Sexo, álcool e futebol

25/02/2010 at 12:14 70 comentários

As gordas são mais gostosas.

Há mais carne e mais desejo nos seus corpos roliços.

Talvez por isso duas gordas tenham ficado na minha mente nesse carnaval.

Uma era mineira. Mineiras, como vocês sabem, transbordam provocação com aquele jeitinho de falar metade criança, metade malícia. E como se não bastasse a fala matreira e o calor das ladeiras de Olinda, a tentação estava fantasiada de chapeuzinho vermelho.

Gordinhas têm um beijo molhado. Como se cada beijo fosse o último. Ou o primeiro.

A outra era inglesa. Chegou do nada e falou três ou quatro frases antes de me atacar os lábios. Com meu inglês Joel Santana entendi algo do tipo “gosto dos brasileiros porque eles beijam muito”.

Gordinhas de língua inglesa deixam um gosto forte na boca. Nada agradável, mas viciante.

Pode parecer estranho para vocês, mas pro Canavieira não. Do contrário não sairia fugido dos Estados Unidos depois de esfaquear um argentino.

Canavieira nunca deixou claro qual o motivo do atentado, mas, tirando o fato de se tratar de um argentino, todos sabemos que desde os tempos da Grécia antiga armas brancas e crimes passionais sempre andaram de mãos dadas.

Encontrei Canavieira no dia 12 de Janeiro de 2010, depois de percorrer 1.037 quilômetros de ônibus. Enquanto o mundo voltava os olhos para o terremoto do Haiti, eu era recebido pelo velho Cana na rodoviária de Canavieiras.

Canavieira, o Reserva de Garrincha, o Pelé das Alagoas, que tanto atormentou a vida de zagueiros e dirigentes nos anos 60 é agora Seu Bené, um velho de 76 anos que percorre as ruas de paralelepípedo da outrora imponente ‘Princesa do Cacau’ na sua bicicleta monark vermelha de aro circular, trocada por seu voto na última eleição.

Só bebe coca-cola. Para em todos os bares, cumprimenta os parceiros de copo de um passado não muito distante e pede sempre uma latinha ou garrafa do refrigerante.

Sobrevive com uma aposentadoria por invalidez depois de uma infecção que deformou o pé direito.

Por que fui atrás do Canavieira?

Para aparecer.

Vi nele um personagem. Alguém que poderia render histórias pitorescas e subversivas do lado B do futebol. Memórias boas e em quantidade suficiente para uma biografia ou quem sabe um romance. Não importa. Bastava render um livro.

Fui atrás de Canavieira porque buscava uma boa história.

Não é isso que os jornalistas, documentaristas, escritores, artistas, pesquisadores e o diabo a quatro fazem?

A gente só quer aparecer à custa de uma boa história.

É claro que se alguém perguntar neguinho estufa o peito pra dizer que busca resgatar algum elemento do passado, preservar o conhecimento popular, provocar a reflexão sobre determinado tema ou qualquer outra desculpa pra boi dormir.

Mas daí percorro 1.037 quilômetros e encontro Seu Bené. E com ele um sorriso faceiro que disfarça a luta contra o alcoolismo, a pobreza e o esquecimento.

Sim, porque o Futebol esqueceu Canavieira, mas Seu Bené não esqueceu o Futebol.

Então pra que mexer com o velho? Ficar remoendo feridas e decepções a troco de quê? De uma boa história pra vocês rirem e eu pagar de escritor? Não vou mudar porra nenhuma na vida dele mesmo. Melhor deixar quieto.

Agora, o foda é que o Cana tem muita história. Imaginem um nordestino raparigueiro e bom de bola que viveu o auge do futebol brasileiro – jogou no Botafogo de Garricha e Nilton Santos, chegou a ser pré-selecionado para a Copa de 66 e recebeu elogios do Rei Pelé em pessoa. Isso tudo em plena putaria cultural e política que foi a década de 60.

Sem contar que ele gostou da idéia de alguém vir de tão longe para saber da sua vida. “Esse aqui é um pesquisador que veio lá de Alagoas só para me ver” dizia ele a torto e a direito. Até ao vice-prefeito fui apresentado, só para vocês terem uma idéia.

É por isso que, no berço dessa indecisão, decidi consultar a nobre nação impedimentense.

Se você acha que eu devo me aproveitar e continuar pesquisando a vida de Canavieira, publicar sua biografia e pagar de intelectual, escreva THALLES VENDIDO. Se você acha que não, o melhor é deixar o velho Cana em paz e continuar falando de sacanagem pueril por aqui escreva THALLES BANDIDO.

Enquanto vocês decidem, vou terminar a história da faca.

Corria o ano de 1967 e tal qual aquele argentino torcedor do Rosário, Canavieira foi desbravar as selvas sul-americanas. Depois de aprontar das suas no Bonsucesso, Botafogo, Cruzeiro de Porto Alegre, Internacional e Vila Nova de Minas Gerais, Canavieira aportou em Montevidéu para jogar no Cerro do Uruguai.


Camisa oito e mirando o horizonte

Naquela época, muitos times sul-americanos, para angariar uma graninha entre um campeonato e outro, inventavam umas turnês no estrangeiro. E naquela época um dos destinos mais cobiçados era a terra do Tio Sam com seus dólares rolando solto e suas loirinhas em polvorosa querendo descobrir o que é que o baiano tem.

Só tinha um probleminha: nos Estados Unidos não havia times profissionais. Não se esqueçam que o Pelé ainda não tinha aparecido por lá e seu Cosmos nem no papel existia.

A solução encontrada pelos gringos era simples e bastante condizente com seu espírito capitalista: ao invés de formar times locais, importar times inteiros. Era só botar o time para entrar com uma bandeira norte-americana, colocar um nome em “ingreis” e pronto, estava criada a United Soccer Association.

No ano de 1967, por exemplo, o Cerro do Uruguai virou New York Skyliners e o Bangu do Rio de Janeiro virou Houston Stars. Foram eles que protagonizaram a final do torneio.

O jogo foi tão bom que saiu até no New York Times.

Na página de esporte dominical do dia 09 de Julho de 1967, sob a manchete de “7.102 fans watch outstanding play”, o repórter Gerald Eskenazi escreveu que “Perhaps thinking of another time and another place, the New York Skyliners and the Houston Stars played a magnificent game last night as they ended their brief United Soccer Association season at Yankee Stadium.”

E pra vocês verem que jornalista é tudo uma cambada de mal informado, aqui, na China e até nos Estates, olha a pérola que o tal do Eskenazi me solta no meio da reportagem: “Bangu is one of the world’s great clubs, with a tradition matched by few others.”

“World’s great clubs”? Bangu? “With a tradition matched by few others “? Ah, tá. Esse “few others” devem ser o Íbis, o São Raimundo e o Sampaio Correa.

Enfim. Voltemos ao velho Cana que foi o nome do jogo, liderando a reação do Skyliners no segundo tempo e levando a gringada à loucura. O New York Times não me deixa mentir: “Led by Benedito Ribeiro, who had brought gasps and laughs from the fans with his sudden stops and starts, and hip-and-leg feints”.

Depois desse jogo, o Cerro voltou pro Uruguai e o Canavieira ficou em Nova Iorque, mesmo sem saber pronunciar uma palavra em inglês.


“You are amazing!” “É a mãe!”

Trabalhando de garçom e defendendo dois clubes num mesmo final de semana para conseguir pagar as contas, nosso baiano vivia o ápice da contra-cultura e da liberação sexual dos anos 60 em plena Nova Iorque.

Mas havia um argentino no meio do caminho, no meio do caminho havia um argentino.

Canavieira diz que a facada no bucho do portenho foi fruto de uma discussão de trabalho no restaurante, mas eu tenho pra mim que o Carlos Gardel lá descobriu que o Cana fazia prorrogação na cama da sua mulher e foi tirar satisfação. Mal sabia que estava diante de um Nordestino. E como todos sabem, primeiro brinquedo de nordestino é peixeira. Voou tripa de argentino pra tudo quanto é lado.


“Como é que é seu cabra de péia? Repete se tu for homem!’

Com a roupa do corpo Canavieira se mandou dos Estados Unidos para nunca mais voltar. Um ano depois estava estreando pelo Clube de Regatas Brasil.

Thalles Gomes

Anúncios

Entry filed under: Colunas, Pela América.

Briga de foice no escuro A expedição do goleiro doble chapa

70 Comentários Add your own

  • 1. Ismael  |  25/02/2010 às 12:27

    Baahhh

    Genial!!

    THALLES VENDIDO!!!!!! haushuashuahsuahsuahsuah

  • 2. Ismael  |  25/02/2010 às 12:28

    ihh, acho que era BANDIDO… sei lá, só sei que é pra mandar mais histórias! huashuahsuahs

  • 3. Cassol  |  25/02/2010 às 12:49

    “A gente só quer aparecer à custa de uma boa história.”

    Perfeito.

    Mas que história. Conta mais!

  • 4. Francisco Luz  |  25/02/2010 às 12:51

    Djênio.

  • 5. Cassol  |  25/02/2010 às 12:53

    Só aprenda a bater uma fotografia. Não dá pra ver o Cana em nenhuma das atuais. Aprendeu a fotografar com o Prestes?

  • 6. douglasceconello  |  25/02/2010 às 13:03

    ahuhahuauhaha

    Bah, Cassol consegue cornetear DOIS um uma frase. É muita PERÍCIA.

    THALLESGOTO chamando na cátedra. QUERO MAIS.

  • 7. Leo Marques  |  25/02/2010 às 13:08

    Obrigado por iluminar meu dia.

  • 8. Ducker  |  25/02/2010 às 13:13

    Manda mais!

  • 9. Godo  |  25/02/2010 às 13:18

    Muito bom isso, rapaz. Excelente trabalho!

  • 10. Leo Marques  |  25/02/2010 às 13:19

    Esqueci… THALES VENDIDO!

  • 11. Lucas Cavalheiro  |  25/02/2010 às 13:21

    Demais.

    Eu sempre digo: jogador bom é jogador bandido. Que época devia ser essa, sem esse bando de “EU AMO JESUS” que toma conta hoje em dia.

  • 12. Rudi  |  25/02/2010 às 13:24

    THALLES VENDIDO E BANDIDO

  • 13. Guto  |  25/02/2010 às 13:26

    THALES VENDIDO.

    –//–
    5. Cassol | 25/02/2010 at 12:53
    Só aprenda a bater uma fotografia. Não dá pra ver o Cana em nenhuma das atuais. Aprendeu a fotografar com o Prestes?
    –//–

    Nossa, na cara de dois! ahaha

  • 14. catarina cristo  |  25/02/2010 às 13:32

    Sinto cheiro de PELÍCULA. Estou errada?

  • 15. muzell  |  25/02/2010 às 13:49

    vendido! vendido!

  • 16. Paco Afromonkey Puente  |  25/02/2010 às 14:01

    Bangu > Barcelona

    Fato.

  • 17. Prestes  |  25/02/2010 às 14:19

    GENIAL!!!!

    BANDIDO, VENDIDO E O DIABO A QUATRO!

    ESCREVE MAIS DESSA CACHAÇA AE!!!

  • 18. Prestes  |  25/02/2010 às 14:21

    Jamais me envolverei nesta querela entre o comunista de ARAQUE

  • 19. Prestes  |  25/02/2010 às 14:22

    Não me envolverei nesta querela entre o comunista de ARAQUE e o cineasta que NÃO É XIBUNGO.

    uhdshudsahusaddsahuddhudsauduhsauhdsah

  • 20. Carlos  |  25/02/2010 às 14:29

    THALLES VENDIDO, sem dúvida.

  • 21. Paul  |  25/02/2010 às 14:34

    Só porque eu sou chato prá caralho, sou obrigado a dizer que a bicicleta é uma Monark BARRA Circular, em alusão aquele círculo dentro do quadro.
    A famosa concorrente da Caloi BARRAFORTE.

  • 22. Paul  |  25/02/2010 às 14:39

    E obviamente, THALLES VENDIDO.

  • 23. thalles  |  25/02/2010 às 14:49

    #5

    isso é foto conceitual, seu energúmeno! tô vendo que não te ensinaram nada nesse mestrado de meia-tigela…

    #14

    quem sabe, Catarina? Só depende do Douglas liberar a bolada que faturou no SportingBet

    #21

    é isso mesmo Paul, o anta aqui se confundiu. o nome certo é Monark BARRA Circular e não ARO Circular. até porque ARO QUADRADO só em Portugal.

  • 24. izabel  |  25/02/2010 às 14:51

    hahahahhaha
    eu tava achando estranha essa história de ‘aro circular’. mas podia ser uma FRASE CONCEITUAL e eu não queria apanhar que nem o cassol nesse #23

  • 25. hugo  |  25/02/2010 às 14:53

    THALLES VENDIDO

  • 26. Alexandre N.  |  25/02/2010 às 14:56

    Thalles, seu vendido. O texto foi maravilhoso. Principalmente por fazer referências às moças provenientes da terra da pão de queijo. Quem nunca experimentou, não sabe o que está perdendo. Ou então faça como eu, adquira a sua! hehehehe…

    O texto só não atingiu a perfeição por causa da esculhambação ao grandioso e digníssimo Bangu Atlético Clube, clube que exala uma honestidade ímpar.

    O dia que adentrares no ancestral estádio de Moça Bonita, você irá se arrepender amargamente por ter proferido tais palavras…

  • 27. Vitor Hugo  |  25/02/2010 às 15:08

    Thalles EM CHAMAS.

  • 28. Roberto Cavalo  |  25/02/2010 às 15:21

    26.

    Moça Bonita >>>> Camp Nou

  • 29. Franciel Cruz  |  25/02/2010 às 15:27

    Thallesgoto VENDIDO, BANDIDO E LERDO.

    Depois de passar pela Bahia, parece que o desinfeliz pegou os eflúvios da Província. Quase dois meses para escrever a porra de um textículo deste.

    Eu pensei que o livro e o filme já estavam prontos.

    Que maresia do caralho!

  • 30. Guto  |  25/02/2010 às 15:38

    Maresiaaa, sente a mareee-siaaa…UuuUUuuu

  • 31. slot  |  25/02/2010 às 15:39

    4 dias sem fumar maconha e contando.

  • 32. arbo  |  25/02/2010 às 16:12

    THALLES VENDIDO, por supuesto.

    TE APARECEU bem.

  • 33. Fernando Cesarotti  |  25/02/2010 às 16:12

    Mas é um vendidaço esse Thalles. Bora pro próximo capítulo, ô, safado.

  • 34. Francisco Antero  |  25/02/2010 às 16:37

    Thalles vendido, para constar e encorajar.
    E, claro, saber como termina a história.

  • 35. Marco  |  25/02/2010 às 17:00

    Vendido. É tudo mentira!

  • 36. Logan  |  25/02/2010 às 17:05

    THALLES CRÍTICO LITERÁRIO;

  • 37. Alexandre N.  |  25/02/2010 às 17:06

    É legal ver como o Thalles é tão querido pela nação impedimentista… hehehehe…

  • 38. Ducker  |  25/02/2010 às 17:18

    #23
    Opa, tem mais gente fazendo uns pilas sujos por aqui?

  • 39. Germano J. Schneider  |  25/02/2010 às 17:34

    Odomo > Monark ou Caloi

  • 40. rafael botafoguense  |  25/02/2010 às 17:40

    só voto THALLESGOTO VENDIDO se tu tirar muitas histórias sobre o botafogo dos tempos irados,se não THALLES FODIDO.

  • 41. rafael botafoguense  |  25/02/2010 às 17:52

    “Lá pelas tantas, com certa surpresa, notei que havia alguns jovens, desconhecidos para mim, dando uma canseira nos titulares e infernizando a vida do mestre Nílton.

    Após o treinamento fui para o bar e fiquei batendo papo com outros sócios. Porém, de repente, surgiu o mestre. Então, perguntei: “E aí, meu ídolo, levou um calorão da garotada, hein?…” De cara ele respondeu-me o seguinte: “Você não viu nada. Vá assistir aos jogos do juvenil, todos os domingos pela manhã. Aí você verá o show dessa molecada”.

    “Nós metemos quatro no Vasco, com exibições de bola de um ataque maravilhoso, formado por Jairzinho, Roberto, Canavieira e Othon Valentim. O Canavieira, que fazia os seus gols, articulava muito bem a meio de campo com o Arlindo, um talento acima da média, que acabou no México após um grave acidente.”

    http://mundobotafogo.blogspot.com/2008/08/botafogo-tetra-campeo-estadual-de.html

    thalles pergunte a ele sobre esse time,em especial Othon valentim,que segundo o cara que fez o texto era o melhor do time(tinha o jairzinho e roberto no time!).

    na moral,botafogo é escola de futebol.

  • 42. rafael botafoguense  |  25/02/2010 às 17:59

    No dia 19 de Agosto de 1962 o Botafogo venceu, em Bogotá (Colômbia), em amistoso internacional, o Millonarios (Colômbia), pelo extraordinário placar de 6×5 com gols de Garrincha (2), Amoroso (2), Amarildo e Canavieira.

    O Botafogo alinhou com Manga, Joel, Zé Maria, Nílton Santos e Rildo; Ayrton e Didi; Garrincha, Amoroso (Canavieira), Amarildo e Zagallo.

    olha o time que o cara jogou ahahahaha

    blog do rui moura é um esculacho.

  • 43. Pheonix  |  25/02/2010 às 18:05

    THALLES BANDIDO!
    Mas não curti a parte de ficar avacalhando o Bangu. Isso é típico de quem idolatra Barcelonas, Chelseas ou quaisquer times da moda.
    Poucos times têm a hombridade do Bangu: Olaria, Portuguesa Santista, Brasil de Pelotas, MINNESOTTA VIKINGS e qualquer time em que o DARZONE esteja jogando são os que me lembro no momento.

  • 44. Macedus  |  25/02/2010 às 18:10

    #26

    Não vamos nos esquecer do ja lendário estadio Italo Delcima, casa do não menos lendário Campo Grande Atletico Clube que ao lado do estadio Proletário (Moça Bonita) eram os grande alçapões da Zona Oeste Carioca.

    Respeitem o Campeão da Taça de Prata !!!

    E tenho dito

  • 45. Rudi  |  25/02/2010 às 18:11

    essa reportagem foi em 67… em 66 o bangu tinha ganho o campeonato carioca, que queiram ou não, na época era dos mais importantes do brasil…

  • 46. thalles  |  25/02/2010 às 18:18

    #26, #44 e #43

    Meus caros Alexandre, Phoenix e Macedus

    Entendo o incômodo de vocês.

    Mas, modéstia à parte, eu sou o único nesta birosca com o direito de zoar com o Bangu.

    Afinal, não se esqueçam, eu torço pro CRB.

  • 47. Luís Felipe  |  25/02/2010 às 18:28

    que história sensacional.

    parabéns, thalles.

  • 48. Alexadre de Santi  |  25/02/2010 às 18:53

    THALLES VENDIDO! VENDIDO PRA CARALHO!

    Meus parabéns.

  • 49. Paco Afromonkey Puente  |  25/02/2010 às 19:32

    CRB > Chelsea

  • 50. Alexandre N.  |  25/02/2010 às 19:45

    Bom, sendo assim desta maneira, estás perdoado… hehehehe…

  • 51. Maurício  |  25/02/2010 às 19:52

    Muito bom mesmo.

    Thales VENDIDO!

  • 52. mardruck  |  25/02/2010 às 20:10

    Que foda!

  • 53. Marcos SL returns...  |  25/02/2010 às 20:51

    Maravilha!

    Thalles V E N D I D O!!!!!!

  • 55. Cassol  |  25/02/2010 às 20:58

    Jorge Sampaoli dando um pescoção numa mina. Desde já o melhor técnico da Libertadores.

  • 56. Carlos  |  25/02/2010 às 21:07

    Bah, Emelec campeão moral da Libertadores.

  • 57. gilson  |  26/02/2010 às 00:43

    Vendidaço.

  • 58. gilson  |  26/02/2010 às 00:45

    E na próxima fase final antecipada da Copa do Brasil: Paysandu x Palmeiras (ns).

  • 59. col  |  26/02/2010 às 01:53

    otimo.

    Mas gorda E inglesa nao tem cana que ajude.

  • 60. gustavo scherbaty  |  26/02/2010 às 02:33

    Notem como na segunda foto o GUICHÊ da bilheteria parece ser um prolongamento da BASTA cabeleira do Canavieira, dando a impressão de formar um rabo de cavalo, o que o faz se assemelhar totalmente ao PERDIGÃO.

    No mais, THALLES VENDIDO.

  • 61. Phoenix  |  26/02/2010 às 09:03

    Retificando o #43
    THALLES VENDIDO!
    Digitar com o corpo cheio de psicotrópicos dá nisso…

  • 62. Anônimo  |  26/02/2010 às 09:34

    Notícias Populares:

    São Paulo abre as pernas em Palogrande!

  • 63. Anônimo  |  26/02/2010 às 09:39

    http://www.clicrbs.com.br/esportes/rs/noticias/futebol-inter,2821641,Inter-jogara-metade-do-segundo-turno-com-reservas.html

    Direção do Inter leu meu comentário no Impedimento.

    🙂

    Sanchotene

  • 64. Álisson  |  26/02/2010 às 10:05

    THALLES VENDIDO!

    Mas que coisa sensacional. No aguardo da película!

  • 65. dante  |  26/02/2010 às 10:23

    puta que pariu, o rapaz é xibungo mesmo.

    THALLES VENDIDO, BANDIDO e FODIDO.

    [o thalles já não tinha escrito um COMEÇO dessa história aqui no impedimento? lembro de algo]

  • 66. Rudi  |  26/02/2010 às 10:35

    Sancho, talvez tenha lido, talvez não, mas é a decisão mais lógica mesmo…
    e AGUANTE NÓIA

  • 67. Matias Pinto  |  26/02/2010 às 11:52

    THALLES VENDIDO!

  • 68. David  |  26/02/2010 às 22:09

    Por favor, links com fotos das gordinhas.

    Sou tarado por uma carne gorda…

  • 69. zobaran  |  06/03/2010 às 20:13

    THALLES VENDIDO, respeite o Bangu, seus operários e suas moças bonitas.

  • 70. tele sexo  |  14/08/2010 às 02:59

    Muito bom esse blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • Alguns dias após o Barcelona 5x0 Chapecoense, hoje veio a consagração: Real Madrid 0x2 Chapecoense. 2 hours ago
  • Semifinais da Série D, jogos de ida: Juazeirense-BA 3x1 Globo-RN (volta 27/8) Atlético-AC 0x0 Operário-PR (volta 28/8) 2 hours ago
  • Corinthians finalmente perde e o que o resto do G4 faz? O resto do G4 não ganha nem três pontos contando os três times juntos. 2 hours ago
  • O Palmeiras não ficou só na promessa de ajudar. twitter.com/IPEonline/stat… 2 hours ago
  • O consolo palmeirense é que o São Paulo entrou no Z4 após essa apresentação pífia. 2 hours ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: