Formando genros desde 1909

21/10/2010 at 05:00 104 comentários

Há certas maldições que são impossíveis de desfazer. Para um clube de futebol, então, render-se a certas ladainhas do destino é amarrar toda sua mitologia num PAPA-ENTULHO que permanecerá décadas estacionado num beco de amarguras. No Beira-Rio, houve um tempo em que nos fizeram acreditarque possuíamos no celeiro vermelho verdadeira universidade que formava goleiros, como se simplesmente ser parido pelas divisões de base do Inter fosse um passaporte para o estrelato. Que nada. Hoje, parando para pensar, podemos dizer, sem sombra de dúvida, que em 101 anos de história o Internacional não formou sequer UM goleiro acostumado a levantar títulos.

Não cochilo na argumentação e de pronto sou obrigado a ATORAR as reclamações que já correm a cidade com a fundamentação óbvia e fatal: até Renan levantar a Libertadores após dúzias de falhas e voos inconsequentes pela relva sul-americana, nenhum outro goleiro nascido no Inter ganhou um título de relevância no clube. Nosso atual camisa 1, portanto, é um PRECURSOR. Foram três Brasileiros, dois com Manga, um com Benitez; uma Libertadores e um Mundial com Clemer; a Sul-Americana com LAURO; e a Copa do Brasil com Fernandez.

Mais do que essa escassez de títulos, a tão alardeada escola de goleiros do Inter não foi capaz de produzir sequer um arqueiro acima de qualquer suspeita. O mais próximo que tivemos disso foi Taffarel, no final dos anos 80, e isso não é nada positivo, pois sabemos que o alemão Cláudio fez o diabo pela seleção brasileira, mas saiu do Beira-Rio de TORSO NU, sem qualquer faixa. Alguns enchem a boca para dizer que foi ídolo, mas sou obrigado a argumentar que naquela época tínhamos NORTON e ZABALA cuidando da área. Lembro, com os dentes trincados, também de sua demência ao colocar para dentro uma bola de Jorge Veras em um Gre-Nal, fato indesculpável.

Não me rendo ao clichê supremo da pequena área que diz que goleiro ou é louco, ou é viado. Mas admito que há dois tipos de gente que veste a camisa 1: os bandidos, rebeldes sem causa que calçaram luvas porque ninguém os suportava na linha mesmo na infância, e aqueles que são extremamente frios, cuja tranquilidade não é abalada nem por cem cruzamentos simultâneos do Arce. Acontece que, nesse último caso, na maioria das vezes os atletas se transformam em figuras insossas, que não tem a TENSÃO necessária para a hora das grandes decisões, quando muitas vezes a atitude mais impensada é a que pode fazer a diferença entre a mediocridade e o HEROÍSMO.

O velho Taffarel, coitado, que se transformou em símbolo de uma GERAÇÃO, alcançando fama e glamour por ser também um notório pegador de penais – até protagonizou um comercial de televisão em que um guri gritava “é na direita, Taffarel” -, não apenas carregou o fardo das derrotas, sendo bastante superestimado nos anos seguintes como uma espécie de MÁRTIR, como tornou-se o EMBRIÃO daquilo que se convencionou chamar de escola de goleiros do Beira-Rio.

Todos os goleiros saídos do Beira-Rio que sucederam Taffarel parecem SIMULACROS daquele mosntro que vestiu a camisa da seleção brasileira, mas que malogrou no Inter. André, JOÃO GABRIEL, Marcelo Boeck e Renan, por exemplo. Todos aparentemente frios como o GRANIZO, mas tremendo como vara verde nos momentos mais cruciais, quando realmente era preciso ser mais do que um cidadão de respeito a quem entregaríamos a mão de nossa filha no altar.

Uma rápida análise da camisa 1 do Inter nos aponta que os seus maiores expoentes, e também os mais vitoriosos, foram os FORASTEIROS, na maioria das vezes estabanados, mas que cresciam como MONUMENTOS quando preteava o olho da gateada. Manga chegou a pedir dinheiro para pagar dívida do CARTEADO para fechar o gol, mas entrou com a coxa estirada para enfrentar o Cruzeiro em 75. O paraguaio “Gato” Fernandez, o mais subestimado arqueiro da história vermelha, usava bigode, o que dispensa maiores delongas. Clemer, bem, defendeu na mesma proporção em que falhou, com a diferença de que se atrapalhava contra o REMO e parecia um demônio de oito braços contra o Barcelona. Nenhum deles foi perfeito, mas algo em sua índole adaptava-se às exigências dos momentos decisivos.

O que Renan está fazendo é nada mais do que dar sequência a uma tendência histórica, iniciada por Taffarel, que vem colocando debaixo das traves do Inter bons MOÇOS paridos no Beira-Rio.  Todos se autoproclamando extremamente razoáveis e difíceis de se abalar.  No entanto, basta uma fumacinha de sinalizador de uma semifinal de Libertadores para vermos nosso camisa 1 formado em casa rebater com o peito uma bola fácil e depois se AJOELHAR dentro do gol, lamentando sua própria falha.

Agora tentem imaginar Clemer ajoelhado para lamentar um erro seu.

Impossível.

Saudações,
Douglas Ceconello.

Anúncios

Entry filed under: Clubes, Colunas.

Noches coperas A senda aberta pelo Cacique

104 Comentários Add your own

  • 1. Marcelo Lopes  |  21/10/2010 às 07:04

    “Agora tentem imaginar Clemer ajoelhado para lamentar um erro seu.

    Impossível.”

    Não tenho nada a acrescentar.

  • 2. Felipe (o Canoense)  |  21/10/2010 às 07:32

    Louco = HIRAN
    Viado (dizem…) = Lauro

  • 3. Celão  |  21/10/2010 às 07:53

    “Agora tentem imaginar Clemer ajoelhado para lamentar um erro seu.”

    Bah, ia faltar joelho!

  • 4. Rafael  |  21/10/2010 às 07:55

    João Gabriel, não virou advogado?

    Tem um tal de DEPUTADO ESTADUAL que, dizem, atuou nas hostes adversárias, e tomou CINCO (UH! FABIANO!) gols do arqui-rival em um único jogo.

    Na minha muito humilde opinião, esse cidadão (porque diz a lei que não podemos discriminar pessoas por suas, digamos, opções) não era um bom goleiro. Também, não era ruim. Pois foi esse cidadão que encheu o peito de faixas (e fez 10 anos da minha vida irem pro ralo).

    Qual foi o último grande goleiro que atuou no Grande Pasto do Sul?

    P.S.: Abu Dhabi é logo ali, ou o Roth para de se barbear, ou já era.

  • 5. Tiago Marcon  |  21/10/2010 às 08:11

    Renan no GreNal me dá medo, muito MEDO

  • 6. arbo  |  21/10/2010 às 08:12

    celão venceu no #3. clemer, um racional.

  • 7. Tiago Marcon  |  21/10/2010 às 08:13

    A proclamada escola do futebol gaúcho só começou mesmo a ganhar títulos importantes quando importou jogadores de fora

  • 8. atirson  |  21/10/2010 às 08:16

    e o pato??

  • 9. dante  |  21/10/2010 às 08:55

    #7:

    ?

  • 10. douglasceconello  |  21/10/2010 às 09:13

    Se o Clemer toma aquele gol que o Renan levou no Morumbi, primeiro ele xinga a ZAGA, depois dá um jeito de brigar com o GANDULA e, dependendo, até correria em direção ao JUIZ pedindo falta. Nunca se jogaria no chão com aquela expressão de pavor profundo que o Renan fez.

    E outra coisa que acabei não acrescentando: geralmente o Inter é campeão com goleiros que há muito já passaram dos 30 anos.

  • 11. Marcel Moreno (ex-TMdaC)  |  21/10/2010 às 09:41

    Sempre defendi a tese de que goleiro do Inter tem que ser velho, tomar uns perus de vez em quando e o principal: ter cara de areia mijada.

    Manguita Fenômeno, Clemer, Gato Fernandez…

    Lauro tinha a cara de pizza mas é rosca. Aí não serve.

    Fui contra o retorno do Renan… mas sei lá… essas falhas dele (na real falha mesmo foi só no Morumbi) tão me fazendo criar afeição pelo guri, mesmo tendo essa carinha de BABY JHONSON (tal qual Taffarel, melhor goleiro que vi jogar mas pelo Inter não levanto caneco nenhum mesmo).

    Sem falar que o guri de Viamão é treinado nada mais, nada menos, por Clemer e Pato, além do Manga ter sido contratado pelo clube e estar ali por perto…

    Resumindo:

    Deixem o Renan jogar!
    Porra!
    O cara tem tudo pra ser um mito… ainda mais quando for ficando velho… só vai faltar ter uma parada no rosto e ficar com cara de pizza.

    Aí é pro Inter ser campeão da Galáxia!

  • 12. Leo Garcia  |  21/10/2010 às 09:43

    Certa vez, eu escrevi uma série de mini textos intitulada “Contos Futebolísticos mais Curtos que os Braços do João Gabriel”.

  • 13. Marcel Moreno (ex-TMdaC)  |  21/10/2010 às 09:44

    Esqueçam o Renan. Sério. É ele e pronto.

    Vcs acham que vão colocar o Pato, que se aposenta no final do ano?
    O Laulo???

    Nosso grande problema não está aí…

    Tudo indica que o Juarez não vai deixar o bigode… estaremos indo a passeio a Abu Dhabi.

    Sem bigode, sem chance. Podem colocar até o Nei no gol…

  • 14. Diogo  |  21/10/2010 às 09:46

    10.

    (…)geralmente o Inter é campeão com goleiros que há muito já passaram dos 30 anos.(…)

    Que fase.
    Algum tempo atrás até daria para flautear com essa.

  • 15. João José  |  21/10/2010 às 10:05

    Nenhuma linha sequer sobre a Sudamericana?

    Que fase…

  • 16. Cícero  |  21/10/2010 às 10:31

    a foto do Clemer diz tudo.

    PRESIDENTE EM 2018

    PATO NO MUNDIAL. QUACK!

  • 17. Vitor Hugo  |  21/10/2010 às 10:32

    Notemos o apoio velado a PATO ABONDANZIERI nessa crônica. Eu apóio: http://www.youtube.com/watch?v=8OeJ9x9R2Fs

    Se empatarmos com a Inter de Milão, todos colorados sabem que será melhor ter Pato sob a trave. E isso porque o Clemer se aposentou…

  • 18. Guilherme  |  21/10/2010 às 11:00

    Levanto em conta que esse texto foi feito inspirado no medo de levar o Renan pro Grenal, eu iria que esse jogo é muito foda pra goleiro.

    O Victor (esse sim um mito) também não é lá muito seguro em grenal.

  • 19. douglasceconello  |  21/10/2010 às 11:16

    Pois é, o Victor, que é perfeito tecnicamente, vez que outra dá uma PIFADA em clássicos.

    Pergunto de forma HONESTA: Victor já é um MITO para o Grêmio?

  • 20. Guilherme  |  21/10/2010 às 11:26

    .19

    Boa pergunta. Na real acho que Mito por definição requere que o pessoa morra ou não esteja mais presente, não?

    Não sei qual a diferença entre mito, lenda e ídolo também.

    Mas o Victor é um dos 3 melhores goleiros da história do Grêmio certamente, tecnicamente provavelmente o melhor, e eu não acho que jogador precise NECESSARIAMENTE levantar taça pra entrar pra história, se bem que sempre ajuda.

  • 21. Gerhardt  |  21/10/2010 às 11:28

    Resposta honesta. JÁ.

    Veja o rodízio de zagueiros ruins, fora de lugar e promessas em gestação que protegeram ele estes meses todos.

    Veja a quantidade de defesas incríveis.
    Veja os rankings dos nacionais, com votação estrangeira.
    Veja a agilidade dele, que é alto, nas bolas baixas.
    Veja o número de pontos que ele garantiu ao Grêmio, por ser diferenciado.

    Ademais, até acho que ele falha as vezes, mas muito pouco para um goleiro. Ninguém falha menos que ele no Brasil.

    O único ponto que merece atenção é a saída dele em bolas altas, e na real, parece que ele confia muito nele mesmo, até para chegar em bolas alçadas q não poderiam ser interceptadas.

  • 22. arbo  |  21/10/2010 às 11:48

    não vi jogar o lara, só o danrlei, q foi grandíssimo, mas não tão bom qto o victor, q foi o melhor q já vi atuar, debaixo de qq goleira. ser mito é só uma questão de tempo.

  • 23. douglasceconello  |  21/10/2010 às 11:49

    Concordo com tudo que vocês colocaram, até porque o Victor já ganhou um título, ainda que Gauchão.

    Gamarrar foi ídolo do Inter também nesse CONTEXTO.

    O que me deixa mais puto com TAFFAREL é que ele era perfeito na maioria das vezes, idolatrado por crianças e marmanjos, DEVERIA ter sido campeão.

    Ainda que, necessário lembrar, era ele quem estava lá no Gre-Nal do Século, jogo muito mais importante que contra o Barcelona.

  • 24. FERN  |  21/10/2010 às 11:52

    q q isso, o vitor eh e deve ser muito considerado, mas ídolo…
    tem que ganhar mas torneios locais melhorar em clássico ou uma grande copa!!!

    sem isso será um grande jogador da história, pois do que se pede de um goleiro ele tem, mas sem dar resultado, ainda mas nesta fase em que vivemos todos nosotros…

    símbolo de uma era do quase e de grande sofrimento… pero bom player…

  • 25. Flávio  |  21/10/2010 às 11:55

    Dos que vi, Leão foi o melhor goleiro do Grêmio.

  • 26. douglasceconello  |  21/10/2010 às 11:57

    Uma coisa talvez falte ao Victor: EMPATIA.

    E um dos maiores goleiros que já vi atuar em clubes, já disse centenas de vezes, foi Danrlei.

  • 27. arbo  |  21/10/2010 às 11:59

    quem viu leão: era MELHOR q o victor? tão bom qto?

  • 28. Lucas Cavalheiro  |  21/10/2010 às 12:16

    Douglas, discordo da introdução e da tese que permeia o texto.

    Pelo que se lê, pode-se dizer que Victor não é bom goleiro, porque nunca ganhou título (gauchão não conta), assim como Taffarel e André.

    Eu sempre digo e aqui repito: todo goleiro toma frango. A grande diferença é quando (e o resultado final do jogo).

  • 29. Guilherme  |  21/10/2010 às 12:19

    .26

    Concordo, mas por outro lado, a frieza da personalidade dele certamente contribui pra ele ser o grande goleiro que é.

    Não era o mesmo com o Taffarel?

  • 30. Guilherme  |  21/10/2010 às 12:23

    .24

    FERN, eu ficaria longe dessa coisa de rotular jogador como “símbolo de era” disso ou daquilo. Jogador bom é jogador bom, se o time dele é ruim ele não tem culpa disso.

  • 31. arbo  |  21/10/2010 às 12:25

    bá, lucas, a introdução está esplêndida. UI
    “Há certas maldições que são impossíveis de desfazer. Para um clube de futebol, então, render-se a certas ladainhas do destino é amarrar toda sua mitologia num PAPA-ENTULHO que permanecerá décadas estacionado num beco de amarguras. ”

    e
    “Pelo que se lê, pode-se dizer que Victor não é bom goleiro”
    NOT

  • 32. arbo  |  21/10/2010 às 12:26

    e outra né, guilherme, a ERA do victor recém começou, e não faz mto, aliás.

  • 33. Guilherme  |  21/10/2010 às 12:29

    Pois é, até porque se for ter que considerar títulos nós vamos chegar à conclusão de que o Renan é melhor que o Victor.

  • 34. Sbeghen  |  21/10/2010 às 12:32

    O Vítor joga muito, pra virar mito só falta dar uma voadora em alguém, aí vai superar o Danrlei.

  • 35. Lucas Cavalheiro  |  21/10/2010 às 12:33

    #31

    Tava falando do 2o parágrafo (que fala de título vs goleiro)

  • 36. Flávio  |  21/10/2010 às 12:33

    R27
    Victor é ótimo, mas Leão é um dos 4 ou 5 maiores goleiros brasileiros de todos os tempos.

  • 37. arbo  |  21/10/2010 às 12:38

    #35. ali eu vi o douglas falando dos títulos grandes colorados e listando os respectivos goleiros. liga-se com a informação q permeia o texto: à exceção de renan, nenhum foi FORMADO no beira-rio.

    se tu quer colocar o texto em termos de “versus”, acho q não é por aí.

  • 38. Sbeghen  |  21/10/2010 às 12:42

    Até pouco tempo atrás, o Danrlei, SOZINHO, tinha mais títulos que o Inter.

  • 39. Ismael  |  21/10/2010 às 12:51

    O detalhe é que goleiro não faz gol, não dá assistência… não existe uma contabilidade PRO, e sim CONTRA.

    Daí a importância dos títulos.

    __________

    Eu achava o Renan muito bom goleiro antes de ser vendido, mas agora não dá pra acreditar nos gols que tá tomando de falta…

  • 40. Gerhardt  |  21/10/2010 às 12:57

    Antigamente, os títulos, as grandes finais, as voadoras, certamente eram pré-requisito para cunhar com MITO e assemelhados, MAS,
    Victor fez algo modernamennte semelhante, FICAR AQUI.

    ta certo q ele não deve ganhar propriamente mal, mas quantos hj fazem isso?

    rever, roger, os guris ponteiros de 2005, 2007 etc etc etc

  • 41. Roger  |  21/10/2010 às 13:00

    Victor é idolo.

    Danrlei é mito.

  • 42. douglasceconello  |  21/10/2010 às 13:04

    O que acho é que há DEZENAS de bons goleiros em qualquer lugar, nas quatro divisões do futebol, na VÁRZEA e nas filas de supermercado.

    O PULO DO GATO é formar não apenas goleiro bom, mas TALHADO para ser campeão, catimbeiro, malandro e FILHA DA PUTA.

    Guilherme, o Taffarel tinha CARISMA com os jovens, por algum motivo que realmente não sei explicar, talvez por pegar pênaltis, talvez por ser gaúcho.

    E que camisa LINDA aquela que ele usava, puta que pariu.

  • 43. Flávio  |  21/10/2010 às 13:09

    Taffarel não foi campeão aqui, mas conquistou títulos importantes com a Seleção, Parma, Atlético-MG e Galatasaray.

  • 44. Flávio  |  21/10/2010 às 13:17

    Outra coisa, parece haver uma exaltação do jeito porra-louca de ser de certos goleiros.
    Para quem curte esse tipo de coisa, saibam que Taffarel no início de carreira foi suspenso por três meses por dar uma biaba no juizão safado José de Assis Aragão.

  • 45. Sbeghen  |  21/10/2010 às 13:28

  • 46. douglasceconello  |  21/10/2010 às 13:34

    Sério, Flávio? Muito bom saber. Aguante, Taffarel, crescendo no meu conceito.

    Não é exatamente o jeito porra-louca, mas uma certa GRAVIDADE nos seus atos.

    Manga e Fernandez não eram enlouquecidos, mas tu via que ali existia sangue correndo (ns).

    Ah, reparem naqueles pênaltis que o Fernandez defende ali no vídeo. Ele levanta já meio CAMBALEANTE, todo torto e desgraçado, sentindo o peso da idade.

  • 47. Flávio  |  21/10/2010 às 13:38

    Lembro do Fernandez à moda Cejas ou Waldir Perez assustando os cobradores gremistas na Copa do Brasil-92. Ele nem precisou defender, os caras borrados com a sua presença chutavam por cima!

  • 48. Cunegundes de Dedo Em Riste  |  21/10/2010 às 13:42

    eu vi danrley fechar o gol contra o peñarol com 19 anos, só por isso ele poderia ser currador, mas não é, pois a mulher dele deu pro palhinha, e isso é assim, quem não dá assistência, abre concorrência, ele deve ter um peruzinho encruado, quack

    para o mundial a solução pro inter é o PATO, esse é currador, conhece o caminho das pedras, não é um meninote que se borra todo em final como o renã, já é um homem formado, se deixar o bigode e jogar com um uniforme estampadão, certamente, o inter estará com uma mão na taça e um dedo no cu do eto’o, quack

    o que me preocupa nesse mundial é que, apesar de ser dazoropa, a inter da itália é um time currador, tem jogadores como lucio, maicon, cambiasso, milito e zaneti, curradores históricos sulamericanos, se fosse um barcelona, um real madrid ou um santos da vida, cheio de franguinhos, eu aconselharia o pessoal a levar cartaz escrito “eu já sabia”, mas não é bem assim, quack

  • 49. Paulo Torres  |  21/10/2010 às 13:46

    Uma das maiores atuações que já vi de um goleiro foi do HIRAN, em um Atlético-PR x Inter naquela Copa João Havelange. Segurou até pensamento. Infelizmente os outros 370 jogos de sua carreira (inclusive levando três gols defensáveis no 1o tempo de um Galo x Cruzeiro final de campeonato e pedindo pra sair no intervalo) provaram que aquele dia foi uma grande exceção.

  • 50. Sancho  |  21/10/2010 às 13:46

    Nunca. Gostei. Do. Danrlei.

    Victor é um monstro, e foi possível perceber isso no segundo jogo dele (o primeiro foi um 3-0 no Olímpico que ele só assistiu): Sapucaiense 1-1 Grêmio, em São Leopoldo.

    P.S.: E, sim, o Grêmio EMPATOU com o Sapucaiense em 2008 graças a seu arqueiro…

  • 51. Tiago Marcon  |  21/10/2010 às 14:09

    Benitez era phoda tb……

  • 52. Tiago Marcon  |  21/10/2010 às 14:12

    #9
    Eu quis dizer que se fala muito da escola do futebol gaúcho, sobretudo dos treinadores, mas ironicamente, se formos olhar a história,a upla Gre-Nal só começou a ganhar títulos expressivos quando apareceram por aqui jogadores vindos de outros estados…

  • 53. Guilherme  |  21/10/2010 às 14:19

    .52

    Tiago, isso só mostra a força da escola. A importância da escola gaúcha se mostra quando tu tiver nordestino, carioca, paraguaio, gaúcho, catarina, etc, jogando no estilo do clube.

    E mostra também quando tu vê treinadores gaúchos quase monopolizando a seleção brasileira.

  • 54. douglasceconello  |  21/10/2010 às 14:21

    #47

    Sim, lembro disso. Fernandez era muito manhoso e jogava muito em clássicos.

    #49

    Nesse jogo Hiran foi uma ABEERAÇÃO. A defesa mais difícil que vi um goleiro do Inter fazer foi uma cabeçada que ele pegou no chão.

    Que jogo. Lembro que estava vendo num bar e quando saiu o gol do ELIVÉLTON joguei a mesa para os ares. BONS TEMPOS.

  • 55. Ismael  |  21/10/2010 às 14:26

    #49, 54

    Cabeçada do Kléber Pereira! Quiseram (tv) comparar com a defesa do G. Banks e o Hiran, cheio de modéstia, disse que não dava pra comparar pq a dele foi MAIS DIFÍCIL

  • 56. dante  |  21/10/2010 às 14:28

    #52: e quando a dupla grenal começou a ganhar títulos “expressivos”?

    1975?

  • 57. arbo  |  21/10/2010 às 14:28

    #50
    bá, sancho. tu é mto guerreiro então.

  • 58. douglasceconello  |  21/10/2010 às 14:39

    Ismael, daí sou obrigado a concordar com o Hiran.

    Na minha memória, floreada pelos AROMAS da birita, foi a defesa mais difícil de todos os tempos.

    uhssuhhu

  • 59. Marcel Moreno (ex-TMdaC)  |  21/10/2010 às 14:41

    O melhor do Hiran foi ter corrido atrás de um torcedor com um revólver na mão certa vez…

  • 60. Tiago Marcon  |  21/10/2010 às 15:14

    #56
    Dante, acho que dá pra considerar esse ano sim

  • 61. Bocão  |  21/10/2010 às 15:49

    Lances de Grêmio 1 x 1 Sapucaiense

    Tinha um tal de zagueiro Vagner que MEODEOS!

  • 62. Sancho  |  21/10/2010 às 15:50

    Compl. 50

    Escrevi em 5 de feveriero de 2008:

    Apenas gostaria de salientar algo que me passou batido quando escrevi a coluna e não deveria. O goleiro Vitor, mais uma vez, fez uma atuação segura e tem tudo para tornar-se a melhor contratação de 2008.

  • 63. Felipe (o Canoense)  |  21/10/2010 às 15:54

    Ia lembrar desse lance do Hiran ARMADO no Beira-Rio (saiu reportagem com ele mostrando o TRABUCO escondido embaixo do carro, a lá GILMAR FUBÁ), mas o Tim já falou.

    Eu lembro dele pegando um pênalti contra o GAMA!!! E fazendo um gol quando jogava pelo Guarani.

  • 64. fino  |  21/10/2010 às 16:04

    eu lembro do hiran dizendo que não ia pedir barreira em cobrança de falta do ronaldinho…

    não deu outra, o dentuço bateu uma da lateral do campo aos 44 do segundo tempo e o golias aceitou…

  • 65. dante  |  21/10/2010 às 16:07

    #60: tiago, o campeonato brasileiro começou em 1971. qual título “expressivo” havia antes disso?

    libertadores?

    o único brasileiro a ganhar a libertadores antes disso foi o santos.

    não faz muito sentido o que tu tá dizendo.

  • 66. Marcel Moreno (ex-TMdaC)  |  21/10/2010 às 16:13

    Hiran tb colocou uma bola na trave batendo falta em grenal ou eu imaginei isso em alguma bebedeira?
    Isso não tem nenhum sentido pra ter acontecido mesmo.

  • 67. Felipe (o Canoense)  |  21/10/2010 às 16:17

    O gol dele se não engano foi de BICICLETA véio!
    Falta na trave em grenal perto disso é mumuzinho!

  • 68. J Petry  |  21/10/2010 às 16:18

    Tinha o Robertão e a Taça Brasil, Dante.

  • 69. Alemão o colorado  |  21/10/2010 às 16:21

    O ceconello tem um ranço com o Taffarel desde o tempo do Impedimento velho, parece àquele cara louco pra comer uma mina e não consegue e daí fica desdenhando, eu nem queria, é a maior vadia.

    Vai ceco confessa aí que você era um daqueles moleques que ia ao Beira-Rio ver o Inter treinar só pra ver o Taffarel. Hehehe.

    Agora falando sério, porra o Taffarel ganhou 14 títulos profissionais, entre eles a Copa do Mundo, sendo que antes e depois dele, só jogaram goleiros que tinham tido alguma relação com times do eixo.

    A Agressão do Aragão está n próprio site do Inter e diz que foi de 45 dias a suspensão.
    http://www.internacional.com.br/pagina.php?modulo=1&setor=3&codigo=25

    Pra quem fala que era só um goleiro que era bom em pênaltis, que amarela olha a puta defesa que ele fez na final da Copa da Uefa em que o Galatasaray ganhou do Arsenal do Henry, Bergkamp, Vieira, Kanu, Overmars, Petit, Suker, puta defesa a La Gordon Banks: http://www.youtube.com/watch?v=IrqkWnYEpBQ. Isso sem falar que ganharão a Supercopa da Uefa do Real Madri, do Casillas, Roberto Carlos, Raul, Figo.

    Ser ídolo, tendo companheiros do naipe de “NORTON e ZABALA”, Dacroce, Leomir, entre outros Craques, não é nada mesmo, difícil é carregar o time nas costas e ser campeão com perebas como Bolívar, Kleber, Sandro Guinazu, Tinga, D’alessandro, Alex, Sóbis, Pato, Fernandão, Nilmar, Daniel Carvalho, Giuliano.

    Ontem o Taffarel foi eleito o 9.º melhor goleiro dos últimos 25 anos. Se com tudo isso não é pro colorado ter orgulho, então o negócio e ficar vangloriando o Lauro que ele sim é bom, afinal ele ganhou a fortíssima sulamiranda.

  • 70. Tiago Marcon  |  21/10/2010 às 16:39

    #65 e 68
    é vero, tinha a taça Roberto Gomes Pedrosa, desde 1967 e a Taça Brasil, desde 1959
    admito , é uma tese polêmica, mas q não é minha..
    na verdade com o passar do tempo ficou cada vez mais comum jogadores de fora virem jogar nos times do estado. Mas até as décadas de 50 e 60 isso era mais incomum

  • 71. douglasceconello  |  21/10/2010 às 16:40

    Alemão, CALMA.

    aspidasds

    Óbvio que eu tenho orgulho do TAFFAREL, que gostava dele e pintei meu cabelo de LOIRO quanto tinha 10 anos (ns).

    Ele fez tudo isso por todos os lugares onde passou, mas se ele era tão COLHUDO – e era – não custava ter segurando um título gaúcho que fosse.

    A minha RELAÇÃO com ele é a mesma que com ABELÃO, o qual eu ADMIRAVA e aos mesmo tempo me trazia MÁS LEMBRANÇAS.

    Mas o Abel teve a chance de se redimir, e o Taffarel não. Ou seja, exijo Taffarel de bigode em Abu Dhabi (ns).

  • 72. Tiago Marcon  |  21/10/2010 às 16:51

    #71
    ahuauhauhauha
    meu ídolo da época, além do Tafa, era o Edu chuta-chuta, ponta esquerda. Passei a usar gel no cabelo nessa época, por causa dele

  • 73. Germano  |  21/10/2010 às 17:02

    Toda e qualquer discussão sobre goleiros me faz lembrar do Peter Schmeichel, na minha opinião, o maior goleiro de todos os tempos.

  • 74. fino  |  21/10/2010 às 17:11

  • 75. Carlos  |  21/10/2010 às 18:16

    Porra, absurdo não lembra do Mazzaropi.

    Pra mim

    1 Danrlei
    2 Mazzaropi
    3 Leão
    4. Victor

  • 76. dante  |  21/10/2010 às 18:24

    “Tinha o Robertão e a Taça Brasil, Dante.”

    “é vero, tinha a taça Roberto Gomes Pedrosa, desde 1967 e a Taça Brasil”

    sei disso.

    então vocês consideram o santos OCTACAMPEÃO BRASILEIRO?

  • 77. Dr_Inter  |  21/10/2010 às 18:49

    Douglas

    1- Esqueceste de um goleiro, fundador da ‘escola colorada’ e que ao contrário dos demais foi MUITO CAMPEÃO TETRA GAÚCHO, PRATA EM LA, BRASILEIRO, FLA 91 e SP 93, Grupo do TETRA 94. e outros…)

    Gilmar Rinalde

    E ERA BIGODERA ! E (DIZ A LENDA) AGARRAVA UMA GLOBAL…

    2- El Pato:

    3 L.A., 1 SULA e 1 INTERCONTINENTAL AGARRADOS POR ELE NOS PENALTIS !!! O QUE FALTA-LHE? O MUNDIAL DE CLUBES, CLARO…

  • 78. Sancho  |  21/10/2010 às 19:01

    Re 76

    O Santos é UNDECACAMPEÃO brasileiro. Só perde para o Palmeiras.

  • 79. Eduardo  |  21/10/2010 às 19:23

    Melhor goleiro do inter diparado foi o BURILE…. aquele que pediu pra trocar de nome depois de uma sequencia de falahas… (Maizena) . passou a ser chamado na radio de Burile, ex-maizena.

    no GRÊMIO foi o Eduardo Heuser (ou o Gomes, um espalhafatoso goleiro que enganou nos anos 80 por Porto Alegre, fazendo um estranho rodizio entre 2 podres …. Gomes e Sidmar.
    que fase….

    não me impressiona que Darnlei de Deus foi um dos candidatos mais votados em Porto Alegre… embora uma coisa NADA tenha a ver com outra… hehehe

  • 80. Dr_Inter  |  21/10/2010 às 19:49

    Polêmica a vista:
    (de quem viu TODOS os jogos* no Olimpico E no Beira-Rio entre 1973 e 1996. Eu disse todos, 4a, 5a, sabado e domingo. Direto)

    1. Taffa é fraco pra nós colorados (gaúchos em geral…), mas é considerado um dos 2 maiores da hístória, por todos os brasileiros…

    2. Renan, hj, por títulos (2 L.A. e 2 Mundiais de Clubes*, 1 detitular e outro como reserva, de cada…), já seria MAIS VENCEDOR que Dernlei…

    3. Os castelhanos da azenha nunca tiveram um goleiro castelhano campeão, ou que honrase o seu manto (Cejas, Corbo, Ravarelli, Saja. Outros…)
    Já o Inter com LaPaz, Benitez, Fenandez, Pato e até Goico copamos de tudo que é coisa (uma no Panteão do Brasil: 1979)

    4. ACHO VICTOR O MELHOR GOLEIRO DA HISTÓRIA DO RS (TECNICAMENTE FALANDO…) QUASE GANHOU O Brão-08, DE PONTOS CORRIDOS, SOZINHO!). MELHOR QUE MANGA !

    *Sou COLORADO, PAI GREMISTA, PADRINHO COLORADO, AMBOS EX-CONSELHEIROS DOS RESPECTIVOS

    **1 sub-15…(COM 73,876 CLUBES…)

  • 81. rafael botafoguense  |  21/10/2010 às 20:31

    dante,larga o chimarrão de lado. os títulos pré-71, mesmo que não sejam considerados, têm caráter nacional e eram importantes. e isso é indiscútivel.

  • 82. LF  |  21/10/2010 às 21:03

    debate bom esse.

    Sobre o hiran: sim, ele meteu uma bola na trave numa falta em um grenal.

    E teve um outro jogo contra o atlético-pr em que ele fez uma defesa de bicicleta.

  • 83. Cícero  |  21/10/2010 às 21:42

    Os títulos pré 71 tem o mesmo valor que uma punheta.

    O desvirginamento somente aconteceu depois de 71!

  • 84. Fabio  |  21/10/2010 às 21:43

    MUNDIALITO de 2000

    maior contribuição para o futebol do lateral do relógio-apartamento

  • 85. Ernesto  |  21/10/2010 às 23:52

    Ah, pára che. Texto tendencioso. Parece até de neo-colorado. Vem cá, se o São Paulo faz mais um gol em 2006, queria ver essa CONDENSCENDÊNCIA com os FRANGAÇOS do Clemer.

    Bah leque, Clemer falhou homericamente, em inúmeras vezes mais que o Renan.

    Não quero Renan. Mas dizer que Clemer é maior que ele, é pegadinha. Até o cara do malabarismo na sinaleira é melhor que o Clemer.

    Ps: Observem quem era preparador de goleiros em 2006, e 2008, anos que Renan jogou com mais freqüência e vejam quem é o preparador de agora.

    Outra pergunta: Se o time sofre seguidas derrotas, a direção demite o treinador, correto ? Normalmente é o que ocorre.

    E por que não acontece o mesmo em relação ao PREPARADOR DE GOLEIROS, quando TODOS OS GOLEIROS DO ELENCO FALHAM SEGUIDAMENTE ?

    Clemer, comendo alguém da diretoria há 8 anos.

  • 86. Prestes  |  22/10/2010 às 00:33

    PERFEITO, DOGLÃO!

    E digo mais: é EVIDENTE que o goleiro do Inter no Mundial TEM QUE SER O PATO.

  • 87. Marimon  |  22/10/2010 às 00:54

    muito clássico.

    gracias, douglas.

  • 88. Marimon  |  22/10/2010 às 00:55

    a, desculpa por esse trambolho que saiu aí, era pra ser solamente um link.

  • 89. douglasceconello  |  22/10/2010 às 00:58

    Bah, DOCTOR INTER chamou na experiência. Gilmar, de fato, foi galo CINZA.

    Erneste, abra teu olhos e veja a MAESTRIA de Clemer, um goleiro fraco que se trnasformou, por tudo que fez embaixo e fora das traves, numa LENDA.

    Futebol não é só técnica. E são poucos os que têm o ALGO MAIS.

    Sobre os títulos antes de 71, eu confesso que realmente não sei o que pensar.

  • 90. douglasceconello  |  22/10/2010 às 01:02

    Marimon acabou com a minha vida agora.

    Taffarel, eu só queria um Gauchão.

    POR QUE TU NÃO ME DEIXOU TE AMAR?

    husush

  • 91. Marcel Moreno (ex-TMdaC)  |  22/10/2010 às 01:16

    Bah… e o pior goleiro?
    Esse eu não tenho duvida.

    RENATO

    3 jogos e 7 FRANGAÇOS em caixa alta.
    Ou mais ou menos isso…

    Bah… aquele foi foda.

  • 92. Marimon  |  22/10/2010 às 01:20

    #73

    que afudê esse vídeo.

  • 93. LF  |  22/10/2010 às 08:08

    #91

    Renato e César Silva, pau a pau. Mas o Renato se superou, levou frangos em todos os jogos. Levou frango até do MALUTROM num jogo que terminou em 5 a 1 para o Inter.

  • 94. LF  |  22/10/2010 às 08:10

    Suspeito que esse Dr. Inter é um jornalista esportivo que não quer se identificar. De todo modo, seja muito bem vindo – experiência é sempre imprescindível nessa caixa de comentários.

  • 95. Guilherme DIas  |  22/10/2010 às 12:21

    Dr_Inter, o Saja foi campeão gaúcho no Grêmio.

    O Clemer é muito ruim e o Inter ganhou a LA e o Mundial APESAR do cara. Taffa é injustiçado pelos vermelhos, ele jogou na década de 90 e goleiro não ganha campeonato sozinho – taí o vice do Victor pra provar minha tese.

  • 96. Junior  |  22/10/2010 às 14:25

    Concordo com o Guilherme Dias e o Ernesto. A falha do Clemer na FINAL da libertadores foi terrível pelo momento do jogo, além de ser bisonha, um goleiro ao menos mediano jamais poderia falhar daquele jeito aos 35 do segundo tempo. Historicamente, pela relevância do momento, considero a pior falha de um goleiro do Inter. E ele conseguiu falhar duas vezes na semifinal do Mundial. Primeiro, chutou a bola errado para a lateral. Depois, ficou discutindo com um jogador do Inter ou com o árbitro (não lembro com quem foi). Resultado, os egípcios cobraram rápido o lateral e ele estava mal colocado para defender a cabeçada do centrovante do Al-Ahly. E quem chega cedo nos jogos e vê o Clemer fazendo o aquecimento dos goleiros fica abismado. Eu já vi várias vezes o Clemer chutando a bola para FORA. Treinador de goleiros precisa saber chutar (vide Ilo Roxo), o Clemer sempre foi muito ruim com os pés na época de jogador e não é agora que iria começar a chutar bem.
    Mais duas coisas: o André até se machucar seriamente nos joelhos, foi um excelente goleiro. Tanto, que pouca gente se lembra, mas o goleiro titular do Luxemburgo em sua estréia na seleção foi o André. E a convocação dele foi um pedido de toda a imprensa esportiva da época.
    Eu não me importo que o Taffarel não ganhou nada no Inter. Ídolos são muito maiores que conquistas. O Rivellino também não ganhou nenhum título no Corinthians. O Maradona tem um único título no Boca, enquanto o Ibarra deve ter uns 450.

  • 97. col  |  22/10/2010 às 21:57

    Maizena eterno.

  • 98. Maurício Saraiva  |  23/10/2010 às 07:48

    Não ganhar títulos importantes no Internacional e sendo formado no mesmo, faz parte da característica da escola colorada.

  • 99. dr_Inter - Paulinho Dixon  |  23/10/2010 às 12:23

    Jornalista Esportivo, LF…

    Nããã…

    Só colaboradpr de caixinha de comentários, despretenciosamente…

    De 1973-1996 dos 6 aos 29 anos), ir ao Olimpico, significa apenas acompanhar meu Pai na minha 2a paixão O FUTEBOL…
    Largei o Olímpico no Bi tricolor da LA (…e pelos meus 30 anos).

    Quanto a profissão, acho que o Cecconelo me conhece, pergunta pra ele…

    Abção a ambos os editores !

  • 100. douglasceconello  |  23/10/2010 às 12:37

    Grande Doctor Dixon.

    Agradeço pelas considerações.

    E é um grande alívio relembrar da PREDILEÇÃO clubística.

    Abrazo!

  • 101. Camilo  |  23/10/2010 às 19:33

    Clemer era tão macho que TENTOU peitar o time do Peñarol sozinho enquanto o Flamengo fugia pro vestiário, aqui:

    Lá pelos 28,29 segundos ele aparece.
    Depois ele foge. Mas também, se ele conseguisse, merecia uma estátua!

  • 102. Paul  |  24/10/2010 às 22:55

    Melhor que essa propaganda com o Taffarel foi a resposta em tom de deboche do Grêmio, com o Mazaroppi e o TIÃO MACALÉ fazendo o papel do torcedor.
    Tempos depois o Inter colocou um fantoche do Taffarel na propaganda, e o Gremio, em vez de colocar o Mazaroppi, colocou de novo UM BONECO DO TIÃO MACALÉ!
    Eu era colorado mas era antes de tudo um PIÁ, achei muito massa!

  • 103. Leandro AG  |  25/10/2010 às 12:24

    ENFIM UM BLOGUEIRO QUE PENSA O MESMO QUE EU!! ALELUIA O MUNDO AINDA TEM JEITO!! Escrevo quase a mesma argumentação nos comments de alguns blogs e ainda me “lincham” por isso.

  • 104. FC  |  25/10/2010 às 12:38

    Escola consistente de Goleiros no país só tem uma: Sociedade Esportiva Palmeiras.

    Abraço,
    FC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: