Forlán é uruguaio, Messi é catalão

09/07/2010 at 06:00 49 comentários

Diego Forlán e Lionel Messi têm uma qualidade em comum: nunca jogaram uma só partida pela liga profissional dos seus países. No que diz respeito à vibração dentro de campo, porém, não há comparação. Messi jogou a Copa como se estivesse jogando a Copa do Rei da Espanha; Forlán jogou uma Copa do Mundo. Messi foi um catalão defendendo um país estranho; Forlán, um uruguaio que parecia dever alguma coisa para sua gente.

Forlán jogou nas divisões inferiores de Danubio e Peñarol antes de pegar o Buquebus e jogar na Doble Visera. Pelo Independiente, chegou a jogar a Libertadores da América. Messi, por sua vez, saiu de Rosario ainda virgem e impúbere. Atravessou o oceano para conseguir um clube que lhe pagasse os hormônios de crescimento que ele precisava: achou o Barcelona, depois de passar com brilhantismo em um peneirão. Messi, vestindo azul e grená, teve jogos impressionantes. Forlán militou bastante antes de conseguir ser diferenciado. Penou na Inglaterra, demorou a vingar em outro time espanhol.

Jogando no clube mais rico do mundo e defendendo as únicas cores pelas quais conseguiu manifestar amor, Messi nessa Copa pareceu padecer do mesmo mal que assolou Ronaldinho até a sua decadência total na carreira. Enfrentou poucas dificuldades, raramente foi contestado. Isso ajuda a criar gana. Na hora mais difícil, Forlán deu um sapataço de fora da área, com a perna esquerda, e empatou o jogo contra a Holanda. Messi não vibrou na mesma sintonia quando sua Argentina foi humilhada pela Alemanha. Fosse o Barcelona humilhado da mesma forma, a chance seria maior.

Maradona deve ter sido a pessoa que mais lamentou o fracasso de Messi. Ele já estava na Europa, quando isso era mais difícil,  no momento em que levou a Argentina ao campeonato mundial. Mas Maradona via, em sua gente, pessoas por quem lutar. Maradona lembrava dos cebollitas, da infância pobre, da alegria daquele povo, cada vez que enlouquecia com um gol. E Messi? Tem essa memória afetiva? Messi luta pelo quê?

Forlán via, na concentração da Celeste, um pouco do país que tanto amava e que largou tão cedo. Alegre por isso, compartilhava cada momento: o churrasco, o pingue-pongue, a festa no hotel. Forlán parecia dever algo para o seu país, e cumpriu uma parte da sua dívida com uma grande Copa.

Que bom que no fundo, o coração sempre vai mais longe.

Até a vitória,
Luís Felipe dos Santos

Anúncios

Entry filed under: Copa do Mundo.

Torcedores de luxo EN VIVO – Uruguai x Alemanha

49 Comentários Add your own

  • 1. Gabriel R.  |  09/07/2010 às 09:30

    Bah, quanta asneira. Meu deus! O messi, mesmo não marcando nenhum gol, fez uma boa copa, no entanto sempre tinha uns 3 em cima dele, dai sempre dificulta mais. E no 4×0 da alemanha NINGUEM JOGOU NADA, não foi “mérito” só do Messi. Acho até sacanagem levantar a hipótese de que ele possa não gostar do seu país só por ter saido cedo.

  • 2. Serramalte Extra  |  09/07/2010 às 09:40

    O pior é que dizem por aí que o Messi criança foi oferecido ao Grêmio antes de ir pro Barcelona, mas foi rejeitado porque custava caro (mais de ZERO reais) pra um guri…

  • 3. Serramalte Extra  |  09/07/2010 às 09:40

    (na época da ISL)

  • 4. Alexandre N.  |  09/07/2010 às 09:42

    #1

    Rapaz, acho que você não entendeu o que o texto quis dizer. O LF só fez um comparativo sobre o comportamento que os dois demonstraram durante esta Copa.

    Isso não quer dizer que o Forlan comeu a bola e o Messi não. Muito pelo contrário, a Argentina só foi tão bem assim POR CAUSA do Messi. Se ele não estivesse lá, é ruim que aquela seleção teria chegado tão longe assim.

  • 5. Kleiton  |  09/07/2010 às 09:42

    Não acho que o fato seja “gostar” ou “não gostar” do país.

    O fato é ter uma história pra contar, criar raízes com o lugar de onde veio. Forlán é o representante do sentimento nacionalista, um cara que por um motivo ou outro (o LF colocou alguns no texto) sentia como se fosse – realmente – a sua pátria de chuteiras. O Messi é um cara, digamos, “do mundo” – saiu cedo de seu país para jogar por um time estrangeiro, cercado de jogadores multinacionais. Que vivência ele teve na sua terra natal pra criar identificação?

    Concordo com o LF, e gostei do texto.

  • 6. Flávio  |  09/07/2010 às 10:14

    Pelo amor de Deus, os textos sobre a Copa estão cada vez mais rançosos… Volta, Libertadores!
    Messi, podendo defender a Seleção Espanhola, preferiu jogar pela seleção do país onde nasceu. Messi chorou quando a Argentina foi eliminada. Se isso não é gostar do seu país…

  • 8. Fernando Cesarotti  |  09/07/2010 às 10:21

    Pois é, eu ia discordar do texto e o Flávio já disse o que eu penso: o Messi teve a chance de jogar pela Espanha, mas preferiu a Argentina. (Imagina ele nesse time da Espanha de hoje, no lugar do fru-fru do Torres). E os relatos que chegaram da concentração (muito mais fechada que a uruguaia) é que ele estava muito bem integrado ao grupo, jogando truco e tudo o mais.

    Acho que ele foi muito melhor que o Kaká, por exemplo, na missão de ser o “10” que tem a obrigação de botar a bola debaixo do braço e resolver. Mas acabou sobrecarregado pela falta de esquema da Argentina, quando Diego resolveu escalar um 4-qualquer coisa contra a Alemanha e deixar para o Messi se virar.

    Pode ver que ele sempre passava pelo primeiro alemão, às vezes pelo segundo e quase nunca pelo terceiro – até porque tem coisas que não se resolvem só à base de “aguante”.

  • 9. Gabriel R.  |  09/07/2010 às 10:49

    #4 Eu entendi isso alexandre, só que uma das formas de se “mensurar” isso são pelas atuações, até porque se tem poucas informações de vestiário, concentração e tal. Quem é qualquer um de nós pra afirmar que alguém gosta mais do seu país do que outro. Isso é muito pessoal. Fizeram um gritero na argenitna quando o barcelona ganhou do estudiantes, pixaram o nome do guri por tudo, mandaram pra tudo que foi lugar e ele preferiu atuar pelo pais onde nasceu.

    Mas o Flávio matou a charada, é muito ranço, tá demais!

  • 10. Mauro  |  09/07/2010 às 10:56

    Quanta amargura!…

  • 11. Maurício  |  09/07/2010 às 11:20

    O Luis Felipe pode intuir o que quiser sobre os sentimentos do Messi em relação à Catalunha e à Argentina.

    O fato é que quando ele pode escolher, escolheu jogar pela Argentina. Isso é um fato e ignorar esse fato tirou credibilidade do que ele queria dizer…

    abraço!

  • 12. gabrieldivan  |  09/07/2010 às 11:25

    Escolheu jogar?

    Entao que JOGASSE. Nao compareceu, para variar.

    E nao venham dizer que um cara daqueles pode ter feito uma “boa” copa com meia duzia de passezinhos.

  • 13. Álisson  |  09/07/2010 às 11:26

    Não é questão de “gostar” do país ou não. Ninguém falou que o cara não gosta da Argentina. É uma questão de história, de referencias. Desde que se entende por gente, o Messi convive com o pessoal da Catalunha. É esse pessoal que ele vê todos os dias, é com eles que ele teve grande parte de suas experiências de vida.
    Se fosse pra se sacrificar, seria por eles que ele jogaria mais.
    O Messi jogou muito nessa copa, até porque talento ele tem de sobra. Mas faltou vibração, os olhos esbugalhados, a batida no peito. Faltou sentimento, eu acho.

  • 14. FERN  |  09/07/2010 às 11:34

    ambos não são SOLDADOS, são SOMENTE players, o que ja não é pouco!!!

    este discurso não cola, ainda bem… fica só na curta imaginação de alguns, mas no fundo NADIE leva-o à sério, pois a COPA acaba e tudo volta ao NORMAL…

    o FOOTBAL está PARALELO a tudo isto, OU DEVERIA…

  • 15. FERN  |  09/07/2010 às 11:36

    e pra mim é mas IMPORTANTE!!! sei eu sou LOUCO…

  • 16. FERN  |  09/07/2010 às 11:42

    pero o fracasso de Messi e tb o de Kaka, foi por mim lamentado, pois se estes seguissem adelante, nosotros seriamos campeones no domingo próximo…

  • 17. Prestes  |  09/07/2010 às 11:54

    O Luis é incendiário, hudshuausdhashdasu

  • 18. Godo  |  09/07/2010 às 11:57

    “Maradona lembrava dos cebollitas, da infância pobre, da alegria daquele povo, cada vez que enlouquecia com um gol. E Messi? Tem essa memória afetiva? Messi luta pelo quê?”

    Aí, não. Messi, durante todos os jogos em campo, pegou a bola e arrancou em direção ao gol. Lutou como qualquer outro do time – talvez mais, porque QUIS corresponder às IMENSAS expectativas em torno de si nesse Mundial.

    Acho a comparação injusta. Forlán jogou muita bola e Messi também. Messi, inclusive, foi o cara que mais apanhou de zagueiros na Copa, porque não aliviava e ia pro jogo.

    A Argentina não está na final porque só 2 times chegam lá e a Argentina não foi um deles, como outros 30. Acontece. Não acho que tenha sido culpa do Messi.

    Acho, isso sim, que as pessoas IGNORAM totalmente o que foi Maradona em campo e cobram de qualquer camisa 10 argentino as mesmas peripécias.

  • 19. joilson  |  09/07/2010 às 12:25

    acho que o problema do messi nao foi falta de raça e vontade de recompensar o país.
    nao deu porque ele ficou muito marcado pelo esquema do maradona.
    falar agora da historia e da diferença briosa com a coisa ja escrita é fácil.
    é partir do resultado para chegar a causa e nao o contrário.

  • 20. Maurício  |  09/07/2010 às 12:30

    Ah, se o cara não esbugalha os olhos ou fica de quatro comendo grama e urrando que nem o Dunga ele não é um patriota nem se importa pelo time, hshshshs.

    A vida não é um melodrama mexicano, as pessoas tem maneiras diferentes de lidar com as coisas.

  • 21. Magro  |  09/07/2010 às 12:33

    E Deus é gaúcho:

    1- Quando ele conversa, parece uma briga
    2- As 6 da manhã, mesmo sábado ou domingo, ele já faz barulho com a “chaleira e o mate”
    3- Domingo sempre tem churrasco de meio-dia
    4- O que sobra, vira arroz carreteiro
    5- Se é colorado, é anti-gremista
    6- Se é gremista, é anti-colorado
    7- Se não tem dinheiro vai para: Capão da Canoa, Imbé e Tramandaí as melhores praias do Sul.
    8- Se tem dinheiro vai para: Punta del Este, Floripa e Bahia.
    9- Não dá a mínima para o 7 de setembro e sim para o 20 de setembro.
    10- Canta de cor todo o Hino Rio-Grandense no 20 de setembro
    11- É separatista
    12- Paga ” um boi ” pra não entrar numa briga e, depois que entrou paga ” dois bois ” pra não sair
    13- Tem a bandeira no RS colada na traseira do carro
    14- Odeia a poluição de São Paulo, mas adora a de Buenos Aires
    15 – De Getúlio a Médici, todos grandes presidentes . Por que? Eram gaúchos …
    16- Deus enviou o seu Messias ao Rio Grande do Sul . Nome? Leonel Brizola
    17- Se acha provinciano, e se orgulha disso
    18- Harvard? Oxford? Cambridge? Yale? Princeton? Sorbonne? Que nada, universidade é a Ufrgs, chamada de “a federal”.
    19- O Centro de Porto Alegre, não fica no Centro ….
    20- Quando neva em Gramado, faz de conta que já sentiu frio bem pior.
    21- A estrada que vai para o litoral se chama “Free-Way”
    22- “Balada” tem conotação a tiroteio
    23- Tomar um “Balaço” é embriagar-se
    24- Vai no Marcanã ver o Fla-Flu com camiseta do Grêmio
    25- Reza pra encontrar alguém do Casseta & Planeta e encher de porrada!
    26- Fez CPOR, na arma de cavalaria
    27- Já quis ser piloto da Varig.
    28- Pelé foi um enganador, craque era o Tesourinha e o Alcindo
    29- Quem tem o sítio, tem uma “eguinha”, pra dar ” banda” no sábado
    30- Acha que entende tudo de vinho
    31- Acha que a melhor cerveja do mundo é a Polar
    32- Não tem a mínima idéia do motivo que pão francês é “cacetinho”
    33- Gosta de domir depois do churrasco . “tchê, vou tomar uma magnésia bisurada
    e dar uma sestiada..”
    34- Adora passear na Expointer
    35- Chama a esposa de “Mãe” e marido de “Pai”
    36- Ou é “chimango ou é maragato”
    37- Ou é PT ou é anti PT e não tem meio termo
    38- Adora passar o dia em Gramado
    39- Acha Gramado caríssimo
    40- Adora chamar os outros de “fiá-da-puta” cujo plural é “fiá-das-puta”
    41- Enlouquece quando é chamado de “filho da puta”
    42- Adora assistir corrida com chuva no Autódromo de Tarumã
    43- Acha a Oktoberfest de Santa Cruz do Sul melhor que a de Munique
    44- Sabe de cor o ” Canto Alegretense, Céu Sol Sul e Querência Amada”.
    45- Sempre leva um baralho de cartas pra praia, pra um ” carteado com dia de chuva”.
    46- Acha a Cidade Baixa um espécie de “SoHo” nova-iorquino dentro de Porto Alegre
    47- Acha o Moinhos de Vento parecido com a Recoleta ou Palermo Chico
    48- Sempre foi apaixonado pelas “gurias do Anchieta”..as Anchietanas
    49- Já conheceu uma namorada no Dado Bier
    50- Traiu a namorada no Café do Prado
    51- Vai pra Factory em São Leopoldo, pra não ser descoberto
    52- Gosta de ir no “Parcão”, no “Brique” e na “Encol”.
    53- Não perde uma despedida de solteiro na “Tia Carmen”
    54- Gosta de dias de sol no inverno, pra “lagartear”
    55- Acha que ainda esta em tempo de “pegar em armas contra a ditadura do
    governo central”
    56- Chama o Metrô de “Trensurb”
    57- Já foi no ” Ocidente”, no Bom Fim, mas nega até a morte!
    58- Chama arquibancada de “Geral”
    59- Chama “Geral” de “Coréia”
    60- Os Colorados acham que o Beira-Rio é maior que o Olímpico
    61- Os Gremistas acham que o Olímpico é o maior que o Beira-Rio
    62- Chama cavalo de “pingo”
    63- Chama menino de “piá”
    64- Chamam as lésbicas de “Machorra”
    65- Chama os vizinhos “as véia(o) aí do lado”. Independente da idade deles.
    66- Chama massa de ar polar de “minuano”
    67- Já cantou muito Kleiton & Kledir
    68- É sócio, ou já foi, do Grêmio Náutico União ou da Sogipa.
    69- Sempre quis ser sócio do Leopoldina Juvenil
    70- Espera o ano todo pela Feira do Livro
    71- Tem a mania de falar “Buenas Tchê”
    72- Acha que as gaúchas são as mulheres mais bonitas do Brasil

  • 22. Eduardo  |  09/07/2010 às 12:43

    #2 Serra, isso não quer dizer que ele jogaria o que joga hoje.
    infelizmente, no GRÊMIO, esse papo de priorizar a base é só prá inglês ver. ou melhor, só prá imprensa, pois os ingleses os levam quando entram no profissional. “malemal” jogam aqui.

    ——————————————

    Gente, morar no exterior é excelente mas realmente acabamos perdendo a noção de como algumas coisas funcionam nos nossos locais de origem. Morei por quase 15 anos em Porto Alegre e nunca fui assaltado. Última vez que fui, olhava prá todos os cantos, sempre desconfiado de algo, sabendo que aqui nos EUA (pelo menos onde moro), essa desconfiança não existe. Entendi que o LF tentou falar desse sentimento do Messi. Não é que ele não goste da Argentina, mas sim que a “água dos olhos” não sai tão fácil por ela. Por uma razão simples… ele não viveu o suficiente por ela.

  • 23. Felipe (o catarina)  |  09/07/2010 às 13:08

    num jornal aqui de SC, um colunista fez mais ou menos essa comparação que o LF fez, mas entre Messi e Tévez, dizendo que o Tévez tem mais gana – não que goste mais da Argentina, mas tem mais gana – que o Messi por ter crescido numa favela em Bs.As., jogou no Boca, ganhou Libertadores, etc. e tal, enquanto o outro mora desde os 13 anos no outro lado do oceano.

    Pode ser que faça sentido, sei lá, mas depende da experiência de cada um. Vcs já foram ao MS, a RO? Tem nego lá que nunca botou os pés no RS mas cultiva a cultura de vocês com um fervor como se tivesse sido parido em Alegrete.

    apesar de não concordar com o LF, gostei de ver que a linha editorial segue a mesma. Quando leio o Impedimento, quero ler uma defesa fervorosa, abobada, bitolada e lunática do futebol sul-americano, uma babação de ovo a esses Uruguais da vida, sempre com a qualidade de texto característica dos escribas daqui. Pra ler coisas imparciais e insossas, existem outros 10 milhões de blogs na internet, por baixo.

    bom findi, boa sorte pros charruas e boa transmissão pro povo da ImpedLiveTV. Foi um prazer ter transmitido jogos com vcs, mas o de manhã não vou poder. E, Fino, boa sorte no domingo. Torço pelo teu time.

    abrazos!

  • 24. Felipe (o Canoense)  |  09/07/2010 às 13:54

    #22 e #23
    Tô com vocês e não abro.

    Há 10 anos moro na terra do Catarina (bah, agora vai misturar tudo!), e vivi até quase a “idade adulta” em Hugo Lagranha’s Town(Canoas).

    Mas nem por isso sou “menos gaúcho”, ou deixo de ter orgulho do lugar que nasci. A única parada boa dessa distância é que tu aprende a rir de algumas bobagens que o cara pensava quando era mais novo, como se o lugar que tu nasceu fosse o melhor do mundo e o resto estava “abaixo”.

    Deixem o Messi. Ele, como o Ronaldinho Assis, vivem perseguindo objetivos imaginários, que muitas vezes a imprensa (sempre ela) cobra por razões obscuras (ns)

    Abraços

  • 25. Guto  |  09/07/2010 às 14:14

    #21 Magro

    No caso, gaúcho de Porto Alegre né?

  • 26. Júnior Martins  |  09/07/2010 às 14:20

    O Messi fez uma boa copa, concordo que ele tem uma mentalidade catalã, não tem como, foi com 14 anos para lá, mas não foi culpa dele, o Newell’s não quis pagar o tratamento e ele se mandou. Sorte do Barcelona.

    Mas quanto a parte que ele não tem a garra de quem enfrentou a dificuldades, concordo totalmente, e isso faz diferença numa Copa.

  • 27. arbo celeste  |  09/07/2010 às 14:26

    “Que bom que no fundo, o coração sempre vai mais longe.”
    que frase romântica. parte e chega do/ao coração. mas entendo, tenho largados umas dessas.

    discordo do texto. a maioria aí já disse mais ou menos o q penso. acho q deveríamos acreditar menos no nosso poder de alcance sobre algumas coisas; podemos acabar criando algumas e depois errando sobre erros. Se o Messi tivesse jogado melhor que o Forlán a Copa, LF, tu poderia dizer o contrário? E diria? Não poderia, a comparação, nesses termos de pátria e larará, não faz sentido pra mim. Com a evocação do Maradona, pareceu-me ainda pior. Crepúsculo dos ídolos pedindo passagem.

    Diferentemente do Felipe Catarina (autor de textos – todos – ótimos, aqui), não creio (mas, vá saber, talvez apenas por querer crer) que a “linha editorial do impedimento” seja tão rígida assim. Como contrapartida, sigo respeitando a opinião do autor deste texto aqui, do qual discordo profundamente.

  • 28. arbo celeste  |  09/07/2010 às 14:31

    largadO

  • 29. Francisco Antero  |  09/07/2010 às 14:52

    Forlán estava jogando muito, em boa parte porque sabia o que estava fazendo e o que tinha que fazer.
    Messi, por sua vez, estava completamente fora de sua posição. Ficou meio perdidão, mesmo.
    Agora, pessoal, vamos combinar: o Messi jogou uma Copa muito, mas muito mais-ou-menos, né?

  • 30. Carlos  |  09/07/2010 às 15:01

    Tb não concordo muito com o texto, e tô dando graças a deus q essa maldita copa tá acabando.
    Copa mais chata de todos os tempos, tranquilamente. Dez vezes pior do q a pior q vi (Itália-90).

  • 32. lio messi  |  09/07/2010 às 15:48

    lameme el izquierdo pendejo!…veni que te muestro mi hormona de crecimiento!..

  • 33. Eduardo  |  09/07/2010 às 17:28

    #32 Lio Messi “NÃO-ARGENTINO” manda um “PENDEJO” no texto… o que é uma expressão ………MEXICANA… hehehe

    en argentina se dice BOLUDO, colega… hehehe

    como é espanhol, o Messi real mandaria um “GILLIPOLLAS”

  • 34. Prestes  |  09/07/2010 às 17:30

    “Quando leio o Impedimento, quero ler uma defesa fervorosa, abobada, bitolada e lunática do futebol sul-americano, uma babação de ovo a esses Uruguais da vida, sempre com a qualidade de texto característica dos escribas daqui. Pra ler coisas imparciais e insossas, existem outros 10 milhões de blogs na internet, por baixo.”

    CATARINA DISSE TUDO

  • 35. Gralha  |  09/07/2010 às 17:36

    mil anos depois, escrevo aqui de novo.

    Concordo, Messi fez uma Copa regular, nada de mais. Deu uns dribezinhos, uns passezinhos, ok, o que mais???

    Claro, ele foi melhor que 97% dos outros jogadores, mas quem se destacou nessa Copa? Ele foi apenas mais um e tinha potencial pra fazer muito mais.

  • 36. Junior  |  09/07/2010 às 20:45

    “A vida não é um melodrama mexicano, as pessoas tem maneiras diferentes de lidar com as coisas.”

    Pefeito. O Messi é um jogador diferente do Forlan e do Tevez, tanto no Barcelona quanto na Argentina. Contra a Inter de Milão o comportamento dele foi igual ao contra a Alemanha, não vi diferença. Essa história de que TODO jogador precisa dar carrinho, cerrar os dentes e morder grama é muito piegas pro meu gosto. Um jogador técnico como o Messi tem a mesma gana de vencer que outros, apenas demonstra de maneira diferente. Por exemplo, acho o Tevez superestimado, é muito bom jogador, mas longe de ser o craque que alguns acham.

    “Enfrentou poucas dificuldades…”
    “Mas quanto a parte que ele não tem a garra de quem enfrentou a dificuldades…”

    Acho esse tipo de pensamento uma besteira. Quando o Messi chegou em Barcelona com 14 anos, vindo de Rosário, uma cidade interiorana e precisando de um tratamento para crescer, ele não era ninguém. Certamente teve que lutar muito para vingar em um país estrangeiro, e no começo da adolescência, sem ter a maturidade de um adulto. Se um guri de POA já sofre com as “panelinhas” dos garotos que estão há mais tempo no Inter/Grêmio, imagino o que um estrangeiro nanico deve ter sofrido para se afirmar no Barcelona. É bom relembrar que quando o Messi surgiu, alguns comentaristas brasileiros diziam que com aquele físico e tamanho, dificilmente ele seria titular de um grande clube. Olhar para o Messi melhor do mundo e milionário e dizer que ele não teve muitas dificuldades é fácil. O Forlan é filho de jogador famoso e forte fisicamente, provavelmente teve muito menos dificuldades que o Messi para se tornar um jogador profissional.

  • 37. fino  |  09/07/2010 às 22:25

    As coisas se nivelaram na Copa porque o Messi jogou abaixo do que podia. Forlan, talvez com algum exagero, mas não muito, de minha parte, levou o Uruguai nas costas.

    Não tem explicação. Acontece. É Copa do Mundo.

  • 38. fino  |  09/07/2010 às 22:27

    Ou o Uruguai teria o mesmo desempenho SEM o Forlan?

  • 39. matheus  |  10/07/2010 às 02:55

    messi é catalão certo

  • 40. arbo  |  10/07/2010 às 11:04

    bá, o gralha voltou!

  • 41. rafael campos rocha  |  10/07/2010 às 15:01

    rapaz, eu gosto do texto e concordo com ele, apesar de não concordar com os personagens. acho que o forlan tem 31 anos e messi 22. forlan nunca teve ou terá a oportunidade de ganhar uma copa – a não ser, de agora em diante, como técnico – e messi tem mais duas, pelo menos, pela frente. maradona foi pior que ele na copa de 82 e assim vai. sem falar em uma coisa edipiana que complica na relação messi e maradona, uma perversidade da parte de maradona que me lembra mesmo o que os pais fazem com os filhos. mas isso não é assunto pra comentário.

  • 42. Federico  |  10/07/2010 às 18:51

    oi a todos.
    recebi esse seu texto, Luís Felipe, por um amigo argentino que também mora no Brasil e comentou os “absurdos” que um brasileiro andava falando do Messi
    Pois depois de ler, percebo que, apesar da cobrança ser um pouco “exagerada”, como dizem, acho que há muitos pontos de valia.
    quando perdemos para vocês em Rosário a cidade amanheceu cheia de escritos dizendo a mesma coisa que você diz, “Messi é catalão”. Havia uma revolta geral dos argentinos pelo fato do Lionel não ter a mesma gana pela albiceleste do que pelo Barcelona.
    Não podemos deixar de ver que a Pulga se esforçou em fazer uma grande Copa, talvez tenha faltado organização, inteligência, mas não gana. Também não me identifico ao ver Messi vestindo a camiseta argentina, e me ressinto de ele nunca ter jogado por um time do meu país, mas creio que com toda essa globalização, esse seja o menor dos problemas.
    Talvez, como dices, Messi não esteja muito acostumado com as dificuldades do jogo, pois na Espanha não marcam tanto como marcaram na Copa e ele está acostumado sempre a brilhar com Xavi e Iniesta, não com Di Maria e Otamendi.
    Um abraço e sorte, cuidado se algum argentino passar pela rua e te xingar, jeeje

  • 43. Federico  |  10/07/2010 às 18:54

    Outra é que realmente falta na Argentina um jogador como Forlán, que pegue o jogo para si, pegue a bola e leve debaixo do braço, e isso faltou para Messi, mas talvez a experiência lhe faça melhorar, não esqueçamos que Maradona em 82 também foi imaturo e jogou nada, e quatro anos depois, mesmo fora do país, levava a albiceleste nas costas, com a “mano de dios” e todo que vocês sabem

  • 44. Ernesto  |  11/07/2010 às 02:09

    Messi não foi para a Espanha por causa de uma leucemia, o algo mais grave do que “problemas para crescer” ?

    Logo, se a Argentina nao foi inteligente e perspicaz de resolver essa questão, mas sim o Barcelona, acusar o guri é palhaçada. Fez o que tinha que fazer, pensando nele. E com certeza, como disseram, para aguentar essa pressão, essas cobranças, com 22 anos, o cara tem que “gostar” muito do país.

    E que baita preocupação do Maradona com os “cebollitas”. Deu até pra ver por aquele humilde “CEBOLÃO” CRAVEJADO de diamantes

  • 45. FERN  |  11/07/2010 às 10:48

    Messi não estava presente no protesto de sábado, o Som una nacion, nosaltres decidin…

  • 46. Caue Fonseca  |  12/07/2010 às 00:43

    “A vida não é um melodrama mexicano, as pessoas tem maneiras diferentes de lidar com as coisas.”

    Isso meio que resume tudo que eu ia dizer, só a acrescentar: Messi “sentiu” a camisa da Argentina como todo argentino sentiria. Com orgulho, respeito, doação máxima e tudo mais.

    Os grandes diferenciais para a campanha de Forlán e de Messi, a meu ver, foi que um tinha o Oscar Tabárez para saber como utilizá-lo e o outro tinha o Maradona, que é um baita sujeito, mas não é um técnico. O outro é que um pegou Gana e o outro a Alemanha nas quartas de final.

    Fora que o Messi é um piá. Daqui a duas Copas terá a idade do Forlán hoje. Tem muito o que arrebentar e amadurecer ainda pela frente.

  • 47. Caue Fonseca  |  12/07/2010 às 00:57

    e outra:

    Sou contra esse monopólio do patriotismo atribuído a quem teve a infância difícil, passou necessidade, ralou em times pequenos e coisa e tal…

    Pelo contrário, esses caras, via de regra (há exceções, sempre há) costumam ser os primeiros a dizer tchau para qualquer chance de seleção/copa/orgulho nacional em nome de forrar o bucho de euros nas ucrânias da vida na primeira chance que surge pela frente.

    Não questiono essa decisão, cada um sabe de si. Mas fato é que até para entender o significado de uma seleção, de uma Copa do Mundo (inclusive para gente humilde que te venera), é preciso um pouco mais de cabeça, de conhecimento, e isso em geral está presente em quem passou menos necessidade, mas estudou um pouquinho mais e viveu em ambientes um pouco mais estruturados.

    Duro é que ele ainda é capaz de ser chineleado justamente por isso, como acontece com Messi.

  • 48. Guilherme  |  12/07/2010 às 04:26

    A culpa do Messi não jogar nada é menos dele próprio é mais do Maradona que escalou um time lamentável.

  • 49. Fernanda  |  15/07/2010 às 00:12

    Sr Luís

    Francamente…

    Querer comparar Forlán e Messi? E pior julgar o último porque o mesmo não marcou o tão falado gol? Se o Sr realmente entendesse de futebol e assistisse aos jogos veria quanta asneira está falando…
    Messi deu todos os passes a gol na Copa, fez questão de jogar na partida contra a Grécia em que Maradona iria poupar todos os titulares e se portou como um verdadeiro cidadão argentino.
    O Sr sabia que ele foi convidado inúmeras vezes para se naturalizar espanhol e assim jogar na seleção espanhola?
    Sabia que ele negou o pedido dizendo que morreria para defender a Argentina?
    E outra se ele não jogou em nenhum time de expressão na Argentina foi porque quando ele ainda era da base “virgem e impúbere” nenhum time argentino se propos a pagar por seu tratamento.
    Agora querer falar que ele desdenha seu país sabendo de todo seu passado é um pouco de ignorância da sua parte não acha?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • RT @p14nt40: Com esse resultado, Inter com chances de terminar a rodada no G4. Seria apenas a 5ª rodada em 17. Na série B, importa estar al… 2 hours ago
  • RT @fsmcruz: @impedimento No caso do Vitória acho que isso não basta. Vai ter que misturar com caco de vidro, soda caustica e ácido muriáti… 3 hours ago
  • Vocês aí discutindo tática e o que está resolvendo as crises de Inter e São Paulo é claramente o SAL GROSSO. 3 hours ago
  • A defesa do arqueiro do Oeste foi tão gigantesca que poderia ser vista até no Leste. perdão 3 hours ago
  • Deve doer para alguém de Itápolis que torcia pro clube local ver esse OESTE FC BARUERI na camisa de um time quase centenário que SE MUDOU. 3 hours ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: