Para acostumar o espírito

24/02/2010 at 06:00 161 comentários

Uma goleada não teria significado uma estreia tão EDIFICANTE para o Internacional na Libertadores. Afinal, não jogar nada no primeiro tempo, sair perdendo para o EMELEC e, em uma cenário chuvoso, tenso e cheirando a crime, virar a partida mostra que o futuro será ao menos propício a delírios. Na noite de terça, também tivemos a segunda vitória do Vélez, diante do Deportivo Italia, fora de casa, e o empate entre o Nacional charrúa e o Morelia.

Poupando os reservas para o segundo turno do Gauchão, Fossati se viu obrigado a enfrentar os equatorianos com os titulares. Cerca de 40 mil afoitos colorados esparramavam-se pela LAJE, ansiosos para ver, além do começo copeiro, a INAUGURAÇÃO de Abbondanzieri e a dupla de ataque formada por EDU, o Fábio Pinto com grife, e Alecsandro, entre outras milongas.

Pois o time do Internacional não fez um primeiro tempo de LUZES. Apesar de apostar nas jogadas pelos flancos, especialmente através das investidas de NEI, acabava parando no ferrolho energético dos equatorianos. Aliás, é preciso salientar que o time de SAMPAOLI maneja bem a pelota, apesar de não ser muito chegado em entrar na área alheia. O lance mais perigoso da primeira etapa acabou sendo uma cabeçada de Bolivar, pela linha de fundo. Nem Abbondanzieri, nem Elizaga praticaram qualquer intervenção digna.

No segundo tempo, sim, a capivara gemeu. Logo aos três minutos, Quiroz aproveitou uma FENDA na defesa vermelha e tocou por baixo do estreante arqueiro colorado. E, naquele momento, assim como no primeiro tempo, o cenário estava pronto para o crime. Que só não se tornou HEDIONDO porque NEI, um homem ousado, resolveu, em iniciativa toda sua e de mais ninguém, livrar-se de um bugre e estocar na gaveta de Elizaga. Um gol de valor.

Depois disso, mais uns cinco minutos de ATRAQUE vermelho prenunciavam a virada inevitável. Mas que nada. O Emelec destacou-se pela sua invejável capacidade de demorar dois bimestres a cada lateral, e novamente a coisa estava preteando para a banda do Gauíba. E foi nessa hora que desabou uma chuva POTENTE e silenciosa, sem vento, raios ou qualquer estardalhaço. Simplesmente uma eternidade de pingos ROBUSTOS, que tonteavam o cidadão a cada martelada. Bom para a agricultura, bom para abaixar os cabelos crespos e bom para se praticar o futebol.

E daí nosso querido treinador resolveu mexer no time, colocando Taison, Andrezinho e Valter em detrimento de Nei, Giuliano (mais perdido que água benta em churrasco) e Edu. A partir disso, os vermelhos passaram a atacar em DESABALADA carreira, marcando forte na saída dos equatorianos e apostando especialmente em Taison, hoje abençoado por algum cramulhão particular.

A presença deste povo não foi suficiente para provocar uma pressão fulminante, tanto que eram quase quarenta minutos e os azuis andavam lá cobrando uns escanteios. Mas mostrou-se fundamental ao realizar a jogada mais bonita do jogo, envolvendo os três em rápida triangulação e com Valter escorando para Alecsandro marcar um gol que um MOEIRÃO faria. Um daqueles gols com os quais sonhamos todas as noites, que fez cada colorado tentar engolir sua língua e gritar hinos indecifráveis, que já anunciavam a nossa presença na virtual final diante do BLOOMING.

As fotos são do site do Inter.

Saudações,
Douglas Ceconello.

Anúncios

Entry filed under: Clubes, Libertadores.

A virada que você nunca viu Um frasquinho cheio de clichês

161 Comentários Add your own

  • 1. Zé Carlos  |  24/02/2010 às 07:53

    Ganhar solamente de 2 x 1 do EMELECA é foda

  • 2. Luís Felipe  |  24/02/2010 às 08:35

    Walter é titular desse time do Inter.

    não me importa se ele não consegue falar, se dedicar nos treinos ou cagar. Ele não pode ser banco do Edu em nenhum lugar do mundo. E é mais jogador que o Taison.

    no mais, melhor vitória. Pagamos um preço justo pelas invenções do Fossati – depois de consertar as cagadas, ganhou o jogo.

  • 3. Ismael  |  24/02/2010 às 08:46

    Defendo desde o ano passado que a melhor posição pra usar o Taison é a ala direita, fazendo a diagonal por trás do atacante. Sempre que atuou ali fez um salseiro.

    Ontem o que realmente importava eram os três pontos! Antes do jogo eu já tava pedindo vitória com gol de mão, impedido, aos 49 do segundo tempo.

    ________________

    Falei do Chicão e vou ter que falar do Nei. Que golaço!!! Só parado embaixo da gaveta pra pegar aquela bola.

  • 4. Bessa  |  24/02/2010 às 08:48

    Com três zagueiros e dois voltantes, pelo menos UM deles deve estar sempre no apoio, e saber finalizar. Não me parece o caso do Sandro e do Guiña.

    EDU é o furo. Walter hoje me parece o titular. Ainda mais depois do pescoção que ele deu aos 45 do segundo tempo, TOTALMENTE SEM NOÇÃO! O Marsiglia quase cuspiu sua ÚLCERA quando o juizão puxou o amarelo…

    Mas a melhor definição do jogo foi do Pato, na coletiva, quando disse que os jogos da copa devem ser cadenciados, jogados com mais calma. Pareceu simples para a maioria, mas é esse o mapa, o cara esteve presente em três títulos onde o Boca acabava com seus adversários por sua pressão ofensiva nunca ter hora para começar, pagando a todos de surpresa… Ele não é mais um goleiro diferenciado tecnicamente, mas o Inter tem muito a ganhar se escutá-lo.

  • 5. Celão  |  24/02/2010 às 08:48

    “mais perdido que água benta em churrasco”…Essa frase eu vou plagiar com certeza…No mais só me resta aguentar o Fossati e os três zagueiros, enquanto o Giuliano vai sendo queimado aos poucos nesse esquema enganador.

  • 6. Bessa  |  24/02/2010 às 08:55

    Quando o D’alessandro voltar, me parece cair o Edu, e o INTER ficará esquematizado Tal qual a LDU.

  • 7. Luís Felipe  |  24/02/2010 às 09:11

    “Bom para a agricultura, bom para abaixar os cabelos crespos e bom para se praticar o futebol.”

  • 8. Flávio  |  24/02/2010 às 09:12

    #2
    “Walter é titular desse time do Inter. não me importa se ele não consegue falar”.

    Pois nas entrevistas depois do jogo até que o Bigorninha me pareceu razoavelmente articulado. Se expressa melhor que a maioria dos boleiros.
    De resto, é quase impossível o Inter não terminar em 1º no grupo, mas precisaremos de uma correção de rumo para conquistar o bi. Fossati precisa abandonar a ortodoxia do 3-5-2 e falta qualidade do meio para a frente, e este foi o nosso diferencial nos times que venceram competições continentais (Fernandão, Sóbis, Rentería e Iarley em 06, Pato na Recopa-07, Alex, Nilmar e D’Alessandro na Sul’A-08).

  • 9. Chico  |  24/02/2010 às 09:13

    Esse gol do Nei mudou completamente a partida. Reacendeu o estádio e logo em seguida começou a desaguar mudando toda a dinâmica do jogo. Melhor em campo pela insistência e pelo golaço.

    ================================================

    Entrevista do Walter ontem, falando sobre a arbitragem, gostei mais ainda do guri. Normalmente atacante brasileiro reclama de arbitragem sulamericana porque deixa o jogo correr, ele pelo contrário diz que acha muito bom, o que mostra que ele não é cagão e gosta de jogar mesmo e não fazer firula.

  • 10. Jader Anderson  |  24/02/2010 às 09:24

    PArabéns ao inter…

    Como disse o texto, o BUDUM de crime era demais e o inter reverteu…

    Não observei o jogo maaas, como pode esse esquema de 3 zagueiros vazar tanto?

  • 11. Tim Maia da Coréia  |  24/02/2010 às 09:24

    A única esperança dessa Libertadores se chama WALTER.

    Melhor jogada de 2010 já foi aquela parada de rugbi que o negão fez no finalzinho do jogo…

  • 12. Pato  |  24/02/2010 às 09:31

    Que baita time o Emelec.

  • 13. EGS  |  24/02/2010 às 09:32

    Bah, a chuva alisou muito NOSSAS MELENAS.

    Douglas e eu saímos ENCHARCADOS, porém EM CHAMAS, contrariando a química (ns).

  • 14. Gabriel R.  |  24/02/2010 às 09:38

    Acho que antes de entrar no merito se o walter, ou taison ou edu é titular é mais importante registrar que o andrezinho tem que ser titular, no tempo que ficou em campo criou mais jogadas do que o time todo em todo o jogo. O passe pro walter foi um primor. E uma coisa que não entendo é porque o Edu saiu vaiado e o Giuliano aplaudido se nenhum dos dois fez merda nenhuma no jogo? A galera le muito WC….

  • 15. Alexandre N.  |  24/02/2010 às 09:39

    Bom, sei que cada treinador tme as suas convicções. Mas achei o time do Inter muito preso ontem. Talvez seja mais culpa do esquema inicial utilizado. Assumo que não gosto muito deste tipo de esquema.

  • 16. Roberto Cavalo  |  24/02/2010 às 09:47

    Vi Nacional e Morelia. Que jogo ruim. O Morelia parece um time de pebolim. E os atacantes do Nacional (Regueiro e Morales) precisam de algumas aulas de pilates para corrigir a postura.

    Mas pior que o jogo, só a transmissão do Sportv. Desinteressado e sonolento, o locutor (cujo nome não é digno nem de lembrança), num dado momento do jogo, inventou que todos os jogadores do Nacional se chamavam Morales. É mais ou menos como o Cleber Machado narrando jogo do Corinthians – todo jogador com menos de 1,70m se chama Dentinho.

  • 17. Bessa  |  24/02/2010 às 09:55

    #14

    90% das pessoas nos estádios da dupla GRE-NAL vaiam e aplaudem quem a Seiscentos AM quer.

  • 18. Macedus  |  24/02/2010 às 09:56

    #15

    Preso !!!! O time Colorado parecia amarrado na defesa, também, com três zagueiros e mais uns cinco no meio não tem time que crie bem na frente, a bola até chega mas cadê os caras para botar para dentro ?

    Não sei o que passa na cabeça do Fossati, afinal de contas o cara chegou a pouco e tal, mas se continuar armando o Inter assim não sei não.

    Outra coisa, o time ruim esse Emelec, faltou muito pouco para não ocorrer uma tragédia no Beira Rio.

  • 19. Bessa  |  24/02/2010 às 09:57

    E o lance do Walter NÃO foi falta.

    foi WAZARI.

  • 20. Tiago  |  24/02/2010 às 10:00

    Ontem assisti ao jogo do colorado por um canal em Espanhol e o craque do jogo foi eleito o Andrezinho. Só que na hora de mostrarem os lances do cara mostraram o Alecsandro huahuahua.
    Outra coisa, a torcida me pareceu meio calada ontem no Beira-Rio. Puro nervosismo ou o espírito da social tomou conta do estádio?

  • 21. Chico  |  24/02/2010 às 10:02

    O problema eh que no 3 5 2 , com 2 volantes, mais marcação especial no Kleber de ontem , toda a armação caiu na responsabilidade do Giuliano ontem, que claramente estava nervoso e não jogou bem. Quando Andrezinho entrou um pouco mais inspirado, já conseguimos criar mais.

  • 22. Chico  |  24/02/2010 às 10:05

    #20

    Estava na superior, perto do placar, rapaz, tava ruim ali. Só se prestavam pra vaia o Emelec e xinga o juiz. Nada de incentiva o time.

    Mas mudou tudo depois do gol do Nei.

  • 23. Rudi  |  24/02/2010 às 10:05

    Me assustei com algumas saídas de gol do pato ontem, mas não teve culpa no gol

    Gostei DEMAIS da atuação do Nei, me deixa esperançoso

    Walter, Taison ou D’ale vão ocupar a vaga do Edu, fatalmente, mas me espantou o Giuliano estar mal ontem também…

    Mas quer saber?

    Enquanto tudo terminar assim não vou me atucanar

  • 24. Rudi  |  24/02/2010 às 10:06

    Bessa, eu acho que foi Yuko… (NSFW)

  • 25. Guilherme  |  24/02/2010 às 10:16

    Bizarro mesmo, com tanto meia bom no Inter, o cara escalar só um no time.

  • 27. Chico  |  24/02/2010 às 10:29

    E se não vender , tem que PAGAR 2 milhão de euro pra ele fica.

    Ta dificil decidir essa …. ahiahiahia

  • 28. Gabriel R.  |  24/02/2010 às 10:32

    #26

    Bah Rudi, to pra te dizer que ontem pra mim o Danilo Silva foi o mais seguro da zaga colorada, um dos melhores do jogo, zagueiro rapido que chega firme, jogou muito bem e teve personalidade, coisa que o CAGAO do Giuliano nao teve…

  • 29. Alexandre N.  |  24/02/2010 às 10:37

    Bom… Pra os que afirmaramque o Emelec é um time ruim, uma dúvida. Quando foi que o Emelec(a) teve um time bom? hehehehehe…

  • 30. Luís Felipe  |  24/02/2010 às 10:38

    o Danilo Silva é bom zagueiro.

    sacanearam ele quando fizeram ele de ala, tendo que driblar e cruzar na ponta.

    mas essa proposta aí é irrecusável. Réver foi por 5!

  • 31. Gabriel R.  |  24/02/2010 às 10:40

    LF esse é o problema, sacrificam o cara jogando numa posição totalmente diferente da sua, dai quando joga na sua posição, e joga bem, ninguém vê…

  • 32. Rudi  |  24/02/2010 às 10:42

    sei que ele não é ruim, mas ter que gastar 2 milhões pra MANTER um jogador que quando o grupo não tiver desfalques será reserva não é um bom negócio

    com essa grana dá pra contratar outro zagueiro E mais um lateral esquerdo

  • 33. Battaglin  |  24/02/2010 às 10:46

    Incrível: a Zero Hora está resolvida a praticar um metajornalismo, com a cobertura total de tudo que o Olé publica – logo terão setorista no jornal e reclamarão das reuniões de pauta ‘fechadas’…
    E eu leio.

    E o Internacional nem foi tão mal. Recém o segundo jogo do ano. Não foi grande coisa em nenhum, mas ganhou os dois.

  • 34. Alexandre N.  |  24/02/2010 às 10:48

    #32

    Será mesmo Rudi? Sendo assim, tenta dizer ao menos duas boas opções que estejam de bobeira por aí.

  • 35. Carlos  |  24/02/2010 às 10:48

    Merda.

    Não tem coisa pior q tu ver o rival jogando nada e ganhando. É prenúncio de alguma coisa podre vindo.

    Aquele Edu é uma piada. PIADA. Aliás, posso até me queimar, mas já disse umas mil vezes q cara q fica 30 anos num timeco como Bétis não pode ser boa coisa. Tomara q ninguém coloque na cabeça dele tirar essa lorpa pra colocar o Walter Gracie.
    O esquema do inter tá perfeito. Fossati, não muda. É bago pra frente e vamo q vamo, isso ae.

    E comparar o Beira-Rio ontem com a Bombonera é demais. Argentino é muito foda mesmo. Aquela máxima de “comprar argentino pelo q ele vale e vender pelo q ele acha q vale” é o q há. Se o pato não estivesse no gol do Inter jamais o olé teria escrito aquilo.

  • 36. Alexandre N.  |  24/02/2010 às 10:51

    #33

    Putz, a diferença entre o time do Grêmio pro time do Emelec é abissal, velho. Mesmo com todos os problemas do Silas, o Grêmio é muito melhor do que o Emelec.

    Justificar o futebol jogado contra oGrêmio, nem discuto. Mas passar aquele sufoco todo pra ganhar do poderoso Emelec? Qual é! Se ainda fosse a LDU, nem falava nada…

  • 37. Rudi  |  24/02/2010 às 10:54

    Alexandre, o goiás tem um zagueiro que não deve ser muito caro contratar e que é consideravelmente bom, Rafael Tolói, não sei se seria titular, mas é no mínimo do mesmo nível do Danilo

    pra esquerda tem o Thiago Feltri, que tá no Go Atl- GO, não deve ser muito caro também
    2 milhões de euros é uns 5 milhões de reais, acho que contrata-se os 2 e ainda sobraria uma grana…

  • 38. Luís Felipe  |  24/02/2010 às 10:56

    o Feltri é lateral…

  • 39. Rudi  |  24/02/2010 às 10:58

    pois é alexandre, tu não pode falar muito da LDU rs

  • 40. Rudi  |  24/02/2010 às 10:59

    LF

    “pra esquerda tem o Thiago Feltri”

    é pra lateral, acho que é bem melhor que o tal eltinho

  • 41. Lucian Chaussard  |  24/02/2010 às 11:02

    #36
    Foi estreia, o time estava nervoso. É normal não jogar bem. É só lembrar do ano passado. O Grêmio empatou com o Universidad em casa.

  • 42. Alexandre N.  |  24/02/2010 às 11:02

    #37

    Quanto ao Tolói, beleza, concordo com você. Só acho que o Goiás não vai liberar ele tão fácil assim. Sobre o Feltri, acho que ele não joga isso tudo não. A torcida do Atlético MG vivia reclamando dele. Acho uma aposta meio arriscada. Bom, não podemos negar que a safra de laterais não anda muito boa. Parte disso é culpa dos técnicos preguiçosos da base que forçam a garotada a já jogar no 3-5-2 e fazer com que os laterais não aprendam a defender direito.

  • 43. Luís Felipe  |  24/02/2010 às 11:02

    acho iguais. Gosto do Thiago Feltri, mas é bem imaturo.

  • 44. Rudi  |  24/02/2010 às 11:03

    #41

    não dá pra comparar, o grêmio teve domínio total do jogo contra o universidad e perdeu cerca de 6,02 x 10²³ gols graças a FIRMEZA de Miguel PINTO

  • 45. Alexandre N.  |  24/02/2010 às 11:03

    #39

    Verdade Rudi. Mas querelas sobre altitude a parte, mal ou bem não dá pra negar que o time da LDU é arrumadinho. Pelo menos muito mais do que o do Emelec. rs

  • 46. Rudi  |  24/02/2010 às 11:04

    mesmo que sejam iguais, bancar 5 milhões de reais pra MANTER o danilo não acho boa idéia… apenas dei 2 exemplos do que fazer com essa grana…

  • 47. Rudi  |  24/02/2010 às 11:05

    #45

    sim, bem mais time

    mas me espantou que eu nunca tinha visto um time equatoriano BATER TANTO quanto o emelec

  • 48. Macedus  |  24/02/2010 às 11:05

    #36

    Pois é Alexandre, e de LDU vc entende bem né. rs

    Desculpa velho mas não podia deixar passar essa ..

  • 49. Lucian Chaussard  |  24/02/2010 às 11:08

    #44
    É, não dá pra comparar. O Inter ganhou e o Grêmio empatou.

  • 50. Luís Felipe  |  24/02/2010 às 11:08

    em Guayaquil a Empresa Elétrica sentou a lenha no Newell’s.

  • 51. Prestes  |  24/02/2010 às 11:15

    O Giuliano sentiu a estreia. Normal. Nada demais. Claro, seria melhor fazer como o Walter que assumiu a bronca.

    O esquema atual do Inter, com um meia, só funciona quando o Kléber FLUTUA pelo campo.

    Ontem, para evitar riscos, Kléber ficou só na lateral. Mas o Emelec nem queria fazer gol nenhum! Não tinha porquê.

  • 52. Lourenço  |  24/02/2010 às 11:18

    No gol do Emelec, se olhar bem atentamente a jogada, dá para ver o Guiñazu com a camisa do São Paulo.

  • 53. Alexandre N.  |  24/02/2010 às 11:20

    #48

    Esquenta não. Um dia talvez esse carma seja resolvido… hahahahahaa

  • 54. Alexandre N.  |  24/02/2010 às 11:21

    #51

    Putz, essa foi cruel, hein? rs…

  • 55. ARC  |  24/02/2010 às 11:24

    Não acho o Edu tão desprezível. Talvez se jogasse de centroavate fincado, renderia mais. No lugar, CLARO, do ALECSANDRO (que, talvez por timidez, tá SEMPRE escondido atrás de um zagueiro). E bota o WALTER BELFORT pra jogar!!!!

  • 56. Jader Anderson  |  24/02/2010 às 11:25

    #52

    HAEHAEHAEHAEHAEHAE

    Fatality!

  • 57. Alexandre N.  |  24/02/2010 às 11:28

    #55

    O Alecsandro parece ser um daqueles centroavantes da mesma estirpe do Somália. Dos que se escondem sempre que podem em qualquer que seja o jogo.

    Acho que o Adriano Magrão daria muito mais trabalho pros adversários que o Alecsandro.

    Mas veja bem, nada é tão ruim que não possa piorar mais ainda. Afinal de contas, o reserva imediato do Alecsandro é o efetivíssimo Kléber Pereira…

  • 58. izabel  |  24/02/2010 às 11:31

    “Bom para a agricultura, bom para abaixar os cabelos crespos e bom para se praticar o futebol.”
    afjalkfjçaljfçlkajfçlkaj

  • 59. Prestes  |  24/02/2010 às 11:32

    “Poupando os reservas para o segundo turno do Gauchão, Fossati se viu obrigado a enfrentar os equatorianos com os titulares.”

    Não podia deixar passar essa! Sensacional! huuhdhusdauhsdauhdsauhdsahusaduhshu

  • 60. Godo  |  24/02/2010 às 11:39

    Ceconello, fui ontem na Popular tomar chuva nas fuças e o gol do Nei (10, Camisa; Eterno) foi algo contagiante.

    Mas me pareceu que:

    – Fossati é um Celso Roth elegante que fala portunhol com voz de bebedor de uísque e sua escalação titular foi TEMEROSA;
    – fora de casa, o Inter vai sofrer mais que avó de dependente de crack;
    – colorado que critica o Guiña merece passar 3 anos torcendo pro Fluminense;
    – Giuliano não pode ficar sendo o único responsável pelas jogadas, até porque é um piazote de 1.5m e 34kg;
    – o Edu é uma cilada, Bino.

  • 61. col  |  24/02/2010 às 11:43

    O gol do Emelec foi uma cagada do 352. Quem fez o gol veio de tras, sem o acompanhamento de algem do “meio” pelo lado esquerdo (Nei nesse caso).

  • 62. Prestes  |  24/02/2010 às 11:44

    O gol do Nei foi engraçado. Eu tava bem na frente da goleira.

    Quando ele chutou, a bola demorou um pouco viajando, e eu tava achando que ela ia sair pela lateral. Não acreditei no gol.

    O chute foi estranho. A bola parecia que ia subir mais.

  • 63. Rudi  |  24/02/2010 às 11:47

    nesses 48 minutos que a bola ficou no ar eu achei que era mais um daqueles cruzamentos pro castor desperdiçar…

  • 64. Bessa  |  24/02/2010 às 11:50

    Eu acho que para o esquema do Fossati, tanto o Castor quanto o K.Pereira Podem funcionar. Basta lembrar que ele consagrou o Bieler…

    E quanto ao esquema, Godo, acho que o inter vai sofrer mesmo é dentro de casa. Fora de casa é capaz de funcionar…

    “- colorado que critica o Guiña merece passar 3 anos torcendo pro Fluminense;
    – o Edu é uma cilada, Bino.” HUAAAAAAAAAAAAAA

  • 65. Prestes  |  24/02/2010 às 11:52

    haushauahahaha

    AlecGOL vai ser artilheiro dessa Liber, Rudi!

  • 66. Bessa  |  24/02/2010 às 11:52

    Bieler = Atacante Rim-tim-tim.

    Se finge de morto 93,7% do jogo…

  • 67. Prestes  |  24/02/2010 às 11:54

    Eu concordo com o Bessa. Bem mais fácil jogar fora de casa, do que com os nego fazendo cera e retrancado o jogo inteiro.

  • 68. Rudi  |  24/02/2010 às 11:54

    que seja Prestes, lembro que foi bom gritar UH UH UH, ME PERDOA GABIRU

  • 69. Bessa  |  24/02/2010 às 11:58

    O que me pareceu era que ele queria mostrar o esquema pra torcida, pra televisão, sei lá…

    Dentro de casa ele não vai poder manter aquilo ali… Se enfrentar um time brasileiro por exemplo, vai tomar pressão no próprio beira-rio…

  • 70. Prestes  |  24/02/2010 às 11:58

    AlecGOL fará – de CALCANHAR – o gol colorado contra o Chelsea, em Abu Dhabi.

    Um a zero e um banho de bola.

    Que assim seja!!!

  • 71. Ernesto  |  24/02/2010 às 12:02

    O Giuliano foi aplaudido pelo crédito de 2009, diferentemente do Edu, que nao mostrou ao que veio.

    Que mania dos cara imputar tudo que é contrario a opinião deles à uma suposta leitura geral de Wianeys, etc.

    Baita jogo do colorado. Desenvoltura tática, muitas opções de jogo, chances de gol criadas. Futuro promissor.

    Sò pra lembrar a bugrada, esse ataque do fim do jogo de ontem, era o ataque reserva ano passado.

    Me lembro direitinho, Inter 4 x 0 Veranopólis, beira-rio, inter com os reservas. E o ataque era Walter e Alecasandro.

    Quer dizer, a competição prioritária é a libertadores, e para tal campeonato os cara me vão com um ataque reserva do ano passado. Realmente, estão querendo ganhá-la

  • 72. Guilherme  |  24/02/2010 às 12:09

    Porra, o Giuliano coitado sozinho no meio de campo tentando armar.

    Culpa não é do guri, é do treinador que tá tentando queimá-lo.

  • 73. Godo  |  24/02/2010 às 12:13

    #64

    Esse esquema seria bom, se o Giuliano não fosse o único homem de criação e contasse com um volante que chegasse junto e um lateral funcional.

    O Inter, 90% do jogo, foi um time previsível. Bastou retrancar o Emelec e os caras não sabiam como chegar no gol, além de cavar faltas e forçar escanteios – e, vale dizer, NINGUÉM no time cruzou uma bola decente na área.

  • 74. Lol  |  24/02/2010 às 12:19

    Quero ver se vão achar tão legal o PESCOÇÃO que o Walter deu no equatoriano, quando ele mostrar esse mesmo cabacismo numa semi-final, por exemplo.

    De DJÊNIO à Vilão em frações de segundo.

    No mais, achei o Inter um time sem presonalidade. Até o gol de empate dava a impressão que não estava com vontade de vencer a partida, jogando por obrigação.

    E, de fato, do meio para frente o time está muito desorganizado. Displicente até.

    Danilo, incrível, se mostrou um dos que tinham mais tenacidade e vontade de ganhar.

  • 75. Chico  |  24/02/2010 às 12:23

    #74

    Se ele não desse o pescoção, o equatoriano ia em direção ao gol, com boas chances de marcar e empatar.

    Levando em conta que já tinha passado dos 45 min, a expulsão não seria um grande problema.

    Acredito que ele pesou esta relação CUSTO-BENEFíCIO antes de gravatear o equatoriano.

  • 76. Lol  |  24/02/2010 às 12:39

    Ele voltará:

    http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/Libertadores/0,,MUL1502687-9851,00-JOEL+SANTANA+DIZ+QUE+TEM+DUAS+MAGOAS+NO+FUTEBOL+O+CORINTHIANS+E+O+INTERNACI.html

  • 77. Leonardo  |  24/02/2010 às 12:49

    Dizer que a torcida do Inter apoia o time é tapar os ouvidos para as vaias que antecederam o gol espírita do Ney. Se aquela bola não entra, que seria o normal, o estádio estaria corneteando o time até agora.
    O Inter apresentou futebol de 4as de final, no máximo. E vai piorar: La Pereba D’alessandro vem aí, e Taisson deverá retomar a titularidade.

  • 78. Gabriel R.  |  24/02/2010 às 13:03

    Na minha humilde opiniao o Giuliano não é meia articulador, ele funciona vindo de trás com a bola. o problema é que nesse esquema essa função é para ser exercida pelo Guina… O Giuliano nunca funcionou sendo o único meia, nos jogos que foi bem ano passado, na verdade PARTE DO SEGUNDO SEMESTRE, sempre tinha mais uma meia de articulação(dale, andrezinho) jogando a frente dele.

    O giuliano é bom, mas bem menos do que o wianey vende e o ernesto compra!
    HUAAAAAA!!!!!

  • 79. guihoch  |  24/02/2010 às 13:06

    mas tche só com um jogo na liber já deu este pano todo pra manga, espere só os jogos serem no frio pra ti ver que pano de manga em boca de torcedor é pra jogar lá pras banda do equador.

    mas segue o baile que o colorado chega até as quartas, nem que seje nas feiras.

    agora se o dale fizer mais que cinco gols ai voces só perdem na final.

  • 80. Macedus  |  24/02/2010 às 13:14

    #76

    Mas não antes de faturar o carioca e talvez a Brazilis Cup …

    Que o Rafael Botafoguense não leia isso ..rs

  • 81. Zé Carlos  |  24/02/2010 às 13:19

    Porra, caralho, esse time do inter-rs é ruim demais, vcs ficam se iludindo com essa merda achando que vao ganhar alguma coisa, vao se foder todos

  • 82. Bessa  |  24/02/2010 às 13:20

    “Baita jogo do colorado. Desenvoltura tática, muitas opções de jogo, chances de gol criadas. Futuro promissor.”

    O Ernesto deve ter visto o jogo pela INTER TV…

    HUAHUHAUHUHAUAHUHAU

  • 83. Godo  |  24/02/2010 às 13:25

    O Ernesto deve ter visto o jogo pela INTER TV… [2]

    (Tecle aqui par ouvir o HUAAAAAAAAAAA)

  • 84. Francisco Luz  |  24/02/2010 às 13:36

    Ou ele foi irônico, né.

  • 85. arbo  |  24/02/2010 às 13:44

    bá, ironia descarada né, pessoal, se liguem.
    o equador é a nova colômbia. os caras tão com a manha. some-se isso ao nervosimo do inter e a pouca ATITUDE, e o empate seria o resultado mais justo ontem. mas tiveram sorte, com a paulada do nei. como tiveram azar contra o noia.

    gabriel r., o giuliano é mais do q te parece.

    torcerei para os chilenos.

  • 86. Alexsander  |  24/02/2010 às 13:46

    Gostei do Fossati mais pelas entrevistas do que pelo desempenho do time. Eu também não teria paciência com repórter com cérebro de ameba — que são 99% da imprensa esportiva. Na verdade, defendo uma teoria alheia que diz que o setorista em mídia tradicional é selecionado conforme seu QI: os mais inteligentes vão pra setores como política e economia. Os mais burros acabam indo pro esporte.

    Por isso que os blogs e outras mídias alternativas são tão melhores que a mídia tradicional: aqui os inteligentes podem falar de esporte.

  • 87. arbo  |  24/02/2010 às 13:48

    “– O Pato apostou em um clube que tem muito de argentino. Uma torcida barulhenta, que faz pressão e muitas vezes é o jogador número 12 – afirmou o jornal.”
    do Olé.

    Alô,
    a torcida do Inter praticamente inexistiu até o gol do Nei. Ou o meu ouvido tava mto entupido.

  • 88. Cassol  |  24/02/2010 às 14:00

    “repórter com cérebro de ameba — que são 99% da imprensa esportiva.”

    Valeu, Alex!

  • 89. Godo  |  24/02/2010 às 14:18

    #86

    Então contratem uma ASSESSORIA DE IMPRENSA, não um técnico.

    Alex, o fato é que a gente acompanha o trabalho da imprensa esportiva com mais frequência, interesse e PAIXÃO do que o noticiário econômico, político, tecnológico.

    Só pra ficar num exemplo, a imprensa nacional reproduz a boçalidade do Gilmar Mendes, presidente do STF e latifundiário no MT, como se fosse cabível a ele ser boçal daquele jeito.

    Na mesma Veja, a boçalidade do Mendes é personalidade e a boçalidade do Lula é vergonha nacional.

    O editor de Veja, aliás, escreveu em seu blog tempos atrás que o “caso Geisy Arruda” só ganhou repercussão nacional depois que ele citou o ocorrido em seu blog. Passou batido, batido… quem não é repórter em SP provavelmente nem ficou sabendo disso…

  • 90. Jader Anderson  |  24/02/2010 às 14:23

    #89

    Concordo Godo, e destaque-se prefiro o WC a ler Veja….

    HAJA CORAÇÃO AMIGOS!!!!(NS)

  • 91. hugo  |  24/02/2010 às 15:17

    do meio da torcida não dá pra se ter noção, vou tentar ver na televisão pra sentir qual era o clima de bafão do estádio.

    mas me pareceu legal..

  • 92. Alexsander  |  24/02/2010 às 15:21

    #89

    Agora compara Ana Amélia Lemos (ZH), Denise Nunes (CP), Carlos Alberto Sardenberg (Globo), Joelmir Beting (Band), Miriam Leitão (Globo) com antas como Wianey, Cacalo, Kenny Braga, Hiltor, etc. Os poucos (aquele 1% que mencionei antes) inteligentes acabam sendo influenciados pela preferência clubística e só agradam a um lado da torcida.

  • 93. catarina cristo  |  24/02/2010 às 15:25

    Sentir vergonha alheia assistindo as matérias da TV sobre a Libertadores: tem coisas que só o Impedimento faz por vc.

  • 94. Ernesto  |  24/02/2010 às 15:26

    Outra vez já tinha dito, só o homem das Luzes, como o Luz, pra salvar a gurizada dessa alienação. Mas o Arbo é outro nível também.

    Ao Gabriel, eu nao compro nada do wianey, velho, até porque em casa, meu coroa assina o Correio.

    Mas, se ele defende o Giuliano, então nisso penso igual. Um cara que fez um segundo semestre como ele, merece crédito. Bem mais que o TEU EDU.

    Outra, se ele jogava com mais alguem ajudando na articulação, entao que o treinador de agora observe isso e repita as coisas que deram certo em 2009.

    Mas tu prefere rotular quem tá vendo a real de comprador do Wianey, a aceitar alguma vaia para esse castilhano retranqueiro e esse Pseudo atacante “ÍDOLO” DO Betis.

    (agora tem que usar aspas, senao os inteligentes nao entendem as ironias)

  • 95. Ernesto  |  24/02/2010 às 15:31

    Ah, só pra lembrar o Gabriel, que quando Giuliano se firma como titular, o Inter alcança o título do primeiro turno do Brasileirão.

    Seu ultimo jogo, 2 a 0 no Avai, lá em Floripa.

    Depois, vai para a sub-20, e a derrocada tem seu inicio.

    Mas, quando volta, o time se ajeita novamente, e acaba em vice.

    São só estatísticas, não argumentos. Basta ver o aproveitamento do time, no Brasileiro, com e sem esse jogador, pra ver a abissal diferença de rendimento.

    Só nao enxerga quem é trouxa

  • 96. Prestes  |  24/02/2010 às 15:33

    Bah, Alex.

    Tu acha mesmo inteligentes esses “especialistas” em política e economia que tu citaste???

  • 97. Carlos  |  24/02/2010 às 15:39

    #96
    Eu acho, Prestes. Estão há anos enganando e ganhando uma grana preta com jornalismo.

    açldjaslkdkjasjkldjksakljdsalkj

  • 98. Godo  |  24/02/2010 às 15:44

    #92

    Ana Amélia Lemos? Sério?

    Nem vou entrar muito no mérito mas WC, Cacalo, Kenny Braga são jornalistas locais, de pautas locais, leitores locais e que precisam de público local. Nenhum deles se esforça muito – ou tem o objetivo de – para agradar a um leitor no Acre, porque a ZH e o CP só circulam aqui, no Rio Grande. Esses caras não são publicados fora daqui e talvez porque não sejam interessantes o suficiente mesmo.

    Compará-los com o Sardenberg, a Miriam Leitão (que não acho nada demais, só reprodutora de um discursinho em economês), Joelmir (demitido da Globo porque apareceu em comercial do Bradesco) é fora do tom, e não porque os 3 sejam sumidades da imprensa, mas porque são jornalistas que falam para públicos diferentes.

    Juca Kfouri é jornalista esportivo e é tão bom quanto o Elio Gaspari, o melhor do Brasil até onde leio. O Trajano é outro cara excelente, o Tostão, o Antero Greco, Flavio Gomes, Lédio Carmona, Marcelo “Didi Mocó” Barreto são todos bastante bons, não costumam sair falando o mesmo tipo de bobagem que o Alexandre Garcia se presta a fazer, ou o Jabor, ou o Galvão, por exemplo. Isso me focando na TV, onde é mais fácil acompanhar o trabalho deles e tal.

    Nem acho que o problema do WC seja coloradismo ou gremismo, mas de análise e conceitos bisonhos mesmo – já vi o cidadão defender a administração do Eurico Miranda no Vasco, quando do início da administração Dinamite, algo como defender o Collor na presidência, a permanência do Arruda no cargo, enfim.

  • 99. Prestes  |  24/02/2010 às 15:47

    97,

    PIOR, burros somos nós! hsudsuhdasuhduhasduhasduhasduhsuhuhuhas

  • 100. thalles  |  24/02/2010 às 15:48

    miriam leitão é tão inteligente quando a unha do meu dedão

  • 101. Unha do Thalles  |  24/02/2010 às 15:55

    INGRATO!!!

  • 102. Junior  |  24/02/2010 às 15:58

    O Giuliano é bom jogador, mas não jogou NADA ontem. Não entendo as desculpas: “ah, mas ele estava sozinho na articulação.” Os volantes do Inter passam da linha da bola constantemente, o Guiñazu é um dos jogadores do Inter com maior número de passes para gol (nesse ano, ele já fez isso contra Juventude e Avenida). O Sandro iniciou a jogada do 2º gol, o Giuliano não fez nada parecido o jogo inteiro. O símbolo da má atuação dele foi aquele escanteio que ele cobrou e a bola nem chegou na área. No 3-5-2 o articulador tem a responsabilidade “única” de armar as jogadas. Os dois melhores times que eu vi jogar no 3-5-2 também só tinham um articulador e dois volantes, que foram a Seleção de 2002 e o Grêmio do Tite. Essa desculpa não cola para a má atuação do Giuliano. Um bom jogador também joga mal às vezes, não é preciso embarcar nas teorias do W.C.

  • 103. Godo  |  24/02/2010 às 16:04

    #102

    Você tá ligado que 2002 era o Rivaldo voando junto com Ronaldo e Ronaldinho, né? E ontem era Giuliano, Alecsandro e Edu.

    Enfim.

  • 104. Prestes  |  24/02/2010 às 16:05

    102.

    Onde eu assino??

  • 105. Rudi  |  24/02/2010 às 16:11

    bah, Rivaldo entraria fácil no time do inter HOJE

  • 106. Junior  |  24/02/2010 às 16:16

    Godo, 103, tu estás comparando os ataques, me referi ao meio de campo. O meio de campo da seleção tinha G. Silva e Kleberson como volantes e um articulador. Mesmo que tu queiras excluir a seleção de 2002 do debate, o Grêmio do Tite tinha E. Costa, Tinga e Zinho. Dois volantes e um articulador. Lembrei de outro time vencedor no 3-5-2, o Atlético Paranaense de 2001, que também jogava com dois volantes, Cocito e Kleberson.

  • 107. Alexsander  |  24/02/2010 às 16:17

    Eu sou colorado e tenho VERGONHA de ter nascido no mesmo planeta que o Kenny Braga.

  • 108. rodrigo  |  24/02/2010 às 16:17

    “EDU, o Fábio Pinto com grife”. Perfeito. Edu é uma nulidade tão grande que é inexplicável seu nome entre os 25, quanto mais entre os 11. Como diz um amigo meu: “Nada explica o Edu.”

    O esquema tem problemas, especialmente a falta de articulação, mas esses problemas táticos se confudem com a insuficiência técnica dos jogadores que habitam o sistema ofensivo. Isso é preocupante, pois se fosse um problema só seria mais fácil de corrigir, e há muito a ser corrigido, de fato, para que o Inter tenha alguma chance de vencer a LIbertadores.

    O colorado fez apenas UMA partida convincente em 2010, batendo por 4×0 um tal de Juventude que beirou o ridículo, que sequer teve a honra de se retrancar pra perder de menos. Tirando isso, resultados magros e atuações pífias contra equipes que custam 100 mil reais por mês (o Inter custa quase 4 milhões). O mais assustador é que o comandante realmente parece acreditar que tudo está indo bem. Não, não está.

    Sobre a torcida, não que seja necessário dar alguma satisfação para segundinos: até meu primo de 13 anos já aprendeu que os microfones das transmissões podem fazer qualquer coisa com o áudio do jogo. Podem fazer 2 mil cantarem mais alto que 40 mil, podem baixar muito ou aumentar muito o volume do ruído externo, ainda mais em estádios amplos.

    Portanto, caro secador, se você está fora do torneio, contente-se em ouvir relatos de quem tá dentro, ao invés de dar discursos sobre o que houve ou deixou de acontecer no campo. É minimamente mais digno.

  • 109. rodrigo  |  24/02/2010 às 16:27

    E digo mais. Edu é o perfeito jogador ANTI LIBERTADORES. Edu é perfeito para ser o ídolo de um time pequeno, sem ambições, que jogue torneios quase amigáveis. Não me surpreende ter feito história no Betis. Aliás, o que é a história do Betis?

    Enfim, Edu é fraco fisicamente, lento, sem arranque, sem entrega, sem suor, sem esforço, sem interesse, sem alma. Tem alguma técnica, que será bastante útil para arrecadar mais alguns trocados no mundo árabe ou até mesmo para a diversão das partidas de showbol. Futebol profissional, não dá. Os times do interior do RS têm atacantes mais ÚTEIS que o Edu, embora menos técnicos.

    Edu é tão ruim que faz o Taison parecer aceitável. O que é preocupante pra quem quer vencer um torneio do nível da Libertadores.

  • 110. Cassol  |  24/02/2010 às 16:32

    Os FILHOTES do Yougol (shshshsh) estão com a maior promoção da história:

    http://yougol.wordpress.com/2010/02/24/todos-trocadilhos-que-voce-queria-ou-nao-fazer-com-vagner-love/

  • 111. douglasceconello  |  24/02/2010 às 16:42

    Caras, o Kléber é um baita jogador e cruza com maestria, mas não sei que diabos passou pela cabeça dele ontem para cobrar aquelas faltas na lateral. Nunca vi sair gol com aquelas bolas sem peso, que correm em câmera lenta pelo céu e invariavelmente acabam nas mãos do goleiro.

  • 112. almilano  |  24/02/2010 às 16:45

    Sobre a vaia ao Edu e apalusos ao Giuliano, eu que tava no estádio vi diferente:

    Vi os caras vaiarem o goleiro do Emelec porque tinha sido tiro de meta se não me engano e ele tava fazendo cera. Aí a torcida vaiou e levantaram a placa pra sair o Edu.

    Foi essa a minha impressão, posso estar viajando totalmente, mas foi o que me chamou a atenção na hora do lance.

    De resto, não jogamos nada e por culpa do treinador, que já vi que vai morrer abraçado com o 352 BURRO dele.

    Tanto o NOIA quanto o EMELEC tiveram chances claras de gol nas costas de uma zaga com 3 zagueiros e 2 volantes.

    Oremos. Foi bom ganhar, de virada, aos 42? Claro que foi. Mas o alerta tem que ficar ligado no Beira-Rio, senão não iremos longe.

    E que CALDO que levei mas valeu a pena heuheuheuehhue

  • 113. Alexandre N.  |  24/02/2010 às 16:47

    Caceta! Que esculhambada que o Rodrigo deu agora. Bate com calma, velho! rs…

  • 114. almilano  |  24/02/2010 às 16:51

    Kleber ontem foi muito bem marcado quando tentou subir, e ainda por cima estava em uma noite ruim, pois errou faltas e escanteios a rodo.

    Por outro lado, tinha uma AVENIDA desde o 1o tempo pro Nei desfilar junto com o Edu LENTÃO. Eu disse pra tigrada que tava comigo que era jogo pro Taison jogar do lado do Nei, isso ainda no 1o tempo. E ainda brinquei dizendo que eu falava do “Taison bom” e não aquela pereba que vinha jogando.

    Taison mudou a velocidade do jogo, Walter equiliboru o ataque e Andrezinho fez o que Giuliano não conseguiu: assistência aos atacantes.

    Resultado: 2 a 1. E achei o time LIGADO ontem o tempo todo, a fim de jogo, diferente do que alguém escreveu aí que eu não lembro quem foi.

  • 115. Gabriel R.  |  24/02/2010 às 17:54

    Bah, na boa, nao que eu defenda o Edu, acho que tem mais futebol do que jogou e espero que melhore, nao por ele, mas pelo meu time. AGORA, DIZER QUE O TAISON TRANSFORMOU A PARTIDA É DEMAIS!!! Sério, ele só corre, nada mais. Ontem o que mudou o jogo foi um articulador que nao se cagou, andrezinho. E prefiro ter o Edu lento dentro de campo, do que o Taison…Taison não dá…
    E ontem, com um time sem criar nada, o Edu fez um puta cruzamento que o Alecsandro não soube se adiantar ao zagueiro e um baita lançamento pro Nei, lance que ele rolou pra tras e o Sandro chutou a gol
    Agora e o Taison e Giuliano fizeram o que? Como o Ernesto fala, são fatos, não argumentos…

  • 116. Rudi  |  24/02/2010 às 18:03

    o problema é que colocam o edu numa função (segundo atacante) que exige velocidade, e isso ele não tem
    se recuassem ele um pouco mais talvez funcionasse melhor

  • 117. Ernesto  |  24/02/2010 às 18:07

    Em resumo, o Rodrigo disse tudo:

    “Edu é tão ruim que faz o Taison parecer aceitável. O que é preocupante pra quem quer vencer um torneio do nível da Libertadores.”

    Daí se tu põe ainda um ataque com Walter e Alecsandro, outrora meros reservas, e agora solução.

    Esse Douglas do Gremio, nao era uma contratação cara, e tava no mercado. Baita armador.

    E um atacante como o Sóbis, as chances aumentariam.

    Ah, e abandonar esse sistema ridiculo e travado de jogo

  • 118. Junior  |  24/02/2010 às 18:14

    Ernesto, o Inter já tem 4 armadores: D’Alessandro, Andrezinho, Giuliano e Thiago Humberto. Contratar o Douglas seria um desperdício, pelo alto salário dele. Segundo um amigo bastante confiável, o Inter fez um recuo estratégico na negociação com Sóbis, para ver como ele vai voltar após a lesão. Caso o Inter passe à 2ª fase e o Sóbis mostre que está recuperado, voltará a negociar com os árabes.

  • 119. rodrigo  |  24/02/2010 às 18:15

    Edu empilha uma partida constrangedora atrás da outra, desde que chegou ao beira rio. Alguma coisa ele já jogou na vida, pois mesmo pra jogar no Betis é preciso algo. Agora, hoje, não tem outra palavra além de constrangedor pra adjetivar o futebol dele.

    Já jogou de centroavante (ano passado), fez beicinho, jogou na armação (como contra o Juventude), não fez nada, jogou de segundo atacante (como ontem), não fez nada. Quem sabe volante? Com aquela vitalidade e entrega toda dele, tem tudo pra dar certo, podemos até liberar o Cholo pro São Paulo.

    Edu, desde que chegou ao Inter, vive de sua grife e do seu passado europeu. Se fosse qualquer outro jogador já teria sido dispensado, assim como o Tales Cunha foi desovado pro São Caetano e ninguém sequer percebeu.

  • 120. Rudi  |  24/02/2010 às 18:23

    rodrigo, não vi o jogo contra o ju, imaginei que pelo bom passe dele (isso mesmo lento ele ainda tem) poderia dar certo na armação, mas se tu fala que ele foi mal, eu acredito

    sobre o tales cunha, ouvi/li/vi que ele seria um caso tipo o diogo, dos gêmeos, excelente talento e blablablá mas uma lesão quase que crônica pra fuder tudo…

    não confirmo, isso é meio fonte ijuí, mas de repente…

  • 121. rodrigo  |  24/02/2010 às 18:33

    Esse esquema do Fossati FERRA o que nós chamamos de terceiro homem do meio campo, ou camisa 8, meia direita, meia de armação, chame do jeito que quiser. Por um motivo singelo: não há essa função no time.

    O time é formado por 3 zagueiros, 2 alas, 2 volantes em linha, e 3 jogadores adiantados, muitas vezes em linha, com esses avantes dos lados movimentando e voltando pra tentar articular. O que eu quero dizer é que tenho extremas dificuldades em perceber a diferença do meia atacante pro segundo atacante, no esquema do Fossati. A mecânica e mesmo o posicionamento são muito semelhantes, o que muda é por conta da característica do jogador que ocupa a função.

    Assim, o meia armador é violentado e obrigado a ser um meia atacante, jogando bastante avançado. Parecido com o trio ofensivo que o Tite fez na sulamericana, Alex e Dale um de cada lado, Nilmar por dentro. Só que o time do Tite tinha um terceiro homem porque jogava com “3 volantes” e 2 zagueiros, enquanto o Fossati pra jogar com 3 zagueiros, praticamente obriga os volantes a se posicionarem em linha, visto que o espaço a ser coberto na intermediária por apenas 2 pobres-coitados é muito grande.

    É nessa lacuna conceitual entre a linha de volantes e o trio mais adiantado que reside o problema de articulação do Inter. O quanto desse problema pode ser resolvido pela simples escalação de jogadores melhores? Sinceramente não sei, embora reze diariamente pra ver logo essas funções ocupadas por Dale e Marquinhos.

    Giuliano? Andrezinho? Ou violentados no lugar do Dale, visto que são jogadores que têm dificuldade em jogar muito adiantados, ou num esquema que privilegie o meio campo, o que não parece ser muito o estilo do Fossatão.

  • 122. Prestes  |  24/02/2010 às 19:04

    O problema é que o Kléber deveria ter jogado FLUTUANDO, mas pelo nervosismo da estreia, acredito, não se soltou.

    Com o Kléber chegando pelos dois lados e pelo meio fica foda pro adversário.

  • 123. Ernesto  |  24/02/2010 às 19:13

    Se eles contratam o Sobis, as criticas diminuiriam.

    E nao sou otimista como outros aqui. Vejo D’Alessandro se machucando, Marquinhos se machucando.

    Dois zagueiros titulares se lesionando.

    Uma maré de azar, aliada a um esquema fadado ao fracasso

  • 124. Raphael Zarko  |  24/02/2010 às 20:06

    porra, filhotes é sacanagem… tenho que atualizar aquela xonga. já tô com 27, rumo ao 28 em setembro…rs.

    cassol tá querendo ser eliminado da licitação pela camisa do BANGU…rs.

    a próxima, aviso logo, será do tricolor suburbano!!!

    abs

  • 125. Carlos  |  24/02/2010 às 20:11

    Esse rodrigo tava indo muito bem…

    Ae começou a orkutear, segundino, bla bla bla, vai ver na TV…dae fudeu tudo.

    E o Prestes tá nessa de Kleber flutuar…Para com essa cachaça q jogador não flutua, porra.

    çlaskdskçadkçsçkdaskçdkaskd

  • 126. Luís Felipe  |  24/02/2010 às 20:24

    o brabo em relação aos atacantes do Inter é que tinha que ter um DIFERENCIADO pra ser titular de verdade.

    e eu não sei, mesmo, se o diferenciado tava no mercado. Não vi ninguém contratando atacante diferenciado na janela. Todos eram do mesmo nível do Alecsandro, do Taison, do Walter…

    nos últimos anos, o Inter teve na linha frontal Fernandão, Alexandre Pato e Nilmar. Citamos o Sobis, também, que nunca foi craque mas fez a diferença. Convenhamos que o povo anda mal acostumado. Hoje, o Inter não acha no mercado nenhum cara comparado aos três primeiros.

  • 127. Luís Felipe  |  24/02/2010 às 20:25

    o Sobis de hoje é diferenciado?

    sei lá. Não acompanho o campeonato dos Emirados Árabes.

  • 128. Serramalte Extra  |  24/02/2010 às 21:18

    Pô, que diferença pros comentários do ano passado.

    127 comentários e ninguém perguntou em que posição esse time ridículo do Emelec ficaria no gauchão…

  • 129. Carlos  |  24/02/2010 às 21:40

    #128

    Graças a deus. Discussão xatapacarai.

  • 130. Anônimo  |  24/02/2010 às 23:04

    Tchê, que merda foi aquela do Neto Fagundes cantar o hino rio grandense no microfone no MEIO DO JOGO?

    Não, não estou xingando o hino, tou xingando o maluco cantando no microfone como se tivesse fazendo um show…

    Nem assim conseguiu fazer o público cantar…

    Daqui a pouco vão querer botar umas caixas de som mais potente, aí talvez a popular consiga ser ouvida, né.

  • 131. rodrigo  |  25/02/2010 às 00:47

    #130

    Foi o hino do inter, e aquilo ali só tem um nome: APELAÇÃO DESAVERGONHADA.

  • 132. dante  |  25/02/2010 às 00:53

    “127 comentários e ninguém perguntou em que posição esse time ridículo do Emelec ficaria no gauchão…”

    tá atrasado.

    CELSO ROTH encerrou com essa discussão ainda no ano passado.

  • 133. almilano  |  25/02/2010 às 09:38

    Nao foi o Neto E simo BAGRE Fagundes, o que é pior. E pelo que ouvi na rádio o vedor da Conmebol tava enlouquecido com isso porque não é permitido o uso dos alto falantes durante o jogo.

    Uma vergonha total, eu achei ridícula essa tentativa de “animar” a torcida, simplesmente lamentável.

  • 134. Gustavo  |  25/02/2010 às 10:16

    Me prestei a ler todos os comentários. Me chamou a atenção que ninguém comentou aquela saída do gol do Abbondanzieri, quando estava 1×1 – parecia uma MARIPOSA TECKNICOLOR.

    Deu sorte pq a bola sobrou pro AYOVI (melhor nome, mas pior jogador) que tava MANCANDO e não conseguiu fazer nada.

  • 135. Carlos  |  25/02/2010 às 10:31

    Bom, o q esperar desses Fagundes, verdadeira máfia do nativismo melhor de tudo da galáxia gaúcho.
    Pior q isso só uma vez q tava num grenal no Beira-Rio (acho q foi o do pedro junior) e o mano changes me pega o microfone nesse mesmo style..

  • 136. Rudi  |  25/02/2010 às 10:37

    Gustavo

    23. Rudi | 24/02/2010 at 10:05
    Me assustei com algumas saídas de gol do pato ontem, mas não teve culpa no gol

    essa que tu citaste tava incluida…

  • 137. Gustavo  |  25/02/2010 às 11:17

    Rudi, pouca ênfase. Foi uma saída muito ridícula, tivesse feito o gol seria um frango inominável.

  • 138. Rudi  |  25/02/2010 às 11:38

    Gustavo, eu sou um comentárista de resultados… RÁ!

  • 139. dante  |  25/02/2010 às 11:50

    bá, gustavo, mas tu tá secando o goleiro até por um gol que ele NÃO TOMOU?

    barbicacho.

  • 140. Gustavo  |  25/02/2010 às 12:08

    Ué, se o goleiro falha grotescamente acho algo digno de menção, mesmo que o resultado não tenha sido o gol adversário. E não se trata de secação.

    A bem da verdade, quando eu vi o lance eu pense, felizi: mostrou a que veio!

  • 141. Gustavo  |  25/02/2010 às 12:08

    “pensei, feliz”

    Deu umas trocas nas letras aí…

  • 142. Leonardo  |  25/02/2010 às 12:21

    Diferenciado?
    Não seria ‘diferente’?
    Ou diferenciado > diferente?

  • 143. Rudi  |  25/02/2010 às 12:30

    diferenciado é diferente do diferente

  • 144. ARC  |  25/02/2010 às 12:47

    Eu vi impedimento no gol.
    Os dentes do Alecsandro estavam na frente da linha da bola na hora do passe do Walter…

  • 145. Prestes  |  25/02/2010 às 14:00

    Vergonha total aquele hino. O Inter tomou o gol por causa daquela merda e merecidamente.

    Não queria nem comentar essa porra de tão enfurecido que eu fiquei.

    Atos como esse certamente pesarão no meu voto na próxima eleição presidencial.

    É muita fanfarronice.

  • 146. Prestes  |  25/02/2010 às 14:02

    126.

    Luis, tinha o Borges! Mas o Grêmio tinha acertado com ele ano passado já.

  • 147. rodrigo  |  25/02/2010 às 14:48

    Outra coisa, como é que o Fossati monta um sistema que privilegia o contragolpe se escala jogadores sem velocidade pra fazer isso? Dos 6 atacantes inscritos pelo Inter, 5 são lentos. Dos 3 meias inscritos, 2 são lentos.

    É uma contradição monstruosa montar um time de quase 4 milhões por mês e entregar pra um técnico que só quer se defender e jogar bola na área. Se for assim, o Inter rasgou dinheiro ao contratar o Thiago Humberto, rasgou 12 milhões de reais renovando com Andrezinho e Giuliano, pois tem 4 meias no grupo e apenas um poderá jogar, um no banco, e dois sobrando sempre.

    Pras 3 funções ofensivas, o Inter tem 11 candidatos. Pras 3 funções defensivas, são 5 jogadores. Ou montou o grupo errado, ou deu pro treinador errado. Ou a conversa pré-contratação foi sobre erva mate.

  • 148. Prestes  |  25/02/2010 às 14:57

    Rodrigo, dois meias jogaram na terça.

  • 149. Luís Felipe  |  25/02/2010 às 15:12

    146,

    eu falei diferenciado. O Borges não é diferenciado. É do mesmo nível do Alecsandro.

  • 150. Prestes  |  25/02/2010 às 15:22

    Pode não ser diferenciado. Mas joga muito mais que o Alecsandro. E tem títulos.

  • 151. rodrigo  |  25/02/2010 às 15:35

    Prestes, jogou o Giuliano, depois trocou pelo Andrezinho. Jogou um de cada vez.

    Nâo sei se tu te refere ao Edu, mas pra mim ele não é meia, quer dizer, pra mim ele não é nada.

    Mas, como eu disse ontem, no esquema do Fossati o meia e o segundo atacante exercem funções muito parecidas, cada um de um lado. Isso coloca praticamente num mesmo saco: Andrezinho, Giuliano, Dale, Taison, Edu, Walter, Marquinhos, Thiago Humberto. Pelo menos eu enxergo assim o time. Esses 8 disputam 2 vagas do trio mais avançado, que será completado sempre por um centroavante (Alecsandro, Damião ou KP).

    O meu ponto principal no comentário anterior é o desequilíbrio que há entre o perfil do elenco e o esquema utilizado. Pras essas duas funções ofensivas há 8 canditados, quase um vestibular pra medicina. Pras duas funções de volante, há apenas 4 candidatos. Pras duas alas, há 4 candidatos. Pras 3 funções da zaga, há 5 candidatos.

    Tá bem mais barbada ser zagueiro do que meia atacante nesse time, concorda?

  • 152. Leonardo  |  25/02/2010 às 15:38

    Diferenciado sou eu, pois falo diferente em vez de diferenciado. Ou melhor, eu sou diferente.
    Diferenciado é o ato de se diferenciar.
    Né?

  • 153. Prestes  |  25/02/2010 às 15:53

    Jogaram Andrézinho e Giuliano. Ter bons jogadores no elenco serve pra isso tb.

    Mas eu tb prefiro outro esquema.

    Queria ver o Giuliano de um lado, o Guina do outro, e o Andrézinho mais à frente. Com o Sandro na frente de dois zagueiros.

  • 154. rodrigo  |  25/02/2010 às 15:55

    Me metendo onde não fui chamado: me parece claro que o Borges é mais jogador que o Alecsandro, pois tem todas as suas virtudes e ainda agrega atributos como força e boa velocidade.

    Acho que o Borges só foi pro Grêmio pois teve “garantias” de que seria titular (assim como o goleiro velhaco do Boca no Inter) e naquele momento o Inter não podia dar essa garantia ao Borges, pois além do elenco do Inter ter várias opções fortes, havia uma expectativa de que o Carvalho ia meter a mão no bolso em 2010 e trazer um atacante top de linha.

    Resultado, não trouxe o top, a torcida pegou no pé do melhor 9 do grupo, a aposta Edu virou piada de mau gosto, e temos que admitir que o Borges hoje seria um acréscimo tremendo ao ataque colorado.

  • 155. rodrigo  |  25/02/2010 às 16:02

    Prestes, eu gosto da ideia de descentralizar a armação. O Tite fez isso na sula 2008 e deu bastante certo. Especialmente o Dale eu acho que arma bem melhor caindo ali na dreita do que lá no meio do fedor dos volantes alheios.

    Pra mim o problema tático atual é a ausência do terceiro homem de meio, aquele que arma a jogada por trás da linha da bola. Tanto o Andrezinho quanto o Giuliano já conseguiram fazer isso no time do Inter.

    No fim das contas estamos falando coisas parecidas, eu só não centralizaria o quarto homem. Eu usaria o esquema do Tite na sula, só que com Giuliano/Andrezinho no lugar do Magrão e Marquinhos/Walter/Taison no lugar do Alex.

  • 156. Luís Felipe  |  25/02/2010 às 17:49

    Borges não joga muito mais que o Alecsandro.

    me parecem jogadores bastante parecidos, aliás.

  • 157. ARC  |  25/02/2010 às 18:51

    O Alecsandro é TÃO IRRITANTE que foi ELE que fez gol…

  • 158. Leonardo  |  25/02/2010 às 19:31

    Alecsandro é artilheiro de gols fáceis.

  • 159. Prestes  |  25/02/2010 às 20:44

    O Borges sabe dominar a bola (falo sério).

    Curto o AlecGOL. Como diz o Cassol, é fazedor de gol.

    Mas o Borges sabe jogar. O Alecsandro é tosco, por mais que de vez em quando ele acerte alguma coisa de tanto tentar e errar.

    O Alecsandro ao receber um lançamento arqueia pra dentro as canelas e deixa a bola bater nele, o domínio dele (fundamento mais básico pra poder jogar, sem receber o passe não adianta saber mais nada) é de criança.

  • 160. dante  |  26/02/2010 às 10:29

    “se o goleiro falha grotescamente”

    gustavo [#140], a função de um goleiro é impedir o gol, e foi isso que o pato fez saindo da área.

    a jogada foi feia, mas foi uma boa opção, porque deu tempo do zagueiro voltar.

  • 161. Leonardo  |  26/02/2010 às 14:28

    Borges conquista seus gols, participa não só com o último toque, mas como o protagonista do lance.
    Alecsandro depende da participação de vários companheiros para que possa concluir. Dá um trabalho danado pra equipe deixá-lo em condições de marcar.
    Portanto, Borges é melhor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: