Já no fim do matagal

26/05/2010 at 02:50 25 comentários

Enquanto a arbitragem, que avacalhou o jogo todo, sai do campo escoltada por uma furiosa Brigada interiorana, a torcida, chamuscada pela raiva, atira montanhas de cascas de amendoim nos merecedores. Quis o destino e as tabelas e o fluxo das coisas deste mundo que o cenário descrito acima – melhor pela foto que pelo texto – está, já, com dias contados. A Segundona Gaúcha, o mais honroso dos redutos futebolísticos da metade sul do mundo, já se encaminha para a fase final – duas equipes já estão definidas, e outras três brigam pelas duas últimas selas no quadrangular decisivo.

Faltando duas rodadas para o encerramento da fase semi-final, o Grupo 1 se encontra em uma indecisão a três: Cruzeiro, de Porto Alegre, Brasil, de Farroupilha, e Guarany, de Bagé, somam sete pontos e acabaram por dizimar o Riograndense, favoritaço a partir das credenciais herdadas desde a primeira fase – que não ganhou de ninguém quando a coisa ficou séria. A derrocada do rubro-esmeralda de Santa Maria teve sua explosão no último domingo, quando o time perdeu em casa para o Guarany fronteiriço por 3-1 – sendo que atuou com um jogador a mais nos trinta minutos finais do encontro.

A crise rondava os Eucaliptos desde que, após a primeira derrota na terceira fase, o então preparador físico Rafael Dias reclamou publicamente do fato das viagens para as partidas como visitante ocorrerem no dia do jogo. Rafael Dias chegou ao clube com Bebeto Rosa – e seguiu no posto quando Rodrigo Bandeira assumiu como técnico. Antes da partida que selou a eliminação, a diretoria do Riograndense optou pelo afastamento de Dias e do preparador de goleiros, Anderson Cebola, bancando Bandeira na casamata do Periquito. Veio a nova derrota e Bandeira caiu, acabando com qualquer possibilidade de compreender o planejamento na fase semi-final.

Porém, se a análise se referir tão somente à frieza numeral, o Riograndense ainda tem chances matemáticas remotas de avançar. Para tanto, precisa vencer as duas partidas restantes e louvar o Guarany de Bagé, que também tem que ganhar tudo. No entanto, talvez nem mereça: no auge do caos, o atacante Alfinete, no clube desde 2003, foi dispensado – o Riograndense alegou que precisava enxugar a folha salarial. Mas não era o Alfina, que estava ali todos os dias e que já faz parte da história recente do clube, quem tinha que pagar pelo último revés.

Quem substitui Bandeira nos próximos matchs é o veterano meia Luis Fernando, outro identificado com as cores ferroviárias e que deseja se tornar treinador. Hoje, às três e meia da tarde, Cruzeiro e Riograndense duelam no Estrelão, enquanto que o embate entre Brasil e Guarany acontece às oito e meia da noite, nas Castanheiras. Se não perder, o Guarany segue alavancado na carrera pela vaga no quadrangular, já que em Santa Maria pôs todos os huevos futebolísticos possíveis em campo e comemorou o triunfo com uma reza chorosa. Ver Cruzeiro e Guarany na final seria a homenagem merecida ao tempo em que os periféricos podiam mandar nessas bandas.

No outro grupo, os lamentos já não têm praça, porque Lajeadense e São Paulo estão classificados desde sempre. Absurdo que os celestes tenham vencido os quatro jogos – é de conhecimento geral que os de Lajeado morrem sempre na primeira fase, às vezes com fiasco incluído. Quem o acompanha é outro honroso representante da Zona Sul: após perder em casa para o próprio Lajeadense, o São Paulo de Rio Grande emendou três gritos seqüenciais e se garantiu na final. O feito toma maiores proporções quando a tabela aponta que o rival Rio Grande aparece eliminado no mesmo grupo, com uma mísera unidade lograda. Também com um ponto, o Passo Fundo já desistiu da briga no Grupo 2.

Algo desprestigiada em função de ter iniciado antes mesmo do fim da Série A do estadual e oprimida pela proximidade da Copa do Mundo, a Segundona de 2010 vai, em silêncio, recolocando campeões de outras eras novamente na elite. Guarany, Cruzeiro e São Paulo já ergueram a maior taça da Província e agora vão contra os modernos neo-burgueses insurgentes Brasil de Farroupilha e Lajeadense para escapar do melhor dos infernos. A seu favor, contam com a arruaça e o poder das cascas de amendoim. No Ascenso, nada pode ser maior.

Saludos,

Iuri Müller

Anúncios

Entry filed under: Colunas, Pelo Interior, Segundona Gaúcha.

Subsídio para ludibriar Mandela Juntando os destroços para seguir em frente

25 Comentários Add your own

  • 1. Anônimo  |  26/05/2010 às 03:08

    “vão contra os modernos Brasil de Farroupilha e Lajeadense”.

    Modernos?

  • 2. froner  |  26/05/2010 às 03:15

    se esses são modernos, o Grêmio *cidadedointeriordeSP* seria pós-moderno?

  • 3. Anônimo  |  26/05/2010 às 03:50

    Belo texto, Iuri.

  • 4. FERN  |  26/05/2010 às 08:47

    E X A TA M E N T E ! ! ! froner…

    texto excelente… como é entendido este Iuri hein ô Batista

    ótimo concordei com TUDO e que pena que o Brasil caiu tão cedo…

  • 5. Phoenix  |  26/05/2010 às 08:47

    Belo texto.
    Contudo, cumpre salientar que o “moderno” Lajeadense data de 1911.

  • 6. dante  |  26/05/2010 às 09:12

    AGUANTE CRUZEIRINHO!

  • 7. guilherme daroit  |  26/05/2010 às 09:41

    lajeadense >>>>>>>>>>>>> vida

  • 8. Felipe Z.  |  26/05/2010 às 10:43

    A título de curiosidade:

    Essa semana encontrei, no Rio de Janeiro, o porteiro de um edifício qualquer ostentando garbosamente uma camisa do Farroupilha de Pelotas.

    “Essa camisa é de um time lá do Sul!!” dizia ele, enquanto eu apontava gritando Farroupilha.

    Farroupilha globalizado!

  • 9. Araã  |  26/05/2010 às 11:04

    @7

    Táí alguém que entende de futebol.

    Lajeadense copero y peleador, campeao em 59 e 79!!

  • 10. iurimuller  |  26/05/2010 às 11:09

    a MODERNIDADE de Lajeadense e Brasil de Farroupilha se refere à ausência de glórias remotas, como os outros ostentam. por isso apostam tudo em tempo real (????)

  • 11. Sancho  |  26/05/2010 às 11:41

    Estou com São Paulo (já classificado) e Guarany para a Primera Divisão em 2011.

    Metade Sul na veia…

  • 12. Sancho  |  26/05/2010 às 11:42

    São Paulo já classificado para as finais, bem entendido.

  • 13. Germano JS  |  26/05/2010 às 11:45

    Estranho conceito de modernidade este. Muito estranho…

    Sendo assim, nada mais moderno do que o Middlesbrough.

  • 14. Lucas Cavalheiro  |  26/05/2010 às 11:50

    Então quem sabe teremos jogos da série A em Bagé e Rio Grande? Há quanto tempo isso não acontecia?

  • 15. Carlos  |  26/05/2010 às 11:53

    Guarany e SP na primeira, urgente.

    E off topic:

    Felipe Catarina, favor mandar uma camiseta do Avaí pra mim, já q esse FDP do Silas, com a conivência CRIMINOSA da diretoria, quer comprar todos os jogadores dae. Nada contra o Avaí, mas o GRÊMIO é muito maior q isso, porra.

    Aguante GUILHERME.

  • 16. FERN  |  26/05/2010 às 11:53

    NÃO germano o FULHAM!!! 131 anos e NEVER só a CANCHA tem uns 115 anos…

  • 17. FERN  |  26/05/2010 às 11:57

    SILAS pensa que os HUMILHADOS serão EXALTADOS…

    ele tb NÃO COBIÇA a terra, a MULÉ e o GADO do próximo…

    onde fuimos nosotros???

  • 18. Caco  |  26/05/2010 às 11:58

    O Lajeadense, campeão da segundona de 59 e 79 e da Abílio dos Reis em 98, vai passar o centenário na elite, e que de lá não saia. Depois pode servir de exemplo de como se reerguer um time quase falido, prestes a se licenciar da disputa da série B e com o patrimônio penhorado.
    E espero uma reportagem especial sobre o centenário aqui na Impedcorp.

  • 19. douglasceconello  |  26/05/2010 às 12:03

    Grande Lajeadense, a Celeste Olímpica dos nossos pagos (ns)

  • 20. Tiago  |  26/05/2010 às 12:07

    Gostaria muito de ver mais times da metade sul na primeira divisão, mas o Lajeadense merece subir para disputá-la no ano de seu centenário. O clube tem tradição na segundona, dois campeonatos e seis finais. Torço pra que garanta a vaga.

  • 21. Prestes  |  26/05/2010 às 14:29

    Lajeadense vai ser campeão gaúcho da primeira divisão ano que vem.

    Ninguém segura no ano do centenário!

    Também adoraria ver SP e Guarany na primeira, MAS sou CRUZEIRISTA desde pequenino!!!!!

  • 22. pablo gonzalves  |  27/05/2010 às 00:22

    Riograndense ainda tá peleando

  • 23. Serramalte Extra  |  27/05/2010 às 01:41

    Lajeadense a pqp, Cruzeiro (campeão de 1929, meu pai sempre dizia bem sério quando eu me arriava que ele era cruzeirista, não gremista) rumo ao bi em 2011.

  • 24. Marcos SL  |  27/05/2010 às 20:27

    Belíssimo texto, Iuri!!!!

    Parabéns!!!

  • 25. Junior  |  29/05/2010 às 09:51

    Para todo sempre esta será a edição da Segunda Divisão que o xavantinho de Pelotas foi eliminado na primeira fase, em uma chave de oito em que classificavam-se seis.
    Nada pode ser pior, a não ser fechar as portas!!!
    Ah, isto o xavantinho já fez nos anos 70.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • @igorbiscaia Só temos a confirmação que será em solo nacional, nos Estados Unidos do Brasil. 11 hours ago
  • @HenriqueKonig Quadrangular será disputado nos dois maiores estádios da cidade, São Januário e Laranjeiras. 11 hours ago
  • Temer discursará na abertura do quadrangular entre Brasil, União Soviética, Zaire e Iugoslávia, na capital do país, o Rio de Janeiro. 11 hours ago
  • RT @facury9: @impedimento (se o campoenato termina antes de começar ele seria campeão) 12 hours ago
  • Uma estatística realmente inútil? Se o Atlético-GO cair, será o 2º ano seguido que o LÍDER DA ORDEM ALFABÉTICA antes de começar é rebaixado. 12 hours ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: