A fumacinha libertadora

15/01/2010 at 06:00 61 comentários

Quando estou ERETO nas arquibancadas no Beira-Rio, especialmente em jogos tensos, tenho uma crença íntima, que, se não é exclusiva, pelo menos me parece bastante PECULIAR. Acredito piamente que a probabilidade de o Inter marcar um gol é muito maior se naquele exato instante eu estiver pitando um PREDESTINADO cigarrito.

Obviamente, como praticamente tudo no MODUS OPERANDI de um torcedor, isso não tem nenhum fundamento racional. Deve ter acontecido uma ou duas vezes, e meu lado HAITIANO encarregou-se de perpetuar a BRUXARIA. Pelo bem, pelo mal, não raras vezes, quando ocorre um escanteio para nós, eu chispo a pedra do isqueiro e lasco fogo no CRIVORIUM, na doce esperança de que segundos depois eu tenha de abrir solenemente o indicador e o PAI DE TODOS em SLOW MOTION para deixar a bagana cair e me abraçar loucamente em um desconhecido cheirando a enxofre.

Como se não bastasse, também acontece com frequência de deixar o derradeiro pito para os exatos 42 do segundo tempo. E há muita ciência neste HÁBITO, caros impávidos e selvagens leitores. Pois o cigarro se extingue em cinzas celestiais no exato instante em que o ponteiro se esfrega nos 45 minutos, e daí para adiante é apenas se concentrar nos três de descontos e o jogo está no papo (mas nunca deixe para fumar no decorrer dos descontos, pode REVERTER o efeito, e daí adeus, Yokohama). O cigarro é minha AMPULHETA para a vitória.

E houve quem dissesse, esta semana, que o TABACO não combina com o ambiente do futebol.

Na secura das pré-temporadas, o fato de Jorge Fossati, técnico do Inter, ter sido flagrado dando um trago na beira do campo conseguiu motivar capas de jornais e depoimentos no rádio, QUIÇÁ longas-metragens nos cinemas. A ideia geral é de que o hábito de fumar em um local destinado à prática do DESPORTO não condiz com a condição de treinador de futebol, o que obviamente não tem qualquer fundamento. Fossati não precisar chegar na linha de fundo e nem voltar pra marcar. Na condição de BARBADO, faz o que seu juízo e sua senhora permitirem.

Agora, apenas por exercício de raciocínio, qual um LAGOSTIM afobado vamos nos deixar abraçar pela rede inflexível que a patrulha politicamente correta lança neste mar de senso comum. Vamos assumir que, realmente, o quase ANGELICAL ato do treinador uruguaio é um DESAGRAVO às boas famílias. Questiono eu onde se encaixaria aí a PRAXE de os veículos de comunicação se renderem à publicidade de bebidas alcoólicas. Não seria também isso uma atitude condenável por estimular a BIRITA, que tanto me faz feliz mas que tanto MAL causa a OUTREM? E, aquela foto de nosso bom homem CARBURANDO, paradoxalmente não teria dado uma visibilidade ainda maior para o monstro de alcatrão?

Não sei.

O que realmente me ENTERNECE é a imagem daquele senhor, já mestre na arte de vencer os anos, com olhos de rapina, segurando a CATRONCA e mirando o campo. Afastem as mochilas da Reebok, coloquem às suas costas uma varanda e à sua frente um sem fim de PAMPA. O que temos é um caudillo que, com semblante sereno, está prestes a tomar GRAVES decisões, talvez até mesmo envolvendo degolas, a escalação de ARILTON ou outras chacrinhas bélicas. Nem por isso, nem pela GUERRA que se avizinha, no entanto, ele se deixa abater ou mostra agitação. Continua ali, impávido, fingindo uma sabedoria que talvez não tenha, prescrutando a imensidão.

Há poucos meses, estivemos acostumados à abstemia pastoriña, envergada com pudor desumano por aquele senhor de olhinhos miúdos que não cobiçava a mulher do próximo e antes de dormir rezava para que os japoneses não matassem as baleias. No meu imaginário doentio, estou CERTO de que, para comandar estes ordinários atrozes que são os jogadores de clubes grandes, nada melhor do que um apóstolo do tabagismo, um RESISTENTE, alguém que, em alguma GAVETA do espírito, guarda uma faceta MARGINAL. Alguém sempre à espreita.

Certamente, quando olharem para Fossati envolto em uma AURA de nicotina, aqueles malandros perceberão que lá está alguém que não se guia pelos preceitos da Tradição, Família e Propriedade, que não se VERGA às colunas de TABLÓIDES. Que, em suma, pode lhes espalmar cinco dedos nos beiços caso um escanteio seja cobrado para a lateral no outro lado do campo. Não me perguntem sobre aspectos TÁTICOS. O entusiasmo pelo cigarro já faz de Fossati um vencedor em solo brasileiro.

Só falta ele apagar o cigarro na mão. Daí eu faço uma camiseta.

Saudações,
Douglas Ceconello.

Anúncios

Entry filed under: Clubes, Colunas.

Cinco grandes sem Copa em um verão flamejante A definição rubro-negra da fé

61 Comentários Add your own

  • 1. Prestes  |  15/01/2010 às 07:18

    GENIAL GENIAL GENIAL GENIAL GENIAL

  • 2. Filipe Mórris  |  15/01/2010 às 07:21

    Peraí que eu vou botar mais um prego no caixão e já volto pra comentar.

  • 3. Francisco Luz  |  15/01/2010 às 07:35

    Maior cronista vivo.

    A ZH deve ter muito espaço para gastar fazendo matéria e o Sant’anna dando duas colunas para falar disso.

  • 4. Alisson  |  15/01/2010 às 08:06

    Só falta ele apagar o cigarro na mão. Daí eu faço uma camiseta.

    DJÊNIO!

    O politicamente correto é o que está nos matando.

  • 5. Macedus  |  15/01/2010 às 08:07

    Por estas bandas cariocas e quando eu tinha o habito de “pitar” um cigarrinho, sempre o fazia em, digamos, estádios mais pitorescos.
    a saber: Moça Bonita, Edson Passos, Estádio do São Cristovão, Gavea.
    Hoje em dia conseguí largar isso, não os estádios mas os cigarros, vez por outra me pego pitando um bom charuto, minha patroa sonha e me ver baforando caximbos, mas isso ela terá de esperar mais um pouco.
    ótima cronica, parabéns.

  • 6. Carlos  |  15/01/2010 às 08:08

    Impedimento colorado!

    açlkdçlsakçldsaçkldksçlaçklçlk

  • 7. Franciel Cruz  |  15/01/2010 às 08:11

    Como bem disse a menina Florbela Espanca: Longe do fumo são ermos os caminhos; não há luar, nem rosas; há noites silenciosas; dias sem calor, beirais sem ninhos.

    Bom. A princípio, alguns incautos podem achar que a citação acima é descabida e pretenciosa, mas em verdade vos asseguro: por trás disso há um importante fundamento (ns).

    Qual seja.

    Depois de ler este texto INOLVIDÁVEL de Suellen, só poderia retornar à esta tribuna apelanado à minha falsa erudição.

    É verdade que poderia também contar as peripécias de Thalles Gomes nesta briosa província da Bahia, porém sei que este é um recinto sério.

    Adianto apenas que o referido alagayano foi visto ontem na Festa do Bonfim quebrando retrovisores de veículos novos e rebolando mais do que Ferry Boat em dia de maré vazante.

  • 8. Atilio  |  15/01/2010 às 08:14

    Baita texto. Não custa lembrar: dias atrás, acho que no diariogauche, houve um post a respeito de a ZH ter publicado matéria sobre Porto Alegre ser a capital onde os jovens mais bebem. Ao mesmo tempo, dizia o post, o jornal promovia um evento jovem patrocinado por uma marca de cerveja etc.

  • 9. Atilio  |  15/01/2010 às 08:16

    Opa, não era o jornal que promovia o evento, era o Grupo. Enfim, sejam compreensivos.

  • 10. Rudi  |  15/01/2010 às 08:53

    “Deve ter acontecido uma ou duas vezes, e meu lado HAITIANO encarregou-se de perpetuar a BRUXARIA.”

    Vudu é pra Jacu (NSFW)

  • 11. guihoch  |  15/01/2010 às 09:08

    o ministério a sude blábláblá

    souza cruz recomenda ler impedimento emquanto se fuma.

    recomendo fumar charruto para intergolear

    chuva no RJ alivia calor

    google ameaça sair da china

    haiti foi vitima de teste de arma N

    mais noticias no decorrer da manha.

  • 12. marlon  |  15/01/2010 às 09:09

    “No meu imaginário doentio, estou CERTO de que, para comandar estes ordinários atrozes que são os jogadores de clubes grandes, nada melhor do que um apóstolo do tabagismo, um RESISTENTE, alguém que, em alguma GAVETA do espírito, guarda uma faceta MARGINAL. Alguém sempre à espreita.”

    esses. ordinários. atrozes.

    I LOL’D.

    Ceconello > Hemingway

  • 13. marlon  |  15/01/2010 às 09:12

    minha memória OBLITERADA pela CANHA não ajuda, mas tinha um jogador de seleçã (croata, acho, ou alemão), craque, que fumava dois maços por dia. e corria feito um condenado.

  • 14. Milton Ribeiro  |  15/01/2010 às 09:15

    INSUPERÁVEL Douglas !!!

  • 15. Guilherme  |  15/01/2010 às 09:20

    Se eu fosse o diretor de arte do Inter, não deixaria. Cigarro não combina com a cena do campo, bolas de futebol, chuteiras e tal. (ns)

  • 16. catarinacristo  |  15/01/2010 às 09:21

    Na semana passada, sendo atingida por baforadas nos quatro pontos cardiais, tinha pensado “o cimento da arquibancada é o último reduto livre para os fumantes”.

    Aí vem o tecnico do inter e mostra que o gramado também o é.

    E vem Ceconello e bota tudo pra gente ler assim, de um fôlego só.

    Adoro isso aqui.

  • 17. Alexsander  |  15/01/2010 às 09:25

    #13

    Alguns jogadores profissionais fumam, sim, mas são exceção. Das minhas “turmas de futebol” dos anos 80, praticamente TODOS os que fumavam várias carteiras por dia não conseguem, hoje, correr mais que 10 minutos. De todos os fatores que desmancharam os times, como mudança para outros estados/países, obesidade, lesões, casamentos, óbitos, desavenças, etc o CIGARRO foi um dos maiores.

    Nunca fumei, hoje estou com quase 40 anos (ou 70 como dizem os amigos) e jogo com uma turma em média 10 anos mais nova que eu. Apesar do meu joelho estar acusando a idade e o excesso de peso, apesar da velocidade não ser mais a mesma, pelo menos em termos de fôlego consigo correr de igual para igual com os mais jovens.

    Acho que cada um sabe o que faz de sua vida, quem quiser beber que beba, quem quiser fumar que fume. Desde que não vomite em mim nem sopre fumaça na minha cara, por mim tudo bem.

    Alex

  • 18. Guilherme  |  15/01/2010 às 09:26

    E a desgraça do 361 volta ao Olímpico.

    Algum gremista andou passando a mão na bunda da Maria de Nazaré, não é possível.

  • 19. marlon  |  15/01/2010 às 09:43

    Se eu quiser fumar eu fumo
    Se eu quiser beber eu bebo
    Eu pago tudo o que eu consumo
    Com suor de meu emprego…

    Eu só posso ter CHAMEGO
    (Com quem?)
    Com quem me faz cafuné
    Como o vampiro e o morcego
    É o homem e a mulher…

    (Zeca Pagodinho e Falcão)

  • 20. marlon  |  15/01/2010 às 09:44

    #18

    que nada, fizeram a analvalanche na LAPIDAÇÃO da Maria Madalena.

  • 21. Ismael  |  15/01/2010 às 09:52

    Nossa… volto das férias e dou de cara com um texto desses!!! Não sei como definir esse SAFADO que atende pela alcunha de Suellen… baita texto!!!

    Sobre CRIVO, cresci tragando a fumaça dos cigarros da véia… adorava aquele ambiente do colégio no início do segundo grau (ensino médio é a vó), quando a gurizada fumava no intervalo. Depois, a coroa largou a fumaça e eu comecei a detestá-la.

    Sobre Fossatti, tem absolutamente tudo pra ser ídolo por aqui. Fecho com o Douglas sobre a imagem de caudilho do professor, agora só falta fazer aqueles vagabundos jogarem.

    A foto do pito me lembrou muito o Abelão de 89. Só não sei se isso é bom ou ruim [ns]

  • 22. alemao  |  15/01/2010 às 09:57

    Da mesma forma q é COMPROVADO q acender um cigarro na parada do ônibus FAZ chegar o teu, não vejo problema nenhum em cigarro chamar um gol.

  • 23. vicente v.  |  15/01/2010 às 10:11

    mil perdões pela heresia, mas lembrei disso na hora.

  • 24. Luís Felipe  |  15/01/2010 às 10:13

    #22

    HAHAHAHAHHHAHAHAHAHAHAHAHAH

  • 25. Paul  |  15/01/2010 às 10:32

    #17

    Hehehe!

    Pô Alex, eu só grito que tu tem 70 anos pela mais pura e fina AUTO-IRONIA, pois no ESCRETE das Impednuas eu também sou da velha guarda (nós dois mais o Filippon e o Dante).

    Caçula da velha guarda né, mas mesmo assim não cozinho mais na primeira fervura…

  • 26. Guilherme  |  15/01/2010 às 10:42

    .20

    hahahaha!

  • 27. izabel  |  15/01/2010 às 10:45

    ajfçlajfkafçjaçfaçja
    muito massa.

    e concordo: acho cigarro uma merda, mas o politicamente correto é o que tá matando a gente.

  • 28. Guilherme  |  15/01/2010 às 11:03

    “acho cigarro uma merda, mas o politicamente correto é o que tá matando a gente.” [2]

  • 29. Carlos  |  15/01/2010 às 11:09

    #18

    çdkasçldkçklsadkçlsakçdçklsdkççk

    muito boa…

    E cigarro é q nem comer gordinha…é uma merda, mas é bom.

  • 30. macedus  |  15/01/2010 às 11:26

    #23
    Vicente, heresia por heresia tem esta aqui também que é de lascar.. cruzes !!!

  • 31. Eduardo  |  15/01/2010 às 11:35

    Parabéns! Genial!
    Só achava q o Fumossati, em alguma GAVETA do espírito, guardasse, além da faceta MARGINAL, também um RÓLIU…

    O Paulo Santana hoje também tá muito legal de ler.

  • 32. macedus  |  15/01/2010 às 11:38

    Continuando com a série “BAFORADAS DO GRAMADO”

    Putzzzz !!!!

    Depois dessa vou alí apertar unzinho … cof cof cof ..

  • 33. Thiago Ciaciare  |  15/01/2010 às 11:43

    José Serra que te escute…

  • 34. Frank  |  15/01/2010 às 12:48

    Mas quem sou eu pra falar de quem cheira ou quem fuma
    nem dá, nunca te dei porra nenhuma… (BROWN, Mano, 1900 e lá vai fumaça…)

  • 35. rafael botafoguense  |  15/01/2010 às 13:23

    nunca fumei.

  • 36. fino  |  15/01/2010 às 13:42

    não fume rafael, é o primeiro passo para drogas pesadas.

  • 37. Alexsander  |  15/01/2010 às 13:45

    #25

    Não esquenta, Paul: eu disse que os AMIGOS dizem que tenho 70.

  • 38. douglasceconello  |  15/01/2010 às 14:01

    Meu problema pra correr é Costela&Ceva. O cigarro me dá ESTABILIDADE no campo (ns).

  • 39. Prestes  |  15/01/2010 às 14:18

    Percebam a sacanagem do título.

    “A fumacinha LIBERTADORA”.

    Douglas ACREDITA.

  • 40. Prestes  |  15/01/2010 às 14:19

    Ou seja: PERDEREMOS.

  • 41. dante  |  15/01/2010 às 14:23

    ouça o fino, rafael.

    conheço ele muito bem. e ELE FUMA. lkdajklsadklasd

  • 42. Rudi  |  15/01/2010 às 14:25

    dante, estamos falando de cigarros INDUSTRIALIZADOS

    fino não se enquadra

  • 43. Jader Anderson  |  15/01/2010 às 14:30

    “Treinador do Internacional, pelo que se conhece, não pode ter prazer de treinar o Internacional, tem de ser como o Abel Braga e o Muricy Ramalho o eram: permanentemente mal-humorados e agressivos com a imprensa.

    E veio agora aparecer para dirigir o Inter um treinador bem-humorado, fumante e bebedor de chimarrão. Fora daqui com esse viciado!” –> Santana em chamas!

    “Só falta ele apagar o cigarro na mão. Daí eu faço uma camiseta.”–> Suellen wins!

  • 44. dante  |  15/01/2010 às 14:42

    “não fume rafael, é o primeiro passo para drogas pesadas.”

    “ouça o fino, rafael. conheço ele muito bem. e ELE FUMA.”

    acho que tu não entendeu a piada, rudi.

  • 45. Gabriel R.  |  15/01/2010 às 14:45

    “Só falta ele apagar o cigarro na mão. Daí eu faço uma camiseta”

    jsdfhagaosgkjal

    perfeito!

    Parece que no treino quando o fossati acendeu o cigarrinho um vivente gritou da torcida: Passa o fogo ai fossati!!

    Prevejo o Douglas com um Cartaz na geral pedindo fogo!!!

  • 46. dante  |  15/01/2010 às 14:48

    melhor ideia um cartaz desses no beira-rio, hein.

    “PASSA O FOGO, FOSSATI”

    LF, providencie. [ns]

  • 47. Rudi  |  15/01/2010 às 14:49

    é… acho que não então

    perdi

  • 48. Prestes  |  15/01/2010 às 14:52

    Bah,

    PASSA O FOGO, FOSSATI = MAIOR TRAPO

  • 49. Matheus  |  15/01/2010 às 14:58

    VAI PASSATI (ns)*

    * uma vez eu achava que tinha gente adepta ao nacional-socialismo aqui, mas não tinha muito sentido achar isso hehehe

  • 50. rafael botafoguense  |  15/01/2010 às 15:08

    tomei nota,não fumarei.

  • 51. rômulo arbo  |  15/01/2010 às 15:52

    #23
    esse aí é o fino

  • 52. fino  |  15/01/2010 às 15:58

    jiosdjioasdjioasfdmasdkmkasdfjn

  • 53. Junior  |  15/01/2010 às 16:54

    PASSA O FOGO, FOSSATI = MAIOR TRAPO (2)

  • 54. rafael botafoguense  |  15/01/2010 às 17:28

    então vou manda o papo honesto
    to no bonde do ernesto
    prestes e mais o rudi
    não jogo mais bola de gude

    pra quem ñ gosta do impedimento
    eu so lamento
    chegou o rafael botafoguense
    o seu tormento

    podikre se liga
    com é que é
    o botafogo estréia amnhã
    contra o macaé

    ta ventando mto
    a chuva tá sinistra
    vou desligar o pc
    e cair na pista

    papo reto,sem curvas.

  • 55. rafael botafoguense  |  15/01/2010 às 17:30

    opa postei no errado.fail hahah

  • 56. zobaran  |  15/01/2010 às 21:14

    Bota fogo, Fossati

  • 57. Marimon  |  15/01/2010 às 23:25

    Textos como esse me fazem ter vergonha de escrever.

    Perfeito, velho…

  • 58. Luís Felipe  |  15/01/2010 às 23:32

    não elogiei ainda: sensacional, mesmo!

  • 59. Vigilante  |  18/01/2010 às 10:52

    Genial !!

  • 60. Lucas Cavalheiro  |  18/01/2010 às 17:38

    Bah, ainda bem que eu resolvi ler todos os textos que tinha perdido.

    Sensacional!

  • 61. Menezes  |  18/01/2010 às 23:31

    O cigarro é minha AMPULHETA para a vitória.
    O cigarro é minha AMPULHETA para a vitória.
    O cigarro é minha AMPULHETA para a vitória.
    O cigarro é minha AMPULHETA para a vitória.
    O cigarro é minha AMPULHETA para a vitória.
    O cigarro é minha AMPULHETA para a vitória.
    O cigarro é minha AMPULHETA para a vitória.

    Obrigado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • Já garantiu dois e tem um terceiro (CSA) com tudo na mão. E também o Confiança vivo, ainda que precisando de façanha. 8 hours ago
  • Nordeste pode ser a primeira região a subir mais que 2 times juntos em uma edição da C, desde que adotaram a fórmula atual (2012). 8 hours ago
  • O São Bento na B também seria notícia, é claro, mas do São Bento se espera menos do que um clube que é gigante em seu estado. 8 hours ago
  • Um eventual acesso do CSA seria um feito enorme: sem contar a bagunça da João Havelange, time não joga acima da terceira divisão desde 1992. 8 hours ago
  • Hoje subiram para a B 2018 o Sampaio e o Fortaleza. Outras vagas são definidas amanhã e segunda, mas São Bento e CSA têm ampla vantagem. 8 hours ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: