O verbete azulgrana que define façanha

21/04/2011 at 12:28 28 comentários

A noite de Santiago, resfriada pelo espirro libertador da Cordilheira, guardou um canto de acalanto para receber, pela última rodada do grupo 5, o enfrentamento entre Colo Colo e Cerro Porteño. Curiosamente, e também com uma dose de charme, duas equipes tradicionais que vinham se aperfeiçoando na SABUGOSA arte de amarelar em momentos crônicos.

Antes de mais nada, é preciso arrancar um chumaço das costeletas de Simon Bolivar para pincelar que são duas esquadras competentes, com ataques cumpridores e amparados por um amplo sistema de delírio popular que as torna duas entre as de maior APELO em seus respectivos países.

É fundamental também comunicar que todas as rádios-postes do Chile exclamavam que o Cacique apresentava-se como legítimo postulante não só à vaga como à primeira colocação no grupo, visto que jogava apoiado por sua inflamada torcida e um empate já lhe garantia nas oitavas. E em toda Assunção e arredores as COTOVIAS gritavam aos prantos que o garboso CICLÓN havia jogado a classificação nas cataratas de Iguaçu com a derrota em seus domínios para o então estropiado Santos na semana passada.

Não seria nenhuma desventura ébria imaginar que toda a gente colocolina se adiantou para o calçamento para beber, transgredir, saquear e trepar – nos postes e com os semelhantes – após o time de Américo Gallego abrir logo a vantagem de 2 a 0 aos 21 minutos do primeiro tempo, enquanto o Santos já fazia 2 a 0 no Táchira (acabaria 3 a 1, mas este é um jogo insosso perto da hecatombe chilena que dominou a noite).

Na rádio 1º de Marzo, em Assunção, o locutor enrolava os bigodes, enxugava a calva e dizia aos tropeços para os ouvintes que houvera uma terrível queda de sinal e que a programação estava suspensa até que tudo entrasse no eixo. Enquanto isso, poderiam escutar PERLA para se acalmarem. Talvez dormir, por quanto tempo fosse necessário, para despertar quando o Ciclón realmente estivesse empenhado em conquistar a inédita Copa. Uma anos, dez anos, vinte minutos, quem sabe.

Porque fazia um mês e meio que Leonardo Astrada assumira o Ciclón e de lá para cá tudo era martírio e EXCRESCÊNCIA. O time decaiu, contornou a imensa curva, Havaí, Pequim e Istambul, desmoronou e de grande candidato à vaga virou uma anedota torta e lamentável. O novo técnico fez a equipe que conta com um ataque de Fabbro, Iturbe e SUPER NANNI virar um amontoado de pelanca jogada para os cães num açougue imundo.

O golaço de Fabbro aos 42 do primeiro tempo suspendeu a execução musical emocionada e galopante e magicamente todas as rádios guaranis venceram a censura imposta pela vergonha e retornaram espalhando gritedo e epifanias pelos ares. Mal havia começado a segunda etapa a a fúria azulgrana deixou tudo igual, com Piris. A partir daí, não teríamos mais um jogo, mas sim o que entrará para a história e será ensinado nas escolas como a Batalha de 20 de Abril.

O time comandado por Gallego estava numa encruzilhada demoníaca. O empate ainda lhe servia e a COVARDIA realmente parecia uma opção tentadora, mas havia uma multidão de hinchas que esbugalhavam os olhos e mordiam o ar, inconformados, intimimamente já sabedores da nuvem de desgraça que desceria sob suas melenudas cabeças chilenas.

Os azulgranas martelavam, os colocolinos não sabiam para onde correr, e o tempo debulhava seus grãos quando, aos 43 minutos do segundo tempo, Fabbro postou-se para cobrar um tiro livre. A flecha que VIOLOU o Cacique saiu forte, fazendo curva em rodovias paraguaias, e entrou no ângulo, gerando uma comoção sincera e aguda entre os jogadores do Ciclón, que até o final defenderia a vitória e a vaga com o empenho de quem representava um país, com plena consciência de que ali se escrevia um capítulo épico da trama azulgrana ao longo da história.

Saudações,
Douglas Ceconello.

Anúncios

Entry filed under: Clubes, Libertadores.

Bruxaria, xamanismo e júbilo na noite libertadora Pelos banhados mais profundos

28 Comentários Add your own

  • 1. Cesar Cardoso  |  21/04/2011 às 12:50

    Até o gol da salvação azulgrana foi épico. Pena que no vídeo não tem narração.

  • 2. douglasceconello  |  21/04/2011 às 13:41

    Aqui a narração do gol épico na Fox Sports:

    Coloquei no post.

  • 3. vinicius  |  21/04/2011 às 13:50

    jurei que era sobre a derrota do barcelona ¬¬ 🙂

    mas e o meu email da Impedcopa?? nao recebi retorno.

    e ontem nao assisti nenhuma partida, por culpa de um casamento… recebi 15 sms de amigos solidários com a causa. minuto-a-minuto. hehehe

    Quem vai a Montevideo?
    E a Santiago?

    Grandes jogos, mas acho que não teremos grenal, pelo bem do RS e seus ídolos.

  • 4. MaisCopeiro  |  21/04/2011 às 14:14

    já era hora do Cerro se mostrar time em alguma libertadores…colecionam participaçoes,eliminaçoes vexatórias e pedradas jajaja … mas fiquei surpreso,se bem que ganhar do Colo Colo em santiago nao é grandes coisa…ja diria LA BESTIA NEGRA,mas agora os azulgrenas vao pra cima,quem sabe passam das veronicas…dale!

  • 5. Guilherme  |  21/04/2011 às 14:20

    Bah mas que golaço de falta. Vou ver esse videozinho um milhão de vezes e depois vou treinar no campinho.

  • 6. Matheus Martins  |  21/04/2011 às 15:01

    Um time com “pequeno Castilho” no gol não merece créditos na copa. Nos dois útimos anos LA U e Católica se classificam em primeiro e há anos o cacique nem da primeira fase passa!!

  • 7. Lopo  |  21/04/2011 às 15:09

    Nossa, texto digno da beleza do gol e do jogo: épico, histórico e denso, nada de piadas. Acho que o time do Cerro tem muita, mas muita chance de chegar na semi-final. Vai jogar contra um Estudiantes que, apesar de copeiro, não ta gastando a mesma bola que ano passado e depois o vencedor de junior de barrancada e jaguares.
    #3 Se tiver, eu quero estar em Porto Alegre, mesmo que a chance de perder um membro e a sanidade sejam de 90%!

  • 8. Lopo  |  21/04/2011 às 15:10

    Ah, deixo claro que adoro as metáforas engraçadas, não tenho nada contra elas…

  • 9. rafael botafoguense  |  21/04/2011 às 15:23

    tem um auto-retrato do castilho no escudo do colo-colo

  • 10. almilano  |  21/04/2011 às 16:22

    Tal qual o Flu, o Cerro foi simplesmente sensacional. Vem com moral pras oitavas. O 1o e o 3o gol foram duas buchas, tá loco.

  • 11. dr_Inter - Paulinho Dixon  |  21/04/2011 às 16:49

    De que adianta TIME se sob as traves, BEM lá embaixo, está CASTILLO…

  • 12. Frank  |  21/04/2011 às 17:50

    Continuo achando o Cerro amarelão… a questão é que topou de frente com um mais amarelo que ele…

    No Paraguai, só se salva o Olímpia…

  • 13. Rudi  |  21/04/2011 às 18:35

    PORRA FRANK

    Como pode ter te esquecido do glorioso NACIONAL QUERIDO?

    frankamente (trocadilho inevitável)

  • 14. LF  |  21/04/2011 às 18:36

    meu senhor, que bucha de falta!

  • 15. Frank  |  21/04/2011 às 19:21

    #13

    aahiofdahafdohfda…. verdade Rudi, erro imperdoável… mas o Nacional Querido é hors concours, não entra nessa escala entre os times paraguaios! ehehehhe

  • 16. marlon  |  21/04/2011 às 19:29

    Rudi,

    jogo do Inter é dia 5. Conmebol = pura maconha

  • 17. douglasceconello  |  21/04/2011 às 20:29

    Eu ainda estou EXAUSTO dos jogos de ontem.

    Que quarta-feira, senhoras.

    Se houver Gre-Nal, vou montar um posto acançado da ImpedCorp em USHUAIA. Terrorismo psicológico total.

  • 18. Fernando Cesarotti  |  21/04/2011 às 20:54

    Na boa, mas o Cacique tá se especializando nisso, hein? Dois anos atrás e três metros à direita era o Cleiton Xavier, também aos 40 e lá vai fumaça do segundo tempo…

  • 19. Diogo  |  21/04/2011 às 21:26

    #17

    Pelamordedeus, que não me venham com esse arreganho de jogo sem torcida visitante! Daí os palhaços da RBS vão citar o Boca x River de 2004 como se fosse modelo a ser seguido.

  • 20. douglasceconello  |  21/04/2011 às 21:48

    #18

    Cesarotti, de fato houve o XAVIERGATE, mas creio que tudo começou em 2006, na Sul-Americana, quando, após empatar em dois com o Pachuca no México, o Colo Colo levou SARRAFO em casa. Os QUARENTA mil ingressos estavam esgotados fazia duas semanas, torcedores em chamas profundas. Que tristeza.

  • 21. Eduardo  |  21/04/2011 às 23:20

    Grêmio e Católica tem tudo prá ser um dos confrontos mais equilibrados , principalmente pelo que ambos vem jogando.
    Inter só perde pro Peñarol se der uma parada cardíada no Guiñazu. Time uruguaio é só raça. levou muitos gols e terá sorte se empatar algum jogo com o inter. N!ao que o colorado esteja essa maravilha, mas o inter teve uma “boa sorte” na definição dessa tabela.
    Pro Grêmio era melhor um dos mexicanos, na minha modesta opinião… será pedreira. Cruzeiro deve passar fácil. Santos terá um confronto mais ou menos, mas passa. Flu pega pedreira.
    La Copa promete!!! queria férias… até a final. não dormirei por semanas se der GREnal. e me mudo pro Alaska se o GRÊMIO não ganhar.

  • 22. matheus  |  22/04/2011 às 00:07

    a los penales…

    LAURO

    alface victor (ns)

  • 23. Frank  |  22/04/2011 às 11:11

    Se o chileno fosse o Colo-Colo, o Grêmio já tava classificado…
    Já a Católica é mais pedreira… vai dar Grenal sim, está escrito e previsto por Nostradamus!

    “O mundo, quando se aproximar a conflagração universal, vai ter a luta final entre os que vestem a cor do sangue e os que vestem a cor do céu. O conflito terá como final a vitória do Príncipe. E isto logo e antes da última conflagração”.

    huaaaaaaaaaaaa….

  • 24. arbo  |  22/04/2011 às 12:53

    post histórico prum jogo histórico

  • 25. Cesar Cardoso  |  22/04/2011 às 13:11

    Mais uma prova da epicidade desta quarta-feira 20 de abril de 2011? Gol de letra do OBINA. http://www.youtube.com/watch?v=1Ds4nzVy0Rw

  • 26. Prestes  |  22/04/2011 às 16:30

    Tenho um grande amigo que é hincha do Colo-Colo. Assisti num boteco com ele aquela final da Sula. Acompanhei aquele jogo contra o Palmeiras. Na quarta-feira não pude ver o jogo, mas já ESPERAVA uma tragédia.

    A esperança era que o Cerro também vem se especializando em cair na primeira fase da Libertadores. Por um momento, pensei que o mais provável era que os dois times tivessem oito expulsos de cada lado, perdessem dez pontos cada um e a vaga ficasse com o Táchira, tal a inhaca que vivem Cerro e Colo-Colo nas competições continentais.

    Aliás, o Chile vive de TRAGÉDIAS continentais no futebol. O Colo-Colo é o único que rompeu isto, em 1991. Nem a seleção chilena ganhou sequer uma Copa América.

  • 27. Diogo  |  22/04/2011 às 17:38

    Se o Grêmio tocar uns 2×0 aqui terça-feira, passa. A não ser que a torcida da Católica faça uma Batalha de La Plata versão reloaded.

    Acho que o Inter sai ileso de Montevideo. Se bem que eu achei que ganhava facinho do Mazembe…

    Cruzeiro e Santos devem fazer um belíssimo pega nas quartas (torço pela Raposa, pois aí aquele moleque escroto vai pra Zoropa duma vez). Aliás, é mais provável de acontecer que o Gre-Nal já tão decantado.

    Já estou até vendo: um dos dois cai fora nas oitavas e aí a mesma mídia festeira vai dizer que “pensaram mais no Gre-Nal e esqueceram da Católica/do Peñarol”.

  • 28. Prestes  |  22/04/2011 às 22:14

    “Já estou até vendo: um dos dois cai fora nas oitavas e aí a mesma mídia festeira vai dizer que “pensaram mais no Gre-Nal e esqueceram da Católica/do Peñarol”.”

    DISSESTE TUDO, DIOGO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • @germano_mergel Mas o apito parece ter vindo antes do chute. Mesmo assim, enorme sacanagem depois de ter deixado a… twitter.com/i/web/status/9… 17 hours ago
  • Aliás, tragédia de arbitragem. Deu acréscimo até empatar (OITO MINUTOS, e tinha pedido 6) e acabou o jogo quando o Brasil ia meter o 3º. 17 hours ago
  • Sub-17 é para revelar gente, não para vencer. Mas ganhar de virada da Alemanha é um bom REFÚGIO MORAL para mostrar que NEM TUDO ESTÁ PERDIDO 17 hours ago
  • Gigantesca recuperação do clube. 1 day ago
  • Desde 2009, CSA ficou 3x sem divisão. Chegou a cair à Segundona AL. Termina 2017 com o 1º título nacional de AL e voltará à B após 26 anos. 1 day ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: