50% garantem 100%

16/09/2010 at 15:00 23 comentários

O torcedor que procurou ler sobre a repercussão da grande vitória do Grêmio no Pacaembu pôde perceber que o espaço dedicado ao noticiário gremista foi invadido por informações sobre a eleição para o Conselho Deliberativo do clube (Na ImpedCorp não foi diferente). Mas qual a real importância disso?

Antes de falar do resultado da mais recente eleição, sou forçado a fazer uma breve contextualização da política gremista. Historicamente, o Grêmio sempre foi um clube muito fechado (e conservador, dirão muitos). Não por acaso a célebre expressão “assunto de economia interna”, cunhada pelo Presidente Petry, virou lugar comum na Azenha. Por muitos anos os rumos do Grêmio eram decididos pelos chamados “cardeais”, e isso funcionou bem durante um bom tempo. Mas no início dos anos 2000, por uma série de questões (até mesmo de ordem legal) o clube se viu obrigado a mudar.

Em 2004, após ser derrotado no conselho, Paulo Odone se sagrou o primeiro presidente tricolor eleito diretamente pelos sócios. Nos anos seguintes ocorreu o grande boom do quadro social gremista. Como era de se esperar, boa parte desse contingente de novos sócios se interessou pela política do clube, e teve desde então, três oportunidades de exercer seu direito a voto: A eleição para o conselho em 2007, a eleição para presidente em 2008 e a eleição para o conselho deliberativo desse último sábado.

Na teoria o propósito do pleito deste final de semana era a renovação do metade das cadeiras do conselho deliberativo. Na prática, a eleição acabou sendo encarada como uma repetição da eleição presidencial de 2008 e uma avaliação da gestão de Duda Kroeff. Concorriam três.chapas: A Chapa 1, pela oposição. A chapa 2, pela situação e a Chapa 3, autodenominada de 3ªvia. O resultado foi seguinte:

Total de votos: 4.624 ( 3 brancos e 6 nulos )
Chapa 1 – Renova Tricolor: 2.327 votos (50,42%).
Chapa 2 – Dá-lhe Grêmio: 1.159 votos (25,11%)
Chapa 3 – Terceira Via: 1.129 votos (24,46%).

Um desavisado poderia imaginar que as chapas dividiriam as 150 vagas no conselho de maneira proporcional a sua votação. Contudo, em razão da nefasta cláusula de barreira de 30% (que é o percentual exigido para que uma chapa coloque conselheiros), a chapa 1 acabou levando todas as cadeiras em disputa. É bom lembrar que os grupos integrantes da chapa vencedora haviam protocolizado pedido de redução desse percentual, mas as duas reuniões convocadas em 2009 para apreciar tal pedido foram esvaziadas para que o assunto não fosse votado.

Mas o que o resultado demonstra? A resposta mais óbvia é que comprova a insatisfação do sócio com o momento do clube. A situação se desgastou com sua própria incoerência e falta de unidade no discurso. Um exemplo disso foi a declaração do vice Flávio Paiva falando em “fogo amigo” e apoiando a chapa de oposição. Outra demonstração foi a postura de do vice Alberto Guerra em defender a manutenção da cláusula de barreira e acabar sendo “vitimado” por ela.

Outra questão recorrente é um velho embate conceitual sobre o perfil do conselheiro do Grêmio. Alguns entendem que integrar o conselho é uma honraria destinada a figuras destacadas da sociedade e pessoas com serviços prestados ao clube. Outros entendem que o conselheiro deve ser o representante do sócio perante a direção.A votação demonstra a prevalência desse segundo conceito.

E o que acontecerá daqui pra frente? É sempre complicado fazer prognósticos e conjecturas na política gremista.

O mais certo é que Odone, com maioria no conselho e sem nenhum adversário no horizonte, volte a ser presidente do Grêmio. Para o comando do futebol já foram especulados os nomes de Antônio Vicente Martins, Paulo Pelaipe e Rodrigo Caetano.

Também é muito provável que Eduardo Antonini retorne a Grêmio Empreendimentos, órgão responsável pela construção do novo Estádio do clube do qual Antonini foi afastado no início de 2009.

É possível afirmar que a Geral voltará a ter uma relação mais harmoniosa com a direção do clube, depois de dois anos de bastante atrito.

Ainda, a atual oposição agora possui expressivo número de conselheiros. Tem a oportunidade histórica de aprovar diversas mudanças para modernizar e democratizar o clube.

Por último, eu preciso ressaltar que essa “análise” é totalmente subjetiva, feita por quem integrou a chapa 1 nessa eleição.

André Kruse escreveu sobre as eleições do Grêmio a convite do Impedimento.

Anúncios

Entry filed under: Clubes, Colunas.

Juarez, aprenda: nunca vai parar De lobos guaipecas e academias quebradas

23 Comentários Add your own

  • 1. guihoch  |  16/09/2010 às 15:43

    faça-se

    TENHO DITO

  • 2. @jeanzoio  |  16/09/2010 às 15:55

    Ótimo trampo André…
    Infelizmente a política em qualquer situação fede, e é necessário que se faça um esclarecimento como esse.
    Que o Odone recupere o tempo perdido nesses dois anos…

  • 3. douglasceconello  |  16/09/2010 às 16:33

    Um lance que eu achei bizarro foi a situação não querer assumir a Chapa 1, como seria previsível, e exigir sorteio de números para as chapas.

    É como se, sei lá, o PT não quisesse o 13 pra não assumir que é o PT.

    uashdasu

  • 4. Luciano Borghetti  |  16/09/2010 às 16:52

    Resumo da ópera: os “cardeais” se tornaram “meros sócios”, por causa dos “meros sócios”, para se protegerem, pasmem, dos “meros sócios”!
    Obinagem total de quem tinha como nome do futebol Meira, o “evidentemente”.

    Parabéns a 3ª via, o levante genuíno e espontâneo de torcedores.

  • 5. Ernesto  |  16/09/2010 às 16:59

    Por que tinham nomes inclusos na chapa 1 e na chapa 2 ? Zelio Hocsmann e o cara do Ministério Público, o Bandeira Pereira ? Pelo menos foi o observado na lista que saiu no Correio do Povo ?

  • 6. Jader Anderson  |  16/09/2010 às 17:14

    #3
    Cara, ainda bem q eu nao votei….

    Ratão que sou, iria votar na chapa 2 como oposicao
    haeheahaehehae

    Detalhe: Não votei pois consegui chegar no olimpico as 17:05 e votações fechadas… pqp

  • 7. Luciano Borghetti  |  16/09/2010 às 17:19

    #5
    Porque tem certos “gremistas de relevantes serviços prestados ao Grêmio” que são tão importantes, mas tão importantes, que o sócio não tem o direito de determinar se eles são tão importantes assim.
    São eleitos antes das eleições.

  • 8. Jader Anderson  |  16/09/2010 às 17:28

    #7

    HaehEAHAEHeahEHEHEHe

  • 9. Sancho  |  16/09/2010 às 17:40

    Eram 9, Ernesto:

    Nome (Chapa 1 e Chapa 2)
    Carlos Biedermann (136 e 17)
    Fernando Ernesto de Souza Correa (41 e 85)
    Gilberto Porcello Petry (108 e 24)
    Joaquim Jose Xavier (100 e 73)
    Jorge Gerdau Johanpeter (10 e 118)
    Marcelo Bandeira Pereira (111 e 7)
    Otomar Vivian (145 e 27)
    Sergio Lewinsohn (50 e 72)
    Zélio Wilton Hocsmann (11 e 3)

    Nota a diferença de importância. As nominatas do Grêmio se dividem em 3 grupos: 1-45; 46-105; 106-150. Entre o 1 e o 45, não há diferença, entra todo mundo bastando alcançar a cláusula de barreira. Entre o 106 e o 150, tampouco, só entram se forem feitas todas as cadeiras. O meio é flutuante.

    O único que era da cabeça das duas chapas é o Zélio Hocsmann. Esse está ACIMA da divisão política do clube.

    A Situação emplacou, na verdade, QUATRO conselheiros: Carlos Biedermann, Gilberto Petry, Marcelo Pereira e Otomar Vivian. Esses estavam entre os 45 nomes da cabeça da Chapa 2.

    Os outros 4, ou era oposicionista tolerado pela Situação (no caso, o Gerdau, na rabeira da Chapa 2), ou entendem-se fora da divisão política do clubes (Fernando Correa, Joaquim Xavier e Sergio Lewinsohn).

  • 10. Sancho  |  16/09/2010 às 17:41

    Re 7

    Na verdade, esse é o caso APENAS do Zélio Hocsmann. E, ainda assim, se o Chapa 3 fizesse todos os votos, ele estaria de fora…

  • 11. Francisco Luz  |  16/09/2010 às 17:51

    Ernesto, isso aconteceu também em 2008, no Inter. De cara, lembro do nome do LF Zachia, que estava tanto na chapa 1 quanto na 2. Tinha outros caboclos, também.

  • 12. Gerhardt  |  16/09/2010 às 18:06

    Na verdade, na verdade verdadeira, a história do conselho gremista é uma ODE aos mais lindos princípios da política.

    Falando nisso, aqui é um post propício,

    o absurdo é real.

  • 13. marlon  |  16/09/2010 às 21:30

    esse juiz do jogo SP x INTER devia se candidatar a DEPUTADO.

  • 14. marlon  |  16/09/2010 às 21:40

    e Damião BIGODOU novamente.

    CHUPA, juiz.

  • 15. marlon  |  16/09/2010 às 21:56

    Neymar SUCKS ASS.

    e aquele PORCUPINE na cabeça é uma afronta ao GUIÑA.

  • 16. Sanchotene  |  16/09/2010 às 22:26

    Ligo a TV, 3-1 Colorado. Nada como um jogo em casa para afastar crises!

  • 17. marlon  |  16/09/2010 às 22:34

    [voz de lenhador que toma gasolina com pólvora]

    É ISSO AÍ EDU! É TU E ELE!! VAI NO MEIO!

    [só falta o BIGODE, por deus]

  • 18. Lucian  |  17/09/2010 às 00:11

    bigodaremos.

  • 19. Guilherme  |  17/09/2010 às 06:48

    Votei na chapa do Odone, como sempre.

    Aliás, ele já andou dizendo que, mesmo admitindo estar fazendo um bom trabalho, ele acha o Renato um pouco faceiro demais.

    Declaração que conquistou meu voto eterno.

  • 20. FERN  |  17/09/2010 às 11:33

    EU gostei bastante do resultado das eleições de sábado…

    Obino era a opção viável e se consolidou…
    grande votação da via platina…
    fracasso total do duda…

    ainda ganhamos a 1ª fora em séculos de BRÃO!!!

  • 21. Lucas Cavalheiro  |  18/09/2010 às 12:07

    Pelaipe de volta?

    ALEKJAElaheuahkaeaehaeuahekaekuhaekueaeuauehuaehuhKuhkHKkuHKhhKHUK

  • 22. Sanchotene  |  20/09/2010 às 12:14

    Vira essa boca para lá, Lucas!

  • 23. Gabriel  |  22/09/2010 às 08:06

    A diferença entre Odone e Kroeff é que um perde, mas tem discurso coerente, noção da realidade e age com certa justiça, olhando daqui de longe, enquanto o outro perde, mas tem discurso motivacional populista, dá dinheiro para a organizada e vai na frente dela bater no peito como sefora um volante raçudo.

    Como colorado, aguardo ansiosamente o retorno de Odone e seus lacaios, que sempre proporcionaram-nos momentos hilários em suas manifestações públicas. Basicamente, Cacalos sem grife.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • Porque não chegaria à Libertadores. 9 hours ago
  • Fim também para o improvável Paraná 3x2 Atlético-MG, um grande jogo que vocês não previram. 9 hours ago
  • Bahia soma a taça de 2017 às de 2001 e 2002. Como em 01, ganha contra o Sport. Fez um baita jogo hoje, podia golear, mas Magrão foi enorme. 9 hours ago
  • ACABOU. O BAHIA É CAMPEAO DO NORDESTE PELA TERCEIRA VEZ. 9 hours ago
  • Juizão distribuindo cartões vermelhos pro banco do Sport. 9 hours ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: