Não sou brahmeiro

10/06/2010 at 12:00 100 comentários

Foi com um bocado de dor que decidi (ou apenas constatei, já que o lance é meio espontâneo) não torcer pelo Brasil na Copa do Mundo. Adianto que posso mudar de ideia. Sujeito facinho que sou, me emocionei ao ver Lúcio cair no choro na final da medíocre Copa das Confederações contra o ainda mais medíocre Estados Unidos. Portanto, sabe lá o que pode acontecer no maior torneio de todos. Mas hoje afirmo que Dunga e seu time não me representam pelas limitadíssimas visões do técnico sobre a Copa, e isso me surpreende ao vir justamente de quem ergueu a dita cuja, e sobre a própria Seleção.

Para Dunga, trata-se de um torneio de sete jogos para o qual ele foi designado a vencer. Entenda-se: não jogar, vencer. Só que ela é bem mais que isso, ainda que enxergá-la de outra forma possa diminuir as chances de título. A Copa do Mundo é um recorte na história. É um mês em que o mundo estaciona para ver o que uma geração ofereceu de melhor nos últimos quatro anos em termos de futebol. Portanto não é por obediência à opinião pública ou à imprensa que Dunga teria a obrigação de convocar jogadores melhores, é por mero respeito à história. E acredite, não tenho o mínimo de simpatia por alguns nomes como Ronaldinho, Pato ou Neymar. Mas não sou mesquinho a ponto de negar ao mundo vê-los em campo só porque eu quero ganhar o maldito torneio.

Mesmo dentro do seu pragmatismo, Dunga tem lá suas falhas. Ele pode afirmar que chamou quem deu as melhores respostas ao longo do seu trabalho. Só que a lógica do “mais vale um burro que me carregue do que um cavalo que me derrube” mascara o fato de que Dunga não tem competência para montar cavalos. Aí entra uma lição que cabe aos clubes gaúchos ouvir com atenção: mau futebol não é pré-requisito para jogar com garra. O bom técnico não é aquele que faz seus 11 jogadores comerem grama, é aquele que faz seus 11 MELHORES jogadores comerem grama. Como em geral obediência e garra são fatores compensatórios para sujeitos com pouco futebol no corpo, é praxe técnicos limitados simplesmente escalá-los em vez de se esforçar para arrancar dos Ronaldos da vida o que eles têm de melhor.

Somada à mediocridade do time que está na África, me dá constrange essa nova imagem espartana atribuída à Seleção com a chancela de seus patrocinadores. Escudos, gladiadores e socos no peito, quem diria, me fazem ter saudades dos pandeiros & mulatas. Ao contrário de Dunga, que declarou que é preciso vivenciar para saber se é ruim (e cuja mãe, deduzo, deve ser um professora de História péssima), sou escaldado o suficiente para saber que esse discurso de deus, pátria e família não costuma dar em boa coisa, especialmente aplicado naquilo que o país tem de melhor. Portanto será benéfico e decisivo para a geração seguinte que esse ufanismo carola todo dê com os burros n’água.

O que me questiono é se Dunga tem noção da arapuca que ele armou para si mesmo. Ao basear sua convocação em lealdade, disciplina e resultados prévios acima de tudo, inclusive futebol, o técnico colocou todas as suas fichas em vencer a Copa e esperar que a taça eclipse o resto (o que provavelmente de fato aconteça em caso de título). Mas se perder, ninguém irá perdoá-lo por fazer o seu melhor, dito que agora ele é o único responsável por quem não levou. Parreira, por exemplo, diluiu sua culpa entre os medalhões de 2006. Agora, o técnico está sozinho. Ninguém culpará o Júlio Baptista.

Na frieza dos números, Dunga apostou no time mais provável que vença a Copa. Certo que ele seria um técnico de vôlei fulminante, só que o futebol é o esporte do improvável, e para isso o técnico não deixou brecha e não tem antídoto. Minha curiosidade não é ver como o Brasil vai se comportar diante da Argentina ou da Espanha, nesses casos o Brasil provavelmente jogará como uma Itália ou uma Alemanha melhorada, e terá grande chance de triunfo. Quero ver o que o Brasil fará se, em um jogo das oitavas de final, uma Suíça da vida marcar um improvável gol de canela aos 10 do segundo tempo e se fechar como um ouriço. Aí quero ver o 4-4-2 mais convencional que um designer da Lada e o Grafite resolverem a peleia.

Aguante,
Caue Fonseca

Anúncios

Entry filed under: Copa do Mundo.

Entendendo o Dunguismo – parte II Despacito na casa de Madiba

100 Comentários Add your own

  • 1. Diogo  |  10/06/2010 às 12:19

    “… Dunga não tem competência para montar cavalos.”

    Se bem entendi o sentido da expressão, essa é, também, a minha visão da convocação do Dunga.

    Ele não tem culhões, ainda, para comandar um vestiário eclético e fazer apostas maiores.

    Mas pelo menos ele sabe disso e não inventa.

  • 2. igor  |  10/06/2010 às 12:27

    vocês são todos uns merdas

    brasil, meu

  • 3. igor  |  10/06/2010 às 12:27

    ótimo texto…

  • 4. Gustavo Santista  |  10/06/2010 às 12:41

    Concordo plenamente, mas assim como o cara que escreveu o texto, vou acabar torcendo pro Brasil.

  • 5. Cunegundes, o mulato frajola  |  10/06/2010 às 12:49

    não sou brahmeiro, esta cerveja tem gosto de bandaid usado, tem gosto de precheca de quenga às 5 da madrugada e cheiro de cabelo queimado, eu gosto é de kaiser, cerveja com gostinho de quero mais, quack

  • 6. Rudi  |  10/06/2010 às 12:54

    “Aí quero ver o 4-4-2 mais convencional que um designer da Lada”

    ainda bem que foi no fim do texto…

  • 7. Rômulo  |  10/06/2010 às 12:55

    Compartilho esse sentimento [ele próprio meio obscuro] de q o Dunga vê a Copa com um pragmatismo excessivo, mas tenho q adimitir q na posição em q ele está deve ser difícil dosar. Talvez ele incorra no erro de tratar a coisa toda como um lance PESSOAL, e daí mais resguardar as suas próprias defesas do q a da Seleção; mas também não posso deixar de notar q para ele, como para os 23, a Copa É algo bem particular, sim, é uma experiência, talvez, tão pessoal quanto é coletiva para nós.

    Na confluência dessas dúvidas e contradições, e tendo minhas próprias [e diferentes] ideias a respeito do futebol, da qualidade de certos jogadores, etc, fico dividido, esperando a bola rolar para torcer por aqueles q merecerem.

    Por enquanto só torço para q sejam os brasileiros q mereçam.

  • 8. Rômulo  |  10/06/2010 às 12:56

    ADMITIR

  • 9. Sam  |  10/06/2010 às 12:59

    Cara, como brasileiro é chato quando o assunto é futebol! Na Copa passada, todo mundo clamava por mais compromisso, mais dedicação dos jogadores ao jogar pela Seleção.

    Vem o Dunga, monta um time raçudo e propõe que, se jogarem com amor pela camisa, os levará para a Copa. Cumpre a promessa, dando show na parte final das Eliminatórias.

    Aí, por influência de nossa Imprensa Festiva, a qual tem o nome de Dunga marcado no caderninho negro, um bando de Manés acha o cúmulo do absurdo Dunga montar um time baseado na raça e na vontade de vencer. Os otários queriam que os Meninos da Vila, jamais testados sequer num Brasileirão, estreassem sua vida na Seleção direto numa Copa do Mundo.

    Depois dizem que a imprensa não manipula a opinião dos otários públicos…

  • 10. Guilherme  |  10/06/2010 às 13:07

    O pior seria convocar o Ronaldinho e Pato, e vê-los passar vergonha na copa do mundo, como fizeram alguns deles em 2006.

  • 11. Godo  |  10/06/2010 às 13:16

    Minha visão é que o discurso ufanista-sou-mais-brasileiro-que-você-sim do Dunga acaba manchando alguns pontos positivos do trabalho dele no time.

    Acaba eclipsando – por exemplo – que ele está treinando seu primeiro time, a Seleção Brasileira, com a missão de resgatar um orgulho ferido em 2006 por EXCESSO DE BALACA.

    Na média, acho que ele vem fazendo um trabalho decente. Não é brilhante, mas não é o desastre que parte da imprensa tenta vender de forma obsessiva em alguns casos.

    Ah, Cauê, acato cada palavra registrada no seu texto, vale dizer.

  • 12. Prestes  |  10/06/2010 às 13:27

    Texto muito bom, os argumentos colocados de forma muito clara.

    Mas Cauê, tu deverias voltar a maior parte da tua crítica para a CBF, porque o Dunga foi contratado para tudo isso: colocar o comprometimento de volta na seleção, jogar um futebol competitivo, etc..

    Ele só está cumprindo à risca o que lhe foi determinado, justificando o alto salário que ganha.

  • 13. Flávio  |  10/06/2010 às 13:28

    Não embarco muito nesse papo “toda a mídia má-feia-e-bobona tá contra mim” do Dunga.
    A Globo, que é quem tem poder mesmo, tá fechada com a Seleção. Os cronistas mais influentes (Tostão, PVC, Juca Kfouri) sempre reconheram que Dunga faz um bom trabalho.
    Na real, Dunga usa as críticas (reais e imaginárias) como estratégia motivacional, como aquela vez em que Lula falou mal da Seleção e enalteceu Messi. Dunga usou isso numa preleção, chamou o presidente de FDP para baixo.

  • 14. Prestes  |  10/06/2010 às 13:38

    No último parágrafo, aí sim, as críticas recaem mesmo sobre o Dunga. Quem quer vencer, deve ter opções para mudar partidas.

    Mas aí acho que nós brasileiros estamos muito mal-acostumados. Desde 1994 sempre chegamos nas Copas com estrelas mundiais. Aí acabamos subestimando ótimos jogadores.

    Pra mim, por exemplo, o Nilmar é um cara totalmente “imprevisível”, com uma velocidade ímpar, e capaz de golaços de Pelé às vezes. Nenhuma outra seleção tem um Nilmar no banco.

    O Daniel Alves é outro jogador fisicamente incrível, com habilidade, raça, outro que é uma opção muito qualificada. Bota esses dois ai no segundo tempo quero ver quem segura.

    Mas a maior injustiça que eu vejo – que o texto não comete, mas que muitos vêm cometendo – é pegar ótimos jogadores e só por que não são do nível esperado para a seleção chamar de BRUCUTUS.

    Isso vem acontecendo seguidamente com Elano – um puta jogador, muito técnico, completo, capaz de atacar e defender = e com o Júlio Baptista, outro cara que tem mta qualidade, embora lhe falte um pouco de inspiração.

  • 15. Marcelo Brazil  |  10/06/2010 às 13:44

    Fato: Dunga vai sair da copa como um gênio ou um completo burro.

    Sportv editando o filme da copa de 2006 pra não mostrar Brasil x França é o cúmulo do lamentável.

  • 16. Junior  |  10/06/2010 às 13:46

    ” Mas hoje afirmo que Dunga e seu time não me representam pelas limitadíssimas visões do técnico sobre a Copa, e isso me surpreende ao vir justamente de quem ergueu a dita cuja, e sobre a própria Seleção.”

    Concordo integralmente.

  • 17. Álisson  |  10/06/2010 às 14:23

    Não sei como não enxergam o óbvio. Dunga é cobrado para vencer. Recebe seu salário para isso. Então o pensamento dele é muito simples. Ele não quer representar uma geração, mostrar os atuais talentos. Ele quer vencer.

    Outra. Falam que a seleção foi mal convocada, que a visão do técnico é limitada. ok, faltou quem? O Neymar em má fase? o Ronaldinho que é vaga-lume? O Pato???
    Talvez tenha faltado o Ganso, mas seria banco. Não será a falta do Ganso que fará o futebol do Brasil ser lamentável.
    A questão é que essa geração é isso aí mesmo. Não tem nada de muito extraordinário. O negócio é na vontade e deu.
    Dois times tem esse elenco de encher os olhos. Argentina e Espanha. O resto é resto.

  • 18. Rômulo  |  10/06/2010 às 14:26

    álisson, recomendo o texto abaixo, do LF. parece q concordará 100%.

  • 19. Sancho  |  10/06/2010 às 14:33

    Eu torci para o Grêmio do Obino. Torcer para a Seleção do Dunga é ficha…

    Eu torci para o Grêmio do Guerreiro. Torcer para a CBF do Ricardo Teixeira é barbada…

    O Dunga fez um excelente trabalho, com resultados contundentes, testou diversos jogadores e ficou com quem deu resposta.

    Não tem um que AMARELE nesse time. Todos querem jogar, mas preferem ser campeões mesmo que não disputem um minuto sequer de alguma partida da Copa.

    Ninguém se acha mais importante que o time ou que a Seleção.

    E o time é bom, com recursos técnicos e táticos para vencer qualquer um.

    Dunga fez um trabalho para chegar forte à Copa, e chegou. Não reconhecer a qualidade do que se fez até agora, se não é estrabismo, é cegueira auto-induzida.

    Abraço.

    P.S.: O grupo está velho porque a gurizada falhou nas Olimpíadas.

  • 20. Victor C  |  10/06/2010 às 14:33

    A Sportv tá fechada com a CBF mas, por favor, a ESPN de um mês pra cá, é impossível de assistir. O nhemnhemnhem dos caras e o espírito 1982 – NEVER FORGET conseguiu superar o oficialismo da Globo em chatice.

  • 21. Junior  |  10/06/2010 às 14:38

    “Não tem um que AMARELE nesse time.”

    Robinho manda lembranças.

  • 22. Sancho  |  10/06/2010 às 14:40

    Re 20

    O SporTV até que está calmo. A RGT (enquanto chamarem a Red Bull Racing de RBR receberão o mesmo tratamento) é bem pior que sua versão meramente esportiva.

    A ESPN, salvo o André Kfouri e o PVC (cujas vuvuzeladas ficam no mínimo para garantir o emprego), o resto excede qualquer cota. “Reclamação é o nosso esporte!”

  • 23. Sancho  |  10/06/2010 às 14:40

    Re 21

    Não amarela.

  • 24. gilson  |  10/06/2010 às 14:47

    Ah não, se o futebol não é jogado pra vencer daí funicou tudo. É por esse tipo de raciocínio a la “viúvas do Garrincha” que nosso futebol está ficando feio, cheio de atuações teatrais, faltas ridículas e pênaltis mais ainda. 1982 nunca mais!!! AGUANTE Paolo Rossi e Mauro Silva.

    E o time medíocre da África é o quase o mesmo que destruiu Itália e Argentina no ano passado. Queria um time medíocre desse com a camisa do Fluminense; no qual é muito difícil marcar gol, que os jogadores estão ligados em detalhes (disciplinados taticamente), e que quando rouba a bola sai em alta velocidade com Kaká, Ramires, Daniel Alves, Nilmar, Rob… ou Maicon e é praticamente MORTAL E ainda temos vez ou outra uns ataques circense-galhofeiros orquestrados pelo Lúcio (ns).

    Discordo com veemência, senhor relator. Mas a argumentação foi bem construída, não restam DUDAS.

  • 25. Flávio  |  10/06/2010 às 14:48

    Acho que não é só questão de “amarelar”, tem o risco de neguinho não jogar nada mesmo, como Felipe Melo e seu reserva imediato Kleberson.

  • 26. Sancho  |  10/06/2010 às 14:52

    Aliás, o Mauro Cezar Pereira, quando o assunto é futebol de seleções, deveria ser colocado para cobrir a Nova Zelândia com um celular estragado.

    Moralmente indignado com as naturalizações, como a do Liédson (que se valeu das mesmas regras válidas para qualquer estrangeiro residente em Portugal) ou do Cacau (que se valeu das mesmas regras válidas para qualquer estrangeiro residente na Alemanha), referiu-se assim ao caso do Lucas Barrios:

    Nasceu na Argentina, despontou no Chile e joga na Alemanha. Que vínculo que ele tem com o Paraguai?! Só a mãe dele que nasceu lá!

    Claro. Isso é quase nada, não?

  • 27. Junior  |  10/06/2010 às 14:56

    O Robinho amarelou em todos os jogos oficiais importantes e brilhou em todos os amistosos. Copa do Mundo é totalmente diferente de amistosos, Copa das Confederações ou Eliminatórias (senão, Brasil venceria em 2006, França em 2002 e Argentina em 1998). A competição oficial mais parecida (e importantante) com uma Copa que o Dunga disputou foi a Olimpíada, e o desempenho foi ruim.

  • 28. Junior  |  10/06/2010 às 14:57

    E eu concordo com o Mauro Cezar. O pai/mãe nascer em um determinado país não garante vínculo nenhum. Qual o vínculo do Obama com o Quênia? Ele foi lá duas ou três vezes na vida.

  • 29. Cielo  |  10/06/2010 às 14:58

    Acreditem no Robinho, fica dica!

    O cara ta na ponta dos cascos!
    Eu sei que vai ser ruim admitir que o Robinho é o cara, mas vão se preparando!

    Mode: mãe dinah ON

  • 30. Flávio  |  10/06/2010 às 15:05

    R27
    Aí tu desconsidera todo retrospecto do Brasil e de qualquer outra seleção de 2006 para cá, já que elas só jogaram amistosos, eliminatórias e competições continentais nestes últimos 4 anos.
    Quanto ao Robinho, que não estava nas Olimpíadas, ele foi o melhor em campo no jogo mais complicado do returno das Eliminatórias, contra o Paraguai. E também foi o melhor jogador da Copa América-07.

  • 31. Victor C  |  10/06/2010 às 15:12

    Eu até acho o Robinho amarelão, agora comparar Olímpiada com Copa do Mundo é forçar. Olímpiada até pode ser o mais sério pra outros esportes, mas a única coisa parecida com Copa do Mundo é realmente Copa América e Eurocopa

  • 32. Junior  |  10/06/2010 às 15:13

    #30, com certeza. Copa é apenas um mês e quem for melhor naquele mês vence. A Itália foi o melhor time do mundo “apenas” entre junho-julho de 2006. Estava mal antes da Copa e foi mal em tudo o que disputou depois da Copa. O Robinho foi o melhor da Copa América nos jogos fáceis, nos jogos decisivos ele foi muito mal, ATÉ o Galvão Bueno o corneteou por sumir nos jogos finais. E quem desequilibrou contra o Paraguai (não vejo dificuldade naquele jogo, o Brasil já estava classificado) foi o Nilmar.

  • 33. Junior  |  10/06/2010 às 15:15

    #31, Copa América é igual ao Campeonato Gaúcho, em CNTP (times titulares), o campeão sempre será Brasil ou Argentina.

  • 34. CORNETA CANARINHA (GUIHOCH)  |  10/06/2010 às 15:17

    BAH MAS EM FESTA DE VUDOO SELEÇÃO BRASILEIRA VAI É PRO SACRIFIO.

  • 35. Victor C  |  10/06/2010 às 15:18

    Qual o torneio mais importante, o Campeonato Gaúcho ou a Copinha SP?

  • 36. Lol  |  10/06/2010 às 15:21

    Cauê, baixa os jogos da copa de 82 e fica assistindo então.

    Se vc tivesse no lugar dele ia convocar artostas para um show ou jogadores que vc acredota que poderiam vencer?

    E se o dunga convocasse a seleção de estrelas jogasse pra caramba, goleasse deus e o mundo e caisse nas quartas, vc acha que eçe seria menos achincalhado do que sel ele jogar seu feijão com arroz e, quem sabe, vencer?

    Como disse o Muricy, vai no MUNICIPAL.

  • 37. Caue  |  10/06/2010 às 15:38

    #36

    Companheiro, se eu tivesse no lugar dele chamaria os artistas e faria eles jogarem o que sabem. Ou ao menos tentaria fazer o mais próximo disso. É o trabalho dele, afinal de contas. É esse o ponto que está passando batido. Se a estrela não joga bem no time do técnico, o problema TAMBÉM é do técnico.

  • 38. Carlos  |  10/06/2010 às 15:41

    Bah…q pena q a seleção de 1982 não ganhou MESMO…

    Ia ser tudo tão diferente hoje em dia.

    Taqui um que VIU aquela merda de COpa…claro, era piá, romântico talvez…

    Mas q time fudido aquele. Numa tarde tudo acabou…

  • 39. Sancho  |  10/06/2010 às 15:45

    Re 28

    O fato da mãe ser paraguaia permite ao Lucas Barrios adquirir a nacionalidade daquele país se assim o desejasse; o mesmo vale para qualquer um na situação dele. Para tanto, bastava que sua mãe voltasse a residir no Paraguai (o que deve ter feito nos cinco minutos necessários para encaminhar a papelada).

    Artigo 146, 3 da Constituição Paraguaia.

  • 40. Sancho  |  10/06/2010 às 15:47

    Re 38

    Uma baita meia-cancha rodeada de mediocridade. Eis a Seleção de 1982…

  • 41. bruno  |  10/06/2010 às 15:54

    concordo plenamente com o sancho.

    o trabalho do dunga merece muito crédito até agora, afinal, ele ganhou tudo o que disputou, sempre convocando quem ele bem entendeu.

    e embora eu discorde em 121313% da campacidade futebolística de algumas pintas que ele convocou, como DONI e JOSUÉ, pra ficar só em dois exemplos, vou torcer pro brasil e acho que ele vai levantar o caneco de novo.

  • 42. Flávio  |  10/06/2010 às 15:55

    R40
    Discordo. Os laterais eram excepcionais (Leandro e Júnior). O central Oscar jogava muito. E Éder, o ponta-esquerda, destruía. Os que destoaram foram Waldir Perez, Luizinho e Serginho. Todos bons jogadores, mas que naquela Copa não renderam. Telê não teve a manha de trocá-los e insistir com quem está jogando mal numa competição de tiro curto é fatal.

  • 43. Rudi  |  10/06/2010 às 15:56

    lembrando que o doni é TERCEIRO GOLEIRO… ou seja, a chance dele jogar é a mesma do beretta apresentar uma prima sua pra gente…
    e o josué, pro bem ou pro mal, é capitão do time dele na alemanha, que se fez uma temporada ruim esse ano, no anterior foi campeão… não é tão pereba assim que nem pintam…

    mas claro que

    w. magrão >>>>>>>>>>>> josué + doni juntos e NO GOL

  • 44. Carlos  |  10/06/2010 às 15:58

    Bah, Sancho, viajou legal na maionese…

    Oscar jogava pra caralho
    Leandro e Jr nem se fala…

    Eder, porra….

    Concordo MUITO com o flavio ae do 42…

  • 45. Carlos  |  10/06/2010 às 16:00

    O unico, digamos, q poderia ser discutido, era o Waldir Perez…q era do SP, mas era frangueiraço….

    Só q naquela época goleiro não era a posição mais “quirida” no brasil….a escola decente de goleiros veio muito depois…com taffarel…

    Goleiro de 86…Carlos, outro bosta…

  • 46. guihoch  |  10/06/2010 às 16:01

    CARA É OFF MAS ESTOURARAM COM O BRASIL NESTE VIDEO

    http://oglobo.globo.com/mundo/mat/2010/06/10/site-de-humor-israelense-faz-satira-politica-com-lula-916835936.asp

  • 47. Flávio  |  10/06/2010 às 16:03

    R45
    Carlos, teu xará era um bom goleiro, mas era também um tremendo pé frio… O titular em 82 era para ter sido o Leão, mas Telê, sabe-se lá porque, tinha birra dele.

  • 48. Cunegundes, o mulato frajola  |  10/06/2010 às 16:04

    eu vejo muitos comentários nadaavê aqui, eu acho que o dunga está compretamente equivocaralhado, gostaria de ver uma seleção assim:

    Goleiro – Bruno, do Frumengo Fodebol Crube, que bate em mulher e usa um penteado tipo Luis Caldas

    Lateral direito – Ronald Golias, do Fruminense, que perdeu pros Santos em 95

    Zagueiros – Fábio Luciano e André Luis, que são curradores de magrelinhos

    Lateral esquerdo – Lira, do Fruminense

    Meio campismo – Nelson, do Botafogo
    Sandro Goiano, não sei onde está mas é fodão, do tipo que encoxa a mãe no tanque
    Meu tio Orestes, que me fazia carinhos íntimos excitantes na década de 80
    Julio Batosta, que tosta tosta, mas gosta de currar também

    Ataque – Adriano Aspirador, fodão que faz suruba com bode e anão
    Ronaldo Fodômeno, que encara até traveco da Vila Mimosa

    Técnico – Bandido da Luz Vermelha

  • 49. Sancho  |  10/06/2010 às 16:16

    Mas, Carlos, os dois laterais eram excelentes ofensivamente. Eram quase meio-campistas, pois jogavam mais próximos dos volantes que dos zagueiros.

    Quando a gente conseguia manter a posse de bola, o time dominava e os riscos eram quase zero. Quando não tínhamos, o rendimento já não era o mesmo; como na estréia contra a URSS.

    O Brasil de 1982 era um timaço, porque nós do Impedimento mais aquela meia-cancha formaríamos um timaço. Só que tinha problemas. A Itália teve competência para mostrar todos os nossos defeitos, mas aí já era tarde…

    Se há algum time hoje parecido com aquele Brasil de 1982, é a Espanha.

  • 50. Rômulo  |  10/06/2010 às 16:16

    Só pra mim q tá dando erro nos dois posts abaixo?

  • 51. Sofia  |  10/06/2010 às 16:16

    Não vou conseguir deixar de torcer pelo Brasil, mas devo concordar com o Cauê.
    Acredito em jogadores bem intensionados, com vontade de jogar pela seleção. Mas, realmente, vamos sentir falta de ver jogadores como Neymar, Ganso e Ronaldinho.
    Achei fabulosa a parte em que vc diz: “Como em geral obediência e garra são fatores compensatórios para sujeitos com pouco futebol no corpo, é praxe técnicos limitados simplesmente escalá-los em vez de se esforçar para arrancar dos Ronaldos da vida o que eles têm de melhor.”

    Parabéns pela ótima escrita, além das ideias muito interessantes.
    Sofia

  • 52. Leonardo  |  10/06/2010 às 16:34

    Concordo com o autor texto. Vou torcer pelo Brasil porque sou obrigado.
    Por que a derrota nas Olimpíadas é atribuída aos jogadores e a vitória na copa das confederações é atribuída ao dunga?
    Temos que pagar pau pro dunga só porque ele é gaúcho??

    Por sorte existe o álcool.

  • 53. dante  |  10/06/2010 às 16:49

    “O titular em 82 era para ter sido o Leão, mas Telê, sabe-se lá porque, tinha birra dele.”

    deve ser porque TODO MUNDO tem birra do leão.

    ***

    “Vou torcer pelo Brasil porque sou obrigado.”

    porra, leonardo, quem tá fazendo essa maldade contigo? uhuhuh

  • 54. Leonardo  |  10/06/2010 às 16:51

    uhuhuh

  • 55. Y  |  10/06/2010 às 17:06

    ROBINHO NÃO TEM BIRRA DO LEÃO, POIS PERDEU A VIRGINDADE COM ELE

    Y NEYMAR DEBUTÓ CON PELÉ

  • 56. Sancho  |  10/06/2010 às 17:06

    Só para esclarecer; eu me expressei mal. O que quis dizer é que o time de 1982 tinha um excelente JOGO de meia-cancha (não apenas quatro excelentes meio-campistas); isto é, posse de bola, troca de passes, movimentação.

    Gostava de impor seu ritmo aos jogos, controlar as partidas. Contudo, não sabia se defender sem a bola e tampouco era objetiva ofensivamente.

    Ficou mais claro agora?

  • 57. Sancho  |  10/06/2010 às 17:08

    Re 52

    Torneio Olímpico é sub-23. É campeonato de base. Serve mais para teste (tanto de bola quanto de caráter) que pelo título.

  • 58. Leonardo  |  10/06/2010 às 17:13

    57
    Não respondeu.

  • 59. Guto  |  10/06/2010 às 17:27

    Pra quem entende de boa inglês, recomendo o texto: http://www.zonalmarking.net/2010/06/09/brazil-tactics-world-cup-2010/

    e o outro, completo sobre o Brasil, que ele menciona no texto.

  • 60. Sancho  |  10/06/2010 às 17:32

    Respondi, mas esclareço: o que se diz sobre Olímpiada NÃO INTERESSA. O que importa é o que se faz dela.

  • 61. Diogo  |  10/06/2010 às 17:57

    Felipão não irá para o Beira-Rio
    10 de junho de 2010

    Em nota oficial, divulgada agora à tarde pelo asessor de imprensa de Luiz Felipe Scolari, Acaz Fellenger, o técnico descarta treinar o Inter.

    A nota:

    Comunicado de Scolari
    O técnico Luiz Felipe Scolari direto de Lisboa, avisa que agradece ao vice presidente do CR Flamengo, Helio Ferraz, pela conduta profissional e transparente durante o período da conversa que tiveram. Scolari avisa que não pode aceitar o pedido pois ainda não definiu o seu futuro. A prioridade é sua família.

    Quanto aos insistentes noticiários sobre o interesse do SC Internacional, Luiz Felipe Scolari reafirma o que disse em entrevista ao vivo à radio Bandeirantes Porto Alegre e São Paulo há 15 dias. E lembra de sua forte relação com o Grêmio, portanto não há hipótese de realizar nenhum trabalho na equipe rival.

    Acaz Fellegger
    Assessor de Imprensa
    10/junho

  • 62. Rudi  |  10/06/2010 às 17:58

    pronto gremistagi, podem se limpar agora…

  • 63. Cassol  |  10/06/2010 às 18:05

    “Portanto, sabe lá o que pode acontecer no maior torneio de todos”

    Realmente, a Segundona Gaúcha está imprevisível.

  • 64. Gustavo  |  10/06/2010 às 18:13

    Muito interessante esse texto indicado pelo Guto (59). Merece alguma atenção.

  • 65. Cunegundes, o mulato frajola  |  10/06/2010 às 18:17

    a cháquira é muito gostosa, fico tendo sonhos molhados com ela, ela tem um rebolation que me deixa maluco, a cobriria de esperma, bateria nela e a chamaria de CARLOS VALDERRAMA, ela é sensacional, explosão de sexo, suor e bunda, gostaria de tirar aquele saco de batata do ceasa que ela estava vestindo para estocá-la com minha jiromba, pena que sou pobre e não tenho dinheiro pra ir pra africa do sul, hoje peguei um empréstimo no Banco BMG Ariola para pagar a conta de luz e não ter que fazer gato de novo, é muita agiotagi, fico desconcertado, eu venderia meu Fiat Prêmio para ir para a colombia cheirar pó e comer a chaquira, viva a Colômbia, país onde se pode namorar garotas bonitas, dar uns tiros e ter arma em casa! quack

  • 66. Guilherme  |  10/06/2010 às 18:23

    .61

    E onde estão TODOS os colorados falando que o Felipão era um PROFISSIONAL???

    Ainda bem que ainda existem caráteres como o Felipão no futebol…

  • 67. Ernesto  |  10/06/2010 às 18:24

    Aonde houve tom ufanista na entrevista do Dunga ? Ele alguma vez citou deus, pátria e família ?

    Podem criticá-lo pelo seu empirismo cego, mas do resto, não me lembro de ouvir algo nesse sentido.

    E no mais, amor à camisa, que foi o que ele disse, como já falaram em outros comentários, foi o mais pedido pós 2006. Ele só ressaltou o que o povo pediu.

  • 68. Ernesto  |  10/06/2010 às 18:27

    Felipão nao ganha títulos por clubes, desde 1999. Libertadores com Palmeiras.

    Em 2001, foi eliminado nos penaltis, com o Cruzeiro, pelo Palmeiras do ETERNO Celso Roth.

    Ou seja, treinador ultrapassado.

  • 69. Tiago  |  10/06/2010 às 18:35

    Quanto acabou Cruzeiro x SP?

  • 70. Gabriel R.  |  10/06/2010 às 18:42

    Bah, o inter, com essa nota do felipao, se fudeu ainda mais se quiser trazer o adilson. Agora o felipao escancarou a RIVALIDADE, e passou por cima de qualquer profissionalismo (atitude mais do que honrosa). Agora sim que nenhum colorado vai querer o adilson. E o inter mais uma vez perde a chance de trazer o muricy quando dava. Agora que venha Mario Sergio e seja o que deus quiser.

  • 71. Ernesto  |  10/06/2010 às 18:51

    Hoje falaram que a questão a antecipação de data para transferência está bem encaminhada. Assim, segundo especulações, Sobis estaria perto.

    Vindo Sóbis, com Tinga, mais a contratação de um zagueiro – que dizem será contratado – não precisa treinador.

  • 72. rafael botafoguense  |  10/06/2010 às 18:53

    VAMO CANÁRIO, EXPLODA O CU DOS GRINGO! TRAZ O HEXA PRA GERAL FICAR DOIDÃO E OS “””””TORCEDORES RIVAIS””””””” ENFIAREM O DEDO NO CU DE RAIVA HAHAHAAHAHAHA BRASIL PORRA!

  • 73. fabio  |  10/06/2010 às 18:57

    dos comments de uns post atrás

    #33

    Tu te ilude.

    Felipão treinaria o Inter com graça, tanto que disse em 1999 que com a torcida do Inter nas costas ganharia tudo.

    Felipão já deixou essas questões comezinhas grenalísticas há muito tempo. É gremista, ok, mas é também um campeão do mundo pela Seleção Brasileira.

    Gosta do Grêmio, mas gosta também de dinheiro. Tanto que foi parar no Uzbequistão.

    O que tem de gremista iludido com essa história não é fácil.

    Parece alguns abobados que diziam que o Fernandão iria virar presidente do Inter.

  • 74. fabio  |  10/06/2010 às 19:01

    basta de profissionalismo, queremos é amor ao clube
    ps. não importa se o amor é comprado

  • 75. Cassol  |  10/06/2010 às 19:06

    #69

    Cruzeiro 1 x 0 São Paulo

  • 76. Flávio  |  10/06/2010 às 19:08

    Felipão não vai treinar clube nenhum, ele quer o lugar do Dunga depois da Copa.

  • 77. Gerhardt  |  10/06/2010 às 19:16

    só para contrariar os doutos eu queria que o cavalo do dunga chegasse de barbada, com felipe melo dando chapéu, robinho na rede depois da balaka, julio cesar frangando mas ramires fazendo fila e largando pro fabuloso guardar.

    e q a espanha e a holanda façam um correrio super avançado, talvez cravando uma nova era, mas chorando no fim perante a varzeana apresentação da hungria moderna, segundo o almanaque ABRIL de 2112.

    é muito amargor ficar chorando superteses derrotistas na véspera. antes sim, agora não.

    se a animalidade e o tesão do futebol tem alguma razão de ser, calem e boca e torçam pela garotas fáceis q o frajola vai coxear na apoteose popular do hexa.

    o pós copa será muito movimentado independente de tudo.

  • 78. LEONARDO  |  10/06/2010 às 19:40

    60
    O Brasil jogou às ganhas a olimpíada e fracassou. A culpa tem que ser dividida entre todos, e o Dunga foi parte importante nisso.
    Ele não soube montar um time ali, fazer o quê? Não dá pra negar isso.
    Tinha 2 anos de experiência como técnico, hoje tem 4.
    A única coisa que o dunga fez daquele torneio foi jogar todos os que ele convocou dentro do mesmo saco, culpando-os pela derrota, e nisso ele deixou de contar com bons jogadores, que poderiam hoje estar no lugar de caras como Kléberson, gilberto, que não acrescentam nada ao grupo.
    Ele ainda vai ser um baita técnico.

  • 79. Junior  |  10/06/2010 às 20:17

    Essa história de guerreiros é a coisa mais ridícula que já vi em muito tempo. Desde quando um jogador ter garra é qualidade, isso é obrigação. É a mesma coisa que um político dizer que é honesto.

  • 80. Eduardo  |  10/06/2010 às 21:12

    3) Tanto lixo plástico produzido com as vuvuzelas. Tanto lixo petrolífero no mar. Tanto lixo originado pela Brahma.

    2) Shakira representou com muita CLASSE CORPORAL a todos os latinoamericanos … e olha que musicalmente nem gosto dela…

    1) Aguante Celeste.

    sem mais…

  • 81. Mauro  |  10/06/2010 às 23:26

    Perfeito, Cauê. E que a seleção amarela amarele.

  • 82. col  |  10/06/2010 às 23:30

    QUALQUER COISA é pré-requisito para jogar com garra.

  • 83. col  |  10/06/2010 às 23:30

    E futebo arte eh o meu p* de oculos.

  • 84. Hugo  |  10/06/2010 às 23:31

    Meus queridos, a ideia de bom-mocismo no futebol é uma piada. A ideia de que os times mais bem organizados, mais bem administrados etc ganham é tão mais desmentida pela história quanto passa-se o tempo. Veja quem levou o último brasileirão! Por isso ainda acho que a Argentina leva o caneco para Buenos Aires. Só com o Maradona, figura tragicomica do futebol, é que se pode jogar. O futebol ainda é uma “caixinha de surpresas”.

  • 85. Sancho  |  11/06/2010 às 00:01

    Re 78

    Claro que jogou às ganhas, porque essa é a única maneira que se joga.

    Claro que Dunga tem parte nisso. Tanto que houve reflexos na Seleção principal. Ele não só descobriu com quais jogadores poderia ou não contar, como que tipo de jogadores pode-se ou não contar. E o que não se deve fazer para ser campeão.

    Nisso, a derrota foi um FAVOR…

  • 86. LEONARDO  |  11/06/2010 às 00:24

    85
    o aprendizado que o dunga tirou das olimpíadas foi esse mesmo. Perfeito.

  • 87. Diogo  |  11/06/2010 às 01:35

    83.

    Futebo arte é o Parreira pintando quadros.

    Huaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.

  • 88. Ernesto  |  11/06/2010 às 02:28

    78

    Tiago Silva jogou olimpiadas. Me corrige se tiver errado. Hoje ele tá na copa.

    Lucas foi convocado até a ultima rodada das eliminatórias. Logo, não foi descartado.

    Os outros não tinham mais futebol que os mais velhos que foram convocados. Simples

  • 89. Leonardo  |  11/06/2010 às 09:46

    é verdade!!! Tiago Silva foi para as olimpíadas.
    Retiro tudo.
    Me unirei a vocês e ao Galvão na pagação de pau ao dunga a partir de agora.
    dá-lhe brasil.

  • 90. Álisson  |  11/06/2010 às 10:20

    Falam que a de 82 era um timaço. Mas ela perdeu, não foi?
    Tô legal de perder jogando bonito.

    E o Inter, trazendo um centroavante, pode trazer o GILMAR ISER, que já era.

  • 91. Ernesto  |  11/06/2010 às 10:31

    Pagaçao de pau é tu, que paga pau pra essa imprensa paulista aí, que só quer firula e jogo bonito.

  • 92. Ernesto  |  11/06/2010 às 10:31

    quer comparar uma lateral direita das olimpiadas onde tinha Rafinha, enquanto na seleção tem maicon e daniel alves. Tá maluco mesmo.

  • 93. Leonardo  |  11/06/2010 às 10:46

    não te altera, ô machão pagador de pau.

  • 94. Leonardo  |  11/06/2010 às 10:53

    92
    aproveita e para de falar merda. antes de querer responder alguma coisa lê direito o que tá escrito!!

  • 95. Angelo Zan  |  11/06/2010 às 11:51

    “Parreira, por exemplo, diluiu sua culpa entre os medalhões de 2006.”
    Tás dizendo que Dunga deveria ser adepto de um pseudo-covardismo, convocar os ditos “craques” – porque já não ostentam essa medalha há tempos – já pensando em ter desculpa?
    Dunga poderia ter feito isso, perdido e dito: – Convoquei oq o povo queria. Perdemos. Acontece.
    Mas convocou os comprometidos.
    Perdeu: – “Assumo a responsabilidade. Tentamos. Não gostaram? F**am-se”
    Ganhou: – “Vocês terão de me engolir”.
    E essa frase nós conhecemos bem.

  • 96. Sancho  |  11/06/2010 às 13:13

    E eu debatendo com o Leonardo. Tchê, se tu és o Dono da Verdade, fica com ela e não enche…

  • 97. Leonardo  |  11/06/2010 às 13:19

    foi mal.

  • 98. Leonardo  |  11/06/2010 às 13:26

    desculpa aí, ernesto.
    participo de outros fóruns onde os caras descem a lenha direto.
    me deixei levar por uma troca de ‘elogios’ com outro cara…
    abraços

  • 99. O físico  |  12/06/2010 às 00:38

    Esta de “vao ter que me engolir” fica a calhar, ou caralhar, para o Peter North, o ator porno campeao mundial na modalidade de cuspe a distancia. Nao cai bem para tecnico de futebol, seja Zagalo ou Dunga.

    Caue, brilhante texto bem como os comentarios na sequencia. Realmente, me interessa muito mais ganhar a Libertadores do que torcer para este time de crentes e bons mocos. Neste tempo de “gestao” e “empreendedorismo” este time cai como uma luva. Me causa arrepios.

  • 100. Leonardo Bernardes  |  12/06/2010 às 13:06

    Poxa, Caue, seu texto nos redimiu do horroroso panfleto que Felipe escreveu sobre o “pragmatismo” de Dunga. Que chegou a considerar, já no final, a carência de jogadores diferenciados que nós enfrentamos! — (Tenho a impressão de que ele estava comentando o futebol venezuelano).

    Vou tentar não torcer a favor, mas acho que também não conseguirei. Quem diria que um dia eu sentiria saudade de Parreira. Se ele era teimoso e igualmente dispensável, ao menos tinha alguma consciência técnica — e não era arrogante quanto o mala do Dunga. Se ele vencer, teremos, além de tudo, que engolir o discurso de que “ele estava certo”. Como se a vitória redimisse a mediocridade do futebol que ele patrocinou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • Atlético-GO nos 11 primeiros jogos do returno: 14 pontos 8 hours ago
  • Corinthians nos 11 primeiros jogos do turno: 29 pontos Corinthians nos 11 primeiros jogos do returno: 12 pontos 8 hours ago
  • RT @rodrigocapelo: Quanto ganham os principais gestores de um clube de futebol brasileiro? A @RevistaEpoca publica com exclusividade. https… 17 hours ago
  • @germano_mergel Mas o apito parece ter vindo antes do chute. Mesmo assim, enorme sacanagem depois de ter deixado a… twitter.com/i/web/status/9… 1 day ago
  • Aliás, tragédia de arbitragem. Deu acréscimo até empatar (OITO MINUTOS, e tinha pedido 6) e acabou o jogo quando o Brasil ia meter o 3º. 1 day ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: