A morte e a morte de Armando Nogueira (carta aberta)

30/03/2010 at 08:05 210 comentários

Caro Armando,

Agora que nos deixaste, para assistir aos teus ídolos na tribuna de honra mais alta de todas, terás bastante tempo para conviver com os teus. Aqueles que também foram embora, aqueles que levaram junto consigo um futebol que não existe mais, e que o senhor ainda apregoava aqui na Terra.

Muito falamos todos, aqui embaixo, do teu pioneirismo e talento. Da brilhante ideia que tiveste ao reunir os amigos da mesa do bar, habitat natural dos jornalistas, colocar microfones na frente de todos e fazer daquilo um espetáculo, com uma bela plateia. Primeiro no rádio, depois na TV. Muito lembramos aqui as tuas belas crônicas dos tempos idos, nunca esquecidos, que dão saudades de recordar para quem os viveu. Os que te liam, Armando, também viam Pelé, Tostão e Zico, e nas tuas palavras encontravam a expressão do encantamento que o olhar acompanhava. Os que te liam viam em ti a expressão maior daquilo tudo, e fizeram de ti o maior de toda essa raça, o jornalista esportivo.

Foste figura e emblema de uma cultura, do Rio como capital, da arte como única expressão do futebol. Foste jovem, como jovens todos somos, e depois ficaste velho e rancoroso com aqueles que teimavam em apagar a imagem que tu ajudaste a construir. Mas não, Armando, ninguém apagou coisa alguma. O Maracanã que ontem recebeu teu corpo, hoje de luz apagada, é o mesmo que abrigou Ademir, depois Pelé, depois Willians. Todos chutando bolas, nem todos com o mesmo talento, mas cada um com a sua história e as suas glórias. Garanto que, mesmo no teu coração botafoguense saudosista, apareceu um breve sorriso ao ver o Flamengo campeão com três volantes, Loco Abreu fazendo três em tua homenagem. Com todo corpo, Armando, também morre o rancor. Também por isso, todos lembram a tua poesia; seria injusto, com a tua história, lembrar a tua desídia.

A tua poesia, Armando, ilumina o caminho de todos aqueles que optaram por escrever sobre futebol com lírica e arte. Aqui seguimos, prestando tributo a ti. Não tivemos os privilégios de ver os jogadores que tu viste, mas temos o privilégio de ver a beleza a cada novo apito, com todos aqueles jovens correndo, ora dando carrinhos, ora dando chutões, ora dribles. Cada palavra escrita com alguma inspiração é um produto ao poeta que foste, e o único que ficará na história.

Quando lembrarem daquele tempo, vão lembrar de ti, e que bom que assim o é. E quanto quiserem detratar aquele tempo, também de ti vão falar mal. Que seja de motivo de orgulho, afinal, um jornalista que não é controverso nunca foi um jornalista.

Aguante,

I.

Anúncios

Entry filed under: Colunas.

O que o Grêmio aprendeu com Marcelo Rospide Menos um na lista dos que nunca caíram?

210 Comentários Add your own

  • 1. Alexsander  |  30/03/2010 às 08:13

    Certamente o Q.I. médio do jornalismo esportivo das mídias tradicionais caiu 10% com a morte de Armando Nogueira. Ainda bem que temos os blogs para nos salvar.

  • 2. Juliana de Brito  |  30/03/2010 às 08:15

    Certamente Armando Nogueira lê essa bela carta abraçado em Garrincha, porque os botafoguenses – todos eles – vão para o céu.

  • 3. Battaglin  |  30/03/2010 às 08:38

    Bah, sei que não é o momento, mas achava os textos dele horríveis. A chamada “poesia” dele era muito ruim. E as tais frases de efeito dele sobre o futebol são péssimas. Aposto que nenhuma ficará pra história.

    Acho mais ou menos o que disseram neste post:
    http://74.125.93.132/search?q=cache:http://farsante.apostos.com/2006/05/31/armando-nogueira-o-gol-contra/

  • 4. zobaran  |  30/03/2010 às 08:51

    “Certamente Armando Nogueira lê essa bela carta abraçado em Garrincha, porque os botafoguenses – todos eles – vão para o céu.” (2)

    Menos o Bolsonaro.

  • 5. Catarina Cristo  |  30/03/2010 às 09:00

    Vendo o Bom Dia Brasil, pensava justamente nisto. Agora que a média da qualidade da crônica esportiva caiu, com a ida de Armando Nogueira, a missão do Impedimento se torna ainda mais grave.

    Em tempos de software fazendo o trabalho de jornalistas esportivos, que este reduto honre a escola de Armando Nogueira.

    Avante, Impedimento!

  • 6. Milton Ribeiro  |  30/03/2010 às 09:08

    Armando Nogueira, também conhecido como “armando nojeira”, foi por 25 anos o diretor do Jornal Nacional, braço jornalístico da ditadura militar. Além disso, participou do escândalo da Proconsult — manipulando pesquisas eleitorais — e saiu do JN a famosa edição que fez Collor vencer as eleições de 1989. Na minha opinião, foi um dos bons fdps deste país.

    Descanse (mesmo!) em paz.

    Complemento: http://miltonribeiro.opsblog.org/2010/03/30/armando-nogueira-o-mais-recente-santo/

  • 7. Mardruck  |  30/03/2010 às 09:13

    Baita texto.

  • 8. Macedus  |  30/03/2010 às 09:30

    #3

    E quem disse que os grandes jornalistas tem de agradar todo mundo ?

    Vá em paz grande mestre …

  • 9. Roger  |  30/03/2010 às 09:36

    Pode parecer desumano falar mal de alguém que morreu recentemente. A família sente, também os amigos e admiradores. A morte sempre é dolorosa. Mas não é desumano, aliás, talvez nada seja tão humano quanto “ela”.
    Mas é sempre assim.
    O cara morre e vira santo.
    Concordo plenamente com o # 3.

  • 10. guihoch  |  30/03/2010 às 09:38

    morreu ele ontem e já hoje o grobo esporte se influenciando no impedimento, pois tem ma materria na sessão do gremio, clique no simbolo do gremio na pagina referida, e veras uma materia intitulada

    BEIRA-RIO EM CHAMASSSSSSS

  • 11. Prestes  |  30/03/2010 às 09:41

    Só ontem e hoje, li muita coisa muito boa que ele escreveu sobre futebol.

    Tipo essa aqui:

    “É no passe que o homem se afirma um animal sociável”

    Se isso não é genial, não sei o que é…

    Mas óbvio que de santo não tinha nada.

  • 12. guihoch  |  30/03/2010 às 09:41

    mas pra falar averdade sempre achei o galvão fraco, e ele ficava falando no ouvido do galvão=duas cabeças quepoderiam fazer bem mais, na hora do vamo ver ele eles eram cabeça de pastel chine, VERDADE SEJA DITA

    TENHO DITO

  • 13. Lol  |  30/03/2010 às 09:43

    Milton,

    Com todo respeito a sua opinião, se não fosse a ditadura, teriamos um pseudo-socialismo instaurado no País, com provavelmente as mesmas limitações a liberdade de expressão e do direito de “ir e vir” ou até pior (vide Venezuela). Então nao vejo tanto problema com a ditadura militar.

    Ou seja, é inegável que o País estava naquela situação “se ficar o bixo pega, se correr o bixo come” em 1964. E o saldo foi positivo se pensarmos que, sim, o país avançou muito quase 50 anos depois em termos de conceitos de cidadania, liberdade, democracia, etc. As INSTITUIÇÕES estão praticamente estabilizadas.

    No mais, Armando nogueira não foi Diabo e nem Santo, foi um ser humano como qualquer um. E com talendo e liderança.

  • 14. Catarina Cristo  |  30/03/2010 às 09:47

    Ô, meu povo.

    Desde quando elogiar uma pessoa transforma ela em santo? Minha mãe me ensinou que TODO MUNDO tem defeitos e qualidades.

    Pior do que elogiar as qualidades de uma pessoa quando ela morre seria apontar os seus defeitos simplesmente. Seria hipocrisia. Covardia até.

    Falem mal quando a pessoa estiver viva, se necessário for. De preferência, na cara.

  • 15. guihoch  |  30/03/2010 às 09:48

    dizem as boas bocas, pelo menos as que vendem pó puroque o homi não respirava mais o dito e sim comia tamanha a contidade.

    mas tu sabe que no rio as linguas tem vida

  • 16. fino  |  30/03/2010 às 09:51

    Artífice da choradeira de 95? Dizendo que o Grêmio era violento, mau-caráter, carniceiro e mulambo? Que torceu abertamente para o Ajax? Que ficou uma década dizendo que torcia para qualquer um que jogasse contra o Grêmio?

    Já vai tarde

  • 17. fino  |  30/03/2010 às 10:00

    Pode ter escrito muita coisa boa, mas nem por isso é intocável… o simples fato de cobrir Copa do Mundo desde 1950 e falar do futebol como se fosse uma propaganda de margarina não faz dele um gênio… mas a idade e a bagagem sempre fez com que os outros baixassem a cabeça pra tudo, óóóó, falou o gênio…

    gênio era o paulo francis

  • 18. Prestes  |  30/03/2010 às 10:01

    Quanto rancor, fino!

    O cara torceu pro Ajax, porra, muito CARÁTER.

  • 19. fino  |  30/03/2010 às 10:04

    Muito rancor mesmo… vocês deviam ter rancor também, pois é por causa desse banana aí que até hoje tem gremista que fala que é o “Grêmio contra tudo e contra todos”

  • 20. Roger  |  30/03/2010 às 10:05

    #14

    Na verdade não tive muitas oportunidades de dizer pessoalmente ao Armando Nogueira que não gostava de seus textos, de sua “poesia” e da maneira como via e descrevia o futebol.
    Mas, se houvesse um post do Impedimento, sobre o vivente, enquanto vivo, certamente o faria. Sempre o considerei um dos jornalistas mais superestimados, principalmente quando se tratava de futebol. nem entro no mérito do lado político como fazem o Milton e o Lol.
    Só quero dizer que não vejo nele a genialidade que o Prestes vê.

  • 21. Oclebermachado  |  30/03/2010 às 10:05

    Mas fino,

    Você tbm torceu pro Liverpool contra o SP em 2005.

    Pq você pode e ele não?

  • 22. Guilherme  |  30/03/2010 às 10:06

    .13

    Hahahaha!

    Lol é o cara! Há tempos eu não via ninguém defender a ditadura militar. Desde que o meu vô morreu, aliás.

    E ele gostaria de ti. O vô Müller era gente boníssima, mas a decepção da vida dele era “só ter neto comunista”.

  • 23. Prestes  |  30/03/2010 às 10:06

    Mais culpado é o Pedro Ernesto que só dizia: “allllllllllllllllllma castelhana!!!!”

  • 24. Lol  |  30/03/2010 às 10:07

    Não é questão de genialidade.

    Falando só de futebol: o cara cobriu 15 copas do mundo. Alguma coisa pra passar ele deveria ter. Não se pode desprezar tanta bagagem.

  • 25. Milton Ribeiro  |  30/03/2010 às 10:08

    Lol,

    acho que concordamos que este não o local correto para a política, mas te respondo que não há nada que comprove tuas impressões. O movimento da esquerda em 64-68 não era nada cubano, nem venezuelano e nem líder havia. Foram ditaduras importadas dos EUA.

    Mas esqueçamos disto.

    E as questões Brizola e Collor, ocorridas em plena democracia? Não, o armando nojeira era foda MESMO.

    Abraço.

  • 26. JB  |  30/03/2010 às 10:09

    Além das razões do Milton no #6 e do Fino alí no #16, considero a produção literária do AN a fina flor da breguice, uma tentativa constrangedora de emular o Nelson Rodrigues. So ví o “Pelé Eterno” inteiro depois que dei um mute.

  • 27. dante  |  30/03/2010 às 10:10

    o mais sensacional de tudo isso é que eu sou tão DESLIGADO que eu nem sabia quem era esse cara.

    mas a morte dele pelo menos valeu pra ver alguém defender a ditadura militar.

    hilário, pra não dizer surreal.

    [e, prestes, convenhamos, mas “É no passe que o homem se afirma um animal sociável”… que merda de frase, hein? dlkjasldjlkasd]

  • 28. fino  |  30/03/2010 às 10:10

    #21 nem vi esse jogo

  • 29. Roger  |  30/03/2010 às 10:13

    #16
    Não ahco que seja essa a questão.
    Tenho muitos amigos colorados que (adivinhem) torceram para o Ajax tbém e eu não desejo que morram.

  • 30. Milton Ribeiro  |  30/03/2010 às 10:13

    Pelo menos causei uma discussão que o DANTE CURTIU…

  • 31. Lol  |  30/03/2010 às 10:13

    Não tô defendendo a ditadura militar. Só não entendo pq ela tem que ser assunto proibido. Se alguém fala alguma coisa que não seja DESABONADORA ao período é taxado de reacionário ou algo assim.

    O que pouco se sabe é que trocamos uma ditadura por outra, se não fosse a militar, seria a do próprio jango e sua turma de comunistas.

    O Brasil estava virado de pernas pro ar naqueles tempos. Não tinha muita escapatória.

    O pior da ditadura militar foi transformar um monte de oportunista em simbolos da resistência….tudo que é ARTISTA daquela época adora falar que viveu na ilegalidade, que foi perseguido…que foi passar férias em LONDON, LONDON. Tudo que é político adora falar que combateu os militares….

    Vou escrever sobre isso no meu blog, quando tiver um.

  • 32. vicente v.  |  30/03/2010 às 10:14

    “falar do futebol como se fosse uma propaganda de margarina”

    jdfsklfjadjkfsaljkdfklsjadfjsdj
    valeu, fino!

  • 33. Guilherme  |  30/03/2010 às 10:14

    .19

    Na real era rancor do AN e de muita gente contra o time do Grêmio daquela época. O pessoal não aceitava que um time que eles consideravam ruim, ganhasse dos bons. O que eu como gremista achava afudê porque ele carregava um tanto de medo.

    Mais ou menos inversamente proporcional ao rancor de hoje contra o time do Santos.

    Mas considero ambos válidos, por sinal.

  • 34. fino  |  30/03/2010 às 10:14

    eu não desejo a morte de ninguém meu chapa… só não estou sensibilizado, nem triste e nem considero uma grande perda para o país blablabla…

  • 35. Prestes  |  30/03/2010 às 10:15

    Vai te fuder, Dante. (qqr uma bem gelada)

  • 36. Prestes  |  30/03/2010 às 10:17

    “seria a do próprio jango e sua turma de comunistas”

    O que iam CHURRASQUEAR CRIANCINHAS não ia ser fácil mesmo!

  • 37. Lol  |  30/03/2010 às 10:18

    Esqueçam a parte da ditadura. Isso soa imcompreensível para vocês, jovens torcedores.

    Falando só de futebol: o cara cobriu 15 copas do mundo. Alguma coisa pra passar ele deveria ter. Não se pode desprezar tanta bagagem.

  • 38. Milton Ribeiro  |  30/03/2010 às 10:20

    Prestes,

    como minha família sempre gostou de uma vitelinha humana mas não tinha dinheiro para ir a London, London, nos fudemos.

  • 39. Ducker  |  30/03/2010 às 10:21

    NOGUEIRA SECADOR!

  • 40. Lol  |  30/03/2010 às 10:21

    “O que iam CHURRASQUEAR CRIANCINHAS não ia ser fácil mesmo!”

    Não seria esse meu medo. Mas sim, viver num país como a Venezuela, ou Cuba. Em que para serem iguais, todo mundo tem que ser pobre.

  • 41. Lol  |  30/03/2010 às 10:23

    tá. vou me retirar.

    Vou treinar ORDEM UNIDA agora.

  • 42. Prestes  |  30/03/2010 às 10:26

    Lol, a questão é que o Jango jamais faria uma ditadura de esquerda.

    É bizarro pensar isso.

  • 43. Battaglin  |  30/03/2010 às 10:28

    Digo que não é o momento pq não é o caso de só falar mal dele agora que morreu. Gostaria de falar mal dos textos dele antes. Mas nunca surgiu a oportunidade.

    Pra ele, e pra maioria das pessoas, “texto poético” sobre futebol é só colocar tudo no diminutivo e enfiar “ginga”, “moleque” e “serelepe” no texto. Não condeno a vontade que ele tinha de fazer poesia com futebol. Questiono a qualidade do texto dele. Era uma bosta.

    ========

    #31 “O pior da ditadura militar foi transformar um monte de oportunista em simbolos da resistência”

    Na verdade o pior da ditadura foram os assassinatos e restrições de direitos, né?
    Mas concordaria com você que transformar Caetano Veloso em vítima quase chega junto. Além, claro, de termos de aguentar os trocadilhos de Chico Buarque até hoje como demonstrações de INTELIGÊNCIA contra a ditadura. Se não fosse a ditadura, o Chico Buarque seria hoje redator da Zorra Total.

  • 44. Milton Ribeiro  |  30/03/2010 às 10:28

    Fui pesquisar se todo mundo era igual e pobre na Venezuela, Acho que não: http://www.sexyono.com/top20/Venezuela/mujeres/

  • 45. Guilherme  |  30/03/2010 às 10:28

    Lol, o que tu precisa entender é o que esse teu medo foi fabricado pra fazer as pessoas aceitarem a ditadura. Aliás medo é uma manobra muito eficiente, tanto que anda sendo usada à torto por aí por Bin Ladens da vida, e com bastante sucesso.

  • 46. Germano  |  30/03/2010 às 10:32

    #43 “Se não fosse a ditadura, o Chico Buarque seria hoje redator da Zorra Total”

    euahoehaue, mto bom

  • 47. Prestes  |  30/03/2010 às 10:35

    Se alguém dissesse q meu texto era uma bosta e em seguida que o Chico seria redator do Zorra Total se não fosse a ditadura eu ficaria lisonjeadíssimo.

  • 48. gilson  |  30/03/2010 às 10:37

    Muy SÓBRIO o texto, curti deveras.
    Mas o AN não era meu cronista preferido, e as peças curriculares que o Milton trouxe lá em cima demonstram o quão danosa foi a atuação do cara pro Brasil.
    Não sei se essa ideia de “futebol só pela arte” (vulgo futebol farofa) veio somente dele, mas seguramente é um dos caras que primeiro apareciam pra bradar “perna de pau” e coisas alhures sempre que um cabra mais “cumpridor” aparecia no RJ, especialmente no Botafogo. Postura essa aliás, hoje em dia dominante no ideario futebolista nacional, que faz nossa arbitragem ser ridícula no julgamento de faltas e que faz os jogadores comportarem-se como bailarinos e atores, ao invés de esportistas.

  • 49. Lol  |  30/03/2010 às 10:39

    Guilhrme e Prestes,

    Na verdade meu medo foi fabricado estudando muito sobre o assunto, já que sou formado em história. Mas isso não quer dizer nada.

    Mas vocês estão certos, aqui não é o lugar para falar sobre isso e pelo pouco espaço, qualquer coisa que se fale, fica muito superficial e desamparado de fundamentação. Então encerremos o assunto.

    Agora vou ali terminar minha ordem Unida ao som de ALEGRIA, ALEGRIA.

  • 50. dante  |  30/03/2010 às 10:40

    “Se não fosse a ditadura, o Chico Buarque seria hoje redator da Zorra Total”

    impedimento > bíblia + ALCORÃO + TORÁ

  • 51. Lol  |  30/03/2010 às 10:42

    48. gilson

    Ontem umbelo texto do LF sobre esse mito do perna de pau, simbolo de raça e hoje um comentário dizendo que futebol bonito é ruim e açogueiro é bom.

    Em tempo, Robinho, André e Neymar não fazem parte do meu conceito de futebol bonito.

  • 52. gilson  |  30/03/2010 às 10:43

    Nas faculdades de história agora ensinam que Jango se pretendia um ditador? E comunista?

  • 53. Lol  |  30/03/2010 às 10:43

    “Em tempo, Robinho, André e Neymar não fazem parte do meu conceito de futebol bonito.”

    Pelo menos em suas atitudes de palhacinhos de circo em campo.

  • 54. dante  |  30/03/2010 às 10:44

    apenas pra constar:

    SENHOR que trabalha aqui ao lado, e que foi capitão do exército e blablabla [o currículo dele mostra que chegou a escrever alguns discursos oficiais durante a ditadura, homem mui letrado que é], afirma categoricamente que “ditadura? que ditadura? NÃO HOUVE DITADURA NO BRASIL”.

    segundo ele, o que houve foi um “PERÍODO DE EXCEÇÃO”.

    ou seja, cada um percebe as coisas da melhor forma que lhe convém.

  • 55. Battaglin  |  30/03/2010 às 10:45

    Desculpa, Prestes, esqueci que o Chico bate fundo na alma feminina.

  • 56. Lol  |  30/03/2010 às 10:47

    52. gilson | 30/03/2010 at 10:43

    Nas faculdades de história agora ensinam que Jango se pretendia um ditador? E comunista?”

    Ele precisamente não, pois era um fraco. Um cara gente boa, mas um fraco.

    Se existe algum culpado pela ditadura militar foi ele e sua dificuldade em tomar decisões o que permitiu que se armasse todo o cenário em março de 1964.

    Ele tinha todo um esquema para depor o governador de Sp, Rj e Mg. E na hora H, não levou o plano adiante.

    Não sou eu que digo essas coisas. Isso está em qualquer livro sério de história.

    Mas sua turma sim.

  • 57. Jader Anderson  |  30/03/2010 às 10:49

    “Se não fosse a ditadura, o Chico Buarque seria hoje redator da Zorra Total”

    MEU HEROI!!!

    heahehehaeheaheheahaehea

    O lol, atucana a coloradagi ae!!!! lembra que tu profetizou essa merda ano passado haehaehaehae

  • 58. Jader Anderson  |  30/03/2010 às 10:50

    #44

    Ótimo link milton… teu saldo agora ganhou um ponto.

    Pontuação atual: -216546546

    Abraço hehehe

    Quanto ao AN, nunca vi nem ouvi eu só ouço falar. Se era contra o grêmio, mijarei na tumba…

  • 59. marlon  |  30/03/2010 às 10:51

    também não lembro quem era esse cara, só do nome. mas se foi diretor do JN por 25 anos, certamente tá curtindo uma fogueirinha e um CHORIPAN ao lado do GRAMULHÃO agora.

    e Lol:
    o argumento de “guerra contra o socialismo” [o original era contra o “comunismo”, mas ok…], “doutrina da segurança nacional”, é ideológica e não se baseia em fatos. por exemplo, que que o Allende fez de comunista quando estava no poder? a ameaça de comunismo no poder nos EUA era enooooorme quando da época do McCarthy… é ideologia para implantar o fascismo (aliás utilizada por Mussolini e Hitler), geralmente bancada pelo grande capital (nas ditaduras sul-americanas, EUA, grandes industriais de cada país etc. na Alemanha, Hitler subiu ao poder, e se manteve nele, com o apoio da elite econômica alemã, que vislumbrava um state of affairs no qual a indústria não só alemã, mas européia, estaria em suas mãos, e que não se fez de rogada em utilizar trabalho escravo, inclusive em campos de concentração). a Venezuela é uma quase-ditadura “comunista” ou “socialista” só na fachada. quem está por trás do Chavez é o capital árabe – e os árabes não têm nada de comunistas.

  • 60. fino  |  30/03/2010 às 10:56

    vo chamar no latim então

    NS

  • 61. alemao  |  30/03/2010 às 10:56

    Bom, então pela tua teoria, o Exercito e esse bando de general brocha e FDP não tem nada a ver com o tal período de EXCEÇÃO (e aí dante, blz?).

    A culpa é do Jango q era fraco. Claro…óbvio, eu com a minha maldita Famecos não sei de porra nenhuma.

    Ah, claro, todo o aporte financeiro dos EUA na época, tb foi mera casualidade. Enfim, não me formei em História. Desculpe.

    Em tempo, AN era uma mala. Te cuida Galvão, tu é o próximo.

  • 62. Prestes  |  30/03/2010 às 10:56

    “Isso está em qualquer livro sério de história.”

    Qual?

  • 63. marlon  |  30/03/2010 às 10:56

    e, ahn, belo LOMBO:

    http://www.sexyono.com/top20/Venezuela/mujeres/18/

    adoro mulher com LORDOSE. nossa, adoro.

  • 64. fino  |  30/03/2010 às 10:59

    rebolis rabetamis ad solum

  • 65. marlon  |  30/03/2010 às 11:00

    [com sotaque de Don Corleone]

    tota pulcra rebolationis est amica mia

  • 66. Jader Anderson  |  30/03/2010 às 11:01

    Tá boa a discussão da ditadura… aguante..

  • 67. Milton Ribeiro  |  30/03/2010 às 11:02

    Lol, numa boa.

    Estás reescrevendo a história. Está mesmo na hora de abrir um blog, ou um bar.

  • 68. Jader Anderson  |  30/03/2010 às 11:04

    QUEEEE LINKS AMIGO! hehehe

  • 69. Prestes  |  30/03/2010 às 11:06

    Milton, seu chavista, porque no te callas e manda mais umas venezuelanas??

    huaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

  • 70. Guilherme  |  30/03/2010 às 11:07

    Lol, eu por acaso tenho mestrado em ciências sociais e minha interpretação é bem diferente. Tudo o que o Jango fez à época foi começar uma reforma agrária (que aliás se faz hoje em dia, sem ninguém ser acusado de Fidel Castro), o que obviamente mexeu com vespeiro. Por que na época, e bem mais do que agora, ninguém mandava mais no país do que fazendeiro. Que aliás, também eram donos de rádios e jornais. Esse povo deu uma de Regina Duarte, pra tomar conta do poder e afundar o país de vez.

  • 71. Rudi  |  30/03/2010 às 11:08

    sobre venezuelanas, procurem por MILKA DUNO (99% dos links aqui no trampo são bloqueados, mas vale a pena, é sério)

  • 72. Guilherme  |  30/03/2010 às 11:10

    Aliás o golpe de 64 era chamado por jornais da época como uma “revolução democrática contra o comunismo”. O que é hilário.

  • 73. Anônimo  |  30/03/2010 às 11:14

    muito bom o texto.
    ACHO que não sacaram a ironia, porque há uma crítica ao jeito amargurado e ‘o bom foi a época que eu vivi’ desse cara.
    não sei como enxergam poesia nas frases dele.

    “se não fosse a ditadura, teriamos um pseudo-socialismo instaurado no País”. essa aí foi fantástica.
    melhor eu voltar a ler revistas de moda.

  • 74. izabel  |  30/03/2010 às 11:16

    eu aí em cima.

  • 75. tião macalé  |  30/03/2010 às 11:18

    aí mussum, aqui só rola BACHARÉIS, ENGENHEIROS, DIPLOMATAS…

    me desce mais uma AMPOLA DE DIURÉTICO.

  • 76. Rudi  |  30/03/2010 às 11:20

    porra, mas quanta gente tem da famecos aqui? te formou quando alemão?

  • 77. Prestes  |  30/03/2010 às 11:21

    Não acho os textos do Galeano sobre futebol muito diferentes dos do Armando Nogueira, inclusive na defesa do futebol “bailarino”.

    No entanto, aposto que se fosse ele o morto, todo mundo ia dizer que era baita escritor, melhor de todos, grande poeta do futebol.

    A única semelhança é que o papo tb ia descambar pra Chavez e Castro, huasuhhushfhuhush

  • 78. Rudi  |  30/03/2010 às 11:24

    na real bons deviam ser os tempos de DOM PEDRO (NSFW)

  • 79. Rudi  |  30/03/2010 às 11:24

    ATENÇÃO: para as pessoas desprovidas de senso de humor e retardados em geral, o comentário acima possui boa dose de ironia, obrigado.

  • 80. vicente v.  |  30/03/2010 às 11:26

    não e não.
    o CARA era o CHALAÇA.

  • 81. Lol  |  30/03/2010 às 11:26

    Pq meu comentário não aparece? Fui censurado? AI-5? Esses Impedimentalistas….

  • 82. guihoch  |  30/03/2010 às 11:27

    cara de paraibinha safada, mas não a pegaria, SERIANDO MERMO MERMÃO, FRACA, COMUM, olhem esta dela:

    untitledc

    agaleria completa é pior:

    http://www.flickr.com/search/?q=milka%20duno&w=all&s=int

  • 83. fino  |  30/03/2010 às 11:27

    força inter!
    força fossati!

  • 84. Lol  |  30/03/2010 às 11:29

    LF, Douglas…

    Desbloqueiem a mensagem que enviei, por favor.

    É uma para o Prestes.

  • 85. dante  |  30/03/2010 às 11:29

    bá, não achei nada de mais nessa MILKA DUNO aí.

    ANÃ BOMBADA DAS PISTAS.

    sou mais a danica patrick.

  • 86. dante  |  30/03/2010 às 11:31

    o douglas não manda mais nada aqui, lol.

    trocamos a TORRE DE CONTROLE por 2 maços de MALBORÃO.

    é nóis leke.

    sfçlaksflçajsflkjadslkfjdsaf

  • 87. Rudi  |  30/03/2010 às 11:31

    dante, a Danica é impulsionada pelo capitalismo e blablablablablabla…

    a Milka é representante de um regime bolivariano que blablablablablabla…

    tá, isso não tem nada a ver, eu só queria falar de politica também…

    e vai pro inferno (NS ever and ever)

  • 88. Lol  |  30/03/2010 às 11:37

    E ngm pode reclamar de mim. Fiquei quase 4 meses de férias. Mas agora que o Inter tá na situação que previ em Novembro resolvi dar um OI.

    Agora vou lá cantar o Hino Nacional.

  • 89. Jader Anderson  |  30/03/2010 às 11:38

    potranca

  • 90. col  |  30/03/2010 às 11:43

    Jah que desbancaram pra politica, vos digo que Stalin matou mais que Hitller (ns).

  • 91. Prestes  |  30/03/2010 às 11:45

    Col nitidamente falando mal da Rússia só pq o Alex joga lá.

    HUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

  • 92. André  |  30/03/2010 às 11:54

    Ó a bola
    É como o seio feminino
    Precisa ser acariciada, apalpada
    Por pés delicados
    De anjos
    Das pernas tortas

    Armando Nogueira

  • 93. almilano  |  30/03/2010 às 11:57

    Grenal é Grenal. E vice-versa.

  • 94. col  |  30/03/2010 às 11:57

    Prestes, um ataque com Alex e Damiao seria bem melhor que Edu/Alecsandro.

    Verdade nua e crua.

  • 95. Rudi  |  30/03/2010 às 11:59

    porra col, tu foi até a rússia só pra IMPEDIR o alex de bater um penalti e agora vem defende-lo? francamente…

    e almilano, é sério, eu tenho medo desse grenal aí, prevejo maus dias

  • 96. guihoch  |  30/03/2010 às 12:01

    pensando bem se a anã fosse patrocinada pela red bull e com isso ganhase dez latas da mesma vitaliciamente, CASAMENTO CERTO, só precisaria comprar o red label, gelo temo em casa, PPV A MULHER BANCA, cumida tambem. o resto pago em orgamos a ela.

    já faz mais de 200 comentarios que ninguem anão ser eu tem dito tenho dito.

  • 97. guihoch  |  30/03/2010 às 12:02

    amanhã tem monterey contra um monte de gay

    http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Times/Corinthians/0,,MUL1550515-9862,00-LULINHA+IRONIZA+SAO+PAULO+NO+TWITTER+MAS+DEPOIS+PEDE+DESCULPAS+AOS+TRICOLOR.html

  • 98. Carlos  |  30/03/2010 às 12:12

    Esse LOL acha legal 64 pq provavelmente a familia dele não tomou no cu nessa época.

    Isso q meu velho nem comuna era. Era milico. E se fudeu, ficou preso um mês, foi expulso daquela bosta e teve q fritar merda com torresmo durante um bom tempo pra dar a volta por cima. E graças a deus deu. Mas teve muito colega dele, milico tb, q ficou louco ou está louco ou se matou.
    Aposto q a tua familia ou roubou, pegou alguma mamatinha (ARENA, PDS) ou tu te acha malandro defendendo o indefensável.

  • 99. Carlos  |  30/03/2010 às 12:13

    E o fino já disse o q eu queria dizer sobre esse puto do AN.

    Véio recalcado. É um calazans com grife.

  • 100. rafael botafoguense  |  30/03/2010 às 12:37

    texto bonito pra carai.

    mais um gênio se vai.mas deixa um legado infinito pros que gostam de futebol.

    Certamente Armando Nogueira lê essa bela carta abraçado em Garrincha, porque os botafoguenses – todos eles – vão para o céu.[3]

  • 101. alemao  |  30/03/2010 às 12:37

    Rudi, nos anos 2000…hehehe… acho q em 2004. Vem cá, tu não é meu irmão né? Tenho um irmão chamado Rudi.

  • 102. rafael botafoguense  |  30/03/2010 às 12:39

    cala boca carlos!

  • 103. Rudi  |  30/03/2010 às 12:39

    eu me formei em agosto de 2003, e não, não sou teu irmão… hahaha

    mas peraí, se tu te formou em 2004 quer dizer que eu te passei trote? muahuahuahuahua

  • 104. Francisco Luz  |  30/03/2010 às 12:40

    Concordo com quase tudo que o fino escreveu, com a exceção de que eu torci desesperadamente pelo Ajax em 1995.

    Sobre a comparação com o Galeano feita pelo Prestes, acho válida. O Galeano, assim como o Nogueira, vale pelos textos em que falava do futebol do passado. Nunca vi nada que valesse um comentário feito pelo Galeano sobre o futebol atual, também, a não ser os lamentos sobre a situação do BALOMPIÉ uruguaio.

  • 105. alemao  |  30/03/2010 às 12:43

    não cara…tava lá desde 90 e poucos…se cansaram de mim…

  • 106. Rudi  |  30/03/2010 às 12:45

    mas tinha um cara que se formou comigo que eu não lembro o nome que tava na famecos havia 18 anos, não era tu né?

  • 107. Luís Felipe  |  30/03/2010 às 12:47

    sinceramente, não sei até que ponto o Armando Nogueira, no que diz respeito à ditadura militar, não foi mais levado pelas circunstâncias do que um artífice delas.

  • 108. Luís Felipe  |  30/03/2010 às 12:50

    mas isso não diminui o seu papel como autor do jornal que foi linha de frente da ditadura militar por 25 anos.

    esse texto, porém, lembra que ele foi basicamente um dos fundadores da crônica esportiva no Brasil – e dele, ninguém poderá tirar isso.

    nem mesmo o velho rancoroso que ele se tornou nos anos 90.

  • 109. Alexandre N.  |  30/03/2010 às 12:54

    #75

    HAHAHAHAHAHAHAHAHAAHAHA….

    De todos os cometários de hoje, este foi o melhor! Sem mais…

  • 110. Ducker  |  30/03/2010 às 13:01

    Não conheço o fino (nem niguém aqui…), mas vou pagar uma ceva pra ele no Olímpico pelos comentários de hoje!

    Porra, só tem foto dessa anã Milka Duno de macacão! pqp

  • 111. guihoch  |  30/03/2010 às 13:05

    cheguei a uma conclusão amigos

    rudi=deus, esta em tudo que é lugar e já trabalhou, estudou ou morou em algum lugar em comum com todos que por aqui apareçem, rudi e um wally de nossas vidas, aquelas pessoas alheias que nunca pensamos que vamos encontrar, a não ser ali, e depois se reencontram no impedimento falando de futebol ,ditadura ou de mortos como é o nosso caso aqui.

    MAS TENHA CERTEZA QUE MAIS DIAS MENOS DIAS VOCE SABERA QUE RUDI SEMPRE FEZ PARTE DE SUA VIDA.

  • 113. dante  |  30/03/2010 às 13:08

    “já faz mais de 200 comentarios que ninguem anão ser eu tem dito tenho dito.”

    é MUITO mestre.

    e tenho ditohoch.

  • 114. Fernando Cesarotti  |  30/03/2010 às 13:10

    Genial o texto, como sempre – melhor que a média do Armando, eu diria.
    O que mais me incomodava nele era essa coisa Calazânstica de achar que só prestava o futebol até 1970, à exceção do Zico.

  • 115. guihoch  |  30/03/2010 às 13:16

    pagar uma ceva no olimpico = valendo nada

    EXPLIQUE-SE

    afinal não se vende cerveja lá=ESPIÃO

  • 116. Prestes  |  30/03/2010 às 13:17

    “rudi=deus, esta em tudo que é lugar e já trabalhou, estudou ou morou em algum lugar em comum com todos que por aqui apareçem, rudi e um wally de nossas vidas”

    VERDADE ABSOLUTA

  • 117. izabel  |  30/03/2010 às 13:19

    chico, uma bem recente do galeano tá descrito aqui neste texto: http://espnbrasil.terra.com.br/luciodecastro/post/107727_EXCLUSIVO+FA+DO+ESPORTE+EDUARDO+GALEANO+FALA+SOBRE+O+CASO+ADRIANO

    eu concordo com cada linha e acho que vai justamente na direção contrária àquela que o armando tomaria (e todos os outros que tão na grande mídia).

  • 118. Prestes  |  30/03/2010 às 13:22

    Comentário 108, do LF, é o que penso.

    LUZ, Chico (104): “O Galeano, assim como o Nogueira, vale pelos textos em que falava do futebol do passado.”

    OTTI, Cesar (114): “O que mais me incomodava nele era essa coisa Calazânstica de achar que só prestava o futebol até 1970”

    R: Ter suas ideias superadas é o ciclo natural da vida. Estranho seria o contrário.

  • 119. Ducker  |  30/03/2010 às 13:22

    #115

    Na clássica Tia Bety, do lado de fora

  • 120. Alexsander  |  30/03/2010 às 13:24

    No período da Ditadura muita gente aproveitou para se passar por vítima. A maioria dos cantores/compositores que se auto-exilaram o fizeram apenas para fugir da censura — não seriam presos nem torturados se ficassem, apenas não poderiam publicar suas músicas. Como tinham dinheiro foram passar férias no exterior e pagaram de “perseguidos políticos”.

    Houve também os criminosos comuns que aproveitaram para se auto-proclamar “guerrilheiros” quando na verdade queriam apenas obter dinheiro com assaltos a bancos e seqüestros. Muitos destes, aliás, são beneficiários do “Bolsa-Ditadura” hoje em dia.

    O mesmo ocorreu na Itália — um exemplo é o terrorista Cesare Battisti, que é acusado de dois assassinatos que não têm nada a ver com uma eventual luta armada pela democracia. Além de policiais e militares, ele matou um açougueiro e um joalheiro que reagiram a assaltos.

    O ser humano é assim: pessoas inescrupulosas aproveitam períodos de exceção para praticar crimes impunemente. Lembram dos saques que ocorreram depois de tragédias como o furacão Katrina ou o terremoto do Haiti? Lixo humano, pronto para roubar e matar, existe em todo o mundo.

  • 121. Prestes  |  30/03/2010 às 13:34

    “A maioria dos cantores/compositores que se auto-exilaram o fizeram apenas para fugir da censura”

    Bah, Alex, releia o MUNDO.

    Caetano e Gil ficaram presos e incomunicáveis por cerca de um mês antes de irem pra Londres. Geraldo Vandré foi torturado e pirou. Atores e ATRIZES (!) da peça Roda Viva foram espancados aqui em Poa e em São Paulo. Plantaram drogas na casa do Tom Zé e só não foi preso por que o porteiro do prédio dele se recusou a dar falso testemunho, mesmo correndo risco de vida. Isso só o que eu puxo da memória.

    Isso basta para que se qqr outra artista famoso tenha se auto-exilado seja plenamente justificável.

  • 122. Prestes  |  30/03/2010 às 13:39

    “pessoas inescrupulosas aproveitam períodos de exceção para praticar crimes impunemente”

    Te referes ao Fleury??? Concordo muito.

  • 123. fino  |  30/03/2010 às 13:42

    bah

    preciso comentar mais

  • 124. Jader Anderson  |  30/03/2010 às 13:46

    COLUNA PRESTES descendo a porrada nos comments

    haehaeheahae

  • 125. Gustavo  |  30/03/2010 às 13:52

    Também, o LOL resolve meter BENZINA no LANÇA-CHAMAS, visivelmente tentando TROLLAR o post. E triunfando, como se vê.

  • 126. Rudi  |  30/03/2010 às 13:56

    bah guihoch, não força, só porque eu morei em uruguaiana na mesma época que tu? hahaha
    qualquer coisa fora de tramandaí/sogipa/famecos/uruguaiana/brasilia que seja dito de mim é ABSOLUTA MENTIRA

  • 127. Prestes  |  30/03/2010 às 13:57

    PARÁ??

    husdhushusfhusdhu

  • 128. guihoch  |  30/03/2010 às 13:58

    113. dante | 30/03/2010 at 13:08
    “já faz mais de 200 comentarios que ninguem anão ser eu tem dito tenho dito.”

    é MUITO mestre.

    e tenho ditohoch.

    [2]
    {o guihoch voltou}
    (ah, faz dois anos o galeano teve em porto alegre, lançando Espelhos. falou por duas horas e me pareceu o mais perto de gênio q de q já me aproximei. não conheço quase nada de AN mas do q vi recentemente o comentário do battaglin, o do roger… me pareceram os mais lúcidos)

  • 129. Rudi  |  30/03/2010 às 13:58

    oi?

  • 130. Francisco Luz  |  30/03/2010 às 13:59

    Bel, não tinha lido isso sobre o Adriano, com o que concordo. Mas aí é bem mais SOCIOLÓGICO/ANTROPOLÓGICO (ns) do que futebol.

    Prestes-118: de acordo.

  • 131. guihoch  |  30/03/2010 às 13:59

    sobrou um “q” ali…

  • 132. arbo  |  30/03/2010 às 14:01

    bá, nenhum sentido. juro q não troquei meu nome pra guihoch – seria um pecado na real.
    ????????????
    bueno, fui eu q escrevi o 128

  • 133. Francisco Luz  |  30/03/2010 às 14:04

    Arbo se entregou, finalmente.

  • 134. Rudi  |  30/03/2010 às 14:05

    então guihoch nunca existiu?

  • 135. arbo  |  30/03/2010 às 14:07

    Chico, do q vagamente conheci de AN e do q um pouco menos vagamente conheço de EG a comparação do Prestes não procede. Não é nem questão de mérito. A “proposta” do AN PARECE bem descrita pelo Battaglin, uma poesia forçada, portanto não-poesia. O futebol é claramente TAMBÉM poesia, e certamente passível de tradução para as letras, no entanto o trabalho me parece difícil como duas canetas seguidas. Se o Galeano recorre à sociologia/antropologia e coisas afins é porque essa é a dele: coloca tudo no mesmo patamar e o q se eleva, elava-se por si.

  • 136. Jader Anderson  |  30/03/2010 às 14:08

    NAAAAAOOO

    morra arbo

  • 137. Eduardo  |  30/03/2010 às 14:09

    #14
    quando falar de alguém, fale pelas costas…
    falar na cara deixa as 2 pessoas constrangidas…

    quanto ao texto, muito bonito..
    se ele merece ou não, acho que depende da opinião de cada um que lê e a visão que tinha do sujeito.

    não tenho tanto rancor dele, embora também ache que ele a vida inteira falou mal do GRÊMIO (pelo menos a MINHA vida inteira – que começou na metade dos 70). e não há como negar que ele foi importante para o jornalismo (pro bem ou pro mal)…

  • 138. arbo  |  30/03/2010 às 14:10

    ELEVA-SE.

    sério mesmo, não tenho IDEIA de como guihoch foi parar no NAME. se eu tivesse 5% da genialidade do guiRROCK eu até desconfiaria de dupla personalidade. desculpe aí, poetahoch, mas não sei como ocorreu, acho q foi no processo de recorta e cola do comentário do dante…

  • 139. izabel  |  30/03/2010 às 14:10

    arbo SEMPRE se entrega.

    e prestes, obrigada pelo 121 e 122.

  • 140. Prestes  |  30/03/2010 às 14:15

    NAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAO (2)

    tu é um CRÁPULA, Arbo! E um GÊNIO tb. Ou melhor, um genioHOCH.

  • 141. Alexsander  |  30/03/2010 às 14:19

    #121

    Por isso eu disse a MAIORIA, não TODOS.

  • 142. arbo  |  30/03/2010 às 14:20

    daqui a pouco o poetahoch volta e tu fica numa nice. não VIAJÃO.

  • 143. Junior  |  30/03/2010 às 14:22

    O post # 118 do Prestes foi perfeito. Sinceramente, não sei se nós não seríamos saudosistas se tivéssemos assistido Pelé, Garrincha, Didi, Heleno de Freitas, etc. Comparar Armanndo Nogueira com Calazans é sacanagem, mesmo muito mais velho, o AN era muito mais receptivo ao futebol “atual” (e tinha muito mais talento).
    Se formos analisar o comportamento de diversas pessoas durante ditaduras, vai sobrar pouquíssima gente. O Carlos Drummond de Andrade trabalhou anos no Ministério da Educação, sob as ordens de Gustavo Capanema, durante a ditadura Vargas. O Flavio Tavares, um dos jornalistas mais coerentes que conheço, foi funcionário do Estadão durante a ditadura militar brasileira. A Globo teve vários comunistas como seus funcionários, entre eles o Oduvaldo Vianna Filho, o Vianninha, criador da “Grande Família. Só discordo do LF quando ele escreve que o JN foi o jornal linha de frente da ditadura militar. A linha de frente da ditadura militar foi a própria sociedade brasileira, que APOIOU durante vários anos os militares. Todas aquelas mortes e violências são de responsabilidade dos próprios brasileiros, pouquíssimos se mobilizaram para redemocratizar o país, colocar a culpa na Globo é repassar a responsabilidade. Sobre a relação AN e ditadura, é interessante a declaração do Ziraldo:
    “A raça está toda aqui. O grupo dos contemporâneos do jornalismo e que passaram pela ditadura. Enquanto estava no Pasquin o Armando estava no Globo. Mas nunca vi ninguém da esquerda esculhambando com ele. A biografia dele é uma aula de jornalismo. Ele era de uma lisura indiscutível. Impressionante o zelo com o qual ele criou o Jornal Nacional”, disse o cartunista Ziraldo.

  • 144. Rudi  |  30/03/2010 às 14:25

    e tem a história clássica que o velho roberto marinho contava quando alguém da ditadura queria arrochar algum jornalista que trabalhava lá por questões de comunismo

    “vocês cuidam dos seus comunistas que eu cuido dos meus”

    ou algo assim…

  • 145. Prestes  |  30/03/2010 às 14:34

    Se torturassem, espancassem, e prendessem profissionais de informática tu ia ficar no Brasil??

  • 146. Alexsander  |  30/03/2010 às 14:35

    Hoje em dia não sei se não teria sido melhor se os comunistas tivessem conseguido implantar seu regime no Brasil. Vejam o que ocorreu na Europa: viram de perto a falência da URSS e seus satélites e hoje não querem saber de comunismo nem pintado de ouro. Se tivéssemos tido alguma forma de comunismo por aqui, já teria entrado em colapso há muito tempo e a esta altura teríamos política e economia modernas.

    Os militares foram nacionalistas e conservadores, não abriram a Economia (como fez Pinochet por exemplo) e ainda por cima aumentaram muito o paquiderme estatal. Para piorar, a Constituição de 1988 saiu semi-socialista e centralizadora. Até a CF de 1891 era melhor, dava mais poder aos estados e restringia os poderes da União. Pena que não tínhamos partidos fortes nem população letrada, o que acabou criando as condições para a política do café com leite, que por sua vez gerou todo aquele atrito que culminou com o Golpe de 1930.

  • 147. alemao  |  30/03/2010 às 14:36

    Bah, mas vcs não almoçam??? Foi eu sair, já tem quilos de coisa…Rudi, não. Demorei um pouco menos…uns 8 anos, mas pq eu tava fazendo devagarinho.
    E, me diz uma coisa, tu é de Uruguaiana??? Mas tudo q é fumanchu vem de lá? Conheço uma meia duzia preveniente dos arredores.

  • 148. Rudi  |  30/03/2010 às 14:36

    aleksander, nunca tivemos partidos fortes no brasil, eles trocam de “ideologia” como o túlio troca de time…

  • 149. alemao  |  30/03/2010 às 14:38

    AGORA VAI!

    O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, apoia a candidatura de Kléber Leite para a presidência do Clube dos 13. E conforme o jornal Folha de S.Paulo é justamente essa a condição para abrir mão do Brasileirão em troca de uma liga sem interferência da CBF: Leite tem que estar no comando da entidade que representa os times. Ele rebateu e disse que a CBF não quer, com isso, tomar conta do futebol brasileiro. E sim dar mais força institucional a cada agremiação.

  • 150. Rudi  |  30/03/2010 às 14:39

    não alemão, eu nasci em cachoeira, me criei entre porto alegre e tramandaí mas morei de 2004 a 2006 em uruguaiana, depois vindo aqui pra brasília

  • 151. Alexsander  |  30/03/2010 às 14:40

    #145

    Se houvesse perseguição aos Profissionais de TI eu poderia até fugir, se tivesse grana pra isso — mas com certeza não iria pagar de coitadinho enquanto curtia “férias forçadas” no Primeiro Mundo. Eu também teria vergonha na cara pra não pedir “Bolsa Ditadura” às custas do povo.

  • 152. Junior  |  30/03/2010 às 14:40

    Depois que o Arbo “revelou-se” como Guihoch, a humanidade não tem mais solução, hjfghrtdfs.

  • 153. Alexsander  |  30/03/2010 às 14:46

    #148

    Os partidos no Brasil não são Ideológicos, são Fisiológicos. Querem apenas tirar uma casquinha do dinheiro público. Enquanto for assim o Brasil não tem a menor chance de dar certo.

  • 154. Prestes  |  30/03/2010 às 14:47

    Bah, Alex, perceba o quão mesquinho é dizer que isso é pagar de coitadinho.

    Imagina se agora o Estado brasileiro decide te proibir de exercer tua profissão?? Te proibir de fazer o que tu sabe, o que tu te preparou durante anos??

    Se começa a perseguir teus colegas, torturar, deixar amigos teus loucos??

  • 155. Serramalte Extra  |  30/03/2010 às 14:55

    154.. na boa… (pausa – EU TOU BRINCANDO, mas não muito), a maioria dos jornalistas merece ser torturado.

  • 156. col  |  30/03/2010 às 15:00

    guihoch nunca existiu?

  • 157. izabel  |  30/03/2010 às 15:04

    constituição semi-socialista? aaahn?

    e é sério que tem jovens que acreditam que se não houvesse a ditadura, o comunismo dominaria o brasil?

    MORRI

  • 158. Ernesto  |  30/03/2010 às 15:32

    Se o comunismo da URSS faliu, como tu explica esse capitalismo que predomina no Brasil desde 1500 ?

    Deu (dá) certo ?

    Graças a Deus o período da privataria (Gaspari, Élio) ocorreu só na época de FHC e os arautos do estado mínimo.

    O mesmo estado mínimo, criticado por ser “paquiderme”, que vira salvação da lavoura e se torna ESTADO MÁXIMO para salvar bancos, instituições financeiras, O “MERCADO” em si

  • 159. Alexsander  |  30/03/2010 às 15:45

    #154

    “Imagina se agora o Estado brasileiro decide te proibir de exercer tua profissão?? Te proibir de fazer o que tu sabe, o que tu te preparou durante anos??”

    Se eu fui embora para o PRIMEIRO MUNDO e ganhei a vida lá, porque pedir indenização ao voltar? Eu teria vergonha de pedir “Bolsa-Ditadura” se tivesse ido trabalhar, sei lá, na APPLE nos anos 70. Seria hipocrisia.

    Veja o caso do Ziraldo, citado há pouco: ele nem sequer foi preso — e seu jornal talvez nem tivesse feito sucesso se não fosse a Ditadura. Levou R$ 1.000.000 de indenização mais “Bolsa-Ditadura” de R$ 4.000 mensais. Não faz o menor sentido.

    “Se começa a perseguir teus colegas, torturar, deixar amigos teus loucos??”

    Acho que os meus colegas teriam, sim, todo o direito de receber gordas indenizações. Mas não acho que alguém possa pedir “Bolsa-Ditadura” dizendo “meus colegas foram torturados” — eu não pediria.

    Na verdade a Ditadura virou apenas mais uma desculpa para os parasitas de sempre sugarem ainda mais o dinheiro público.

  • 160. dante  |  30/03/2010 às 15:49

    morram todos.

    a nova corja já era.

    mas tem o http://www.braziu.org, vão discutir comunismo x ditadura por lá.

    gracias.

    ***

    “Sinceramente, não sei se nós não seríamos saudosistas se tivéssemos assistido Pelé, Garrincha, Didi, Heleno de Freitas, etc.”

    junior, depende. também tivemos nossos gênios [romário, ronaldinho, ronalducho, NILMAR e TCHECO sdoijaslkd]. maior dos clichês: isso só o tempo dirá.

  • 161. Lol  |  30/03/2010 às 15:53

    OLAVO DE CARVALHO

    leiam.

  • 162. dante  |  30/03/2010 às 16:05

    bá, lol completamente transtornado.

    NÃO LEIAM.

  • 163. Lol  |  30/03/2010 às 16:11

    Ok. Dante.

    Anos Rebeldes. Assistam.

  • 164. Franciel  |  30/03/2010 às 16:15

    Putaquepariu a ressaca de segunda para terça-feira!!!!

    Sempre chego mais atrasado nas discussões do que a zaga do brioso Vitória. Inclusive, defenderei uma mudança na constituição impedimestístcia para que os textos só sejam postados a partir das 16h.

    Agora, vamos falar de jangada, que é pau que bóia (deixa o acento, revisor sacana).

    Antes, uma confissão. Não li o texto acima nem nunca li Armando Nogueira.

    Aliás, só leio e comento os comentários do Impedimento.

    A eles.

    Quanto a zorra total, tenho um amigo que é redator de lá e escreve melhor que chico buarque, conforme vocês podem comprovar neste linque abaixo. E olhe que ele não sofreu nenhuma perseguição da Dita Dura.

    http://marconileal.opsblog.org/2008/08/20/o-mito-da-criacao-segundo-um-baiano-republicado-em-memoria-de-caymmi/

  • 165. Franciel  |  30/03/2010 às 16:16

    Quanto ao sogro de Carlinhos Brown, maestro, nosso comerciais, por favor.

    http://ingresia.opsblog.org/2009/02/11/relembrando-mais-uma-feiura-de-chico-buarque/

  • 166. dante  |  30/03/2010 às 16:18

    lol, se tu é tão MANIQUEÍSTA a ponto de ANTAGONIZAR olavo de carvalho e anos rebeldes, lamento.

  • 167. jo  |  30/03/2010 às 16:21

    bah, só os chatão

  • 168. Lol  |  30/03/2010 às 16:45

    dante,

    se vc é tão cerceador de entendimentos contrários ao seu ponto de vista a ponto d DESQUALIFICAR a minha sugestão de leitura, lamento.

  • 169. Alexandre N.  |  30/03/2010 às 16:53

    Caramba! O fantasma de Franciel se fez presente outra vez depois de tanto tempo sumido!

  • 170. Franciel  |  30/03/2010 às 16:56

    Alexandre,
    estou sempre por aqui. O problema é que vocês começam as discussões às 9,10h da madrugada. Inviável.

  • 171. Jabba  |  30/03/2010 às 17:05

    Armando Nogueira era chato pra cacete e o fato dele estar comendo capim pela raiz não muda isso.
    Quanto a discussão sobre ditadura, realmente as faculdades de história estão inovando no currículo….
    E só para tocar fogo, o Galeano é um grande escritor, mas o livro aquele dele “Futebol ao Sol e a Sombra” é bem fraquinho.

  • 172. Alexsander  |  30/03/2010 às 17:12

    #158

    “Se o comunismo da URSS faliu, como tu explica esse capitalismo que predomina no Brasil desde 1500 ?”

    1) Não é “SE”, ele faliu mesmo. Se você não sabe ainda porque, sugiro ler o artigo de Yegor Gaidar, que presenciou o colapso de perto:
    O Colapso da URSS

    2) Capitalismo no Brasil? Fala sério, temos a taxa de juros mais alta do mundo, demoramos MESES para abrir uma empresa, temos o sistema tributário mais complexo do mundo (duas vezes mais complexo que o segundo colocado Camarões e quase o triplo do sexto colocado Nigéria).

    “Graças a Deus o período da privataria (Gaspari, Élio) ocorreu só na época de FHC e os arautos do estado mínimo.”

    Para sua informação, FHC é de esquerda. Da esquerda moderna, social democrata, mas de esquerda. Leia a entrevista dele à Veja para saber mais.

    Quer um exemplo melhor de governante que defende liberdades econômicas? Margaret Thatcher. Só que nas privatizações dela as estatais foram vendidas para o povo. O percentual da população que tinha ações de empresas TRIPLICOU no governo dela.

    Enquanto isso os governos brasileiros privatizam por ENVELOPES fechados, para beneficiar os grandes grupos. O mesmo ocorreu no Século 19: enquanto nos EUA o presidente Lincoln fazia uma REFORMA AGRÁRIA com o “Homestead Act”, no Brasil era promulgada a “Lei das Terras” que impedia o acesso à terra ao povo em geral.

    “O mesmo estado mínimo, criticado por ser “paquiderme”, que vira salvação da lavoura e se torna ESTADO MÁXIMO para salvar bancos, instituições financeiras, O “MERCADO” em si”

    O estado no Brasil (e na maior parte do mundo) não é mínimo! Além disso, na recente “Crise Mundial” os maiores culpados foram os governos que interviram na Economia.

    Os governos sempre estão na raiz das bolhas… mas como elas demoram a estourar, pouca gente se lembra. Esta bolha imobiliária dos EUA começou com Clinton, que mandou os bancos Fannie Mae e Freddie Mac (agora falidos) emprestar a juros baixos para clientes com crédito ruim. Na primeira recessão o castelo de cartas ruiu.

    Num ambiente verdadeiramente Capitalista, bancos ruins quebram. Não existe empresa “grande demais para falir” — isso foi dito sobre a GM. Vi uma foto de um adesivo de carro nos EUA: “Se Bin Laden quer destruir a América, é melhor correr — Obama está se encarregando disto”.

    Alex

  • 173. fino  |  30/03/2010 às 17:16

    esses dias eu tive um sonho (ou pesadelo, como queiram) em que o chavez invadia o brasil… na verdade o chavez nao apareceu no sonho nenhuma vez, só venezeluanos que brotavam como formigas dos bueiros e do horizonte, munidos de espingardas e nada mais… aí a galera se escondia nas casas e quando ficamos encurralados um venezuelamo gritava na frente “não queremos matar ninguém, só queremos comida e suas tv’s”

    sério.

  • 174. Ernesto  |  30/03/2010 às 17:20

    Hehehehe. Para justificar a ditadura, falam em socialismo, comunismo.

    Aí, quando se fala que aqui há capitalismo, o cara nega. É praticamente um beco sem saída.

    Fernando Henrique de esquerda, só na teoria.

    Obama destruindo os Eua, realmente, criando um sistem de saúde.

    Heheehehe, quem destruiu foi o Clinton, ou o Obama, Bush nao teve culpa.

    E na crise de 29, quem era que intervinha na economia ?

    Tu pega pontos específicos, mas nao responde minha pergunta.

    Se isso aqui não fosse capitalismo, não se veria uma elite, pequena, mas tão cheia de capital.

    E esta carga tributária é igual a de muitos países europeus. Se o que dela se extrai, não é suficiente, é culpa de governantes e partidos. De “esquerda” como Fhc – só rindo – ou de Direita – como ocorre em vários estados da federação.

  • 175. dante  |  30/03/2010 às 17:23

    MELHOR PESADELO!

    ***

    “se vc é tão cerceador de entendimentos contrários ao seu ponto de vista a ponto d DESQUALIFICAR a minha sugestão de leitura, lamento.”

    lamente com dedicação, lol.

    é deveras triste.

  • 176. marlon  |  30/03/2010 às 17:24

    bá, eu volto aqui e tem neguinho defendendo a Thatcher.

    morram todos [2]. e cortem o bauretz do fino. bhfjkadbfklsa

    [brincadeira. na real bem interessante o sonho. bem possível também – mas eles não vão dizer “não queremos matar ninguém”, vai ser “Alahu Akbar” e “muerte a los putos brasileños”]

  • 177. alemao  |  30/03/2010 às 17:30

    fino, para de fumáááá

  • 178. Ernesto  |  30/03/2010 às 17:31

    Me expressei errado. Realmente, o estado é maximo. Mas quando é para o favor de poucos, ele pode ser máximo.

    É aquela história: Mínimo para todos, máximo para mim. Vide caso de Bancos e instituições na crise de 2008.

  • 179. Ernesto  |  30/03/2010 às 17:40

    Se os EUA, Europa, Chile, são lugares tão bacanas, com essa liberdade de empreendimento, onde o capitalismo realmente flui e impera, por que não se mudam para lá ?

    É tão bom, tão maravilhoso, mas quando tem uma teta da viúva pra mamar, não perdem a oportunidade.

    Grande esquerdista que é o FHC. Faz a paridade dólar=real, encaçapando os exportadores, e abrindo as portas para o investimento externo e importação.

    Medidas realmente esquerdistas, tomadas a toda hora por Fidel, Chavez, Correa, Evo

  • 180. Flávio  |  30/03/2010 às 17:52

    Armando Nogueira tinha seus momentos. A crônica em homenagem ao Dener é ótima. Mas, na maioria das vezes, resvalava no parnasianismo. Há pelo menos quatro jornalistas esportivos clássicos com texto bem superior ao dele: Mário Filho, Nelson Rodrigues, João Saldanha e João Máximo. E, entre os uruguaios, Aldyr Garcia Schlee dá de dez em Galeano. Não é à toa que é gaúcho…
    Quanto à ditadura, o golpe já estava em gestação há muito tempo. A direita não conseguiu em 54 (suicídio de Vargas), 55 (antes da posse de JK, tentativa de golpe abortada pelo General Lott) e 61 (campanha da legalidade). Em 64, finalmente conseguiu. Do outro lado também existiam tentações golpistas? Sim. Os comunistas e mesmo a esquerda nacional-populista tinham um viés autoritário.
    Mas, como diz o outro, Fidel não justifica Pinochet. E vice-versa.

  • 181. Gustavo  |  30/03/2010 às 17:52

    Espero muito um dia poder me mudar pra um desses lugares, podes crer, Ernesto. Estou trabalhando pra isso.

  • 182. Ernesto  |  30/03/2010 às 17:56

    Apenas seguindo no assunto do texto, onde está aquele clamor por Ronaldinho Gaúcho ?

    Com certeza, se em atividade, esse velho safado ia ser o capitão dessa trupe que luta pelo futebol enganador.

    E o pior que o cachaceiro nem contra os Chievos da vida tá resolvendo, hehehehehe.

    Maldita Espn

  • 183. Alexsander  |  30/03/2010 às 17:59

    “Hehehehe. Para justificar a ditadura, falam em socialismo, comunismo. Aí, quando se fala que aqui há capitalismo, o cara nega. É praticamente um beco sem saída.”

    Eu não justifiquei a Ditadura — por mim poderiam ter deixado o Jango assumir. Na pior das hipóteses quebraríamos (como a URSS) mas pelo menos teríamos aprendido a lição.

    “Fernando Henrique de esquerda, só na teoria.”

    Se você olhar a biografia de FHC verá que ele sempre foi de esquerda. Nos anos 80 ele e Lula militavam lado a lado. A diferença é que FHC foi para o exterior e conheceu a esquerda MODERNA, enquanto Lula ficou por aqui e continuou na esquerda atrasada.

    “Obama destruindo os Eua, realmente, criando um sistem de saúde. Heheehehe, quem destruiu foi o Clinton, ou o Obama, Bush nao teve culpa.”

    Muitos economistas estão preocupados com o SUS de US$ 1 TRILHÃO que o Obama criou. Ninguém é inocente nesta história: os EUA estão muito endividados e as guerras da família Bush estão entre as principais causas. Eu nunca disse que Bush era inocente, você que disse isso.

    “E na crise de 29, quem era que intervinha na economia ?”

    Eis um artigo escrito por um Economista:
    http://rodrigoconstantino.blogspot.com/2006/12/crise-de-29.html

    “Tu pega pontos específicos, mas nao responde minha pergunta. Se isso aqui não fosse capitalismo, não se veria uma elite, pequena, mas tão cheia de capital.”

    Se você acha que Capitalismo concentra renda, sugiro estudar mais sobre ele. Eu também cresci sendo “doutrinado” contra o Capitalismo, o demônio abstrato causador de todos os males. A verdade liberta!

    “E esta carga tributária é igual a de muitos países europeus. Se o que dela se extrai, não é suficiente, é culpa de governantes e partidos. De “esquerda” como Fhc – só rindo – ou de Direita – como ocorre em vários estados da federação.”

    Eu não reclamei do TAMANHO da carga tributária em termos percentuais, mas sim de sua complexidade. Enquanto outros países têm meia dúzia de tributos, temos quase 100 aqui no Brasil.

    Quanto a ser “suficiente” ou não, o problema não é de valor, mas de aplicação, Enquanto o governo quiser ser DONO de empresas, nunca vai funcionar.

    Um exemplo: a Prefeitura de Barueri, desmascarada no último CQC, gasta R$ 500 mensais com cada um dos 60 mil alunos e tem uma rede de ensino considerada ruim. Com toda a estrutura da Secretaria de Educação mais os inevitáveis CC, provavelmente uns R$ 300 são de fato investidos nos alunos — no máximo.

    Se a prefeitura desse para estes 60 mil alunos um “vale-mensalidade” de R$ 500 e privatizasse TODA a rede municipal — colocando os próprios professores e funcionários como sócios majoritários — certamente os resultados seriam melhores. Os alunos poderiam escolher as MELHORES escolas, os professores poderiam se pagar quanto quisessem e a competição no mercado faria o padrão subir.

    A Suécia fez uma Reforma Educacional em 1992 que funciona mais ou menos assim.

    Alex

  • 184. Eduardo  |  30/03/2010 às 18:34

    #179
    Ernesto, moro nos EUA, já morei na Espanha e a empresa em que trabalho faz muuuuitos negócios no Chile…
    todos são melhores de morar do que o Brasil…
    aliás, melhor do que todos só o Canadá… mas aguentar o “curling” é algo impossível, então, “larguei de mão”…
    o que não significa que TODO mundo se adaptaria. O “jeitinho” brasileiro prá obter as coisas passam bem longe de todos esses lugares.

    honestamente, o Brasil tem familia e o GRÊMIO, que não se compara com nenhum destes e isso é o que mais nos faz sentir falta daí.

    o futebol da Europa só é bom pq compra a matéria prima dos primos pobres sul americanos, africanos e leste europeu, onde as torcidas estampam a bandeira do CHE, mas em que os jogadores, na primeira oportunidade, arrastam seus cofrinhos sem a menor pena. (e não os culpo, aliás, as oportunidades aparecem mesmo nesses lugares)… OS EUA, por exemplo, estão com outra demanda de TI razoavelmente forte (menor que outros anos, é verdade, mas já se vê movimentação)

    Momento Armando Nogueira!
    “Se Ronaldo não tivesse nascido gente teria nascido bola”.

  • 185. Prestes  |  30/03/2010 às 18:52

    Não concordo com todas as reparações, Alex.

    Acho apenas um absurdo tuas declarações, minimizando os males que a ditadura causou às pessoas. Simplesmente não é verdade. Tu disse que a maioria se faz de coitadinho. Cita um que não prejudicado!

    O próprio Ziraldo pode não merece a bagatela que ganhou, mas foi, sim, prejudicado. Dizer que ele não teria ganho tanto se não fosse a ditadura é puro achismo. O cara teve seu direito de trabalhar cerceado, isso é um fato concreto.

  • 186. Prestes  |  30/03/2010 às 18:53

    * Cita um que diz que foi prejudicado e não foi de fato.

  • 187. Serramalte Extra  |  30/03/2010 às 18:55

    184, ronaldo nasceu gente e VIROU bola…

  • 188. fino  |  30/03/2010 às 18:59

    Não foi culpa da baura.

    Esse sonho eu tive em meio ao carnaval, deve ter sido fruto da combinação abundante de ceva e peixe, pois eu tava em Recife e comia peixe todo dia. E cagava literalmente amarelo, todos os dias.

    Foi uma semana de sonhos bem lisérgicos por assim dizer… em outro deles, sonhei que estava no meio de uma lavoura de soja no Mato Grosso, sentado sozinho numa arquibancada. No meio do sonho eu me dei conta que estava sonhando, tipo “porra como assim meu, uma arquibancada no meio das lavouras de soja???”

    De repente surge uma dúzia de colheitaderas fazendo pega no meio da plantação. Era o primeiro Grande Prêmio de colheitadeiras e só eu assisti a corrida. Sendo que o cara que venceu a prova era UM PRIMO MEU.

    Vão por mim, não é culpa da baura, senão eu tava tendo esse tipo de sonho até hoje… asfdjklasfdjkasfdjklasfd

  • 189. Serramalte Extra  |  30/03/2010 às 18:59

    E eu até entendo que os colorados não queiram falar muito de futebol e tal, mas esse socialismo/capitalismo aí tá meio fora de tópico pô…

  • 190. izabel  |  30/03/2010 às 19:11

    ahhahahhahah
    quer dizer que o peixe de recife causa isso aí, fino?
    vou comprar minhas passagens AGORA.

  • 191. Eduardo  |  30/03/2010 às 19:15

    #189
    é fato que depois do Rogério Ceni dar o presente pro pai dele, o mundo virou de cabeça prá baixo…
    O Gabirú virou ídolo, o Michael Jackson morreu e a Farrah Fawcett deixou de ser pantera.
    O Patrick Swayze virou Ghost e até a GUINESS lançou cerveja clara.
    a nova moda agora é “twitar” e perder o emprego, como fez esse demente que era diretor da Locaweb.

    Não duvido que depois desses posts de hoje, o impedimento não está sendo “hackeado” para análises de perfil dos participantes…
    só falta o Cerro fazer o crime…. heinhô Batista!!!!

  • 192. Prestes  |  30/03/2010 às 19:35

    188. FUI PRO SACO

  • 193. Junior  |  30/03/2010 às 19:42

    O cara que eu mais tenho inveja no mundo é o Chico Buarque. Ele é rico, bem sucedido profissionalmente, tem um time e um ESTÁDIO de futebol próprios e transa com qualquer mulher que quiser, da intelectual da USP à modelo de 18 anos.

  • 194. Carlos  |  30/03/2010 às 19:50

    Peixe do Recife….só o q me faltava. Quero saber o seguinte, comeu muita mulher no carnaval????

    E essa de dizer q a ditadura foi uma boa, só pode ser dito por quem não se fudeu nela.

    Teve aproveitador q se deu bem, teve muita gente q se deu mal. Ae dizer q foi uma boa, vai um buraco…

  • 195. fino  |  30/03/2010 às 19:55

    só a minha

  • 196. Frank  |  30/03/2010 às 21:31

    Esse Alexsander aí é a reencarnação do von Haiek? Tudo tem que ser mercantilizado então?

    O capitalismo, desde que surgiu no século XVII na Holanda, tem crises e mais crises sistêmicas, é só ler sobre os ciclos de Kondratiev

    Fico com o Wallerstein: o “comunismo” russo na verdade foi apenas um tipo de capitalismo no qual o Estado maximizou sua atuação, mas as regras seguidas não romperam em nenhum momento as que regiam o sistema-mundo capitalista…

  • 197. Frank  |  30/03/2010 às 21:35

    Tá, depois do comentário econômico / ideológico CHATO PRA CARALHO, nesse cenário que temos, sinceramente eu acho que qualquer um que tente pelo menos usar um pouco de inteligência na crônica esportiva já é bem-vindo…

    Sobre sua atuação como jornalista, acho que o Milton já disse tudo lá no blog dele…

  • 198. arbo  |  30/03/2010 às 22:16

    hauhauha morri com os sonhos do fino

  • 199. vicente v.  |  30/03/2010 às 22:26

    fodam-se os sistemas econômicos! eu quero é saber se o guihoch e o arbo são a mesma pessoa!

  • 200. Frank  |  30/03/2010 às 22:48

    putz, pior…

    daqui a pouco vamos descobrir que o arbo é o CUNEGUNDES…

  • 201. Carlos  |  30/03/2010 às 22:53

    Porra, levar mulher pra carnaval no Recife = levar sanduiche de alface pra churrasco.

  • 202. fino  |  30/03/2010 às 23:11

    mas que pau no cu

    logo tu brutus

    meu maior aliado

    asfdlçlçasfd

  • 203. rodrigowski  |  31/03/2010 às 00:33

    Grande mestre Armando Nogueira!

  • 204. rodrigowski  |  31/03/2010 às 00:34

    Valeu pela secação ao grêmio e pelo apoio ao regime militar. Esse realmente sabia das coisas.

  • 205. marlon  |  31/03/2010 às 04:37

    ué, eu tô sendo moderado agora? cadê meu comment?

  • 206. marlon  |  31/03/2010 às 04:38

    [comment sumiu. forças políticas invisíveis atuando na caixa de comments do Imped.]

    dá um PEGA desse PEIXE aí, finote.

  • 207. dante  |  31/03/2010 às 09:47

    crack não eras.

    a onda agora é FUMAR BAIACU. lkjasdlasjfklasjflkasjf

  • 208. Logan  |  31/03/2010 às 20:10

    Sou mais o Armando Oliveira, pouquíssimo reconhecido.

  • 209. Godo  |  05/04/2010 às 11:30

    Peraí, Jango COMUNISTA? Jango era dono de um porrão de terra, biliardário, apadrinhado do Getúlio. Possuía fazendas, no plural. No máximo, caudilho, pré-caudilho ou algo do gênero.

    Enfim.

    Alex, uma dica: citar CQC como fonte é que nem citar a Revista Mad. A diferença é que na Mad os editores são engraçados.

    Sobre a ditadura milica: os abacates enchem a boca pra falar que salvaram o Brasil do comunismo, do bicho-papão, da mula-sem-cabeça e ficam todos mordidos quando alguém lembra que eles levaram a vaca pro brejo (mas tão altivos e fardados que dava até gosto). Saímos falidos e endividados da brincadeira, dependentes como sempre do capital estrangeiro. Ah, e com um monte de esqueletos no armário.

    Por fim, Armando não era flor que se cheirasse, mas montou o jornalismo global, que é padrão de referência, pro bem ou pro mal. E, mesmo não o achando genial, reconheço que não era um texto banal. Teve muita empulhação na morte dele, como terá na do Boni, porque a emissora deve muito a esses dois.

    Mas é aquilo que seus colegas de ofício ressaltam: o sujeito comandou várias redações, cobriu uma porrada de copas e olimpíadas… há de se respeitar o currículo.

  • 210. Fred  |  05/04/2010 às 14:45

    Já foi tarde, esta praga!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • @igorbiscaia Só temos a confirmação que será em solo nacional, nos Estados Unidos do Brasil. 11 hours ago
  • @HenriqueKonig Quadrangular será disputado nos dois maiores estádios da cidade, São Januário e Laranjeiras. 11 hours ago
  • Temer discursará na abertura do quadrangular entre Brasil, União Soviética, Zaire e Iugoslávia, na capital do país, o Rio de Janeiro. 11 hours ago
  • RT @facury9: @impedimento (se o campoenato termina antes de começar ele seria campeão) 12 hours ago
  • Uma estatística realmente inútil? Se o Atlético-GO cair, será o 2º ano seguido que o LÍDER DA ORDEM ALFABÉTICA antes de começar é rebaixado. 12 hours ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: