Os brasileiros na Copa (Libertadores) 2010

12/01/2010 at 13:18 128 comentários

O cheiro da Copa com torresmo já invade a sala e faz o pai aproximar-se da cozinha com uma cerveja na mão para ver o refogado. É por isso que a ImpedCorp consultou os seus 18 volumes da Grande Enciclopédia Obdulio Varela de Futebol, cujo raríssimo exemplar roubamos da Biblioteca Pública de Montevidéu – não espalhem – para destrinchar as características, as virtudes e os defeitos daqueles que vão pleitear um lugar na base da Taça Libertadores em 2010. Começamos pela terra onde os sabiás cantam nas palmeiras e onde as mulheres não escondem suas vergonhas (abraço, Caminha).

Os times brasileiros são uma exceção nessa Libertadores: ao contrário dos seus vizinhos, Pindorama só mandou equipes tradicionais para disputar a Copa. O único jamais campeão é o Corinthians; Flamengo, Cruzeiro, Internacional e São Paulo somam sete taças, permitindo ao Brasil a rara posição de ser o país com mais títulos na Copa – a Argentina vai com cinco taças (Estudiantes e Vélez), o Uruguai com 3 (Nacional).

Vamos aos postulantes.

Flamengo

Ganhou aquele campeonato que parecia a última polenta da mesa do bar. Todo mundo torto de fome e louco para comer, mas se fazendo; o urubu foi lá e se esbaldou. O Flamengo ganhou com muito embalo, inspiração de Petkovic, Adriano e Andrade e grande fase de salames como Álvaro. A grande dúvida é se esse mel todo vai permanecer em 2010.

Pet tem fôlego para um campeonato de alta intensidade, e que vai terminar depois da Copa? Adriano vai ficar encoleirado e evitar a fubangagem até agosto? Álvaro vai cansar quando? São dúvidas que colocam em jogo a campanha do Flamengo. Álvaro é dispensável, há zagueiros melhores, mas uma má jornada de Petkovic pode complicar mesmo as pretensões flamenguistas.

As contratações não são muito animadoras; voltou Obina e apareceu Fernando, do Goiás. Aírton será bem substituído por Toró, do mesmo nível. Permanecendo a regularidade de Williams, a inspiração de Leo Moura e a força de Adriano, o Flamengo é candidato.

Ponto forte

Adriano não é apenas o melhor atacante do Flamengo e do Brasil, na atualidade; é um jogador perfeito para a competição. Em um torneio no qual os árbitros aceitam o contato físico sem pudores (ui), nada como ter o atacante mais forte nascido no Brasil. Com Adriano em campo há a certeza de muitos gols apoiados nos ombros dos adversários ou desmoronando zagueiros como peças de dominó.

Ponto fraco

A falta de profundidade do elenco, pode ser. A instabilidade da estrelas, também. Não vamos, porém, ser hipócritas: o grande adversário do Flamengo na Libertadores, hoje e sempre, é o oba-oba.

Não é a toa que Márcio Braga tirou a equipe do Rio na finaleira do Brasileiro do ano passado. Como chegar longe na Libertadores sem passar pela Barra da Tijuca, pelas mulheres fruta, pelos bailes funk, pelos ensaios da Mangueira, pelas preleções filmadas pela Globo e pela atração irresistível do chinelo e da bermuda? Talvez Andrade saiba responder: afinal, ele esteve lá em 1981.

Cruzeiro

O time celeste vem com a credencial de ser o último brasileiro que chegou perto e bateu na trave, assim como o Fluminense de 2008 e o Grêmio de 2007. Com um time capenga, esteve perto de cair fora da Libertadores, mas conseguiu uma arrancada final.

Assim como o Flamengo e o Inter, é tímido nas contratações. Levou para a Toca a promessa (ainda) curitibana Pedro Ken e o bom jogador Anderson Lessa, do Náutico. Não perdeu ninguém relevante até agora. Mantém a base, ainda que ela não empolgue. Além do mais, há a questão Kléber, que foi preterido em boa parte do segundo semestre e agora está TODO SE QUERENDO para o Palmeiras.

Sem Kléber, o time é outro. Esse é o tipo de jogador que tem tudo para crescer na adversidade, ainda que não tenha brilhado contra os pinchas em La Plata ano passado. Com mais uma chance, pode aparecer a sua estrela decisiva.

Ponto forte

Adílson Batista conhece o caminho até a final e conhece tudo dentro da Toca. Tem talento e agora, tem coragem para encarar os momentos decisivos com menos volantes e mais autoridade. Além do mais, proporciona momentos de glória como o que aparece acima. O maior empecilho é a tal “fadiga dos metais”, ou seja: os jogadores não agüentarem mais ouvir seu tom de voz e seu coração não bater tão forte com o discurso de Adílson na hora H. Fora isso, Adílson é o maior atrativo do Cruzeiro nessa Copa.

Ponto fraco

Eu sei que dizer isso é pedir para amanhecer com uma cabeça de cavalo na cama, mas a torcida do Cruzeiro no final da Libertadores do ano passado pareceu muito numerosa e pouco participativa. Os momentos de silêncio sepulcral na final contra os pinchas muitas vezes são decisivos para o jogador em campo. Em 2010, talvez a torcida azul celeste possa ser mais participativa, conseguindo virar um pouco o distanciamento do Mineirão – público looonge do campo – para aconchegar mais os seus atletas.

São Paulo

Mesmo jogando um futebol cretino, o São Paulo peleou pelo campeonato até a penúltima rodada no ano passado. Para melhorar um pouco a qualidade do que apresenta nos gramados, o clube resolveu investir bem em contratações. Marcelinho, Fernandinho, Léo Lima e Carlinhos Paraíba são para reforçar o trato na bola; Xandão e André Luís, para aumentar o legado de espanadores.

Ricardo Gomes, assim, tem a oportunidade de formar um grupo e um time com a sua cara, mais do que o time do ano passado, muito parecido com as ideias de Muricy. Talvez nessa temporada a retranca-contra-ataque seja esquecida para aparecer um outro estilo de futebol. Ainda é difícil prever.

Ponto forte

O que dá para garantir é que o São Paulo nunca quis tanto, em relação aos últimos anos, conquistar uma Libertadores da América como agora. Ainda no ano passado a torcida só falava nisso. A obsessão pelo tetra que reina no Morumbi pode gerar muitas vantagens à campanha são-paulina: desde uma dedicação maior da sua torcida, desmotivada para assistir jogos à noite em um estádio tão longínquo, até a disposição para excluir picuinhas da pauta do dia.

Ponto fraco

Quando enfrentou adversários brasileiros o São Paulo pecou um tanto pela prepotência, em tempos recentes. Isso contra Inter, Fluminense, Grêmio, Cruzeiro. No ano passado, o peso da sina contra brasileiros desestruturou o time emocionalmente no confronto contra o Cruzeiro. O que o São Paulo precisa é esquecer a sua larga história e o peso das suas taças e comer a grama contra qualquer time que aparecer pela frente, mesmo que seja menos tradicional. Uma bandeira do Japão no meio-campo como a que apareceu contra o Once Caldas, em 2004, não é nada recomendável – até porque o Mundial será nos Emirados.

Internacional

O Colorado chega no início do ano com o mesmo time, mas muito perto de ser uma incógnita. Parece contraditório, mas ninguém tem a exata certeza de como o experiente treinador Jorge Fossati vai armar a cara desse Inter. Se será retranqueiro, como acusam os uruguaios e como gosta Fernando Carvalho; se será artístico, como pede Giuliano; ou se será imprevisível, como Abel Braga.

O que é certo é que a timidez nas contratações deixa a torcida apreensiva, o que pode ser muito problemático se surgirem maus resultados logo na primeira fase. A torcida colorada anda tão impaciente quanto antes do Mundial, devido às seguidas frustrações nos campeonatos brasileiros – mesmo entrando sempre como favorito. O grupo do Internacional é relativamente fácil, mas há um jogo na altitude e uma possibilidade de ir a Rosário. Logo, há armadilhas.

Ponto forte

Apesar da impaciência da torcida, o Inter tem nela sua grande arma. Uma vez empolgada e motivada, a torcida do Inter está sedenta por grandes títulos e pode criar verdadeiros espetáculos em campo – o que é um claro diferencial em uma Libertadores. Além do mais, há o afogo, o desespero por não bater na trave de novo. No contexto colorado, isso é um diferencial.

Ponto fraco

O grande problema do Inter é depender do humor de D’Alessandro, que não sai do time nem por decreto. Como jogador irregular e inconstante que é, pode apresentar jogos gloriosos contra reservas do Boca e só aparecer em uma final para tentar apanhar de um jogador. Não bastasse isso, D’Alessandro tira espaço de dois meias mais eficientes, Giuliano e Andrezinho. Fossati sabe que depender dele é um problema e lançou recados para todo mundo saber, especialmente a torcida, de que o jogador precisa melhorar. O Inter espera que a sua temporada seja de exceção, como em 2003 – se for de regra, é ponto fraco.

Corinthians

Por último nessa análise, o menos tradicional dos times brasileiros em Libertadores. Por ironia, o favorito. Igualmente obcecado pela Libertadores inédita no ano do Centenário, o inquilino do Pacaembu investiu pesado para esquecer o enorme rol de fracassos e finalmente incrustar seu nome na taça. Além de Ronaldo, tem Roberto Carlos, Iarley e Tcheco, todos veteranos de nome e chegada.

Ponto forte

Sendo assim, o ponto forte do Corinthians é especialmente o seu time. O onze inicial ideal do Corinthians tem uma dupla de zaga regular (Chicão e William), dois foras de série (Ronaldo e Roberto Carlos) boas promessas (como Jucilei) e jogadores de alta técnica (como Danilo). Sem dúvida, é um fato raro dos últimos tempos ver o Corinthians montando um grande time sem ser uma lavanderia russa ou apadrinhado por um banco americano.

Ponto fraco

O grande problema do Corinthians é olhar para trás na sua história e não ver uma grande campanha sequer na Copa. As melhores acabaram com constrangedoras eliminações diante do Palmeiras. Ninguém lá no Parque São Jorge – no máximo, Iarley – sabe o caminho da Copa, o que faz com que os inúmeros desvios no caminho de uma grande campanha sejam ainda mais atraentes. Até mesmo o oba-oba é um tremendo risco no caminho corintiano, afinal, com dois craques ex-Seleção no time não há imprensa festiva que resista.

Se fosse para apostar

Fosse para colocar minhas moedas no SportingBet para um hipotético “campeonato interno” entre os brasileiros, eu apostaria na seguinte classificação:

1 – Corinthians
2 – São Paulo
3 – Internacional
4 – Flamengo
5 – Cruzeiro

Sendo o primeiro aquele que chega mais longe, e o último aquele que cai mais cedo.

Sempre lembrando que isso é uma SÉRIE. Ou seja: em breve vocês verão as análises sobre os participantes de outros países.

Até a vitória,
Luís Felipe dos Santos

Anúncios

Entry filed under: (Louco de) Especial La Copa 2010, Libertadores.

O pirata esquecido O El Dorado, parte 1: nascidos da revolta

128 Comentários Add your own

  • 1. Zé Carlos  |  12/01/2010 às 13:30

    Gostei da análise, melhor que muitos colunistas e blogueiros imbecis que reinam por ai

  • 2. Zé Carlos  |  12/01/2010 às 13:33

    Vai ter análise dos argentinos, uruguaios e paraguaios também ?

  • 3. Manuel Barbeiro  |  12/01/2010 às 13:35

    Mesmo sendo corinthiano, não boto tanta ficha no meu time…

    Acho que o Cruzeiro supreenderá. Time jovem e de boa técnica.

  • 4. m  |  12/01/2010 às 13:37

    endosso tudo que foi falado pelo cruzeiro, com exceção da parte sobre o adílson. coragem? menos volantes? desde quando?

  • 5. Carlos  |  12/01/2010 às 13:42

    #2 “Sempre lembrando que isso é uma SÉRIE. Ou seja: em breve vocês verão as análises sobre os participantes de outros países.”

    ALOU?

  • 6. Francisco Luz  |  12/01/2010 às 13:45

    Aposto em Fossati. Todo mundo corneteando o cara após dois treinos só pode ser um bom presságio.

    E não consigo ver LÉO LIMA e Carlinhos Paraíba como contratações de alguém que queira vencer uma Libertadores. Eles são piores do que qualquer cara que passou no Morumbi nos últimos anos.

  • 7. Manuel Barbeiro  |  12/01/2010 às 13:47

    @6 Concordo sobre Léo Lima e Carlinhos Paraíba. E acrescento a esta lista André Luiz. Com estes jogadores, não dá pra apostar no SPFC. E ainda tenho minhas dúvidas quanto ao Ricardo Gomes.

  • 8. Prestes  |  12/01/2010 às 13:55

    Bela análise.

  • 9. rodrigo  |  12/01/2010 às 13:57

    poder chegar todos podem, pois são potências brasileiras e o brasil tem feito finais de libertadores durante o século todo.

    o time do corinthians em 2008/01 era muito forte, muito mais que esse cheio de vovôs, que vai ser a versão tupiniquim do vexame galactico do real madrid. teste de fogo para mano menezes, sabidamente um ótimo treinador.

    flamengo e cruzeiro continuam no mesmo patamar de 2009, são bons times e estão prontos.

    o são paulo afundará com suas contratações que mais lembram o botafogo (exceto fernandinho).

    e o inter, se contratar um atacante que aguente o tranco de uma libertadores, é favorito, pois tem o melhor meio campo da américa do sul.

    minha ordem:

    1 – inter (se contratar um atacante)
    2 – flamengo
    3 – cruzeiro
    4 – corinthians (sobe pra 3 se o mano for deus)
    5 – são paulo de leo lima, paraíbas e xandão.

  • 10. m  |  12/01/2010 às 14:00

    eu acho que o cruzeiro entra melhor que na libertadores de 2009. perdeu o ramires e o wagner, mas agora tem um bom lateral esquerdo, um zagueiro mais confiável e o guerrón, que pode fazer uma puta dupla com o kleber.

    além disso, gilberto não some em jogos importantes como aquele pipoqueiro do wagner.

    por outro lado, perder o kléber é ESPETO.

  • 11. Prestes  |  12/01/2010 às 14:03

    Vi agora que o Fernandinho foi bichado pro SP. Vai ter que fazer uma cirurgia no pé. Fica dois meses fora. Não joga a primeira fase e vai estar sem ritmo na seqüência.

  • 12. Alexandre N.  |  12/01/2010 às 14:08

    #7

    Olha Manuel, quando está com a cabeça no lugar, o André Luiz é muito bom zagueiro. Não a toa que foi ele quem segurou as rédeas de Santos e Fluminense em priscas eras com toda maestria que lhe era possível. Eu mesmo fiquei com um pé atrás quando o Flu o contratou e com o passar do ano, o time pra mim era ele e mais dez!

    Agora, voltando a falar dos clubes, creio que os mais prejudicados serão Corínthians e Flamengo, e ambos pelo mesmo motivo: o oba-oba descontrolado da mídia. E, na minha opinião, o favortio é o Inter. O Cruzeiro continua me passando a mesma imagem de time amarelão e o São Paulo ainda vai precisar de mais uma temporada pra se livrar do ranço deixado pelo Muryci.

    P.S.: O empresário do Léo Lima é realmente muito bom. O puto depois daquele cruzamento de letra na final do carioca de 2003 nunca mais fez nada na vida em relação ao futebol. Já era mascarado na base e depois que virou profissional, assumiu de vez a máscara como a sua verdadeira face…

  • 13. Alexandre N.  |  12/01/2010 às 14:12

    #10

    O Guerron não joga merda nenhuma. Aquele puto só sabe fazer uma coisa: correr que nem um desesperado. Se ele for jogar contra um time com um mínimo de inteligência tática, ele se f*de bonito. Tanto é assim que ele não conseguiu se criar quando jogou na Espanha, a terra das zagas em linha.

    No resto, concordo com você, mas mesmo assim ainda fico com a sensação de que o Cruzeiro deste ano é tão amarelão quanto o do ano passado.

  • 14. Flávio  |  12/01/2010 às 14:15

    Fossat/Carvalho armaram um time ainda mais amarrado que o do Tite, sem jogadores velozes e com pouco poder de fogo (só o inconstante Alecsandro faz gol). Desencavaram o 3-6-1 chama-derrota o invés de apostar no esquema que mais funcionou ano passado, o 4-4-2 com Giuliano como 3º volante/armador, mais um meia jogando livre (D’Alessandro ou Andrezinho); com Alecsandro na frente ao lado de um atacante leve (Taison ou Marquinhos).

  • 15. Rudi  |  12/01/2010 às 14:20

    acho que esse esquema tá mais com cara de 4-5-1… com kleber na meia e eller de lateral… pq o eller tá subindo um monte…

  • 16. m  |  12/01/2010 às 14:22

    #13

    acho que nosso técnico tarado por volantes tem a ver com essa sensação. faz dois anos que, longe do mineirão ou quando o calo aperta, o cruzeiro joga como o américa de teófilo otoni.

  • 17. Manuel Barbeiro  |  12/01/2010 às 14:27

    @12 O problema é botar a cabeça do André Luiz no lugar. Ele é uma bomba relógio sem hora pra explodir. Esse tipo de jogador é muito perigoso numa competição cheia de mumunhas como a Libertadores.

  • 18. fino  |  12/01/2010 às 14:30

    mas tá pura banha esse tal de fernandinho

    http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Times/Sao_Paulo/0,,MUL1443672-9875,00-FERNANDINHO+PASSA+POR+CIRURGIA+NO+PE.html

    parece esse outro INHO

  • 19. Manuel Barbeiro  |  12/01/2010 às 14:32

    Folclore: http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Times/Corinthians/0,,MUL1443926-9862,00-MARIO+GOBBI+FILHO+DIZ+QUE+MORAIS+SO+SAI+DO+TIMAO+SE+BESOURO+FUMAR+MACONHA.html

  • 20. Alexandre N.  |  12/01/2010 às 14:35

    #12

    Bom, eu só lembro dele descontrolado quando ele jogava no Botafogo (e quem não era descontrolado naquele time?). Do restante, ele teve expulsões “normais” que todo zagueiro padtrão consegue. E além do mais, o São Paulo não conseguiu controlar o André Dias? Esse sim é muito mais perigoso que o André Luiz! No mais, não tem outro jeito, é aguradar pra ver…

  • 21. Flávio  |  12/01/2010 às 14:36

    Alguém conhece o tal Bruno Silva? É bom jogador mesmo ou veio por bruxice do Fossati?

  • 22. matheus  |  12/01/2010 às 14:37

    não sei da ordem de chegada, mas acho que DESSA VEZ, o são paulo vai acabar por eliminar algum brasileiro incauto. os times são bons, acho que confrontos na segunda fase serão inevitáveis, talvez até TRÊS ou quatro

  • 23. J Petry  |  12/01/2010 às 14:37

    Inter só terá um jogo na altitude. Guayaquil fica ao nível do mar.

  • 24. Guilherme  |  12/01/2010 às 14:38

    Muito bom LF!

    Isso aí mesmo.

  • 25. guihoch  |  12/01/2010 às 14:38

    oi, li os dois ultimos post, não comentarei.(NS)

    OBS: este calor não me deixa pensar, mesmo qundo estou na sombra.

  • 26. Alexandre N.  |  12/01/2010 às 14:40

    #16

    Ou então, por que não pensar que no fundo os jogadores do Cruzeiro estão querendo fazer com o Adilson a mesma coisa que os jogadores do Flamengo fizeram com o Cuca no ano passado?

    E eles só não conseguiram lograr êxito na empreitada deles por que os Perrela gostam do Adilson…

  • 27. rômulo arbo  |  12/01/2010 às 14:42

    boa análise.

    Acho Chicão e William, mais do q regular, uma ótima zaga. Um time q tem uma boa zaga (mais do q isso, Mano Menezes, q sabe montar um SISTEMA DEFENSIVO decente) e Ronaldo na frente já deve ser muito respeitado. Se o Ronaldo estiver como no primeiro semestre de 09 as chances são altas…

    Minha esperança, quanto ao Inter, segue sendo o D’Alessandro, ainda mais q agora pelo visto arrumaram um TÉCNICO. Mas Libertadores não vimos o hermano jogar por aqui (pelo Inter; estou enganado?), de forma q nas fases de mata-mata ele bem pode vir a ser o diferencial positivo.

    Não vejo as contratações do São Paulo com esse “pessimismo”.

  • 28. Alexandre N.  |  12/01/2010 às 14:43

    #25

    Se você está no Rio de JAneiro, nãos e sinta um “privilegiado” por estar assim. Essa é só mais uma das “maravilhas” que este lugar pode providenciar as pessoas. E tem uns desgraçados que preferem este calor subsaariano do que um clima mais agradável…

  • 29. Prestes  |  12/01/2010 às 14:44

    Flávio, quem acompanha os treinamentos diz que o Nei e o Arilton estão jogando muito mais.

  • 30. Guilherme  |  12/01/2010 às 14:44

    Olha, vou ficar MUITO surpreso se o Corinthians não levar.

    Com o time e técnico que tem, só se os véios do time começarem a bater em lesão mesmo.

  • 31. Prestes  |  12/01/2010 às 14:49

    Minha única dúvida quanto ao Ronaldo é a seguinte:

    Aqui por mais que os zagueiros queiram marcar bem o Ronaldo para deixar boa imagem, rolou direto aquele medo de machucar ele, aquele respeito excessivo, até um receio de que os árbitros fossem rigorosos, já que estavam sendo coniventes com a violência do próprio Ronaldo e com suas quedas na área.

    Agora, quero ver se o Cerro Porteño não vai ter como principal meta tirar o Ronaldo da Copa…

  • 32. Jader Anderson  |  12/01/2010 às 14:49

    PETER

    Também gastava bola em treinos hehehehehe

  • 33. Flávio  |  12/01/2010 às 14:50

    Bah… Valeu, Prestes. Se o Nei não repetir a trajetória dos outros laterais que o Inter trouxe do Atlético-PR (Luizinho Neto e Marcão) já é lucro.

  • 34. Francisco Luz  |  12/01/2010 às 14:54

    21: Flávio, nos treinos estão dizendo que o Nei está melhor. Mas um torcedor do Ajax disse em um fórum que eu acompanho que ele é bom jogador e que só foi emprestado porque surgiu um guri da base que já pegou inclusive a seleção holandesa.

    Diz ele que ele é corredor e bate bem na bola, e é bom na marcação – não tanto no apoio.

  • 35. Alexandre N.  |  12/01/2010 às 14:56

    #34

    Putz, Francisco? Essa do torcedor do Ajax tá parecendo até alguém aqui que falou maravilhas do Herrera pro Rafael Botafoguense. hehehehe…

  • 36. Flávio  |  12/01/2010 às 15:00

    34: O problema é que o nível atual do campeonato holandês não é lá essas coisas…

  • 37. Jader Anderson  |  12/01/2010 às 15:02

    Saudade do bom inter dos anos 90

    Me lembro até hoje da corneta SELEINTER com a dupra Parreira/Dunga

    http://video.globo.com/Videos/Player/Esportes/0,,GIM1184635-7824-EM+DUNGA+SE+APRESENTA+NO+INTERNACIONAL+COM+FESTA+DA+TORCIDA,00.html

  • 38. Francisco Luz  |  12/01/2010 às 15:02

    Concordo, mas digamos que não é uma completa furada. Se o cara foi titular do Ajax (time que ainda tem minha eterna torcida e respeito, heheh), não é uma desgraça anunciada.

  • 39. izabel  |  12/01/2010 às 15:03

    boa análise, LF.
    e que venha o resto da série!
    que bom que esse período de recesso tá acabando. amanhã é minha estreia, num amistososinho que fez parte da negociação do defederico.

  • 40. Alexandre N.  |  12/01/2010 às 15:03

    #36

    Desculpa a ignorância, mas e quando o campeonato holandês teve um bom nível?

  • 41. y  |  12/01/2010 às 15:18

    FODA-SE A LIBERTADORES

    NEGÓCIO É COPINHA, PORRA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    COPINHA RLZ E PONTO

  • 42. y  |  12/01/2010 às 15:19

    #39:

    eu que não sou imbecil de ir nesse lixo de amistoso

    prefiro prestigiar nossos garotos, muito melhor

    amistoso neoliberal de merda

  • 43. y  |  12/01/2010 às 15:20

    Corinthians não ganha a Liberta, seus merdas

    nós somos renegados, só quero ganhar a Liberta depois do TACUAREMBÓ.

    até lá, foda-se.

  • 44. Flávio  |  12/01/2010 às 15:21

    #40
    Até meados dos anos 90, os mehores times da Holanda ainda faziam frente aos das principais ligas da Europa. Mas depois da Lei Bosman ficou difícil competir com ingleses, italianos e espanhóis.

  • 45. rodrigo  |  12/01/2010 às 15:23

    #42

    amistoso NEOLIBERAL de merda

    hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha

  • 46. y  |  12/01/2010 às 15:26

    copinha >>>>>>>> liberta

    COPINHA AMO VC MAIS QUE CERVEJA COCAÍNA E LSD, FUMO MACONHA, CHEIRO FARINHA SOU COPEIRO, TORCEDOR E TROMBADINHA

    fim de papo

  • 47. Alexandre N.  |  12/01/2010 às 15:27

    #44

    Será? Essa não foi a década em que surgiram os últimos grandes jogadores holandeses, como Gullit, Van Basten, entre outros? Depois desses, nunca mais vimos nenhum jogador fora de série vindo de lá. Apareceram alguns bons jogadores, mas nada que superassem a designada safra.

    Pra mim, parece mais que o futebol holandês está morrendo, pois chegou a um grau de estagnação bem grande…

  • 48. Francisco Luz  |  12/01/2010 às 15:28

    40: Te devolvo perguntando quando qualquer campeonato fora o Italiano teve um bom nível.

    Os times que sempre se destacaram foram os bons, e esses a Holanda teve vários desde 1970. Por isso o Ajax continua um gigante, mesmo que não faça mais merda nenhuma nos últimos anos.

  • 49. Rudi  |  12/01/2010 às 15:33

    Alexandre, atualmente há bons jogadores, nilsterooy, van der vaart, drenthe, não são tão bons quanto os que tu citaste, mas jogam fácil na maioria dos times do mundo
    só que eles sairam MUITO NOVOS da holanda, muito mais cedo que o trio de ouro do milan por exemplo ou do que a geração de boer…

  • 50. Alexandre N.  |  12/01/2010 às 15:36

    #48

    Bom, se for atualmente, o campeonato inglês agora apresenta um bom nível. Ainda mais agora que eles mudaram a filosofia deles (acabram os chuveirinhos na área). Tudo bem que é uma correria danada. Mas, na minha opinião, essa quebra de paradigma já é algo muito louvável.

    Agora, levando em consideração as últimas quatro décadas, tenho que concordar com você que nenhum campeonato teve um nível melhor do que o italiano.

  • 51. Prestes  |  12/01/2010 às 15:39

    Depois do Gullit, V. Basten e Rijkaard ainda teve a geração dos anos 90, do Seedorf, dos irmãos De Boer, do Bergkamp (que jogadoraço! Ayala o procura até hoje), do Davids.

    Essa geração atual de Sneijder, Van Persie e Robben é só jogador TICO-TICO, tudo ENGANADOR.

  • 52. dante  |  12/01/2010 às 15:41

    CARA

    CHATO

    PRA

    CARALHO

  • 53. Alexandre N.  |  12/01/2010 às 15:42

    #49

    Você chegou no ponto que eu queria Rudi. Justamente por eles terem saído cedo da Holanda para outros centros, acabaram deixando eles livres do “ranço” que é jogar sempre num único esquema tático cumprindo sempre a mesma função (problema parecido com o do São Paulo). Aí, quando aparece um jogador um pouco mais diferenciado, os cluber de outros centros vão e (na minha opinião) salvam o jogador.

    Tanto que se você prestar atenção, somente os muito diferenciados saem da Holanda, enquanto o resto continua lá pastando naquele 4-3-3 sem nenhuma variação tática durante as partidas…

  • 54. Rudi  |  12/01/2010 às 15:43

    Bergkamp claramente inspirado por Belchior

  • 55. Flávio  |  12/01/2010 às 15:43

    #47
    Em 95, o Ajax tinha Davids, Frank de Boer, Kluivert, Overmars, Litmanen… Era um timaço. Ronaldo jogava no PSV. O nível indiscutivelme era melhor que o atual.

  • 56. Flávio  |  12/01/2010 às 15:45

    indiscutivelmente

  • 57. Rudi  |  12/01/2010 às 15:45

    mas então, eles sairam cedo só pelo poder financeiro dos outros clubes, lógico que se psv, ajax, feyenoord, az e outros pudessem, iam segurá-los mais…

  • 58. Alexandre N.  |  12/01/2010 às 15:47

    #51

    Essas duas gerações que você citou estão non período de tempo que o Flávio citou, Prestes. Tanto que eu concordo em gênero, número e grau que essas duas gerações (Gullit, Van Basten e Rijkaard na primeira; Seedorf, os de Boer, Bergkamp e Overmars na segunda) são o canto do cisne, o último suspiro do futebol holandês.

  • 59. Alexandre N.  |  12/01/2010 às 15:49

    #55

    Concordo com você. Aquele era um ótimo time. Agora me diz: e depois disso?

  • 60. Manuel Barbeiro  |  12/01/2010 às 15:49

    @49 A Holanda sofre do mesmo mal que Portugal e França – tem bons jogadores, mas um campeonato fraco.

    No caso da Holanda, isso se deve ao desinteresse do povo holandês pelo esporte em geral (não só pelo futebol). É o povo menos esportista da Europa.

    No caso de Portugal, se deve à condição economica do país, desfavoravel em comparação a seus vizinhos europeus.

    No caso da França, se deve ao desempenho nulo dos clubes franceses em competições européias.

  • 61. Zé Carlos  |  12/01/2010 às 15:50

    O Corinthians será campeao dessa merda

  • 62. Flávio  |  12/01/2010 às 15:50

    A atual seleção holandesa é tecnicamente a mais fraca que eles já mandaram a uma Copa do Mundo de 74 para cá. Tem bons jogadores, é claro, mas nenhum excepcional.

  • 63. Zé Carlos  |  12/01/2010 às 15:51

    bando de viado

  • 64. Alexandre N.  |  12/01/2010 às 15:51

    #57

    O poder financeiro ajudou? Sim. Mas ainda acho que quem saiu no lucro nessa história toda foram mais os próprios jogadores do que os clubes. E não estou dizendo em termos financeiros.

  • 65. Flávio  |  12/01/2010 às 15:52

    #59
    Foi o que eu disse: o nível caiu muito nos últimos 15 anos.

  • 66. Rudi  |  12/01/2010 às 15:52

    #64

    provavelmente, disciplina tática, evolução do jogo e tudo mais

    mas, se os clubes holandeses chegam neles, com 18, 19 anos, e oferecem um contrato bem mais vantajoso que os outros, será que eles iriam?

  • 67. Alexandre N.  |  12/01/2010 às 15:54

    #60

    Mesmo com tudo isso, ao disputarem as ligas européias, os times de Portugal dão muito mais trabalho aos de outros centros do que os times de França e Holanda.

  • 68. Jader Anderson  |  12/01/2010 às 15:56

    THIS IS IMPEDIMENTO

    STOP TALKIN ABOUT EUROPEANS!!!

    hehehe

  • 69. Alexandre N.  |  12/01/2010 às 16:00

    #66

    Não posso dizer por eles. Mas, levando em consideração o futebol jogado por lá, se fosse eu não gostaria de ficar por lá. Justamente por causa da disciplina tática.

    Quer um exemplo engraçado? O Drenthe, que joga no Real Madrid. Ele na Holanda jogava como ponta esquerda. Agora, jogando no Real, o técnico as vezes escala ele na meia esquerda ou mesmo na lateral esquerda. O cara se enrola todo e não joga nada. No mesmo Real, joga também o Marcelo. Também não é nenhum fora de série. Mas, ao ser escalado como meia esquerda ou ponta esquerda, joga direitinho e não compromete (e não, não é patriotada!).

    Então, acho que essa coisa de todo time holandês jogar no 4-3-3 a melhor forma de acabar com a formação de bons jogadores.

  • 70. Alexandre N.  |  12/01/2010 às 16:03

    #68

    Jader, no fundo este papo aqui sobre os holandeses pode ser muito útil para o futebol brasileiro. Até por que, se perstarmos atenção, de cem times que disputam campeonatos aqui no Brasil, cerca de 80% deles joga no 3-5-2 Muryciano. E isso me deixa muito assustado em relação ao futuro…

  • 71. Phoenix  |  12/01/2010 às 16:06

    Voltando à Libertadores: acho um completo chutômetro você colocar a ordem de classificação dos times brasileiros na competição.
    Uma vez que todos os 5 são favoritos ao título, junto com mais 2 ou 3 times (no máximo), serão inevitáveis os cruzamentos entre eles, talvez já a partir das oitavas.
    Daí, graças ao critério de classificação, você pode dizer que os dois melhores times são, sei lá, Flamengo e Corinthians, e os dois se pegarem já no primeiro mata-mata.
    Ou seja: as chances de título vão depender do emparceiramento. Você pode ter um time azeitadinho, chegar em 1° do grupo e díaí ter na sequência três times brasileiros. Peleia braba!
    É o que eu acho.

  • 72. Alexandre N.  |  12/01/2010 às 16:10

    #71

    Mas futebol é assim mesmo. A única certeza que todos têm é: perder é uma merda! hahahahaha…

  • 73. Zé Carlos  |  12/01/2010 às 16:18

    Ai sim fomos surpreendidos novamente

  • 74. rafael botafoguense  |  12/01/2010 às 16:24

    holanda é muito foda! respeito eternamente times e seleções que jogam o futebol bem jogado.

    o problema é que são uma área de repasse para espanha,itália,inglaterra…isso desde sempre,a diferença é que antes eles seguravam(ou os jogadores eram mais dignos e ficavam)por mais tempo,pra ganhar uma copa européia uma copa da uefa e talz,hoje os mulekin sai cedão e vai tudo pro arsenal do pedobear arsene wenger,ai os times de lá ficam a mingua.

    mas pouco importa eles tem história e mística,confio que um dia voltaram a ser o que eram.

  • 75. rafael botafoguense  |  12/01/2010 às 16:26

    e se o flamengo ganhar a libertadores…não,não penso nisso..não pode ser..

  • 76. Manuel Barbeiro  |  12/01/2010 às 16:39

    @67 Os times portugueses não, apenas o Porto. O Benfica é saco de pancadas desde a década de 60 e o Sporting nunca ganhou um tíutlo internacional.

    Quanto à seleção holandesa, aqui em discussão, não tenho o que reclamar – quem assistiu Holanda e Russia na Euro 2008 sabe do que estou falando. Foi um puta jogo. Só que, na hora de decidir, a Holanda broxou. Tal qual fazem sempre Portugal e França (sempre que jogou sem o Zidane).

  • 77. Rudi  |  12/01/2010 às 16:48

    “pedobear arsene wenger”

    huahuahuahuahuahuhauhauhahauhauhau

    alguém me dá um novo emprego

  • 78. Milton Ribeiro  |  12/01/2010 às 17:12

    Gostei da análise. Concordo que o Corinthians é o “time a ser batido” e já disse: D`Alessandro é jogador para segundo tempo. Bota o Andrézinho e depois chama o cara pra incendiar. Quando entra no começo, entra broxa, a não ser que o adversário seja o Grêmio.

  • 79. rafael botafoguense  |  12/01/2010 às 17:28

    manuel,o sporting ganhou a recopa européia em 64,sei disso pelo blog do rui moura,botafoguense e sportinguista=gênio.

    e o benfica não é saco de pancadas.chegou em 7 finais de champions,tá ganhou 2,mas pra chegar nas outras 5 teve que escurraçar os adversários do eixo do mal.haha

  • 80. Manuel Barbeiro  |  12/01/2010 às 17:48

    @79 Nem eu lembrava dessa recopa do Sporting.

    E o Benfica é saco de pancadas, não adianta, está há 2 décadas vendo o Porto jogar (falo como filho de família benfiquista que já foi ao Estádio da Luz ver o Benfica apanhar de 4 a 1 do Porto).

  • 81. Roger  |  12/01/2010 às 17:54

    Lf , boa análise.
    Tenho alguns ponto de vista um pouco diferentes.

    Cruzeiro- acho que é subestimado, e por isso pode comer pelas beiradas. Levo em consideração que o time é basicamente o mesmo do segundo sem/09 e o desempenho no 2º turno do brasileiro e sem mudança no comando, ou seja, parece chegar mais pronto que os demais.

    Corinthians- o que tu citou como ponto fraco não faz o menor sentido, na minha opinião. Vide Inter-2006(sem história na Libertadores e só com o Iarley de cancheiro). Mesmo que possa ser levado em consideração esse argumento, o Mano e o Tcheco chegaram a uma final recente em condições mais adverssas(time podre), e nessa copa, chegar a final e perder talvez dê mais experiência do que levar o caneco.

    Inter- infelizmente, acho que só falta jogador ao Inter. E atacante. O Giuliano vai ser o grande destaque vermelho nesse ano. Acredito que ele possa ser o antidoto quanto a depender do d’ale. Tenho medo.

    São Paulo – non ecxiste nessa copa.

    1- Curintia
    2- Inter
    3-Cruzeiro
    4-Flamengo
    5-São Paulo

  • 82. rafael botafoguense  |  12/01/2010 às 18:14

    manuel,mas considero isso apenas uma fase,isso é normal.da mesma forma que nos anos 50 e 60 o benfica ganhava tudo,o futebol é cheio disso.
    brevemente o benfica volta e esculacha o porto,ou talvez o sporting,são times grandes que,a exemplo dos holandeses,tem mística,por isso sempre serão fodões!

  • 83. Manuel Barbeiro  |  12/01/2010 às 18:26

    @82 O Benfica é o Botafogo de Portugal! Rs… Brincadeira!

  • 84. rafael botafoguense  |  12/01/2010 às 18:33

    hahahaa pode ser,dois times sinitros.mas lá em portugal os botafoguenses costumam curtir o sporting.

  • 85. Branco  |  12/01/2010 às 19:39

    Bom texto, mas discordo dos pontos fracos ou fortes relacionados a torcida. Não acho que tenham tanta influência assim.
    Discordo também da alegada inexperiência do Corinthians em LIbertadores. Que diferença faz um time ganhar uma LIbertadores 10, 20 anos atrás, se não tem mais ninguém no clube, nem ao menos os dirigentes?

  • 86. fino  |  12/01/2010 às 20:37

    esse gringo é perna de pau também? tem algum adinirson no interior de são paulo mais bola também?

    na boa, se vier esse aí, sai da frente…

    http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Times/Gremio/0,,MUL1444264-9868,00-MARCELO+MORENO+NA+LISTA+DO+GREMIO.html

  • 87. Zé Carlos  |  12/01/2010 às 21:08

    Ai sim fomos surpreendidos novamente…

  • 88. neco  |  12/01/2010 às 22:16

    Infelizmente o colorado da beira lago acertou no treinador, mas vai ficar no Super Cerro na primeira fase

  • 89. Lourenço  |  12/01/2010 às 23:54

    Bah, muito boa a análise, tanto no conteúdo como na estruturação, muito leve, chama a leitura.
    Concordo com quase tudo, para não dizer com tudo mesmo, só que eu acho que o problema do Corinthians não será a falta de tradição, já que os jogadores são todos rodados e a torcida está empolgada demais para ter medo. O problema é justamente o excesso de medalhões, não só pela idade, como pelos “intiráveis”. Se Ronaldo se arrastar e Roberto Carlos continuar jogando como se estivesse em um coquetel na Assembléia, vão sair do time?

  • 90. Daniel S  |  13/01/2010 às 02:43

    Concordo com quase tudo na descrição inicial das equipes. Mas discordo de quase todos os pontos fracos e fortes. Minha ordem de favoritismo também seria diferente.

    Não acho que o papel da torcida interfira muito no time. Tampouco acredito que a obsessão pelo título seja maior no São Paulo. E não foi sua prepotência que causou a tri

    eliminação para brasileiros (deixe 2006 de lado), basta ver o futebol (não) apresentado pela equipe no primeiro semestre dos três anos.

    Lá vai minha análise:

    Corinthians
    Positivo:
    Time forte e tarimbado, conta com jogadores decisivos e um treinador que tem resultados excelentes em competições mata-mata.
    Negativo:
    Faltam peças de reposição dos volantes para trás.

    Flamengo
    Positivo:
    Adriano é o grande destaque do forte time rubro-negro, tem as características perfeitas para brilhar na competição.
    Negativo:
    A reposição é precária para todos os setores. O caso mais preocupante é o de Pet, que já apresentou queda nas últimas partidas de 2009.

    Internacional
    Positivo:
    Meio-campo sensacional, com Guiñazu, Sandro e Wilson Mathías de volantes, e Giuliano, Andrezinho e D’Alessandro de meias.
    Negativo:
    O setor ofensvo não é confiável. Giuliano é novo, D’Alessandro é de lua, Thiago Humberto e Marquinhos são incógnitas, Taison não vingou, Alecsandro é mediano e Edu ainda

    precisa se firmar.

    São Paulo
    Positivo:
    Time forte e tarimbado, se destaca pela ótima dupla de zaga.
    Negativo:
    Reposição precária para o ataque. Washington não tem reserva e, como Fernandinho ficará um bom tempo em recuperação, Dagoberto também não. Em caso de

    necessidade terá que recorrer a um meia.
    Outro ponto negativo é o treinador. Ricardo Gomes não me convence e o time ofensivo que anda montando tem tudo para naufragar.

    Cruzeiro
    Positivo:
    O grupo está completamente entrosado (isso inclui a permanência do Adilson) e provou ao longo de 2009 toda a sua força, eliminando dois Brasileiros na campanha como

    finalista da Libertadores e, após a perda do título, foi capaz de reagir mesmo com o desânimo e a renovação parcial do elenco, fazendo o melhor returno do campeonato ao

    lado do Flamengo mesmo sem contar com Kléber, lesionado.
    Negativo:
    A zaga ainda não passa confiança, os volantes ‘mordem’ pouco e não há segurança num substituto para o Gilberto quando for necessário.

    Portanto, minha ordem de favoritismo é:
    Corinthians
    Cruzeiro
    Internacional
    Flamengo
    São Paulo

  • 91. Macedus  |  13/01/2010 às 08:08

    Na minha, muito modesta, opnião a final da libertadores de 2010
    será essa:

    Flamengo (se conseguir segurar o oba oba e contratar um bom atacantes para jogar ao lado do Adriano) X Internacional

  • 92. Manuel Barbeiro  |  13/01/2010 às 08:14

    Pelo cheiro da mortadela, acho que nenhum brasileiro vai levar a Libertadores pra casa em 2010.

  • 93. Francisco Luz  |  13/01/2010 às 08:19

    Final entre dois brasileiros só se três chegarem na semifinal. Complicado.

  • 94. Alexandre N.  |  13/01/2010 às 08:47

    Eu não duvidaria dessa hipótese da Libertadortes ira pra outro lugar. Acredito que deva ser de mais um clube argentino neste ano.

  • 95. Zé Carlos  |  13/01/2010 às 08:55

    ai sim fomos surpreendidos porra

  • 96. Thiago Ciaciare  |  13/01/2010 às 09:01

    Banfield, Argentino e alviverde, é o novo carrasco do corinthians.

    Deus nos proteja do Flamengo sendo campeão… com gols de Gil e Denis Marques nos pênaltis finais !

  • 97. Phoenix  |  13/01/2010 às 09:06

    Não haverá brasileiros na final.
    Esta será entre o Nacional Querido e o Juan Aurich!

  • 98. Rudi  |  13/01/2010 às 09:10

    nota do guiñazu…

    “Hola nação colorada,

    Gostaria de dizer em poucas palavras que sou muito grato e agradecido por ter uma torcida espetacular, um clube campeão e por esta torcida tenho dado meu suor e literalmente o meu sangue nos últimos 2 anos e meio.

    Quero esclarecer com as minhas próprias palavras o que foi lançado nos jornais e sites recentemente, pois não concedi entrevista alguma a nenhum veiculo de comunicação.

    Sou atleta e, no mercado de futebol, todos excelentes e premiados atletas são procurados por clubes e empresários diariamente, esta é a verdade. Não tenho compromisso assinado com nenhum empresário ou procurador para falar em meu nome como aconteceu nos últimos dias, nunca tive em toda minha carreira, todas as minhas transferências foram feitas por intermediários.

    Não liguei para dirigente algum do Internacional ou repórter para pedir desculpas, pois não cometi falha alguma como alguns escreveram.

    Antes de sair de férias com minha família, fui procurado por alguns dirigentes e procuradores acenando com oportunidades e desafios novos para minha carreira, sendo assim firmei autorização para o Sr. Fabiano Ventura para receber formalmente eventual proposta de trabalho e encaminhar com todo respeito a Direção Colorada que é proprietária dos meus direitos federativos, este é o dever de um atleta quando recebe alguma proposta repassar aos seus imediatos para poderem avaliar se serve ou não de comum acordo entre as duas partes (atleta e clube).

    Desejos a todos colorados, um maravilhoso ano novo e que em 2010 possamos conquistar todos os títulos possíveis, com muita raça, suor, transpiração de vencedor e honra, pois é desta forma que conduzo a minha vida dentro e fora dos gramados.

    Atenciosamente

    Pablo Horacio Guiñazu”

    ponderação: se a procuração era mesmo apenas pra ENCAMINHAR propostas para a direção do inter, quem foi que fez a cagada? será que o outorgado não cresceu os olhos com a idéia de forçar a barra na transferência?
    não sei exatamente o que esse tipo de procuração pode fazer mas… não vejo nada tão grave assim

  • 99. Alexandre N.  |  13/01/2010 às 09:14

    Toda honra e toda glória ao Nacional Querido! Mas penso no quanto seria surreal uma final entre o Nacional e um clube uruguaio…

    2004 feelings…

  • 100. Alexandre N.  |  13/01/2010 às 09:18

    #98

    Rudi, esse negócio ainda vai dar muito o que se falar. Mas isso meio que está parecendo (pelo menos um pouquinho) aqueles rolos que o Robinho sempre fez questão de se meter, até tomar uma trolha do Real Madrid.

  • 101. Manuel Barbeiro  |  13/01/2010 às 09:28

    @98 Não me diga que o papel desta carta era da cor amarela.

  • 102. Rudi  |  13/01/2010 às 09:33

    não tinha papel, isso foi publicado no site…

  • 103. Zé Carlos  |  13/01/2010 às 09:34

    #96 Ai sim fomos surpreendidos novamente.. porra

  • 104. guihoch  |  13/01/2010 às 09:44

    off topic a lá impedimento

    http://oglobo.globo.com/blogs/moreira/

    quantas vezes da pra doar por dia é a questão.

  • 105. Alexandre N.  |  13/01/2010 às 09:54

    #104

    Uma vez só e olhe lá…

  • 106. guihoch  |  13/01/2010 às 10:03

    o curintia fez um time para jogar a final do mundial que relativamente emais sofisticada, mas com este time ai nãpo passa pela TRITURADORA LIBER, ronaldo e roberto carlos desfalcando no começo, da mil reaul pra qualquerzagueiro desconhecido e ambos vão se arrependerde ter REGREDIO para o futebol nacional estando aonde o mesmo zagueiro queria estar, e sim esta liber não ficará no brazilnovamente.

  • 107. y  |  13/01/2010 às 10:15

    MANUEL BARBEIRO

    ESTE NOBRE HOMEM NÃO PODIA SER PERFEITO, NINGUÉM É

    ÚNICO DEFEITO = ser benfiquista

    Aguante FCP, nomá.

  • 108. y  |  13/01/2010 às 10:17

    Tô zoando, nobre português.

    Ser benfiquista é ser romântico… (complete a frase para provar que é do ESSELEBÊ)

  • 109. y  |  13/01/2010 às 10:23

    Aguante FEQUEPÊ, nomá.

    Aguante Manuel, nomá.

  • 110. Guilherme  |  13/01/2010 às 10:47

    Curto muito esse baú do esporte do globoesporte.com

    http://video.globo.com/Videos/Player/Esportes/0,,GIM1189490-7824-EM+PALMEIRAS+CONTRATA+ARCE+PAULO+NUNES+ARILSON+E+LAURO,00.html

    Nesse aqui o Felipão monta o Grêmio 2 pra ganhar a libertadores de novo.

  • 111. Prestes  |  13/01/2010 às 12:43

    Atenção Ernesto: favor olhar o post sobre o Guiñazu. Tu deve explicações à nação impedimentista, uhasduhasduhasdsudauasduhasduhshasuh

  • 112. Ernesto  |  13/01/2010 às 13:11

    Nem li o resto dos comentários, após ver o #34.

    Bah, Luz, tu não era assim, te iludia com pouco. Mal no apoio, corre bastante, marca bem. Muito semelhante ao Danilo Silva.

  • 113. Ernesto  |  13/01/2010 às 13:13

    Tá respondido lá, Prestes.

    Não entendi onde está a incoerência.

  • 114. Ernesto  |  13/01/2010 às 13:22

    Aliás, lastimável esse começo de ano do colorado.

    Achei que estavam indo no caminho certo, mas ainda não trouxeram o atacante, nem um goleiro.

    sem contar esse treinador, mais retranqueiro que o gremista inominável.

    Bah, 3-6-1. Nunca deu certo isso. Ainda mais com o Alecsandro sendo o centroavante.

    Se é só pra jogar a competição, nem entra. Porque com esse esquema não ganha de ninguém

  • 115. Carlos  |  13/01/2010 às 13:28

    Ernesto = Claudio Cabral

  • 116. Manuel Barbeiro  |  13/01/2010 às 13:31

    Putz, meu pai viva cantarolando Ser Benfiquista… mas não lembro a letra… ser benfiquista é ter na alma não sei o que lá… huahuahuahua…

  • 117. alisson  |  13/01/2010 às 13:41

    Bah mas 3-6-1 é terrível mesmio.

    Ainda não entenderam que eles não tem um Nilmar ou um Ronaldo. Tem o Alecsandro lá na frente…

    E esse Edú, qual é desse cara?

  • 118. Frank  |  13/01/2010 às 13:49

    Sério, tô com medo do Inter levar a liber de novo…
    Só me resta a secação DESESPERADA…
    Ia dizer que o LF devia ter posto o Inter em primeiro, mas depois que o Nacional Querido levou a taça, nem a MALDIÇÃO do Impedimento resolve mais…

  • 119. Frank  |  13/01/2010 às 13:57

    Quanto aos demais, boto mais fé no Cruzeiro que no Corinthians…
    O time surpreendeu ano passado e só perdeu por ter jogado muito mal no Mineirão. Acredito que não repetirão os mesmos erros, agora que o time está mais experiente…
    O Corinthians pode até beliscar, mas não será dessa vez que levará a Liber pra casa. Acredito que o Mano terá muito trabalho para controlar o caldeirão que ferverá no Parque São Jorge com esse time GAMBÁTICO…
    São Paulo e Flamengo (graças a Deus) correm por fora, embora o primeiro tenha muito mais cancha em Liber que o segundo, que ainda é muito instável…

    Portanto, minha ordem é a seguinte:
    1 – Inter (tomara que não, mas no papel tá muito bom)…
    2 – Cruzeiro
    3 – Corinthians
    4 – São Paulo
    5 – Flamengo

  • 120. Thiago Ciaciare  |  13/01/2010 às 14:03

    O cruzeiro vem, ao longo dos últimos meses, se especializando em pipocar no Mineirão: primeiro foi contra o Estudiantes, depois contra o Palmeiras, e por último contra o Fluminese. Jogos importantíssimos e que terminaram com viradas vexatórias e lamentáveis. Time assim não pode ganhar a Libertadores, ainda que eu prefira eles aos Gambáticos 2.0.

  • 121. Francisco Luz  |  13/01/2010 às 14:10

    3-6-1 será a redenção, vocês vão ver.

    E Ernesto, eu estou em busca de um NOVO CEARÁ. Confia nos ORIENTALES.

  • 122. Ernesto  |  13/01/2010 às 14:13

    Tá, beleza, luz, CONFIAREMOS

  • 123. y  |  14/01/2010 às 13:00

    Manel,

    SER BENFIQUISTA É SER ROMÂNTICO

    É TER NA ALMA A CHAMA ACESA

    eu fiz uma paródia, substituindo benfiquista por CAPSLOCKISTA, que também faz bastante sentido

  • 124. col  |  14/01/2010 às 17:24

    Como eh que eh? O Dale nao sai do time? E por que diabos o Deizinho ganha tanta chance?

  • 125. J Petry  |  15/01/2010 às 09:28

    Caramba, Col, se tu não quer nem o D’Alessandro nem o Andrezinho, quem vai armar as jogadas?

  • 126. col  |  15/01/2010 às 20:23

    Petry, acho o DA excessivamente irregular, mas o substituto dele nao pode ser o Andrezinho (que soh contribui para o time na bola parada).

  • 127. viola  |  09/03/2010 às 11:29

    Discordo totalmente.
    Acho inclusive que suas previsões poderão ter efeito inverso:
    O Corinthians sendo o primeiro eliminado e o Cruzeiro terminando na frente.
    Time por time acho Inter e Cruzeiro os dois melhores, seguidos por São Paulo, Flamengo e Corinthians. São Paulo (3 titulos), Cruzeiro (2 titulos)e Inter (1 titulo, porém mais recente)tem mais time e mais experiência em libertadores, Flamengo (1 titulo em 81, vai fazer 30 anos), e Corinthians (Virgem de libertadores ainda), só tem torcida, os times são limitadíssimos, Adriano e Ronaldo nem sabem o que é jogar uma libertadores!
    Grato

  • 128. valesca  |  18/05/2010 às 15:13

    porraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa vai tomaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa vooooooooooo cuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: