O lado fraco da corda

28/04/2011 at 02:41 12 comentários

La Gata aceita um cutuco guarani

La Gata aceita um cutuco guarani

Depois da rodada desta quarta-feira, basta olhar para o cruzamento das chaves das fases finais da Copa Libertadores para começar a construir uma certeza cheia de arrogância e presunção pronta para ser derrubada a qualquer momento: Santos e Cruzeiro estão disputando uma vaga na final do torneio.

O raciocínio, simplório e CHUTADOR, mas nem por isso despossuído de alguma verdade, se baseia num fato concreto. Um dos semi-finalistas, obrigatoriamente, será ou Estudiantes, ou Junior de Barranquilla, ou Cerro Porteño ou, gasp, JAGUARES DE CHIAPAS. E nenhum deles mostrou ganas de avançar até a final da Copa.

Confiram aqui os cruzamentos e digam que estou mentindo.

É evidente que Rentería calará o Minerão na próxima quarta-feira, quando o Cruzeiro pega o Once Caldas na ARENA DO JACARÉ, cumprindo a profecia de Felipe Prestes. Mas, para fins de futurologia barata, o importante é considerar o lado brasileño como o mais forte da chave.

Mesmo com a volta de La Brujita Verón, o Pincha, jogando em casa, num Ciudad de La Plata bisonhamente regado com AREIA DE PRAIA, foi mole no 0x0 contra o Cerro. Sempre contando com um lance de genialidade de Verón, que vinha encostado com dores no tornozelo, o Estudiantes foi uma equipe amarrada contra o Ciclón, que vestia o uniforme reserva, de um amarelo agressivo que dava saudade do belo azulgrana. Aos 17 minutos do primeiro tempo, Barrientos foi derrubado em cima da linha da grande área e o árbitro brasileiro Salvio Spínola marcou falta fora da área. O próprio meia bateu a infração no contrapé do goleiro Diego Barreto, que fez defesa sensacional.

Fora isso, o uruguaio Rodrigo López deu uma bela bicicleta dentro da área, ainda no início do primeiro tempo, mais uma vez espalmada por Barreto. La Gata Fernandez, de atuação tão contundente quanto uma senhorita diante de uma prateleira de esmaltes, perdeu gol na frente de Barreto no segundo tempo. No final, López tinha a chance de matar o jogo após escanteio cobrado com perfeição. O centroavante pincha subiu bonito e deu uma testada forte que parou no colo do goleiro do Ciclón. E foi isso pelo lado do mandante. Nanni, o avante do Cerro, artilheiro da Copa ao lado de Wallyson, que marcou mais um pelo Cruzeiro contra o Once Caldas (sete golos para ambos), teve uma ou outra chance de fazer Orión REBOLAR embaixo das traves do Pincha, mas a verdade é que o Ciclón parecia satisfeitíssimo em deixar La Plata com um empate matreiro e decidir tudo em Assunção.

Curioso que o Cerro leva a decisão para a Olla Azulgrana mesmo após uma campanha irregular em casa na primeira fase. Goleou o Colo Colo, mas empatou com o Táchira e levou dois do Santos. Talvez o Ciclón estivesse de ressaca depois da classificação ÉPICA da semana passada e prepara uma recuperação. Dos quatro da chave que disputam uma vaga na semi, coloco meus GUARANIS no Ciclón, mas a turma de Leonardo Astrada precisa mostrar que as expectativas de analistas tarimbados, como Daniel Cassol, fazem algum sentido. A conferir.

Já o Pincha está cada vez mais com a cara de Verón: carrega história nos ombros, mas se mostra cada vez mais cansado e preso aos pilares do tetracampeonato de 2009. Se Brujita não saca um lançamento genial daquela careca mítica, o time não vai ao ataque. Faria bem ao Estudiantes renovar o vestiário para manter o clube entre os favoritos do continente. A goleada do Cruzeiro no Ciudad de La Plata não foi um acidente e a equipe parece de saco cheio de jogar numa cancha de FUTEBOL DE AREIA. Sério, vejam a foto (que é do início de abril, pode ter melhorado um pouco) e me digam se não é revoltante.

Piso perfeito para Júnior Negão e companhia

Piso perfeito para Júnior Negão e companhia

Não vi Jaguares 1 x 1 Junior. Sei que a equipe do Tiburón Willie saiu na frente após a zaga mexicana mostrar para o mundo o perigo de jogar em linha. O Jaguares empatou no segundo tempo em lance de bola parada. Entretanto, vi algumas partidas dos mexicanos pelo grupo do Inter e tenho convicção que o Junior deixou de sair de Chiapas com uma vitória, muito embora o Jaguares tivesse ganho todas em casa na primeira fase. O Jaguares se classificou para as oitavas PERDENDO para o glorioso Jorge Wilstermann na última rodada da fase de grupos e vinha mostrando um futebol nada menos do que vergonhoso até quando ganhou do Inter lá no México. O Junior, que é boa equipe, vai colocar o Jaguares para bailar em Barranquilla e seguir adiante.

Mas, depois do empate contra um adversário fadado à desclassificação, os colombianos dão sinais que ainda falta algo para que Gio Hernández e companhia possam ganhar confiança contra adversários mais poderosos como Santos, Cruzeiro ou RENTERÍA numa semi-final de Libertadores. Estudiantes e Cerro vivem o mesmo drama: carecem de alguma coisa fundamental para tentear o título mesmo que saibamos que o trio (percebam que já exclui Jaguares da conta) estará representado numa das semis aconteça o que acontecer.

Por isso, sustento a previsão irresponsável de que um dos finalistas sairá do outro lado da chave.

A primeira foto é do Olé. A outra eu não sei.

Toco y me voy,

Alexandre de Santi

Anúncios

Entry filed under: Libertadores.

Voltando por cima, e subindo Crime na cordilheira

12 Comentários Add your own

  • 1. Wilson Farina  |  28/04/2011 às 03:05

    Bah, pior uniforme esse do Cerro mesmo. E o jogo foi fraco, bem como diz aí, Cerro preocupado em garantir o oxo, e o Estudiantes muito abaixo dos anos recentes.

    Só tem q ver o lance de cruzamentos entre brasileiros na semifinal, se chegarem 2, pode sobrar até uma vaguinha na final pra um desses do texto.

  • 2. Cícero Luto  |  28/04/2011 às 04:42

    que horror esse uniforme do Cerro, eu jogava sem camisa, meu Deus.

    Final sera entre JAGUARES e ONCE CALDAS.

    abraço!

  • 3. dante  |  28/04/2011 às 09:36

    POR FALAR EM ONCE CALDAS, ontem eles deram uma de grêmio e levaram dois em casa.

    quem diria…

    huaaaaaaaaaaaaaaa

  • 4. Vinicius  |  28/04/2011 às 09:53

    Pincha com futebol previsivel. Burocrático.

  • 5. Cesar Cardoso  |  28/04/2011 às 09:56

    O Congresso paraguaio deveria baixar uma lei, e o presidente Fernando Lugo sancionar esta lei, PROIBINDO o Cerro de jogar com a camisa do jogo de ontem. Como se diz nas internets, MY EYES MY EYES MY EYES ARE BLEEDING!!!!!!!11!!!!11!!

    Vão dar a desculpa de estar tratando o gramado do Ciudad de La Plata para a Copa América (afinal, vai ser o estádio principal), mas não tem justificativa pra este campo de futebol de areia.

    O gol do Junior nem parece gol de time colombiano, tal a objetividade.

  • 6. Paulo Torres  |  28/04/2011 às 10:15

    Eu já vislumbro a possível final entre Cerro Porteño e Universidad Católica. Seria um Espanha x Holanda em escala LIBERTADORA. Duas equipes tentando livrar-se do AMARELO que, sempre em fases agudas de torneios continentais, sempre carregam na alma. (Na alma, e não no uniforme, sr. Ciclón!)

  • 7. col  |  28/04/2011 às 10:19

    O MurySantos vai incomodar, mas nao passa das semis.

  • 8. Allan Garcia  |  28/04/2011 às 10:22

    Torci feito um louco para o Once Caldas no primeiro tempo, vendo o time controlar o jogo e assustar duas vezes o Cruzeiro em finalizações do Dayro Moreno. Aí no intervalo cochilei no sofá, e quando acordei, quase no final do jogo, os albos estão levando 2 a 0… Impossível entender.

  • 9. Ismael  |  28/04/2011 às 10:37

    #8

    Pior… tb achei o jogo sob controle do Once! Tava chuleando o 1×0, mas o tal Dayro Moreno, só empalando

  • 10. Vinicius  |  28/04/2011 às 13:06

    só chutava em cima do Fábio.

    e o ONCE CALMAS, dormindo pra caramba, lento, sem vontade.

  • 11. Henrique [GFBPA]  |  28/04/2011 às 16:33

    Ontem, no intervalo das aulas da faculdade, passei no barzinho e tava passando um jogo… Demorei uns 15 segundos pra identificar que era Estudiantes x Cerro pela Libertadores…

    Quem foi o imbecil que fez aquele uniforme do Cerro??

  • 12. douglasceconello  |  28/04/2011 às 18:37

    Bem nessas, Santi. O Estudiantes perde a chance de mesclar uma juventude irresponsável com os ainda SÁBIOS Verón e Braña e até LÓPEZ.

    LA GATA Fernández é um cidadão lastimável. Demora três séculos pra arrastar aquela carcaça no ataque.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: