Na pior em Paris*

07/08/2010 at 13:29 78 comentários

Essa é a história de como deixei de ganhar 75 euros, quase perdi um voo de volta para casa, passei uma noite em claro, assisti a uma partida de futebol numa tela safada de 3,5 polegadas e vi meu time se classificar para a terceira final da Copa Libertadores da América.

Reparem o tamanho da tela do iPod na mão direita

Reparem o tamanho da tela do iPod na mão direita**

Recém passava das cinco da manhã e eu ouvia Bryan Adams no rádio, o tema de Robin Hood melando os ouvidos, ao lado de seis japoneses, com um sorriso de melancia no rosto. A van me levava para o aeroporto de Orly, no sul de Paris, menos de 10 minutos depois que o Internacional havia perdido de 2×1 para o São Paulo, no Morumbi, conquistando uma vaga na final da Libertadores e um lugar no Mundial da Fifa lá em dezembro.

Percebam que não é costumeiro rir sozinho ao lado de seis japoneses com Bryan Adams no rádio, às 5h da matina, com destino a um aeroporto. E eu não havia dormido. Mas o futebol, senhores, tem o poder de virar circunstâncias do avesso.

Quando comprei as passagens, em março, sequer passou pela minha cabeça que a viagem poderia coincidir com as semi-finais da Libertadores e que o Inter estaria envolvido nos momentos decisivos do certame. Porque, em março, o colorado era um time molenga, que se arrastava em empates com o Cerro uruguaio. Bastava dizer que Edu ainda era o titular do time, mas vou além, digo ainda que o Internacional era um clube sem ambição. O grupo era formado por jogadores experientes, com títulos no currículo, afastados de suas seleções nacionais. Todos veriam a Copa da África na televisão. Para a grande maioria, o próximo passo na carreira seria a aposentadoria, uma transferência para o Getafe, ou uma mala de dinheiro nas Arábias. Um título da Libertadores mudaria a carreira dos principais jogadores do Inter naquela época? Não. Os jogadores disputavam a Copa para colocar uma foto na parede de casa, e nada mais. Para a direção, o título era a repetição de tudo o que já haviam feito, sem o sabor da novidade.

Ainda assim, eu gostava do pragmatismo do time de Fossati. Via um time maduro, com doutorado no regulamento da Copa, em sintonia com as peculiaridades da Maior Competição Esportiva do Planeta. Mas, título? Nah. O Inter tinha grupo para seguir adiante, passar das quartas – quem sabe? Como ficou provado na temporada passada, Fernando Carvalho montou um bom time para disputar títulos – e ser vice-campeão de todos. Faltava tesão.

Só fui me dar conta da coincidência da viagem à Europa instantes após a conquista da vaga às semis, quando os meus amigos começaram a procurar passagens para São Paulo na internet segundos após o apito final (aliás, posso provar que previ a classificação com um gol aos 42 do segundo tempo). Eu perderia os dois jogos das semis por causa das férias com @silvialisboa, a Esposa. Passado o choque inicial (meus amigos ministraram cerveja para passar o mal estar), fui surpreendido por um otimismo irracional ao lembrar que também havia perdido um jogo no Beira Rio na campanha de 2006 e, através dos buracos negros criados pelo novo acelerador de partículas europeu, eu estaria contribuindo para a série de coincidências envolvidas na jornada de 2010, entre elas a inexplicável expulsão de Tinga e a contratação de Wilson Mathias, o novo Wellington Monteiro (reparem nas iniciais). Na época, perdi Inter 2×0 LDU em viagem de trabalho ao Rio de Janeiro.

Sequer cogitei a transfência de datas da viagem, por respeito à superstição e à Esposa. Antes de viajar, baixei o aplicativo da Rádio Gaúcha para o iPod touch, o iPhone de pobre, que serviria de laptop durante a viagem, para garantir algum tipo de contato com a civilização durante o safari pelos países bárbaros que não acompanham a Libertadores ao vivo pela televisão aberta. No entanto, no dia anterior ao segundo jogo com o São Paulo, protestei quando a Esposa decidiu marcar o horário da van para o aeroporto. O voo partiria de Paris às 6h45. Em tese, era necessário chegar duas horas antes para fazer o check-in, carimbar a papelada que nos devolveria os impostos de compras realizadas na França (o chamado “detaxe”, um desconto de 13% que totalizava 75 euros para nós) e passar pelo constrangedor ritual de segurança praticado nos aeroportos dos países que costumavam fazer parte do dito Primeiro Mundo até pouco tempo. No Brasil, o jogo começaria às 21h45. A França está cinco horas à frente. Façamos as contas: Carlos Amarilla daria o apito inicial às 2h45 da pacata madrugada de sexta-feira em Paris.

Reproduzo o diálogo com precisão jornalística, ao final do qual todos me darão razão:

– Marca então para as 4h40 – disse a Esposa ao recepcionista do hotel.
– NEGATIVO. O jogo termina às 4h45. Isso se não for para os pênaltis – disse com vigor.
– Mas temos que chegar duas horas antes para fazer check-in, detaxe e tudo mais – argumentou a Esposa, já contrariada.
– NEGATIVO, NÃO VOU SAIR DO HOTEL FALTANDO CINCO MINUTOS PARA ACABAR O JOGO.
– Qual é o problema? São só cinco minutos!
– OS PRINCIPAIS CINCO MINUTOS DO JOGO! ENLOUQUECEU DE VEZ!
– NÓS VAMOS PERDER O VOO!
– AZAR!
– COMO ASSIM?!?!
– TÁ, NÃO VAMOS PERDER O VOO, SÓ VAMOS CHEGAR EM CIMA DO LAÇO. SEM CHANCE DE SAIR ANTES DAS 5H.
– …
– …
– Tá, marcamos para as 5h – concordou a inimiga.

Cabe ressaltar que Sílvia, a Esposa, é colorada tão fanática quanto eu (talvez até mais intolerante), mas as mulheres são embarcadas com um chip de responsabilidade que é artigo opcional entre os homens.

O plano era não dormir. Chegaríamos da rua com mantimentos para sobreviver à madrugada entre os bárbaros (presunto cru, queijo brie e cerveja belga). No primeiro jogo, já tinha conseguido um upgrade na transmissão, passando do aplicativo da Rádio Gaúcha para a pirataria hesitante do Justin.tv, que nem sempre é garantia de continuidade de serviços de boa qualidade em streaming contrabandeado. Fora o grito de gol da Esposa às 4h, que certamente despertou Saint Germain inteiro, a transmissão na tela do iPod transcorreu como um veranista que deixa Porto Alegre ao litoral catarinense: chega vivo, mas cagado de medo pela constante ameaça de buracos e interrupções na pista.

Até os 30 do primeiro tempo, o Justin nos presenteava com uma transmissão de 5 quadros por segundo e uma resolução próxima a 50×30 pixels, o que me lembrava o lendário futebol do Atari. Melhorou muito quando o sinal caiu e encontrei um pirata hermano que transmitia o sinal da Fox Sports em vez do Sportv e quetais canais tupiniquins. Fica a dica.

No segundo tempo, enquanto Sílvia já arrumava as malas para partir, tivemos um treco com o gol do Alecsandro (49 gols em 99 partidas pelo Inter pelo o que eu ouvi falar, acho que está na hora de levantar o cartaz “ME PERDOA, CASTOR GORDO”) e a trapalhada que resultou na facada de Ricardo Oliveira no coração de todos os colorados. A partir daí, a Esposa viu o jogo ajoelhada ao lado da cama, mãos suando frio, e eu passei a esquecer de tomar a cerveja, já que era impossível segurar a tela e sorver o malte belga ao mesmo tempo. Aos 40min, quando deveríamos estar na van do aeroporto, ladeados por japoneses inocentes, se eu tivesse aceitado bovinamente a sugestão maluca da mulher, a própria Sílvia tremia e batia os dentes de nervosa. Eu tinha perdido os sentidos e só conseguia segurar a maldita tela de 3,5 polegadas. Bastava uma bola na trave para o segundo AVC da minha vida (o primeiro foi aos 43 do segundo tempo, também contra o São Paulo, em 2006).

Quando Amarilla apitou o fim do jogo, saímos pulando sozinhos enlouquecidos pelo quarto, tentando não fazer muito barulho, a Sílvia com a mão na boca e gritando um “aaarrrggghhhh” abafado para não acordar os hóspedes vizinhos. Não paro de relembrar: a Esposa voando para cima e para baixo com as duas mãos na boca tentando conter os decibéis de alegria. E o Inter classificado para a final da Libertadores.

Descemos correndo para o lobby, a van chegou no horário combinado. Até o aeroporto, os japoneses com cara de sono ainda foram coletados pelo caminho, atordoados pelo sono interrompido e pelo casal de brasileiros que exibia uma alegria irritante para as 5h da manhã. No aeroporto, entramos na maldita fila do detaxe que nos deteve por 15 minutos, até que a Esposa ficou por demais preocupada com o check-in e foi conferir a situação do voo. Voltou esbaforida e, a 20 metros de distância, gritava aos berros: “DOIS MINUTOS! DOIS MINUTOS! SÓ TEMOS DOIS MINUTOS!”. Abandonei a fila da benesse tributária, “foda-se, meu time vai ser bi da Libertadores e eu quero chegar em casa”, e corremos feitos dois guiñazus por Orly até o balcão da TAP. A portuguesa ainda teve que checar ao telefone se permitiriam o nosso check-in. E permitiram.

Perdi os 75 euros. Mas me saiu barato se esse era o preço para embarcar com a certeza da classificação.

Na conexão em Lisboa, trajado com a camisa vermelha, fui o portador de boas notícias para palmeirenses e corintianos que vagavam pelo terminal em busca de informações sobre o Brasil.

Na noite de sexta, quase 24 horas depois do jogo e sem qualquer contato com a mídia que me permitisse saborear a vitória nas palavras mau-humoradas e cativantes do ídolo SEXXXY ROTH, o comandante do derradeiro voo fez o seguinte discurso no alto-falante do avião:

– Senhoras e senhores, aqui é o comandante falando, estamos iniciando nosso procedimento de descida no aeroporto Salgado Filho. Estamos a 8 mil metros do nível médio do mar, a uma velocidade cruzeiro de 750 km/h, um pouco mais lento do que o normal, tendo em vista ventos de 180 km/h que vêm do Sul. Em Porto Alegre, faz 13 graus e o tempo é bom. SAUDAÇÕES COLORADAS.

Estava com saudades da civilização, esse lugar mágico que compreende a Copa Libertadores da América.

Toco y me voy. Até a final.

Alexandre de Santi

* Obrigado, George Orwell, pelo título.

** Foto de Sílvia Lisboa, a Esposa, cortesia exclusiva para o Impedimento.

Anúncios

Entry filed under: Libertadores.

Talagaço As chamas que brotam na Azenha

78 Comentários Add your own

  • 1. Voz da razão  |  07/08/2010 às 13:47

    temo muito esse clim de já ganhou….de já dizer que o time é bi….etc….tá todo mundo assim.

    Será que vem um Guadalarrazzo?

  • 2. iurimuller  |  07/08/2010 às 14:23

    Buenísimo, de Santi!

  • 3. Lucas Cavalheiro  |  07/08/2010 às 16:24

    HAHAHA

    Que EPOPÉIA. Como sofre o torcedor.

  • 4. EGS  |  07/08/2010 às 16:56

    Monstro sagrado.

    Que relato.

  • 5. L@uR!nh@  |  07/08/2010 às 18:48

    E eu aqui, imaginando a Silvia se estapeando de nerGosa na madrugada parisiense!!! \o/

    COLORADO!!!

  • 6. Oster  |  07/08/2010 às 18:54

    genial, cara! tenho uma história parecida! perdi inter x libertad em 2006, no gigante. e esse ano tava viajando no dia do jogo do gigante, tbm! não podem ser apenas coincidências! abraços e saudações coloradas!!!

  • 7. Anônimo  |  07/08/2010 às 20:28

    Colorado em Paris. E elitista é a torcida do Porto Alegrense?

  • 8. Luís Felipe  |  07/08/2010 às 21:18

    Colorado em Abu Dhabi. E elitista é a torcida do Porto Alegrense?

  • 9. Luís Felipe  |  07/08/2010 às 21:28

    que coisa sensacional, Santi.

    chip de responsabilidade = frase que copiarei pro resto da vida.

  • 10. Oster  |  07/08/2010 às 21:29

    sim.
    essa do chip de responsabilidade q é opcional nos homens foi excelente!
    copiarei, com os devidos créditos.

  • 11. poliquaresma  |  08/08/2010 às 01:37

    geniais as palavras. geniais.

  • 12. marlon o mulato guiri raro  |  08/08/2010 às 06:41

    ME PERDOA, CASTOR GORDO

    acompanhei pela Fox Sports no Justin, também. bem melhor. se bem que esses argentinos narradores são loucos, teve uma jogada em que quebraram um jogador do Inter e eles, “futebol é jogo de contato, não foi falta”; quando alguém (Bolivar?) segurou um jogador do SP pela camisa, queriam expulsão e castração química do cidadão. vai entender.

  • 13. Janis Loureiro  |  08/08/2010 às 08:26

    boa história. O Inter é demais!

  • 14. Lucian  |  08/08/2010 às 09:43

    “Giuliano e Wilson Matias disputam vaga de Tinga”
    Rothismo desvairado começando a dar as caras. WTF.

  • 15. Marcelo Furlan  |  08/08/2010 às 10:34

    Excelente texto. A emoção e adrenalina deste jogo foi enorme. Conseguiste transmitir a emoção de SER INTERNCIONAL. Eu na hora de decidir sobre o horário não exitou tem que ser após o final do jogo, mesmo com o CHIP da Silvia.

    “Cabe ressaltar que Sílvia, a Esposa, é colorada tão fanática quanto eu (talvez até mais intolerante), mas as mulheres são embarcadas com um chip de responsabilidade que é artigo opcional entre os homens.”

  • 16. Vine  |  08/08/2010 às 13:01

    Grande Alex!

  • 17. Melissa Becker  |  08/08/2010 às 13:08

    Sou gremista. Mas tenho que dizer: ótimo texto, Xandi.

  • 18. Tiago  |  08/08/2010 às 16:50

    Silas corre o risco de ser o primeiro técnico demitido no intervalo de um jogo. Huahuahua

  • 19. Meira  |  08/08/2010 às 17:53

    Olá, estou desempregado. Vocês pagam por texto?

  • 20. gilson  |  08/08/2010 às 18:07

    bueno, não há meios de não ficar empolgado com essa campanha

  • 21. Eduardo  |  08/08/2010 às 18:36

    mudanças, taí o que todos queriam no GRÊMIO.
    mas fase é fase… espero que agora o time possa ganhar…
    imagino que os 201x vão nos “pagar” essa maleza, assim como está pagando pro co-irmão….

  • 22. FERN  |  08/08/2010 às 18:49

    Silas teve uns 3 ou 4 bons jogos em 7 meses…

    alguém era contra esta mudança, por quaquer motivo???

    se sim, torce pelo inter…

  • 23. Guilherme  |  08/08/2010 às 18:49

    Ah, se as pessoas me escutassem…

  • 24. Guilherme  |  08/08/2010 às 18:49

    Eu já sabia.

  • 25. FERN  |  08/08/2010 às 18:52

    agora, achar um bom nome, é que tá difícil… que busquem no exterior ou no interior… se for um dos medalhões em questão, que seja o que é Católico e Gremista!!!… e anda precisando de uma LIMPEZA!!!…

  • 26. Guilherme  |  08/08/2010 às 19:00

    Rospide!

  • 27. Eduardo  |  08/08/2010 às 19:07

    Guilherme não vai dormir hoje, tipo um DEPENDENTE preso em uma sala cheio de colchões… não vai ter o que reclamar hoje. . heheh e

    brincadeira Guilherme…não me ofende … hehehe já admiti em outros posts que tu tinha muita razão nos amendoins 🙂

    enfim, acho difícil que busquem Rospide. é totalmente contra o que fizeram há 2 meses atrás… sei lá… seria uma solução boa e barata, com certeza, de quem conhece a casa…. mas não sei se tem pulso prá segurar Souza, Leandro e cia…

  • 28. Eduardo  |  08/08/2010 às 19:08

    ops… sala CHEIA de colchões….

  • 29. Eduardo  |  08/08/2010 às 19:09

    me assusto com a possibilidade do Tite…

  • 30. Eduardo  |  08/08/2010 às 19:12

    aliás, ZH fala em Geninho…. ai ai ai ai …

  • 31. Lucian  |  08/08/2010 às 19:18

    Grêmio vacilou, semanas atrás podia ter resgatado Adilson Baptista. Quero ver agora.

  • 32. Eduardo  |  08/08/2010 às 19:20

    Lucian,
    segundo li por aí (infelizmente não lembro aonde), o Adilson queria vir com toda a comissão técnica, trocando até o Paixão…parece que isso foi imediatamente negado…

  • 33. Guilherme  |  08/08/2010 às 19:28

    Acho que com um vice de futebol decente, mais o paixao, nao vejo problemas no comando do vestiário. Aliás o Souza que é o mais falastrão sempre se mostrou favorável ao Rospide.

    E, sinceramente, se medalhão se incomodar e quiser sair é um favor que fazem.

    Mas pelo que eu lembre do Geninho ele pelo menos entende de futebol. Não seria o ideal, mas poderia ser bem pior (vide Silas).

  • 34. Eduardo  |  08/08/2010 às 19:33

    é só minha opinião, mas acho que Geninho é um tipo de Hélio do Anjos… Eu frequentava o Olímpico diariamente no tempo desse senhor… é uma piada ver treinamentos desse tipo. Motivação é do tipo “Vai, A. Força B, Agora C”… não tem conteúdo nenhum…. vai ser difícil, velhinho….

  • 35. Guilherme  |  08/08/2010 às 19:40

    O que eu não entendo é não terem contratatado o Felipão.

  • 36. Eduardo  |  08/08/2010 às 19:44

    somos 3 Guilherme. minha filha de quase 2 (dois) anos me perguntou outro dia…. “e o Lipão? ” com um sotaque de quem tá aprendendo a falar…

  • 37. Luís Felipe  |  08/08/2010 às 20:02

    Duda acertou. Não costumo ser contra a saída de treinadores, mas falta muita coisa além de futebol para esse time do Grêmio.

    Acertou mais ainda em mandar passear o vice de futebol, pq não adianta botar toda a culpa no treinador e nenhuma responsabilidade no dirigente que também é responsável pelo vestiário.

    Como são sempre os mesmos, vai ser o Tite. Só recomendo que não contratem um treinador estrangeiro e contratem alguém bem ligado aos empresários de sempre. Estrangeiros são sempre odiados e perseguidos por alguns jornalistas de péssimo caráter que formam opiniões. E um treinador ligado aos empresários de sempre terá mais paciência desses mesmos jornalistas.

  • 38. Eduardo  |  08/08/2010 às 20:13

    Sabe LF, me assusta a possiblidade do Tite pelo fato de que ele é TB muito “MOROSO”. acho que agora, precisava alguém prá bater na mesa (um Antonio Lopes da vida) prá dizer que é o técnico que manda…
    mas enfim, sabe-se lá… talvez seja essa m3rda de inferno astral, e putar1as afins, mas como acredito em trabalho (e na sorte que ele sempre traz), tenho esperança que as coisas possam melhorar com alguém mais BOLUDO!!!

  • 39. Carlos  |  08/08/2010 às 20:33

    Tanto faz quem vem agora. Nada podia ser pior ao que estava acontecendo.

    Esse Silas foi uma piada do começo ao fim. Graças a deus chega de comprar jogador do Avaí.

  • 40. Eduardo  |  08/08/2010 às 20:35

    é Carlos, mas lembre-se que os que entram em campo serão os mesmos… ou seja, ser muito “amiguinho de boleiro” não sei se vai ajudar… como diria Cunegundes… é preciso MACHEZA nessa hora…

  • 41. Luís Felipe  |  08/08/2010 às 20:39

    bah, eu disse “não costumo ser contra” querendo dizer “não costumo ser A FAVOR”.

    tô mal hoje.

  • 42. Eduardo  |  08/08/2010 às 20:41

    LF, se eu estivesse com meu time na final da Libertadores da América eu ficaria MAL por 1 mês….

  • 43. Carlos  |  08/08/2010 às 20:42

    Hm, nao sei nao…senão vamos voltar aquela papagaiada de “espirito do gremio”…time tosco, q só sabe dar pau, carrinho e balão…(oi sandro goiano)….o q precisa é COMPETENCIA, INTELIGENCIA, CALMA E CONVICÇÃO.

  • 44. Luís Felipe  |  08/08/2010 às 20:46

    sabe que o Tite tirou 2 times da zona do rebaixamento (Palmeiras e Corinthians) então não sei se o discurso pastoril não é só pra fora do vestiário.

    eu acho que há gente melhor que ele. O Caio Júnior, até o Dunga (que não seria contratado pela identificação que tem com o Inter). Mas acho que será ele pq são sempre os mesmos.

  • 45. Roger  |  08/08/2010 às 21:02

    No lugar do Meira: Yura
    Na casamata: Portaluppi

  • 46. Jhon Willian  |  08/08/2010 às 21:19

    #45

    Se isso acontecer, eu posso fumar todo o concreto do Olímpico como se fosse crack, e não estarei tão louco quanto o Duda e sua trupe. Portaluppi pode até ser ídolo pelo que fez no campo, e tal, mas como técnico é MUITO fraco. Se fosse bom, não estaria patinando com o Bahia na Série B.

  • 47. Flávio  |  08/08/2010 às 21:28

    Do Blog do PVC:

    “O presidente do Grêmio, Duda Kroeff, disse ao Bate Bola de domingo que Tite não será o novo técnico do Grêmio. Ele afirma que já tem seu nome preferido. Não descartou Geninho, mas afirmou trabalhar com um terceiro nome.
    A informação precisa é: Tite não será o técnico. Kroeff foi categórico”.

  • 48. Roger  |  08/08/2010 às 21:35

    O #45 não reflete a minha vontade, mas sim o que vai acontecer.
    As 19:00 o Yura já tinha aceitado o cargo.
    O Tite não vem. A rusga com o Paixão continua e impede a contratação dele.
    Oremos!

  • 49. cassiano  |  08/08/2010 às 21:37

    Ja que o Gremio ta cheio de refugo dos bambis, que contratem o Ricardo Gomes também…….

  • 50. Eduardo  |  08/08/2010 às 21:49

    se é por identificação com o clube, Yura é uma cartada e tanto, porém, cabe saber se tem condições de ser Gerente de Futebol (que é o que precisa ser um vice de futebol).. Mauro Galvão não foi tão bom assim como gerente..

  • 51. Jader anderson  |  08/08/2010 às 21:54

    MEte o rodrigo caetano pra assumir o futebol

    chega de apostar em mendigos

  • 52. Carlos  |  08/08/2010 às 21:55

    Óculos do Nando gross agora no TV com esportes: JUSTA CAUSA. Um cara q se diz comentarista NÃO pode usar uma coisa ridicula dessas.

  • 53. Jader anderson  |  08/08/2010 às 21:56

    Chama tambem o argel fucks…

    podemos nao ganhar nada mas nao vamos cair…

    madeira gemendo nessa boleirada… é o remedio que tinha dito que faria bem ao inter e fez. Agora quem tem um vestiario cheio de cobra criada eh o gremio… a soluçao eh a mesma.

    Meira sendo demitido como em 2004…

  • 54. Roger  |  08/08/2010 às 22:02

    O cargo não é remunerado.
    Rodrigo Caetano não vem de graça.

  • 55. Eduardo  |  08/08/2010 às 22:20

    Jader,
    vou te tirar do racha da Caixa de Chivas hehehe
    Argel no GRÊMIO não consigo imaginar nem em partida de futebol de areia…

  • 56. Jader anderson  |  08/08/2010 às 22:28

    Cara,

    Tem que botar um cara doido… que nao tem nada a perder, dai o status quo inverte

  • 57. Jader anderson  |  08/08/2010 às 22:28

    Entao paga ele… melhor que pagar o rochenback

  • 58. Jader anderson  |  08/08/2010 às 22:30

    Se tu quiser a gente pode chamar

    GENINHO, NELSINHO, CHAMUSCA, CAIO JUNIOR

    GALLO, LEAO

    só os tri! ou se pá o mancini, o horse sergio…

    OU O TITE… MEU DEUS ME MATA AGORA

  • 59. cassiano  |  08/08/2010 às 22:45

    pior que o Silas, só um gremista torcendo pelo inter

    http://globoesporte.globo.com/futebol/libertadores/noticia/2010/08/gremista-ira-final-da-libertadores-e-nao-secara-o-inter.html

  • 60. Felipe (o catarina)  |  08/08/2010 às 22:46

    #46

    olha, eu assisti Bahia x Figueirense e acho que, com o timeco que ele tem nas mãos, até que tá boa a campanha (7º, três pontos atrás do 4º)

  • 61. Jader anderson  |  08/08/2010 às 22:46

    Eh

    Tem um menos famoso tambem

    o sancho… e olha que ele nem ta no mexico

  • 62. Jhon Willian  |  08/08/2010 às 22:51

    #60

    É verdade, Felipe, falha minha. Com o infindável Rodrigo Gral no ataque do Bahia, ele nem tinha o direito de fazer má campanha (risos).

    Mas, dentro das alternativas que se impõem para treinar o Grêmio… Perto de P. Chamusca, Geninho, N. Baptista, entre outros, o R. Portaluppi me parece bastante aceitável.

  • 63. Felipe (o catarina)  |  08/08/2010 às 22:53

    Realmente, essa lista tá phueda. Chamusca? Se for contratado, invadam a pista do aeroporto e não deixem o avião pousar.

  • 64. FERN  |  08/08/2010 às 22:55

    Arce…

  • 65. FERN  |  08/08/2010 às 22:57

    teria BASTANTE tempo pra TRAMPAR

  • 66. Luís Felipe  |  08/08/2010 às 22:57

    Arce poderia ser uma boa, mas ele seria incendiado pelo maucaratismo xenófobo de alguns muito amigos de outros.

  • 67. FERN  |  08/08/2010 às 22:58

    aliás era o meu nome, pra tal RENOVAÇÃO do iniciu deste ano…

  • 68. FERN  |  08/08/2010 às 23:00

    LF pela ligação com o Clube e o APOIO TOTAL dos Celestes, em especial dos barrabravas… a imprensa ficarem sem a natural munição pra xenofobia… EU ACHO???!!!…

  • 69. FERN  |  08/08/2010 às 23:04

    #67, iniciO

    #68, ficarIA

    ou então traz de vez o RENEGADO Fossati que eu quero aprender a fumar… sauushaushaushuashuashuashuashu

    AGUANTE PENSAMENTO MÁGICO!!!

  • 70. Jhon Willian  |  08/08/2010 às 23:07

    #64

    A ideia do Arce me lembra quando cogitaram o nome do Luiz Carlos Goiano, no final do ano passado, depois de treinar meia dúzia de jogos no antigo Barueri. Não sei como o ‘Chiqui’ foi no Rúbio Ñu, mas, seria mais uma aposta à Silas. Some a isto todo o agravante que o Luis Felipe falou, do “maucaratismo dos muito amigos de outros”. Teria tudo para não dar certo…

  • 72. Felipe (o catarina)  |  08/08/2010 às 23:17

    a quem interessar possa, tá passando River x Tigre no Sportv2. Não sabia que eles tinham voltado a transmitir o Grondonão.

  • 73. Carlos  |  08/08/2010 às 23:37

    #72
    Felipe, não tem o canal ATC ae na NET de Santa???? Lá passa ao vivo o Grondonão….e não essas porcarias de VT, jogo requentado, no Sportv…

  • 74. FERN  |  08/08/2010 às 23:50

    TVEI transmitiu este e mas Vel-Ind e GC-Boc, hoje tudo envivo…

  • 75. Eduardo  |  09/08/2010 às 02:00

    Fox Sports tá transmitindo a Sula, a quem interessar possa.
    e tem justin quase sempre…

  • 76. fernando bob  |  09/08/2010 às 02:46

    tá passando no esporte interativo agora, ao vivo, tem o site e tem em algumas tvs

  • 77. almilano  |  09/08/2010 às 18:34

    Sensacional esse texto De Santi. Pqp!!

    Bota sofrimento!!!

    Mas deu tudo certo: colorado classificado e vôo pro Brasil.

    Ah, sim, foda-se os 75 euros!!!

  • 78. zobaran  |  11/08/2010 às 15:04

    Parabéns, cara! Relato sensacional!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • E o glorioso São Bento chegou à Série B nacional aos 104 anos de vida. 27 minutes ago
  • A corrida pelo título brasileiro é basicamente a lebre Corinthians tirando uma soneca enquanto 4 ou 5 tartarugas se aproximam lentamente. 34 minutes ago
  • No fim das contas, o Corinthians pode até despencar, mas o verdadeiro perseguidor é outro. 37 minutes ago
  • Já garantiu dois e tem um terceiro (CSA) com tudo na mão. E também o Confiança vivo, ainda que precisando de façanha. 22 hours ago
  • Nordeste pode ser a primeira região a subir mais que 2 times juntos em uma edição da C, desde que adotaram a fórmula atual (2012). 22 hours ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: