Tudo se encaminha

07/02/2011 at 12:12 174 comentários

A naturalidade na qual o Grêmio vai esmagando seus adversários brizolão afora, inclusive o bom time do Caxias, assim como os tropeços improváveis aos quais o time do Inter se submete, desde o Gre-Nal B até uma derrota com os titulares para o Veranópolis, mostram que há um destino do qual Celso Roth não fugirá. A demissão em um ano de Libertadores por maus resultados no Gauchão tem tudo para acontecer pela segunda vez em três anos, em clubes diferentes – e dessa vez, será totalmente merecida.

Se em 2009 o Grêmio pensou demais com o fígado ao mandar Roth embora pelas derrotas seguidas em grenais, hoje, a ideia de demitir Roth deve ser tomada apenas e tão somente com o cérebro. Roth chegou pela enésima vez na fase que culminou com sua demissão em quase todos os clubes pelos quais passou: aquela em que erra sistematicamente e não admite.

Se no ano passado a base copeira montada por Jorge Fossati foi azeitada e melhorada com o ingresso de Taison, culminando na conquista da Libertadores, hoje aquela base foi desmontada aos poucos, pelo envelhecimento de alguns dos principais atletas (Guiñazú, Índio, etc), pelas péssimas escolhas (4-5-1, três volantes) e pela lezeira que se instalou com a desculpa do Mundial de Clubes, culminada com o vexame histórico do Mazembaço. Contra o Veranópolis, o Inter foi uma reprise do segundo semestre de 2010: um time sem objetividade, preguiçoso, incapaz de agressividade, dependente de lampejos de D’Alessandro e do oportunismo de Leandro Damião, chamando a derrota e implorando pela sua chegada.

Um time típico de Celso Roth.

Só quem pode salvar o Internacional é o Grêmio. São poucos os times do Gauchão que podem derrotar o Inter sem acontecer a desculpa de time B, falta de foco ou qualquer bobagem do gênero. Os maiores problemas do Inter estavam no goleiro, que foi retirado; no centroavante, que está fora dos planos; e do treinador, que só vai sair com um desastre de grandes proporções.

O desastre está se encaminhando. O Inter deve ficar em 4º lugar no seu grupo e enfrentar o Grêmio com os titulares. Com um 4-5-1 acadêmico e incapaz de chegar à alegria do gol, deverá ser massacrado pela volúpia de Renato e seus trico caps. E assim, dará o primeiro grande passo para a sua demissão.

O Twitter de Roberto Siegmann já demonstra que o fogo está ligado, ainda que baixo. Em breve ele ficará mais alto.

Cachorro ovelheiro morre olhando para o rebanho. Celso Roth morrerá sabotando a si mesmo.

Até a vitória,
Luís Felipe dos Santos

Anúncios

Entry filed under: Gauchão.

A receita completa de um clássico Onde os favoritos não têm vez

174 Comentários Add your own

  • 1. Marimon  |  07/02/2011 às 12:24

    Não admito outro resultado que não seja o título do Gauchão para essa máquina tricolor do Renato.

    2006/2010 feelings.

    Aguante pensamento mágico!

  • 2. Anônimo  |  07/02/2011 às 12:26

    O Inter nao termina em 4. nem a pau. Ganha do Pelotas (ate’ porque jogara’ com os titulares), e garante o 2. lugar. Mesmo assim, um prova’vel Gre-Nal deve ocorrer nas semis.

    Abraco,
    Sanchotene

    P.S.: O Gremio esta’ a uma vitoria de confirmar o primeiro lugar. Joga duas fora: Sao Luiz e Novo Hamburgo. Aguardemos.

  • 3. Anônimo  |  07/02/2011 às 12:31

    Re 1

    Os gremistas tambe’m tem o mesmo feeling: 2006/2010, 2007/2011…

  • 4. Álisson  |  07/02/2011 às 12:39

    Temos um treinador fraco, arrogante, que não admite nem aprende com os próprios erros. Será que é dificil notar isso e mandar esse infeliz pra bem longe?

  • 5. Carlos  |  07/02/2011 às 12:41

    Virem essa boca pra lá.

    Inter campeão gaucho, eu acredito.

  • 6. Gabriel Severo  |  07/02/2011 às 12:41

    #3

    Do mesmo jeito será ótimo. Vão tomar 5 na final do Estudiantes dessa vez?

  • 7. Tiago Marcon  |  07/02/2011 às 12:41

    Celso Roth cagalhão. Encheu o time de volantes contra o Veranópolis, deixou o centoravante sozinho no esquema e depois do jogo ainda queimou o guri Alex…MInha tênue esperança é que a qualidade do grupo, com as novos argentinos, seja grande o suficiente para solapar a covardia do treinador. Escalando o feijão com arroz talvez tenhamos chance.

  • 8. Gabriel Severo  |  07/02/2011 às 12:43

    Demitam logo essa MULA que é o Celso Roth, tragam o Falcão só pra provocar o Grêmio e o Renato. Ganhem TUDO.

  • 9. Gerhardt  |  07/02/2011 às 12:45

    é de REGOJIZAR a alma presenciar os lamúrios e efeitos colaterais q Roth causa.
    É comparável ao q vi por esses dias no discovery, um programa sobre parasitas q vc engole com a água e então vc vira a refeição deles, até eles acabarem com seu fígado e outros orgãos, bem devagarinho, de dentro para fora. Coisa de difícil diagnóstico e muita dor.

  • 10. Gabriel Severo  |  07/02/2011 às 12:48

    O pior foi que o Inter deu no colo desse animal um título da Libertadores, que, diga-se de passagem, teve dedo dele naquele esquema que DEPENDIA do Taison.

  • 11. Flávio  |  07/02/2011 às 12:52

    R10
    Sou mais o Dunga. Tem menos carisma e foi bem menos jogador. Mas como técnico, apesar dos pesares, tem um retrospecto melhor.

  • 12. Marimon  |  07/02/2011 às 12:55

    #3

    bom, pode acontecer tb.

    e nesse caso o grêmio ganha o que mesmo?

  • 13. J Petry  |  07/02/2011 às 12:57

    Bielsa está sem emprego…

  • 14. guihoch  |  07/02/2011 às 13:00

    estepost escancarou,pois estaclaramente invocando uma especie de “maldiçao do impedimento” generalizada, até apontando oerrohistorico do roth que eu acho vai se repetir, roth claramente querendo treinar um time em outro estado, deste jeito conhecera o brazil inteiro e ganhando para isso, A FILA ANDA

    ROTH ETERNO

    TD

  • 15. Anônimo  |  07/02/2011 às 13:01

    Re 12

    O prazer do pavor nos colorados por cinco LINDOS meses, mais uma festa na Goethe no inicio de maio…

  • 16. Anônimo  |  07/02/2011 às 13:02

    Re 5

    Titulo colorado nem de cuspe ‘a distancia!

  • 17. Lea  |  07/02/2011 às 13:11

    “O desastre está se encaminhando”
    Desastre e cair para a segundona do brasileiro….
    Oras, vá lamber sabão!
    Enfiem o titulo gaucho no time da azenha que para os colorados ta de bom tamanho ganhar de novo, eu disse de novo, a LA.

  • 18. André  |  07/02/2011 às 13:12

    Concordo com o Bielsa, e também com o Dunga e se aparecer alguém pedindo o Joel terá o meu apoio.

  • 19. matheus  |  07/02/2011 às 13:23

    é…

    tragam outro, tragam outro.

    =/

  • 20. Flávio  |  07/02/2011 às 13:23

    Bielsa não rola. Não é retranqueiro, portanto Carvalho nunca o traria.

  • 21. Carlos  |  07/02/2011 às 13:25

    #17
    Aguante arrogância.

  • 22. Volkart  |  07/02/2011 às 13:28

    Só ARGEL salva! Gastem os R$ 200.000 da diferença do salário dos treinadores em um zagueiro top, e é caneco no armário.

  • 23. Gabriel Severo  |  07/02/2011 às 13:34

    #15

    Cinco meses de pavor efêmero nada são diante do GOZO ETERNO (DE UMA MENTE SEM LEMBRANÇAS) da reversão de expectativas do rival. Só quem viu um monte de “GERALDO GRÊMIO” brotar do nada em 2007 durante o ensino médio, descer as escadas cantando “vamo tricolor” e sentindo todos os meus nervos RETESADOS de medo daqueles diabos ganharem à copa no ano seguinte à CATARSE sabe o que significa uma derrota acachapante. Só quem não é secador nato não vai entender a importância de uma CHAGA dessas nos rivais, mesmo ao custo do pavor.
    Como disse LFV naquela crônica: O passado é prólogo.

  • 24. Gabriel Severo  |  07/02/2011 às 13:36

    #22

    Eu receberia o Argel FUCKS no aeroporto.

  • 25. Volkart  |  07/02/2011 às 13:37

    #24
    Eu também. E com um caneco de chopp…

  • 26. Marimon  |  07/02/2011 às 13:46

    #15

    Tu já teve dias melhores, meu velho.

  • 27. arbo  |  07/02/2011 às 13:47

    #vinte e quatro

  • 28. Marimon  |  07/02/2011 às 13:48

    #25

    e uma costela gorda.

  • 29. Anônimo  |  07/02/2011 às 13:52

    Puta Merda, cada vez mais arrogantes os colorados. Perdem pro Mazembe e estufam o peito pra falar que são campeões de tudo (tudo que o Grêmio já conqusitou também), Vai entender.

  • 30. Gabriel Severo  |  07/02/2011 às 13:54

    Argel.

    Melhor treinador ou melhor treinador?

  • 31. Gabriel Severo  |  07/02/2011 às 13:56

    #29

    Vai entender essa tal de arrogância, tem gente que cai e estufa o peito pra falar de uma tal batalha contra um time obscuro de pernambuco. O Grêmio não consquistou a sulamiranda que eu saiba.

    Arrogância por arrogância, prefiro a minha.

  • 32. Junior  |  07/02/2011 às 14:00

    Eu vou dizer algo que contraria a maioria, mas assistindo ao jogo de ontem percebi que o Damião é (muito) pior que o Alecsandro. A bola parece algo estranho e difícil de dominar quando chega nos seus pés. Ele perdeu dois gols por atrapalhar-se com a bola. No primeiro, não conseguiu dominar a bola após receber um passe do Tinga, se eu não me engano. No segundo lance, atrapalhou-se todo ao dominar a bola, conseguiu a proeza de fazer a bola bater em suas duas pernas, e obviamente quando chutou, o zagueiro do VEC teve tempo de chegar para desviar a bola para escanteio. Com o Damião, os passes precisam ser ruins, para que ele possa usar sua força física, como fez nos dois gols que marcou. Um passe perfeito no seu pé é um desperdício, ele vai se atrapalhar e desperdiçar a chance.

  • 33. arbo  |  07/02/2011 às 14:01

    gaúcho pior em tudo

  • 34. Carlos  |  07/02/2011 às 14:12

    #31

    UFA. Ainda bem a arrogância não é mais exclusividade nossa.

    Nem ser paga pau de argentino, nem ter q pedir arrego pra construir/reformar estádio, etc etc.

  • 35. Ismael  |  07/02/2011 às 14:14

    Amém pro texto!!!!

  • 36. Ismael  |  07/02/2011 às 14:15

    5ª série [ON] OFF

  • 37. Marimon  |  07/02/2011 às 14:21

    vou pro orkut.

    ADEOS.

  • 38. Anônimo  |  07/02/2011 às 14:21

    Acho a arrogância do Inter mais fraca, porque se compara indiretamente ao Grêmio, e um arrogante de verdade não se compara com ninguém.

    Se não vejamos…

    CAMPEÃO DO MUNDO virou CAMPEÃO DO MUNDO FIFA: Como o Grêmio foi antes, queriam um diferencial, e depois foram obrigados pela própria FIFA a tirar o letreiro.

    RECOPA virou TRÍPLICE COROA (com direito a coroa bagaceira em cima do distintivo e brinde do McDonalds fedendo a BigMac na cabeça): Como o Grêmio podia ser tri da Libertadores (estava na final), queriam responder a altura.

    SULAMERICANA virou CAMPEÃO DE TUDO: Como o Grêmio ainda tinha uma Libertadores a mais e jogaria a Libertadores no ano seguinte, quiseram superar o rival na semântica.

  • 39. Anônimo  |  07/02/2011 às 14:26

    ops, McDonalds e BigMac não… Burger King e Whoper (mais chinelo ainda)

  • 40. Ismael  |  07/02/2011 às 14:27

    O que é a coisa… 2 anos atrás eu cantava “fica Celso Roth” na arquibancada do gigante e hoje tenho que ouvir a mesma música de volta…

    QUE TREINADOR DE M&#2@!!!

  • 41. Pedro  |  07/02/2011 às 14:29

    # 37

    Volta para o primeiro comentário e verás quem começou a orkutear o troço. Evidente que alguém acabaria respondendo.

  • 42. Gabriel Severo  |  07/02/2011 às 14:35

    #38

    Essa de campeão do mundo FIFA é uma bosta, são torneios diferentes? São, mas isso não diminui em importância o anterior. Só o Píffero mesmo pra pensar nessa coisa estapafúrdia.
    Recopa idem, título é título e vir atrelado à outro não garante uma “menção especial”, parece ACHIEVEMENT de joguinho.

    Já a do campeão de tudo acho válida, com o tempo a Sula vai ganhar mais valor e esse marketing vai ser justificado. É título e é ingegável que traz visibilidade, só burro mesmo pra desprezar uma competição internacional dessas ainda que “secundária”. De 2008 pra cá tivemos ótimos jogos principalmente nas fases finais (antes que algum gaiato diga: na Libertadores, salvo algumas raras exceções, só começa a ficar FODIDO nas quartas ou mesmo na Semi, de vez em quando nem a final tem graça, como em 2007 [provocação totalmente gratuita e desnecessária]).

    Em síntese: caneco é caneco e todo o ano tenho visto um cara de camisa vermelha e braçadeira levantando um.

  • 43. Anônimo  |  07/02/2011 às 14:42

    concordo que a SulAmericana tem seu valor (e agora tem até mais)… só fiz uma brincadeira para mostrar que o Inter as vezes força a barra… até na hora de reformar estádio fazem questão de frisar “com recursos próprios”. Porra, pará com essa merda, isso só diminui o clube.

  • 44. Gabriel Severo  |  07/02/2011 às 14:47

    #43

    Não diminui, mas também não engrandece porra nenhuma. E é burrice pra um clube que quer se modernizar e seguir padrões de gestão que dão certo afundar recursos num estádio. Larga pra uns bugres construírem e faz esses milhões renderem com futebol.

  • 45. Junior  |  07/02/2011 às 14:50

    Essa história de “Campeão de Tudo” só pegou porque os gremistas deram importância a isso. E os colorados usam para provocar, mesmo sem dar grande importância. É igual a apelido de colégio, só pega se o cara fica irritado quando os colegas o chamam.
    Aliás, o “marquetingue” do Inter é esquisito, para usar uma palavra que os publicitários adoram, é um “case” a ser estudado. Funciona muito mais pela reação da torcida adversária do que pela aceitação da sua própria torcida.

  • 46. Anônimo  |  07/02/2011 às 14:52

    com certeza… ainda mais construir um estádio novo hoje em dia sem fontes externas… as vezes os dirigentes colorados se deixam levar por essa arrogância burra visando o Grêmio e fazem merda.

  • 47. Luís Felipe  |  07/02/2011 às 14:53

    “Funciona muito mais pela reação da torcida adversária do que pela aceitação da sua própria torcida.”

    muito prazer, clube de futebol.

  • 48. Carlos  |  07/02/2011 às 14:56

    #45
    Permita, sem corneta nenhuma, discordar.

    Tenho um sogro e um primo de minha ilustrissima dona denise que acreditam PIAMENTE (sério) q o inter está nadando em dinheiro e q tudo no Beira-Rio é como na Disneylandia. Tudo bem q são sujeitos de poucas luzes, mas acredito q é a média do povo (colorado ou gremista, diga-se de passagem).

    Chega a ser engraçado eles falando. Parece novo rico, q come mortadela e arrota peru.

  • 49. Gabriel Severo  |  07/02/2011 às 14:59

    #45

    O dia que um clube de futebol (principalmente Inter e Grêmio) não ligarem pra reação da torcida adversária, tá acabado o circo e vão passar TELETTUBIES na quarta depois do BBB permanente inserido na grade da Globo.

  • 50. Gabriel Severo  |  07/02/2011 às 15:01

    #48

    O PATETA está na casamata.

  • 51. Anônimo  |  07/02/2011 às 15:05

    # 45

    Discordo também. Conheço uma porção de colorados que acham que o clube nada em dinheiro e está entre os maiores do mundo em estrutura, que o Beira Rio é um estádio ultramoderno, que o Inter é uma marca conhecida mundialmente, etc… Esse mkt funciona para os dois lados.

  • 52. SaPo  |  07/02/2011 às 15:07

    Sei lá, manda o Roth embora e chama o Balalo pra treinar o Colorado. Qualquer um.

  • 53. Carlos  |  07/02/2011 às 15:10

    Assim como tem gremista q acredita piamente na bobagem do imortal, q o Sandro Goiano deveria ter uma estatua no meio do campo e q só se ganha alguma coisa dando balão e carrinho.

  • 54. Pedro  |  07/02/2011 às 15:13

    Só tem um problema nessa imagem de novo rico. O mkt ainda não conseguiu criar uma campanha para explicar porque o Inter precisa fazer uma boa venda por ano, desfazendo-se de um jogador importante. Se não vender ninguém, se atola em dívida como qualquer outro clube brasileiro da elite.

  • 55. Topolski  |  07/02/2011 às 15:14

    O lance do marketing do Inter é igual a teoria copeira y peleadora que o Peninha inventou.

    Dos dois lados tem gente que acredita, mas os sensatos sabem que é pura balela!

  • 56. Pedro  |  07/02/2011 às 15:17

    # 53

    Eu fora. Dei graças a Deus quando o Goiano largou. E o lance do Imortal, pra mim, é que nem o Clube do Povo. Simbolicamente, qualquer clube pode se autointitular uma coisa ou outra.

  • 57. douglasceconello  |  07/02/2011 às 15:17

    #32

    Junior, discordo de forma fraternal, porém FRONTAL. Nesses dois jogos que Damião marcou dois gols, O Capivara da Meia-Noite (ns) nem sequer perderia as chances claras que o FREI desperdiçou, pois estaria na bandeira de escanteio, “pra esperar o rebote”.

    Nunca o Alecsandro faria um gol como o que o Damião fez ontem, se antecipando à zaga.

    No mais, creio que a última chance de Roth é se um dirigente (Carvalho, óbvio) encostar na orelha dele e mandar ele parar com a demência. Do contrário, demissão em 20 dias.

  • 58. Dona Denise  |  07/02/2011 às 15:18

    O que tu já está falando do meu pai?!

  • 59. Pedro  |  07/02/2011 às 15:26

    O Luis tá certo. A demissão passa pelo grenal. Não será assim tão simples (só a derrota interessa). Fora isso, apenas se for eliminado na 1ª fase de um dos torneios (surrealismo) ou perder uma partida decisiva com os titulares (o que não acontecerá tão cedo, a não ser que aconteça no grenal).

  • 60. Luís Felipe  |  07/02/2011 às 15:29

    o que eu acho mais engraçado nas discussões grenal é que os torcedores do rival sempre têm a fórmula PERFEITA para o rival ser um clube vencedor, decente e ainda humilde.

  • 61. Fernando Coelho  |  07/02/2011 às 15:32

    #57: concordo, centroavante tem que fazer gol, nao precisa ser artista. Vide Jardel, Dario e tantos outros. Se o Roth nao boicotar como fez ano passado, o Damiao pode se firmar.

    Sobre o Colorado estar muito bem e o Gremio afundado em dividas, vide http://www.futebolfinance.com/as-dividas-dos-clubes-brasileiros-2009 . Colorado aparece como a setima divida no Brasil, quase R$ 150 milhoes. Gremio em oitavo, quase R$ 140 milhoes. Ou o site esta’ muito errado, ou nao entendo como contratam Cavenaghis, Bolattis, Escuderos… Parece que hoje em dia e’ sinal de saude financeira estar muito endividado. Passarei a me endividar hoje mesmo.

  • 62. J Petry  |  07/02/2011 às 15:38

    Tem uma diferença importante: o tipo de dívida, e o prazo da mesma. Parece que as dívidas do Inter são de mais longo prazo, enquanto o Grêmio está mais enforcado, adiantando receitas para cobrir o buraco.

  • 63. Gabriel Severo  |  07/02/2011 às 15:38

    #61

    Já foi bem explicado que o Grêmio possui mais dívidas de curto prazo e o Inter de longo prazo. A diferença é que as de longo prazo são negociadas ad infinitum e não comem porcentagens diretas de lucros do clube. Isso deixa o Inter respirar e aparentar essa “saúde”. Aliás, talvez nem caibam aspas nesse aspecto, pois os clubes já trabalham e consideram permanentemente essas dívidas, basta ler as notícias sobre os grandes clubes europeus para vermos o “modelo”.

  • 64. Tiago  |  07/02/2011 às 15:39

    #61
    Tem que ver quanto dessas dívidas são a longo e curto prazo. As dívidas de longo prazo geralmente são aquelas com a união (receita federal, inss, etc) e essas não incomodam mais depois da criação da Timemania. O problema são as dívidas a curto prazo, que envolvem empréstimos junto à bancos dentre outros.

  • 65. Gabriel Severo  |  07/02/2011 às 15:39

    #62

    Tu é eu?

  • 66. Carlos  |  07/02/2011 às 15:42

    #58
    Calma, coração da minha vida.

    O maior problema do teu pai nem é ser colorado, é a raiva que ele tem de boi.

    Vai saber estragar carne em churra lá na puta q os pariu.

    ÇLASKDÇASKÇDLSAKÇLDKÇASDKAÇLSKÇLD

  • 67. Pedro  |  07/02/2011 às 15:43

    #60

    É a discussão sem sentido que dá graça para o futebol. O que não suporto são os VAI TOMA NO CU, POLTRONA 36, CHUPA MACACO e outras imbecilidades de quem não tem argumento, além do pretenso conhecimento futebolístico, com ar acadêmico, ao melhor estilo Autuori (“não exisssstem alassssssss”).

  • 68. Anônimo  |  07/02/2011 às 15:51

    o Inter tem duas e apenas duas vantagens financeiras em relação ao Grêmio: menos dívidas de curto prazo para pagar e mais lucro com a venda de jogadores… as demais são circunstanciais ou equivalentes (cotas, patrocinio, etc…)

  • 69. J Petry  |  07/02/2011 às 15:55

    #65: Não, mas nós dois somos o Dante (Por onde anda, aliás?).

  • 70. Roger  |  07/02/2011 às 16:00

    #68

    Somente o fato de ter dívidas de curto prazo menores acho que já é uma grande vantagem.
    Mas acho que o Inter tem mais uma, não são 100 mil sócios contra 50mil?
    Uma diferença de 50 mil sócios, a 40 reais/mês, chegamos a um montante de 2 milhões/mês, 24milhões por ano.

    2 milhões já paga a diferença entre as duas folhas e ainda sobra um troco pra contratar um zagueiro ruim por ano…

  • 71. Junior  |  07/02/2011 às 16:01

    Carlos e anônimo do #51, lógico que há colorados que acreditam fielmente em todas as propagandas. Em 2011, uma grande porcentagem dos americanos (oi, Sarah Palin) AINDA acredita que o mundo começou com Adão e Eva, etc. Em ambos os casos, eles não são a maioria, mesmo que eles representem uma parcela relativamente grande.
    Douglas, agora sou eu que fraternalmente discordo. O Alecsandro provavelmnte não faria os gols que o Damião fez, porque não é um jogador de imposição física. Mas tenho certeza que não apanharia da bola como o Damião apanhou nos dois lances que eu citei.

  • 72. Rudi  |  07/02/2011 às 16:07

    Junior

    provavelmente ele dominaria bem esses dois lances, e depois daria um toquezinho de calcanhar para o limbo…

  • 73. Anônimo  |  07/02/2011 às 16:08

    Claro, Roger… não discordo que é uma grande vantagem…. a diferença entre os dois clubes existe, apenas é menor do que alguns pensam ser… se o Inter não vender ninguém de peso pelos próximos 18 meses, corre o risco de se equiparar ao Grêmio até fechar a venda ou dispensar uma cambada de gente

  • 74. Anônimo  |  07/02/2011 às 16:12

    nem todos os sócios do Inter pagam essa mensalidade de R$ 40… não te esquece disso…

  • 75. Carlos  |  07/02/2011 às 16:16

    Mas uma coisa é certa. O inter está anos luz a frente do mkt em relação ao gremio.

    Exemplo recente foi esse tal Cavenaghi…estava no Mallorca, time cagado da Espanha, na reserva…e chegou aqui como BAITA contratação (é uma aposta).
    Bem ou mal comparando é um “maxi lopez vermelho”.

  • 76. J Petry  |  07/02/2011 às 16:16

    Eu pago R$ 22,00.

  • 77. Anônimo  |  07/02/2011 às 16:21

    isso eu já contestei aqui… até agora ninguém falou em “refugo do Mallorca”.. e isso que a RBS é pretensamente azul. MKT foda esse.

  • 78. Roger  |  07/02/2011 às 16:24

    #73 e 76

    Sei disso.

    Fiz uma média num chutometro aqui…hehe

    Eu pago 60.

  • 79. Prestes  |  07/02/2011 às 16:25

    Grenal eterno nos comentários. Mudem o disco!

  • 80. Luís Felipe  |  07/02/2011 às 16:28

    ‘até agora ninguém falou em refugo do Mallorca’

    é que o Fernandão era refugo do Toulouse e não adiantou falar.

  • 81. Anônimo  |  07/02/2011 às 16:28

    ma também quer o quê, bavi eterno?

  • 82. Luís Felipe  |  07/02/2011 às 16:28

    Grenal eterno nos comentários. Mudem o disco! [2]

  • 83. Gabriel R.  |  07/02/2011 às 16:47

    O bollati é refugo da fiorentina? Pois se for, a única GRANDE contratação do inter esse ano é o ZÉ ROBERTO!!!!

  • 84. Gabriel Severo  |  07/02/2011 às 16:49

    Aqui homens da mais alta cátedra discutem, embasados em dados física, religiosa e químicamente confirmados, o futuro socio-político-econômico das duas maiores instituições desta Unidade Federal e vocês sustentam a cara de pau de dizer pra “mudar o disco”?

  • 85. arbo  |  07/02/2011 às 16:50

    o ronaldinho é refugo do grêmio
    piada frustrada

  • 86. Gabriel R.  |  07/02/2011 às 16:50

    Sobre a discussao DAMIAO x CASTOR, concordo que o Damiao é ruim demais, no entanto o esforço dele em campo faz “ganhar” o torcedor, o problema do Alecsandro é não dividir uma bola sequer, parece que falta interesse ou medo de se lesionar, sei la, que vaze, va pro vasco!

    To com um MAU pressentimento quanto ao cavenaghi esse, vendo uns lances me lembrou o EDU!!!

  • 87. arbo  |  07/02/2011 às 16:52

    vê pelo lado bom, gabriel r. tu tinha BONS pressentimentos qto ao edu lakslkglsakglk

  • 88. alemao  |  07/02/2011 às 16:54

    71. Jr, esse Adão q tu fala é aquele centroavante do grêmio, q esmerilhava no treino e no jogo não fazia nada? hehehe

  • 89. Anônimo  |  07/02/2011 às 17:00

    Jardel também era refugo do Vasco… é que só vale falar refugo quanto é contratação do Grêmio. Deus o livre criticar o Cavenaghizinho.

  • 90. vicente  |  07/02/2011 às 17:05

    por mais que eu não goste, em princípio, do estilo dele, o cavenaghi não é refugo do mallorca — era o artilheiro do time. tava na reserva por questões outras [o Laudrup, treinador, não joga com atacante de área; era inclusive malhado na ínfima impresa que cobre o mallorca por isso]. E no Bordeaux, se isso quer dizer alguma coisa, ele foi bem.

    o problema aí das contratações do inter é outro: o siegmann tá falando que formou time com cara de libertadores, rápido e aguerrido, quando na verdade ele contratou dois argentinos lentos e um “carioca” rápido. tem que avisar pra ele que não dá pra misturar os três num jogador frankenstein.

  • 91. Junior  |  07/02/2011 às 17:06

    Rudi, como disse um amigo meu, o calcanhar do castor é o “Gabiru” de 2010, rs. Passamos um tempão criticando, mas eis que contra o SP, o famigerado calcanhar do Alecsandro nos colocou na final da Libertadores.

  • 92. Rudi  |  07/02/2011 às 17:07

    Ninguém me convence que aquele calcanhar originalmente não era um “passe” pro Guinazu chutar (ns)

  • 93. Ernesto  |  07/02/2011 às 17:13

    Hehehehehehhe. Falar em arrogância quando se repete seguidamente que a “libertadores é a nossa cara”, mesmo que tenham jogado-a inúmeras vezes mais e conquistado duas vezes, igual ao time “que nunca ganhou de ninguém”.

  • 94. Anônimo  |  07/02/2011 às 17:13

    artilheiro do time? o cara fez dois gols em onze jogos… e no bordeaux ele foi bem irregular, ficando na reserva antes de ser emprestado. Ele só foi bem num lugar: River Plate.

  • 95. Gabriel R.  |  07/02/2011 às 17:14

    Essa historia do cavenagui ser refugo surgiu quando o gremio contratou o carlos alberto. Mas as duas contratacoes sao totalmente distintas, o gemio foi um negocio de ocasiao, aparece a oportunidade e o gremio contratou. O inter, ao meu ver, investiu no jogador, teve que resolver problemas com dois times pra contratar, sites franceses moticiavam que a torcida queria ele de volta no bordo. Como contratação os dois casos são incomparaveis, na minha opiniao. E no mais pode ocorrer do jogador gremista ser muito mais util ao gremio q o argentino ao inter.

    E ah, descordo do texto quanto a parte que fala do guinazu, continua jogando muito.

  • 96. Ernesto  |  07/02/2011 às 17:15

    E esse Siegmann ainda é juiz do trabalho. Bah, lamentável. “cheguei em casa, nem DURMI essa noite”. Bons tempos da magistratura gaúcha.

  • 97. Gabriel R.  |  07/02/2011 às 17:18

    kdjsfhlsdkjfgs

    o anônimo ai SECA até dados, pelo bordo ele teve uma media de quase 50%, 105 jogos com 46 gols, isso é irregular??? No mallorca ele tinha a melhor media por minutos jogados. Sério, ele pode não ser uma maravilha de jogador, mas que tem um bom cartaz ele tem…

  • 98. Anônimo  |  07/02/2011 às 17:21

    Afude a lógica do Ernesto…. pelo visto então a Libertadores é a cara do Once Caldas?

  • 99. vicente  |  07/02/2011 às 17:26

    #94
    não acredita na wikipédia. ele tem 2 gols no campeonato espanhol [os 2 no mesmo jogo, provavelmente o único que ele jogou inteiro na Liga] e 4 na Copa del Rey. No total, ele esteve em campo em 11 jogos.

  • 100. Anônimo  |  07/02/2011 às 17:26

    beleza Gabriel, por via das dúvidas, vamos fazer assim: o inter nunca contrata refugos e o grêmio sempre contrata refugos.

    ah, se é para contar média por minutos, a do Clementino ano passado é disparada a melhor dos últimos tempos.

    pela tua lógica: CLEMENTINO > Cavegol

  • 101. fino  |  07/02/2011 às 17:26

    Grenal eterno nos comentários. Mudem o disco! [3]

    Por isso que eu comento cada vez menos…

  • 102. Felipe (o catarina)  |  07/02/2011 às 17:30

    Náutico é obscuro??? Não entendo mais nada de futebol.

  • 103. matheus  |  07/02/2011 às 17:31

    mas e o GREEN BAY PACKERS ein

  • 104. Pedro  |  07/02/2011 às 17:33

    Artilheiro do Mallorca?

    Primeiro: eu acho que não é (mas não dá pra confiar muito nessas fontes, talvez seja, sei lá)
    Segundo: se fosse, vamos conbinar que não seria mais que obrigação (o cara não é centroavante?)
    Terceiro: o termo refugo é complicado… cada um tem uma definição.

  • 105. Anônimo  |  07/02/2011 às 17:36

    refugo pra mim é o christian quando veio em 2007

  • 106. Rudi  |  07/02/2011 às 17:39

    Refugo é quando o clube dispensa ou sai corrido
    Não sei quais são os termos financeiros entre Inter, Mallorca e Bourdeaux, mas acredito que houve uma compensação financeira razoável.
    Dá pra dizer o mesmo do Bollacci, a grana paga aos italianos é bem boa por sinal.

  • 107. Felipe (o catarina)  |  07/02/2011 às 17:40

    Grenal eterno nos comentários. Mudem o disco! [4]

    sem querer criticar, mas já criticando, achei que vcs torcessem mais pelos times do interior, afinal aí é um dos poucos estados em que ainda há times do interior centenários (ou quase) e ativos. Mas, pelo jeito, só dá GreNal.

    pra tentar colaborar com o desvio do foco, pergunto: e o Eduardo Martini no Novo Hamburgo? Vi que ele tá batendo recordes (http://www.diariodecanoas.com.br/site/esportes/regional,canal-14,ed-98,ct-292,cd-305091.htm). Tá jogando bem mesmo? Não digo que deixou saudades aqui, mas foi o goleiro do acesso e do fim do jejum de 11 anos, então terá sempre lugar cativo no panteão de heróis avaianos.

  • 108. vicente  |  07/02/2011 às 17:40

    #100
    ou o inter contrata refugos quando contrata refugos e o grêmio contrata refugos quando contrata refugos. é simples, na real.
    e, pela tua lógica, se alguém contratasse o clementino, ele seria um “refugo do grêmio”.

  • 109. Anônimo  |  07/02/2011 às 17:43

    alecsandro está no banco, fez mais gol que o cavenaghi e agora foi para o vasco, mas se fosse para o vizinho tricolor, diriam “ah, é refugo”

    pela definição da torcida colorada para contratações alheias, esse castelhano é refugo sim senhor, mas nada que o impeça de destrutir na Libertadores. o fernandão fez isso e muito mais

    Porque não?

  • 110. Pedro  |  07/02/2011 às 17:45

    Bah, sendo bem chato e curioso agora. O Escudero seria refugo? hehe

  • 111. Gabriel R.  |  07/02/2011 às 17:47

    #109 Ta bom então, parabens ao gremio pelo planejamento de contratar o carlos alberto, por mais que a direção e torcida do vasco implorassem para que ele ficasse….

    Na boa, não estou querendo comprovar quem contratou melhor ou pior, só não da pra comparar uma contratação do cavenaghi com a do carlos alberto…

  • 112. Felipe (o catarina)  |  07/02/2011 às 17:47

    esqueci de dizer que na nossa galeria de heróis Eduardo Martini está sentado ao lado direito de César Silva, definido por Douglas e Rudi como o MELHOR goleiro da história do Inter. haha

    mais uma: desde quando o Náutico, que neste 2011 completa 110 anos de glórias, passou a ser um clube “obscuro”?

  • 113. vicente  |  07/02/2011 às 17:54

    #109
    e se vacas voassem, eu usaria guarda-chuva blindado.
    mas agora que tu falou “é refugo sim senhor” eu vi que tu tem razão.

  • 114. Anônimo  |  07/02/2011 às 17:55

    mas quem está comparando? só acho engraçado que a palavra refugo nunca seja usada quando colorados falam de suas contratações… e só para esclarecer: acho que nenhum dos dois seja refugo de fato… sobre a saída do C. Alberto, a recíproca era verdadeira: o cara não via a hora de sair do Vasco….

  • 115. REFUGO (rankeamento)  |  07/02/2011 às 18:01

    Na ordem, + refugo para o – refugo: Carlos Alberto > Escudero > Cavenaghi > Bolati > Zé Roberto > Rodolfo

    Peleia equilibrada, com pequena vantagem para o Inter.

  • 116. marlon  |  07/02/2011 às 18:04

    Carlos AMARGO até com o churras do sogro, hfkdashfksjdhfsk

  • 117. Anônimo  |  07/02/2011 às 18:06

    vicente, tu interpretou mal o texto… antes de “é refugo sim senhor”, coloquei “pela definição da torcida colorada para contratações alheias”… ou seja, não é minha opinião

  • 118. rafael botafoguense  |  07/02/2011 às 18:07

    PITTSBURGH STEELERS Y HUACHIPATO UNIDOS SIEMPRE ESTÁN

  • 119. arbo  |  07/02/2011 às 18:07

    mc felipe catra, o martini era refugo do grêmio! [anedota fraca para tentar DIALOGAR com essa idiotia q tomou conta dos comments esquizofrênicos de hoje . falando nele, gostava bastante qdo vestiu a tricolor. mas, felipe, seja mais justo, há toda uma série sendo mto bem feita, aqui no impedimento, por iuri e maurício. sempre haverão uns lúcidos.]

  • 120. Anônimo  |  07/02/2011 às 18:34

    porra, esse foi o post com mais comentários dos últimos dias e os caras reclamam da discussão… querem falar sobre o que? a última eliminação do BBB? se for por aí, alguém posta o link do vídeo daquela mina gostosa que era puta antes de entrar na casa (não a transgênica, a original de fábrica), que eu não consigo encontrar… e se forpra falar do pedalaço na cara do belfort, posta alguma coisa da feiticeira… afinal, se for pra falar de amenidades prefiro descabelar o palhaço.

  • 121. Anônimo  |  07/02/2011 às 18:36

    Re 23

    Eu terminei o Segundo Grau em 1997, sou um pouco mais velho e tals, e já faz um tempo que passei a “curtir a viagem” mais até do que a chegada. O cidadão pode retrucar: “mas vocês só ganharam Estadual e Série B desde 2001!”

    Exatamente! Esse tipo de experiência, tipo “colorado anos 90”, ensina. Eu entendo meus amigos colorados dos tempos de colégio. Não eram colorados porque o Internacional ganhava. E estavam mais do que certos.

    Eu, por exemplo, comecei a freqüentar o Olímpico regularmente a partir de 1994, mas já tinha 10 anos quando o Grêmio caiu para Série B e, praticamente ao mesmo tempo, perdeu a vaga na Libertadores contra o Criciúma; e estive no jogo contra o Operário na Série B de 1992. Eu fui “curtir a viagem”, e o Grêmio começou a empilhar títulos. A gente até esquece dos meomentos ruins.

    Mas eles vem, e rápido. E quando se passa por uma fases dessas, é que se percebe que se perde muito mais títulos do que se ganha. O fato do Internacional ter 39 títulos gaúchos, por exemplo, não esconde o fato de ter perdido o título em CINQÜENTA oportunidades.

    A única certeza, em todo o começo de temporada, é a “viagem”. O resto é circunstância…

    Sanchotene

  • 122. Anônimo  |  07/02/2011 às 18:39

    Re 29, 31, 34 e 38

    Nenhuma arrogância se sustenta. São todas, simplesmente, ridículas. Não existe essa do “cara é bom, então pode falar”. Não é bom; pode nada…

    Sanchotene

  • 123. Anônimo  |  07/02/2011 às 18:44

    Re 67

    Uns gremistas alugamos um ônibus para assistir a final do Gauchão de 2007 contra o papo no Jaconi. O pessoal entra e se acomoda. Nisso, um dos últimos a entrar grita:

    – Quem é que está na poltrona 36?!

    Todos se olham…

    NINGUÉM!

    Sanchotene

  • 124. Anônimo  |  07/02/2011 às 18:48

    Re 71

    Aqui não é o espaço para se discutir isso, mas há outros tantos acreditam que não há começo algum. Todos se dizem portadores da verdade, mas o fato é que tanto quem interpreta a Bíblia literalmente quanto quem acha que resolve a questão apenas por rechaçar essa bobagem estão errados.

    Sanchotene

  • 125. Anônimo  |  07/02/2011 às 18:49

    Re 90

    Existe imprensa que cobre o Mallorca?!

    Sanchotene

  • 126. Anônimo  |  07/02/2011 às 18:52

    Re (mil números)

    E DESDE QUANDO “REFUGO” É DEFEITO?!

    Sem mais,
    Sanchotene

  • 127. Dadá Maravilha  |  07/02/2011 às 18:54

    Júnior, centro-avante tem é que fazer gol.

    Damião >>>>>>>>>>>>>>> Alecsandro

  • 128. marlon  |  07/02/2011 às 18:56

    sim, Sancho, aqui na Espanha o Mallorca é bem cotado e a parece seguido na mídia.
    (bueno, eu tô na Catalunha – Mallorca não é Catalunha mas é parente; de qualquer forma, na tv falam mais do Madrid, mas depois vem Barça, Sevilla, A. Madrid, Villareal e Valencia, e pertinho em termos de importância Mallorca, Athl. Bilbao, Hercules etc. O Hercules tem recebido mais atenção por causa da contratação de “refugos” do Madrid).

  • 129. marlon  |  07/02/2011 às 18:57

    falando em BALEARES, tô pensando em contratar uns refugos do time de futebol feminino de IBIZA aqui pro time da baia. vou botar o sogro do Carlos pra fazer churras depois do treino.

  • 130. RE: Sancho  |  07/02/2011 às 19:14

    ninguém disse que refugo é defeito.. pro Grêmio, então, é sinônimo de títulos

  • 131. vicente  |  07/02/2011 às 20:04

    117
    O que nada altera.

    125
    o futebol tem dessas! dizem que é melhor ler ela do que ser cego, mas tenho minhas dúvidas.

    126
    desde nunca. aliás, o time do Inter em 2006 foi construído a base de refugos. O que não quer dizer que qualquer coisa seja refugo etc.

  • 132. Felipe (o catarina)  |  07/02/2011 às 22:42

    #119

    Arbo, a série é fantástica, os textos e histórias são sensacionais. Mas nenhum deles passou de 40 comentários… Capisci?

  • 133. Ernesto  |  07/02/2011 às 23:39

    #98

    Não é a do Once Caldas, mas não é a do Gremio. Seria do Sao Paulo, se for olhar por títulos.

    Mas na verdade ainda acho que não tem cara. A do Independiente e do Peñarol ficaram velhas, como a do Boca, que não joga pelo segundo ano consecutivo.

    Embora não saiba quantas vezes o Once Caldas participou. Talvez por aproveitamento, seja.

  • 134. Gabriel  |  08/02/2011 às 00:13

    Novas considerações gerais PONDERADAS acerca do Colorado, do futebol e da vida:

    1. No início do ano da graça de 2010, o Internacional sofreu com o mesmo descrédito por parte da torcida e da imprensa. Como é bem provável que não exista no Brasil (e talvez na América Latina) um clube mais organizado institucionalmente que o Inter, foi possível dar sequência a uma série de NOVE ANOS com ao menos uma taça conquistada.

    2. Por essa razão, vou começar a me preocupar MESMO com o Inter quando visto de jogador for esquecido às vésperas do embarque para uma viagem ou quando jogador bom começar a deixar o clube por 1 milhão de euros. Porque isso é um sinal de clube frágil institucionalmente – e aí, normalmente, acaba faltando alguma coisa na hora H. A bola não entra por acaso – o acaso é clube fragilizado ser campeão.

    3. Não tenho conhecimento de um clube no Brasil que tenha feito investimento comprando o passe de jogadores como D’Alessandro, Nilmar, Guiñazu, Giuliano, Andrezinho. E, agora, Bolatti, que nós vamos ver o que dá. É muito acerto! Clube brasileiro, em geral, se vira com prata da casa, empréstimo ou jogador fim de carreira / contrato. O Inter tem sido exceção e não regra, por isso essa conversa de refugo beira o ridículo.

    4. Não concordo com a escalação do Andrezinho ontem e não gosto da autossabotagem travestida de prepotência do Roth. Mas eu tenho CERTEZA que o Mauricio Saraiva, o Diogo Olivier e o Wianey não sabem mais de futebol que ele.

    5. De modo geral, a dupla tem tido bons técnicos ao longo dos últimos anos. E TODOS, com a exceção inexplicável do PAULO AUTUORI e, agora, do Renato, foram PERSEGUIDOS e considerados insuficientes pela imprensa esportiva e, em diferentes momentos, pelos torcedores dos nossos clubes. Não sei como Inter e Grêmio chegaram a tantas Libertadores, incluindo 3 finais, 4 vices brasileiros e 1 da Copa do Brasil, tendo comissões técnicas tão ruins.

    6. Adoraria que o Sabella, por exemplo, dirigisse o Inter, mas vai que o cara fuma e aí já não presta. Desconheço alguma torcida que esteja feliz com seu treinador, portanto vou RELAXAR com isso, já que bom mesmo é o treinador alheio.

  • 135. Anônimo  |  08/02/2011 às 01:19

    Re 133

    Ernesto,

    A frase pode ser invertida: “A Nossa Cara é a Libertadores”. Assim, fica mais fácil de perceber que, de fato, o que slogan faz é identificar a torcida do Grêmio com a Libertadores. Algo como: “Este é o torneio que a gente gosta”.

    Nada mais.

    Abraço,
    Sanchotene

  • 136. Eduardo  |  08/02/2011 às 02:07

    #48 Disneylandia também tá “quebrada”. mantendo as mesmas atrações de 10 anos atrás (embora ainda atraia muitos brasileiros sedentos por despejar dolar por aqui).

    #134 e o que teria para falar do Renato?
    o GRÊMIO jogou um segundo turno SOBERBO no Brasileiro. começou o ano (com dificuldades fora de campo), mas dentro de campo demonstra que está tomando forma. jogos dificeis, como em todo começo de ano.
    vai aguentar toda a temporada? infelizmente não sabemos, mas dá pinta de que pode incomodar sim.
    no mais, concordo com o que disseste, até o INEXPLICÁVEL pacto de paz com o Autuori.

  • 137. Francisco Luz  |  08/02/2011 às 02:37

    134: fazia dois anos que eu não ouvia a Guaíba. E o que eles detonam o Renato, por qualquer peido que ele dá na beira de campo, foi no mesmo nível que o Haroldo tendo chiliques com o Fossati porque não tinha criança entrando com o Inter no primeiro jogo do ano passado (com o detalhe de que eram férias escolares).

  • 138. Pedro  |  08/02/2011 às 07:44

    Os jornalistas não detonavam o Autuori por um motivo muito simples: ele era “refinado” e respondia tudo tintin por tintin. Ou seja, o que os caras esperam é alguém que facilite o trabalho deles, que já não é grandes coisas. Enquanto isso, o Muricy, empilhando títulos há anos, é criticado por ser tosco. Treinador não é pago para ser bem educado com jornalista.

  • 139. Pedro  |  08/02/2011 às 07:54

    # 134

    Ninguém sensato discorda que o Inter é um clube bem organizado. Apenas defendo (e outros aqui também) que tem limitações de qualquer outro clube brasileiro (embora parte da torcida colorada pense que não).

    Cedo ou tarde, o Inter precisará vender um grande jogador para pagar contas. E nem sempre repõe a altura. Pato e Nilmar saíram, entraram Alecsandro e Edu. Sandro saiu, agora entra Bolati (pode ser que vingue, mas terá que provar no campo, pois me parece inferior ao Sandro hoje). Enfim. É só isso.

  • 140. arbo  |  08/02/2011 às 10:19

    capicho, felipe, capicho

  • 141. Ernesto  |  08/02/2011 às 10:46

    Bah, que lástima ver o time recheado de castelhano. Tudo mau carater e salafrário, bandido, ordinários e sem vergonhas.

  • 142.  |  08/02/2011 às 11:22

    #141

    Daí um dos “mau carater e salafrário, bandido, ordinários e sem vergonhas” acaba com o Grêmio e tu vem aqui elogiar os caras. Sei…

  • 143. Anônimo  |  08/02/2011 às 12:42

    centenas de torcedores receberam Cavegol e Bolati… colorado paga pau de argentino….

  • 144. Rudi  |  08/02/2011 às 12:43

    Não, foram recebidos por centenas de torcedores porque há a expectativa de serem contratações que façam bem ao clube
    se um jogador brasileiro, uruguaio, panamenho (oi baloy) ou BIELORUSSO fosse contratado com a mesma expectativa, teria a mesma recepção.
    Contextualiza antes de falar merda, chapa

  • 145. Sancho  |  08/02/2011 às 12:50

    Re 144

    Ele contextualizou, Rudi. Quem contratou foi o Inter, logo…

    🙂

  • 146. J Petry  |  08/02/2011 às 12:50

    Meu amiGUIÑAZÚl: é verdade que ultimamente o Internacional anda que D’ALE a contratar argentinos, e isso pode te deixar BOLATTI. Mas só PATO saber, isso não tem nada CAVEGOL esse negócio de alma castelhana, é só uma questão de custo-benefício.

  • 147. Álisson  |  08/02/2011 às 12:59

    É simples. Trazer um bons jogadores brasileiros é quase inviável pelo custo. Já os argentinos, até pelo mercado local fraco financeiramente, estão mais em conta. Foi isso que o Inter fez. Custo benefício.

    Se D’Alessandro ou Conca fossem brasileiros, nunca custaria o que custaram a Inter e Fluminense.

  • 148. Anônimo  |  08/02/2011 às 13:41

    paga pau de argentino é foda

  • 149. Junior  |  08/02/2011 às 15:05

    “Aqui não é o espaço para se discutir isso, mas há outros tantos acreditam que não há começo algum. Todos se dizem portadores da verdade, mas o fato é que tanto quem interpreta a Bíblia literalmente quanto quem acha que resolve a questão apenas por rechaçar essa bobagem estão errados.”

    Discutir, não acreditar na ciência, qualquer um pode, Sancho. Mas um certo Darwin comprovou CIENTIFICAMENTE a evolução das espécies. Pessoas podem não acreditar nisso, mas estão absolutamente erradas, contra fatos científicos não há argumentos.

  • 150. Pedro  |  08/02/2011 às 15:21

    Não sei se Darwin está 100% certo, mas há uma diferença entre explicações científicas e religiosas. A ciência, quando bem executada, admite que a própria ciência pode estar enganada, de modo que as teorias nunca serão absolutas e devem ser sempre aperfeiçoadas. A religião segue por um caminho justamente inverso, impondo teorias ultrapassadas e não admitindo nenhum tipo de correção, uma vírgula que seja, em textos que foram escritos há séculos. Pra mim isso tem nome. Burrice.

  • 151. Sancho  |  08/02/2011 às 16:27

    Re 149

    Junior,

    De novo, aqui não é o espaço para isso. Mas, enfim, adiantaria eu dizer que quando Darwin escreveu o “A Origem das Espécies” a evolução dos seres vivos já ser dominantemente aceita no meio científico e acadêmico? A “teoria” exposta no trabalho fez sucesso por outros motivos, principalmente por permitir que o princípio da “sobrevivência do mais forte” servisse de justificativa para as revoluções liberais correntes na época (o engraçado é que o princípio já se encontra debatido no diálogo “Górgias” de Platão, escrito dois mil anos antes)…

    A questão é um pouco complexa para um comentário de blogue de futebol, mas volto rapidamente ao ponto que eu tratei anteriormente. O fato de a interpretação literal de um texto como o bíblico ser completamente equivocado, o fato de se perceber tal problema não afasta a questão de o porquê se escreveria sobre o começo da existência em primeiro lugar. E isso não é prerrogativa bíblica, é algo recorrente na História da Humanidade a simbolização mitopoiética. Uma das mais recentes é um tal de “Big Bang” que acho todos já ouvimos falar, que nada mais é do que a busca de uma saída “científica” para o problema. Pode-se perguntar por que a ciência se daria o trabalho de criar um mito para descrição do começo das coisas? Primeiro, porque é um problema real. Segundo, porque não há outra maneira de se descrever tal fenômeno. As leis da Física, e de outras ciência em geral servem para descrever fenômenos naturais. Como serviria para descrever algo anterior à natureza mesma?!

    Ainda assim, o Big Ben falha absurdamente. O fato que tanto o Big Bang quanto a Gênesis bíblica são algumas das respostas existentes aos problemas observados por Leibniz: (a) Por que existe algo ao invés do nada?; (b) Por que as coisas são assim e não diferentes? A resposta do Leibniz é interessante: “Essa última razão das coisas é chamada de Deus”. Nota que ele coloca “é chamada”. A resposta não é, simplesmente, Deus; mas o fato de se identificar uma última razão das coisas, e que essa última razão não é o homem, nem a natureza. Deus é só o símbolo utilizado para identificar essa realidade. No Big Bang, não há Deus, isto é, a dita explosão é resultado da contração de matéria já existente. Ela não difere do mito do Demiurgo platônico, um deus que nada cria, apenas dá forma à matéria. A questão de como a matéria surge (e de onde vem o Demiurgo) permanece sem resposta. O mito bíblico, ao menos, busca responder o problema.

  • 152. J Petry  |  08/02/2011 às 16:38

    Quem inventou a falácia de que religião e ciência brigam uma com a outra? As primeiras Universidades foram fundadas pela Igreja Católica!

  • 153. Sancho  |  08/02/2011 às 16:39

    Re 150

    Pedro,

    Esse tipo de problema só existe quando religião é confundida com doutrina. Não penses que dogmas científicos são tão diferentes de dogmas religiosos. A própria questão do “Evolucionismo” demostra o contrário. A saída é “fugir” da doutrina. Doutrina é interpretação, e quando se aceita uma inetrpretação como definitiva, não há mais possibilidade de se questionar o problema que deu origem à doutrina em primeiro lugar. Por trás de cada uma doutrina, há um elemento de verdade que a sustenta, mas a pergunta que sempre fica é se a interpretação doutrinária faz jus a essa verdade.

    Religião e Ciência são, na verdade, duas ferramentas para descrever experiências do homem em contato com o real. Como toda a ferramenta, podem ser bem usadas ou mal usadas; depende de como se usa, e para que se usa. Cada ferramenta tem uma função específica, e servem para esferas da realidade diferentes. E pelo fato de que todo o homem está sempre em contato com o real, essas ferramentas devem estar sempre em uso.

    Religião está em constante transformação, tanto quanto ciência. Mas para perceber, é necessário estar disposto se livrar de certos dogmas.

    Abraço.

  • 154. Sancho  |  08/02/2011 às 16:39

    Re 152

    O Iluminismo…

  • 155. Pedro  |  08/02/2011 às 17:33

    # 153

    Concordo. Mas acho que quando fizeram o comentário estavam se referindo a Sarah Pallin e outros radicais religiosos que querem proibir o ensino do darwinismo nas escolas, entre outras idiotices. Claro que existem cientistas mal intencionados, mas não me lembro de seguidores de Darwin torturando e perseguindo criacionistas, como a Inquisição fez com pessoas que contestaram as sagradas escrituras.

  • 156. Sancho  |  08/02/2011 às 17:54

    Re 155

    Hoje, os modos de perseguição são bem mais sutis. Como, por exemplo, evitar publicação de artigos, cortar fundos de pesquisa, forçar despedidas e vetar contratações de quem discorda do pensamento dominante; mas a natureza é a mesma.

    A Inquisição que você se refere é da última fase, quando os conflitos dogmáticos na Europa beiravam o insustentável. A dogmatização católica começava a fazer água, e sofria pressões de todos os lados. Ficou essa imagem para a posteridade porque servia aos pretextos iluministas, mas esconde parte dos fatos.

    A Inquisição surgiu no século XIII, e vinha contra não só as heresias (que são INTERNAS ao Cristianismo), mas também como substituta do antigo sistema bárbaro de justiça. É com a Inquisição que surge o PROCESSO, a oportunidade de defesa, o debate sobre os fatos. Antes, o que havia na Europa era a vingança pura e simples, ou, então, as ordálias (em que a compreensão da realidade ainda era da consubstancialidade do todo, ou seja, o homem, a natureza, as estrelas eram ao mesmo tempo diferentes e a mesma coisa, se interferindo mutuamente) em que se provava inocência caso chovesse, ou caminhasse sobre brasas, colocasse a mão em óleo fervente, etc.

    Sobre a Sarah Palin, não te esqueças que o debate se impôs pela tentativa de probição do creacionismo nas escolas públicas. O debate nos EE.UU. beira a completa idiotia de todas as partes. Jogar a responsabilidade sobre alguns republicanos é apenas tomar lado numa briga em que ninguém está certo.

    Abraço.

  • 157. Junior  |  08/02/2011 às 18:06

    “A “teoria” exposta no trabalho fez sucesso por outros motivos, principalmente por permitir que o princípio da “sobrevivência do mais forte” servisse de justificativa para as revoluções liberais correntes na época (o engraçado é que o princípio já se encontra debatido no diálogo “Górgias” de Platão, escrito dois mil anos antes)”

    Discordo bastante disso, mas como tu mesmo disseste, aqui não é um espaço para uma discussão aprofundada a respeito.

    “Quem inventou a falácia de que religião e ciência brigam uma com a outra? As primeiras Universidades foram fundadas pela Igreja Católica!”

    Tens total razão, Petry. Alguns dos maiores cientistas da história foram religiosos ou pessoas praticantes de religião. Atualmente, algumas universidades católicas/cristãs investem bastante dinheiro em pesquisas e/ou em atividades relacionadas à Ciência & Tecnologia.. Como foi colocado acima, o problema são os radicais como Sarah Palin e amigos do Tea Party nos EUA e pastores evangélicos radicais como o tal de Silas Malafaia da Assembléia de Deus.

  • 158. Pedro  |  08/02/2011 às 18:10

    Imagina um candidato a presidente dos EUA se confessar ateu. Agora imagina o mesmo sujeito dizer “In God We Trust”. Por aí tu vai entender o que estou querendo dizer.

  • 159. Junior  |  08/02/2011 às 18:19

    Pedro, o Fernando Henrique já perdeu a eleição de prefeito de SP em 1985 por apenas “ter dado a entender” que era ateu. E o 2º turno da eleição presidencial do ano passado foi uma péssima demonstração de como regredimos nesse tema.

  • 160. Sancho  |  08/02/2011 às 18:20

    Re 158

    Não entendi. Isso não tem nada a ver com a questão do “‘Creacionismo’ x ‘Evolucionismo'”, tanto que é possível conciliar ambas observações sem problema algum…

  • 161. Sancho  |  08/02/2011 às 18:21

    Re 159

    Evolução depende dos olhos de quem vê…

  • 162. Pedro  |  08/02/2011 às 18:52

    # 160

    Só quis provar que intolerância religiosa tem mais adeptos do que qualquer dogma científico. Mas não acho que as pessoas tenham que escolher um lado. Que bom seria se elas convivessem com os dois. Infelizmente, muitos não conseguem, apelando para a violência, a repressão e a ignorância (os religiosos fanáticos com mais afinco, e muito antes da Inquisição dar as caras – só citei como exemplo)

  • 163. Sancho  |  08/02/2011 às 20:22

    Pedro,

    Tu estás enganado quanto a relevância dos adeptos de dogmas científicos. Muito provavelmente, se eu entendi teu ponto nas nossas conversas, por estares embebido neles. Tua percepção sobre a Inquisição, por exemplo, é totalmente iluminista. O Regime do Terror francês, em nome dos ideais liberais e do Direitos Universais do Homem, já colocou a Inquisição no chinelo, e agia sem nem precisar de processo. O secularismo ainda foi base dos regimes nazista e comunista e as atrocidades do século XX.

    Sobre o problema da tolerância, ela deve ser usada com cautela. Tolerar por tolerar não serve para nada. Os dogmas têm problemas que devem ser enfrentados. Porém, como eu disse, todo o dogma (inclusive o religioso) sustenta-se nalguma verdade (nem que seja sobre a psciopatologia de quem o criou). Portanto, um dogma não deve ser rechaçado sem ser analisado primeiro.

    Por outro lado, não se pode tolerar a posição de defesa de um dogma pelo dogma, como o Ambientalismo e o Aquecimento Global, para ficar num exemplo científico atual. Um dogma não tem sua validade na base do “porque eu acho importante”, “porque é legal”, “porque há injustiça no mundo”, mas porque registra algo real (inclusive o religioso). O problema está no que se faz desse registro. Quando o dogma afasta-se da realidade que lhe dá suporte, ele é absolutamente vazio (inclusive o religioso).

    Só ficar apontando os defeitos alheios (que é a base de todo esse conflito dogmático entre ateus e fundamentalistas) não ajuda em nada.

    Abraço.

  • 164. Pedro  |  08/02/2011 às 21:55

    Sancho, Inquisição é um termo muito amplo. Quando falei, me referi as torturas que aconteceram em nome da Igreja Católica numa determinada época, e que tu sabe perfeitamente qual é(assim como poderia ter citado outras barbaridades cometidas em nome de inúmeras outras religiões). Também não sou defensor do Iluminismo nem da matança que se fez em nome de alguns ideiais iluministas. Basicamente, meu argumento é: dogmas científicos não mataram tanto quanto dogmas religiosos, justamente porque os dogmas científicos são mais fugazes e mais fáceis de serem refutados (caem diante de uma nova prova que se apresenta), enquanto os dogmas religiosos duram séculos e são difíceis de serem refutados, porque não são baseados em evidências, mas em algo que alguém determinou. Alguém escreveu que Adão e Eva existiram. Como se prova que não existiram? Alguém escreveu que Deus criou o Universo. Como se prova que não foi Ele?

  • 165. Pedro  |  08/02/2011 às 22:23

    Pra finalizar, apenas acho que a ciência é, por definição, mais flexível que a religião, mais aberta ao novo, ao diferente e por isso mesmo mais tolerante (mas não estou dizendo que é perfeita e a religião uma completa picaretagem).

    Criacionismo X Darwinismo, aliás, é um exemplo dessa diferença. Um surgiu no século retrasado e já passou por diversas revisões. O outro existe há milênios e mantêm basicamente o mesmo argumento.

  • 166. milton  |  08/02/2011 às 22:36

    Mas ai eh que ta, Pedro. Alguem disse que o universo comecou com o Big Bang. Como se prova que nao foi? Como se prova que foi? A unica coisa que se tem sao evidencias pra um lado ou pro outro, mas nunca provas concretas. Quando um religioso cre que foi curado por causa de sua fe, como se pode ‘desprovar’ isso? A evidencia dele esta la: estava doente, orou e foi curado. Essa evidencia ninguem consegue tirar dele. Funciona da mesma forma com alguem que cre piamente em homeopatia, medicina tradicional, ou hipnotismo.
    Desde que se respeitem o ser humano, nao vejo problema nenhum em alguem ser cristao, mulcumano, ou ateu. Deve-se respeitar as crencas um do outro sem acusacoes de que um eh melhor do que o outro.
    Eu sou bastante religioso e estudo Bioquimica em uma grande universidade nos EUA. Da pra conciliar os dois lados.

  • 167. Anônimo  |  08/02/2011 às 22:43

    putz, discussão cabeça essa hein???? mas Sancho, religião evoluindo??? na Igreja Católica só se for a passo de lesma! olha o tempo q

  • 168. Anônimo  |  08/02/2011 às 22:45

    [ops] olha o tempo q levaram para perdoar Galileu… são contra pesquisas envolvendo células tronco, contra camisinha, enfim… troço mais estagnado que existe!!

  • 169. Pedro  |  08/02/2011 às 23:08

    Cara, acho que deve ser bem difícil provar que o Universo não começou com o Big Bang, mas é possível. Também era difícil provar que a Terra gira em torno do Sol e a ciência conseguiu provar. Agora, provar que Deus criou ou não o Universo, acho que é impossível. Deus é algo metafísico. O big bang é físico. Essa é a diferença.

  • 170. milton  |  09/02/2011 às 01:37

    Mas ai eh que ta. O Big Bang eh uma teoria, nao tem nada de certo nele. Ha indicacoes de que pode ter acontecido, mas certeza, nao.
    Tycho Brahe descreveu o universo com a terra no centro e venus e mercurio circulando a terra, e isso baseado no que ele viu. Acabou sendo provado errado por Galileu quando este descobriu que tais planetas tinham fases como a lua. Ver, portanto, nao significa que eh certo. A interpretacao que fazemos com o que vemos eh o que define nossa realidade. Um gremista pode achar o Gremio o melhor time do mundo, enquando que o colorado diria que isto nao passa de mito. Quem esta certo?
    O que quero dizer com isso eh que so teremos certeza do que vai acontecer quando morrermos. Ate la tudo nao passa de fe e teoria.

  • 171. arc  |  09/02/2011 às 14:56

    Como pode uma discussão que começou com o Celso Roth terminar na Teoria na Evolução. Nonsense é pouco…

  • 172. Frank  |  10/02/2011 às 11:49

    #171

    Mas tem tudo a ver cara… Então, se formos observar a partir da teoria darwinista, perceberemos que o Roth não evoluiu NADA desde a primeira passagem pela casamata vermelha…

    aoashoasdf

  • 173. arc  |  10/02/2011 às 15:06

    Mas é por isso o “nonsense”. Evolução e Celso Roth: NADA A VER!

  • 174. albo  |  13/02/2011 às 12:36

    Sempre que o Gremio vai ganhando com facilidade dos pequenos e acaba conquistando o gauchao eu tenho uma certeza: o Inter ganhara um titulo grande esse ano.

    (1979, 2006, 2010)

    Ja aconteceu quando tinhamos Abel e o Roth entrou de penetra nas semi na ultima vez, entao tudo parece encaminhar-se, mesmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • Só os direitos trabalhistas levaram uma surra maior que o Uniclinic na noite de hoje (9x0 do Náutico, em casa, pela Copa NE). 9 hours ago
  • O problema eterno é o interior confirmar TUDO AQUILO quando chegam os mata-matas. twitter.com/impedimento/st… 9 hours ago
  • Um dos piores Gauchões coletivos da dupla Grenal já vistos: juntos, 18 jogos e apenas CINCO vitórias. 9 hours ago
  • Novo Hamburgo é tão bom que na Espanha já chamam o time do Messi de Barcenóia. Não ouçam quem diz que é o contrário. twitter.com/impedimento/st… 11 hours ago
  • Por falar em Gauchão, em instantes o Grêmio encara o NOVO HAMBURGO, líder isoladíssimo (a 4 pontos do 2º, 5 pontos do Grêmio, 7 do Inter). 11 hours ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: