Ca-Ju é Ca-Ju. E vice-versa

03/08/2010 at 12:00 33 comentários

Por incrível que pareça, houve um tempo em que o Corcel era um baita carro e o clássico CA-JU transcendia as fronteiras RURALÍSTICAS (rural + realísticas), figurando orgulhoso na elite do futebol nacional. Entre bigodões setentistas, calças boca de sino e baurus do Nivaldo nós, os GRINGOS, presenciávamos no Jaconi e no Centenário saudosas peleias. O Felipão ainda era LUIZ FELIPE (mas o bigode era o mesmo), Valmir LOURUZ jogava no clube que, anos mais tarde, conduziria ao histórico título.

Hoje, no inferno lodoso da terceira divisão, os dois clubes de Caxias do Sul lutam no grupo da MORTE, que ainda tem o Brasil de Pelotas, Chapecoense e o Criciúma. Bem vindos a 2010 amigos. Só passam dois. E o último cai para a masmorra da série D (sim, ela existe). Pedreira pouca é bobagem.

O clássico é o 264, tarde ensolarada de domingo. O Juventude começa melhor, entusiasmado pelo fator local. O Caxias responde em contragolpes lisos que desembocam no centroavante de pebolim ALOÍSIO. Ele inferniza a zaga alviverde com escapadas rápidas, feito um batedor de carteiras em fuga e, assim como estes singulares profissionais, só é parado na PORRADA.

Mas o Ju responde. O papo Júlio MADUREIRA tenta demonstrar empiricamente que matéria atrai matéria na razão direta das massas e dos galetos, afinal estamos em Caxias do Sul, mas a branca esfera não cai o suficiente e perde-se nas alturas da arquibancada, quase acertando uma nona que não perdoa: PORCO ZIO GURI! Logo depois, justificando a macheza do futebol praticado na serra gaúcha, o zagueiro e cantor nas horas de folga BILL ANDERSON é expulso após desentendimento com Bruno SALVADOR, do Juventude. “Macho que é macho toma chimarrão sem bomba”, teria dito o zagueiro na saída, a um dos repórteres.

Um vento gélido arde nas orelhas do público, mas não diminui as provocações. Crássico é crássico, rapá. Os papos, em maior número, elogiam com variedade de adjetivos as progenitoras dos torcedores grenás que, por sua vez , atazanam o ambiente com longilíneas vuvuzuelas. As orelhas ardem ainda mais. Ao meu lado um velhote grita OLHA O MIJO, na tentativa frustrada de que duas garotas desobstruam sua visão. Não obtém sucesso, igualzinho aos ataques dos dois times.

O segundo tempo começa parelho, feito o primeiro. Aos 4 minutos, chute de Edenilson, do Caxias. Resposta do Ju com Rafael, de cabeça, sem sucesso. Aos 26 minutos o técnico do Juventude, Osmar LOST, mexe no time e obtém relativa melhora com a entrada de Umberto. Gordinho CAMARGO, do outro lado, responde com o ingresso do colombiano PALÁCIOS. Mas a pressão é alviverde. Júlio Madureira ajeita para o meia Gustavo, que desfere o chute GROSTOLI SECO (a variante regional do folha seca de Didi) na tentativa de surpreender o arqueiro grená, mas o efeito não resulta o esperado.

O gramado ainda estava úmido, o planeta havia despencado em forma de água na noite anterior. O quitute empapou. Aos 44 minutos, chance inequívoca de gol para o Caxias: Palácios apara cruzamento de Edenilson, mas o zagueiro RAFAEL tira milagrosamente em cima da linha. O goleiro, mais batido que mulher de BRIGADIANO, agradece efusivamente ao companheiro. Levando as mãos à cabeça, um obeso torcedor identificado com as cores da FANTA UVA esbraveja: POR MIL POLENTAS!

Na volta para casa, um Corcel BRANCO caindo aos pedaços e com uma escada em cima jaz estacionado na penumbra da calçada. Do interior do antigo e mal conservado bólido, baixando o vidro à manivela, um sujeito com uma barba homérica me pergunta como foi o Ca-Ju. ZERO A ZERO respondo, sem esconder o tédio. Chuto uma lata vazia de cerveja que algum porcalhão deitou no solo. A história do respeitável clássico e do emblemático Corcel não mereciam um capítulo tão melancólico.

Texto enviado por Tiago Marcon, de Caxias do Sul.
Fotos de Luiz Erbes

Anúncios

Entry filed under: Contribuições, Série C.

Comecem a vender camisas do Juan Aurich Alegria, alegria na Ilha da Magia

33 Comentários Add your own

  • 1. Cunegundes, o mulato frajola  |  03/08/2010 às 13:38

    Foda, fodebol é assim, sangue, suor e cachaça

  • 2. Rudi  |  03/08/2010 às 13:43

    No caso é sangue, suor e GRAPPA

  • 3. Álisson  |  03/08/2010 às 13:47

    Cara, que saudade de Caxias!
    E olha que eu só morei lá por 6 meses.

  • 4. dante  |  03/08/2010 às 14:02

    belo gramado ou é impressão minha?

  • 5. Tiago Marcon  |  03/08/2010 às 14:08

    não tava não ruim não Dante. Mas um pouco é o tratamento da foto

  • 6. Eduardo  |  03/08/2010 às 14:27

    putz… que texto bacana Tiago.
    isso me lembra os clássicos entre Santo Ângelo e São Luis de Ijui (clássico do Noroeste gaúcho), nos tempos em que o Santo Ângelo tinha bons e TOSCOS jogadores como Edson (irmão do Emerson – pelotas/gremio/milan/madrid/seleçao, etc…) e Nestor Simmionato comandando, e não jogadores em começo de fim de carreira como Anderson Pico hehehe

    com sua devida dimensão, é claro…. não estou nem de longe comparando ao clássico de 2 dignos campeões gaúchos.

  • 7. Eduardo  |  03/08/2010 às 14:32

    OFF:

    Dante, venho me desculpar pelas brincadeiras de que todo mundo é o Dante. 🙂 só pelo fato de não gostar de Comunidade ninjitsu, tu já merece meu respeito… hehehe . parei!

    alias, como gaúcho e bairrista, mesmo que não goste(o que inclui a supracitada), tenho muita coisa de bandas gaúchas(o que inclui a supracitada). por isso me dou o direito de comentar :). mesmo que não goste de algumas, VIDA LONGA a todas as bandas gaúchas.

  • 8. Hugo  |  03/08/2010 às 14:38

    Sei que não tem nada a ver, mas: nenhuma palavra sobre o novo capítulo da novela “Meninos da Vila”?

  • 9. Tiago Marcon  |  03/08/2010 às 14:42

    #6
    ô Eduardo, mas os clássicos do interior têm mesmo uma atmosfera peculiar…os Ca-Jus me lembram da infância. O Bra-Pel deve ser assim tb….

  • 10. sadi luis  |  03/08/2010 às 14:49

    eu sou caxias mas o gramado da varzea é de prima, somente o gramado….o futebol é de quinta;no ano passado foi feito um projeto de renovação do gramado,eles estavam achando que havia um sapo enterrado no potreiro, deu no que deu estão na c caiiiindooo !!!!! pra d ; adeus papo ………….

  • 11. Felipe (o catarina)  |  03/08/2010 às 14:57

    legal, mas na Série C tô torcendo pelos catarinas Criciúma e Chapecoense. O Tigre tá bem, lidera o grupo com um jogo a menos, se não me engano, e a Chape ganhou uma (Brasil) e perdeu outra (Caxias, acho).

    É um grupo complicadinho esse. Acho que há grandes chances de os dois que passarem chegarem à Série B, já que no outro grupo tem babas do naipe de Luverdense, Macaé, Ituiutaba (acho que é isso), Marília e Gana. Lá no norte também tá flórida, com Paysandu, Fortaleza e o já tradicional na terceirona Rio Branco do Acre num grupo. No outro, tem o ABC e o CRB do Thalles.

  • 12. Felipe (o catarina)  |  03/08/2010 às 14:57

    *Gama

  • 13. catarina cristo  |  03/08/2010 às 15:13

    “E o último cai para a masmorra da série D (sim, ela existe).”

    É pra eu rir, né? Só pode ser piada. Só pode.

  • 14. Tiago  |  03/08/2010 às 15:26

    Muito legal ver alguém empregar a palavra “gringo” com o real significado que ela possui nos nossos pagos. Ainda há esperança na província.

  • 15. dante  |  03/08/2010 às 15:42

    sem MÁGOAS, eduardo.

  • 16. douglasceconello  |  03/08/2010 às 15:50

    Minha maior decepção é ninguém nunca ter me chamado de GRINGO.

    Acho que vou me mudar para FLORES DA CUNHA pra resolver isso.

    Muito massa o texto, Marcon.

    Estreia de GALA.

  • 17. Tiago Marcon  |  03/08/2010 às 15:51

    #13
    e o q será q acontece com quem fica por último na série D???

  • 18. catarina cristo  |  03/08/2010 às 16:03

    #17

    Ai, ai.

    Assim é BOM ser torcedor de futebol.

    (As vagas pra série D são disputadas nos estaduais por todo mundo que não estiver na Série C)

  • 19. Atilio  |  03/08/2010 às 16:18

    ahheeha curti o texto… “chute GROSTOLI SECO”… e “POR MIL POLENTAS”… ri muito.
    Mas senti a MELANCOLIA do final. Principalmente porque o EU LÍRICO do texto chuta uma lata de cerveja e não um GARRAFÃO de vinho.

  • 20. Tiago Marcon  |  03/08/2010 às 16:24

    #16
    Valeu Douglas. É uma HONRA ser publicado no IMPEDIMENTO.

    #18
    o último de cada grupo cai pra série D
    http://www.clicrbs.com.br/pdf/8696867.pdf

  • 21. rafael botafoguense  |  03/08/2010 às 16:27

    o foda é o tupi que quase nunca joga com o tupynambás.

    QUEREMOS TUTU PORA!

  • 22. catarina cristo  |  03/08/2010 às 16:30

    #20

    Oxe, tu tá falando da Série C ou da Série D, Tiago?

    Eu tou falando da D.

    E não precisa pegar ar não, viu? Tamo só conversando.

  • 23. Tiago Marcon  |  03/08/2010 às 16:39

    Ô Catarina, eu tb tô falando da D. No stress cara, acho q entendi errado teu comentário.

  • 24. catarina cristo  |  03/08/2010 às 16:43

    então, respondendo à sua pergunta, sobre o que acontece com quem fica em ultimo lugar na série D:

    Volta pra casa e, no ano seguinte, disputa uma vaga pra jogar a série D de novo no seu estadual.

    É pela classificação nos estaduais que se definem os times da Série D.

  • 25. Diogo  |  03/08/2010 às 18:17

    Meu irmão, assim que se mudou para Caxias resolveu escolher um time local para “simpatizar” e pensou até em comprar uma camisa do Caxias, afinal o Juventude estava em decadência e havia tomado OITO do inter.

    Pois bem, logo no primeiro jogo que ele acompanhou, o Caxias tomou OITO do inter.

    Por mil polentas!

    Atualmente ele desafia a belicosidade anti-grenal da cidade com um adesivo do Grêmio colado no carro.

  • 26. Carlos  |  03/08/2010 às 18:54

    Bah, não consigo gostar de caxias. Talvez pq uma vez fui lá dar uma de vela pra um parceiro e a mulher q a amiga tentou botar pra mim só faltou me guspir (é guspir mesmo).

  • 27. Junior  |  03/08/2010 às 20:11

    As histórias do Carlos são únicas.
    O Carlos é o Bukowski gaudério, hsfdggfdsf.

  • 28. Felipe Z.  |  03/08/2010 às 23:22

    Um salve a querida gringolândia!!!

    CODIONA!!!

  • 29. dante  |  04/08/2010 às 11:22

    concordo com o carlos, bento gonçalves é bem melhor.

    FUZIMO DI BENNNTO.

    FUZIMO DI NOVO.

  • 30. Tiago Marcon  |  04/08/2010 às 11:44

    Õo Carlos, tens de vir de novo pra Cacias e tirar a má impressão!

  • 31. Bruna  |  04/08/2010 às 12:27

    Maravilhoso texto!!!!
    Retrata exatamente o sentimento de um CA-JU!!!!

  • 32. Carlos  |  04/08/2010 às 13:06

    #30
    Tiago, valeu o convite.

    Mas fui condenado a cumprir prisão perpétua (Casamento).

  • 33. zobaran  |  13/08/2010 às 21:37

    Muito bom… Só exagerou na saturação da foto. heheh

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • Porque não chegaria à Libertadores. 9 hours ago
  • Fim também para o improvável Paraná 3x2 Atlético-MG, um grande jogo que vocês não previram. 9 hours ago
  • Bahia soma a taça de 2017 às de 2001 e 2002. Como em 01, ganha contra o Sport. Fez um baita jogo hoje, podia golear, mas Magrão foi enorme. 9 hours ago
  • ACABOU. O BAHIA É CAMPEAO DO NORDESTE PELA TERCEIRA VEZ. 9 hours ago
  • Juizão distribuindo cartões vermelhos pro banco do Sport. 9 hours ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: