Todos poderosos sacis

14/12/2010 at 15:18 239 comentários

Da África veio o negro e a sua lenda – o saci-pererê, com o seu cachimbo e a perna única, é um deles. O saci virou símbolo de um clube que, embora nascido de imigrantes italianos, abraçou o povo desde a sua origem, especialmente o povo negro, incluído no plantel desde Tupan, Dirceu e outros na década de 20. O saci foi renegado por esse mesmo clube no final da primeira década do século XXI, em uma transição burguesa que culminou numa invasão de torcedores endinheirados em um país endinheirado – 10 mil, Emirados Árabes, dezembro de 2010. Assim como os endinheirados árabes esquecem os imigrantes do Sri Lanka, da Índia e de outros países esquecidos do mundo muçulmano, que vivem a catar lixo e morar em barracos em Abu Dhabi, o Inter esqueceu seu futebol no dia 14 de dezembro de 2010 – e foi humilhado pelo Mazembe, o todo poderoso do Congo.

O Mundial de Clubes é um torneio que permite aflorar os preconceitos mais arraigados do brasileiro.

Os europeus são duros, e os outros não existem. Entre os outros, os times africanos, desse Mazembe que destroçou o Internacional em Abu Dhabi e o obrigou a fazer pior do que voltar para casa – ficar nos Emirados, remoendo um doloroso jogo de terceiro lugar. Aqui no Impedimento falamos em futebol sul-americano, mas antes disso, lutamos contra o preconceito que fez o futebol europeu ser considerado superior a qualquer pelada jogada nos campos de sudamérica. Pois é exatamente o mesmo preconceito que temos em relação ao futebol africano – ninguém sabe dizer mais que dois clubes que saem de lá, e jamais consideramos que qualquer um deles possa ser campeão mundial. A luta do Mazembe ainda é dura, mas é possível – agora, a África construiu uma página na história e tem um dos dois maiores clubes do mundo.

Quando falamos no Mazembe, falamos nos penteados estranhos, na charanga engraçada, na dança bizarra, nos nomes estranhos. Nas ruas o que se ouvia era que o Mazembe era uma preliminar. Que jogador africano bom mesmo estava na Europa. Que o Mazembe não passaria do Novo Hamburgo no campeonato gaúcho. Era o mesmo que se ouvia em 1996, quando a Nigéria de Kanu humilhou o futebol brasileiro nos Estados Unidos e depois se sagrou campeã olímpica. Não há qualquer diferença. A diferença é a verdade do futebol. Onze contra onze, uma bola, todos têm chances iguais. Alguns podem mais que outros. O Inter podia mais que o Mazembe. Não fez.

Em algum momento esse Mundial de Clubes da Fifa premiaria algum clube além da Europa e da América do Sul, únicos que podiam disputar a chance de ser campeões do mundo até 2004 – com um breve hiato em 2000. Em algum momento a verdade da zebra do futebol chegaria no Japão ou em Abu Dhabi, onde a Fifa leva os torcedores para o turismo e os clubes para satisfazer os xeques. Esse momento vitimou exatamente aquele clube que em algum momento dessa década esqueceu o saci e trocou pelo racismo passivo do Macaco Escurinho. Aquele clube que, com um bem-sucedido plano de sócios, afastou a pobreza do seu estádio. O público que foi para Abu Dhabi é um microuniverso daquele que frequenta hoje em dia o Beira-Rio, estádio que um dia levou pessoas de todas as classes sociais em festa para ver Figueroa levantar a taça de 1975.

O Mazembe humilhou o Internacional no dia seguinte à demolição da Coréia do Beira-Rio.

Significa.

Até a vitória,
Luís Felipe dos Santos

Anúncios

Entry filed under: Mundial de Clubes.

O rugido que domina a nação castelhana O êxodo gratuito

239 Comentários Add your own

  • 1. MARCELO BENVENUTTI  |  14/12/2010 às 15:24

    o rapaz acima tem sérios problemas

  • 2. Claudio RK  |  14/12/2010 às 15:24

    Texto excelente, parabéns.

    Mas me diga, ele foi todo escrito após o jogo ou já estava na manga?…

  • 3. Cunegundes Hernandes  |  14/12/2010 às 15:25

    EU JÁ SABIA

    agora é MAZEMBE CAMPEÃO

    26. Cunegundes Hernandes | 13/12/2010 às 19:56
    amanhã teremos a VERDADEIRA final do mundial de crubes e nada aqui a respeito, INTER X MAZEMBE é o jogo do ano, quem dai passar leva o título JIROMBA DO ANO, não terá quem segure, inter de melão é um time muito modorrento, parece time de condomínio “papai não me emprestou o Audi”, rápaputaqueparil, acho que os negros africanos currarão os gauchos, como forma de vingança e ódio pela escravidão, bons tempos aqueles em que podíamos fornicar com segurança, sem medo de doenças venéreas, gravidez se resolvia com bica no bucho ou se vendia o filho na feira, minha irmã Vaginilda vendeu dois caboclinhos que ela teve de um caso com o açougueiro na feira, o outro ela abortou com agulha de crochê, outro dia eu estava meio enjoado e reclamei pro Tio Orestes, ele me disse que eu podia estar gravido e então enfiou uma agulha de crochê no meu fubão pra tirar o menino, no começo incomodou mas depois eu vi que até era uma sensação boa, depois Tio Orestes enfiou uma outra coisa mais grossa, ele não me deixou ver pois segundo ele era um instrumento cirurgico muito potente, foi bom, me senti aliviado ao abortar, não tenho dinheiro pra criar criança, tenho que sustentar mainha e a Lucinéia, a nova namorada de mainha, que está desempregada desde que roubaram o caminhão dela na frontera, malditos paraguayos, quack.

  • 4. Luís Felipe  |  14/12/2010 às 15:27

    Claudio,

    Todo escrito após o jogo. Pensado durante ele.

  • 5. Alexsander  |  14/12/2010 às 15:27

    Um dia tinha que acontecer: um time de “fora do eixo” na final. Se existisse MUNDIAL FIFA desde os anos 70, a esta altura teríamos tido um campeão africano, asiático ou norte-americano.

  • 6. Zé Carlos  |  14/12/2010 às 15:29

    E ai, os colorados vão vender o ingresso da final para pagar o pacote que parcelaram em 12x ? Porque o Fernando CARALHO não faz um DVD contra o MAZEMBE ? PORRA

  • 7. Pedro  |  14/12/2010 às 15:29

    e o novo DVD é uma comédia: “ABSOLUTamente ridículo”

  • 8. fabio  |  14/12/2010 às 15:31

    repito, pq necessário
    FIFA
    FIASCO
    INTERNACIONAL
    FRENTE AOS
    AFRICANOS

  • 9. Corinthiano  |  14/12/2010 às 15:31

    A dança no final foi a melhor.. Vaiiii…

  • 10. Frank  |  14/12/2010 às 15:32

    Belo texto…

    Realmente, no futebol sempre foram 11 contra 11…

    Quem sabe esse vexame histórico traga um pouco mais de humildade para os colorados… talvez isso equivale ao que representou o bi-rebaixamento para o orgulho CEGO gremista…

  • 11. Adam Haas  |  14/12/2010 às 15:34

    Digam pra baianada fazer um axé com a dancinha do Mazembe, seria sucesso absoluto no carnaval.

  • 12. Marco Pérez  |  14/12/2010 às 15:35

    Jogando sem meia, com um Topper preto, no tapete esburacado da HD, no sol das 14h, fiz 3 gols iguais ao que o senhor Rafael Sóbis perdeu.

    Mais do que tudo, me impressiona a LETARGIA do ESPETACULAR.

  • 13. Gerhardt  |  14/12/2010 às 15:39

    caras ele falou.

    “FUTEBOL É ASSIM” roth, o celso.

  • 14. Lopo  |  14/12/2010 às 15:39

    Pior é ver que não foi 1×0, nem um joguinho qualquer. O Inter perdeu pro Mazembe, Mazembe, de DOIS a ZERO!!! OLHEM BEM, MAZEMBE!!! Todos, mas todos os veículos de comunicação pregavam que o mazembe era um time de várzea, e pra mim continua sendo. Só falta começarem a falar que é um bom time, puta que pariu, o Mazembe é horrível, ruim demais….
    E que não venham os colorados me dizer que é vergonhoso comemorar a derrota do Inter. É ÓTIMO, MARAVILHOSO, e todo mundo que torce pra um time que tem um grande rival, sabe disso!!!
    Tava todo mundo, mas todo mundo, qualquer pessoa, dizendo que o Inter era o favorito do Mundial, não é nenhuma mentira. Salvaram o emprego do Benitez…
    E LF, não me venha com essa de que é preconceito, repito: esse time é ruim mesmo, muito ruim, não criaram jogadas, era só chutão pra frente, por favor!!! Não por ser africano, ou qualquer outra coisa. Nenhum time africano, asiático ou da América do Norte ganhou a Copa do Mundo, e acho que vai demorar no mínimo mais uns 40 anos. O inter se gaba por ter 100.000 sócios, baita estrutura, etc.. e tomam 2×0 de um time que deve ter o C.T do tamanho do campo da TUCA.
    FIASQUENTOS!
    #11 Com certeza esse fiasco é bem maior, com certeza…Se o mazembe jogasse no Brasil, não chegaria nem perto da 1ª Divisão!

  • 15. Luís Felipe  |  14/12/2010 às 15:41

    Lopo,

    O time é horroroso. E ganhou.

    Duas verdades, uma não anula a outra.

  • 16. Ernesto  |  14/12/2010 às 15:43

    É, Sobis perdeu aquele gol na pequena área, e o inter foi humilhado. O inter se humilhou.

    E esse papinho de demolição da coreia vindo do mais defensor e oficialista.

  • 17. rafael botafoguense  |  14/12/2010 às 15:44

    atualização do top 10 humilhações?

  • 18. Rafael Lanssa  |  14/12/2010 às 15:44

    MAZEMBE ? Pelo amor… agora duvido que A INTER passe com facilidade pelos coreanos, aliás, meu palpite é Ásia x África na final.

  • 19. Luís Felipe  |  14/12/2010 às 15:45

    boa lembrança, Rafael.

    atualizarei.

  • 20. Luís Felipe  |  14/12/2010 às 15:46

    Ernesto,

    Te perdôo.

  • 21. Ernesto  |  14/12/2010 às 15:46

    E oportunismo pouco é bobagem.

    Em Agosto, esse texto não estava “sendo pensado”. Cara, futebol é no campo. Ou talvez ajudado com as preces, coisas que o Mazembe fez mais.

    Parabéns a Porto Alegre. Maior cidade cosmopolita do mundo. Numa semana, Invasão argentina. Na outra, invasão congolesa.

    Agora, pelo menos, que façam uma renovação decente. Adeus Mathias, Adeus Guinazu – esse sim, de guerreiro guerreiro, cachorro loco, ficou na saudade. Adeus alecsandro

  • 22. Lopo  |  14/12/2010 às 15:46

    #15 LF. Esqueci de dizer que foi o primeiro colorado que vi se dar conta de que há muito, mas muito tempo, o Inter não é mais o clube do “povo”.
    Belo texto..

  • 23. Prestes  |  14/12/2010 às 15:46

    “Todos, mas todos os veículos de comunicação pregavam que o mazembe era um time de várzea”

    14. O Impedimento não.

  • 24. Ernesto  |  14/12/2010 às 15:47

    E aqui ó, Kidiaba, nosso goleiro em 2011. Por favor, contratem este individuo. Na meta com Renan, qualquer bola no gol, é gol

  • 25. Rodrigo Zotto  |  14/12/2010 às 15:47

    A culpa é toda do Sexy Hot, que se tivesse ouvido o clamor do público e estivesse portando um belo mustache à beira do gramado, tinha levantado a taça em Abu Dhabi fácil, fácil.

  • 26. Atilio  |  14/12/2010 às 15:49

    LF, não concordo com tudo, mas vou deixar isso de lado. Tentativas de entender o processo histórico das decisões em todos os campos da vida humana, inclusive decisões das diretorias de clubes, são as tentativas que mais interessam nesse momento da vida brasileira. Parabéns.

  • 27. col  |  14/12/2010 às 15:51

    Nenhuma linha sobre o Genial FC e seu planejamento genial??

    Repito aqui a frase em off desse Gabiru da diretoria: “Ousadia foi ir com aquele time de 2006 para o Mundial”.

    Ou seja, o cara sabe gerenciar financeiramente o clube e tem estrela, mas um dia os deuses da sorte cobram…

    Te aposenta, FC. Junto com Cones, Espetaculares etc.

  • 28. Ernesto  |  14/12/2010 às 15:52

    Me perdoa por que ? Acho que tu tem que pedir desculpa não a mim, mas a coerência.

    Sempre me condenaste de corneteiro, amargo, oportunista, que a popular tinha seu papel. Tua popular tava lá cara. Tua popular tava apoiando o cara que quer transformar o beira-rio num negócio mais pronighter ainda.

    Fala nisso. Mas devia ter falado quando ganhava. Ou por que nao se lembrou dessa “maldição” qjuando tomavamos tufo com o teu querido Fossati

  • 29. renan  |  14/12/2010 às 15:53

    TIME GAÚCHO SÓ TEM UM: GREMIO

    INTERNACIONAL MODINHA, VIADOS E MASCARADOS

  • 30. Cícero  |  14/12/2010 às 15:54

    time de várzea é quem consegue perder pro Inter, é uma vergonha o que vi hoje.

    visilmente um time cagado até o pescoço de tanto medo de jogar contra os africanos.

    COMO PODE TER RENAN NO GOL E MATHIAS EM CAMPO E QUERER SER CAMPEÃO DO MUNDO?

  • 31. Luís Felipe  |  14/12/2010 às 15:54

    Ernesto,

    Sigo te perdoando. Desabafa.

  • 32. Ernesto  |  14/12/2010 às 15:55

    Ou por que nao se lembrou dessa “maldição” qjuando tomavamos tufo com o teu querido Fossati ?

    faltou a interrogação

  • 33. Francisco Luz  |  14/12/2010 às 15:55

    Baita texto.

  • 34. Ernesto  |  14/12/2010 às 15:57

    Cara, agora tu faz esse ar de superior. Bom pra ti se tu acha isso legal. Só que tu nao passa de um oportunista incoerente. Esse texto aí diz tudo.

  • 35. Renato K.  |  14/12/2010 às 15:57

    LF, além de tudo, classudo na derrota. Como disse outro dia o Bernardinho – aliás, esse podia ser técnico de qualquer time de futebol do Brasil: “é preciso ser grande na derrota, e humilde na vitória”. Pelo menos serve de consolo.

  • 36. Francisco Luz  |  14/12/2010 às 15:57

    Matias hoje foi o melhor jogador do Inter.

    Se vocês não sabem ver o jogo sem ser através do Guerrinha, aprendam algo.

    Quem não jogou porra nenhuma: Kleber, o peito-frio. Errou TODOS os lances de que participou.

  • 37. Roger  |  14/12/2010 às 15:58

    “E que não venham os colorados me dizer que é vergonhoso comemorar a derrota do Inter. É ÓTIMO, MARAVILHOSO, e todo mundo que torce pra um time que tem um grande rival, sabe disso!!!” (2)

    Chupa coloradagi!!!

  • 38. Ernesto  |  14/12/2010 às 15:58

    Ah sim, Mathias só dá toque pro lado, cara. Te abraça nele, então. Qual foi a falha do kleber ?

  • 39. Norteña  |  14/12/2010 às 15:59

    Antes era uma barbada, agora, após a derrota, o Mazembe é bom. Por favor!!!!!

    O Mazembe é ruim!

    O prazo de validade do roth é curto, esta que é a verdade!

    Nós gremistas já sabiamos.

    Na boa, preferia que voces perdessem para a inter, pois daí poderia comprar uma camiseta, mas pro Mazembe!? Onde diabos vou arranjar uma dessas.

    Colorado sempre incomodando…

  • 40. Ernesto  |  14/12/2010 às 16:01

    Esse autor desse texto, fez um texto uma vez dizendo: “esse pato é frango”.

    Em compensação, nao mete uma linha sobre esse goleiro sem vergonha que verga a numero 1 atualmente. Me perdoa, LF, por ficar escancarando tua incoerencia

  • 41. Gerhardt  |  14/12/2010 às 16:01

    LF respeito muito teus textos, mas achei esse muito “cubista”.

    acho humildemente q 90 minutos não resumem histórias nem justificam pesagens socioculturais.

    para mim, sem flauta, a TORCIDA do inter é muito BIPOLAR. isso cheira a superficial.

    Porra, uma torcida q vaia com tanta distinção o seu centroavante e canta em seguida para ele, quando ele acerta o melão, sinceramente não dá para entender, dá nojo.

    Deve ter situações mais sórdidas q essa, nao acompanho.

    Q tá marcando tá.

  • 42. Joca Santos  |  14/12/2010 às 16:02

    O Inter é um Pachuca com grife.

    E como diria o mestre: “aquióó, a estrela que brilha neste Natal é a de loser do Sexy Hot”!

  • 44. col  |  14/12/2010 às 16:10

    O Espetacular faz passes espetaculares para o lado quase sempre.

  • 45. Rafael (gambazão da Fiel)  |  14/12/2010 às 16:13

    INTER: PRIMEIRO DEFENSOR DE TITULO A CAIR NA PRIMEIRA FASE DA LIBERTADORES

    INTER: PRIMEIRO SUL-AMERICANO A DISPUTAR E FICAR DE FORA DE UMA FINAL MUNDIAL INTER-CLUBES

    FERNANDO CARVALHO: POE NO DVD!!!!!hahahahaha

  • 46. Carlos  |  14/12/2010 às 16:14

    Falando sério agora: Belo texto, LF. Isso acontece tb no grêmio, essa “glamourização” do estádio é uma bosta.

    E hoje Kleber, Guinazu, tinga e D’alessandro foram abaixo da crítica.

  • 47. fino  |  14/12/2010 às 16:14

    =)

  • 48. Manoel  |  14/12/2010 às 16:15

    O Inter perdeu porque o Lula ganhou uma camisa do colorado em julho.

  • 49. Frank  |  14/12/2010 às 16:17

    Melhor flautai:

    Quem é campeão do mundo com gol do Gabiru tem que pagar algum dia… A bola pune (RAMALHO, Muricy, 2008)

  • 50. Amaralina  |  14/12/2010 às 16:19

    Baita texto, Luís.

  • 51. Cunegundes Hernandes  |  14/12/2010 às 16:19

    celso roth, novo técnico do juventude para 2011. quack

  • 52. Ernesto  |  14/12/2010 às 16:21

    Nesse mesmo link do LF:

    215. Ernesto | 07/01/2009 às 22:56
    Aceito todos os pontos, concordo com vários.

    Gabriel, pra mim, melhor das opções citadas pelo Rudi.

    Luz e Luis Felipe, reparem. Critico o Carvalho, mas reconheço os t´tulos. Minhsas criticas eu faço somente para que não vire um mito, como um pessoal na popular quer fazer, quando estende uma faixa bem considerável com o rosto dele.

    Acho isso, dirigente não pode se tornar mito, ainda mais um que tem (teve) falhas.

    Realmente, minha visao de imperio otomano, do miranda, jarbas, deve estar ultrapassada, mas é a mesma visão da situação, que criticava o Bier com os fracassos de 2000.

    Sobre a chapa 3, com certeza nao vai mudar muita coisa agora, até pq no conselho a competência nao é essa. mas a partir do momento em que eu leio que é uma chapa que sera vigilante, qualquer vínculo que se crie, afinidade, por mais que seja meramente torcedora, me parece que não soa bem, justamente por ser uma esperança de oposição ferrenha à esa inércia de Tóqui que o Col disse ali acima.

  • 53. Ernesto  |  14/12/2010 às 16:22

    Se forem lá, e verem as respostas do LF, verão que nao sou em quem deve ser perdoado e/ou incoerente

  • 54. Luís Felipe  |  14/12/2010 às 16:25

    meu pai suportou alguns dos meus piores fiascos com derrotas do Inter, quando criança e adolescente.

    fatalmente brigava com ele por causa dos jogos.

    ele respondia: “a culpa é minha”? Às vezes eu respondia que sim.

    Te entendo, Ernesto.

  • 55. izabel.  |  14/12/2010 às 16:26

    Adam Hass, nossas danças nós fazemos todo ano. E todas já são sucesso absoluto, principalmente entre os que falam ‘baianada’ e vão lá curtir o carnaval.
    O que mais curto nos times africanos é identificar minha cultura naquele jeito insano e descompromissado de jogar/torcer.

    LF, achei massa essa sua leitura sobre o preconceito e esse processo bizarro de elitização do nosso futebol. Viu o texto do presidente da ANT no estadão de domingo? Vou mandar por email pro impedimento. Acho que vale a divulgação. Não tenho o link, porque o texto é fechado a assinantes.
    abraço.

  • 56. Ernesto  |  14/12/2010 às 16:27

    Cláudio Cabral, da Rádio Bandeirantes, aos 25 minutos do PT: ” É, agora o Inter deu uma parada, até porque estava mantendo uma atuação excelente, perdendo três oportunidades, e é dificil manter um nível desses durante toda a partida”.

    O mesmo comentarista, depois do jogo: “aqui ó, o velinho lá em cima é justo. Quem acha que o Alecsandro é bom, nao pode ser campeao”.

    Imprensa oportunista e incoerente. Aliás, coisa típica de jornalista

  • 57. Ever  |  14/12/2010 às 16:28

    Ernesto já elegeu o vilão da derrota vergonhosa: LF.

  • 58. Ernesto  |  14/12/2010 às 16:29

    Valeu, PAI LUIS.

    A pena é que a culpa da derrota não é tua. A unica culpa é da incoerencia. DEfendias a tal gestão ABURGUESADORA, e agora vem com um texto pronto desses, totalmente oportunista.

    E é bem do tipinho dessa petezada. Nem leem o que o cara contrapõe. So veem a opiniao de voces. Em nenhum momento falei que a culpa é tua. Só queria saber onde estava esse texto contra a Coreia quando ganhou a Libertadores.

    Oportunismo pouco é bobagem

  • 59. Ernesto  |  14/12/2010 às 16:30

    opa, correção: esse texto A FAVOR da Coreia.

  • 60. Junior  |  14/12/2010 às 16:33

    Vamos deixar de hipocrisia. O Inter não perdeu porque não tem mais Coréia no Beira-Rio, porque há menos pobres no estádio, etc. Muito pelo contrário. Todos os clubes grandes fizeram isso e os que não fizeram DEVEM fazer em breve. Ou vão ficar para trás. Não é o que eu gostaria, mas a “elitização” do futebol é inevitável, o resto é conversa rançosa de DCE. O Inter voltou a ganhar porque é sustentado por uma classe média que empurrou os pobres para fora do Beira-Rio. É péssimo, mas é o único caminho possível para um clube hoje. Ou então, o futebol brasileiro será um imenso “uruguaizão”, que não ganha a Libertadores há séculos e vibra quando depois de 40 anos chega em uma semifinal de Copa.
    O Inter perdeu por motivos que estavam nas 4 linhas e na área técnica, responsabilizar o marketing ou a administração do clube é oportunismo ao melhor estilo Wianey Carlet.

  • 61. Ernesto  |  14/12/2010 às 16:33

    Não elegi ninguem. ALiás, se tem um vilão, é o goleiro. Goleiro que nunca foi questionado.

    Só questiono essa maldição do aburguesamento, propalada por um cara que sempre defendeu essa mesma gestao.

  • 62. arbo  |  14/12/2010 às 16:38

    olha, alguém falou em chutão pra frente. se tem uma coisa q o mazembe NÃO fez foi dar balão pra frente, inclusive me irritando com isso. apenas no meio do segundo tempo começou a fazer. acho mto BONITO DE VER o futebol africano, assim, generalizando. parece um futebol ingênuo e, por outro lado, puro. os caras saíam tocando a bola, enveredavam sempre em direção ao gol, a qq tempo. jogaram mto bem. deixaram espaços claros pro inter – q não soube aproveitar, qdo kidiaba* não fez milagre -, mas todo time tem suas limitações. antes do jogo ouvi falar em AVENIDA pelo lado direito da defesa congolesa, mas o q vi foi uma marcação DIGNA em kleber – q tbm não tava mto inspirado.

    parabéns ao futebol africano! q sejam campeões!
    *ETERNO

  • 63. Rafael  |  14/12/2010 às 16:38

    qual era a humilhação número do inter antes de hoje, lá no top10???

  • 64. izabel.  |  14/12/2010 às 16:39

    discordo, junior.
    não é inevitável. e não é ‘ficar pra trás’.
    talvez seja dar dois passos a frente dessa IMUNDÍCIE

  • 65. izabel.  |  14/12/2010 às 16:40

    discordo, junior.
    não é inevitável. e não é ‘ficar pra trás’.
    talvez seja dar dois passos a frente dessa IMUNDÍCIE que é o nosso presente.

  • 66. Ernesto  |  14/12/2010 às 16:41

    Junior = voz da razão

  • 67. Lucian  |  14/12/2010 às 16:43

    essa derrota é pelo menos uma lição de comportamento. nunca esquecer dos anos 90 e sempre olhar a felicidade de soslaio (Ceconello, 2009). um dos motivos da derrota e que contaminou torcida, time e dirigentes, foi a soberba. não é essa a cara do Inter.

  • 68. col  |  14/12/2010 às 16:45

    LF, sobre o teu texto. Tu esqueces que o Brasil em si tem enriquecido nos ultimos 15 anos (thanks FCardoso…), o fenonemo eh bem mais geral.

  • 69. Rafael  |  14/12/2010 às 16:45

    qual era a humilhação número 1 do inter antes de hoje, lá no top10???

  • 70. Ernesto  |  14/12/2010 às 16:46

    Aliás, é lindo ver isso. No link das humilhações, tem um papo de política clubistica nos comentarios.

    Aod Cunha vai ser o diretor executivo. Hehehehehehhe. Agora sim, textos iguais a esses serão produzidos de 3 em 3 meses

  • 71. alemao  |  14/12/2010 às 16:47

    Ao ser questionado por um jornalista europeu como ele estava se sentindo por ser o primeiro treinador a não levar a equipe sul-americana à final, Roth demostrou irritação e falou: “O futebol africano está melhorando e eu não vejo demérito algum em ter sido derrotado por eles. Uma hora iria acontecer, pena que foi na semifinal da Copa do Mundo e justamente comigo…”

    Q dia lindo em POA. Final de tarde estalando de azul. Quem mora aqui sabe q é só coincidencia

  • 72. Flávio  |  14/12/2010 às 16:48

    #63
    Era a derrota para o Olimpia em 89.

  • 73. Carlos  |  14/12/2010 às 16:49

    Tava revendo agora o segundo gol…

    Favor chamar um médico de coluna pro cholo cabelinho de buceta de puta guiñazu, por favor.

  • 74. Flávio  |  14/12/2010 às 16:50

    Aliás, para quem viveu a época, aquela derrota foi muito mais sofrida. Mas a de hoje é maior como vexame.

  • 75. Luís Felipe  |  14/12/2010 às 16:53

    col, junior, e outros:

    eu não tenho nenhuma condição de discutir meus próprios argumentos, não hoje.

    me desculpem.

  • 76. Santi  |  14/12/2010 às 16:54

    O Inter perdeu porque esse time não era bom. Soube jogar a Libertadores, o que é diferente do que ter um bom time.

    O Inter fez duas ou três boas partidas no ano todo.

    Sei que é foda pensar no lado bom neste momento, mas os colorados devem estar felizes por ter conseguido ganhar uma Libertadores com um time limitado desses.

    Bola pra frente, ano que vem tem Libertadores de novo. AGUANTE, COLORADO.

  • 77. Tiago Marcon  |  14/12/2010 às 16:58

    que a direção saiba tirar lições desse dia nefasto na hora de montar o time pra Liber 2011

  • 78. col  |  14/12/2010 às 16:58

    Onde eu assino, Santi?

  • 79. Cícero  |  14/12/2010 às 16:59

    eu avisei, eu falei… esse time não tem capitão, não tem direção.

    me sinto uma viúva do Fernandão, Iarley e Clemer.

  • 80. Sensato  |  14/12/2010 às 17:02

    Ainda não caiu a ficha dos caras que O MAIOR VEXAME DA HISTÓRIA DO FUTEBOL SUL-AMERICANO aconteceu hoje.

  • 81. alemao  |  14/12/2010 às 17:05

    Q nao tire liçoes nenhuma, renova com o roth, indio, renan…FC cabeça oca…td mundo

  • 82. Santi  |  14/12/2010 às 17:05

    78.

    Tá assinado!

    Esse time não merecia. Foi uma verdade que eu também me recusava a admitir antes da partida. Mas ficou muito claro depois do jogo. E, ligando os pontos do ano, tu vê que foi sorte demais passar pelo Estudiantes, SP e tudo mais.

    Tivemos um time copeiro na Libertadores, só isso. Tô vendo isso tudo como um caneco a mais no armário, e não o contrário.

  • 83. Grêmio  |  14/12/2010 às 17:06

    comeram o pão Kidiaba amassou…

  • 84. Suzana  |  14/12/2010 às 17:09

    Belo texto Luís.

    Não achei vexame, são coisas do futebol e por isso ele me fascina tanto.

    E que venha 2011.

  • 85. JB  |  14/12/2010 às 17:09

    #17 Rafael, ganhei. Já tinha comentado no post anterior:

    92. JB | 14/12/2010 às 15:11

    Hora de rever as Top10 Humilhções

  • 86. Grêmio  |  14/12/2010 às 17:10

    O VELHO INTER VOLTOU!!!!!!!

    O VELHO INTER VOLTOU!!!!!!!!!!!!

    201* = 199*, POR FAVOR!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    NOVA DÉCADA, NOVOS PARADIGMAS… GRÊMIOOOO!!!!!

  • 87. Grêmio  |  14/12/2010 às 17:11

    http://bit.ly/fPotPW

  • 88. MARCELO BENVENUTTI  |  14/12/2010 às 17:12

    Hoje foi Itália 66.
    Recepção calorosa no aeroporto.
    Voltem num navio pirata da Etiópia, cagões!

  • 89. J Petry  |  14/12/2010 às 17:13

    Um monte de gente vai falar um monte de besteiras hoje, o que é perfeitamente normal. Perder é do jogo, mesmo que seja para um time teoricamente pior. Toda a sorte ao Mazembe (que mereceu a vitória) na final.

  • 90. Carlos  |  14/12/2010 às 17:15

    Aguante oportunismo!

  • 91. Observador  |  14/12/2010 às 17:16

    Hoje se viu o PORQUÊ de um MUNDIAL ser MAIOR que a Intercontinental

  • 92. Schmidt  |  14/12/2010 às 17:17

    Só ouvia os comentários “É nervosismo…” “É tensão…”.

    Mercenários filhos de uma puta. Nunca ficam nervosos ou tensos quando assinam os cheques na concessionária, ao retirar seus Porsches e Mercedes.

    Na hora que devem retribuir, aí então é “nervosismo” e “tensão”.

    Espero que com essa, sepultemos de vez essa geração 2006 no Beira-Rio, e o Colorado se reinvente, comece de novo, do zero.

  • 93. Anônimo  |  14/12/2010 às 17:20

    Nada contra o LF, mas queremos texto do Ceconello!!

    Sanchotene

  • 94. alemao  |  14/12/2010 às 17:20

    tá tudo lindo! POA é linda! o dia tá lindo! O corredor de ônibus da protásio não tem crateras! o Carlos Gomes não atrasa! é tudo jóia!

  • 95. Carlos  |  14/12/2010 às 17:21

    #91
    Que o diga o tal do Mazembe.

  • 96. J Petry  |  14/12/2010 às 17:22

    #93: Topa um tira-teima contra o Asante Kotoko, Sancho? [sorriso amarelo]

  • 97. Observador  |  14/12/2010 às 17:24

    Claro. Em 2011 teremos o Imortal contra times mexicanos. Veremos, daí, se procede todo o discurso.

  • 98. Atilio  |  14/12/2010 às 17:24

    Vi os gols agora.

    No primeiro, lançamento longo, diagonal, da esquerda pra direita, o Inter fazia marcação mano a mano de 4 contra 4 na primeira linha da defesa. Até aí tudo bem, desde que os volantes estejam perto. O caso é que na direita, desde o momento do lançamento, um atacante já tinha passado da linha, dava opção de gol. No meio, os três restantes estavam soltos, ninguém em cima, pra dificultar o domínio e o passe ou um chute. Ou seja, a marcação estava longe nas quatro posições da linha de defesa. Isso é coisa de escolinha. Na hora do chute, tanto o cara que fez gol, quanto o outro, ao lado dele, tinham condição de gol.

    No segundo gol, a linha de defesa do Inter tinha 3 homens e, mais uma vez, a marcação era individual e distante (tudo bem que o Inter tinha se largado pra atacar).

    Pareceu falta de ritmo de jogo. Ou então pura e simples subestimação das possibilidades do adversário.

  • 99. Prestes  |  14/12/2010 às 17:25

    O texto do LF faz todo o sentido, porque com Roth de bigode e Fabiano Cachaça como ponta, o Inter seria o africano da vez.

  • 100. Anônimo  |  14/12/2010 às 17:25

    Re 91

    O Internacional, então, perdeu para provar um ponto.

    Interessante…

    Pena o Grêmio não ter enfrentado o foderosástico ASANTE KOKOTO, os Guerreiros Porcos-Espinho de Gana, em 1983! Teríamos perdido ali, mesmo. E antecipado o Internacional em 27 anos!

    Sanchotene

  • 101. Gabriel  |  14/12/2010 às 17:26

    Eu acho que se fala muita coisa equivocada nesses momentos. O Luis Felipe faz uma análise interessante sobre a elitização do Inter, mas algumas coisas não se sustentam. Minhas considerações GERAIS sobre o assunto, se alguém se interessar:

    1. O programa de sócios é responsável direto pelo RENASCIMENTO do clube, JAMAIS por essa derrota. Um renascimento não só no aspecto financeiro, mas principalmente – e mais importante, pela divisão do poder representada pela possibilidade de voto, que levou inclusive um grupo de torcedores “comuns”, reunidos através da Internet, ao Conselho do clube. Algo inédito no país (e na nossa cidade, onde o coirmão não consegue aprovar, por exemplo, a redução da cláusula de barreira que mantém o seu conselho nas mão dos mesmos). No Inter, o torcedor mais humilde tem meios para se tornar dono do clube DE VERDADE.

    2. Ser o clube do povo não impediu que o Inter usasse de poderio econômico para montar o Rolo Compressor na década de 40, tirando dos outros clubes da cidade as grandes revelações que surgiam nos campeonatos citadinos. Ou seja, a organização para a competitividade com base econômica não pode ser ignorada e considerada simplesemente um “mal capitalista”, que está cobrando sua conta agora com uma derrota após a viagem dos “endinheirados colorados” a Abu Dhabi. Meus tios estão lá e não são sheiks. São pessoas com uma vida inteira de trabalho e realizações que têm o direito e a liberdade de fazer essa viagem.

    3. Essa é uma derrota histórica, dolorida e sentida como um vexame. Mas, por incrível que pareça, acho que não será pior do que foram as derrotas para o Bahia, o Olimpia e o Juventude. O Inter hoje é um clube bastante diferente daquele, e eu acho uma injustiça tentar desfazer os méritos de quem se empenhou para essa reconstrução. Eu não gosto da idolatria a nenhum cartola ou dirigente, mas eu fico profundamente incomodado com a negação do mérito do outro. Ainda mais quando é sistemática.

    4. Os gremistas estão no pleno direito de exercitar a GOZAÇÃO, que deveremos carregar por bastante tempo. Faz parte, a gangorra é assim, e é por isso que temos dois times de futebol de alto nível no RS. O que é lamentável é o Antonio Vicente Martins dizer no twitter que é mais vergonhoso cair na semifinal do mundial do que ser rebaixado duas vezes. É um desrespeito inclusive com a dor gremista daquele momento.

    5. A grande sacada desse texto, na minha opinião, é mostrar que a gente sempre tende a achar que o inferno são os outros. A atitude de desprezo dos sulamericanos para com os africanos (e acho que não dos profissionais do Inter, pelo menos conscientemente, mas certamente da maioria de seus torcedores – eu incluso) é uma versão 2.0 do eurocentrismo que tanto nos incomoda. Parabéns ao Impedimento, por ser, nesse sentido, uma voz inteligente e diferenciada em meio a geleia geral.

    Me extendi, mas faz parte do EXORCISMO das mágoas. É muito foda. Me arrependi de ter ido para escola com um alvejante AJAX em 1995.

  • 102. Junior  |  14/12/2010 às 17:29

    Izabel #65, sinceramente eu gostaria que fosse diferente, mas é sim, inevitável. Principalmente para os dois clubes do RS, que recebem do patrocinador principal aproximadamente a metade que o Corinrhians recebe. Sem “elitizar” o clube não há como concorrer. Um exemplo extremo é o Santa Cruz, que tem uma torcida fantástica mas está na Série D. Mesmo Corinthians e Flamengo precisam fazer isso, senão, vamos continuar perdendo jogadores para o Villareal. O útimo pilar do romantismo futebolístico caiu essa semana (novamente eu digo, infelizmente) com o anúncio de que o Barcelona vai ter patrocinador em suas camisetas. Se o Barcelona, que é um símbolo da Catalunha e, por isso, possui uma força econômica e política fortíssima, teve que se render ao tal “futebol moderno”, não será um clube da ponta do Brasil que vai conseguir ser diferente. Podemos ampliar isso para o cinema (entre outras áreas), qual diretor consegue hoje fazer um “filme de arte”, sem se preocupar com a distribuição e bilheteria?

    Flávio, acho aquela derrota para o Olimpia ainda mais vexatória que essa. O Inter havia vencido o 1º jogo, precisava apenas de um EMPATE, teve a chance de fazer um gol de pênalti no tempo normal, teve a chance de vencer nos pênaltis, e desperdiçou. E tudo isso frente a um Beira-Rio lotado. Hoje, o Inter nunca conseguiu ter a chance de comandar o placar.

  • 103. Renato K.  |  14/12/2010 às 17:29

    O Inter perdeu para um time MAMBEMBE (Chefe, Meu, 2010).

  • 104. otaviog  |  14/12/2010 às 17:29

    Nona sinfonia do maestro Celso Roth.

    Mazembazo.

  • 105. Observador  |  14/12/2010 às 17:30

    E o presente texto é estranho. Quer relacionar o fracasso em campo a coisas externas e irrelevantes. O atacante perdeu um gol na pequena área. Não foi a coréia ou seu não funcionamento a razão da derrota. Muito menos a “elitização”. Conforme já mencionado, o clube precisa de recursos. Isto é que faz com que se contrate bons jogadores, que realmente decidem jogos.

    No mais, tais fatores não alteram. Poderão ter contrariedades ao uniforme todo vermelho, igual aquela ladainha do grenal de 77. Mas em 2006 ganhou-se do Sao Paulo, fora de casa, com o mesmo uniforme.

    Que se tome cuidado para que essa elitização não signifique o que vem siginificando ultimamente: a megalomania, incentivada em muito por dirigentes fanfarrões

  • 106. Rafael P.  |  14/12/2010 às 17:30

    #68. só um pedacinho bem pequeninho do brasil vem enriquecendo nesses últimos 15 anos, a ponto de ter (ou manter) o acesso a certos luxos (pô a 50 pila o ingresso, é luxo assistir futebol no estádio, toda semana).

    FHC, me inclua FORA dessa.

  • 107. Rodrigo Zotto  |  14/12/2010 às 17:30

    Já falei, faltou o bigode, o bigode!!!!!

  • 108. Eduardo  |  14/12/2010 às 17:31

    Inter fez DOIS jogos do ano… ambos contra o Estudiantes…
    pegou um SP caindo pelas tabelas e um uisque aguado na final.
    ganhou o maior título que um time sul americano poderia ganhar fazendo DOIS jogos…
    que mais vocês queriam? foi um time que não soube jogar fora de casa …
    fez copa do mundo num Grenal e, por sorte, o Rocka meteu a mão na bola e foi expulso… senão, a tendência é que seria uma sacola… (ah… o maldito senão…)
    tchê, não é corneta… mas vocês deveriam comemorar o ano… perder pro Mazembe é vergonha, mas o time do inter também não é tudo isso. olhem prá trás e verão. já ganharam a maior copa, que na minha opinião, era mais do que mereciam… (mas sou suspeito prá falar desse merecimento 🙂 ) .

    que essa macumba AFRICANA seja mais forte que aquela baiana de 89. afinal, a ORIGINAL deve ser MAIS POTENTE!!!

  • 109. Observador  |  14/12/2010 às 17:32

    Sanchotene,

    Apenas uma constatação. Como falar em vergonha se nunca disputaram Mundial. A mim me parece clara a distinção entre campeonatos quando estão em confronto dois continentes e o mundo todo.

    Abraço

  • 110. col  |  14/12/2010 às 17:32

    #106,

    Sim, a redistribuicao eh desigual, mas eh inegavel que o Brasil estah bem melhor…e sobre politica economica, Lula e Fhc sao bem semelhantes.

  • 111. Norteña  |  14/12/2010 às 17:34

    Em 95 o Inter fez uma camisa igual a do Ajax para comemorar a derrota do Gremio, lembram?

    Agora não venham dar lição de moral acerca do sagrado direito de flautear os colorados.

  • 112. Carlos  |  14/12/2010 às 17:34

    Ninguém fala do Sondinha….o sondinha…

    Sem esse cara, muito carinha ae não estaria jogando com a camiseta do colorado…

    Esse papo só de organização, 10000000000 sócios, melhor banheiro do mundo, bla bla bla é conversa pra boi dormir…Tira o Sonda do colorado pra ver como é q fica….

  • 113. Observador  |  14/12/2010 às 17:35

    Junior,

    E os gols perdidos ? Sobis, Tinga, Sobis de novo, Giuliano, de frente para a meta ? Mais chances de comandar o placar do que essas, não entendo

  • 114. arbo  |  14/12/2010 às 17:35

    palmas para Gabriel no 101

  • 115. choco  |  14/12/2010 às 17:35

    o balancê balancê…

  • 116. Observador  |  14/12/2010 às 17:35

    Norteña,

    A tal camisa foi em 2002.

    Abraço

  • 117. Carlos  |  14/12/2010 às 17:36

    #109
    Se é pra participar assim, prefiro ficar em casa….

  • 118. Jackal  |  14/12/2010 às 17:36

    Quando o primeiro gol saiu eu fui o único que comemorei em Nova Iguaçu, cheguei a ficar com lágrimas nos olhos. Todo mundo torcendo pro Inter lá, em pleno RIO DE JANEIRO. Até vou escrever sobre a visão do jogo, foi alog tão sublime que não consigo parar de sorrir.

  • 119. Vizzotto (Goleiro)  |  14/12/2010 às 17:37

    Se GOLEIRO não fosse jogador pra fazer diferença não estaria ali!
    O fato é que o KIDIABA joga MUIIIITTTOOOOO!!
    O Giuliano não perdeu o gol. O GOLEIRO defendeu!!

    Ademais, agradeço ao timequinho do Aterro Bera Lago por tornar o meu final de ano alegre. Muito alegre!!!

  • 120. Pedro  |  14/12/2010 às 17:39

    Nenhum colorado jamais ousará depreciar o nome Hambrugo de novo. Grêmio, único gaúcho invicto em mundiais com a bola rolando.

  • 121. col  |  14/12/2010 às 17:40

    #112,

    O efeito-Sonda explica algumas coisas, mas eh complicado quantificar. Fica tudo na conjectura mesmo.

    Tal como tirar o condominio de passivos da Azenha. Existe alguma garantia que a decada perdida do Gremio seria diferente??

  • 122. Norteña  |  14/12/2010 às 17:41

    #116

    O ano não interessa muito, mas a inspiração sim.

    A propósito, donos de loja de material esportivo, camisa do mazembe vai vender que nem agua.

  • 123. Observador  |  14/12/2010 às 17:41

    Carlos,

    Aí é questão de ponto de vista. Para participar, na verdade, não é desejo, apenas. Ganha-se a libertadores. Acho que qualquer um gosta de ganhá-la. E repito, Mundial é uma coisa, Intercontinental, outra.

  • 124. Flávio  |  14/12/2010 às 17:43

    R102
    Junior, o Olimpia é um time tradicional, na época tinha mais experiência internacional que o Colorado. Perder naquelas circunstâncias foi humilhante, mas não necessariamente vexatório. Caímos diante de um gigante do futebol sul-americano. Foi uma derrota trágica, com as dimensões de um Maracanazo, ou um Sarriá.
    Hoje, para mim, foi um vexame, sim. Em primeiro lugar, pelo adversário, com todo respeito. Em segundo, pelo Inter ser o 1º sul-americano a ficar fora da final do Mundial. E em terceiro, pela atuação colorada. Em nenhum momento após 1×0 a reação pareceu palpável.

  • 125. Pedro  |  14/12/2010 às 17:44

    # 123

    Perder mundial para o Mazembe de 2 a 0 é uma coisa. Perder para o Ajax nos penais depois de jogar com um a menos é outra. Fico com a segunda opção. E foda-se a FIFA.

  • 126. Carlos  |  14/12/2010 às 17:46

    #121
    Uma coisa não tem nada a ver com outra. Óbvio q o inter é um clube organizado, etc e tal. MAS sem o Sonda, certamente não teria tido sucesso nos ultimos anos.

    #123
    Tá bom, magrão. Então tá. Continua a arrogância colorada, unico campeão de tudo, biririr, barara……

  • 127. Renato K.  |  14/12/2010 às 17:46

    http://blogdojuca.uol.com.br/2010/12/vexamegozacao/

  • 128. Carlos  |  14/12/2010 às 17:47

    #123
    E outra, só pra te relembrar (talvez tu tenha 12 anos). O grêmio ganhou 2 liber tb.
    Vai um abraço fraterno e reconfortante. Deve estar doendo muito hoje, mas não esquenta, depois passa.

  • 129. Pedro  |  14/12/2010 às 17:48

    Agora querem me convencer que o Inter perdeu para mostrar o quanto esse mundial é mais mundial que os outros. De fato, depois desse FIASCO, a FIFA esá pensando em convidar os PINGUINS do polo sul e os ESKIMÓS do ártico para jogar o próximo certame. Fortes candidatos ao caneco.

  • 130. Eduardo  |  14/12/2010 às 17:48

    #123
    Observador é seguidor do Píffero.
    vem com essas frases prá distrair torcedor.
    Tchê, admite. foi FIASCO.
    o inter ganhou mais do que merecia esse ano. ganhou um título como o da Libertadores por 2 JOGOS em que foi “FODASTICAMENTE” copero. e era isso. de resto, foi empurrando com a barriga…

    o sertão vai virar mar e o mar vai virar sertão…. aplicável ao FUTEBOL Gaúcho nesse fim de ano…. ahhh…. que delicia de final de ano….

  • 131. Anônimo  |  14/12/2010 às 17:50

    O Inter não perdeu por causa do plano de sócios, nem do fim da Coreia, nem por nada disso.

    Mas não deixa de ser relevante o Inter ser forçado a lembrar de uma parte da história que tinha esquecido.

    O Inter esqueceu que não foi forjado da soberba que tinha contra os africanos. O Inter esqueceu que só se tornou grande por causa do povo, que há anos vem sendo esquecido no seu estádio.

    No fim das contas, o Inter mereceu. A América do Sul é irmã da África, nunca superior. Só seria mais legal se um time argentino tivesse perdido.

  • 132. Maurício Brum  |  14/12/2010 às 17:51

    Buenísimo, LF.

    Um dia aconteceria algo assim, mas não muda o fato de que, por ser a primeira vez, a eliminação precoce do campeão da Libertadores – da LIBERTADORES – é um momento vergonhoso para o futebol da América do Sul. Talvez haja aí um pouco do citado preconceito em relação aos times de fora do EIXO DO MAL (ns) sudamericano-europeu, e se passe conosco algo parecido com o que sentiam os velho-mundistas quando perdiam para nós nas Intercontinentais, mas permanece a sensação de que o Mazembe é sim um time muito inferior ao Internacional e que algo assim não se repetirá tão cedo. Aliás, nem pode se repetir, porque, se virar comum cair dessa forma, um rim da MÍSTICA dos campeões da América é arrancado.

  • 133. Maurício Brum  |  14/12/2010 às 17:54

    Uma dúvida que me ocorreu: além dos critérios econômico e esportivo-histórico para botar os sul-americanos e europeus direto na semifinal do Mundial, havia algum peso das campanhas recentes nesse privilégio? Talvez nem houvesse uma PREVISÃO para algo assim, mas, com a classificação do Mazembe, existiria alguma possibilidade de o campeão da África entrar na semifinal do Mundial ano que vem e o campeão da Libertadores precisar passar pela preliminar?

  • 134. Anônimo  |  14/12/2010 às 17:59

    Re 43

    Qual que saiu?!

    Sanchotene

  • 135. Junior  |  14/12/2010 às 18:00

    Observador, me expressei mal. Hoje o Inter teve chances, naquele dia teve possiblidades concretas. Chegou a empatar e teve pênalti a seu favor.
    Flavio, continuo achando aquele vexame pior, mas é uma discussão infrutífera. Mal comparando, é escolher entre câncer e AIDS.

    Junto-me ao arbo nos elogios ao Gabriel, no post 101. Foi o melhor post do dia.

  • 136. Anônimo  |  14/12/2010 às 18:00

    Re 56

    Menotti os chama de “los invictos”.

    Sanchotene

  • 137. Pedro  |  14/12/2010 às 18:02

    o Inter vai atrás de uma façanha inédita: poderá ser o primeiro sul-americano a conquistar o bronze no mundial

  • 138. Anônimo  |  14/12/2010 às 18:05

    Re 93

    Bah, Petry! Não tinha visto isso antes de escrever. acho que ninguém discorda que as realidades do futebol sul-americano e do africano são bem diferentes em 2010 que em 1983. O Mundial chegou porque era hora, não porque europeus e sul-americanos estivessem de sacanagem na década de 1960…

    Sanchotene

  • 139. Junior  |  14/12/2010 às 18:05

    Eduardo, #130, ninguém ganha a Libertadores na sorte. Não considero que o Inter teve mais do que merecia nesse ano. Ganhou a Libertadores porque foi competente para isso. O teu post lembra aqueles que diziam que o Grêmio do Felipão ganhava na sorte. Só vence uma Libertadores quem merece vencê-la.

  • 140. Renan Alfaia  |  14/12/2010 às 18:11

    #17. Botafoguense e seus comentários SENSATOS.
    Eu entrei nessa página SÓ PRA DIZER ISSO!

    UMBÓRA MAZEMBE MINHA PORRA!

  • 141. JPTdS  |  14/12/2010 às 18:11

    Pra mim, colorado, o maior vexame da história do clube. E os gremistas estão no direito deles de tocar flauta. Nada de mais. Agora, quando colorado toca flauta, gremista se defende. Então tb é justo que o colorado se defenda.

    O fato é que o Grêmio nunca passou e nunca vai passar por esse fiasco. Vcs sabem porque…

  • 142. Gabriel  |  14/12/2010 às 18:12

    #139, essa é justamente a sistemática negação do mérito dos outros a que eu me referi no comentário #101. Isso está tão forte no Brasil, que uma série de clubes tradicionais do país fizeram um dossiê para “unificar” títulos brasileiros, sendo que todos os títulos têm imenso valor. Agora já não basta ganhar o título, é preciso SELO, CARIMBO, FAX. Por isso que eu morro de vergonha quando o Inter fica com essa coisa do “Mundial FIFA”. Me dá um embrulho, embora todos nós saibamos que o Grêmio faria EXATAMENTE a mesma coisa, estivéssemos nós em posições inversas.

  • 143. Renan Alfaia  |  14/12/2010 às 18:13

    Atualização do TOP 10 humilhações já!

  • 144. Anônimo  |  14/12/2010 às 18:15

    Re 142

    Mentalidade cartorária brasileira. Os títulos já eram oficiais, mas sem o carimbo e a autenticação não valem…

  • 145. Titi  |  14/12/2010 às 18:15

    So vou comentar a agressao a torcedora gremista amanha, Ernesto.

  • 146. JPTdS  |  14/12/2010 às 18:15

    137

    Caramba, eu ia te responder que o Grêmio foi o primeiro gaúcho a vencer a série B, mas nao foi…pqp…

  • 147. Carlos  |  14/12/2010 às 18:18

    #141
    Não entendi. desenha ae amigão.

  • 148. Flávio  |  14/12/2010 às 18:20

    R144
    Eram oficiais, mas não equiparados ao Brasileirão. Agora serão e teremos o absurdo de um time ter sido campeão brasileiro com apenas quatro jogos, como o Santos em 65.

  • 149. JB  |  14/12/2010 às 18:20

    “Quem com Goiás se ferra, com Mazambe será ferrado”

  • 150. JPTdS  |  14/12/2010 às 18:22

    86

    Ouvi essa em 2007

    e…

  • 151. Glauco  |  14/12/2010 às 18:24

    Já pensou se o Mazembe vence o mundial? Vai ter título que o gremio não tem… Perder a chance de ser bi-mundial é ruim, mas pior é cair pra segundona… Alguma dúvida?

  • 152. JPTdS  |  14/12/2010 às 18:24

    147

    O Grêmio já perdeu pra um time africano num mundial de clubes e eu não tô sabendo??

    Pra passar por esse vexame, vai ter que ganhar a libertadores de novo…mas essa resposta ainda vai demoraaaaar…zzz

  • 153. JPTdS  |  14/12/2010 às 18:27

    151

    Não tenho dúvida, mas como tem gente dizendo que não, pode ficar tranquilo que COM CERTEZA cair DUAS VEZES e voltar na primeira pela PORTA DOS FUNDOS é pior…

  • 154. Anônimo  |  14/12/2010 às 18:27

    Mazembe tinha uns 7 no banco de reservas.

  • 156. Observador  |  14/12/2010 às 18:32

    Cara, é lógica. Time de um continente, contra outro continente, Intercontinental. Todos os continentes, mundial. Foi fiasco, mas são competições distintas.

  • 157. Ernesto  |  14/12/2010 às 18:33

    Titi, mesmo nome de pastor, de enganador.

    Se tu comentasse os banheiros quimicos, etc etc, aceitaria essa tua letra.

    Abraço

  • 158. Tiago  |  14/12/2010 às 18:34

    Eu sei que nenhuma agressão é justificável, mas cruzar no meio de vários torcedores rivais, muitos do quais bêbados e certamente irritados devido à derrota é no mínimo falta de amor próprio. E esse papo de “não houve provocação”, duvido.

  • 159. Ernesto  |  14/12/2010 às 18:34

    O magrao que tomou tiro, depois da comemoração em 2006, Carlos, te esquece ?

  • 160. Marcelo Costa  |  14/12/2010 às 18:35

    Santi: lamento, mas não será assim tão fácil.

  • 161. Anônimo  |  14/12/2010 às 18:35

    Re 148

    Não aconteceu porque o Inter não deixou, mas vê quantos jogos o Palmeiras faria para ser campeão em 1979. Chegou às semifinais…

    Se fosse campeão, seria igual aos outros.

    Sanchotene

  • 162. Marcelo Costa  |  14/12/2010 às 18:35

    E viva o velho Roth (e o velho Inter):

    Roth: “Esse é o tchan do futebol”. hahahahaha

    http://espnbrasil.terra.com.br/mundialinterclubes/noticia/165549_ACUADO+POR+FRACASSO+HISTORICO+CELSO+ROTH+SIMPLIFICA+ESSE+E+A+GRACA+DO+FUTEBOL

  • 163. Marcelo Costa  |  14/12/2010 às 18:37

    Gente que dá justificativa para atos de violência deveria apanhar para aprender. Não é porque é de um lado ou de outro, do Grêmio ou do Inter, mas assim: VIOLÊNCIA NÃO, NUNCA. Imbecis. Eu aguentei quando perdi para o Ajax, aguentem agora.

  • 164. Leandro Demori  |  14/12/2010 às 18:39

    http://www.victorvis.com/kidiaba.html

  • 165. Anon  |  14/12/2010 às 18:39

    Bem, agora é torcer pro africanos. Se eles vencerem, o fiasco diminui um pouco.

  • 166. Ernesto  |  14/12/2010 às 18:39

    sim, e o cara que deu o tiro e matou o colorado que comemorou em 2006 é um imbecil igual o cara de hoje. Agora, querer vir “calar a boca”, como se sempre fossem “inocentes”. Estão de brincadeira

  • 167. Carlos  |  14/12/2010 às 18:40

    #152
    Ah ta. Ainda bem q tu sabe q o gremio nunca mais vai ganhar uma libertadores.

    Faz o seguinte. Bota teu turbante, vai pra goeth cantar o hino em arabe e não enche o saco.

  • 168. Flávio  |  14/12/2010 às 18:43

    R161
    Mesmo dentro dos absurdos do formulismo, 79 foi exceção. Na Taça Brasil era regra, já que os campeões de SP e RJ entravam sempre nas quartas ou semi. Eram campeões com 4 ou 6 jogos. Embora eu discorde, equiparar os títulos do Roberto Gomes Pedrosa ao Brasileirão é até razoável. Mas a Taça Brasil poderia no máximo ser igualada à Copa do Brasil.

  • 169. Anon  |  14/12/2010 às 18:46

    sem contar que com isso o palmeiras foi campeão brasileiro 2x no mesmo ano

  • 170. OMBRO  |  14/12/2010 às 18:48

    Chora aqui, Ernesto

  • 171. Cícero  |  14/12/2010 às 18:48

    e a corneta toca.

  • 172. Ernesto  |  14/12/2010 às 18:48

    Vai lá estudar, Carlinhos, vai.

    Senão não passa no concurso

  • 173. Flávio  |  14/12/2010 às 18:49

    R169
    Pois é. Quem paga pau para o Campeonato Argentino pode dizer que o Brasil já teve Clasura/Apertura…

  • 174. JPTdS  |  14/12/2010 às 18:56

    O Asante Kotoko vai ficar famoso agora…kkkkkk

  • 175. Carlos  |  14/12/2010 às 18:57

    #172
    Fica tranquilo. Meu “planejamento” tá em dia.
    Eu não sou o inter, vou passar da primeira fase.
    Continua tua briguinha com o LF, q tá boa.

    HUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

  • 176. Marcelo Costa  |  14/12/2010 às 18:59

    Sim, o gremista que comete atos de violência é tão imbecil quanto o colorado, que é tão imbecil quanto o corintiano, o palmeirense, o torcedor do zequinha o caralho a quatro. Não consgio entender quem não concorda com isso.

  • 177. Titi  |  14/12/2010 às 18:59

    Titi # Tite.

    Cara … so amanha.

    Torcida mais politizada do mundo!

    # 158

    “mas cruzar no meio de vários torcedores rivais”

    Nao se pode mais andar de carro na Goethe pq tem jogo do inter?

  • 178. JPTdS  |  14/12/2010 às 19:02

    167

    Vcs sabiam que o Inter nunca venceria uma libertadores, pq eu não posso saber agora que vcs nao vão mais ganhar??

    Vão ganhar sim, Inter, Gremio, times que já ganharam vao ganhar de novo, muitos vao vencer pela primeira vez, enfim…

    Só tô tocando uma flauta que foi criada por vcs…

    era justo fazer piada que o Inter nunca tinha vencido, mas se vcs podiam dizer que nunca venceríamos, eu posso dizer o mesmo agora

    E eu iria pra Goethe, mas moro em Brasília…kkk

  • 179. Tiago  |  14/12/2010 às 19:03

    #177
    Eu não o faria, mas cada um, cada um…

  • 180. fino  |  14/12/2010 às 19:17

    já gastei as flautas por hoje… fazia tempo que não dava tanto comentário por aqui hein…

    achei que fosse impossível, mas aconteceu… logo hoje que eu nem vi o jogo, fiquei trabalhando e secando de canto, ouvindo com delay pela internet..

    não tem que ficar batendo boca gurizada, agora é só flauta…

    agora vou pro bar gozar com o pau do mutumbo

    quack

  • 181. Anônimo  |  14/12/2010 às 19:21

    Cadê o Cunegundes nessas horas para descrever como é gozer com pau de africano?!

    Sanchotene

  • 182. Serramalte Extra  |  14/12/2010 às 19:25

    Eu apostei uma caixa de ceva no Mazembe.

    FICA CELSO ROTH

    Roger, não achei camisa dos caras nem no site oficial. Mandei um email pra lá perguntando onde que eu compro… e se algum colorado vier cornetear, que enfie a sua camisa do ajax no… lixo…

  • 183. Vini Araujo  |  14/12/2010 às 19:26

    O time do Inter chegou ao Mundial, incrivelmente, sem saber ao certo o que poderiam render os 11 titulares do “gênio” Roth.. não se via inspiração nesse time já no Brasileiro.. poucas mudanças foram tentadas, mas fracassaram rotundamente..
    O time do Inter hoje foi apático como vinha sendo no Brasileiro pós-Libertadores.. parou de jogar no nacional, com a desculpa de preparar-se para o Mundial, mas o que se viu foi um retrocesso ou uma paralisação total no rendimento da equipe.. só não viu quem não quis..

    Foi o maior fiasco da história do futebol gaúcho.. Mazembe Eterno!

  • 184. Anônimo  |  14/12/2010 às 19:36

    pedrada saiu barztinho…o que tinha de gente merecendo tiro na cara na rua hj n tá no script.

  • 185. JB  |  14/12/2010 às 19:37

    Vai ter telão da RBS na Goethe no sábado?

  • 186. JPTdS  |  14/12/2010 às 19:44

    O mundial nao acabou pra nós colorados…tratem de torcer pro Seongnam amanhã…:(

  • 187. Anônimo  |  14/12/2010 às 20:04

    De um amigo meu, CRUZEIRENSE:

    O sonho acabou, mas as parcelas da CVC continuam.

    Sanchotene

  • 188. carol  |  14/12/2010 às 20:04

    Pontos corridos no mundial, dja!!!!

  • 189. Guilherme  |  14/12/2010 às 20:04

    Sério, muito bom pra ser verdade!

    Nunca duvidem da burrice do Celso Roth!

  • 190. rafael botafoguense  |  14/12/2010 às 20:25

    bicampeão brasileiro, porra!

    mas aí,mó comédia a torcida do inter lá. só playboy pecho frio e madame hauahua. aplaudiram os caras rebolando. q patético.

    aposto meu pâncreas q se levassem a guarda e a camisa 12 o inter copava.

  • 191. douglasceconello  |  14/12/2010 às 20:50

    ME DIGA POR QUE, JUAREZ?

    http://yfrog.com/6gtmi0j

    Tou tentando curar minha dor com CAFEÍNA.

    Minha cabeça tá explodindo e tou tentando beliscar o azulejo.

  • 192. Pedro  |  14/12/2010 às 20:56

    Pior é ver colorado brabinho falando em torcida que só sabe secar por que não ganha nada e que só goza com o pau dos outros. Faça-me rir! Foi só o que fizeram de 1980 até 2005, com direito a camisa do Ajax e outras palhaçadas. Os gremistas ainda tem 20 anos de crédito pra secar a vontade. Aguentem o tranco como homens!

  • 193. Guilherme DIas  |  14/12/2010 às 20:58

    Para Ernesto, Observador e diversos outros:

    THERE’S NOTHING THAT ELEVEN MEN OR LESS CAN’T EVER DO

  • 194. Marcos SL  |  14/12/2010 às 21:03

    Tão bom quanto o texto é o ponto de vista do Gabriel (#101)…

  • 195. Ernesto  |  14/12/2010 às 21:03

    #192

    Pra quem tinha toda uma teoria de superioridade, quase que ariana, a imortalidade, bla bla, a raiva contida mostra que não era bem assim, simples. Isso é o que alguns contestam. Não eu. Tem mais é que secar.

    Carlos, vai lá, segue teu planejamento. No teu caso, tá valendo. Tu tá feito se comemorar UMA vaga.

  • 196. Ernesto  |  14/12/2010 às 21:05

    E o texto pode ser bom, mas o autor não tem moral pra escrever algo assim. Logo ele. E oportunismo é mato. Falar isso agora, depois da derrota, todas essas considerações, só mostram a incoerência.

  • 197. Alex  |  14/12/2010 às 21:07

    “TODO PODEROSO”, de preto e branco. Ninguém se deu conta, já estava escrito, essa combinação faz um peido colorado pesar uma tonelada. Olha o Inter fazendo história….

  • 198. Ernesto  |  14/12/2010 às 21:16

    #177

    Passar com uma bandeira do gremio, no meio de um monte de colorados, não deveria ser problema. Mas, diante das circunstâncias, é minimamente racional não fazer isso.

  • 199. marcos  |  14/12/2010 às 21:18

    ok, mas os africanos tb imitam a europa, jogo na força, admirado por roth. e não se trata de humilhar. foi uma vitória simples, merecida e pronto. o inter não é nenhum timão, especialmente após vender sandro e tyson.

  • 200. Leandro  |  14/12/2010 às 21:31

    Rá! Faltou o bigode!

    É bom esse Celso Roth, hein Ô Batista!

  • 201. J C  |  14/12/2010 às 21:37

    Mazembe. Do Congo. 2×0. Na semifinal. Do Mundial Interclubes. Com dança de deboche do goleiro gordo Kidiaba, Durante e depois.

    Um secador pode passar uma vida, duas, três, dez gerações sem ver um momento desses. Nós não.

    Eu disse Ma-zem-be. Do Con-go.

    Com dança de bun-di-nha.

    Me perguntem se troco isso pela mega-sena da virada.

  • 202. Rodrigo Zotto  |  14/12/2010 às 21:44

    Tantas teorias, desculpas, sarrismos e todos sabem que faltou mesmo é BIGODE!!!! A Impedcorp® deveria ir já exigir explicações para o Sexy Hooot. Ignorar um movimento maciço como este sempre é cobrado mais tarde. Bá Noite.

  • 203. Eduardo  |  14/12/2010 às 21:56

    #139 Junior,
    não acho que chegaremos num consenso sobre isso. 🙂
    Porém:
    – Não tiro o mérito do inter por ganhar a Liber 2010, muito pelo contrário. já falei aqui umas mil vezes que acho que o inter ganhou o título mais importante. Prá mim, mundial é mais uma fachada FIFA para lavar mais dinheiro. é claro que é legal ganhar… mas honestamente, pro meu desgosto, o inter ganhou a Liber…
    enfim, dito isso, repito o que disse antes do jogo contra o SP (não vou me dar o trabalho de procurar)…
    o inter não merecia passar DA PRIMEIRA FASE nessa libertadores. mas como os times eram tão fracos, passou….
    Veio o Banfield… e ganhou com um golaço do Giuliano, no final. Do BANFIELD…. velhinho…. DO BANFIELD…
    Veio la Brujita. 2 jogaços do inter. passou pelo melhor time da américa (na minha opinião).
    SP é tri campeão do mundo, mas tava CAINDO pelas tabelas. Público e notório.
    Chivas… bom.. .deixa prá lá.

    again, não me interprete mal. não estou desmerecendo o título. o inter foi copero “pacaraio” na libertadores, mas deu “sorte” (de quem se preparou durante a copa) de pegar dois MORTOS pelo caminho.
    tanto é que ENTREGOU um titulo brasileiro que poderia ganhar nesse ano, por essa tática de “preparar” para o mundial pagou o preço da ruindade…. porque tinha CELSO ROTH e seu planejamento!!!!
    CELSO ROTH ETERNO!!! fique pro RESTO DA VIDA no Beira Rio…. COM OU SEM BIGODE!!!

  • 204. Phoenix  |  14/12/2010 às 22:00

    Pessoalmente, acho que foi uma das derrotas mais humilhantes do Inter, sim. E vale espaço no Top 10.
    Primeiro, pela grandeza do evento. O Inter começou o ano sonhando em ganhar a Libertadores para chegar onde chegou hoje. Negligenciou brasileiro, fez planejamento e o escambau visando unicamente este jogo. Fez fiasco num palco de luxo, aos olhos do mundo inteiro.
    Segundo, foi derrotado por um time tecnicamente inferior, que talvez tenha feito o melhor jogo da sua história e deu a sorte de pegar o Inter num dia pouco inspirado. Se o Sobis, Giuliano, D’Ale, estivessem em um bom dia, possivelmente o resultado seria bem diferente. Mas não foi.
    Terceiro, pela soberba. A crônica já antevia Inter x Inter, e falavam que o time de Porto Alegre seria até favorito, diante da má-fase do time de Milão. Claro que todos diziam: “tem o Mazembe antes”. Mas alguém SINCERAMENTE achava que isso tudo poderia acontecer?
    É ÓBVIO que essa derrota foi maior que qualquer uma das que o Grêmio teve esse ano. Qual foi o jogo mais importante do Grêmio neste ano? Semifinal de Copa do Brasil? Final de Gauchão? O jogo contra o Botafogo que TALVEZ valesse uma vaga na pré-Libertadores? Sinceramente, qualquer jogo do tricolor não chegou nem aos pés do jogo de hoje.
    Quanto maior a altura, maior o tombo. O Inter, por seus méritos, foi campeão e chegou alto, muito alto. Onde só tinha chegado uma vez na vida. E tomou um belo de um tombo.

  • 205. Gerhardt  |  14/12/2010 às 22:01

    agora e só agora vi os lances.

    q tanto gol perdido. ta loco.

    o sujeito quebrou a coluna do guinaçu no belo segundo gol, com direito a pedalada

    renan é uma farsa. pode ser bom goleiro, mas nao tem naipe.

    roth é roth.

    esse goleiro é a cereja da humilhação. bá hehe

  • 206. Flávio  |  14/12/2010 às 22:02

    Tem mais gente que pensa assim. Espero que seja viagem da ZH:

    http://www.clicrbs.com.br/esportes/rs/noticias/futebol-inter-mundial-2010,3141953,Direcao-do-Inter-deseja-manter-Celso-Roth-no-cargo.html

  • 207. Alexandre Felipe  |  14/12/2010 às 22:31

    Beleza de texto, tao bom que ate eu ( invejosamente) me peguei achando que alguns trechos foram escritos previamente…Que merda de Pais onde ninguem ve os meritos de outros…o dificil eh ver algum merito nesse time do Mazembe…

  • 208. Eduardo  |  14/12/2010 às 22:34

    #206
    seja feita a vossa vontade!!! amém. 🙂

    Hakuna Matata!!!

  • 209. Carlos  |  14/12/2010 às 22:36

    O ernesto não consegue entender…um dia desenho pra ele…

    Ele, q tanto fala da “fidalguia” da sua torcida…q só a do grêmio é marginal…agora vai ter q botar todo esse discursinho dele dentro da boca…

    A minha é marginal, a tua tb é, meu guri!!!!!!!!

  • 210. sepeense  |  14/12/2010 às 22:53

    Cassol, S’ao Sepe esta insandecida, passa carro de som com os gols do Mazembe direto.

  • 211. Joao  |  14/12/2010 às 22:57

    Fico imaginando aqueles que foram pra Abu Dhabi na base das parcelinhas no cartão. Deve ser um choque receber a fatura todo mês e lembrar de um cidadão quicando com a bunda no chão e NÃO achar nada engraçado.

  • 212. Ernesto  |  14/12/2010 às 23:01

    Falei o contrário, Carlos ?

    Acho que quando disse que ambos são imbecis, os que ficam puxando bolo, fui claro.

    Ao menos, tentei ser.

    #177

    Realmente, a torcida mais politizada é a do Gremio. Basta ver Tarciso, Danrlei, Odone, todos nas tres esferas do legislativo.

  • 213. Ernesto  |  14/12/2010 às 23:04

    Só não entendo porque tu fica tão indignado quando se aponta os eventos em que a torcida do Gremio comete atos de vandalismo e rixa. Tu fica falando que ambas são, tal e coisa, mas sempre te morde.

    Vai lá, em busca da vaga. Abraço

  • 214. cm br 4  |  14/12/2010 às 23:06

    #211

    kkkkkkkkk mt boa essa; ate outubro do ano que vem eles serao relembrados do dia 14 de dezembro.

  • 215. rafael corinthiano  |  14/12/2010 às 23:16

    Nem dá pra acompanhar os comentários…

  • 216. Carlos  |  14/12/2010 às 23:21

    #213
    Bom, pelo menos eu posso ir atrás de vaga…já o teu time, NOTTTTTTTTTTTT

    çalsdkçsaçkldkçasdçkasçdklaskçldçkasdçk

  • 217. Carlos  |  14/12/2010 às 23:33

    Eu não fico indignado qdo tu aponta a “marginália” da minha torcida…
    Eu só acho q tu dá uma de porco vesgo qdo vem com papinho que SÓ a minha é marginal…
    A tua é tanto qto…
    Aliás, esses mané q dão tiro, soco, jogam pedra…tem tudo q se fuder…essa porra é só um jogo.

  • 218. bertagna  |  14/12/2010 às 23:45

    Fica, Roth, fica! ! (ATUALIZADO): http://t.co/0RjioVs

  • 219. Jader Anderson  |  14/12/2010 às 23:52

    Personagens do Mundial

    Fernando Carvalho, O protetor

    Rafael Sobis, o SuperSobis

    Roth, O maestro

    Guiñazu, O incansável

    Piffero, O comandante

    Tinga, O carismático

    Giuliano, O Iluminado

    Kléber/ O Antenado

    Alecsandro/ O Matador

    Índio/ O Gladiador

    Bolívar/ O General

    é mta onda… aehaehaeheheheaheheaheheaha

    heaheahaeheahehea

    eu ja ria quando via no jornal, agora depois de ver o resultado dessa porra toda hahaeheahaehea eh mais engraçado haehehaeheaheahae

    Deixo registrado pra gremistagi abastecer com as devidas correçoes haeheaheaheahae

  • 220. Marcelo Costa  |  14/12/2010 às 23:56

    Caras, vocês ficaram postando 300 comentários e perderam a noite nos botecos da cidade. Foi o melhor de tudo!

  • 221. Jader Anderson  |  15/12/2010 às 00:15

    ih negao nao te estressa… essas noites vao se manter até o início da libertadores haehaeheaheaheahaehe

  • 222. Gralha  |  15/12/2010 às 00:28

    O negócio é que o Inter jogou bem QUATRO partidas o ano todo… pra minha infelicidade, justamente as semis e finais da Libertadores, quando o Celsinho Bigode ainda estava dentro do prazo de validade.

  • 223. Gralha  |  15/12/2010 às 00:32

    E outra, eu vi esse filme: põe o time titular, joga mal sempre e diz que o foco é a outra competição.

    Se o foco é a outra competição, põe o time reserva.

    Mas não: melhor colocar o time titular pra “dar ritmo”, jogar mal e usar isso como desculpa.

    O Inter só passou a usar o time reserva quando as chances de ganhar o Brasileirão eram (mais que) remotas.

    Brasileiro 2010 = Gauchão 2008
    Mundial 2010 = Libertadores 2008

    Celso Roth deixando sua assinatura por onde passa…

  • 224. Gralha  |  15/12/2010 às 00:37

    E antes que eu me esqueça… UM GRANDE ABRAÇO AOS COLORADOS QUE ESPALHARAM ALVEJANTES AJAX PELA CIDADE EM 1995

  • 225. Diogo  |  15/12/2010 às 03:09

    Não vou rir de pena. Juro…

  • 226. Moses Goldstein  |  15/12/2010 às 06:55

    Essa conversinha contra os “endinheirados”, “burgueses”, etc. virou discurso oficial fácil na América Latina atual não é mesmo? Te pergunto. Se o Inter não tivesse dado essa guinada e absorvido o dinheiro dos malvados “burgueses” dispostos a pagar sua mensalidades como sócios, teria conseguido suas receitas só da exploração da córeia? Tá certo que os novos ricos petistas têm que manter a pose de miseráveis e defensores dos oprimidos ante o lúmpem, mas há que se ter um pouco de honestidade quando se escreve.

  • 227. marlon  |  15/12/2010 às 07:42

    bá, todo mundo EM CHAMAS.

    no primeiro tempo o Inter podia ter metido uns 2 ou 3, e depois ficaria só administrando, se quisesse. mas o time tava travado, desconcentrado, parecia cansado, desligado do jogo. achei que fosse nervosismo, no início, mas depois vi que não era. várias vezes parecia inacreditável, mas estavam DESISTINDO do jogo – um cabeceio (não lembro de quem, do Indio?) na área, a partir de um escanteio, a bola cruza a área e vai indo paralela à linha de fundo… NINGUEM se mexeu pra ir pegar, e dava. Roth a partir dos 20 minutos do segundo tempo, em lugar de indignação total, exibia uma cara de palerma, já perdemos.

    não sei se foi salto alto – até agora não consigo entender.

    e sim, o Mazembe é muito ruim – mas tem algumas qualidades, e ganhou por causa delas. não acho que tenha muita chance contra a Inter, mas, a ver…

  • 228. Albo  |  15/12/2010 às 09:25

    Estou destroçado. Cresci nos anos 90 e desde cedo aprendi a lidar com a tristeza no futebol, mas os últimos anos me deixaram com a guarda baixa – e o golpe, na boca do estômago, foi impiedoso.

    Eu jamais subestimei o Mazembe e jamais superestimei essa equipe que o Roth pôs em campo – tanto que fui até minha casa para assistir ao jogo sozinho, no meio da tarde, e voltar correndo para o trabalho depois, pois queria privacidade para minha ansiedade. No final das contas, fiz certo.

    Não me sinto humilhado, não sinto vergonha e não estou me importando tanto com as flautas (comentarei sobre isso em seguida – esse é o comentário de desabafo), mas estou atordoado. Terminei um ano que, no âmbito pessoal, foi bastante cansativo, bastante estressante e trabalhoso, mas no qual tudo deu certo. Tenho a frente as primeiras férias em mais de 3 anos, e elas não poderiam vir em melhor hora. O plano é levar as últimas duas semanas de 2010 como for possível, esquecer de futebol (só de pensar em jogar bola já me dá uma moleza!) e tentar me recuperar fisica e emocionalmente desde ano que, racionalmente, trouxe diversas conquistas, mas cujo final me deixou destroçado.

    Isso terá que servir para alguma coisa – para mim e para o clube que eu amo.

  • 229. Albo  |  15/12/2010 às 09:35

    Sobre as cornetas:

    Não sinto vergonha; ao contrário de oportunistas azuis como Antonini, tenho a noção de que só perde mundial quem está lá, e perder um jogo não é o mesmo que perder um ano inteiro, ser rebaixado, perder mais um ano inteiro e ser subido com virada de mesa. Não dá pra comparar. Vergonha, definitivamente, não sinto.

    Mas se é para levar a coisa nesses termos, como diria um amigo meu, “vamos convenhar”: o rebaixamento é uma vergonha absurdamente maior. Mas ela, ao menos, acontece ao longo de 4, 5, 6 meses, preparando suas vítimas para a porrada que virá. Ontem, tive menos de 40 minutos para isso e ainda não sei quando voltarei do coma.

  • 230. Pedro  |  15/12/2010 às 12:21

    Claro que o rebaixamento é pior, mas acho que a situação do Inter é muito mais singular, o que a torna mais patética. Rebaixamento tem todo ano e não é algo supreendente, já que o time vai se encaminhando para cair rodadas antes do fato consumado. O que aconteceu ontem ninguém esperava. E tem a questão do tombo. Quando mais alto, maior e pior, ainda mais para o MAZEMBE e do jeito que foi. É como se o Grêmio tivesse perdido a final da Libertadores de 5×0 para o Boyacá Chicó. E tem os elementos folclóricos, como dança da bundinha, torcida tendo que fazer turismo, disputa do bronze, etc… E

  • 231. dante  |  15/12/2010 às 13:02

    não sei quem colocou a questão do rebaixamento na roda, mas ela é simplesmente ridícula neste momento, porque propicia comentários deste tipo:

    “Rebaixamento tem todo ano e não é algo supreendente”

    mas tudo bem, vai ver tu já te acostumou…

  • 232. Pedro  |  15/12/2010 às 13:45

    E o choro é livre. Congo neles!!!

  • 233. Anônimo  |  15/12/2010 às 14:24

    M&rd@ de faísca atrasada!

    Estamos no comentário 232 e NINGUÉM foi capaz de perguntar como é que o LF não faz nenhuma menção ao FOSSATI nesse texto!?

    Sanchotene

  • 234. Sacchet  |  15/12/2010 às 15:42

    Sem o plano de sócios bem sucedido e todas as medidas tomadas por essa direção que deu outro patamar ao Inter estariam todos os colorados vibrando na coréia por títulos de gauchão, quiçá mais uma copinha do Brasil. Com direito a balas de mel em volta do campo.
    Inter 0x2 Amigos do Paulão teria sido diferente com o Marco Aurélio “genro” no lugar do Alecsandro.

  • 235. Luciano Lindemann  |  15/12/2010 às 17:34

    Que discurso bem hipócrita! Não foi por desmerecimento que perdemos pro Mazembe. Isso é papo de quem não viu o jogo ou não entende de futebol. Perdemos em uma noite de incompetência de alguns dos nossos jogadores e por termos em nossa frente um time aplicado, eficiente e em uma noite de felicdade única.
    Foi realmente muito triste tudo isso que aconteceu. Não consegui me recompor até agora. Mas daí a querer tirar uma lição a la “Disney” da história e querer dizer que os “ricos” perderam pros “pobres” por serem esnobes é de uma hipocrisia única!

    Tenho certeza que fui mais à Coréia do que 90% dos que escreveram defendendo ela. Bebi muita cachaça lá dentro e vibrei e formei meu caráter vendo jogos medíocres do Inter nos anos noventa. Mas tenho certeza que estamos no caminho certo. O Inter não é um hobby que eu uso pra alimentar meu gosto pelo que é simples e tosco. Pra isso eu faço churrascos na praça e jogo bola na ESEF.
    O Colorado é o meu time, minha religião. Meu bem estar é diretamente ligado com o bem estar do time. Quero um Inter gigante e imponente. Me orgulho de ter um time de jogadores bem pagos, com currículos invejáveis, de termos um estádio reformado e dentro das regras que normatizarão o futebol nos proximos 30 anos. Foi o mesmo que fizemos no final dos anos 60.
    Essa derrota do Inter não vai diminuir meu carinho e respeito pelo Inter.
    E quem quer achar lição de moral que vai ver A Bela e a Fera.

  • 236. LF  |  15/12/2010 às 20:14

    o futebol pentacampeão mundial perdeu para o congo. Se isso não é lição de moral não sei mais o que é.

    O q me incomoda é o maniqueísmo imbecil. O plano de sócios é ótimo, sem dúvida. Agora, a riqueza n faz ninguém ganhar de véspera, e se não aprendemos isso ganhando do barça deveríamos aprender agora.

    O inter passou 3 meses sem fazer qqer questão de jogar futebol. Isso é arrogância, soberba, sim.

    Não basta ser gigante e impnente, é preciso agir como tal pra não fazer fiasco. O teu discurso é igual ao daqueles que pensam q tudo foi um mero acidente. Enquanto o inter pensar assim, acredite, seguirá passando vergonha.

  • 237. JPTdS  |  15/12/2010 às 21:18

    Tudo que falaram aqui eu ouvi em 2007, depois do fiasco no gauchao e na libertadores. “O Inter voltou ao normal”, “O Inter só vai passar vergonha”, bla bla bla…
    Na época não adiantava nada ficar escrevendo, era melhor ficar quieto mesmo. É o mesmo que devemos fazer agora. Calar a boca agora e rir depois…

  • 238. Anônimo  |  16/12/2010 às 21:31

    Ao que parece o cidadão acima tem bola de cristal…

  • 239. Tiago Medina  |  24/12/2010 às 12:41

    Diz muito a última frase. Muito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: