Um centenário viking

01/09/2010 at 09:39 87 comentários

Dia desses, matando tempo num desses Discovery, assisti um antropólogo explicando por que os vikings eram sanguinários. Segundo ele, nada tinha a ver com a cultura, ou com a essência do trabalho: os vikings, ao contrário dos caçadores da Europa Ocidental, trabalhavam demais com a escassez. Era sempre frustrante chegar em casa e não poder encher a mesa, pois a comida obtida era pouca e o resultado dos saques era quase sempre escasso – uma vez que nunca era uma quantidade suficiente de comida, pois já tinha sido aproveitada pelos saqueados. Logo, para amenizar a frustração, os vikings bebiam demais e descontavam a frustração na barbárie. A satisfação de fazer parte da horda, entretanto, era tão grande que os vikings acabavam sendo unidos, mais unidos do que quase todos os exércitos oficiais da Europa Ocidental. Lembrei disso ao ver recortes de jornais, que relatavam o que a torcida corintiana fazia no caminho entre São Paulo e Porto Alegre, para a final do Brasileirão de 1976.

Hoje, é comum ver relatos de torcidas organizadas que em excursões, assaltam postos de gasolina, quebram bares, são presos e muitas vezes têm de retornar às suas cidades escoltados pela polícia. Em 1976 não era assim – e a Zero Hora, no auge da sua fase sensacionalista, relatava a semana de excursão dos corintianos até Porto Alegre como se fossem os próprios vikings chegando à Bretanha. Por vários dias seguidos as manchetes falavam na barbárie, nos assaltos, nas prisões e na quebradeira. O antecedente era a famosa “Invasão Corintiana”, na qual um péssimo lance de marketing de Francisco Horta para lotar o estádio e prejudicar os visitantes tornou-se um enorme tiro pela culatra – e 70 mil corintianos fizeram a festa no Maracanã contra o seu Fluminense. Havia o temor de outra invasão corintiana no Beira-Rio, também por isso o sensacionalismo e a decisão de não mandar ingressos para São Paulo. Ao todo, cerca de 20 mil alvinegros viram o Inter levantar a taça do seu segundo Brasileiro, e o jejum de taças corintiano se estender por mais um ano dos 22 que já passavam.

Há relatos de torcedores que dizem que o Corinthians só se tornou o clube gigante que é devido a este jejum. O que faz sentido: o Corinthians, até hoje, é um dos clubes brasileiros que mais vive por e para a sua torcida. Não só pela histórica falta de estrutura – nunca teve um estádio para chamar de seu – mas também pelo próprio comportamento de horda que fez a torcida corintiana ser um fim em si mesma. Assim como o viking que não conseguia encher a mesa da sua família, o corintiano desta época não conseguia contar para sua mulher e seus filhos que viu seu time ganhar uma taça. Ele estava lá apenas pelo jogo e pelo clube, e por consequência, olhava para o lado e via pessoas iguais a si, longe das famílias (que tinham medo), longe das conquistas. Teria que existir um prazer em participar de tudo isso, e o prazer era justamente soltar os demônios junto aos demais da horda. O futebol para extravasar, para cuspir as mágoas.

Caio Campos, diretor de marketing do Corinthians e torcedor empedernido, disse certa vez em um curso do qual fiz parte que se surpreendeu com o comportamento do torcedor corintiano nos tempos de segunda divisão. Quando começaram as filmagens de um DVD, coletando depoimentos de torcedores, viram que o orgulho de ser maloqueiro e sofredor não era apenas da boca para fora. Um chegou a dizer: “eu gosto quando perde”. E eram torcedores que passaram pela fase de vacas gordas do Corinthians, quando com a grana do Excel, do HTMF e da máfia russa levantaram três brasileiros, um mundial de clubes, três copas do Brasil e vários estaduais.

Uma pesquisa divulgada pela Placar em 2000 relatava o Corinthians como o clube mais odiado do Brasil e seu símbolo maior, Marcelinho, como o jogador mais odiado. Dez anos depois, Marcelinho não deve constar na lista, mas é provável que o alvinegro paulista siga encabeçando. Muito pelas ligações tempestuosas com o ilícito (Dualib, Kia e afins), muito pelo antigo comportamento de horda (que se acalmou bastante nos últimos 30 anos), muito pelo fato de ser um clube extremamente popular. Essa raiva que os torcedores de outros clubes sentem pelo Corinthians, mais do que seus rivais, ajuda a manter o sentimento de horda viking, de contra tudo e contra todos, que persiste e manifesta em atitudes pequenas.

O Corinthians completa 100 anos neste primeiro de setembro, e fez uma festa com confusões, Lula, festa e muita gente. Este clube popular com nome inglês, vitorioso que gosta de sofrer, maloqueiro que ganha estádios vultuosos para a Copa, é um microretrato de todas as confusões e antropofagias das quais o Brasil é feito, desde que ainda era Pindorama.

Parabéns,
Luís Felipe dos Santos

Anúncios

Entry filed under: Clubes.

Das coisas que fazemos por amor Estávamos todos com saudade

87 Comentários Add your own

  • 1. Carlos Lima Jr  |  01/09/2010 às 09:48

    ótimo!

    Inter passou 23 anos no limbo. GIGANTE.
    Corinthians 23 anos no limbo. GIGANTE.

    VIKINGS UNIDOS.

  • 2. dante  |  01/09/2010 às 09:48

    bá.

  • 3. Ricardo  |  01/09/2010 às 09:50

    Concordo, eles parecem uma horda mesmo, sei lá, aqui em SP dizem que é o time do Mal, pergunto então, o povo é mal???

    Toda vez que vejo a torcida do Corinthians quando passo pelo Pacaembu em dias de jogos não digo que tenho medo, mas me dá uma sensação de que estamos prestes a ser atacados e termos os carros virados, digo, a imprenssão é que eles estão ali se juntarem e como vc disse soltarem seus demônios.

  • 4. dante  |  01/09/2010 às 09:53

    #1:

    quais foram os 23 anos que o inter passou “no limbo”?

  • 5. fábio  |  01/09/2010 às 09:55

    Belo texto.

    Meu pai nasceu em 55, viu o Corinthians ser campeão paulista pela primeira vez aos 22 anos.

    Quando me dei conta de que era corintiano, a maior glória de conquistas do clube era ser o time paulista com mais títulos estaduais, pois o Timão jamais havia ganhado um único título nacional – nem Taça Brasil, nem Gomes Pedrosa, nem Brasileiro, nem Copa do Brasil.

    Pra mim, o momento mais importante que vivi como torcedor foi o título de 90, batendo o freguês SP com um time tecnicamente inferior, na raça, ocupando 80% do Morumbi com mando deles.

    Mas o grande momento da história do clube pra mim foi a Invasão. Mais cedo ou mais tarde, o Corinthians vai ganhar uma Libertadores, mas a Invasão continuará sendo o momento mais importante. É uma torcida que tem um time, e a torcida sempre foi o principal protagonista da história alvinegra.

  • 6. izabel  |  01/09/2010 às 10:13

    os textos do magoado sobre o corinthians me dão vontade de vomitar.
    valeu a tentativa de dar parabéns.

    e aqui um dos melhores textos que li sobre o centenário, escrito por um palmeirense. (e, como ‘rivais se entendem’, tava imaginando que o texto de hoje seria do cesarotti): http://www1.folha.uol.com.br/colunas/futebolnarede/791580-100-anos.shtml

    e a horda fiel ontem bateu mais um recorde: http://www.gazetaesportiva.net/nota/2010/08/31/652474.html

    vai corinthians!

  • 7. Rafael  |  01/09/2010 às 10:13

    Parabéns pelo post…eu, como corinthiano, devo admitir que concordo….até porque me enquadro em algumas das coisas que foram escritas….sinto orgulho pelo fato da torcida ter crescido tanto nos anos de fila e choro toda vez que vejo o canal 100 daquele Corinthians x Fluminense de 1976….não vejo muita graça no time bi-campeão brasileiro de 98 e 99, principalmente após a saída do Gamarra, nossa reserva de garra e raça….só sobrou a técnica, o que pra um corinthiano é um detalhe a mais, não o principal em um time de futebol….e admiro mais o grande Herrera (que jogou a segundona) do que picaretas armandinhos como o Ricardinho, que jogou muito no final dos anos 90.

  • 8. marlon  |  01/09/2010 às 10:14

    baita texto.

    mas: “quando com a grana do Excel, do HTMF e da máfia russa levantaram três brasileiros, um mundial de clubes, três copas do Brasil e vários estaduais.”

    não só com a grana, né. com arbitragem, Zveiter, CBF e Lula…

    corintianos celebrando:

  • 9. Luís Felipe  |  01/09/2010 às 10:15

    5. fábio | 01/09/2010 at 09:55

    Belo texto.

    7. Rafael | 01/09/2010 at 10:13

    Parabéns pelo post…eu, como corinthiano, devo admitir que concordo….até porque me enquadro em algumas das coisas que foram escritas….

    6. izabel | 01/09/2010 at 10:13

    os textos do magoado sobre o corinthians me dão vontade de vomitar.
    valeu a tentativa de dar parabéns.

    não sou eu o magoado.

    abraços,

  • 10. Walter  |  01/09/2010 às 10:16

    #8:

    ê recalque….

  • 11. Alexsander  |  01/09/2010 às 10:19

    Pena que a Festa de 100 anos do Corinthians virou comício do PT.

  • 12. Rafael  |  01/09/2010 às 10:28

    o limbo do Inter não durou 23 anos e sim 27 (de 79 a 2006)…a diferença em relação ao Corinthians é que no meio do seu limbo o Inter ainda levou uns campenatos gaúchos e uma copa do Brasil na época em que ainda não davam muita bola pra ela…..

  • 13. dante  |  01/09/2010 às 10:56

    entendi, rafael.

    TU define quais competições são ou não são importantes.

    valeu!

  • 14. FERN  |  01/09/2010 às 11:36

    RÁ, dante wins!!!

  • 15. FERN  |  01/09/2010 às 11:37

    EU não consigo accreditar que pessoas consigam odiar mas um outro time do seu próprio rival… LAMENTÁVEL!!!

  • 16. Cunegundes Vaginildo Botelho Pinto  |  01/09/2010 às 11:48

    salve o corintia, time de machos brocadores como ronaldo fodômeno e roberto carlos comedor de louro josé, no passado teve outros brocadores como socrates pau d’água, walter calçagrande aspirador júnior, neto cachaça, viola maluco beleza, e outros tantos, time de currador é isso, não tem franguinho na sua história, parabens pelo centenário, quack

  • 17. Diogo  |  01/09/2010 às 12:04

    Pelo que eu entendo de VIKINGUISMO, a aludida palavra descreve muito mais uma atividade, do que um povo. O ato de sair “viking” significa sair fazendo ataques e pilhagens de surpresa.

    Nesse caso, um estereótipo alimenta o outro.

    E não consigo dar os parabéns ao Corinthians, pois vejo nele a encarnação do exemplo de muita coisa podre que existe no futebol e, porque não, no País.

    Mas também, vendo a podridão que é a política gremista, não me sinto com moral nenhuma para opinar.

    [13]
    Aliás, engraçado como velhas flautas só funcionam com VELHOS colorados.

    Hlkjsdfhlakdjfhal.

  • 18. Diogo  |  01/09/2010 às 12:08

    16.

    Tás louco?

    E o que é o Marcelinho Carioca? O maior franguinho da história do futebol brasileiro sendo sonegado pelo oficialismo histórico do Cunegundes!

    Pé de ANJO!?

    ANJO!?

    WTF!

  • 19. marlon  |  01/09/2010 às 12:09

    é.

    mas VIEJOS e novos, estamos todos XUNTO REUNIDO comemorando quatro anos de VITORIAS internacionais.

    lo siento, viejo, el presente es MALOQUERO Y COPERO pa nosotros, cachai?

  • 20. Franciel Cruz  |  01/09/2010 às 12:21

    Festa para uns…
    http://hisbrasileiras.blogspot.com/2010/08/morre-o-moto.html

  • 21. Eduardo Ros  |  01/09/2010 às 12:27

    100 anos de favorecimento politico, maracutaias a ejuda de aribitragem. Corinthians, representando tudo o que há de mais errado no país há 100 anos. Não há o que parabenizar.

  • 22. Chico Machado  |  01/09/2010 às 12:29

    Ótimo texto! Gremista que sou, vivi esta experiência em dois momentos muito distintos:

    – 95, na final da Copa do Brasil, quando o FELADAPUTA do Marcelinho Carioca endemoniado meteu um solitário gol no 2ºtempo.

    – 2007, quando o Tricolor colocou a última pá de terra na cova paulista.

    A impressão era de que não adiantava o quanto a gente gritasse ou esperneasse: os 2000 corinthianos no Olímpico poderiam, a qualquer momento, soltar um TROLL DAS CAVERNAS para COMETER O CRIME nos cidadãos de bem e suas famílias.

    Felicidades!

  • 23. Chico Machado  |  01/09/2010 às 12:38

    Pessoal que acha que não há o que parabenizar deve ser sócio, sei lá, do Zequinha Querido… Ou não anda se informando sobre os dirigentes da dupla (especialmente os que andam pelo Piratini, Assembléia e Câmara)

  • 24. Francisco Luz  |  01/09/2010 às 12:41

    Parabéns ao Corinthians. E belo texto, Luis.

  • 25. cristo  |  01/09/2010 às 12:41

    É isso aí. Os primeiros 100 foram gloriosos – os próximos serão ainda melhores. Vai Corintia!

  • 26. Felipe (o catarina)  |  01/09/2010 às 12:48

    gostei do texto do LF, mas a homenagem do Cunegundes tá massa demais. “time de currador é isso, não tem franguinho na sua história, parabens pelo centenário, quack” hajhjajha

    parabéns demais pro Corinthians e principalmente pros corintianos daqui (só o conheço a Izabel, mas vai que tenha mais) porque, como já disseram, a torcida do Corinthians é diferente de todas as outras. Espero ver o Avaí enfrentá-los muitas vezes ainda, como em grandes jogos (pelo menos pra nós) que tivemos em 2008 e este ano.

    falando em Avaí, hoje o Leão da Ilha completa 87 aninhos. E o Noroeste de Bauru também faz 100 anos hoje.

    #20

    lamentável demais, momento muito triste pro futebol brasileiro, mas vai ver quanta gente ia a jogos do Moto e quanta gente do Maranhão se dispõe a ir a jogo do Flamengo no raio que o parta. Aí não adianta chorar depois.

  • 27. J Petry  |  01/09/2010 às 13:19

    Parabéns, Corinthians, Avaí e Noroeste!

    Moto Club não era o time do Sarney?

  • 28. dante  |  01/09/2010 às 13:22

    “Aliás, engraçado como velhas flautas só funcionam com VELHOS colorados.”

    sou ainda mais velho do que isso: NEM VI a flauta.

    teve?

  • 29. Eduardo Ros  |  01/09/2010 às 13:23

    Time que anula jogos para ser campeao nao merece respeito. Roubaram 2005, e nem vergonha sentem. Moro em SP e nao tem como nao odiar o Corinthians.

    Hoje, sem dúvidas, torço pro Grêmio contra esse bando de gente que só conseguiu o que tem na base de favores escusos.

    E A PUTA QUE LO PARIO com esse negocio de que os outros tb fazem. Nem mesmo o Flamengo foi tao favorecido assim na historia.

  • 30. dante  |  01/09/2010 às 13:29

    “Moto Club não era o time do Sarney?”

    como tudo na vida do sarney, depende da comi$$ão.

  • 31. rômulo arbo  |  01/09/2010 às 13:31

    Parabéns, Izabel [entendo, concordo] & demais corinthianos.
    E ao fcatarina!

  • 32. rômulo arbo  |  01/09/2010 às 13:32

    dante emulando serra. reparem.

  • 33. Jader Anderson  |  01/09/2010 às 13:33

    Bah achei do caralho o texto…

    Não entendi a pedrada da isabel mas em todo o caso…

    Também não vejo o curintia como AVATAR da corrupção, todos os times grandes de hoje já fizeram sua cota de maracutaia.

    O que maximiza no corintians é o fato de ser um clube de massa e ter a cultura MALOQUEIRA…

    E putaria por putaria… o mengão é bem mais podre…

  • 34. Junior  |  01/09/2010 às 13:33

    Parabéns a todos os corintianos pelo centenário.

    Sugestão para os próximos grandes clubes a fazer 100 anos (se eu não me engano, Palmeiras e Santos): criem uma caminhada para celebrar o centenário. Foi a mais simples (e por isso, melhor) coisa que o Inter fez no seu centenário. Foi a coisa que me deu mais orgulho em ser colorado em toda a minha vida. Havia crianças, velhos, bebês, homens, mulheres, cadeirantes, cegos, enfim, todo tipo de pessoas. Não me esqueço dos pedreiros que trabalhavam no Praia de Belas abanando emocionados para o pessoal que estava na caminhada. E ainda hoje me emociono com a foto do casal de velhinhos na sacada de um prédio chorando copiosamente.

  • 35. Guilherme Mallet  |  01/09/2010 às 13:43

    Tenho séria dificuldade de assistir a esse vídeo e não me revoltar. Os comunicadores defendem acintosamente uma mudança de regulamento que era defendida pelo Corinthians para levar o jogo para o Maracanã, sendo que o Internacional tinha conquistado no campo o direito de jogar no Beira-Rio.

    Não satisfeitos, os mesmos comunicadores, reclamam do Beira-Rio (naquele dia com 90 mil pessoas) e falam de confusão, desordem e insegurança. Sendo que todos esses problemas são claramente causados pela orda Corinthiana.

    Os caras tratam o Internacional como um clube estrangeiro. Anos depois o Galo sofreu barbarie semelhante contra o Flamengo na semi-final da Libertadores de 81.

  • 36. Chico Machado  |  01/09/2010 às 13:50

    “Hoje, sem dúvidas, torço pro Grêmio contra esse bando de gente que só conseguiu o que tem na base de favores escusos.”

    Remember 1992.

  • 37. Felipe (o catarina)  |  01/09/2010 às 14:02

    TT líder no “Worldwide” do Twitter: Esporte Clube Noroeste

    cençassionau, já escreveria… não lembro quem.

  • 38. dante  |  01/09/2010 às 14:03

    o que rolou em 1992?

  • 39. Junior  |  01/09/2010 às 14:20

    Dante, ao invés de subirem dois times como era o normal na segunda divisão, o regulamento mudou e aumentou-se o nº de vagas de times, se eu não me engano, subiu para 16 times. Mas é preciso ressaltar que essa mudança de regulamento ocorreu antes do começo da 2ª divisão.

  • 40. marlon  |  01/09/2010 às 14:22

    1992 foi o ano do canetaço aquele – se não me falha a memória (inexistente) – em que o grêmio ficou em 11o ou 12o na SEGUNDONA e voLLtou.

  • 41. marlon  |  01/09/2010 às 14:24

    taí o Júnior que não me deixa mentir sozinho.

    mããããs… que eu me alembre, só assinaram o lance (era o Koff o presidente?) quando o campeonato da segundona tava acabando, não foi no começo.

    LINKS OU FOI AO FINAL

  • 42. Cunegundes Vaginildo Botelho Pinto  |  01/09/2010 às 14:27

    é verdade, me esqueci do marcelinho curioca, desprezivel que é aquele baixola franguinho, mas é o único franguinho, talvez a unica mancha na historia do curica, juntamente com aquele amiguinho dele, o almofadinha do ricardinho, mas o ronaldo fodomeno tratou de apagar esses dois com esperma quente de sua jiromba brocadora de travecos, quack

  • 43. Matheus  |  01/09/2010 às 14:31

    O Grêmio acabou em 9º em 1992.
    Ao que consta:
    Subiriam 4, depois subiriam 8 e , ao final, subiram 12, em ordem:
    Paraná, Vitória, Criciuma, Sta. Cruz, Remo, America MG, Fortaleza, Uniao Sao Joao Araras, Gremio, Ceara, Deportiva Ferroviaria e Coritiba.
    Uma pena para clubes como Sao Jose SP, Ponte Preta e Anapolina que o Gremio nao ficou em 13º, aí subiriam 16. hshshshs

  • 44. Chico Machado  |  01/09/2010 às 14:31

    Dante ownando geral.

    Aprovo.

  • 45. Flávio  |  01/09/2010 às 14:32

    O presidente era o Rafael Bandeira, mas o regulamento foi alterado antes do início da competição.

  • 46. Junior  |  01/09/2010 às 14:32

    Alguém conhece esse bar e brechó de camisetas de futebol?
    http://brechodofutebol.com/index.html

  • 47. Flávio  |  01/09/2010 às 14:34

    R42
    Também teve o Souza, camisa 10 do time de 95.

  • 48. marlon  |  01/09/2010 às 14:35

    ahn. o time era tão BOM que neguinho pensou, “vamo subir já uns DOUZE de uma vez, vai que essa merda fica em 11o…” bfhksjhgcvsjkd

  • 49. rômulo arbo  |  01/09/2010 às 14:38

    “LINKS OU FOI AO FINAL”
    hauhauahua ns mas mto afudê

  • 50. rômulo arbo  |  01/09/2010 às 14:41

    #46 já passei na frente algumas vezes [admito: parei na frente uma vez, no final de um jogo do grêmio]
    é bem afudê, assim, de fora.
    devemos ir.

  • 51. dante  |  01/09/2010 às 14:46

    “Dante ownando geral.”

    vocês falam que eu sou o cunegundes, o DONO do comentário 17, o ERNESTO e sei lá mais quem.

    e eu só queria saber quem é o dante fake que escreve aqui no meu lugar.

  • 52. J Petry  |  01/09/2010 às 14:59

    Não é um fake. Como eu já disse, todos nós somos Spartacus, quer dizer, o Dante.

  • 53. ricardo  |  01/09/2010 às 15:10

    #6

    ? magoado? ótimo texto…

    corinthians é um time com história bonita demais pra ficar assim se recalcando por meia dúzia de tacinha

  • 54. Marcelo  |  01/09/2010 às 15:27

    Esse poste é apropriado para eu dizer uma coisa: um amigo querido, corinthiano fanático, foi morto ontem, e não pôde ver o Centenário de seu amado time.

    sou amigo do Y, comentarista do Impedimento. Ele disse para eu dar uma passagem aqui, em seu leito, já na UTI

    Ontem, 31 de agosto, próximo às 22hrs, ele foi atingido por um projétil ao tentar defender uma mulher, Maria Cristina P. Caldatti, de um assalto próximo à Vila Europa, bairro nobre da cidade de SP, de torcedores organizados que rumavam á dita “festa do centenário”.

    Tal óbito infelizmente passou à margem dos jornais, pois se deu longe das festividades, e a mídia gambá, tratou de acobertar todas as confusões que ocorreram nas últimas horas.

    Na madrugada, alvejado por uma bala no peito na UTI, ao lado de parentes, desejou tudo de bom à toda nação corinthiana, que ironicamente o matou, e aos colegas, e como não tinha muitos amigos, visto que viveu sempre como nômade, tendo passado os últimos anos na localidade de AMARELEJA, interior de Portugal, estagiando Engenharia Elétrica, cursou no qual se formou, com especialidade em energia solar.

    Gostaria muito, de coração, que fosse efeita alguma menção à ele aqui no Impedimento, seja nos comentários, seja nos posts, não sei.

    Nunca comentei aqui, mas sempre ele falava que embora algumas vezes discutindo com os leitores e autores do blogue, aqui sempree foi a maior fonte de alegria do mesmo, principalmente ao fim de 2009, quando enfrentou um agudo caso de depressão.

    Como bom espírita, ainda creio que um dia possa vê-lo, pois ainda não vi o corpo (nesse momento estão sendo feitas as análises periciais, pelo que me consta).

    Infelizmente não estarei no velório, realizado à maneira católica, no Cemitério de Vila Alpina, capital paulista.

    Com muita tristeza,

    Marcelo Caldatti

  • 55. NO  |  01/09/2010 às 15:53

    creio…

  • 56. marlon  |  01/09/2010 às 16:01

    o quê, o Y morreu??

    ***

    dante tá criando fake dele mesmo.

    é muita METASEMIÓTICA. gfkdfkjs

    ***

    não consegui achar nenhum link confiável a respeito do canetaço, e àquela época eu só estudava, tomava ceva na Oswaldo e comia adolescentes cheirosas – não acompanhava A FUNDO o ludopédio, mas, Ô VIDA BUENA – então não lembro direito [de NADA], mas tenho um vago recuerdo de que pelo menos até as últimas partidas havia um CAGAÇO geral gremista [não vamos subir] e uma SECAÇÃO total colorada [rárá, eles vão permanecer no limbo].

    de qualquer forma, canetaço no início ou no meio da competição, pra subir DOUZE times, sempre será canetaço.

  • 57. arbo  |  01/09/2010 às 16:04

    acho q tu veio falar em SIMULACRO [no imped., não no braziu] em boa hora, marlon…

  • 58. Alexsander  |  01/09/2010 às 16:09

    Sobre 1992: o regulamento foi alterado DEPOIS do início da competição. Eu lembro disso, inclusive não faz muito alguém me mostrou um JORNAL da época, com data após o início (ainda na primeira fase), em que já se discutia esta situação. A mudança foi feita no início, mas foi DEPOIS do início.

  • 59. Luís Felipe  |  01/09/2010 às 16:12

    Marcelo, luisfelipe@gmail.com urgente, por favor.

  • 60. Gerhardt  |  01/09/2010 às 16:13

    Como é q é? o Y morreu? se isso é uma zoação, bá, q perda de tempo.

    *********

    Só existe um motivo real para q as pessoas odeiem o curintia e não é por ele ser popular, é pq sendo popular, ele dá muita audiência e isso irrita muito.

    pode ver, programas esportivos eles dominam, jornal nacional cria vinhetas, até em novela eles dão um jeito de reforçar o apelo.

    qualquer noticiazinha é repercutida muito mais q outros times, até mesmo FLA.

    Olha a grade de jogos na tv aberta, é um lixo, um desrespeito com o brasil e com a tecnologia, q pode entregar ao gosto do fregues, seja qual seja sua regiao.

    sendo popular, ele esta entranhado nas midias, pois o staff delas deve ter essa proporção.
    nao adianta, ele sempre será inacreditavelmente amparado, pois aqui nesse pais a vergonha pula carnaval.

  • 61. marlon  |  01/09/2010 às 16:16

    arbo,

    pegarei a Marcela [se não for outro fake do dante, claro, hdfasjhdfakljsh]

  • 62. arbo  |  01/09/2010 às 16:22

    hauhauahuahuahuahuah
    pensei q tu conhecia a mina, TAL a ENTREGA nas palavras A TI direcionadas.
    pegará certo.

  • 63. marlon  |  01/09/2010 às 16:24

    nunca vi mais GOSHTOSA [acho].

  • 64. matheus  |  01/09/2010 às 16:24

    ?

    tomara deus que tenha sido uma brincadeira de PÉSSIMO gosto, pqp. averiguem…

  • 65. matheus  |  01/09/2010 às 16:26

    e engraçado isso de 1992, néam. coisa boa ter uma costa quente nos bastidores..

    e por coincidência, vejam vocês! logo depois o gremio desandou a ganhar vários títulos!!

  • 66. Marcelo  |  01/09/2010 às 16:27

    Luís Felipe, enviado.

  • 67. Duke  |  01/09/2010 às 16:43

    História, para os idiotas da objetividade, o Corinthians não tem. Não tem mais títulos, não tem a maior torcida (Flamengo), não tem Libertadores, não tem o maior estádio particular do Brasil (Morumbi), nem mesmo tem estádio próprio (quer dizer, tem o Parque São Jorge…), não teve o maior jogador (Pelé), nem o segundo maior (Zico) e o terceiro maior não jogou nada quando veio (Garrincha). Mas, se futebol é narrativa, o Corinthians é o clube mais dramático, com mais capítulos interessantes, do Brasil.

  • 68. Caco  |  01/09/2010 às 16:43

    # 54 – Foda isso, Marcelo, meus sentimentos à família do rapaz. Pelos comentários do Y dava para ver que ele gostava de polemizar, talvez como válvula de escape de outras tensões… a vida é foda mesmo, e a morte também.

  • 69. fábio  |  01/09/2010 às 16:54

    um outro motivo pro Corinthians ser o time mais odiado nas pesquisas: é o time com o rival local (palmeiras + sp + santos) mais numeroso. o Corinthians é sem dúvida o maior rival dos 3 grandes de SP, assim como o Flamengo no Rio. só que as torcidas dos 3 rivais de sp, juntas, são muito maiores do que as dos 3 rivais do Flamengo juntas, o que se reflete nas pesquisas.

    ——

    historieta interessante pro centenário:

    como surgiu o canto “corintiano, maloqueiro e sofredor – graças a Deus!” OU de como os bambis criaram para a Fiel

    SP vencia o Corinthians com facilidade no Morumbi. Torcida do SP começa a cantar: “o-o-o-o-o, corintiano é maloqueiro e sofredor”. Fiel começa a responder: “graças a Deus!”

  • 70. Flávio  |  01/09/2010 às 16:57

    R54
    Putz… Sempre pensei que o Y fosse a real identidade do Cunegundes… Espero que seja apenas mais uma pegadinha essa história da morte dele.

  • 71. Sancho  |  01/09/2010 às 16:59

    Re 58

    O regulamento de 1992 foi mudado, aliás duas vezes, mas nenhuma alteração foi referente ao número de vagas para A: sempre 12.

  • 72. Jader Anderson  |  01/09/2010 às 17:02

    #70

    Idem aki…

  • 73. Felipe (o catarina)  |  01/09/2010 às 17:25

    #70 #72

    jamais liguei Y a Cunegundes. Até pq aposto uma caixa de COLÔNIA que Cunegundes é um baiano de Belford Roxo nascido nos pampas (conhece demais o futebol gaúcho), o que só o torna ainda mais um legítimo representante do povo brasileiro maloqueiro e sofredor.

  • 74. rafael botafoguense  |  01/09/2010 às 17:43

    botafogo é o time mais odiado proporcionalmente. mais nego torcendo contra que a favor ahauahau

    e essa parada de viking é tudo caô. eles chegaram na américa antes do colombo e ficaram na miúda,tanto que nem colonizaram.

    somos mais fodas que eles. américa é meu país.

  • 75. Marimon  |  01/09/2010 às 18:15

    Nada contra o texto (que eu não li), mas o Corinthians que se foda de verde e amarelo, ou branco e preto, como preferir.

    Obrigado.

  • 76. djmarcao009  |  01/09/2010 às 18:19

    O WORDPRESS E MUITO SHOW EU ACABEI D CRIAR UM SITE NELE

    http://narutoshippuuden2011.wordpress.com

  • 77. Catarina  |  01/09/2010 às 23:00

    Rapaz, se for verdade essa história do Y…

  • 78. Catarina  |  01/09/2010 às 23:05

    Uma googleada no nome da moça e a verdade aparece.

    http://www.blablagol.com.br/centenario-10642

    boa noite, minha gente.

  • 79. rafael [2]  |  02/09/2010 às 00:32

    Não acredito na história sobre o Y

    o nome do bairro é Jardim Europa, a diferença parece pequena mas não é.

    fica na região dos “jardins”, bairros de altissimo padrão (jardim europa, jardim paulista, jardim américa, jardim paulistano e cidade jardim) não há quem frequente o bairro e não saiba o nome.

    o europa não é cruzado por nenhuma via importante que ligue a periferia ao centro.

    sem contar que é das regiões mais seguras da cidade, foi lá que pela primeira vez vi uma ferrari na rua.

    sem contar que aqui temos o datena, que adora sangue, se isso acontecesse ele estaria gritando aos quatro ventos.

  • 80. JP  |  02/09/2010 às 00:43

    Nosso amigo Marcelo, que nem paulista é (morava em nossa república junto com Y), deixou-se levar pela emoção, realmente, ao escrever algumas informações… além de ter chegado no início desse semestre, como aluno da USP. Era Higienópolis a localidade. Mas por favor… respeitem o cara. Ficam fazendo gracinha, pelo amor de Deus. Quando lembrou desse blog, pensei que ele era mais bem quisto, assim como nós o queremos muito, sobretudo eu, amigo e leal companheiro dele desde o colegial.

  • 81. JP  |  02/09/2010 às 00:46

    Vejo que o público deste blog, realmente, não merecia tantas pérolas de genialidade que ele deixou. Mas perdoamos a todos. Só não queremos que faça-se alarde em cima disso. Ainda mais um bando de estagiários blogueiros, doidos por uma pauta.

  • 82. Francisco Luz  |  02/09/2010 às 02:25

    E eis que chegamos ao estágio mais baixo.

    Mas, percebam: quem criou o estilo capslockista foi esse cabra aqui: http://www.reirom.wordpress.com

  • 83. Jader Anderson  |  02/09/2010 às 11:21

    #80 #81

    Pelo tom agressivo, fake óbvio.

    abrass

  • 84. Rafael  |  02/09/2010 às 12:50

    Todo mundo aqui pede desesperadamente um top 10 de humilhações corinthianas. Eu não possu o talento dos colaboradores do blog, mas num exercício masoquista gostaria de compartilhar com vocês alguns momentos da história do meu time que me deixaram muito puto…se alguém aí decidir fazer um texto decente com estes jogos, fique a vontade…

    Corinthians 0 x 4 Palmeiras (Final do Campeonato Paulista 1993 – tirar o maior rival da fila com uma goleada é dose)

    Corinthians 2 x 3 Palmeiras (Semifinal da Libertadores 2000 – marcos x marcelinho)

    Corinthians 1 x 5 São Paulo (Brasileiro de 2005 – levar 5 do maior freguês com direito a baile é golpe pra mamute)

    Corinthians 1 x 2 River Plate (Oitavas de final da Libertadores da América 2003 – D´alessandro carrasco e o episódio do “pega-pega”)

    Corinthians 1 x 1 Grêmio (Brasileiro de 2007 – o jogo do rebaixamento)

    Corinthians 0 x 2 Figueirense (Copa do Brasil 2005 – uma má vontade imensa e uma série de cobranças de penaltys simplesmente ridículas que envergonharam a toda a nação alvinegra)

    Corinthians 0 x 1 Portuguesa Santista (Campeonato Paulista 2004 – perder pra briosa na última rodada do paulista em pleno Pacaembu e não ter sido rebaixado porque os odiosos são paulinos nos salvaram ganhando do Juventus no mesmo horário com 3 gols do Grafitte foi humilhação demais)

    Corinthians 4 x 7 Santos (Campeonato Paulista 1964 – jogo emblemático do período da fila de 23 anos, pois precisávamos apenas empatar para sermos campeões, saímos na frente e tomamos uma virada de 7 de Pelé e cia. ltda)

    Corinthians 0 x 1 Palmeiras (Final do Campeonato Paulista de 1974 – 20 anos de fila, soberba na véspera da decisão, apedrejamento público do nosso maior ídolo e, sim, eu admito, somos fregueses dos verdes)

    Corinthians 1 x 3 River Plate (Oitavas de final da Libertadores 2006 – a maior vergonha em 100 anos de história, até a Fiel deu um enorme vexame este dia)

  • 85. Schmidt  |  02/09/2010 às 13:43

    PARABÉNS O CACETE!

    Homenagem centenária, viva e ambulante à corrupção nacional, é o único time capaz de me fazer não secar o grêmio quando estes se encontram.

  • 86. Índio Grosso  |  04/09/2010 às 12:48

    #84

    Corinthians 2 X 3 Santos, final do Brasileirão de 2002 com gol de Léo aos 47 do segundo tempo em jogada que começou com lançamento, pedalada e firula do Robinho (impedido). De virada e no Morumbi. Essa tem que estar nas top 3.

  • 87. Índio Grosso  |  04/09/2010 às 12:48

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: