decisivos + incapacidade de aproveitar ao máximo uma situação que lhe é favorável + incompetente ao não matar o jogo + ter a bola o tempo todo e não ter sequer uma finalização a gol + Não saber municiar seu centroavante, não saber chegar à meta adversária, não agredir + falta de espírito que em nada condiz com a chance de conquistar a América pela terceira vez = ANDREZINHO.

    Nao q seja o unico culpado, mas confere como ninguem com todos os descritos acima, e precisa ser escurraçado logo do Beira Rio, antes q outro treinador idiota o coloque pra jogar.

    Trocar a zaga por alguem abaixo da idade de Masters do Luciano do Valle tbm seria bom.

    Gauchão, Recopa e Copa Audi, eu acredito na Triplice Coroa (to bebaço).

  • 77. KICHA  |  05/05/2011 às 07:50

    É, vim ler um texto sobre a derrota do Inter e me deparei com um #mimimi sobre o treinador colorado. Tua raiva contra o Falcão suplantou qualquer análise racional sobre o jogo, Luis Felipe, que culminou numa frase completamente infeliz no último parágrafo. Uma pena.

  • 78. KICHA  |  05/05/2011 às 07:56

    #65 Boa análise, De Santi.

  • 79. El Cañestro  |  05/05/2011 às 08:28

    Cohermanos duros demás com Falcon. La única cossa que se lo faltó fueran los míticos calçados rorros/blancos. Sin ejos, como puede la equipo se dibiertir em cantcha?

  • 80. Allan Garcia  |  05/05/2011 às 08:35

    É engraçado… Acabou o jogo e eu não fiquei triste ou chateado, só conseguia rir sozinho, talvez de nervosismo, talvez de doente que eu seja…

    Em outras épocas, essa derrota teria feito eu me jogar no arroio Luiz Rau (ns), mas agora não. Sei lá, me parece que ela era estritamente necessária para mostrar o que está errado no Inter. Só não sei se a turba que dirige o time vai ter inteligência suficiente para perceber e arregaçar as mangas. Acho que eles preferem ficar no Twitter e dar piti em entrevistas. Pena.

  • 81. Juan Carlos "Chango" Cardenas  |  05/05/2011 às 08:46

    #70 Pronto che, tu conseguiu expressar tudo o que eu tentei dizer pros meus amigos colorados por anos (e pra muito mais gente tambem), colorados tem essa mania de sair se lamentando, criticando tudo e todos (imagina se ontem, quando entraram tinga e ricardo goulart e sairam o oscar e andrezinho, o tecnico fosse o sexyroth), enfim.
    O futebol é um jogo aonde se perde mais do que ganha, a paixao se demonstra na derrota. Quando tu te acostumar a SEMPRE vencer tua paixao vai acabar e se transformar no “amor” que os europeus “tocedores de cachecol” sentem por seus times milhonarios multinacionais e multicampeões. CLARO que eu quero ver o meu time campeão SEMPRE, mas sei que numa copa são mais de 32 times atrás de UMA copa, mais de 31 ficarão amargurados pelo caminho, mesmo pensando assim, as derrotas SEMPRE doem muito.

  • 82. Ismael  |  05/05/2011 às 08:49

    Vi só o primeiro tempo e ouvi o segundo no rádio… mesmo assim, vamos lá:

    A primeira coisa, antes de mais nada: O Peñarol foi muito COPERO y PELEADOR. Se fizeram de morto o jogo inteiro, nunca saíram a morrer (a não ser no início do segundo tempo, achando a felicidade 15 SEGUNDOS depois), trancaram a entrada da área e tiveram sorte, sim senhor, aquela bola do Kleber no primeiro tempo era pra matar o jogo.

    A única (e não menos importante) MERDA do Falcão foi ter mexido mal! Sobis e Cavenaghi no banco e o cara me coloca R. Goulart ABERTO NA PONTA ESQUERDA!!! O narrador ficou meia hora – literalmente, dos 10 aos 40 do 2ºT – IMPLORANDO pro Inter jogar a bola na área e parar com o toque-toque lateral.

    Aliás, esse problema não é só do Falcão… alguém falou aí em cima, faz tempo que o time “joga bonito”. A filosofia de futebol do Inter precisa mudar ONTEM.

    Depois do jogo fiquei tentando imaginar o que aconteceria se o INOMINÁVEL estivesse na casamata, não sei se algo seria diferente. Nossa zaga é muito ingênua! Pq ninguém deu uma BOTA no Martinuccio? Bolivar não tem uma atuação destacada há muito tempo, Loko-d-ki-suco virou o centro das atenções por ter batido o último penalti no grenal, mas até agora eu não vi UM jogo seguro dele. Os dois são fracos coletiva e individualmente. Nei é Nei, ou melhor, não é uma coisa nem outra! Andrezinho está no Inter há 3 ou 4 anos e é sempre o mesmo jogador, hoje joga bem e amanhã não consegue nem correr. Não acho que a derrota de ontem passe pela qualidade dos jogadores, alguns estiveram muito abaixo do esperado, mas é bom começar a olhar o time com outros olhos.

    Enfim, perdemos! Para o Peñarol!!! E daí? Não adianta achar que está tudo errado, nenhum treinador consegue implantar suas ideias em um mês, jogando quarta e domingo! Se no final do ano o Inter não mostrar nenhuma evolução, tranquilo, deixa só o Julinho que me serve! Só não dá pra colocar TUDO na conta do Falcão. Não to defendendo, nem sei se o cara é bom, mas é preciso dar tempo pro cara trabalhar.

    E pela mãe do guarda, não me venham de novo falar em fiasco, mazembazzo, mimimi… o Peñarol foi muito foda no jogo e fez o que ninguém esperava, mas FEZ! Méritos do Aguirre e dos jogadores que acreditaram! O Inter que vá lamber suas feridas quieto e que aprenda alguma coisa com essa derrota.

  • 83. Colorado (União Bolchevista Gaúcha)  |  05/05/2011 às 08:51

    O Inter perdeu e vem protagonizando sucessivos vexames porque virou o time da burguesia. Era o time do proletariado mas a soberba burguesa o fez apoderar-se dos meios de produção que sempre condenou em sua filosofia esportiva. As contradições dialéticas punem… cedo ou tarde…

    Agora vai construir estadiozinho pra gema da burguesia portoalegrense… vai encarnar em sua nova filosofia burguesa os ideais de apropriação e exploração dos trabalhadores do esporte e do entrentenimento popular que sempre condenou em sua história popular no time do Capital sediado na Azenha… Cem mil sócios? faz-me rir… piada de líder empresário pra enganar otário. A massa popular colorada, explorada pelo patrão explorador do timeco burguesinho da Azenha, nao tem dinheiro para pagar mensalidade… o que há é cem mil plyboyzinhos, empresários e gente da mais odiosa escória burguesa enterrando dinheiro – o dinheiro que extrai do proletariado colorado – num sistema de futebol insustentável…. baseado na mais pérfuida ideologia do grande capital esportivo…

    Mas a Revolução virá… e dará as caras no Gigante da Beira-Rio… o estádio do proletariado, construido com o suor da massa operária explorada e sedenta de revolução… os culpadpos não perdem por esperar… o Povo Proletário Colorado vai cobrar dos responsáveis…

    As contradições dialéticas punem… aguardem…

    Colorado UBG

    *Che* *Cmte Marcos* *Zapata*
    hasta la victoria siempre

  • 84. Jorge Fossati  |  05/05/2011 às 08:56

    aqui se faz, aqui se paga.

  • 85. Bruno Lorenz  |  05/05/2011 às 09:07

    Assisti os melhores momentos do jogo do Inter ontem e acho que vocês tão chorando de barriga cheia. A trama de passes pelo meio deixou o inter umas três vezes na cara do gol. Só faltou um pouco de sorte e competencia na finalização.

    Enfim, é do futebol.

    ps: leiam os comentários desse post https://impedimento.wordpress.com/2011/04/29/duas-fatias-iguais-chimicurri-a-gosto/

  • 86. Cesar Cardoso  |  05/05/2011 às 09:29

    Vamos lá.

    1) É fácil demais pitacar do ar condicionado, da cabine de TV, com replays a rodo e tal. Assim, até os Paulo César Vasconcellos e Caios Ribeiros da vida se tornam grandes estrategistas. Mas na beira do campo, com o tempo correndo contra, tendo que decidir em segundos e sem replay, a conversa é outra. Espero que o Falcão tenha entendido isso.

    2) Quer jogar bonito? TENHA JOGADOR PARA TAL E JOGUE OBJETIVAMENTE. O Inter não tem nenhum dos dois. Moral da história: parecia um time mexicano, ou um time colombiano que não se chama Once Caldas.

    3) O Peñarol não é o que é de graça. Não pode deixar moribundo, tem que matar; não matou, ele vai lá e mata você.

  • 87. Carlos  |  05/05/2011 às 09:38

    Espero q a gremistagi pare de torcer por aquele time cagado do nacional.

    Eu, q sou considerado louco por torcer pro peñarol e pelo grêmio, hoje estou duplamente feliz pra caralho.

    Aguante peñarol. Esse merece ganhar essa porra!

  • 88. Cícero  |  05/05/2011 às 09:49

    “CLUBE DE VERDADE PERDE E GANHA CHORANDO.” Essa frase tinha que virar bandeira

    Ceconello teve o caráter forjado na década de 80 e 90, sabe das coisas.

  • 89. Limão  |  05/05/2011 às 09:49

    Só pra relembrar…

    32. Vinicius | 29/04/2011 às 10:09

    “O que o célebre Paulo Roberto Falcão dirige é um time ‘gaúcho’, ‘forte’, ‘de raça’ que, sem se identificar-se, por esta razão, com o futebol mais tradicional e clássico dos pentacampeões mundiais, tem um toque argentino evidente, graças a jogadores como D’Alessandro, Guiñazu e Bolatti.”

    O Inter hoje é um time com a cara da Libertadores, isso é verdade.

    O brasileiro mais preparado. Seguro fora de casa, competente em casa.
    E sempre jogando “feio”.

    Hoje a maturidade do Inter é a regularidade.. fora sempre vence por um gol, ou empata. Em casa SEMPRE vence, nunca dá show, mas SEMPRE vence.

    O Inter está igual ao Boca do inicio da década.
    Copeiro. Maroto. Malandro. Encorpado. Seguro. Capaz. Competente. Imponente. Inteligente.

    Enfim, repito, o Inter me parece muito o TIME (não o clube) do Boca de 2004, 2005, 2006, 2007. Time no sentido de jogar RAPOSAMENTE, matreiro, cancheiro.
    4 argentinos. Posse, ataca na boa.

    E ontem “apitamos” o jogo. O que o D´Ale pedia ele marcava. Falta. Umas 15.

  • 90. Tiago Marcon  |  05/05/2011 às 09:49

    Não consigo ficar pagando pau pro Peñarol…O amor é cego mesmo.
    Vamos lamber nossas feridas com sabedoria e dignidade..Os caras foram melhores, mais coperos e peleadores. Ponto.Um time sem estrelas. Talvez O Inter precise disso mesmo:menos holofotes.
    Falcão é um treinador limitado, inexperiente, sim. Mas quem era possível trazer a um mês atrás? Cassiá?

  • 91. Carlos  |  05/05/2011 às 09:55

    hahahahahahahah

    Esse 87 foi ótimo.

    Fim a megalomania colorada, pelo menos por enquanto.

  • 92. Vinicius  |  05/05/2011 às 10:25

    #87

    Aquilo que escrevi mexeu com os brios dos tricolores, hein? O Boca também foi eliminado assim. Copeiro está em copas todos os anos. O que entristece é saber que sim, somos o grupo mais PREPARADO, tínhamos mais time e perdemos. Agora o Grêmio era morte anunciada.

    Mas para que guardar na alma aquele post??? haha 🙂

    Ano que vem estaremos em mais uma Libertadores.
    Temos grupo, plantel, POUCAS coisas a arrumar. Vamos longe no Brasileiro. Sobrou a RECOPA com o imortal Independiente, e seremos copeiro contra eles. Resquícios do BI da Libertadores. Sobrou a COPA AUDI com Bayern, Barcelona e Milan. Resquícios do Mundial 2006. Sobrou o Brasileirão, e o Gauchão.

    Já o Grêmio de novo tem que se REINVENTAR. Sobrou o Gauchão e o Brasileirão, que sem grupo não se vai a lugar algum. A realidade futura gremista é TRISTE.

    Sim, continuamos megalomaníacos. Com orgulho. E realistas.

  • 93. almilano  |  05/05/2011 às 10:27

    Bah que texto amargo, tá loco LF, tem que ver isso aí. O Inter amassou o Peñarol após os 25 do segundo tempo mas a pelota nao entrou.

  • 94. Ismael  |  05/05/2011 às 10:33

    Bah Vinícius, acho que tu é FAKE GREMISTA!!!

    ahsuahsuhasuhaushaus

  • 95. Vinicius  |  05/05/2011 às 10:39

    Colorado rapaz. Não temos que fazer terra arrasada.
    se eu sou o Siegmann mando o Falcão embora hoje pelas duas trocas de ontem, que ACABARAM com o Inter.

  • 96. Limão  |  05/05/2011 às 10:55

    #90

    Eu continuo na insignificância do meu time… só coloquei esse teu post passado para contrastar com a terra arrasada de hoje…

    mas esse teu papinho ai de copero y peleador não é o que o pessoal que frequenta aqui mais critica?

  • 97. Karina  |  05/05/2011 às 11:04

    Pior é aguentar comentários idiotas como este da imprensa paulista maldita: http://tiraamaodemim.wordpress.com/

  • 98. Volkart  |  05/05/2011 às 11:05

    Outra coisa: acho que não foi bem ontem, discordo das alterações, tenho dúvidas quanto ao temperamento (acho que falta alguém gritando na lateral de campo), mas é BONITO BAGARAI ver um cara se emocionar de ser treinador de um clube, de uma maneira VERDADEIRA. Mil vezes um Falcão na casamata do que qualquer outro desses escrotos que treinaram o Inter depois do Abelão (em especial Tite e Roth).

    Fiquei com uma sensação de que o Inter vai lamber as feridas, nosso treinador vai colocar alma no time e vamos fazer frente nesse brasileiro. Me cobrem em dezembro.

  • 99. Angelo Zan  |  05/05/2011 às 11:05

    #87 – Hauhuhauhau.. calma.

    Enfim, nós temos que dar tempo ao Falcão, isso é certo.
    O Inter precisa amenizar as suas estrelas, que também já estão brigando em campo.

    É foda.
    O Internacional tem um bom time, bom plantel e um treinador que sabe muito na teoria, mas que terá de aprender como colocar suas idéias na prática.

    O Internacional tem tudo para ser ótimo, acho que dá até para ganhar o Brasileiro, mas o grupo de jogadores de hoje em dia não joga mais pelo amor, como joga a torcida, e sim joga pelo dinheiro, pelo holofote, pela fama. São poucos que tem amor a camisa.

    AGORA…se partirmos da idéia que não ganhamos porque o Falcão não sabe ganhar a Libertadores, como disseram aí, então ganharemos o Brasileiro INVICTO. Haha.

    Já dizia EXALTASAMBA:
    Muita calma nessa hora.

  • 100. Felipe o Canoense  |  05/05/2011 às 11:13

    É isso o texto sobre o jogo do Inter contra o Peñarol? Que barbaridade…

  • 101. Frank  |  05/05/2011 às 11:24

    Não se ganha Libertadores só com “JOGO BONITO”… o Renato com seu ofensivismo sem sentido e suas ovelhinhas preferidas não sabe me arrumar uma defesa, o Grêmio tá pavoroso, toda bola aérea é perigo de gol…

    Já o Falcão quer jogar como o Barcelona, mas no lugar do Messi tem o ANDREZINHO… do lado do Galvão ele sabia tudo né…

  • 102. Álisson  |  05/05/2011 às 11:36

    Tem que colocar Luigi, Siegmann, Odone e AVM em uma mala e despachar para algum lugar inóspito sem passagem de volta.

  • 103. Sancho  |  05/05/2011 às 11:38

    Re 99

    Dois jogos para ser 100% ofensivo, e ele se encagaçou, Frank. Não se é ofensivo com Vílson, Adílson e Fernando no meio…

  • 104. Rafael Zart  |  05/05/2011 às 11:55

    #63

    Agora já é de manhã, quase meio-dia, e parece que já faz uma semana isso tudo. Pra mim já é domingo, sei que existe uma grande probabilidade de derrota, mas sei que existe uma maior ainda de vitória. É assim, assim é o futebol. Quem quer certeza da vitória, que assista basquete, EUA x Japão. Sinceramente prefiro essa constante incerteza da vitória que a trancos e barrancos nos leva a tantas decisões.

  • 105. Yoda  |  05/05/2011 às 12:24

    Alguém falou aí em cima sobre a diferença entre o clube do povo versus o clube atual de 100 mil sócios ditos burgueses.

    Aparentemente não sofri com as derrotas contra Mazembe e Penharol, muito talvez por ter sido criado nos sofríveis 80/90, quando a situação era inversa.

    Acho as opiniões acima em relação à organização tática e do plantel extremamente válidas, agora:

    nós não somos Barcelona. Há uma diferença geográfica, filosófica e financeira. Elles são a referência mundial, nós só estamos longe demais das capitais.

  • 106. Frank  |  05/05/2011 às 12:25

    #101

    Mas olha a pressão em cima dele Sancho…

    Uma coisa é tu ser ofensivo com uma defesa sólida, que tu sabe que se garantirá lá atrás, mesmo nos contra-ataques… como ele não conseguiu fazer isso até agora, e certamente nem vai conseguir…

    Outra coisa é tu ser ofensivo com o Rodolfo e o Rafael Marques e o Gilson lá atrás… arriscava perder os dois jogos de goleada e daí era só pegar o avião de volta pro Rio…

  • 107. Gabriel R.  |  05/05/2011 às 12:47

    LF, não to aqui pra defender ou acusar o falcao, mas o inter teve inumeras chances de matar o jogo no primeiro tempo e não o fez, o inter tava jogando bem, tava redondinho, ate o kleber chutou bola a gol, o time tava bem. Dormiu no incio do segundo tempo (assim como dormira contra o estudiantes no ano passado) e quando viu tava precisava de mais dois gols… A copa é assim, se der uma ratiada ta fora. Nao da pra fazer terra arrasada, foi uma noite infeliz, assim como cruzeiro e fluminense… Ai que reside a magia da liber, o melhor time da competicao, que havia tomado dois gols e feito 40 perde um jogo em casa e ta fora.

  • 108. Volkart  |  05/05/2011 às 13:03

    O primeiro gaúcho eliminado da Libertadores 2011 saúda o segundo.

  • 109. Charlinho ATLETICANO-MG  |  05/05/2011 às 13:57

    aposto em velez, santos, la catolica ou penãrol levando a copa

  • 110. Anônimo  |  05/05/2011 às 14:00

    huaaa

  • 111. Mandioca  |  05/05/2011 às 14:04

    No Uruguay:

    http://www.futbol.com.uy/notdeportes_137379_1.html
    Los diarios brasileños resaltaron la mística copera y la “reaparición” de Peñarol luego de la gran victoria aurinegra de visitante en el día de ayer. El triunfo por 2 a 1 del equipo de Diego Aguirre ante el Inter provocó distintas reacciones en porto Alegre y el resto de Brasil, como se puede comprobar en la prensa.

    El Correio Do Povo, por ejemplo, comenta a modo de parodia policial que “se buscaba un equipo de amarillo y negro que tiene cinco copas de América en el armario. Estaba desaparecido del escenario internacional recientemente, pero apareció esta noche en Porto Alegre. Y cometió un crimen. Se llama Peñarol. Equipo copero, eliminó al campeón de la Libertadores al dar vuelta el partido frente a 43.000 colorados”

    escatimó elogios para el equipo aurinegro.

    “Peñarol tiene una historia, una hinchada y una camiseta maravillosas. Pero las rayas de Peñarol, en este momento del fútbol, eran de cebra uruguaya. El equipo comandado por Aguirre, tal cual reza la tradición olímpica celeste, es guerrera, nunca se rinde y depende del buen atacante Martinuccio y los cabezazos de Olivera. El Colorado tiene más recursos técnicos, opciones de banco, además de atletas acostumbrados a la Libertadores, pero no hubo ‘anti fútbol’ de Peñarol que fuera responsable del fracaso histórico. El equipo de Falcao jugó muy mal”, afirmó Birner en su sitio. “Destaco la hinchada de Peñarol: cuando el equipo estaba perdiendo no paraba de cantar. No hay nada parecido acá en Brasil”, concluyó.

  • 112. Mandioca  |  05/05/2011 às 14:05

    Ops. corrigindo:

    *El periodista Víctor Ernesto Birner, mientras tanto, fue crítico con el equipo de Porto Alegre pero no escatimó elogios para el equipo aurinegro.

  • 113. diosandri  |  05/05/2011 às 14:43

    Vejam vocês: o pequeno Uruguai, numa tacada só, estraçalhou o surto megalomaníaco portenho-tupiquim colorado.

    E de quebra, abalou o establishment do Principado dos Carecas Cabeludos da Roma Porto Alegrense.

  • 114. Olga  |  05/05/2011 às 14:55

    “CLUBE DE VERDADE PERDE E GANHA CHORANDO”

    Douglas, é isso, sua frase “é coisa de homem que sabe que futebol não é uma questão de vida ou morte. É muito mais do que isso.”

    Saudações!

  • 115. Junior  |  05/05/2011 às 15:55

    Concordo com os comentários do almilano, do Bruno Lorenz, do Gabriel R, do Felipe Canoense e os dois do Alex de Santi.
    E achei esse texto sobre o jogo muito ruim. Parece que a única responsabilidade é do Falcão. Ao contrário da maioria, não considerei errada a preferência pelo R. Goulart ao invés do Sóbis. O Sóbis não está jogando em nada há tempos, quando entrou em campo mostrou isso. Pode ser que colocar o guri seja pensamento mágico, apelar para a sorte, etc. Mas entre tentar uma coisa nova e fazer o tradicional sem audácia nenhuma (como o Tite, Fossati e Roth fazem) prefiro um treiandor que arrisque. A minha única crítica ao Falcão é justamente a entrada do Sóbis, penso que o Cavenaghi seria uma opção melhor. Mas é aquele velho negócio, sempre quem está de fora parece melhor que realmente é, vi amigos lamentando a ausência do Bruno Collaço.

  • 116. Ernesto  |  05/05/2011 às 15:57

    Vendo a gremistada comentar, fico com a sensação de que é melhor ter um time ruim pra torcer. bah, rídiculo.

    E venham pegar na minha benga AZEITADA de OLIVA com essa história de “tempo” pro Falcão.

    Canalhas, falastrões, farsantes. “amor em assumir o clube”. Chupa, negão. ME dá 10% da MONTANHA DE DINHEIRO que ele tá ganhando, e eu assumo também, com muito AMOR.

    Nunca foi treinador, já passou por aqui, já perdeu em 1993, não classificou o Japão, não teve sucesso no México, não gnahou nada com a seleção.

    E não obstante isso, ainda é um treinador sem pulso. MEdo de tirar os medalhões. Quando o Andrezinho lançou o Giuliano, contra o Estudiantes, lá, onde estavam seus detratores ?

    Oscar é o que melhor arremata ao gol, e foi sacado. A dita compactação, bla bla, ficou só no balão pra área. Megalomania é o cacete, o Internacional está virando um Gremio. Talvez também na arrogância tricolor de outrora, mas nessa PUTISSE de trazer ídolo, de abandonar critérios RACIONAIS, de admirar jogadores pelo PASSAPORTE CASTELHANO, etc.

  • 117. Rudi  |  05/05/2011 às 16:09

    não to a fim de ler nada hoje (lerei depois, de cabeça fria)

    mas vamos as minhas impressões sobre o jogo

    é jogp pra entrar nas 10 humilhações, não pelo adversário, não pelo placar, mas pela inércia do time

    Queimaram o R. Goulart, posso estar enganado, mas acho que foi o primeiro jogo dele no A, certo? Ali tinha que colocar Sóbis ou Cavanhaque, (e não tirar o oscar), o guri pode vir a ser um bom jogador, mas não tava pronto definitivamente

    Gostei apenas de UMA idéia do Falcão, que é a substituição de desespero, sacar o nei, jogar um meia aberto na direita e meter um atacante, eu já tinha pensado nisso algumas vezes faz tempo… mas ontem não deu certo
    Com Roth na mesma situação ele sacaria o Damião pra colocar o Mathias com 1×0 aos 4 do primeiro tempo, e sabe-se lá…

    Mas enfim… agora o Dilmão é obrigação.

  • 118. Fábio  |  05/05/2011 às 16:14

    O Inter perdeu, unica e exclusivamente para uma camiseta que de fato é maior que a dele, não procurem explicações técnicas e táticas para a derrota colorada, o Peñarol jogava a partida mais importante dos últimos 10 anos do clube, estavam a 7 anos sem jogar a Libertadores, era mística contra o milionário inter. Para aqueles que dizem que camisa não ganha jogo eis o principal exemplo de que estão errados, 1 gol do amarelo e outro do preto, 2 a 1 Caronero e adeus inter.

  • 119. Rubens  |  05/05/2011 às 16:19

    E aí Ernesto, e o teu centroavante? Ele é muito mais culpado que o Falcão. No jogo que mais precisavámos dele não deu um único chute em gol. E não me venham com essa desculpa que ele estava sozinho. Todos os outros jogadores do meio para a frente ao menos chutaram a gol, Andrezinho, Oscar, D’alessandro. Centroavante tem que aparecer quando o time precisa. Até o BOLLATTI chutou com perigo duaz vezes. Libertadores não é Gauchão. Qual jogo da Libertadores o rei do antecipol ganhou para o Inter? Nenhum. É um Jardel piorado. O Jardel fazia gols em todos os jogos e não só em zagueiros do Interior ou quando o jogo já está 1×0. Porra, até o Alecsandro fez gol quando o Inter precisava contra o SP e nos pôs no Mundial. E foi um gol diferente das características dele. É assim que um centroavante de time grande precisa fazer quando está marcado, fugir das suas características, fazer alguma coisa diferente. Ele devia copiar o D’Ale. Quando o jogo complicou ele foi pra ponta, entrou driblando e deu gols feitos, um pro Bollati e outro pro Tinga. É assim que um jogador do Inter deve ser. Que o Mano convoque essa lorpa desengoçada pra Copa América, a gente venda por uns 10 milhões de euros pro NAPOLI ou pro ZARAGOZA da vida e tragam com 5 milhões o Nilmar, que faz gol quando o time precisa como na final da Sulamericana.

  • 120. O Ganso e os patos  |  05/05/2011 às 16:21

    Pelero, copeador, pelero, copeador, pelero, copeador
    Pelero, copeador, pelero, copeador, pelero, copeador
    Pelero, copeador, pelero, copeador, pelero, copeador
    Pelero, copeador, pelero, copeador, pelero, copeador
    Pelero, copeador, pelero, copeador, pelero, copeador*
    Escrevam um milhão de vezes enquanto rezam pra mãe de vcs parir um argentino ou um uruguaio, porque jogador brasileiro não serve, né?
    *Disléxicos

  • 121. Junior  |  05/05/2011 às 16:22

    Rudi, o Goulart estreou e entrou bem contra o Santa Cruz, na estréia do Falcão. Era o S. Cruz, mas o Sóbis nem em Gauchão está jogando bem, a exceção foi o jogo contra o Canoas.

  • 122. J Petry  |  05/05/2011 às 16:24

    Ah, não! Culpar o Damião é o fim da várzea!
    Precisamos de um lateral direito e de um zagueiro, talvez de um melhor segundo atacante e era isso.

  • 123. PAULISTA  |  05/05/2011 às 16:28

    CHUPA COLOLARADO, CHUPA……..

  • 124. Rudi  |  05/05/2011 às 16:32

    Junior, não vi esse jogo
    mas eu acho que ontem pela importância, ´pelo adversário, pelo torneio, a primeira alteração deveria ser um jogador mais cancheiro mesmo assim…
    se o sóbis tá numa fase ruim – e tá – que se tentasse com o cavegol…
    o Ricardo Goulart não entrou mal dentro do que se propos a fazer, cair na esquerda e tentar tocar a bola pro meio em condições pra alguém… mas meu medo é terem queimado um guri de futuro

  • 125. Tulio  |  05/05/2011 às 16:47

    18

    Faltou dizer que enquanto o Damião não chutava, o grande Alecsandro fazia mais um no Vasco.

    Volta, Alecsandro!

  • 126. Junior  |  05/05/2011 às 16:50

    Eu tenho certeza que o guri não foi queimado. Ninguém vai culpá-lo pela eliminação. O Falcão o colocou (pensou eu) para corrigir um problema crônico desse time, a falta de velocidade. O time do Inter é muito lento, o Goulart ao menos fazia a transição defesa-ataque com rapidez e achei que ele iniciou algumas boas jogadas que os outros jogadores não deram continuação. E concordo contigo em relação ao Cavenaghi, tanto que escrevi que o colocaria, ao invés do Sóbis, na última substituição.
    Mudando de assunto, aquela jogada que o D’Alessandro fez pela ponta e passou para o Bollati, que chutou, e o zagueiro salvou em cima da linha foi o lance fundamental do jogo. Se o Inter empata ali, o time e o estádio “incendiariam”, faltavam uns 20 minutos ainda.

  • 127. Rudi  |  05/05/2011 às 16:55

    Se aquela bola entra, até o GENERAL ARTIGAS ia pra dentro da área defender o Peñarol… hehehe

  • 128. Frank  |  05/05/2011 às 16:55

    #115
    “Megalomania é o cacete, o Internacional está virando um Gremio. Talvez também na arrogância tricolor de outrora, mas nessa PUTISSE de trazer ídolo, de abandonar critérios RACIONAIS, de admirar jogadores pelo PASSAPORTE CASTELHANO, etc.”

    Depois, quando alguém fala que o Inter COPIA o Grêmio em tudo (até nas coisas ruins como essas!), sempre há quem se ofenda…

  • 129. J Petry  |  05/05/2011 às 17:02

    #127: Um copia do outro, sempre, desde que tenha dado certo.

  • 130. Luís  |  05/05/2011 às 17:04

    O ciclo recente do Clube do Povo (cada vez mais elitizado e mercantilizado) é esse. Prefiro acreditar nisso, e esperar que a derrota de ontem faça Falcão sentir cheiro de grama e terra e lembrar que futebol é aquilo que ele conheceu no campo e não na cabine de transmissão.
    Achei que os anos 2000 tavam acabando quando o Fernandão se foi. Me bateu uma melancolia aquele dia. Enfim, se estiverem acabando agora mesmo, que seja. Tô pronto pros anos 90 de novo.

  • 131. dante  |  05/05/2011 às 17:06

    “Faltou dizer que enquanto o Damião não chutava, o grande Alecsandro fazia mais um no Vasco.”

    é, mas no lançamento pro segundo gol ele tava dentro da área IMPEDIDO – como sempre. sçlkdjskldjglksdjg

    ***

    122. PAULISTA | 05/05/2011 às 16:28

    CHUPA COLOLARADO, CHUPA……..

    mais um freguês…

  • 132. Ismael  |  05/05/2011 às 17:08

    do @adenor_tite

    “Depois do soco na mesa, cotovelada no Renteria, Cuca já entrou em contato com Valdivia. Se perder a próxima, ele vai chutar o ar.”

  • 133. Sancho  |  05/05/2011 às 17:11

    Re 128

    Fosse só o que há de bom, seria ótimo. Copiam até o que é ruim!

  • 134. J Petry  |  05/05/2011 às 17:22

    #132: Corrigindo-me, copiam o que PARECE ter dado certo.

  • 135. Gregório  |  05/05/2011 às 17:31

    115

    “Megalomania é o cacete, o Internacional está virando um Gremio. Talvez também na arrogância tricolor de outrora, mas nessa PUTISSE de trazer ídolo, de abandonar critérios RACIONAIS, de admirar jogadores pelo PASSAPORTE CASTELHANO, etc.”

    Falou tudo cara. Não suporto mais essa postura do time e da torcida. Quero meu Inter de volta.

  • 136. Yoda  |  05/05/2011 às 17:46

    O Damiao fez o gol do Inter na final da Libertadores contra o Chivas. Por favor, damigol nao eh culpado.

  • 137. Ernesto  |  05/05/2011 às 17:59

    Era esse Rubens o incauto do “ANTECIPOL”. Patife oportunista, se não fosse o Damião, tu ia ter largado do estádio aos 15 minutos, porque o colorado precisaria fazer 4 a 2.

  • 138. Ernesto  |  05/05/2011 às 18:03

    “Se não fosse o Damião…”

    Por causa do gol dele, lá em Montevideo.

  • 139. Carlos  |  05/05/2011 às 18:08

    A gremistage q anda nesse tão bem frequentado site já tinha falado, semana passada, q a coloradagi tava “se iludindo-se”

    Tinha falado q o time do colorado não era todo esse bicho.

    E, sem modéstia nenhuma, de time ruim a gente entende.

    açldksaklçdaslkçdklçsadkçlasçkldasçlk

  • 140. Paulo  |  05/05/2011 às 20:57

    Além de ruim e rancoroso, esse texto é estúpido e errado historicamente.

    “com um treinador que demonstrou com todas as letras por que jamais chegou sequer perto de uma Taça Libertadores.”

    Acompanho o blog e raramente escrevo, mas sei que o autor era fã do Fossati. Até hoje está magoadinho porque o mundo inteiro não gostava do treiandor dele. E o Falcão chegou em uma final de Libertadores, coisa que o Fossati nunca viu. Se o juiz não anula um gol legal do Inter em Montevidéo, o resultado seria outro, provavelmente o Inter seria campeão. O autor poderia perguntar sobre isso para quem é mais velho. Burrice não é defeito, mas arrogância e ignorância são.

  • 141. Cícero  |  05/05/2011 às 21:39

    #139

    digamos que a torcida do Nacional esteja dando risada disso. Aquele cartão vermelho não dado no primeiro jogo contra o Peñarol, decidiu a vaga.

    assim como os erros contra o Grêmio.

    assim se joga a Libertadores, contra 11 ou até mesmo 14, 15… em campo.

  • 142. Prestes  |  05/05/2011 às 21:49

    Comentário 117 tem as palavras que salvam e libertam. Peñarol é GRANDE. MUITO GRANDE.

  • 143. Ernesto  |  06/05/2011 às 00:43

    E a camiseta do Inpendiente ? Não pesou por que ? O abandono da racionalidade começa por aí. Achar que não foi nada, pois o Peñarol é “místico”.

    Essa historia de mística é balela gurizada. Século XXI. O iluminismo veio para nos salvar das trevas do obscurantismo. Não caiam nessa ladainha. Se fosse “MÍSTICA” Peñarol teria ganho 20 libertadores, já que jogou no mínimo umas 45.

  • 144. Sancho  |  06/05/2011 às 10:11

    Re 142

    Só chama a “Idade Média” de “Idade das Trevas” quem não a entendeu…

  • 145. Ernesto  |  06/05/2011 às 13:13

    Tá bom, me esqueci que tu é o REESCRITOR da história do mundo. Ta abraça no teocentrismo então, LATIFUNDIÁRIO

  • 146. J Petry  |  06/05/2011 às 13:21

    As Universidades surgiram na Idade Média. Só pra começar.

  • 147. Sancho  |  06/05/2011 às 13:25

    Hahahahaha!!! Como prova do que eu digo, tua manifestação RIDÍCULA já serve. Apenas o fato de ter sido na Idade Média que os textos de Platão e Aristóteles foram reintroduzidos no Ocidente já DEMOLE a tua ignorância. O maior prejudicado de teus preconceitos és tu mesmo.

    Pode achar o que quiser de mim. Pessoas como tu não gostar de mim, é elogio!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: