Neymar ao céu, Neymar à terra

29/03/2011 at 06:27 177 comentários

O guri é um gênio.

Difícil continuar um texto após uma frase tão definitiva, certo? Então não vou tratar sobre as qualidades ludopédicas do piá santista que desafia técnicos, esquemas táticos e a estética capilar, mas descrever o que realmente me incomodou um bom tempo: como é difícil aceitar o talento sobre-humano do Neymar.

Porque sim, trata-se de um processo doloroso por esses pagos. Acostumados que estamos à força, à melancolia e à Estética do Frio, nos dá calafrios ver aquele menino franzino de cabelo controverso desdenhando de tudo que acreditamos. Ontem pela manhã tivemos um exemplo de cartilha escolar: madrugamos às 10 da manhã para assistir (muito de) Damião e (talvez um pouco de) Jonas; levamos dois na cola, fora o baile.

Não vou tirar o meu da reta. Como tantos, torci pra que levasse um mata-cobra na nuca do Chicão após um balãozinho desnecessário fora do lance de jogo – já que não era possível eu mesmo tê-lo feito; desdenhei dos cinco gols marcados contra a Naviraiense; quis matá-lo quando se negou a fazer caridade por motivos religiosos (e depois esquartejá-lo quando o Dorival Junior foi demitido do Santos por desavenças com ele). Enfim, nutria o mesmo sentimento que a maioria dos meus conterrâneos torcedores e companheiros de futebol das terças-feiras.

Agora não dá mais. Chega. Não ouvirei mais a Jabulani interna que ressoa toda vez que ele faz algo genial, nem duvidarei de suas aptidões físicas toda vez que for enfrentar um zagueiro de força. Neymar não se tornou o “monstro” pintado por René Simões ou uma reprodução dos craques cai-cai que vêm do Rio – apesar da tendência à simulação. Pelo contrário, ele adquiriu confiança suficiente para decorar textos curtos, caminhar na praia, abraçar o pai e dizer, com a maior desfaçatez, que é “só mais um menino feliz brincando com a sua bola”. Mentira, claro, mas ele é um garoto-propaganda tão bom que vale a pena fingir que acredito. Até isso ele faz melhor que os outros – o Ronaldo Fenômeno, por exemplo, nunca me convenceu que é um “brahmeiro”, mesmo estando sempre na noite.

Essa é a verdade que dói: o Menino da Vila que aprendemos a odiar é o principal jogador da Seleção Brasileira e está preparado para carregar essa responsabilidade até a Copa. Horrível, certo? Mas nenhum processo de aceitação é fácil. O meu durou mais de um ano, mas encerrou, felizmente. Ainda tenho minhas ressalvas a comportamentos e cortes de cabelo, mas a desconfiança acabou. Porque eu preciso desse piá, é ele que vai nos levar ao Hexa em terras brasileiras.

Não temos o que fazer. O guri é um gênio. Aceitemos, todos.

E segue o baile.
Filipe, o Maia

Anúncios

Entry filed under: Colunas, Contribuições.

Tudo o que você queria ser Decifrando o enigma do futebol baiano

177 Comentários Add your own

  • 1. Guero sin fé  |  29/03/2011 às 07:19

    Estamos entrando numa nova era… uma nova revolução do futebol arte !!!

    Quero ver outros textos como este no futuro… engasgados, falando sobre “Patos”, “Gansos” e outros… concordo que este é o caminho e teremos em breve o primeiro vestibular… na Argentina, terra de Messi…

    É obrigação estar na final. Depois veremos o texto sobre este novo Brasil que eu também acredito que pode nos levar à 6. estrela.

  • 2. Anônimo  |  29/03/2011 às 09:01

    “Porque sim, trata-se de um processo doloroso por esses pagos. Acostumados que estamos à força, à melancolia e à Estética do Frio, nos dá calafrios ver aquele menino franzino de cabelo controverso desdenhando de tudo que acreditamos.”

    Esse papo é meio clichê. O Bovinão teve Tesourinha, Chinesinho, Gessy, Carpeggiani, Falcão, Renato, Ronaldinho… Importou e admirou Lula, PC Caju e Dener. Até virtuoses irregulares como Bráulio e Assis tiveram seus dias de ídolos aqui.

  • 3. Flávio  |  29/03/2011 às 09:02

    O Bovinão teve Tesourinha, Chinesinho, Gessy, Carpeggiani, Falcão, Renato, Ronaldinho… Importou e admirou Lula, PC Caju e Dener. Até virtuoses irregulares como Bráulio e Assis tiveram seus dias de ídolos aqui.

  • 4. Flávio  |  29/03/2011 às 09:04

    Sobre a Copa América, tem tudo para ser a mais equlibrada em muito tempo. Argentina do melhor do mundo em casa. Brasil renovado. O melhor Uruguai em 20 (30? 40? 50?) anos. Paraguai, Chile, México e Japão com bons times.

  • 5. Santi  |  29/03/2011 às 09:15

    Não suporto o Neymar.

    Mas o guri é um gênio.

  • 6. vicente v.  |  29/03/2011 às 09:28

    Não, não aceito. Não me convenceu ainda. É provável que eu tenha que engolir essa rusga um dia, mas até agora mantenho o pé atrás.

    A imagem que eu tenho do Neymar é daquele jogo sub-20, Brasil x Uruguay. Quando tava 0 x 0, o MOICATRANÇA tava piano. O Lucas fez dois gols em dez minutos, daí sim o FUTEBOL ARTE, o chapéu pra trás, toda aquela marra. Torço pra estar errado, mas se for ESSE Neymar que eu tô falando na Copa, não tem hexa, não.

  • 7. Álisson  |  29/03/2011 às 09:31

    Não me desce enquanto figura pública. Não gosto do jeito, nem da forma como desde tão cedo ficou dono de um clube. Mas todas as ressalvas a ele somem dentro campo. Joga muito.

    Quanto ao comercial, não gostei da atuação. Decorou o texto mas o repetiu de uma forma meio mecânica. Ainda não aprendeu nenhuma técnica de respiração em cena. Nesse quesito tem muito o que aprender. huashuahsuahsuhaushaushausa.

  • 8. Sancho  |  29/03/2011 às 09:34

    O fato de ele virar um monstro -e ainda pode- não lhe tira o talento para jogar bola. Renê Simões se referia a esse sentimento de “primadona do show bizz”, comum até demais em quem tem esse tipo de talento. Ele lamentava que com tanto talento, o guri não tenha cabeça nenhuma. E não tem, mesmo.

  • 9. Sancho  |  29/03/2011 às 09:35

    Re 7

    Não decorou. Nenhum desses comerciais é feito com texto decorado. Todos lêem uma espécie de teleprompter que fica logo acima da câmera.

  • 10. douglasceconello  |  29/03/2011 às 09:38

    Esse piá joga bastante, de fato. O que me parece é que ele precisaria, e agora uso conhecimentos psicológicos avançados, é tomar uma SUMANTA DE PAU toda semana até virar gente, parar de se jogar descaradamente em campo e saber que, bem, na humanidade há dois tipos de homens: os atacantes e os zagueiros. Cada um tem a sua própria lei.

  • 11. Franciel Cruz  |  29/03/2011 às 09:44

    Em termos comportamentais (receba, blá´, blá, blá), ele é o que aqui na Bahia chamamos de Zé Ruela.
    Nas quatro linhas, ainda não sei se ele é gênio. Já vi Dico Maradona aqui em Salvador jogando mais bola do que ele e depois se perdeu.
    Agora, sério.
    Em relação ao pivete, vale a sábia sentença de João Saldanha : “Não quero para ser meu genro, mas joga no meu time tranquilamente”.

  • 12. m  |  29/03/2011 às 09:54

    textos elogiosos sobre rogério ceni e neymar. tô achando que o impedimento esticou o 1º de abril.

    mas o problema do rapaz é estético e comportamental. na bola, é difícil argumentar.

  • 13. Rafa Rhoads  |  29/03/2011 às 09:56

    Acho incrível esperar de um piá de 92 que ouviu a vida inteira que seria o novo Pelé um comportamento mega-exemplar, adulto, maduro e responsável. Não é assim que funciona. O guri nunca deve ter pago nem uma camisa, uma puta, um nada. Ele não sabe o valor de nada, nem das coisas de comprar, nem das imateriais.

  • 14. Matheus Ortiz  |  29/03/2011 às 10:01

    O guri de fato é bom de bola, diferenciado. Têm as manhas e sabe o caminho do gol, mas na minha opinião meu caro Filipe, gênio ainda não.
    Hoje no futebol mundial existem vários craques, assim como Neymar, mas “gênio” só vejo um, este se chama Lionel Messi.
    Antes que me critiquem, não tenho nada contra o Neymar, mas Messi, apesar de argentino, me faz ter muito a seu favor. Sempre com atuações acima da média e decisivo.
    Ainda devemos salvar as devidas proporções: fazer a diferença contra a Escócia é algo bem diferente que fazer a diferença contra a seleção Brasileira.
    Abraço.

  • 15. Anônimo  |  29/03/2011 às 10:07

    Re 13

    É isso o que disse o Renê.

  • 16. Luís Felipe  |  29/03/2011 às 10:08

    O Neymar só tem um problema: desde os 13 anos, cumpriu todas as expectativas que botaram sobre ele.

    Aos 13 acharam que seria jogador profissional e foi. Aos 15, deram contrato profissional e status de prodígio no Santos; cumpriu. Agora tem 19 e é jogador de seleção brasileira, exatamente o que se esperava dele.

    O último exemplo desse gênero foi Ronaldinho, que não resistiu à vida adulta e à exigência de liderança, sofreu e acomodou-se em uma zona de conforto aparentemente intransponível.

    O grande desafio de Neymar será criar novos desafios para si mesmo. Como Ronaldo, como Romário, não como Ronaldinho.

  • 17. col  |  29/03/2011 às 10:09

    Minha definicao de genio eh ir para Europa e destruir. Nao sei se tem cabeca pra isso.

  • 18. fino  |  29/03/2011 às 10:14

    vão cair do cavalo

  • 19. Volkart  |  29/03/2011 às 10:17

    Tô total com o texto: ainda torço por um rompimento do ligamento cruzado desse fronha, por causa do naipezinho que não me desce… mas que joga muita bola, isso é inegável. Eu sempre admirei mais o Ganso, que acho um fora de série, mas a verdade é que, muito acima do Ganso, esse guri é um fiadaspu que, se receber uma bola na lateral de campo, é sempre um risco iminente… joga demais o desgraçado, tem tudo pra ser melhor do mundo mesmo, mas outra questão fundamental é que ainda TEM MUITO, mas MUITO MESMO a provar.

  • 20. dante  |  29/03/2011 às 10:44

    na boa: pra mim, foda-se o que ele faz fora de campo.

    o que também não nos impede de TACHÁ-LO [melhor verbo] de qualquer ofensa possível.

    o choro [e o corte de cabelo] é livre – e feio.

  • 21. Sancho  |  29/03/2011 às 11:11

    Falando em craques, especula-se que as mudanças na lista de boa-fé do Grêmio na Libertadores sejam as seguintes:

    Leandro, por Clementino (desde que colocou DIEGO na camisa se perdeu; cadê a campanha “Bota CLEMENTINO na camisa!”?); e

    William Magrão, o craque-mor, por Paulão (que foi dessa para uma melhor, pelo menos ele achou isso).

  • 22. Sancho  |  29/03/2011 às 11:13

    Aliás, já passou por aqui?

    Neymar: http://rateyourmusic.com/release/album/morrissey/kill_uncle/

  • 23. Frank  |  29/03/2011 às 11:15

    Talvez o que muitos reclamam nesse garoto é a falta daquela qualidade imaterial chamada HUMILDADE.

    Porém, o Romário, por exemplo, tinha (tem?) humildade zero, mas dentro de campo destruía, até sentir a coxa e sair de fininho quando a coisa começava a ficar feia pra valer…

  • 24. Frank  |  29/03/2011 às 11:19

    Agora apenas eu acho que o Brasil ainda não conseguirá a sexta estrela?? Falta muita maturidade ainda para muitos jogadores, e esta não será conseguida nesses joguinhos contra a Escócia…

    A Copa América é um belo vestibular, mas não sei apenas esse vestibular bastará para que essa geração consiga superar uma pressão monstruosa que é uma copa em casa…

    Talvez seja esse tipo de maturidade que ainda é cedo para cobrar de Neymar e cia… nem o Pato, com muito mais rodagem, creio estar preparado para o que haverá de vir em termos de cobranças e RESPONSA para 2014…

  • 25. Gabriel R.  |  29/03/2011 às 11:21

    #13

    É isso ai. Não tem como cobrar uma postura HUMANA de alguém que nunca teve uma vida normal…

    Mas esse guri é impressionante, é liso o desgraçado.

  • 26. Rudi  |  29/03/2011 às 11:25

    Frank, tem outra copa américa em 2013, bem como uma copa das confuderações (ns)
    E a Escócia é fraca, mas o Brasil jogou com França, Argentina, jogará com Holanda, o nível MÉDIO dos rivais é maior do que os amistosos anteriores
    Não sei se ganharemos, mas o PLANEJAMENTO está correto

  • 27. Roger  |  29/03/2011 às 11:28

    Também acho que há tempo suficiente pra ganhar experiencia até 2014.

    Sem falar que nomes como Lucio, Julio César, Daniel Alves, Elano, ainda formam a base do time e vão estar bem rodados até lá. Tem nego cancheiro o suficiente.

  • 28. Flávio  |  29/03/2011 às 11:30

    R26
    Não, a Copa América voltou a ser de 4 em 4 anos. Em 2015 será aqui no Brasil mesmo.

  • 29. Frank  |  29/03/2011 às 11:31

    Sim, concordo Rudi… o planejamento parece estar indo em uma direção certa…

    A questão talvez seja basicamente subjetiva… o quanto essa geração estará preparada para lidar com um eventual fracasso em casa… obviamente, a situação irá ficar cada vez mais pesada, muito também em função de um temor de outro Maracanazo, ou de um cenário ainda pior…

    Vendo o que diz nossa imprensa ufanista e uma grande parte da torcida brasileira, creio que ficará simplesmente inaceitável apenas admitir a hipótese de perder outra copa em casa… qual será o planejamento que será realizado com essa gurizada para suportar uma pressão como essa? Daí advém minhas dúvidas sobre um eventual hexa…

  • 30. Flávio  |  29/03/2011 às 11:32

    R23
    O pior migué do Romário foi na época em que ele tava perseguindo o “milésimo” gol… Num clássico contra o Botafogo, final da Taça GB ou da Copa Rio, perdeu trocentos gols… sentiu (mais provavelmente fingiu) câimbra no finzinho do jogo, antes da decisão por pênaltis… Deram até banana para o Baixinho para ver se ele se recuperava…

  • 31. Frank  |  29/03/2011 às 11:37

    #30

    hahaoashas

    Cara, bem lembrado… o Baixinho era mesmo o “rei do migué”…

  • 32. Wilson Farina  |  29/03/2011 às 11:39

    “textos elogiosos sobre rogério ceni e neymar. tô achando que o impedimento esticou o 1º de abril.”

    Heehehhe.

    Mas como tbm disseram ae, o fora de campo importa pouco, o fato é que dentro de campo o Neymar ainda tem MUITO o que provar. Ganhar e ser decisivo em jogos e titulos de expressão. Até agora, só fez isso na Copa do Brasil, Estadual e Sub-20, ou seja, igual a milhares outros.

  • 33. Guilherme  |  29/03/2011 às 11:52

    Pra mim joga muito mesmo. Mas o que tá faltando nessa seleção esdrúxula que o Mano anda convocando, é manter o respeito.

    Quando o Ronaldinho começou na seleção ele tinha que pagar pau e escutar o Ronaldo, que por sua vez teve que baixar a bola pro Romário, que ficava no banco do Careca no time do Zico…

    Agora por culpa do Mano MEnezes e esse desespero dele em agradar a Globo, ele virou o DONO DA SELEÇÃO. Ontem foi bater o pênalti. E tinha Lúcio em campo, que ficou quietinho olhando.

    Se ele é marrento a culpa não é dele, é dessas mulas que deveriam ser chefes dele mas não são.

  • 34. Rudi  |  29/03/2011 às 11:56

    Guilherme, só discordo em um ponto

    Penalti tem que ser batido pelo jogador mais habilidoso da equipe, colocar lúcio pra bater o penalti seria pedir pra ele chutar lá no canal da mancha

  • 35. Guilherme  |  29/03/2011 às 12:00

    .34

    Tudo bem, até concordo. Mas isso aconteceu porque não tem ninguém lá pra dizer, sai daqui guri, quem tu acha que é? O Mano colocou ele de dono do time, entende? Ninguém ali pra ser a referência técnica do time além dele.

  • 36. Rudi  |  29/03/2011 às 12:04

    No santos mesmo é o Elano que tá cobrando, não?

  • 37. Guilherme  |  29/03/2011 às 12:05

    Na real, a minha bronca maior é com a falta de respeito com a camiseta de seleção.

    No momento que tu coloca o Jadson com a 10 e (me perdoem colorados, sei que ele tem futuro) Damião com a 9, tu tá esculhambando com o time…

  • 38. Flávio  |  29/03/2011 às 12:06

    R35
    E quem seria a referência? Tu citou craques do passado que quando chegaram à Seleção tiveram que conviver com craques de status acima deles. Mas quem seria o “mentor” de Neymar (e Ganso)? Não tem! Certamente não vai ser o Ronaldinho Gaúcho. Dificilmente será o Kaká, outro que parece ter entrado em decadência. Robinho? Claro que não…

  • 39. Flávio  |  29/03/2011 às 12:09

    R37
    Mas é normal fazer testes nessas fases de renovação… Já não tivemos Careca Bianchesi, César Prates, Leomar, Afonso Alves e Doni na Seleção?

  • 40. Luís Felipe  |  29/03/2011 às 12:11

    o ‘mentor’ de Neymar já foi o Robinho, no ano passado, lembram?

  • 41. Ernesto  |  29/03/2011 às 12:15

    #26

    A ultima vez que eu vi um time tomar tapa na cara dentro de campo, mas continuar com essa ladainha de PLANEJAMENTO, o resultado foi um MAZEMBAÇO.

    E com o Brasil não será diferente. Até porque, o retranqueiro gremistão é AMIGO DA MÍDIA. Perdeu da Argentina, depois de 5 anos, e tomou um baile à FRANCESA.

    Aliás, vai usar esse papinho de “nos levar” ao hexa com tuas nega. To loco que tomem um sarrafo em casa. Pra ver ruir essa palhaçada e roubalheira que estão implantando.

  • 42. Ernesto  |  29/03/2011 às 12:17

    O útlimo parágrafo foi para o autor do texto. E se fosse o Dunga, o que ia tocar de trombetas do apocalipse, no caso de derrotas para a França e Argentina. Deus o livre.

  • 43. MARCELO BENVENUTTI  |  29/03/2011 às 12:46

    Baita texto do Filipe explicitando o pensamento vigente do gremismo Peninha Bueno style. Eu sempre achei craque. O Robinho, o Ganso, o Caíco, o Cachaça e até a bicinha do Pato.

    Essa história de odiar craque é coisa da imprensa gaúcha recalacada (leia-se gremista) que acha que futebol é dar carrinho em placa de publicidade. O Inter sempre foi o celeiro de ases, time marrento e carioco, e por isso o Celso Roth vencerá a Libertadores sendo vaiado. Eu vaiarei.

  • 44. Flávio  |  29/03/2011 às 12:53

    R40
    Não na Seleção. E não no sentido em que o Guilherme falou, da troca geracional de craques. Teria que ser o Ronaldinho ou o Kaká, mas eles nem são mais convocados – não que mereçam.

  • 45. Ernesto  |  29/03/2011 às 13:06

    Bah, esse #43 me faz sentir vergonha de ser colorado. Vai te embora, magrão.

  • 46. Luís Felipe  |  29/03/2011 às 13:07

    Entendi, Flávio.

    Mas o Robinho teve uma contribuição inegável para a carreira do Neymar. Entre outras tantas coisas, evitou que ele fosse para o Chelsea com uma proposta trilionária no início do ano passado, dizendo que ele ainda não estava pronto e precisava jogar na Seleção.

  • 47. Flávio  |  29/03/2011 às 13:13

    R46
    Ok, achei q fosse ironia. Nem sabia desse aconselhamento, mas concordo com o Pedala. Acredito que jogadores como Pato e Anderson, ótimos mas não os craques que prometiam ser, hoje seriam melhores se tivessem jogado um pouco mais no Brasil.

  • 48. Álisson  |  29/03/2011 às 13:15

    “o Celso Roth vencerá a Libertadores sendo vaiado. Eu vaiarei.”

    AMÉN.

  • 49. Luís Felipe  |  29/03/2011 às 13:22

    “Acredito que jogadores como Pato e Anderson, ótimos mas não os craques que prometiam ser, hoje seriam melhores se tivessem jogado um pouco mais no Brasil.”

    Concordo totalmente, especialmente o Anderson, que poderia ser um grande meia-atacante e se transformou em um jogador mediano.

    Mas no caso do Anderson, o Grêmio estava falido e precisava demais da grana, não dá nem para falar nada. O Pato, bem…

  • 50. Rudi  |  29/03/2011 às 13:25

    @lfds, me corrige se eu estiver errado (provável)

    o Pato tinha uma multa de 20mi de euros e o milan pagou, não foi isso? (e dessa grana não era todo valor que era do inter, parece)

    nesse caso o clube não tem muito o que fazer, quando paga a multa…

  • 51. Flávio  |  29/03/2011 às 13:29

    Parece que o Inter até queria fixar um valor mais alto, mas por pressão da família e do empresário do Pato teve que ficar em 20 mi mesmo.

  • 52. arbo  |  29/03/2011 às 13:38

    legal o texto, concordo com bastante dele (principalmente com a referência à propaganda da tim – ns, mas eu não saberia dizer metade da fala), só q eu acho q ele tem q amadurecer como jogador ainda, o q é natural. tipo, não entrar em provocação de argentino e etc etc etc. agora, à Seleção falta mto mais. o próprio Neymar não pode ser cobrado por aquilo q não haveria de fazer sozinho. o mano tem um longo trabalho pela frente. dá pra ver neymar começando um jogo de 2014, tomara q esteja pronto até lá.

  • 53. Godo  |  29/03/2011 às 13:40

    Vale registrar que é o MESMO Neymar que está sendo eliminado da Libertadores sem ganhar um joguinho até aqui.

  • 54. Schmidt  |  29/03/2011 às 13:50

    Aceitemos, uma PINÓIA! A que ponto chegamos. Me digam, que idade vocês – que o chamam de gênio, de CRAQUE – têm afinal? Arrogância nunca substituiu talento, e falta muito, muitíssimo mais talento para esse rapazinho compensar toda essa arrogância.

  • 55. Guilherme  |  29/03/2011 às 14:01

    .39

    Cara, o Kaká tá machucado, mas acho que esse seria o cara pra fazer isso sim. Além de ele ser uma boa influência e tal.

    O Ronaldinho é outro que eu sei que se jogou nas cordas, mas nessa seleção que jogou domingo ele jogaria com a 10 com um pé nas costas.

    Até o Robinho já servia. Mas dar 10 pro JADSON é foda.

  • 56. dante  |  29/03/2011 às 14:03

    “o retranqueiro gremistão é AMIGO DA MÍDIA”

    mano menezes? ele não é colorado?

  • 57. Bessa  |  29/03/2011 às 14:08

    Neymar joga demais, demais mesmo, mas não é gênio.

    Gênio é o Ganso.

  • 58. Rudi  |  29/03/2011 às 14:12

    Gênio é o pato (ave) que nasce com os dedos grudados pra não usar aliança (o jogador homônimo não aprendeu a lição)

  • 59. arbo  |  29/03/2011 às 14:31

    ironia do destino [tribunal]

  • 60. Anônimo  |  29/03/2011 às 15:16

    Faleceu José de Alencar.

    Você soube primeiro aqui.

  • 61. Roger  |  29/03/2011 às 15:31

    #56
    Sim Dante, é colorado de pai e mãe.
    Quando está de férias em Passo do Sobrado, costuma frequentar o restaurante de um amigo em Sta Cruz do Sul.
    Chega lá no fim de tarde(ponto de encontro de empresários da cidade, entre eles o famigerado Eduardo Heuser), tomando mate, com cuia e bomba ostentando o símbolo do Inter.

  • 62. Eduardo  |  29/03/2011 às 15:48

    #5
    Não suporto .
    Mas o guri é .

    na hora H vai amarelar igual ao seu padrastr(inho).
    tomara que eu esteja enganado.

  • 63. Eduardo  |  29/03/2011 às 15:50

    ops… as tags “comeram” minha frase…
    Não suporto “gênios”.
    Mas o guri é “Neymar”.

  • 64. Duda  |  29/03/2011 às 15:58

    Eu sou o unico colorado que seca a selecao?
    Quem noa se lembra dos caras tirando Nilmar e D Carvalho e nos tamando 5 do S Caetano? Quem nao lembra de tirarem o Giuliano? De tirarem o Nilmar de novo (CB 2009)?
    E, para fechar, 2005. Eu nao torco para nada que tenha o dedo da CBF, nunca, jamais.
    Tomara que ele continue na selecao, eh obvio que nao tem envergadura moral para ser a estrela de uma copa.

  • 65. Anônimo  |  29/03/2011 às 16:03

    #7a: concordo.

    #7b: Álisson GERALD THOMAS lashdgçlashdçlaskç

  • 67. Guilherme  |  29/03/2011 às 16:27

    Mania de gaúcho recalcado secar a seleção brasileira.

    PS: Sim, eu sou gaúcho, mas não preciso gostar de todas as merdas que se faz nesse estado.

  • 68. Carlos  |  29/03/2011 às 16:32

    Chamar o Neymar de gênio, quanta heresia.

    Pode até ser craque (E acho q não é), mas gênio, nem pensar.

    Qdo a coisa aperta, esse guri se caga todo (Brasil x Argentina, sub-20, etc etc.)

    E peguei nojo definitivo da seleção depois q o Mano menezes me inventa de fazer anuncio de kaiser, como se alguém tomasse aquele mijo no meio da alemoada mostrada na propaganda.

  • 69. Camilo C.E.O.  |  29/03/2011 às 16:35

    Era eu no #65.

    Abra$$o!

  • 70. Sancho  |  29/03/2011 às 16:35

    Re 67

    Acho que a pessoa tem total liberdade para torcer por quem ela quiser. Se o cidadão se identifica mais com a seleção do Uruguai, normal que veja a Seleção como rival.

    O Brasil é o meu primeiro time. O Uruguai é o segundo. E pena que o Rio Grande do Sul não joga…

  • 71. Guilherme  |  29/03/2011 às 16:40

    .70

    Tem liberdade total de preferir torcer pro Uruguai do que a seleção do próprio país, e eu tenho liberdade de achar o cara um otário também.

  • 72. Sancho  |  29/03/2011 às 16:48

    Não. Não tens, não. Principalmente, porque tu não sabes o porquê da escolha do cara.

  • 73. Guilherme  |  29/03/2011 às 16:53

    Generalizando, eu posso afirmar que na maioria dos casos que eu presenciei esse tipo de escolha, as razões estão ligadas a sentimentos de superioridade, xenofobia e até racismo.

  • 74. dante  |  29/03/2011 às 17:11

    “Mania de gaúcho recalcado secar a seleção brasileira.”

    pelo meu link do #66, o “gaúcho recalcado” sou eu.

    mas se o cara escreve algo como “eu posso afirmar que na maioria dos casos que eu presenciei esse tipo de escolha, as razões estão ligadas a sentimentos de superioridade, xenofobia e até racismo”, o recalque fica subentendido.

  • 75. dante  |  29/03/2011 às 17:15

    aliás, franciel é baiano e também seca a seleção brasileira.

    FRANCIEL É MAIS UM GAÚCHO RECALCADO.

    ONDE VAMOS PARAR.

    XENÓFOBO.

  • 76. Junior  |  29/03/2011 às 17:17

    Sancho, tu e o Guilherme tens razão. PSDB Mode: ON
    Qualquer um é livre para torcer por quem quiser, mas concordo totalmente com o Guilherme, em boa parte dos casos que eu também presenciei torciam contra a seleção brasileira por uma suposta superioridade que os gaúchos sentem em relação aos demais brasileiros, e o que é mais lamentável ainda, por xenofobia aos nordestinos e racismo.

  • 77. arbo  |  29/03/2011 às 17:18

    FERNNREF

  • 78. Guilherme  |  29/03/2011 às 17:20

    Como eu disse, estou GENERALIZANDO, o que é uma forma de preconceito, eu sei, mas pra fins de debate serve.

    Vocês sabem do que eu tô falando. O Junior ali tb concorda.

  • 79. dante  |  29/03/2011 às 17:23

    “Como eu disse, estou GENERALIZANDO”

    GENERALIZANDO, TODA a torcida do grêmio é racista.

    e daí?

    e daí: nada.

  • 80. Junior  |  29/03/2011 às 17:34

    Dante, tu citaste o Franciel. Pelo que eu já li dele, ele torce apenas contra a seleção brasileira. O que eu penso que o Guilherme está tentando demonstrar é muito maior que torcer apenas contra a seleção brasileira. É um sentimento presente (e crescente) na sociedade bovina que o RS é um “oásis de cultura, honestidade e sapiência” e que por um infeliz acidente geográfico faz parte desse “saara” chamado Brasil. Dois exemplos, um sério e outro que tira sarro dessa suposta superioridade:
    – o exemplo sério são esses vários adesivos nos carros com a frase “o sul é o meu país”.
    – o exemplo engraçado é o perfil “obairrista” no twitter (recomendo a todos que o sigam, pois o cara é muito bom).

  • 81. Carlos  |  29/03/2011 às 17:46

    Bah, sei lá, mas na merda q tá o RS chega a ser engraçado ter “sentimento de superioridade” ou o q quer q seja…
    Entendo os argumentos do pessoal aqui, mas acho q ninguém q comenta tem esse sentimento.

    Por essas e por outras q tenho vergonha absoluta e total qdo começa a tocar o hino do RS no(s) estádio(s).

  • 82. Eduardo  |  29/03/2011 às 17:50

    seco a seleção brasileira porque a CBF é uma maracutaia sem tamanho. não tem nada a ver ser ou não brasileiro, xenófobo, racista ou caraglioa4. tenho camisa do Brasil mais por “orgulho de ser brasileiro/gaúcho” morando no exterior do que por “gostar” ou querer que a seleção ganhe sempre. aliás, só acompanho em tempo de copa do mundo, pq amigos não brasileiros que gostam de futebol me perguntam…

  • 83. arbo  |  29/03/2011 às 17:50

    hj o bairrista tá demais
    pelotense é enterrado vivo e ozzy comerá galo no rs

    vcs podem generalizar o bairrismo, embora, um exemplo está dado, tem bastante gente pra tirar sarro disso, mas tbm podem pensar q PODE [ajuda: tem] haver gente q não torça pela seleção brasileira (e, de repente torça para outras), por OUTROS motivos. pelo direito de um baiano torcer pra celeste!

  • 84. arbo  |  29/03/2011 às 17:51

    o comment acima foi pro junior e o guilherme, é claro

  • 85. Volkart  |  29/03/2011 às 18:02

    Tenho orgulho de ser gaúcho e NÃO LAVO meu carro pois tenho muito AMOR por essa TERRA.
    Identidade é bonito, nunca confundam. Idiotas existem em qualquer seara. O resto é inveja.
    E amanhã tem show do Ozzy, post sobre isso por favor, chega de Neymar Ceni e outras franguinhas do meu BraZZZil ZZZil ZZZil.
    Ps: eu torço pela seleção brasileira. Só não consigo ficar triste quando ela perde.

  • 86. Serramalte Extra  |  29/03/2011 às 18:26

    85, e o pior é que o Ozzy disse que adorou as camisas do inter que ganhou de presente: era a única droga que ele ainda não tinha usado…

  • 87. Junior  |  29/03/2011 às 18:27

    “mas tbm podem pensar q PODE [ajuda: tem] haver gente q não torça pela seleção brasileira (e, de repente torça para outras), por OUTROS motivos. pelo direito de um baiano torcer pra celeste!”

    Arbo, eu não neguei nisso, bem pelo contrário, pode ler o meu post #76. Eu sou contra qualquer “obrigatoriedade” de torcer por qualquer time ou seleção. Também já escrevi isso quando houve uma discussão em que se criticava o habitante de um determinado estado mas que torce por um time de outro estado, especialmente do “Eixo do Mal” – Bairrista Mode: ON!

  • 88. Ozzy  |  29/03/2011 às 18:33

    Serramalte (it’s a very bad beer, i prefer Guinness) cada team dá um gift para singer que mais gostcha e que tem a ver with club. Gremioo deu a gift pro Ivete Sengallo (is right?).

  • 89. Sancho  |  29/03/2011 às 18:45

    Bah! A Seleção perdeu para a Holanda e eu fiquei arrasado. Torço, mesmo!

  • 90. Sancho  |  29/03/2011 às 18:46

    No amistoso contra a Argentina, teve o agravante de eu estar em Uruguaiana. Eu queria o FÍGADO do Douglas!

  • 91. Sancho  |  29/03/2011 às 18:53

    Botafogo de João Pessoa perdeu cinco pontos no STJD e foi eliminado da Copa do Brasil: Caxias está nos Sweet 16 [NCAA Basketball March Madness mode on].

  • 92. Gabriel R.  |  29/03/2011 às 19:04

    “Por essas e por outras q tenho vergonha absoluta e total qdo começa a tocar o hino do RS no(s) estádio(s).” heheh, Carlos na semi da liber do ano passado um amigo meu colorado que mora em SP veio ver o jogo, quando acabou o hino do Brasil e começou o do Rio Grande e o ESTADIO inteiro cantou em alto em bom som ele me perguntou o porquê?

    Eu respondi que em tese não sabia, mas que deveria ser pelo “orgulho de ser gaucho”, e nesse mesmo momento eu me dei conta da IMBECILIDADE que ocorre dentro do estadio de cantar o hino do rio grande e não o do brasil.

    E acho que é isso que o Junior fica puto tambem, e concordo com ele. Por mais que o Rs tenha muito mais em comum com uruguai e argentina do que com a bahia, por exemplo.

  • 93. Guilherme  |  29/03/2011 às 19:05

    .81

    Bah Carlos, eu também. MUITA vergonha. E teve um jogo em Floripa se não me engano, que a torcida do Grêmio que tava em bom número e começou a cantar o hino do RS POR CIMA do brasileiro.

    Nessas horas dá vontade de não torcer mais pro Grêmio.

    No mais, ser contra a seleção virou uma modinha da elite porto-alegrense (principalmente gremista) que tem no fundo um sentimento de superioridade sim. “Nós somos mais Uruguaios do que brasileiros, com orgulho”.

  • 94. almilano  |  29/03/2011 às 19:18

    #bandodefilhadaputa

  • 95. Sancho  |  29/03/2011 às 19:26

    Isto aqui é o que posso contribuir para o assunto: A BANDA ORIENTAL DO URUGUAI

    P.S.: Na final da Libertadores de 1995, o Atanasio Giradot sussurrou o hino da Colômbia e veio abaixo com o de Antioquia. Tive oportunidade de perguntar isso para um torcedor do Atlético Nacional, e ele me puxou um PAISAporte do bolso. Paisa é quem nasce em Antioquia. Não é que ele não gostasse da Colômbia, mas gostava mais ainda do Departamento dele. Isso tem em tudo que é lugar…

  • 96. Gabriel R.  |  29/03/2011 às 19:33

    #95 Nossa, mas faz tempo isso!!!! (corneta mode on)

    Poisé sancho, mas não é por ter em tudo que é lugar que isso deva ser APRECIADO. Cantar o hino do estado sobre o do brasil para mim é tão preconceito quanto tocar uma banana em campo…

    Se o hino fosse feio até vá, mas o hino brasileiro é ESPETACULAR!

  • 97. Guilherme  |  29/03/2011 às 19:36

    A Cataluña é o melhor (ou pior) exemplo disso, de um povo que é orgulhoso, mas também é um dos povos mais racistas da Europa.

  • 98. Sancho  |  29/03/2011 às 19:59

    Re 96

    Gabriel, minha posição está lá no 70.

    Só para ilustrar: no Olímpico, canto ambos os hinos; tenho 4 camisas da Seleção, e 2 do Uruguai; no jogo contra Escócia, cantei o hino com meu filho de ano e oito meses no colo; ele tem 2 camisas da Seleção e adora o “90 Milhões em Ação”.

    Eu não entendo como há quem ache que para gostar do Estado tem que detestar o país, que tem que achar que aqui tudo é bom (faz me rir!), etc.

    No fim, é como dizem as canções:

    “É o canto gauchesco e brasileiro/
    Desta terra que amei desde guri”

    “É o meu Rio Grande gigante/
    Mais uma estrela brilhante/
    Na bandeira do Brasil!”

    “Enquanto o gaúcho for visto no pampa/
    Enquanto essa raça teimar em viver/
    O grito dos livres ecoará nesses montes/
    Buscando horizontes libertos na paz”

    “Sopram ventos desgarrados/
    Carregados de saudade/
    Viram copos, viram mundos/
    Mas o que foi nunca mais será”

  • 99. Sancho  |  29/03/2011 às 20:01

    Sobre 1995, eu tinha 14 anos. Parece que foi ontem…

  • 100. Cícero  |  29/03/2011 às 20:04

    Gênio é o Ganso. (2)

    Neymar precisa de duas semanas com o Dinho cangaceiro, ou com algum outro açoitador do meio futebolistico, pra aprender a virar gente, que nem o Ronaldo virou quando esteve na Europa. A partir daí, ele pode até virar um mito.

    Só não vai ter o mesmo fim que o Ronaldinho, daí é pra cair os butiá do bolso.

  • 101. Cícero  |  29/03/2011 às 20:04

    só não me vá … *

  • 102. douglasceconello  |  29/03/2011 às 20:21

    Ainda estou cumprindo o dever/prazer de ler todos os comentários, mas gostaria de pontuar o seguinte:

    #12

    m, de fato, eu pensei na MESMA COISA. hdsufhs

    Mas a democracia não vem com KY.

    Rudi, não é o mais habilidoso que deve bater o pênalti, mas sim aquele que mais sabe bater pênalti.

    Lúcio hoje é crente, não chegaria no Neymar pra dizer: “Olha aqui, seu filho de uma puta, eu sou capitão e campeão do mundo. Se eu quiser, corto este teu topete com um cabo de vassoura”.

    No mais, eu torço contra a seleção brasileira e gostaria sempre que Uruguai, Paraguai e Chile vencessem todos os torneios. Principalmente porque gosto de um futebol que divida as GLÓRIAS e onde a dificuldade supere a faceirice desmedida.

    Continuarei a ler. Me aguardem (ns).

  • 103. Junior  |  29/03/2011 às 20:31

    Diferenças regionais existem em todos os países, a Bélgica está há mais de um ano sem um governo oficial por causa das disputas regionais (e o país segue adiante, o que só prova a importância dos políticos, rs). Mas há lugares que a briga é muito mais feia, como a Catalunha e o Sul da Itália. A Espanha e a Itália foram unificadas “ontem” se pensarmos em termos históricos, após séculos de divisões. E a Catalunha tem um “plus a mais”, a Guerra Civil Espanhola é muito viva ainda na Espanha, ainda há pessoas vivas que lutaram na Guerra Civil Espanhola. E as atitudes do Franco contra a Catalunha foram abomináveis. É complicado para um jovem catalão ter um sentimento de país se ele ouvia/ouve o avô contar o sofrimento que o governo central impôs a ele (o avô) e/ou para a sua província natal.

  • 104. Caue Fonseca  |  29/03/2011 às 20:32

    “Essa história de odiar craque é coisa da imprensa gaúcha recalacada (leia-se gremista) que acha que futebol é dar carrinho em placa de publicidade. O Inter sempre foi o celeiro de ases, time marrento e carioco, e por isso o Celso Roth vencerá a Libertadores sendo vaiado. Eu vaiarei.”

    1) Oi? Guiñazu?
    2) É a “imprensa gremista” que aplaude esse tipo de jogador ou é o torcedor na arquibancada?
    3) Desde quando vaiar o Roth diferencia uma pessoa? Não é meio sine qua non vaiar o bigodudo?

    Minha tese também é meio absurda, mas vamos lá: o torcedor do Inter viveu uma década de inveja tão profunda do Grêmio nos anos 90 que hoje incorporou até as coisas mais patéticas do gremismo, como esse amor por argentino ruim e agora essa mania de contratar o Celso Roth.

  • 105. Gustavo Santista  |  29/03/2011 às 20:35

    Estou vendo muita bobagem sendo escrita sobre o menino. Ele é humilde, gente fina, sem máscaras e acima de tudo, joga demais.

    Conformem-se e aplaudam quando ele chutar o Grêmio dessa Libertadores.

  • 106. Titi  |  29/03/2011 às 20:41

    #104

    Sobre a tese, voto com o relator.

  • 107. Titi  |  29/03/2011 às 20:49

    #105

    Santos e Libertadores na mesma frase … fazmerir.

    PECHEI com ele no carnaval, num camarote lá … MUITO humilde, transbordava. Isso que tinham outros … que JÁ fizeram muito mais que ele … bem DIBOUA.

    Não força, miguxo.

  • 108. Felipe (o catarina)  |  29/03/2011 às 20:59

    #93

    “No mais, ser contra a seleção virou uma modinha da elite porto-alegrense (principalmente gremista) que tem no fundo um sentimento de superioridade sim. “Nós somos mais Uruguaios do que brasileiros, com orgulho”.”

    pois na minha visão de forasteiro, se tem algo muito brasileiro no Rio Grande do Sul, esse algo chama-se Porto Alegre. Sempre imaginei que esse sentimento de “ser platino/uruguaio/castelhano/etc.”, algo assim, fosse de gente da fronteira. Faria mais sentido.

  • 109. Cássio  |  29/03/2011 às 21:00

    E o Cunegundes?

  • 110. Gustavo Santista  |  29/03/2011 às 21:06

    #107

    “Santos e Libertadores na mesma frase … fazmerir.” – Fomos só os primeiros a ganhar essa porcaria que vocês tanto idolatram aí, ganhando o bi na contra o Boca Juniors na Bombonera (respectivamente o time que vocês queriam ser e o estádio que queriam ter), então lave a boca pra falar de Santos e Libertadores.

    Sobre o camarote, o Neymar é só um moleque bobo e deslumbrado, de metido não tem nada. E ainda que não fosse tranquilo, dane-se, se eu jogasse que nem ele estava por aí andando com a rola pra fora fazendo pirocoptero.

  • 111. Carlos  |  29/03/2011 às 21:17

    Felipe Catarina, por favor.

    A tua opinião sobre Cacau Menezes. Sempre quis saber a opinião dos “da terra” sobre esse ser.

    E esse santista ae…sei não. Tá mais preocupado com a rola do neymar. Fazer o q.

  • 112. Felipe (o catarina)  |  29/03/2011 às 21:44

    #111

    Carlos, não tenho o hábito de ler as colunas dele no Diário Catarinense nem de assisti-lo no Jornal do Almoço, pelo simples motivo de que o conteúdo principal (colunismo social) não me interessa.

    Ele meio que desdenha dos cursos de jornalismo e vive dizendo que é jornalista há trocentos anos sem ter diploma (o pai dele era dono de jornal). Também gosta de arrotar que é o colunista mais lido de SC (e é mesmo). Mas jornalismo mesmo vi ele fazer uma única vez, quando foi, alguns dias antes do anúncio, o único cara a cravar que Florianópolis não seria sede da Copa no meio do oba-oba midiático instalado aqui (e só midiático, porque nenhum manezinho foi às ruas defender a candidatura). De resto, é só colunismo social e “põe na tela, Amarelo!”.

    As “coberturas” dele na Copa do Mundo (dele e do Roberto Alves, um ser que está na crônica esportiva há mais de 50 anos e ainda não sabe a diferença entre 4-4-2 e 3-5-2) foram lamentáveis e totalmente desnecessárias – só bobagem. Esses dias vi um quadro que inventaram pra ele, em que ele sai nas ruas com um microfone na mão e nenhuma ideia na cabeça fazendo perguntas aleatórias a pessoas aleatórias que encontra. Uma perda de tempo, enfim.

    No dia que vi esse quadro do JA, tinha uma gringa na rua, e ele perguntava pra ela de onde era ela e a guria dizia claramente “Róchia, Róchia” (é mais ou menos assim que se fala “Rússia”, em inglês, não?). Aí, ele: “É, essa gringa não entende português nem fala nada de inglês. Perguntei pra ela de onde ela é e ela disse BRASÍLIA, vê se pode?”. Cheguei a ficar com falta de ar de tanto rir. Segundos antes ele tentou falar em espanhol com um casal argentino e parou na terceira palavra.

    Enfim, ele é o colunista mais lido/visto de Santa Catarina… Quem aparece na coluna dele deve gostar. Eu ignoro.

  • 113. Norteña  |  29/03/2011 às 21:52

    Eu não torço para o Brasil por causa de tipos como o Neymar.

    Futebol arte não me desce.

    Uruguay e Gremio, só.

  • 114. Felipe (o catarina)  |  29/03/2011 às 21:55

    #111

    sem contar que ele divulga/publica essas correntes de internet como se fossem verdade e tem sérias dificuldades quando falha o teleprompter (aparelhinho acoplado à câmera que fica passando o texto pro cara ler).

    Essa da “predição” do Nostradamus foi foda: http://www.youtube.com/watch?v=ePXqGQcXZsw

  • 115. Camilo C.E.O.  |  29/03/2011 às 21:58

    Saudade do Fossati, único TÉCNICO DE VERDADE que o Inter teve. Claro, CASTELLANO E FUMADOR açslghaçlghç

    HATERS GONNA HATE

  • 116.  |  29/03/2011 às 21:58

    #110

    Boca que 40 anos depois humilhou vocês. Com Schiavi, Cagna e Cascini (!!!) no time, com o Fábio Costa perdendo a cabeça no final, saindo que nem louco no terceiro gol deles… Acho que quem devia lavar a boca é você. Ainda mais que o teu time tá quase fora. Ou vai esperar que o Neymar apareça quando a batata está assando? Não, só contra Escócias e Linenses da vida.

  • 117.  |  29/03/2011 às 22:00

    completando: não precisou de Maradona. Vocês, sem o Pelé, são um zero à esquerda total. Ganham campeonatos brasileiros no canetaço, do maior pilantra que esse país já conheceu, e ainda querem contar vantagem. Coitados.

  • 118. Titi  |  29/03/2011 às 22:14

    #110

    Achei que tinha dito que o Santos eliminaria o Grêmio NESSA LA. Esqueci que tu tava na arquibancada torcendo pro Edson.

    Tu tá mordido pq deve lembrar da última LA que nos cruzamos.

    E o Neymar é marrento, nada humilde, etc, etc … mas joga uma bola. Não sei se é Gênio, Craque ou qq porra. Mas é acima da média.

    Não preciso lamber o saco do cara pra ver que ele joga bola. só isso.

    Já falaram acima … o mesmo Neymar do Santos com 2 ptos na LA. Classifica primeiro, depois faz BRAVATA.

  • 119. Gustavo Santista  |  29/03/2011 às 22:43

    PQP Deixei a gremistada nervosa, relaxem, quem começou foi o rapazote ali que ficou puto que o Neymar tava passando o rodo no carnaval.

    Ganhem um jogo na Vila Belmiro, UM SÓ, depois conversamos.

    #116 – Isso acontece, perder e ganhar batalhas épicas, jogos que ficam marcados, etc… As nossa são contra o Boca (O TIME QUE VOCÊS QUERIAM TORCER!), as de vocês, bem, basta olhar o DVD…

    #118 Tô mordido com nada não, nessa libertadores aí vocês tremeram para um time que o atacante era o Renatinho e o lateral direito o BETÃO, se classificando no gol fora. E só pra lembrar, no último mata-mata, ganhamos de vocês com Rodriguinho, Pará e Felipe Mãos de Alface no gol, com direito a CAVADINHA do Robinho.

    Podemos não nos classificar, mas se isso ocorrer, certamente não será culpa do Neymar que anda jogando sozinho contra os 11 adversários e nossa zaga.

    E chega por hoje, sem desviar o foco. VIVA NEYMAR, O CRAQUE HUMILDADE!

    Abs.

  • 120. Serramalte Extra  |  29/03/2011 às 22:51

    119, perdemos ano passado com direito a pênalti não marcado do Dracena no Jonas, quando tava 0x0 e o santos não conseguia tocar na bola, no primeiro tempo… e com o SILAS no banco!

  • 121. Serramalte Extra  |  29/03/2011 às 22:55

    No mais, eu sou indiferente quanto aos outros gostarem ou não dos ídolos do meu time.

    Pensando melhor, não. Prefiro que NÃO GOSTEM mesmo.

  • 122. Fabio  |  29/03/2011 às 22:57

    É, convenhamos que o cara falou SANTOS na Libertadores, e não Corinthians…

  • 123. Serramalte Extra  |  29/03/2011 às 23:05

    Só mais uma coisa: desde 1990, existem apenas TRÊS cidades onde um cara pode jogar e tornar-se ídolo nacional do bananão: Milão, Madri e Barcelona.

  • 124. Camilo C.E.O.  |  29/03/2011 às 23:21

    #123: esqueceu KOSHIMA.

  • 125. Gustavo Santista  |  29/03/2011 às 23:28

    Voltei para dar o braço a torcer para Serramalte Extra, a última cerveja digna deste país, já que agora fazem geladeiras temáticas da Original e a Bohemia tem gosto de perfume.

    O pagode mais tocado na rádio em SP contém o nome do Barcelona em sua letra.

  • 126. Camilo C.E.O.  |  29/03/2011 às 23:30

    digo, KASHIMA, claro.

  • 127. Ernesto  |  29/03/2011 às 23:59

    Bah, o cara falou que a catalunha é racista. Porra, há duas semanas atrás, a torcida do Atletico de Madri ficou os 90 minutos imitando macaco quando o lateral esquerdo que era do Fluminense, Marcelo, agora no Real MAdrid, tocava na bola.

    E a torcida do Real MAdrid também é um bando de palhaço.

    O magrão aí com certeza é um enviado do centralismo da corte imperial, seja da Espanha, seja do Brasil.

    General Lima e Silva, o Duque de Caxias, era um Junior “com grife”

  • 128. Ernesto  |  30/03/2011 às 00:01

    E ao OTÁRIO ali do carioquismo colorado, do Celso Roth, te abraça nessa então, ô jatobá patife, sem vergonha:

    http://globoesporte.globo.com/futebol/times/internacional/noticia/2011/03/clemer-comeca-realizar-sonho-ele-e-o-novo-tecnico-dos-juvenis-do-inter.html

    E vai chupar um salame, seu retardado

  • 129. Norteña  |  30/03/2011 às 00:03

    Bah, foi soh falar do abobado do Neymar que baixou o nivel dos comentarios.

    Sugiro não falar mais deste gurizote.

  • 130. Mika Nurmela  |  30/03/2011 às 00:23

    #119

    Isso acontece, perder e ganhar batalhas épicas, jogos que ficam marcados, etc… As nossa são contra o Boca (O TIME QUE VOCÊS QUERIAM TORCER!), as de vocês, bem, basta olhar o DVD…

    Obrigado por reconhecer que as glórias gremistas ocorreram quando o DVD já tinha chegado ao Brasil. Diferente dos santistas que precisam recorrer ao super-8 do Canal 100 para rever as suas.

    No mais, será que Neymar conseguiria vencer um jogo com 7×11, dois pênaltis contra e juiz roubando?
    Fica a pergunta

  • 131. Lol  |  30/03/2011 às 00:38

    bom…se o filipe…vulgo sapinho…irmao do sapao…que se notabilizou por fechar o gol nos campeonatos do recreio do santa ines…e do morro santana….mas tbm por declaracoes polemicas e, por vezes, arrogantes, ta dizendo que se rendeu….entao eu me rendo tbm….lembro do gremista….morador da av. Ijui que achava que era maior que o taffarel dentro dos limites do petropolis…que virou jornalista e, desde entao, perdi contato…….Neymar eh craque sim…mas eu…mesmo com meu futebol meia boca….fiz alguns gols no sapinho….tanto no recreio como no morro santana….

  • 132. douglasceconello  |  30/03/2011 às 00:58

    Não me sinto representado por esta porcaria de seleção PURPURINADA e nem por essa confederação desgraçada. Se é para torcor por bandidos, escolho os que roubam galinhas.

    Na real, o que interessa mesmo são os clubes. Seleção é a revista CARAS do futebol.

  • 133. Titi  |  30/03/2011 às 01:49

    #119

    Cara, le o meu coment (107) … falei da FALTA de humildade do cara, não falei em “passar rodo no carnaval” e blábláblá. Não há nervosismo, é fato! PECHEI com Elano, Ronaldo, Edmundo, Marcos Assumpção, Dinamite entre vários …. e repito, todos ANOS LUZ mais DIBOUA que o moleque. Pode ter sido um “dayoff” dele. Mas não é o que parece.

    Falei que o cara não é humilde. A minha opinião, e a da maioria aqui. Se tu acha, legal.

    Tremer = ganhar. BOUA.

    Tu decretou que CB > LA.

    Se ganhar pelo gol fora for um IMPEDIMENTO, que se mude o regulamento. (verso e rima)

    Tu começou falando em eliminar o Grêmio na LA 2011. Só isso. (#105). BRAVATA (s.f. Ameaça arrogante de falso valentão; bazófia, fanfarronice, fanfarronada.)

  • 134. Prestes  |  30/03/2011 às 01:57

    Com a idade do Neymar, o Robinho já era campeão brasileiro, e jogando bem mais q ele. O Diego era ainda mais novo e também destruiu mto naquele campeonato (2002). O Pato tb tinha feito mais que ele com dezenove. Nenhum dos três estourou tanto quanto se esperava.

    O Neymar sabe jogar, tem estrela (os gols do amistoso demonstram isso), mas vai ter q comer grama, e ter bem mais inteligência pra jogar do q tem. Hoje, ele ainda não sabe bem quando tocar prum companheiro mais bem colocado, quando é hora da cavar uma falta, quando é hora de segurar a bola. Falta muita inteligência pro Neymar EM CAMPO. Pra ser fora de série tem q ENTENDER O JOGO, não basta qualidade técnica. É algo q ele pode adquirir, evidentemente, mas não vejo isso nele.

  • 135. fino  |  30/03/2011 às 02:05

    Quero ver você abalando no pagode
    Toda produzida, de topinho com decote
    De sainha rodadinha, rebolando até o chão
    Salto plataforma que tremendo avião
    Que pousou no meu pagode me levou até a lua
    Sonhei com você essa noite toda nua
    Me chamando de amor, me chamando de paixão
    Gata, você sabe, balançou meu coraçã

  • 136. Prestes  |  30/03/2011 às 02:05

    Para mim a referência técnica na seleção hoje deve ser, de verdade, o Robinho.

    Ele foi a única das estrelinhas brasileiras que realmente se dedicou nos últimos quatro anos à seleção, fez boa Copa e tem jogado no Milan e até feito seus golitos, ao contrário de KK, Adriano e Dentucho. Hoje, pra mim, Robinho é titular e manda no ataque da seleção.

  • 137. Eduardo  |  30/03/2011 às 07:10

    Engraçado é o Guilherme falar em xenofobia e em todos os posts segue achando que o Escudero não joga nada, sem ao menos dar chance ao hermano. Tudo em nome dos pratas da casa? como diria o Ernesto, cade a coerência?

  • 138. Gabriel Severo  |  30/03/2011 às 09:35

    Vão chupar um prego querendo que o guri seja humilde.

    Como alguém disse: ele sempre cumpriu tudo o que se esperou dele.

    Se há algo mais que ele poderia ter feito em campo? Por enquanto não, o futebol dele vai ser maturado ainda, é muito difícil ser A ESTRELA com a cabeça e o penteado desse guri.

    Se eu tivesse toda a mídia dele vocês certamente estariam me odiando no momento enquanto eu estaria pegando todas as DST’s possíveis e descobrindo umas 15 desconhecidas pelo homem.

    Que saia do Brasil logo pra eu parar de me iludir a cada jogo que ‘é só uma chegada do Bolívar/Indião e acabou esse franguinho’.

  • 139. Frank  |  30/03/2011 às 11:46

    Concordo com o Júnior em gênero, número e grau…

    Aquele a quem os “separatistas” adoram citar, o gauchão dos pampas Getúlio Vargas, quando chegou ao poder, queimou todas as bandeiras dos estados em nome da centralização do poder na Federação…
    Aqueles que falam em “separatismo” e não sei o quê, o fazem mais por razões de preconceito e uma mal disfarçada sensação de pretensa “superioridade”, que é um fato tão ridículo que não vale nem a pena discutir em um blog como esse…

  • 140. Guilherme  |  30/03/2011 às 12:10

    .137

    Eduardo, é JUSTAMENTE por causa da xenofobia gremista que eu falo sobre o Escudero.

    Os gremistas preferem se associar com o Escudero e não com o Junior Viçosa, basicamente PORQUE um é argentino e o outro é Nordestino.

    E isso não tem nada a ver com futebol, já que o Junior Viçosa já fez muito mais do que o Escudero no Grêmio, inclusivo nos jogos que os dois estiveram juntos. É questão de preferência pessoal mesmo, diretamente relacionada com a origem dos ois jogadores…

  • 141. Guilherme  |  30/03/2011 às 12:12

    .136

    Concordo sobre o Robinho, Prestes.

    Mas acho que ninguém mais tá visitando esse post e eu to aqui falando sozinho…

  • 142. Rudi  |  30/03/2011 às 12:15

    Relaxa Guilherme
    Eu leio os post no site mesmo, mas depois fico acompanhando os comentários via feed, então estou em todos os posts ao mesmo tempo hehehe

  • 143. Frank  |  30/03/2011 às 12:19

    Pelo visto, Rudi anda se inspirando em George Orwell (ns)…

  • 144. Eduardo  |  30/03/2011 às 12:38

    Entendi. Acho que o Viçosa fará muito pelo GRE. Mas entendi tua posição. Argumentaria, até concordando, mas to muito triste pelo Petry e fechei o bar por hoje.

  • 145. Guilherme  |  30/03/2011 às 12:44

    Bah Rudi, monitoramento casca.

    .144

    Eu não conheci o Petry, meus pêsames!

  • 146. Cícero  |  30/03/2011 às 13:01

    tem que jogar bola, ser marrento e enfiar dedo no cu dos zagueiro; inclusive do Lugano na Copa América.

  • 147. douglasceconello  |  30/03/2011 às 13:10

    #136. Prestes

    “Para mim a referência técnica na seleção hoje deve ser, de verdade, o Robinho.

    Ele foi a única das estrelinhas brasileiras que realmente se dedicou nos últimos quatro anos à seleção, fez boa Copa”

    Bah, Prestes. Te EXPULSARIA do Impedimento, se não soubesse que tu fez esse comentário sob o efeito de um FUNCHO BRABO. auhuha

    Sério? Robinho se dedicou à seleção e FEZ BOA COPA? Nenhum sentido. Amarelou em todos os jogos e quase provocou guerra nuclear com a Coreia do Norte (ns).

  • 148. Prestes  |  30/03/2011 às 13:55

    Robinho >>>>> Kim Jong

  • 149. dante  |  30/03/2011 às 13:58

    e toda essa discussão porque um fulano qualquer [EU – e outros aí] não curte muito a seleção brasileira?

    bó.

  • 150. arbo  |  30/03/2011 às 14:09

    é fácil ser condescendente com o robinho, até consigo entender como mentes de vanguarda [ó] como a do prestes chegam a tais conclusões. ele é exatamente o q eu não gostaria q o neymar se tornasse. e ele é razoavelmente inteligente: deu a morta pra q isso não acontecesse com o guri. o robinho é um atraso – e há tempos – para a Seleção Brasileira. não significa q seja problema único.

  • 151. Guilherme  |  30/03/2011 às 14:46

    Na seleção do Dunga o Robinho fazia um papel tri importante, na minha opinião. CLARO que ele não era o craque nem o definidor, mas ele correu bastante sim, e ajudava na articulação, fazia o quinto to meio e o segundo do ataque muito bem. O que não é um papel fácil de se fazer.

    LOGICO que eu preferiria o Rivaldo, mas nem sempre se tem tanto jogador bom num time só…

  • 152. Prestes  |  30/03/2011 às 15:06

    To com o Guilherme nessa. Não nos esqueçamos que o Robinho matou no peito todas as ruins, quando as estrelas gordas não queriam jogar. Ele foi o líder do time na Copa América, fez o gol que seria decisivo contra a Holanda, com muita frieza, não fosse uma falha de quem menos se esperava, o Júlio Cesar.

  • 153. Guilherme  |  30/03/2011 às 15:13

    Mais a falha de quem mais se esperava, o Felipe Melo hehe.

  • 154. douglasceconello  |  30/03/2011 às 15:45

    E saiu de gaitada com o Zidane quando o Brasil tomou tufo da França em 2006.

    Brasileiro tem memória curta.

    dsfhuds

  • 155. arbo  |  30/03/2011 às 15:47

    pois é, reconheço os méritos do robinho na copa, mas acho nos desviamos bastante do caminho [voz de velhinho clerical aqui] qdo o colocamos (ah, colocou-se) como titular incontestável. qdo ele não jogava bem, e tivemos mtos exemplos irritantes disso, o time não andava.

  • 156. Guilherme  |  30/03/2011 às 15:58

    Também é verdade que tivessem colocado ele de titular em 2006, a coisa poderia ter sido diferente. A imbecilidade do Parreira em colocar os dois gordos juntos na frente ajudou a afundar a seleção.

  • 157. Prestes  |  30/03/2011 às 16:19

    Acho q o Robinho é bem contestável, mas se hoje temos um homem de ataque com experiencia de Seleção, com capacidade física e técnica para ser titular, este alguém é o Robinho. Não tem mais nenhum outro. Hoje ele é o nome mais experiente para jogar no ataque do Brasil, já que os Ronaldos, KK e Adriano não têm mais condição. O outro nome seria o Luis Fabuloso, mas ele não deve jogar a próxima Copa.

  • 158. Ramon  |  30/03/2011 às 16:21

    Sei que tô atrasado, mas aconteceu um negócio engraçado no jogo.

    Eu tava no estádio e os escoceses tavam fazendo um carnaval muito engraçado com a brasileirada, peguei um escocês de Kilt abanando uma mega bandeira do Goiás, enquanto outro tentava com uma gaita escocesa acompanhar os tambores de uns baianos. Todo mundo bêbado, os policiais britânicos se matando pra controlar os bêbados, que não tinham nada de violentos, pelo contrário. As duas torcidas totalmente entrosadas.

    Mas aí o Neymar começou a se atirar em campo e simular lesões. Os brasileiros constrangidos enquanto os escoceses (e britânicos em geral condenam muito isso), vaiavam ele enlouquecidamente, porque realmente nos primeiros 10min ele tava uma bixa.

    Aconteceu um lance nada a ver comigo, mas um guri que tava na torcida brasileira tentou acertar o bandeira com uma banana. A banana entrou no campo e o Neymar achou que era com ele.

    BURRO não entendeu que as vaias poderiam ser contra o futebol dele, porque todos sabem que ele se acha deus (com apoio da Globo). Na cabeça dele ele ligou as vaias à banana e pensou: “claro! eles são racistas, não podem ver um pretinho ser bom de bola.”

    No fim a polícia britância não deu bola. Mas é por essas e por outras que alguém tem que dar um paratequieto nesse moleque, que joga muito, mas tem o rei na barriga como eu vi poucos ter no futebol…

  • 159. arbo  |  30/03/2011 às 16:22

    sério, q se foda essa experiência do robinho, qdo ele fez algo q prestasse pelo futebol ele não tinha qq, aliás, fez talvez justamente por não ter… tem q dar oportunidade de experiência pra outras e era isso. tem tempo até 2014. mas tem q aproveitar.

  • 160. Ramon  |  30/03/2011 às 16:22

    *lance nada a ver com isso

  • 161. arbo  |  30/03/2011 às 16:23

    “peguei um escocês de Kilt ”
    ai don ramon

  • 162. Ramon  |  30/03/2011 às 16:25

    Hah!

  • 163. Junior  |  30/03/2011 às 16:31

    Guilherme, no jogo contra a França, em que o Brasil foi eliminado, o Parreira NÃO escalou o “quadrado mágico”. Ele colocou o J. Pernambucano como 3º homem de meio campo, o Kaká como o articulador do tIme e os dois Ronaldos na frente. É engraçado mas o tal “quadrado mágico” se fixou na mente das pessoas.
    Sobre o Robinho, naquela Copa América, o Robinho foi muito bem nos dois jogos contra o Chile. Na final contra a Argentina, jogou muito mal, quem desequilibrou naquele dia foi o J. Baptista. E Prestes, ele esteve bem no Milan até janeiro/começo de fevereiro. Hoje é reserva, o Milan joga com Cassano, Pato e Ibrahimovic.

    “pois na minha visão de forasteiro, se tem algo muito brasileiro no Rio Grande do Sul, esse algo chama-se Porto Alegre.”

    Concordo 100% contigo, Felipe. Porto Alegre tem muito mais vocação para ser “cidade do mundo” do que uma cidade apegada às velhas tradições do RS. Mas parece que há uma parcela da população que confunde preservar tradições com ficar preso no passado. Nos anos 30, eu não escrevi errado, é isso mesmo, um escritor gaúcho chamado Cyro Martins escreveu a “trilogia do gaúcho a pé”, demonstrando que esse modelo de latifúndios gigantescos com mais bois do que gente já era ultrapassado e estava deixando na pobreza os gaúchos típicos (os gaúchos do campo), por falta de oportunidade de emprego e pela pobreza econômica da região onde viviam. E o mais incrível é que 80 anos depois, ainda exista defensores desse modelo totalmente ultrapassado. Tu não deves saber, mas a metade sul do RS, onde predomina esse tipo de atividade econômica é a região mais pobre do RS.

  • 164. Guilherme  |  30/03/2011 às 17:02

    É mesmo! Mas igual, trocar o Adriano pelo Ronaldinho é trocar um poste por outro.

  • 165. Roger  |  30/03/2011 às 17:11

    # 154
    Verdade Douglas.
    Eu, por exemplo, não lemnbro de nada que aconteceu no esporte em 2006…
    asdkjfgasd

  • 166. Flávio  |  30/03/2011 às 19:50

    R163
    Na verdade, o único titular absoluto no ataque do Milan é o Ibra. Os outros três se revezam. Como o Pato vive entrando e saindo do estaleiro, o Robinho joga com frequência.
    Mas não o vejo com toda essa moral para ser um líder na Seleção. No pós-Copa, só jogou bem contra os EUA. E ele já não é atacante há algum tempo. No Milan, geralmente é enganche. Na Seleção do Mano, winger pela direita. É onde ele pode jogar, disputando posição com Elano e Lucas (SP).

  • 167. Gregório  |  31/03/2011 às 04:52

    Sobre Neymar ser craque, arrogante, etc:

    http://blog.90minutos.org/index.php/2011/03/10/se-se-esconde-nao-e-craque/

    Messi teve tratamento semelhante ao de Neymar desde criança. Foi para o Barcelona com 13 anos e desde então foi lapidado para ser (esse sim) o GÊNIO que é.

    Messi, com 23 anos, já foi escolhido Melhor do Mundo por duas vezes, além de ter no currículo duas Champions League, quatro Campeonatos Espanhois, um Mundial Sub-20 e uma Medalha de Ouro Olímpica. Só para comparar, com essa idade, MARADONA tinha um Mundial Sub-20 e um Campeonato Argentino. Neymar, atualmente, tem uma Copa do Brasil, um Sulamericano Sub-20 e um PAULISTÃO…

    Aí cabe duas perguntas:
    Qual é o mais arrogante?
    e
    Alguém já viu UMA declaração polêmica ou atitude arrogante de Messi?

    Sem mais.

  • 168. dante  |  31/03/2011 às 10:12

    “Alguém já viu UMA declaração polêmica ou atitude arrogante de Messi?”

    isso também pode significar que ele é um BUNDÃO, né.

    sdoísd0-gsddfhdhf

  • 169. Gregório  |  31/03/2011 às 13:04

    168

    Também pode significar que ele é profissional e focado, mesmo já tendo conquistado praticamente tudo. Ao contrário do nosso amigo Neymar, que não é nada mais do que um deslumbrado e convencido.

  • 170. dante  |  31/03/2011 às 16:15

    #169:

    pois é, fica a dúvida. não conheço pessoalmente nenhum deles.

    acho meio complicado omitir opiniões definitivas sobre essas “celebridades”, cujas características de PERSONALIDADE chegam até nós, na maioria das vezes, totalmente FILTRADAS pelo que expõe a mídia.

  • 171. Gregório  |  31/03/2011 às 17:06

    170

    Não tô falando da personalidade do cara. Tô falando da imagem que ele passa.

    Neymar tem uma imagem do típico idiota que não leva nada a sério e que se acha o cara, o melhor, mesmo sem ter dado provas de que seja 10% do que acha que é. A melhor comparação que podemos fazer não é com Romario, como vi alguns fazendo, mas com Robinho e Ibrahimovic, excelentes jogadores mas que acham que tem capacidade para ser melhor do mundo. Não tem.

    A imagem de Messi é completamente diferente. Ele não se envolve em polêmicas, não se acha, se dedica imensamente e, apesar de todo o talento que tem, sabe jogar para o time. Não aparenta se achar acima do bem e do mal como os palhaços citados acima. É DISSO que estou falando.

  • 172. douglasceconello  |  01/04/2011 às 01:47

    Gregório, concordo com tudo, desde que tu não coloco Romário e Maradona junto desses outros nomes aí.

    hudsfhs

  • 173. Gregório  |  01/04/2011 às 03:16

    172

    De boa, se o Messi ganhar uma Copa do Mundo, certamente ele entra nesse patamar. Na minha opinião, é só o que falta para podermos considerá-lo um dos 10 maiores da história, ao lado de Pelé, Maradona, Zidane, Cruiyf, Garrincha, Zico, Puskas, Platini e Di Stefano.

  • 174. Zé Kalanga  |  01/04/2011 às 10:26

    A melhor coisa que pode acontecer ao Neymar é ir pro Barça. Não tem como ficar se achando vendo de perto o Messi ser o que é, e com aquele monte de estrelões te olhando com cara de “- Quem é tu , fidido ?!?”

    Mas ele é quase um gênio, sim. Quando aprender a driblar numa, e a tocar na outra, será o melhor do mundo.

  • 175. Zé Kalanga  |  01/04/2011 às 10:30

    “De boa, se o Messi ganhar uma Copa do Mundo, certamente ele entra nesse patamar. Na minha opinião, é só o que falta para podermos considerá-lo um dos 10 maiores da história, ao lado de Pelé, Maradona, Zidane, Cruiyf, Garrincha, Zico, Puskas, Platini e Di Stefano.”

    E o OBDÚLIO, PORRA !!!???!!!!

  • 176. Rudi  |  01/04/2011 às 10:46

    #175

    sendo que desses 9 citados, Cruyff, Zico, Puskas, Platini e Di Stefano não ganharam copa

  • 177. Arhur  |  08/04/2011 às 19:38

    Não vou aqui querer dar uma de intelectual ou grande entendedor de futebol. Apenas devo concordar com você e confessar que ainda estou nesse processo de aceitação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • Ok, o Botafogo foi líder por um gol de saldo, mas vocês entenderam. Fora que o Barcelona tinha feito frente aos car… twitter.com/i/web/status/9… 2 hours ago
  • Próximo passo é ficar um mês inteiro dizendo "Grêmio deu sorte" e se surpreender quando for choro e ranger de dentes nas semifinais. 2 hours ago
  • Líder de um grupo com Botafogo, Estudiantes e Atlético Nacional; eliminou Palmeiras e Santos jogando melhor: "Zebra". Nunca aprendem. 2 hours ago
  • RT @butterfutebol: Existe o título da Libertadores. Só um leva. E existem as noites de Libertadores. Essas têm muitos donos. E podem durar… 11 hours ago
  • RT @2010MisterChip: Te vendieron que el Real Madrid había igualado un RÉCORD MUNDIAL el pasado domingo? Pues te engañaron. Y mira que te lo… 17 hours ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: