Uma fonte inesgotável de alegrias e tragédias

30/08/2010 at 14:53 29 comentários

São infindáveis as reminiscências melodramáticas que podem compor a crônica de vidas & mortes anunciadas da Velha Fonte Nova.  Cada um tem histórias singulares sobre glórias, choros e ranger de dentes no sacrossanto recinto.

Eu me lembro, por exemplo, que, no árido sertão da minha infância, ainda não havia pra mim Rita Lee, mas já existia a Fonte Nova. Afinal, era exatamente nela que eu pensava toda vez que ia para o campinho de terra batida do fundo de minha casa.

Pois muito bem.

O tempo passou,  voou, a poupança Bamerindus se lascou toda, mas o velho estádio nunca saiu de mim.

Quando cheguei em Soterópolis, no início da década de 80, a Fonte Nova passou a ser o tal campinho de minha rua e vice-versa.  Mesmo não podendo pisar os pés no gramado, toda manhã abria a janela do 8º andar do Edifício Maria de Nazaré, na Rua da Poeira, para apreciar meu alegre e trágico objeto de desejo.

Sim, desde sempre, contentamentos e desastres marcaram aquele local, especialmente para o torcedor do Vitória. Inclusive, um amigo, que adora hipérboles, costuma dizer o seguinte. “A torcida do Rubro-Negro é composta só por jovens porque todos morremos naquele gol de Raudinei aos 46 do 2º tempo de 1994, o ano que nunca termina”.

É fato que, no último Ba x Vi disputado na Fonte Nova, em 2007, num lindo abril (o melhor dos meses. Desculpe, Eliot), o Leão conseguiu um estupendo triunfo por 6×5. Na ocasião, o torcedor Rubro-Negro ficou mais feliz do que raio no trigo (royalties para Cortazar). Porém, até mesmo aquela epopéia – que poderia se firmar em nosso imaginário como um inolvidável contentamento  – foi obnubilada pela TRAGÉDIA DE NOVEMBRO daquele mesmo ano.

Aliás, na Bahia, e especialmente na Fonte Nova, a beleza convive com a destruição de forma estranhamente dolorosa. Esta província teima sempre em confirma a profecia da vedete de Santo Amaro: “Aqui tudo parece que é ainda construção e já é ruína”.

Por falar em profecias e constatações, a profissão mais fácil de se exercer na Bahia é a de profeta. Basta apostar no absurdo. Não haverá erro nunca. A propósito, Charles Gauld conta em “Farquhar, o último titã”, que Percival Farquhar (1864-1953), o controvertido empresário americano largou a seguinte sobre a Salvador no século passado:  “é a cidade mais corrupta das Américas”.

Tiro no álvaro.

E a demolição da Fonte Nova está aí para comprovar que, como bem disse meu amigo Claudio Leal, foi aberta a temporada de superfaturamento. Enquanto as vítimas do desabamento de 2007 penam para receber uns caraminguás, o Estado vai gastar uma fortuna na reconstrução do Estádio, que se chamará arena para dar um ar modernizante. (Mas, Arena, me lembra é de regime militar)..

Aos números.

A partir de 2013, na (mal) dita Parceria Público Privada, o governo da Bahia iria pagar, por ano, ao consórcio Oas-Odebretch a quantia de R$ 107,6 milhões, valor que seria concedido por 15 anos. Porém, por conta de uma ação do Ministério Público, haverá um abatimento de 10% do total de  R$ 1,6 bilhão, que seria desembolsado pelo Estado. Ainda assim, os gastos serão da ordem de 1,5 bilhão. As empreiteiras investirão R$ 591 milhões, o que representa apenas um terço do valor. Com isso, as obras da Fonte Nova custarão mais do que as outras que serão realizadas em todo o país, que já não são exatamente exemplos de austeridade.

Porém, se serve de consolo, as coisas já foram piores na velha Fonte Nova e na Bahia.

Na reforma do referido Estádio, no início da década de 70, não houve nem questionamentos sobre os valores investidos. Aliás, naquela época, até as tragédias eram ocultadas. Em 4 de março de 1971, data da reinauguração, ocorreu um tumulto gigantesco, que provocou a morte de duas pessoas e deixou 2.086 feridas.

Porém, estes números podem ter sido muito maiores, já que de acordo com matéria publicada em A Tarde no dia 5 de março daquele ano, o ancien régime agiu da seguinte forma: “Nem todos os casos atendidos pelo HPS (Hospital de Pronto Socorro) foram registrados, em vista da balbúrdia reinante. Na porta do ambulatório do Hospital, soldados da Polícia Militar vedavam a passagem de jornalistas”.

É pena constatar que, além das belas (ou tristes) memórias futebolísticas, o estádio é também uma fonte inesgotável de tragédias.

Foto de João Ramos.

Franciel Cruz

Anúncios

Entry filed under: Contribuições, Estaduais.

O líder benevolente e a desgraça iminente Das coisas que fazemos por amor

29 Comentários Add your own

  • 1. Cunegundes Vaginildo Botelho Pinto  |  30/08/2010 às 15:05

    acho que eu perdi a virgindade atrás da fonte nova, tio orestes lembra melhor, tava tudo escuro, era um dia de ba-vi, quack

  • 2. Cunegundes Vaginildo Botelho Pinto  |  30/08/2010 às 15:10

    eu tinha uma poupança bamerindus que o fernando colla de melda e a zelia cagoso de melda trataram de fornicar, ficamos sem pagar a prestação da elba e do consórcio mesbla e fizeram busca e apreensão, um oficial de justiça passou a mão na bunda da minha irmã vaginilda e depois eles tiveram um caso, o fela da puta prometeu que não ia levar a elba enquanto vaginildinha tivesse dando pra ele, mas minha irmã um dia disse que ele era muito broxa e ele levou nosso carrinho embora, foi triste, mas a vida é um balançar de um mameluco que tomou uma garrafa de cynar, quack

  • 3. izabel.  |  30/08/2010 às 15:16

    perfeito, franciel. perfeito.
    ai, minha bahia… dói lembrar de toda a bagunça que tão fazendo por aí.

  • 4. Anônimo  |  30/08/2010 às 15:27

    que gol do raudinei?

  • 5. Logan  |  30/08/2010 às 15:30

    E por falar em superfaturamento em copa do mundo, entrevista da Espn Brasil com o jornalista inglês Andrew Jennings que vem investigando a fifa já há algum tempo:

  • 6. Francisco Luz  |  30/08/2010 às 15:33

    Se tem um estádio que eu lamento não ter conhecido na vida, é a Velha Fonte. Sempre achei sensacional o desenho dela, e mesmo com tudo que o Bahia me fez na HISTÓRIA (amargor eterno por 88), achava do caralho ver a tricolagem lotando aquilo lá.

  • 7. catarina cristo  |  30/08/2010 às 15:40

    Ontem fiquei feliz de não terem quisto derrubar o Arruda :~

    E além da Fonte Nova, o Vivaldão, de Manaus, tbm vai virar pó em nome da Fifa, segundo vi na revista piauí (http://miud.in/aGY).

  • 8. Anônimo  |  30/08/2010 às 15:42

    bahia minha vida, meu amô, minha porra.

  • 9. Tricolor de aço  |  30/08/2010 às 15:47

    # 4

    Aqui o golaço de Raudinei

    http://www.galaticosonline.com/2010/index.php?menu=noticia&COD_NOTICIA=4689

  • 10. izabel.  |  30/08/2010 às 15:47

    chico, passou em algum telejornal do domingo a entrevista com um baiano ‘umborabaêaminha porra’, muito sensacional. lá pelas tantas, ele largou um “porque o momento mais importante de qualquer pessoa na bahia, em todo o norte-nordeste, se passou na fonte nova, no jogo da final do brasileiro de 88”.

  • 11. Índio Grosso  |  30/08/2010 às 15:49

    Ué, o que é que a CARMENCITA DO INSANUS tá fazendo travestida de CUNEGUNDES? Te decide, ( não tão ) jovem!

  • 12. Paulo Torres  |  30/08/2010 às 15:57

    O Verdão, de Cuiabá, também já virou poeira de trator. E o Machadão, de Natal, seguirá o mesmo caminho.

  • 13. Allan Garcia  |  30/08/2010 às 15:59

    “Lá vem o Brasil, descendo a ladeira…”

  • 14. Cunegundes Vaginildo Botelho Pinto  |  30/08/2010 às 16:20

    ha muitas pessoas duvidando da minha identidade, quack, falando que eu sou feique, sou fulano, sou sicrano, merrmão, eu sou eu, não existe cunegundes feique, não comento em outros brogues, só gosto de fodebol e buceta depilada, quack

  • 15. Orestes  |  30/08/2010 às 17:19

    Porra, o moleque ficou refinado agora? Lembra do mandamento? “Nuca renegarás a frondosa xana, mesmo que não seja da Cláudia Ohana!”

  • 16. Cunegundes Vaginildo Botelho Pinto  |  30/08/2010 às 17:33

    comeria a claudia ohana, não dispenso uma boa esfirra de carne da rodoviária

  • 17. Junior  |  30/08/2010 às 18:21

    #5, o melhor foi ele falando do Havelange, o “herói” do futebol brasileiro para a ampla maioria da imprensa brasileira.

  • 18. Cunegundes Vaginildo Botelho Pinto  |  30/08/2010 às 18:42

    junior esse jão havalanche é um velho broxa fela da puta que rouba dinheiro do futebol, quack

  • 19. Logan  |  30/08/2010 às 19:54

    #17 E o pior é que ele realmente considerado assim por muitos, a pergunta do jornalista foi coerente e justamente pra quebrar essa imagem dele.

  • 20. Paris Devassa  |  30/08/2010 às 21:58

    Eu daria pro Cunega.

  • 21. gilson  |  30/08/2010 às 22:09

    E por falar em “Aqui tudo parece que é ainda construção e já é ruína”, lembrei do Neubauten:

  • 22. Cunegundes Vaginildo Botelho Pinto  |  30/08/2010 às 22:16

    paris, vou te mostrar a torre eifel e vc me mostra o seu arco do triunfo, É HOJE QUE EU AFINO O PALITO, quaaaack

  • 23. Flávio  |  30/08/2010 às 22:36

    R19
    Justiça seja feita: Juca Kfouri, Folha SP e ESPN sempre criticaram o cara.
    Chapa branca é a imprensa bovinóide, o que não impediu o Lauro Quadros de queimar o filme numa entrevista com Havelange na TVCOM. Lá pelas tantas, perguntou para o velho se ele ainda “dava suas truviscadas”.
    Havelange ficou vermelho e respondeu que depois dos 80 anos “o homem morre para certas coisas”. Em seguida, Lauro foi substituído no programa de entrevistas da tv e ficou só na rádio.

  • 24. Francisco Luz  |  31/08/2010 às 01:45

    #10: bah, sou meio tarado por tragédias coloradas. Queria ter visto isso.

  • 25. Gerhardt  |  31/08/2010 às 14:24

    vi ontem a poeirama.

    qual guri nos anos 90 sem net nem nada, não achava incrível a tal Fonte Nova nas figurinhas dos estádios no album do brasileirao.

    bafo e bafo.

  • 26. Gerhardt  |  31/08/2010 às 14:39

    falando qse sério, a arena do gremio, cujos contratos (parte) foram assustadoramente assinados e elogiados pelos ARTISTAS da atual direção, não tem valores questionáveis, se comparando a todos os números q vemos por aí?

    estou falando de impressão, ate pq nao tenho os valores literais em mãos nem em mente.

    essa OAS baiana é a q vai fazer tbm.
    se procurar tem muito escandalo nesse lixo.

    fico pensando se não teremos um brinquedo de quinta categoria, da areia as maçanetas,
    aquela coisa de chorar apenas depois do leite derramar.

    a gremistada nao vai curtir detalhes arquitetonicos q nao estejam de acordo com os sonhos ufanisticos da propaganda ate entao plantada.

    aposto q nao vai ter saboneteira para lavar as maos depois do mijo.

  • 27. Logan  |  31/08/2010 às 15:42

    gerhardt, na entrevista que linkei acima o cara fala que a mesma empresa que fez o contrato com a fifa (subornando meio mundo de gente, inclusive o próprio havelange), fez também contratos com times brasileiros, ele cita Flamengo e Grêmio, não lembro o nome da empresa mas vou ver lá o video e respondo aqui, vai ver foi nessa época o tal projeto.

  • 28. Logan  |  31/08/2010 às 15:43

    ISL é o nome. Subornou o ricardo teixeira também.

  • 29. Gerhardt  |  31/08/2010 às 17:05

    Logan esse é o sobrenome, o nome completo é GUERREIRO ISL.

    o q me tapa de nojo é q fizeram relatorios comprovando as calhordices e crimes e no conselho do gremio, rasgaram o relatorio e numa cara de pau inacreditavel simplesmente ignoraram isso.

    esse guerreiro fdp é um dos coroneis q fazem o gremio NÃO MERECER a torcida q tem.

    da vontade de parar de acompanhar qndo lembro dessas historias e isso q dediquei muito pouco tempo sobre os fatos.

    é triste.

    o gremio esta assim hj por causa de coisas erradas lá na base, na estrutura. um clube sem caráter, me dói dizer.

    enquanto uma revolução nao for articulada meticulosamente, não vamos merecer estar no topo novamente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • Atlético-GO nos 11 primeiros jogos do returno: 14 pontos 9 hours ago
  • Corinthians nos 11 primeiros jogos do turno: 29 pontos Corinthians nos 11 primeiros jogos do returno: 12 pontos 9 hours ago
  • RT @rodrigocapelo: Quanto ganham os principais gestores de um clube de futebol brasileiro? A @RevistaEpoca publica com exclusividade. https… 17 hours ago
  • @germano_mergel Mas o apito parece ter vindo antes do chute. Mesmo assim, enorme sacanagem depois de ter deixado a… twitter.com/i/web/status/9… 1 day ago
  • Aliás, tragédia de arbitragem. Deu acréscimo até empatar (OITO MINUTOS, e tinha pedido 6) e acabou o jogo quando o Brasil ia meter o 3º. 1 day ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: