Imitar a Liga, direito de todo equatoriano

09/02/2010 at 11:47 35 comentários

Atenção: a Liga de Quito não disputa a Libertadores. Sendo assim, é normal que todas as discussões sobre o papel dos equatorianos na Copa comecem com:

– Abram o olho, a LDU ganhou em 2008.
E terminem com:
– Mas eles não jogam agora, então, ninguém tem chance.

Essa situação se agrava quando olhamos para as tradições das equipes que estão confirmadas na disputa da América. Deportivo Quito e Deportivo Cuenca não são sequer times assíduos na Copa; o mais conhecido é o Emelec, semifinalista em 1995, que tem um duríssimo enfrentamento com o Newell’s para ver quem chega à fase de grupos. Olhando com alguma atenção, porém, dá para dizer que são equipes que podem causar algum trabalho.

Deportivo Quito


Especialmente a Academia, que investiu pesado nos últimos anos. O clube associou-se recentemente ao grupo espanhol SEK, que tem como principal produto a educação. Segundo os exemplos de Ruben Becker (!) e do grupo COC, o grupo viu no futebol uma boa oportunidade de rodar grana. Montou um time bastante respeitável (com os experientes Iván Hurtado e Edwin Tenorio e o centroavante Franco Niell) e foi campeão equatoriano no ano passado.

O problema é que a Federação Equatoriana de Futebol viu com muito maus olhos o pesado investimento estrangeiro no clube. Especialmente porque o Grupo SEK queria eleger o novo presidente do Deportivo Quito, Enrique Navas, passando um tanto por cima dos torcedores e sócios. Não aceitou Navas como presidente em dezembro do ano passado e o Grupo resolveu “suspender temporariamente” os investimentos na equipe.

Após algumas ameaças e muitos artigos ameaçadores na imprensa, a situação voltou ao normal. O problema é que os investimentos acabaram diminuindo no início do ano e o Deportivo Quito perdeu tempo na hora de fazer as melhores contratações. Além do mais, há alguns problemas salariais – o capitão da seleção equatoriana, o eterno Iván Hurtado, chegou a deixar o clube por não saber como receberia salários no início do ano.

Uma curiosidade é que, depois da entrada do grupo espanhol, o Deportivo Quito mudou as suas CORES. O clube era listrado em azul e vermelho e resolveu adotar o uniforme preto. Conta a lenda que descobriram um VODU com a camiseta do time em 2008 e encasquetaram que esse era o motivo do Deportivo Quito não ser campeão há 40 anos. Com cores diferentes, o clube foi bicampeão. No creo en brujas…

Olímpico Atahualpa

O Deportivo Quito jogará no estádio que serve de casa para a Seleção Equatoriana e onde Eduardo Galeano descreve, no Futebol ao Sol e à Sombra, que um dia a torcida do Aucas chamou o árbitro de “órfão da puta” ao saber que sua mãe morreu.

Com capacidade para 45 mil pessoas, o Olímpico Atahualpa é o 8º estádio que mais sediou partidas da Copa Libertadores – até agora, foram 123. Está à frente da Bombonera e de todos os estádios brasileiros (o Mineirão é o que mais sediou jogos, com 56 até agora).

Deportivo Cuenca


O outro participante garantido na fase de grupos é o Deportivo Cuenca, que leva com orgulho o fato de ser o melhor clube equatoriano na Libertadores de 2009 – foi eliminado pelo Caracas nas oitavas de final. A equipe que venceu o Boca por 1-0 em casa na Libertadores passada manteve uma base experiente, mas perdeu alguns jogadores importantes, como o atacante brasileiro Rodrigo Teixeira – que foi jogar no Guaraní no Paraguai (!).

Entre as principais figuras, estão o zagueiro Ayovi, o espigão Darwin Caicedo (1,92) no ataque e o nômade argentino Luís Escalada, que com apenas 23 anos já ostenta oito camisetas no currículo, incluindo uma passagem esfuziante pelo Botafogo.

O futuro do Cuenca é nebuloso na Copa. Relatos da imprensa local mostram que o time apresenta um futebol chato e ruim, mesmo contra adversários fracos – e não são fracos os adversários na primeira fase da Libertadores. O Cuenca pegará Nacional do Uruguai, Banfield e Morelia, todos times do mesmo nível ou superiores.

Alejandro Serrano Aguilar

O estádio que leva o nome de um ex-prefeito de Cuenca e ex-vice presidente do Equador é conhecido por seu gramado lamentável em dias de chuva, como o que brindou a participação equatoriana no jogo contra o Caracas ano passado.

O estádio foi fundado em 1945 (provavelmente com outro nome, já que Alejandro tinha 12 anos nessa época) e tem capacidade para 22 mil pessoas.

Emelec


A Empresa Elétrica do Equador mandou seu time para combater o Newell’s na Pré-Libertadores. Esse posto foi conquistado pelo Força e Luz de Guayaquil com uma vitória justo sobre a já citada Liga de Quito, que garantiu a equipe azul na 3ª colocação do Campeonato Equatoriano de 2009.

A permanência azul na Libertadores será jogada nesta quarta, no alçapão do George Capwell, contra os de Rosario. Vencendo, o Emelec pega os adversários do grupo do Internacional, com Cerro e seu rival local, Deportivo Quito.

No âmbito local, o Emelec vive um longo e tenebroso inverno (não ganha o título nacional desde 2002) mas a classificação sofrida e o esperançoso empate em Rosario deram esperanças aos azuis. O jovem Joao Rojas é a principal figura do clube neste ano, como mostra esse vídeo , mas também há o meia Santiago Bigleri, ex-Lanús, como figura de destaque.

George Capwell

É um dos mais bonitos (e por que não dizer, temidos) estádios da América do Sul, com a torcida muito perto do campo (especialmente os fanáticos da Boca Del Pozo) e muita capacidade sonora. O George Capwell, inaugurado em 1945, nem sempre foi bonito assim. Inaugurado em 1942, o estádio chegou a servir de palco para a Copa América de 1947, mas a deterioração e o abandono nos anos 70 motivaram a diretoria do clube a vendê-lo para o Banco Central.

O plano não se concretizou devido à oposição da maior parte dos sócios e torcedores. Em 1989, nas mãos do dirigente Nassib Nehme, o estádio é remodelado e ampliado, enquanto a equipe joga no Modelo. É inaugurado em 1991, com um público de 28 mil pessoas (capacidade máxima) para assistir o jogo contra o Universitario. Já sediou 21 jogos pela Copa Libertadores da América desde então.

Até a vitória,
Luís Felipe dos Santos


Anúncios

Entry filed under: (Louco de) Especial La Copa 2010.

Eles são fortes, sim, e podem ser meia dúzia Seguindo os passos da Albirroja

35 Comentários Add your own

  • 1. Ernesto  |  09/02/2010 às 11:54

    Não foi nesse estádio que BOIADERO, paulista medroso, tremeu perna abaixo e errou um penalti contra a Argentina, na semifinal da Copa América de 1993, abrindo caminho para a Seleção de Batigol e Basile ser campeã em cima do México ?

  • 2. Luís Felipe  |  09/02/2010 às 12:03

    mais moderação aí com a xenofobia, faz favor.

  • 3. Y  |  09/02/2010 às 12:08

    finalmente cartão amarelo

    mas vermelho esqueceu

    eu sou EL CHANGO CÁRDENAS nesse meio aqui… vou conduzir sozinho todos rumo ao título.

  • 4. Y  |  09/02/2010 às 12:32

    OBS:

    O estádio Alejandro antes se chamava EL EJIDO.

    Força e Luz de Guayaquil foi genial ao extremo.

    ERRO NO TEXTO:

    O estádio do Emelec foi niaugurado em 1943, não em 1942… este foi o ano cujo a prefeitura cedeu o TERRENO, vide (fonte: sítio oficial):

    El 8 de Septiembre de 1942, el cabildo porteño resuelve la donación de tales manzanas y el 15 de Octubre de ese mismo año, el Congreso Nacional del Ecuador aprueba el decreto autorizando a la Municipalidad de Guayaquil la donación, consolidado el dominio sobre los terrenos. El 24 de Julio de 1943, se coloca la primera piedra de lo que sería el Estadio Capwell

  • 5. Rudi  |  09/02/2010 às 12:39

    Deportivo Cuenca com HELLBOY de mascote???

  • 6. Flávio  |  09/02/2010 às 12:45

    Deportivo Quito: segundo Fernando Carvalho, pode ser a LDU de 2010…

  • 7. Ismael  |  09/02/2010 às 12:46

    Não sei como era a outra camisa, mas essa preta do Dep. Kito tá LINDONA!!!

  • 8. Rudi  |  09/02/2010 às 12:48

    sim, maravilhosa
    quero na minha coleção

  • 9. Y  |  09/02/2010 às 12:58

    resta saber se vão chmar o Dep.Quito de INSTITUICIÓN EDUCATIVA se enfrentar algum brasileiro… eu QUASE sinto PENA da Ulbra.

  • 10. Manuel Barbeiro  |  09/02/2010 às 13:00

    @1 Foi, 1993, Copa América. Goycochea pegou o penalti.

  • 11. Rudi  |  09/02/2010 às 13:12

    atualizando o endereço do meu twitter (cliquem no meu nome)

  • 12. rafael botafoguense  |  09/02/2010 às 13:15

    ó o emelec ali haha,time mó ruim.

  • 13. gilson  |  09/02/2010 às 13:17

    Certo é que um campeonato sulamericano que não tenha a POSSIBILIDADE de um Flu x LDU na final perde metade da graça. laçksdçlksaçldfksaçldfkaçl

  • 14. Anônimo  |  09/02/2010 às 13:19

    cardenaaaaaaaas GOLLLLLLL!!!!!!!!!!! GOLLLLLLL DE RACING!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! GOLLL DE CARDENAS!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • 15. Manuel Barbeiro  |  09/02/2010 às 14:02

    Sinto saudades do tempo em que jogadores como Michel Bastos e Josué não eram convocados pra seleção.

  • 16. Alexandre N.  |  09/02/2010 às 14:22

    #15

    O Michel Bastos até que foi uma escolha bacana, pelo que ele apresentou assim que saiu do Figueirense e foi pra França. No primeiro ano, jogou muito bem como lateral esquerdo. Depois resolveram colocar ele como winger pela esquerda ou como meia-esquerda. Então pra voltar pra lateral, rola uma confusão mesmo.

    Agora, a do Josué, eu realmente não entendo. Tudo bem, ele cumpre bem as funções táticas que os técnicos pedem que ele faça. Mas eu não consigo vê-lo como jogador de seleção, mas sim como um bom jogador de clube.

  • 18. Anônimo  |  09/02/2010 às 14:41

    eu sou leitor assíduo dos comentários, os textos eu só leio os do Douglas, bom… mas como leitor assíduo dos comentários gostaria de dizer que esse Y é, na minha opinião, um completo idiota.
    obrigado.

  • 19. Ernesto  |  09/02/2010 às 14:43

    Xenofobia, a meu ver, seria preconceito contra estrangeiros, não ?

    Logo, segundo o Luis Felipe, Paulistas são estrangeiros ? E o Rio Grande do Sul, um país ?

  • 20. Ernesto  |  09/02/2010 às 14:44

    Ademais, quem modera aqui é uma lástima. Deixa esse juvenil ficar tocando o putero, e apaga os outros comentários

  • 21. Manuel Barbeiro  |  09/02/2010 às 14:45

    @16 Acho que o Dunga tem que sair da mesmice. Queria ver o Julio Cesar (Fluminense), o Giuliano (Inter), o Pierre (Palmeiras), o Hernanes (SPFC) e o Kleber (Cruzeiro) na seleção. E nada de Julio Baptista, Josué, Gilberto Silva…

  • 22. Manuel Barbeiro  |  09/02/2010 às 14:47

    @16 Ah, e meus goleiros (pelo momento) seriam Julio Cesar, Victor e Fábio.

  • 23. Y  |  09/02/2010 às 14:51

    isso é só o começo, palhaço.

    desejo que você seja apedrejado até a morte.

    mexeu com o gajo errado.

    eu já descobri nomes verdadeiros de fakes na internet, desmascarar-te é molezinha.

    prepara-te para fuder-te em breve.

  • 24. Ernesto  |  09/02/2010 às 14:53

    Bah, to com um medo leque.

    Tu não tem noção. Tô tremendo aqui.

  • 25. Ernesto  |  09/02/2010 às 14:56

    Gajo, vai la portuga, vai.

    Bah, aqui ó, além de gurizote, paulisitinha, ainda fica nessas de falar português de portugal.

    Sem mais

  • 26. rafael botafoguense  |  09/02/2010 às 15:05

    o texto desapareceu por alguns instantes ou eu to de pileque?

  • 27. Cunegundes, o mulato frajola  |  09/02/2010 às 15:07

    O assunto é futebol… eu vi hoje na televisão nosso selecionador Soneca e seu auxiliar Dengoso dando a escalação da seleção brazolheira para a copa do mundo de futebol de sabão, fiquei embasbacado com a falta de caráter do nosso treinador ao convocar jogadores que não aguentam um xingo na cara, bando de mocinhas que precisam trocar o tampax no intervalo quando jogam de shorts branco, gente futebol é pra homem, homem brusco e forte como meu tio raimundo, ele jogava na quinta divisão do campeonato de bairros de belford roxo, era uma sensação, o artilheiro do campeonato, fazia gol todo jogo, ele pesava 120 kg e corria como um trolebus desgovernado, ele ficava o jogo inteiro na banheira, enfiando o dedo no furico dos zagueiros e reclamando da vida só pra desestabilizar, tio raimundo era funcionário da light e morreu eletrocutado após receber uma gaita pra fazer um gato no morro do pavão pavãozinho, estranho que tio raimundo morreu com arranhões na cara e nas costas, acho que estruparam e apagaram tio raimundo, o pessoal do pavão pavãozinho também me ameaçou outro dia que eu fui lá botar um pra frente, mas painho já dizia “estupro é que nem halls preto, no começo arde mas depois até que é gostoso”, e o que tiver que ser Jesus Clayton vai nos exorcizar, Quack!

  • 28. Ernesto  |  09/02/2010 às 15:27

    Cara, essa tu já veio aplicar em outra pessoa aí.

    Não estou em uma prova de concurso – ou de 1º ano do segundo grau, no teu caso – para escrever sempre correto.

    Só que escrever como português é coisa de otário. Ser fã da Rússia é coisa de trouxa.

    Então, te larga magrão.

  • 29. Ernesto  |  09/02/2010 às 15:30

    Se tu é o maioral da língua portuguesa, quero saber como é que o “Professor Pasquale” apareceu no impedimento.

    Sinal de que nao sou o único analfabeto por aqui

  • 30. Alexandre N.  |  09/02/2010 às 15:47

    #21

    O que mata é a tal da lealdade aos jogadores que ganharam a Copa América. Eu também gostaria de ver a seleção livre de jogadores como Josué, Felipe Mello, Júlio Baptista, Elano, Luizão e outros. Mas, um dia os justos serão louvados! hahahahahahaha…

  • 31. gilson  |  09/02/2010 às 20:47

    Cunegundes eterno, aksjdlkjlkfadjlfjlsadjflkasjfdlkajfs

  • 32. Y  |  09/02/2010 às 22:47

    Prof. Pasquale deve ser o Dante, que me odeia desde os tempos mais primórdios.

    De qualquer maneira aquilo não me ofendeu. Ainda aproveitei para tirar uma dúvida.

    Nomá, pode falar qualquer merda, mas achar que eu tô no primeiro ano é forçar a barra. Quem dera…

    O negócio é que gosto do futebol do Leste Europeu, só isso… é uma merda? É, não ganha nada desde 1976. Mas só queria a redenção pelo crime que é não ter o excelente time da Rússia na Copa. A próxima Euro será na Ucrânia e Polônia, o que é legal. Por isso elogiei a seleção da Sérvia, é pura torcida.

    Prefiro Sérvia campeã em 2010 que o Brasil, digo com sinceridade. Se os dois se pegam na final, então…

  • 33. Y  |  10/02/2010 às 00:40

    Mas, até a Coreia do Norte campeã seria melhor que o Brasil. Enfim…

    Mas voltando à frase que deu origem à toda essa querela:

    OLHO NA HOLANDA!!! OLHO NA HOLANDA!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • 34. Y  |  10/02/2010 às 00:41

    não sei botar crase. tentei aprender no trem, às 6:30 da manhã, mas não deu.

  • 35. Iuri  |  10/02/2010 às 18:24

    Baita texto do Luis Felipe.

    Desconhecia as reviravoltas sobre a COLORAÇÃO do Deportivo Quito. Contra o Cerro, me pareceu um time bem fraquinho. Só notei um cabeludo que manejava com mais CUIDADO a redonda.

    Pena que algumas discussões completamente NS tiram o foco da matéria.

    Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • KANNEMANN acaba de fazer seu PRIMEIRO GOL com a camisa do Grêmio. Tricolor vai metendo 3x0 no Atlético-PR no 1º tempo. 1 hour ago
  • E agora leva um golaço de Barrios. 1 hour ago
  • Na Copa do Brasil, Atlético Paranaense acaba de perder um tiro livre indireto na entrada da PEQUENA ÁREA do Grêmio. 1 hour ago
  • Final do Apertura chileno de 2006. Bravo jogava pelo Colo Colo. Acabaram campeões nos pênaltis (4x2) contra a Universidad de Chile. 1 hour ago
  • Já que o tema do dia é Claudio Bravo pegando pênaltis, lembrança daquela vez que ele defendeu uma cavadinha APÓS te… twitter.com/i/web/status/8… 1 hour ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: