O poder de Piñera desafia as universidades

03/02/2010 at 11:47 49 comentários

O título AINDA não aponta alguma medida contrária aos interesses educacionais chilenos do recém eleito presidente do Chile, Sebastián Piñera. A questão é que o bilionário de Santiago exerce grande influência no futebol do Colo-Colo, a equipe mais popular do país – Piñera é dono de 13% das ações do Cacique e admite ir por mais. De modo que, sem o apoio PRESIDENCIAL, os dois outros quadros chilenos presentes na Copa Libertadores, Universidad de Chile e Universidad Católica, terão de se virar sem os benefícios que surgem do alto. Ao analisarmos os planteis, fica claro qual será o primeiro problema de Piñera frente ao governo andino: classificar o seu Colo-Colo para as oitavas-de-final da Libertadores.

Colo-Colo

Única equipe do país a erguer o maior troféu do continente alguma vez na vida (1991), o Colo-Colo adentra 2010 com a mente aturdida por preocupações de diferentes patamares. A maior das aflições data ainda do sorteio das chaves para esta Libertadores. “Los albos” caíram no Grupo 7 da competição, cujos adversários são Vélez Sarsfield, da Argentina, Deportivo Itália, da Venezuela, e provavelmente o Real Potosí, da Bolívia – a complicada missão do Cacique seria facilitada se o Cruzeiro superasse todas as previsões e derrotasse o Potosí, no Mineirão. Com mais seriedade agora, o Colo-Colo mostra um time bem inferior aos de Vélez e Cruzeiro. Sem contar com a JUVENTUDE de um Matías Fernández ou com a aura de goleador de um Suazo, os donos do Estádio Monumental apostaram em reforços menos badalados para seguir adiante em La Copa.

Entre os atletas reconhecidamente interessantes, a lista começa no zagueiro uruguaio Andrés Scotti, ex-Argentinos Juniors e sempre presente nas convocações da Celeste, e pára no colombiano Macnelly Torres, aquele camisa 10 habilidoso que costuma flertar entra a catimba e o passe venenoso. Não que o Cacique não tenha algumas surpresas para DIVULGAR ainda na fase de grupos. Até porque o otimismo que pode estar faltando em muitas das esquinas de Santiago pode ser encontrado no YOUTUBE (ns). A maior das recordações do Colo-Colo na Libertadores remonta à fase semifinal do ano em que saiu campeão. Naquela noite de maio, um abarrotado Monumental viu o time da casa vencer o Boca de Batistuta por 3-1 e eliminar os favoritos argentinos da competição. No vídeo, destaque para a frieza dos zagueiros chilenos, que não encheram de LAÇO o número onze do Boca após a comemoração que superou todos os limites do deboche.

Estádio Monumental

O Estádio Monumental foi projetado para a Copa do Mundo de 1962 com um objetivo ousado demais: abrigar cento e vinte mil torcedores. O início da construção data de 1956, mas, quatro anos depois, o famigerado terremoto que quase inviabilizou a Copa fez com que as previsões de público no estádio Monumental fossem reduzidas. Como o estádio foi erguido a partir de uma enorme escavação, que muito custou aos cofres chilenos, os organizadores decidiram conter um pouco a gastação – a capacidade do Monumental nunca superou os sessenta e cinco mil espectadores. No entanto, as obras só foram finalizadas três anos após a realização do Mundial. Em Santiago, o único estádio que recebeu as partidas da Copa foi o Nacional.

Apenas cinco metros separam as arquibancadas do Monumental das quatro linhas do gramado. A pressão de cerca de 45.000 albos (a capacidade atual do estádio) é um dos pontos fortes do Colo-Colo, que precisa superar, na sua casa, Vélez e Cruzeiro para ilusionar um avanço ao mata-mata. A diretoria do Colo-Colo negou, há pouco, a investida do maior rival, a Universidad de Chile, para utilizar o Monumental na sua estréia na Copa, diante do Flamengo.

Universidad de Chile

Depois do Nacional de Montevideo, a equipe uruguaia que pode alcançar as paragens mais distantes na Libertadores é a Universidad de Chile. O quadro de Santiago encheu o seu plantel de montevideanos e terá o seu futebol comandado pelo técnico uruguaio Gerardo Pelusso. Como é a atual campeã nacional e estreou com duas goleadas no Torneio Apertura de 2010, o modelo charrúa parece ter se moldado decentemente no futebol chileno. La U conta com cinco jogadores que há pouco militavam no Uruguai: o goleiro Esteban Conde, ex-Danubio, que deve amargar a reserva de Miguel Pinto, titular da seleção chilena, os zagueiros Maurício Victorino e Matías Rodríguez, ambos ex-Nacional, o lateral Álvaro “El Flaco” Fernández, que, depois de uma bela Libertadores pelo “Bolso” atuou um semestre em Portugal, e Juan Manuel Olivera, centroavante e maior ídolo da equipe, ex-Danubio. Olivera já anotou cinco vezes nas duas primeiras partidas do campeonato chileno.

Semifinalista da Libertadores em 1970 e em 1996, La U sofre PRECONCEITO por nunca ter disputado uma final da maior competição continental – feito que os rivais Colo-Colo e Universidad Católica se gabam de ter alcançado. Como montou um elenco consistente e com boa experiência nas peleias do continente, a classificação dos azuis, que também são chamados por “Románticos Viajeros”, deve ser mais tranqüila que a do Cacique. No grupo de La U, o de número oito, aparecem Flamengo, Caracas e Colón ou Universidad Católica. Há possibilidades de clássico ainda na primeira fase, entonces. Quanto à estréia contra o Flamengo, só não vale repetir o fiasco de 1999.

Estádio Nacional

Mesmo público, o maior estádio do Chile vem sendo, há décadas, a casa da Universidad de Chile. Erguido em 1938 e reformado drasticamente para o Mundial de 62, o gramado do Estádio Nacional presenciou a mais alta glória esportiva – finais de Libertadores e de Copa do Mundo – e a sangria de um regime militar. A partir de setembro de 1973, o estádio passou a ser usado pelos milicos para detenção, tortura e até fuzilamento dos perseguidos pela ditadura militar. As investigações que iniciaram desde a volta do governo democrático apontam que mais de quarenta mil detidos passaram pelo Estádio Nacional. Estádio que só a partir de abril poderá ser utilizado por La U – ele está sendo reformado e as obras atrasaram. Enquanto isso, o time que tem uma coruja em cima de um “U” no escudo clama por utilizar o Monumental, do rival Colo-Colo.

Universidad Católica

O terceiro clube do Chile, tanto em importância quanto em número de torcedores, precisa de uma vitória simples, em San Carlos de Apoquindo, bairro de Las Condes, cidade próxima a Santiago, para entrar na fase de grupos. “Los cruzados” caíram em Santa Fé, no jogo de ida da pré-Libertadores – mas o 3-2 para o Colón, principalmente pelos dois gols marcados como visitante, deixaram a Católica com chances interessantes de se meter no Grupo 8. A imprensa argentina registrou o valor de uma equipe que não vinha recebido grandes elogios no Chile. Para o Olé, o time azul e branco soube manejar a pelota com paciência e manteve as esperanças até o final. Tanto que o artilheiro Juan José Morales fez o segundo gol da equipe nos últimos suspiros do segundo tempo.

Sem grandes jogadores, com expectativas rasas e na posse de um estádio bastante acanhado, a Universidad Católica deve passar sem grandes feitos pelo continente, em 2010. Caso elimine o Colón, deve parar na fase de grupos que conta com os favoritos Flamengo e Universidad de Chile. Lendo sobre o futebol chileno, percebe-se que há uma clara rivalidade entre as duas universidades – inclusive, a Católica se ALINHA com o Colo-Colo na hora de debochar da virgindade de finais da Universidad de Chile. A sua final, no entanto, é motivo de imenso orgulho para a torcida: em 1993, mesmo apanhando por 5-1 no Morumbi, quando da partida de ida, a Católica soube assustar o São Paulo. Na volta, os chilenos abriram 2-0 logo aos quinze minutos, mas não passou disso. Aqui, os gols da decisão daquela Libertadores.

Estádio San Carlos de Apoquindo

Mesmo pequeno – para cerca de quinze mil aficionados – , o estádio de San Carlos é um dos mais modernos do Chile. Conta com instalações novas (sua inauguração foi em setembro de 1988), estacionamento espaçoso (grande coisa), placar eletrônico COLORIDO e se situa nas proximidades da cordilheira. A última volta olímpica na cancha foi em 2002, quando o clube ganhou o Apertura. O último título nacional da Católica, porém, é o Clausura de 2005 – mas desta vez a partida final foi disputada no Estádio Nacional.

Saludos,
Iuri Müller.

Colo Colo

Anúncios

Entry filed under: (Louco de) Especial La Copa 2010, Libertadores.

Los repolleros fazem de Nick Leoz um homem feliz Mais duas luzes na ribalta

49 Comentários Add your own

  • 1. Zé Carlos  |  03/02/2010 às 12:00

    Esses chilenos são ruins demais……………

  • 2. Matias Pinto  |  03/02/2010 às 13:24

    La U = SCCP?

  • 3. Frank  |  03/02/2010 às 13:33

    Eu era um fã do Colo-Colo, mas tendo esse BERLUSCONI chileno aí como um dos donos, já caiu no meu conceito…

  • 4. fino  |  03/02/2010 às 13:40

    essa série tá dimóis

  • 5. Rudi  |  03/02/2010 às 13:47

    só tem que atualizar o linkzinho ali na lateral com os venezuelanos e chilenos

  • 6. Paulo Torres  |  03/02/2010 às 13:55

    Nada é mais desconfortável que estádio com bancos de madeira, igual esse San Carlos aí. Vide Monumental de Nuñez e Morumbi. Até o cimentão dos velhos estádios brasileiros é melhor.

  • 7. douglasceconello  |  03/02/2010 às 14:13

    Gurizada, por algum motivo OBSCURO, o WordPress fica jogando uns comentários na caixa de Spam.

    Quando a gente precebe, RESGATAMOS. Mas às vezes demora.

  • 8. rômulo arbo  |  03/02/2010 às 14:16

    La U: torcerei sempre. Bom time, torcida sensacional q apóia o time longe de casa, como pude ver aqui em Porto Alegre, e perceber no Maracanã, contra o Flu. E tem um goleiraço.

    Católica: Tcheco detected. Terceiro de pé, da esquerda pra direita. Péssimo sinal. Não passará.

  • 9. Schultz  |  03/02/2010 às 14:29

    Muito boas as informações. Belo site!

  • 10. Ernesto  |  03/02/2010 às 15:14

    http://www.ole.clarin.com/notas/2010/02/03/futbollocal/02132456.html

    E essa heinhôôÔ batista ?

    Boca em clara crise técnica. Que lástima

  • 11. Luís Felipe  |  03/02/2010 às 15:46

    hahahahahahahhahaa é a cara do Tcheco mesmo!

    baita pesquisa, Muller. Aliás, Gerardo Pelusso é um baita treinador, é possível que faça grande figura na U de Chile.

  • 12. Luís Felipe  |  03/02/2010 às 16:06

  • 13. rômulo arbo  |  03/02/2010 às 16:11

    hehhe
    poderia brincar de escalar esse time de novo.
    De pé: Hernanes, Argel, Tcheco, Zico, Horseface e Family Gy
    Agachados: N’Sync, Jonas Peruca, Cabelo, Altermann e Falcon Bencke

  • 14. ben  |  03/02/2010 às 16:17

    bah, mas o goleirão é o SÉRGIO!!!

  • 15. rômulo arbo  |  03/02/2010 às 16:20

    boa, não consegui pensar em nada.

  • 16. rômulo arbo  |  03/02/2010 às 16:21

    e era family GUY

  • 17. rafael botafoguense  |  03/02/2010 às 16:35

    que calor heinhô batista?

  • 18. alemao  |  03/02/2010 às 17:20

    silas nao chega em março. desgraçado!

  • 19. Paulo Brito  |  03/02/2010 às 18:59

    Mas que calor, heinhô batista

  • 20. Ernesto  |  03/02/2010 às 19:15

    Eu estavaaaa láaaa.

    quá quá quá quá, quá, quá

  • 21. Marcelo  |  03/02/2010 às 19:17

    Parabéns pela iniciativa de apresentarem os times que disputam a Libertadores 2010. Duvido que a imprensa brasileira se debublhe sobre os vizinhos. Numa visão politicamente incorreta, seria a mesma coisa que se interessar por uma europeia meia boca e não perceber que do lado tem uma vizinha de parar o trânsito, embora não muito rica.
    Em tom metafórico, quis dizer que nossa imprensa dá mais atenção ao futebol europeu que por exemplo o futebol argentino. Se estou lembrado, teve uma época que eles davam até importância para o campeonato japonês. Seria legal a gente ficar sabendo tudo por exemplo do superclássico Boca-River.
    Sobre o vídeo do Batista, hilário. Mais um clássico do Youtube made in 03/02/2010.
    Ah, a foto do UC do Chile me lembra muito aquelas fotos batidas no interior do estado e em especial àqueles times amadores de citadinos ainda mais amadores, rsss.

  • 22. rafael botafoguense  |  03/02/2010 às 19:44

    http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/0,,MUL1475563-9842,00-ASSUSTADO+ROSINEI+COGITOU+PERSEGUICAO+A+JOGADORES+DO+AMERICA+DO+MEXICO.html

    rosinei deve tá se cagando todo ahhaahaha

  • 23. Lobo  |  03/02/2010 às 20:07

    Lobão 1 x 0 no Avenida

  • 24. Ernesto  |  03/02/2010 às 22:00

    Hahahahahahha, a cara do amador ali do lado do Saraiva, depois que o Batista cai, é impagável.

    Acho que é mais engraçado que o próprio Batista caindo

  • 25. Sanchotene  |  03/02/2010 às 22:13

    Eu sei que o assunto é Libertadores (Chile), mas hoje a vergonheira do estadual confirmou-se. Disputados 7 jogos, houve 3 empates e 4 vitórias de visitantes. Ou seja, só o Grupo 2 venceu.

    Foram disputados 47 partidas:
    a) o Grupo 1 soma 33 pontos;
    b) o Grupo 2, NOVENTA E NOVE.

    O LANTERNA do Grupo 2 seria SEGUNDO do Grupo 1.

    Será que é suficiente para mudanças?

  • 26. Sanchotene  |  03/02/2010 às 22:17

    …e se situa nas proximidades da cordilheira

    Iuri,

    No Chile, até o Oceano Pacífico se situa nas proximidades da cordilheira. Isso não é lá grande vantagem…

    🙂

  • 27. Iuri  |  03/02/2010 às 22:46

    Sancho,

    mas o estádio de La UC é AINDA MAIS PRÓXIMO jajajajaja

  • 28. João Paulo  |  03/02/2010 às 23:03

    Cadê o Lucas Barrios?

  • 29. rafael botafoguense  |  04/02/2010 às 01:56

    #28,foi pro borussia dortmund.

    faz um tempim já.

  • 30. Rudi  |  04/02/2010 às 08:19

    Sancho, dá pra ver que o grêmio foi CLARAMENTE beneficiado na escolha dos grupos

    (pronto, acabei de cumprir minha parte pros mil comentários nesse post)

  • 31. Sanchotene  |  04/02/2010 às 11:36

    Re 30

    Bah, Rudi. Gol contra!

    Pelo regulamento, o Grêmio só tem chance de enfrentar uma equipe de seu grupo a partir das semifinais.

    O maior beneficiado foi… o Inter!

    Onde estás, André K, nestas horas?

  • 32. Rudi  |  04/02/2010 às 12:28

    com 11 pontos e saldo 2, o grêmio seria quinto ou sexto (dependendo de quem saísse) no grupo do inter

    ou seja, nem classificaria

  • 33. Y  |  04/02/2010 às 12:57

    #7:

    chame de FACTOR Y

    mas não tem problema

    já já bota uma AGUINHA no pescoço e os comentários VOLTAM

  • 34. alemao  |  04/02/2010 às 13:40

    Mas aí é q está Rudi, o Grêmio só jogou com os times, digamos, mais qualificados…ou seja, mais difícil de pontuar… enquanto o inter está jogando com os times ditos mais fracos, do grupo 1, fácil de pontuar, inclusive jogando com os reservas…

    Não acredito q o Inter B conseguisse ganhar do Veranópolis, Caxias e Pelotas…

    Portanto, teria caido por terra, o planejamento de jogar a maior parte dos jogos da 1a fase com o Inter B (vide 2007), o q teria resultado em uma mudança de planos em relação a essa estratégia…talvez atrapalhando a pré-temporada do grupo principal.

  • 35. alemao  |  04/02/2010 às 13:42

    resumindo: mais uma vez a tabela PROTEGE os interÉsses colorados. [rumo aos mil comentários]

  • 36. Sanchotene  |  04/02/2010 às 13:44

    Em compensação, o Grêmio já está classificado e garantiu o mando-de-campo nas quartas-de-final.

  • 37. Rudi  |  04/02/2010 às 13:47

    bem, 2009 no turno “cruzado” o grupo do grêmio fez 91 pontos, o do inter 82…, sendo que inter fez 20 e gremio 19…
    o que importa mesmo é que ia ser do caralho um time campeão sem gols… como aqui já foi demonstrado

  • 38. Ernesto  |  04/02/2010 às 14:04

    É, sempre o Inter é beneficiado.

    Ano passado a desculpa era de que com o grenal de Erechim o Gremio jogava uma a menos em casa.

    Este ano de três jogos no Olímpico ganharam uma só. Mas claro, para os reis da revisão, sempre haverá outro ponto que demonstre a tendência pró Inter.

  • 39. alemao  |  04/02/2010 às 14:13

    relaxa Ernesto…nesse calor nao convém esquentar a cabeça…
    a realidade é q meu clube tá uma bagunça e o teu tá organizado, logo preciso levantar essa ideia de complô

  • 40. Sanchotene  |  04/02/2010 às 16:48

    Ironia, para o Ernesto, é uma palavra sem sentido…

  • 41. Ernesto  |  04/02/2010 às 17:04

    Nã, mas esse argumento do ano passado não vi usarem de ironia. Se tu usou, vá lá, mas ouvi muita gente dizendo o mesmo, e de modo sério.

  • 42. Bruno Eduardo  |  04/02/2010 às 19:42

    Só uma coisa, Piñera é accionista do Colo Colo, mas sempre foi torcedor da Universidad Catolica, já que como negócio o Colo Colo dava muito mais dinheiro.
    Colo-Colino no bolso, Cruzado no coração.

  • 43. Serramalte Extra  |  04/02/2010 às 22:40

    38, o Grêmio jogou 6 vezem em POA em 2009, e o inter jogou 9. A tabela é decidida pela federação, depois do SORTEIO dos grupos…

    Só uma dúvida: se o 2º do grupo 2 ficar com mais pontos que o 1º do 1, quem joga em casa a semi? Valem os pontos ou a “maior” classificação?

  • 44. Rudi  |  04/02/2010 às 22:59

    eu ENTENDI que eh a maior classificacao
    mas posso estar errado

  • 45. Serramalte Extra  |  04/02/2010 às 23:27

    putz… tava vendo o regulamento pra resolver essa dúvida… e descobri que o campeão não pode ser rebaixado:

    ARTIGO 4º – As 02 (duas) ÚLTIMAS equipes colocadas na classificação geral serão REBAIXADAS para a 2ª (Segunda) DIVISÃO DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA FGF, competição que disputarão em 2011.
    § ÚNICO – Independente da colocação obtida na classificação geral do Campeonato, as únicas equipes que estão “livres” do rebaixamento é o CAMPEÃO GAÚCHO, o VICE-CAMPEÃO GAÚCHO/2010 e o CAMPEÃO DO INTERIOR.

  • 46. Serramalte Extra  |  04/02/2010 às 23:30

    é pela classificação nas quartas e pela pontuação a partir da semi

    “O mando de campo do jogo único na 2ª (segunda) Etapa do 1º (primeiro) e 2º (segundo) Turno da 1ª (primeira) Fase, será das equipes que obterem o 1º (primeiro) e o 2º (segundo) lugares nas respectivas chaves da 1ª (primeira) Etapa.”

    “O mando de campo do jogo único da 3ª (terceira) e 4ª (quarta) Etapa do 1º (primeiro) e 2º (segundo) Turno da 1ª (primeira) Fase, será da equipe que tiver o melhor retrospecto técnico desde a 1ª (primeira) Etapa dos respectivos turnos”

  • 47. Rudi  |  05/02/2010 às 09:20

    Bah, os caras conseguiram acabar com todo o brilho do campeonato

    POR UM CAMPEÃO QUE POSSA SER REBAIXADO DJÁ

    mas ainda assim, ia ser legal o campeão ter a pior campanha, zero gol, mas… sei lá… maior número de laterais revertidos

  • 48. Rudi  |  05/02/2010 às 09:20

    o comentário anterior foi patrocinado por NS Fashion Week

  • 49. joprge arteaga  |  15/04/2010 às 11:05

    Los chilenos son tan ruins que los dos catolica y univ. de chile ganaron a flamengo ex campeo brasilero rsrsrsrsrsrsrs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • Tradição será interrompida abruptamente ano que vem porque na Série C os grupos são regionalizados e, se o Santa ca… twitter.com/i/web/status/9… 7 hours ago
  • Santa Cruz criando uma tradição anual de golear um time gaúcho depois de ser rebaixado. Ano passado, 5x1 no Grêmio. Agora, 5x1 no Juventude. 7 hours ago
  • @Kiromba No caso, o Ipatinga era o lanterna e foi o primeiro rebaixado. 1 day ago
  • @Kiromba 2008. Naquele ano, o Ipatinga só confirmou matematicamente a queda na 37ª rodada. 1 day ago
  • Vence o Avaí e a disputa mais quente contra o Z4 agora tem quatro times COLADOS na luta por um lugar fora do buraco… twitter.com/i/web/status/9… 1 day ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: