O necessário resquício de razão

31/05/2010 at 08:00 26 comentários

Como contou o texto do Luis Felipe da última quarta-feira, o Rosario Central foi rebaixado para a Nacional B depois de ser goleado pelo All Boys (3-0), dentro do Gigante de Arroyito. No mesmo dia – a confirmação só surgiu na quinta-feira – ocorreu o verdadeiro desastre relativo à queda de categoria: Juan Pablo Dandreta, de 23 anos, se suicidou três dias após o descenso do Central. Desde o domingo, dia da última partida do clube, Juan se encontrava em um forte quadro depressivo.

Juan Pablo já se foi, e não é menos que complexo achar um culpado pela sua última viagem. E, desta vez, o destino não foi o Gigante ou uma cancha de primeira divisão – nos fóruns de torcedores do Central, todos reconhecem que Juan Pablo era um torcedor “de todos os dias”. No site “Canalla a Muerte”, cujo nome ganhou aparência mórbida após o caso, a opção do jovem rosarino é quase exaltada. No texto em que a morte do torcedor é abordada, surge a seguinte frase: “Juan Pablo es otro exemplo más de que cuando cantamos (…) daría la vida por verte campeón, no exageramos!”.

A mesma página direciona a culpa do suicídio aos dirigentes do Rosario Central. No Brasil, recentemente houve um episódio que beirou a tragédia: quando do rebaixamento do Vasco, em 2008, um torcedor ameaçou se atirar da marquise de São Januário – só escapou porque um policial ofereceu um celular para o rapaz se despedir da mãe e o agarrou quando o vascaíno ocupou umas das mãos com o telefone. O futebol também matou em Porto Alegre no último mês, mesmo que de forma menos direta. A virada do Grêmio sobre o Santos, pela Copa do Brasil, ocasionou um ataque cardíaco de um conselheiro gremista.

A verdade é que, ao menos no caso do argentino de Rosario, o futebol acabou rompendo todas as fronteiras entre o pensamento racional e a loucura dos alambrados – para Juan Pablo Dandreta, a vida era o Central – e aquele cenário de atletas em lágrimas, torcedores quebrando tudo e imprensa esportiva escrevendo algo sobre o fim do mundo era, para Juan, realmente o fim. A tristeza da queda, para a maior parte dos que estiveram no Gigante de Arroyito há dois domingos atrás, amenizaria com o passar das horas, dando início a um pensamento de inclusive voltar na próxima temporada, já que o futebol deve ocupar, sim, parcela relevante de tempo e pensamento daqueles. No entanto, para Juan e outros mais, era ainda mais do que isso.

Há sempre uma linha que divide o aceitável do doentio, e não é diferente no futebol. Há quem separe duas horas semanais para acompanhar o time da cidade no estádio da beira do morro – mesmo que chova, que a equipe esteja eliminada da competição e que um vento frio destrua toda e qualquer garganta no iniciar do inverno, como foi na tarde de hoje, na cancha do Riograndense, em Santa Maria (foto).  Em algum instante da vida, ao medir os destroços pessoais e a descrença com o resto do universo, o mesmo ser decidirá se dedica tudo o que tem ao jogo. Complicado é saber em que estágio ele se encontra.

O jornalista que passou a vida profissional inteira descrevendo situações de gol, o atacante que vinte anos após o fim da carreira segue freqüentando diariamente o estádio em que atuou, o barra-brava que ergue uma faca pelas cores que julga defender melhor que qualquer outro. Não é inédito que a confusão entre os mundos real e o da pelota acabe de forma melancólica. Para que a sanidade mental prossiga e que não se colabore para engrandecer um distúrbio social, a recomendação única é manter o raciocínio ligado – mesmo que em leve estado de torpor – quando se atravessa o túnel em direção às arquibancadas.

Saludos,
Iuri Müller.

Anúncios

Entry filed under: Colunas, Pela América.

Fossati tem que se demitir A tarde dos escolhidos

26 Comentários Add your own

  • 1. dante  |  31/05/2010 às 10:32

    iuri ESMIRILHANDO, como sempre.

    r.i.p. juan pablo dandreta.

    :~~~

  • 2. FERN  |  31/05/2010 às 10:45

    UNIVERSO PARALELO…

  • 3. Humor negro  |  31/05/2010 às 11:49

    A ZH precisava procurar um torcedor gremista que tenha tentado se matar sem sucesso porque é IMORTAL

  • 4. Shaolin  |  31/05/2010 às 12:22

    @3
    Continue tentando…

  • 5. FERN  |  31/05/2010 às 12:31

    nota triste ficou com a eliminação do TERCER GRANDE Guarany…

  • 6. Y  |  31/05/2010 às 13:13

    o mundo é uma merda, não há esperança para a vida, a maioria dos seres estão destinados ao ostracismo e anonimato, só significam algo para a família e amigos (outros ninguéns) dos quais ninguém se importa.

    o futebol é nosso pão-e-circo, nossa CICUTA, nossa espada… resta brandi-la como bem quisermos. Ou nas tripas adversárias, como faz o Mosqueteiro Inoxidável, ou no próprio coração.

    Gosto do futebol por ser um universo paralelo, onde não existe fome, não existe decepção, incompetência… a única coisa que importa é: ONDE E QUANDO É O PRÓXIMO JOGO E QUAL NOSSA POSIÇÃO NA TABELA.

    a vida, a família, as mulheres… nada disso se equipara a participar dessa alucinação colectiva e adentrar essa egrégora que é o futebol. Nada mais importa.

    Quando o Corinthians foi rebaixado, senti uma dor no coração incomparável… doeu mesmo. Quando Marcelo Grohe, defendeu aquele último chute, foi a faca penetrando na minha vesícula. O guerreiro adversário venceu.

    Até hoje admiro Marcelo Grohe.

    **********

    por isso, discordo. quantas pessoas já se mataram por RELIGIÃO, algo que consegue ser mais inútil que o próprio futebol? “o seu deus é melhor que o meu” parece-me uma discussão mais idiota que “meu time é melhor que o seu”.

    EGRÉGORAS, só isso. Pensamentos que vivem em algum lugar das 11 dimensões do universo, e que se alimentam de nós. Mias poderosos que qualquer ser humano, a não ser aqueles que CRIARAM as próprias egrégoras, tal qual Maomé ou ou paulistas do Inter.

  • 7. Y  |  31/05/2010 às 13:18

    *mais poderosos
    *os paulistas do Inter.

    **********

    nomá, vale lembrar que JAMAIS deve-se chorar por futebol. não por não pagar nossas contas, mas sim porque os guerreiros que estão em campo riem do nosso choro enquanto fodem uma maria-chuteira, com veemência

    eu nunca chorei por futebol, assim como se lutasse numa batalha com espadas de samurai, não teria porque chorar. ESSE é meu resquício de razão. Também nunca chorei por morte de parentes e familiares, jamais. Isso sim é que demonstra frieza, que é uma boa qualidade.

    chorar sim, é idiotice. não apoio o suicídio, mas quem diz que futebol É DE FACTO, A COISA MAIS IMPORTANTE DO MUNDO, nao seria chamado de idiota por mim.

  • 8. Y  |  31/05/2010 às 13:21

    actualmente, tento libertar-me desse pensamento fanático, pois tenho de me concentrar em coisas muito importantes, que me elevarão, que me darão um pouquinho de glória, espero.

    mas para quem está em depressão, futebol é um ótimo remédio… é o portal para o outro mundo… onde sabemos que o Icasa foi campeao da segundona cearense, mas pouco se lixamos para o futuro profissional.

  • 9. Y  |  31/05/2010 às 13:26

    *pouco lixamo-nos

    bom, agora foda-se.

    muitos aqui estão perdendo tempo comentando enquanto tem estudo e trabalho atrasado… sou careta drogas blah.

    sou um dos iluminados, estou na elite da raça humana… posso me libertar das amarras. quem não pode, continuem aí.

  • 10. FERN  |  31/05/2010 às 13:27

    Y, só erraste em um diagnóstico:

    o MUNDO é sim uma MERDA!!!, pero a VIDA é sempre MARAVILHOSA…

    talvez por ser indecifrável, infinita…

  • 11. Y  |  31/05/2010 às 13:32

    FERN, admiro seu reconhecimento, MAAAAAAAAAAS:

    a vida nada tem de infinita, tampouco indecifrável.

    nos humanos, animais que precisamos de ser BAJULADOS, temos de acreditar num SENTIDO para a merda da vida.

    não há sentido algum. a vida não é maravilhosa.

    o que é a vida, meu caro??? respondo-lhe na bucha, na caixa de catarro:

    Conjunto necessariamente independente de moléculas, composto só e somente só por células vivas e com carga genética

    vou-me, mas pense melhor e compreenda com mais AMPLITUDE o universo a sua volta.

    existem, no mínimo, 11 dimensões. aqui só tem 3. todo nosso universo ainda é irrelevante, tudo que possamos ver ou viver, não chega nem a metade do que há para ser visto.

  • 12. Junior  |  31/05/2010 às 14:20

    Nesses momentos, vale lembrar a ótima frase do Galeano:
    “o futebol é a coisa mais importante das coisas menos importantes”.

  • 13. Y  |  31/05/2010 às 14:58

    PUTAQUEOPARALHO!!!!!!!!!!!!

    TERCEIRO TÍTULO DO CENTENÁRIO, O MAIS IMPORTANTE ATÉ AQUI!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    http://globoesporte.globo.com/futebol/times/corinthians/noticia/2010/05/corinthians-bate-o-chivas-e-e-campeao-mundial-sub-18.html

    CHUUUUUUUUUUUUUPPPPPPPPPAAAAAAAAAAAAAAAA!!!! MUNDIAL, SEUS FILHA DA PUTA!

  • 14. rômulo  |  31/05/2010 às 15:05

    rá. lembrei, pelos comments, do woody allen esse q está em cartaz, Whatever Words [tudo pode dar certo], grande película. 11 dimensões? teoria das hipercordas?

    Iuri, pelo teu post fiquei sabendo q tem umas belas montanhas perto de Santa Maria. Não conheço a cidade.

    A vida só tem sentido inventado.

  • 15. rômulo  |  31/05/2010 às 15:05

    whatever WORKS

  • 16. iurimuller  |  31/05/2010 às 15:10

    Rômulo, Santa Maria é toda cercada por montanhas, e o Estádio dos Eucaliptos fica no pé de uma CADEIA delas.

    O relevo e o pavilhão quase centenário estabelece o clima do lugar.

  • 17. guihoch  |  31/05/2010 às 15:48

    santa maria muitas loiras mas cidade estranha, lembra guerras antigas,clima sinistro, passava ferias por lá na contramão do movimento da cidade universitaria

  • 18. Miguelão  |  31/05/2010 às 16:04

    Me resta esperar que o Portoalegrense caia para a segunda dimensão também…

  • 19. Logan  |  31/05/2010 às 16:09

    #11 Mas é aí que entra o futebol e a possibilidade de escrever o seu nome na história, e aí sim, ser IMORTAL.

  • 20. Y  |  31/05/2010 às 18:14

    isso é verdade. mas há outros meios de ser IMORTAL.

    é por isso que eu tenho uma camisa do JOHNNIE WALKER.

    havia uma propaganda do JW que dizia:

    É FÁCIL ALCANÇAR A IMORTALIDADE… BASTA FAZER UMA COISA NOTÁVEL

    keep walking.

    CHUPA CHIVAS REGAL

  • 21. FERN  |  31/05/2010 às 19:16

    como bom apreciador do LÍQUIDO é sempre bueno rever…

  • 22. FERN  |  31/05/2010 às 19:36

    e Y nunca usei pero achei mó legal tua DEFENESTRAÇÃO do chivas, usarei SIEMPRE, mesmo que algumas pessoas não entendem do que se trata…

    dá uma TALAGADA no combustível e mandar um:

    CHUUUPA CHIVAS REGAL!!!

    vão pensar que sou HINCHA do Club America… husadhsudhush

    daí eu termino num total NONSENSE:

    “O homem que evita duvidas, nunca terá certezas”

    Jhonnie Walker!!!

  • 23. Eduardo  |  31/05/2010 às 19:40

    ae Y (#13), coringão mantendo a média em todas as categorias… foi campeão do mundo sub-18 sem ser campeão Brasileiro?
    que tipo de torneio é esse? hehehe .
    parece NBA… mas quando ganha é campeão do mundo? heheh
    parabéns, anyway 🙂

  • 24. pablo gonzalves  |  31/05/2010 às 23:18

    Pô iuri tirou foto em cima do carro de som que massa, mas torcerei pelo Cruzeiro o mais Riograndense de todos. Santa Maria em plena POA. Fim da Protásio na beira de Morro com todas as dificuldades das equipes do interior. Boa sorte Cruzeiro

  • 25. Y  |  01/06/2010 às 19:00

    23:

    só sei que o TROFÉ estará a beira do LÍMPIDO tietê river, nomá.

    e outra foi que o Coringaço derrotou o imundo REAL MANDRIL, coisa para quem tem FIBRA, ganhar daquelas bichas espanholas.

  • 26. aloncio  |  02/06/2010 às 22:24

    caralho, bicho, belo texto. com essa campanha inicial do meu VITORIA, já estou preparando meu estado de torpor para ir ao Barradão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: