Remendo feio, mas não furado

24/09/2010 at 06:00 53 comentários

A Confederação Sul-Americana de Futebol e Remendos lançou na quarta um confuso comunicado que anunciou o fim do G-4 no campeonato brasileiro, pelo menos enquanto não anulam a Copa Libertadores do Internacional. O remendo no regulamento é uma iniquidade, tão próxima do sorteio de grupos e do início do campeonato, mas a origem desse remendo está na vaga dada ao campeão da Sul-Americana e no maldito homem que inventou a matemática e a necessidade de números pares – e acreditem, a Conmebol tomou uma das opções menos drásticas.

G3 ou “coisas que só acontecem com o Botafogo”
Quem é bem informado sabe, quem só lê o Impedimento vai saber. Quando o campeão da Libertadores é brasileiro, não há a quarta vaga do Brasileiro. Quando o Botafogo ocupa a quarta vaga, menos ainda, embora dessa vez seja apenas coincidência. O Brasileiro deste ano dará apenas três vagas para a Libertadores. Em um contexto bizarro, essa terceira vaga poderá ir para o sexto colocado: se Santos, Inter e o campeão da Sul-Americana ocuparem a terceira, a quarta e a quinta posição, não necessariamente nessa ordem. Com a vaga extra, poderia ser o sétimo.

Considerar que a Conmebol valoriza a mediocridade é correto, mas ela já fez isso quando permitiu ao campeão da Copa Suda ganhar a vaga na América. A ameaça que fez a Conmebol acabar com o G4, porém, tem nome e sobrenome: a forte possibilidade de sete brasileiros jogarem a Libertadores. Os quatro do Brasileiro, o Santos, o Inter e um possível campeão da Sul-Americana.  Sendo assim, a limitação ocorreu em 5, 6 se o sexto for o campeão da Suda.

A ameaça também tem número: 39. Ou a vaga da Sul-Americana sairia de algum lugar, ou a Libertadores do próximo ano teria 39 clubes, o que é um número impossível de lidar: como fazer 7 times jogarem a preliminar por quatro vagas?

Mas então, por que não fazer do jeito certo?
O ‘jeito certo’, no caso, seria tirar a vaga da federação quando o campeão saísse da Copa Sul-Americana, e não da Libertadores. Uma federação não poderia ser “punida” por ter um time campeão da Libertadores, que é o maior dos títulos da Conmebol.

O que impede a Confederação de Remendos de tomar essa atitude é o calendário. O campeão da Sul-Americana sai no início de dezembro, com todos os campeonatos que classificam para a Libertadores definidos ou próximos do seu final. Já está definido, por exemplo, que Peñarol, Nacional e Liverpool jogam a Libertadores do próximo ano representando o Uruguai – imaginem se o Defensor ganha a Copa Suda e elimina o Liverpool.

Pior ainda: imaginem o Botafogo (sempre ele!) garantido em quarto lugar, sem chances de chegar ao terceiro, e o Palmeiras na final da Copa Suda. A vitória do Palmeiras em outra competição eliminaria o Botafogo da Libertadores. Chegaríamos ao absurdo de ver um time pagando mala branca para uma equipe de outro país vencer a competição, por exemplo.

O cenário definido pela Conmebol, apesar disso, também permite este cenário em alguns países. Voltando ao Uruguai, que decide as vagas da Libertadores 2011 em julho de 2010: se o Cerro fosse campeão da Libertadores, o Liverpool também seria eliminado, mesmo já tendo conquistado a vaga. O que também daria margem para uma incrível guerra de liminares, afinal, todos os regulamentos de campeonatos preveem os destinos dados às vagas.

Ferrar com os mexicanos: a solução
Quem acompanha o Impedimento sabe que qualquer tentativa de ferrar com os mexicanos na Liber é geralmente considerada válida. Porém, neste caso, tirar uma das três vagas destinadas ao México poderia ser a melhor solução possível.

Primeiro motivo: o México só define os seus classificados para a Liber na Interliga, que acontece em janeiro. Seria mais simples, assim, dar apenas duas vagas para o país, ambas definidas neste torneio, abrindo novamente a vaga do campeão da Libertadores sem precisar rasgar nenhum regulamento de competição nacional no meio do caminho.

E as possíveis sete vagas para um só país? É simples: o campeão da Sul-Americana vai para a fase preliminar da Libertadores e enfrenta, necessariamente, o representante do seu país naquela fase. Se o Palmeiras fosse campeão, por exemplo, pegaria o quarto colocado do Brasileiro, que já está na pré-liber. Dessa forma, nunca sete times do mesmo país chegam à fase de grupos – no máximo, 6.

Até a vitória,
Luís Felipe dos Santos



Anúncios

Entry filed under: Libertadores.

Quando as crianças saem da sala Praia, sombra e água fresca

53 Comentários Add your own

  • 1. Lol  |  24/09/2010 às 09:02

    Boa análise. Boas críticas. Boa solução.

  • 2. Alexandre N.  |  24/09/2010 às 09:11

    Mesmo com esta possibilidade de sete clubes brasileiros disputarem a Liber do ano que vem, estas mudanças da Conmebol estão começando a virar palhaçada.

    Que os mexicanos voltem pro mundinho deles!

  • 3. Felipe Z.  |  24/09/2010 às 10:40

    Preciso fazer alguma coisa pro Roth não escalar Ronaldo Alves domingo!

    Aceito sugestões.

  • 4. Felipe (o catarina)  |  24/09/2010 às 10:42

    “A ameaça também tem número: 39. Ou a vaga da Sul-Americana sairia de algum lugar, ou a Libertadores do próximo ano teria 39 clubes, o que é um número impossível de lidar: como fazer 7 times jogarem a preliminar por quatro vagas?”

    LF, não faz nenhum sentido essa tua conta. De onde que vão ser sete times disputando quatro vagas? Hoje são 38 participantes e não são 6 times, mas 12, que disputam a preliminar (disputam 6 vagas, não 4). Portanto, seriam 14, e não 7, na fase preliminar.

    A conta é fácil. É só pegar dois elevado à sexta potência (64) e diminuir 39. Dá 25, certo? Então, são 25 os pré-classificados* para a fase de grupo da Liber e 14 os que vão pra fase preliminar, disputando as 7 vagas restantes para chegarmos ao mágico número de 32.

    *pode ser:
    1 campeão Libertadores
    3 brasileiros
    3 argentinos
    2 uruguaios
    2 paraguaios
    2 chilenos
    2 colombianos
    2 equatorianos
    2 peruanos
    2 bolivianos
    2 venezuelanos
    2 mexicanos (argh!)
    total: 25

    não é tão dificil.

  • 5. Felipe (o catarina)  |  24/09/2010 às 10:48

    na verdade, não existe nenhum número impossível de lidar quando se fala em organização de competições. A conta é simples: pega a potência de dois seguinte a esse número, faz a subtração e define os pré-classificados

    exemplo: imaginemos que a CBF resolvesse fazer a Copa do Brasil com todos os times do país e que eles fossem, no total, 583. Como definir quantos times jogariam a primeira fase e quantos entrariam direto na segunda? Pois bem, dois elevado à nona potência é 512. Não dá. Dois na décima é 1.024. Diminuindo 1.024 de 583, dá 441.

    Ou seja, a Copa do BR teria 441 times pré-classificados para a segunda fase e outros 142 (441+142 = 583) jogando a primeira fase. Desses 142, sobrariam 71, que somados aos 441, dá 512. De 512, sobrariam 256. De 256, 128. De 128, 64. De 64, 32. De 32, 16. De 16, 8. De 8, 4. De 4, 2. E de 2, sobraria o campeão.

  • 6. Luís Felipe  |  24/09/2010 às 10:52

    perdão: doze times disputando sete vagas. Tem razão, Felipe.

  • 7. Felipe (o catarina)  |  24/09/2010 às 11:02

    tá perdoado, mô quirido. Na real a conta que eu fiz ali só muda se o número de times que queremos classificar não é uma potência de 2. Imaginemos que, em vez de 32, a Libertadores tivesse 24 times na fase grupos. 24 não é potência de 2.

    Então, se tivéssemos 39 times pra classificar 24, teríamos que ter 9 pré-classificados e 30 na fase preliminar, Daí sobrariam 15 que, com mais 9, dá 24.

    e como chega a esse número? 39 – 24 = 15. Ou seja, 15 vagas teriam que ser disputadas. Pra disputar 15 vagas, precisa de 30 times.

    outra: 61 times pra classificar 36. 61 – 36 = 25. 25 x 2 = 50. Então, seriam 50 na fase preliminar e 11 pré-classificados. Dos 50, sobrariam 25. E 25 + 11-= 36

  • 8. Jader Anderson  |  24/09/2010 às 11:07

    Terrivel ideia.

    É simples, se somos o futebol mais forte… ganhamos mais vagas vencendo os torneios que TODOS disputam.

    Já chega terem botado a regra para paises iguais se enfrentarem em semis, justamente por que estava dando muito brasileiro.

    A próxima medida vai ser como antigamente, vice campeao e campeao brasileiro vao pra libertadores, nada de CB e Sulamericana

  • 9. Felipe (o catarina)  |  24/09/2010 às 11:07

    tem um terceiro tipo de competição que é mais difícil de fazer conta, mas dá. Caso da Liga dos CU, por exemplo. Vou chutar que são 114 times pra chegar a 32 vagas na fase de grupos. Como vemos, 114 dividido por 2 dá 57. Ou seja, é necessário ter mais de uma fase preliminar pra chegar a 32. Aí é uma fórmula mais complexa que eu não sei dizer agora. Mas vou me informar.

  • 10. Jader Anderson  |  24/09/2010 às 11:16

    Coitado do catarina, tá afiado na matemática por causa do avaí hehehehe

    E que merda que tá acontecendo hein??? Só o que me falta o avaí cair

  • 11. Felipe (o catarina)  |  24/09/2010 às 11:21

    #9

    se todos os times disputarem as fases eliminatórias, fica assim: pra chegar a 32, tem que ter 64. Então, de 114 tem que sobrar 64. Potência de 2 seguinte a 114 é 128. Então, 128-114 = 14. Catorze times pré-classificados para a segunda fase preliminar e 100 times jogando a primeira fase preliminar. De 100 sobram 50, que mais 14, dá 64. E, de 64, ficam 32. Fechou.

    Agora, tem mais um esquema: a Liga dos CU tem 13 times pré-classificados para a fase de grupos. Ou seja, são 19 vagas em disputa, não 32. Agora complicou. Vou quberar a cuca aqui e já respondo.

  • 12. Felipe (o catarina)  |  24/09/2010 às 11:22

    #10

    é verdade, só faço contas desde ontem. Vai cair não, já caiu. O Tritória do Franciel fez o favor de nos dar o choque de realidade necessário para não ficarmos nos enganando por mais 14 rodadas. Se´rie B 2011, aí vamos nós.

  • 13. Rudi  |  24/09/2010 às 11:23

    a liga dos cu tem 3 fases eliminatórias, já consulto aqui e vejo como é

  • 14. Rudi  |  24/09/2010 às 11:31

    O torneio começa com quatro fases preliminares, nas quais 54 times disputam, por meio do sistema de mata-mata em jogos de ida e volta, 10 vagas na primeira fase da Liga.

    Os classificados se juntam a outros 22 clubes previamente classificados, e as 32 equipes são dispostas, após sorteio, em oito grupos que se enfrentam dentro da própria chave, em turno e returno. Avançam às oitavas de final os dois melhores times de cada grupo. Os oito terceiros colocados serão encaminhados para a Liga Europa – competição que reúne o segundo escalão do futebol europeu.

    54 pra chegar em 10

  • 15. Ferreira  |  24/09/2010 às 11:34

    O Catarina está ficando esquizofrênico por causa do Avaí.

    Ele faz a pergunta para ele mesmo responder.

    Ou temos aqui uma grande aula de retórica, amigos!

  • 16. FERN  |  24/09/2010 às 11:41

    se LaCopa fossse só sudamericana, esta posição da comenbol seria a mas justa, pero como existe o adendo saltamuro, fica claro o correto a se fazer, mientras que o BR como nação e a CBD como entidade estão tão distantes do nosso continente que cnsegui ser mas influente na PIFA cuja a BOARD fica em zuriq cidade trinazional capital política da europa, do que na CONMEBOL cuja JEFATURA fica em luque zona metropolitana de assunción capital do distrito do paraná BARRIO zona sud SP…

    a vida é maravilhosa pero o mundo é uma mierda!!!

  • 17. guihoch  |  24/09/2010 às 11:46

    ganhei o dia depois de ler aqui hoje

    eauhehahushahecontinuaassimhaheahehhuasua

  • 18. Felipe (o catarina)  |  24/09/2010 às 12:10

    #15

    dhhdsdhfhskjfhj. Ontem cheguei a reativar meu moribundo perfil no Twitter só pra encher o saco do presidente do Avaí. Porra, o time caindo pelas tabelas e os caras me trazem jogador do América de Manaus e do São Bernardo (SP) pra “reforçar” o time sub-23 que tá jogando um torneio caça-níquel aí. Vai tomar no cu, né?

    #14

    lembra que eu te falei naquele dia de Avaí x Santos (3×1 lá no Pacaembu) que o time era fraco? Pois é, confesso que tenho tendência ao pessimismo (quem leu o Top 10 Humilhações entende o porquê), mas meu time eu conheço.

  • 19. Rudi  |  24/09/2010 às 12:16

    @17

    Não tenho visto jogos do Avaí, mas pelos resultados não dá pra entender como aquele time PATROLOU o Santos no Pacaembu naquele jogo que a gente viu… Se jogassem sempre daquele jeito era pra estar pelo menos em, sei lá, oitavo.

  • 20. Serramalte Extra  |  24/09/2010 às 12:43

    Rudi, tem duas fases preliminares ANTES da 1ª qualificatória…

  • 21. Rudi  |  24/09/2010 às 12:45

    1ª qualificatória tu diz fase de grupos? eu vi em algum lugar faz tempo (ê memória) que eram 3 eliminatórias ao todo, onde entravam 54 pra sair 10 e se juntar aos 22 pré-classificados, mas não lembro de que maneira

  • 22. Francisco Luz  |  24/09/2010 às 12:50

    Bah, esses cálculos do catarina acabaram com a minha sexta-feira. Fui tentar entender e acabei me deprimindo por ser totalmente burro em matemágica.

  • 23. Serramalte Extra  |  24/09/2010 às 12:56

    20 não

    tem 2 preliminares e 3 qualificatórias antes da fase de grupos

  • 24. Vinicius  |  24/09/2010 às 13:01

    Meu Football Manager 2010 está desatualizado agora então!

    A Eidos + SEGA ainda vai desistir de por torneios sulamericanos no jogo por culpa dessas alterações anuais, que obrigam eles a reformularem as regras dos torneios todo ano!

    No futebol manager 2010, o Junior Viçosa tem cabeceio 5 e chute a gol 6… deve ser bom atacante!! hahaha

  • 25. Felipe (o catarina)  |  24/09/2010 às 13:35

    #18

    pois é, acho que tem que voltar lá no Sociedade Futeboleira pra ver se dá sorte. Mas tá, o fenômeno não é tão difícil de explicar. O negócio é que o Avaí tem um time fraco, OK, mas ganhou dos 4 grandes paulistas em menos de um mês (dois deles fora de casa). O que aconteceu, então?

    Dentro de campo aconteceu o seguinte: venderam o Rivaldo, cabeça-de-área, pro Palmeiras. Não é nenhum craque (Cesarotti pode avaliar na ótica palmeirense), mas ,como é canhoto, era o cara que fechava a trinca de volantes pela esquerda (Marcinho Guerreiro centralizado, Rudnei pela direita). Com isso, os dois laterais, Patric e Eltinho, tinham liberdade pra fazer a única coisa que sabem fazer na vida: atacar, porque pra marcar são um horror. Lá na frente, tinha um meia nada brilhante mas veloz, o Caio, e mais à frente ainda um atacante que deixaria Euller comendo poeira, o Roberto.

    Peguem os gols do Avaí contra SP, Palmeiras, Santos, Corinthians e Goiás naquele período e vcs vão ver que são praticamente todos de jogadas em velocidade. Aí, o que aconteceu? O Rivaldo foi embora, não tinha reserva pra posição, precisaram escalar um meia lerdo (Davi) no meio e segurar mais o Patric e o Eltinho. O time já perdeu muita velocidade. Aí, no jogo contra o Guarani, o Roberto se pisa e fica fora quase 2 meses. No lugar dele, entra o Vandinho, vulgo Maricota ou Boneco de Olinda. Resultado: o time perdeu TODA a velocidade.

    E sem velocidade, o time do Avaí, inferior tecnicamente a todos os outros menos o Grêmio Prudente, é previsível e fácil de bater. Some-se a isso o fato de que a enfermaria vive lotada (deve ter muito migué. Impossível tantos caras se pisarem ao mesmo tempo) e, dizem, de uma insatisfação dos caras com as cobranças do Delegado, eis o quadro que temos hoje.

    pra piorar tudo, a diretoria tá mais perdida que cachorro que cai de caminhão de mudança e não consegue trazer um treinador (perdeu o Andrade pro Brasiliense, da Série B) nem reforços (tentou o Somália – aquele mesmo – pra centroavância, mas não conseguiu tirar o cara do todo-poderoso Duque de Caxias, também da Série B). Tá apelando pra promoção de ingressos agora, primeiro sintoma de rebaixamento iminente.

  • 26. Jader Anderson  |  24/09/2010 às 13:40

    #23

    No meu CM2010, o atacante titular indiscutivel é ninguem menos do que EDIXON PEREA sendo maior artilheiro do gremio na historia com direito a goleada de 4×0 em cima do arsenal no mundial interclubes. DE CAVADINHA

  • 27. rafael botafoguense  |  24/09/2010 às 14:34

    e o maicosuélio fora por 8 meses…valeu futebol,vc é maneiro,vc é bacana.

  • 28. Marcel Moreno (ex-TMdaC)  |  24/09/2010 às 14:51

    Celso Roth de bigode copero!

    http://mediacenter.clicrbs.com.br/templates/player.aspx?channel=44&contentID=139830&uf=1

  • 29. arbo  |  24/09/2010 às 14:57

    aqui no meu resort, longe do CORRE-CORRE da matemática, e enquanto sorvia a CAIPIFRUTA DA ALIENAÇÃO, pensei que FÔRA uma boa solução. hein.

    DADO q estava decidido q a sula agora daria uma vaga pra liber, subtrair uma vaga do país campeão da copa não me parece má solução. É claro: duas vagas pros mexicanos tava mais q bom. mas parece q não se pode mexer com eles.

    no entanto, enqto escrevia esse comentário, veio uma resposta do Vicente Fonseca, lá no cartanamanga.

    “Vicente Fonseca disse…
    O problema principal, pra mim, é diminuir ainda mais as chances dos times que disputaram a Libertadores de um ano de participarem da edição seguinte. Esses times só têm o Brasileirão para chegarem lá, e agora há uma vaga a menos nesta competição. Entretanto, quem fez campanha mediana em 2009 pôde entrar por Copa do Brasil, Sul-Americana e Brasileiro. É premiar a incompetência.

    Outra coisa: o campeão da Sul-Americana não tira de seu país uma vaga da Libertadores seguinte, enquanto que o campeão da Liber tira. Entendo que o país que tiver o campeão continental é que deveria ter a primazia de ter uma equipe a mais na próxima Libertadores, e não o campeão da Sula.”

    e sou obrigado a relativizar minha opinião. de fato, a solução sempre esteve aqui no meu resort, em ACAPULCO.

  • 30. Raphael Zarko  |  24/09/2010 às 15:11

    Luís Felipe, só tem uma coisa que ACHO poucos atentaram. No comunicado, que não acho mais no site da Conmebol (que compete, aliás, com o da CBF para saber qual o pior), a Conmebol diz que isso já estava definido desde julho de 2009, por uma reunião com todas federações. Então isso não deveria ser surpresa.
    Muito menos a CBF deveria se sentir surpresa e dizer que vai recorrer para defender a “vaga” brasileira.

  • 31. Marcel Moreno (ex-TMdaC)  |  24/09/2010 às 15:21

    Buenas… eu tinha a impressão que antes da final da Libertadores isso já tava definido.

    Inclusive lembro duma entrevista com o FC dele dizendo algo como “Pois é… estará o Brasil inteiro torcendo contra nós…”

    Mas eu podia muito bem estar borracho e ter imaginado isso…

  • 32. Felipe (o catarina)  |  24/09/2010 às 15:36

    ou seja, o Goiás (19º), o Atlético Mineiro (18º), o Avaí (16º) e o Palmeiras (9º) estão a 8 jogos da Libertadores 2011, enquanto o Botafogo (4º) está a 14.

    e viva a coerência…

  • 33. arbo  |  24/09/2010 às 15:44

    mas daí, por princípio, tu deve ser contra a vaga através da sula, felipe cata

  • 34. Felipe (o catarina)  |  24/09/2010 às 15:44

    mas eu sou, arbo.

  • 35. arbo  |  24/09/2010 às 15:46

    só queria confirmar

  • 36. arbo  |  24/09/2010 às 15:47

    e tem q ser contra a ideli tbm… slkaglk

  • 37. Logan  |  24/09/2010 às 15:54

    E se um clube brasileiro ganha a sulamiranda? Aí só os dois primeiros tem vaga? Pra mim isso é punir o país com mais clubes competitivo, viva a coerência [2]

  • 38. Ferreira  |  24/09/2010 às 15:56

    21. Francisco Luz | 24/09/2010 at 12:50
    Bah, esses cálculos do catarina acabaram com a minha sexta-feira. Fui tentar entender e acabei me deprimindo por ser totalmente burro em matemágica. (2)

    O Catarina se puxou na equação exponencial… hehehehe

    Mania que se tem de tudo quanto é campeonato ter que dar vaga para outro a fim de ser valorizado.

    A taça vale por si só, sempre!

  • 39. Felipe (o catarina)  |  24/09/2010 às 15:57

    também! ahahaha

    mentira, não tenho nada contra ela. Só não é minha candidata, até pq no momento não tenho candidato ao governo definido. Pode ser que seja, sei lá.

  • 40. arbo  |  24/09/2010 às 16:05

    hehe o q chegou até mim nunca foi bom. mas é verdade, tá russa a situação aí, não saberia escolher.

  • 41. arbo  |  24/09/2010 às 16:07

    logan. não, cara. o campeão da sula vai e não tira vaga de ninguém.

  • 42. Felipe (o catarina)  |  24/09/2010 às 16:11

    #37

    “Mania que se tem de tudo quanto é campeonato ter que dar vaga para outro a fim de ser valorizado.

    A taça vale por si só, sempre!” [2]

    a Sula deveria ser o que tem que ser: uma competição pro segundo escalão do continente. Um torneio pra times pequenos como o Avaí, que dificilmente terão chance de ganhar uma Libertadores, e pra equipes grandes que estão há muito tempo afastadas de grandes conquistas (Botafogo, Galo, Racing, Independiente, etc.) terem a chance de ganhar seu titulozinho internacional.

    #39

    é, tá phueda mesmo. Já me decidi pra presidente, senado e dep. estadual, faltam federal e governo. E olha que eu assisto propaganda eleitoral quase todo dia pra ver as propostas, mas é quase tudo fora da casinha.

  • 43. marlon  |  24/09/2010 às 17:07

    porra, ninguém curtiu meu COSPLAY de Sexxy Bigoth?

    2 horas e 2 garrafas de vinho pra fazer a bagaça, e o único que comentou foi o Caimlo (oduj).

  • 44. arbo  |  24/09/2010 às 17:16

    marlon, eu cliquei, mas é not safe for work aqui pelo visto. bloqueado.

  • 45. Alemão o colorado  |  24/09/2010 às 17:23

    off-topic

    A sexta-feira já valeu só pelo fato de terem mandado embora essa naba do Éverton

  • 46. douglasceconello  |  24/09/2010 às 17:30

    Maloqueirada, deixem eu avisar pra vocês que amanhã estaremos na BAND AM, às 17h, pra falar da campanha do Bigoth e do Impedimento.

    Quem quiser, pode ouvir por aqui: http://www.bandrs.com.br

    Aguante, PENUGEM MUNDIALISTA.

  • 47. marlon  |  24/09/2010 às 17:35

    putz, não acho nenhum site SFW pra postar de novo as imagens.

    Band AM dá pra ouvir online, não?

  • 48. marlon  |  24/09/2010 às 17:36

    ãhn, mongolão, não viu o site.

    mas amanhã às 22h eu já devo estar na rua GALINHANDO… a ver.

    AGUANTE RETÓRICA CECONÉLLICA

  • 49. rafael botafoguense  |  24/09/2010 às 17:41

    pobre maiquinhosuelzinho, eu cuidaria dele nesse longa jornada. VAMO FOGÃO!! I LOVE YOU

  • 50. marlon  |  24/09/2010 às 17:44

    esse não é o verdadeiro rafael botafoguense.

  • 51. arbo  |  24/09/2010 às 18:02

    por outro lado, se fosse o cunegudes diria LONGA JORRADA, marlon kjdkjskjag

  • 52. Sanchotene  |  24/09/2010 às 18:19

    Re 4

    I’m in awe!

    Na veia, Catarina!

  • 53. Anônimo  |  24/09/2010 às 20:37

    nunca vao escutar voces, meu, é todo mundo muito burro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • Atlético-GO nos 11 primeiros jogos do returno: 14 pontos 8 hours ago
  • Corinthians nos 11 primeiros jogos do turno: 29 pontos Corinthians nos 11 primeiros jogos do returno: 12 pontos 9 hours ago
  • RT @rodrigocapelo: Quanto ganham os principais gestores de um clube de futebol brasileiro? A @RevistaEpoca publica com exclusividade. https… 17 hours ago
  • @germano_mergel Mas o apito parece ter vindo antes do chute. Mesmo assim, enorme sacanagem depois de ter deixado a… twitter.com/i/web/status/9… 1 day ago
  • Aliás, tragédia de arbitragem. Deu acréscimo até empatar (OITO MINUTOS, e tinha pedido 6) e acabou o jogo quando o Brasil ia meter o 3º. 1 day ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: