Estudiantes 1X2 Barcelona

19/12/2009 at 14:58 141 comentários

Apesar de segurar uma vantagem de 1×0 no placar até os 89 minutos, o Estudiantes levou um gol de Pedro Rodríguez no finalzinho e outro de Messi, em posição duvidosa, na prorrogação. O campeão mundial perdeu a chance do bi, enquanto o Barça levou sua primeira taça. Acompanharei atento a festa da torcida do Gimnasia nas ruas de La Plata. Obrigado aos que acompanharam essa transmissão improvisada.

1′ –  correria no ataque do Barcelona desmontada com dois lindos carrinhos. Um cruzamento apavora a toda La Plata. Parece que esse tal Pedro Rodríguez tem mais sorte que juízo desde que nasceu, confirmam?

2′ – Falta que não houve. Messi cobra e vai pro lado de fora da rede. É evidente que os idiotas sempre querem cartão vermelho só pelo fato do homem de branco ser argentino.

4′ – Estudiantes adiantou a zaga e mesmo assim, dizem que joga pelo empate. Questão de nascimento, é claro.

5’45” – Daniel Alves dá um cruzamento de Valdir Cortador de Cana para Ibrahimovic e o narrador lhe chupa as pelotas.

6’40” – Verón está praticamente morto. Messi erra um gol por displicência.

7′ – mesmo assim, dá um belo lançamento que não foi aproveitado pelo ataque.

9′ – falta em cima de um VENEZUELANO. Até os nascidos na terra de Chávez jogam mais que os outros. Mal aproveitada. No contra-ataque, Barça dá carrinhos. Estão aprendendo.

9’40” – Desarme de pura técnica de Cristian Cellay.

10′ – Esse venezuelano está claramente dopado. Chamem o Jóbson.

11’27 – Percebam que o impedimento só vale para os homens de branco. Ibrahimovic recebeu em posição absurda, finalizou, e ninguém fala nada.

13′ – Daniel Alves não é Roberto Carlos.

14’50” – Iaiá, ô iaiá, minha preta não sabe o que eu sei…

15′ – La Bruja deu um lançamento de 40 metros e a arbitragem impediu que o ataque fosse levado adiante. Fim do primeiro tempo. Carlos Simon diz que o relógio não para.

16′ – (na contagem de Carlos Simon) – Não há comparação entre a torcida do Estudiantes e os vendidos blaugranas.

——

1′ (na contagem do mundo real) – Prorrogação é uma coisa meio absurda, olhando dessa forma. Ninguém consegue andar em campo.

3’40” – Alguém deu um toco por trás em um meia do Barcelona, o que é um claríssimo sinal de dignidade. Apesar dos problemas de conexão, vamos adiante.

4′ – Gol de um argentino. Para os usurpadores. Parece que finalmente eles vão conseguir. Eu vi impedimento.

10′ – É tudo uma questão de direitos de transmissão, sempre. Agora aparece um cartaz dizendo que a Síria ama o Messi.

11′ – AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH QUE GOL PERDEMOS!

12′ – Adivinha se o assistente não “errou” contra o Estudiantes. Mesmo assim, belíssima defesa do usurpador. Gabiru mandou lembrança.

13’45” – Grande defesa de Albil e arbitragem segue sabotando os contra-ataques. Acertou dessa vez.

15′ – AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHH. Droga. Ganharam os usurpadores. Mas também, tinha que ser o Desábato a cabecear…

Acabou. Finalmente o Barcelona foi campeão mundial. Agora já pode dizer que é igual ao Olímpia.

O comentarista, cujo nome não será citado, diz que o melhor time do mundo foi coroado. É evidente que ele não diria isso se os argentinos fossem campeões. É uma pena. A sorte de Pedro Rodríguez acabou definindo tudo.

Josep Guardiola, que como todo europeu “não se importa” com o Mundial de Clubes, limpa as lágrimas dentro de campo. O Estudiantes certamente receberá as medalhas de prata com louvor e respeito à sua torcida.

E é isso. Transmissão conturbada, improvisada, mas está aí. Sabella, assim como eu, mira o nada. Mais uma vez escapa pelas nossas mãos, por um gol de diferença, um átimo. Triste. Mas é o futebol. Tricampeões favoritos às vezes perdem das zebras campeãs inéditas.

Até a vitória,
Luís Felipe dos Santos

Anúncios

Entry filed under: Mundial de Clubes.

Os números, maestro Fazer festa, um direito do homem

141 Comentários Add your own

  • 1. Diogo  |  19/12/2009 às 15:03

    SIMON LADRÃO!

  • 2. Francisco Luz  |  19/12/2009 às 15:09

    Ainda vai dar Pincha.

  • 3. Francisco Luz  |  19/12/2009 às 15:21

    Messi não fez nada o jogo todo, e o Desábato me dá essa brecha. Aí é pra fuder.

  • 4. matheus  |  19/12/2009 às 15:21

    ih..

  • 5. Felipe (o catarina)  |  19/12/2009 às 15:24

    jogando cagados desse jeito jamais ganharemos dos europeus novamente.

  • 6. Chico  |  19/12/2009 às 15:27

    Faltou um IARLEY para o Estudiantes, para amorcegar os ultimos 10 minutos de jogo.

  • 7. Anônimo  |  19/12/2009 às 15:27

    #5 “jogando cagados desse jeito”

    shgsusgytathahehahe

  • 8. Sanchotene  |  19/12/2009 às 15:27

    Estudiantes jogou muito bem o PT. No ST, recuou. O Barça não jogou nada, mas ganhou no preparo físico; como o Inter na Sul-Americana.

  • 9. Felipe (o catarina)  |  19/12/2009 às 15:29

    eu só vi o segundo tempo, a partir dos 31min. A única coisa que vi os Pinchas fazerem até agora, 12min do segundo tempo da prorrogação, é dar bago pra cima. Aí só rezando mesmo.

  • 10. Sanchotene  |  19/12/2009 às 15:32

    Digamos que o Inter do Mourinho, em Milão, defendeu muito mais contra o Barça que o Pincha no PT.

  • 11. André  |  19/12/2009 às 15:33

    Agora que eles venceram o Mundial é importante. Putos.

  • 12. Sanchotene  |  19/12/2009 às 15:33

    Tchê, é foda. Eles não dão bola, mesmo. Que festa ridícula…

    😛

  • 13. Flávio  |  19/12/2009 às 15:34

    Essa tática (retranca e gol no contra-ataque) só funciona com times brasileiros.

  • 14. Sanchotene  |  19/12/2009 às 15:35

    Agora, os torcedores culés bradarão:

    – Só nós somos campeões do mundo FIFA!

    Eu amo futebol…

  • 15. lédio carmona  |  19/12/2009 às 15:38

    não entendo merda nenhuma. como consegui um emprego?

  • 16. André  |  19/12/2009 às 15:40

    Aposto que o Barcelona não jogou com o uniforme titular porque dá zica em mundiais.

  • 17. Prestes  |  19/12/2009 às 15:41

    O Estudiantes jogou muito mais que o Barça no primeiro tempo. Aliás, o Barcelona só jogou bem mesmo depois que entrou aquele venezuelano locão.

    O Verón tava dando aula, mas a partir dos 20 do 2t começou a TROTAR em campo. Falhou no primeiro gol. Era pra ele aquela dividida no alto. Ficou olhando.

  • 18. Alberto Poletti  |  19/12/2009 às 15:43

    SORTE E DINHEIRO

    MUNDO CAPITALISTA DOS INFERNOS

    VÃO TOMAR NO CU ELITE NEOLIBERAL

    EUROPEUS PEDÓFILOS

    PURA SORTE, PURO DINHEIRO. ASSIM SE FAZ UM CAMPEÃO ATUALMENTE.

    QUE NOJO DE VIVER NESSE MUNDO

  • 19. Felipe (o catarina)  |  19/12/2009 às 15:43

    ano que vem se o campeão da Libertadores não for um brasileiro, nem mandem time sul-americano pro mundial. Sem chance.

  • 20. Sanchotene  |  19/12/2009 às 15:48

    Estudiantes e Vélez encarariam sem problemas.

  • 21. rafael botafoguense  |  19/12/2009 às 15:49

    porra vendo esses jogos da uma vontade filha d aputa de estar lá,quando o botafogo for eu vendo meu rim pra ver o jogo…

    link da festa do gimnasia(maior de la plata).

  • 22. Prestes  |  19/12/2009 às 15:58

    O comentário mais lúcido do Lédio Carmona foi esse n. 15 aqui no Impedimento, nsususushuhguhfdusdh

  • 23. Felipe (o catarina)  |  19/12/2009 às 15:59

    foda é ter um campeão mundial que jogou de rosa-choque. aajhajjha

  • 24. Sanchotene  |  19/12/2009 às 16:04

    O Barça fez, o que fez hoje (posse de bola eterna e marcação-pressão), contra todo mundo nesta temporada. Ainda assim, o PT do Estudiantes foi “de película”. Nem o Madri encarou o Barça como o Pincha.

    A vantagem no placar e a entrada do Pedro colaboraram para deixar o Estudiantes bem fechado no ST. Aí, o Barça se impôs. Só não ganhou (e quase perdeu) porque o Henry e o Ibrahimović não entraram em campo.

    No fim, a vitória do Barça passa muito pela falta de pernas pincharrata. Que ainda conseguiu impor um sufoquinho no desespero final.

    Afinal, o Valdés também faz cera, e o Barcelona também se ferrolha, quando precisam!

  • 25. Camilo  |  19/12/2009 às 16:04

    botafogo rumo a toquio* 2011!

  • 26. Sanchotene  |  19/12/2009 às 16:05

    Re 15, 22

    O Lédio viu o jogo ANTES de ele acontecer. Quando a bola rolou, já era tarde para ele mudar de idéia: ficou comentando sobre uma partida que só existiu na cabeça dele…

  • 27. rafael botafoguense  |  19/12/2009 às 16:21

    camisa do barça é escrotidão pura de longe é laranja de perto é rosa…

    tóquio o caralho! hahaha

  • 28. Colorado  |  19/12/2009 às 16:27

    Ensino a ganhar Mundial em português e castelhano.

  • 29. Jean Mello  |  19/12/2009 às 16:31

    Vocês tão reclamando dos comentários do Lédio Carmona porque não tiverem que aturar o Luciano do Vale….

  • 30. Alberto Poletti  |  19/12/2009 às 16:36

    #29:

    O que o Luciano falou de merda???

    eu sei que ele é um boçal, mas HOJE ele até foi menos pior que a média.

    deu raiva do SEM MUNDIAL Mauro Beting, torcendo nitidamente pelo Barça.

  • 31. Alberto Poletti  |  19/12/2009 às 16:36

    Melhor jogador desse mundial foi o Denílson. A força do Pincha está no conjunto, sabe atacar, sabe defender com MUITO MAIS FRIEZA que o Barça, que se desesperou. Pior, um time desequilibrado, que tomou um MASSACRE DEFENSIVO do Estudiantes no segundo tempo e só sabe jogar no ataque, peças desequilibradas em campo, diferença muito grande entre ataque e defesa.

    Estudiantes não faz valer sua maior categoria.

  • 32. Alberto Poletti  |  19/12/2009 às 16:37

    “não FEZ valer…”

  • 33. Alberto Poletti  |  19/12/2009 às 16:48

    Os caras tudo com TV a cabo aqui… bando de GURI DE APARTAMENTO, viu… isso sim!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • 34. Guilherme  |  19/12/2009 às 16:49

    Ainda acho complexo de vira-lata a gente achar que um jogo que um time brasileiro vence um europeu seja a maior glória possível.

    Os maiores títulos de clubes são a Champions League e Taça Libertadores.

    O mundial é abaixo disso.

    Ganhar do Peñarol depois de passar por uma libertadores inteira é muito maior do que fazer 2×1 nos reservas do Hamburgo.

  • 35. Guilherme  |  19/12/2009 às 16:50

    No mais, preparo físico lamentável do Estudiantes hein…

  • 36. Guilherme  |  19/12/2009 às 16:53

    E se pergutarem porque o Guardiola tava chorando. Não é pelo Mundial.

    É que ele acaba de transformar esse time do Barcelona no maior vitorioso da história, ganhando todos os títulos possíveis em uma temporada. Seis.

    O verdadeiro campeão de tudo!

    `usdhuafhoafhafafappfdja

  • 37. Camilo  |  19/12/2009 às 17:01

    #36 sim, realmente é muito importante ser o campeao de tudo

    não gosto desse “mote”, mas poucos times podem se chamar assim

  • 38. Sanchotene  |  19/12/2009 às 17:15

    O Guilherme, no 34, ia bem até aqui: “fazer 2×1 nos reservas do Hamburgo“. Para que isso?!

    O Hamburgo levou o que tinha de melhor; aliás, levou todo mundo que podia. O elenco era absurdamente pequeno e sofrera com algumas lesões. O time do Hamburgo que enfrentou o Grêmio tinha NOVE titulares, ficando de fora só os dois lesionados. Basta pesquisar, em vez de ficar repetindo mentiras.

    Quanto ao resto, concordo com tudo.

  • 39. Sanchotene  |  19/12/2009 às 17:16

    Re 36

    Na verdade, seria “no ano”. Os títulos de campeão europeu, espanhol, da Copa do Rey, etc., foram conquistados na temporada passada…

  • 40. matheus  |  19/12/2009 às 17:35

    bah, mas é muita láurea acadêmica ganhar o mundial de clubes.

  • 41. Tiago Medina  |  19/12/2009 às 17:41

    Com aquele uniforme, o Barcelona não merecia ser campeão mundial e levantar tão digníssima taça

  • 42. Guilherme  |  19/12/2009 às 17:50

    .38

    Tem razão.

    Mas que o Peñarol é um time muito mais afudê de se ganhar do que o Hamburgo, não tem dúvida.

  • 43. Felipe  |  19/12/2009 às 17:54

    O Estudiantes é tetra da Libertadores, mas só venceu o interclubes uma vez.

  • 44. col  |  19/12/2009 às 18:28

    Estudiantes decepcionou. Segundo tempo foi uma varzea.

  • 45. col  |  19/12/2009 às 18:30

    Sobre o Hamburgo, quantos jogadores afinal estavam no banco de reservas?

  • 46. douglasceconello  |  19/12/2009 às 18:36

    Os sul-americanos andam pagando caro por subestimar os adversários.

    ashushs

  • 47. rafael botafoguense  |  19/12/2009 às 18:37

    estudiantes tá tipo o independiente leva trilhões de libertadores e no mundial toma na tarraqueta,álias o aproveitamento dos argentinos é bem pior que o dos brasileiros nos mundiais.

  • 48. Guilherme  |  19/12/2009 às 18:57

    .46

    Tem razão! Eu lembro do São Paulo do Raí, Boca do Riquelme e até o Grêmio do Jardel indo pra cima e jogando bola.

    Hoje em dia pessoal vai lá com cu na mão. Não é porque deu certo pro Inter que vai funcionar sempre.

  • 49. Junior  |  19/12/2009 às 19:02

    Guilherme, tu escreveu o contrário do Douglas. Pelo teu comentário, estamos SUPERestimando os eurupeus.

  • 50. Guilherme  |  19/12/2009 às 19:04

    Sim, mas eu imagino que o Douglas tenha sido irônico.

  • 51. Sanchotene  |  19/12/2009 às 19:07

    Re 45

    O elenco do Hamburgo na temporada era de 19 jogadores ao total. Como 5 estavam no DM e 11 estavam em campo, faz as contas…

  • 52. Sanchotene  |  19/12/2009 às 19:11

    Re 48

    Cometerei uma heresia e entenderei se este comentário for deletado.

    Guilherme, olha qualquer jogo do Barcelona na Liga dos Campeões ou no Campeonato Espanhol; “cu na mão” é a estratégia mais utilizada pelos adversários. A Inter de Milão, p.e., aplicou um catenaccio ridículo EM CASA!

    Contudo, repito, no PT, essa não foi a tática do Estudiantes no PT.

  • 53. Guilherme  |  19/12/2009 às 19:18

    Mas então.

    O Manchester United foi jogar contra o Barcelona na final SEM atacantes! A Inter também.

    Não é à toa que perderam.

    Agora o melhor time da América do Sul tem que ir lá pra destruir, como o Estudiantes fez no 1T. E não se enfiar atrás até tomar como fizeram Estudiantes e Chelsea no 2T inteiro.

    Dos ensinamentos do Felipão. Retranca daquelas são pros 15-10 minutos finais.

  • 54. Guilherme  |  19/12/2009 às 19:20

    Vejam bem que eu não tô defendendo o futebol bailarino.

    Marcação forte sempre! Mas abdicar do ataque é viadagem.

  • 55. Álvaro de Campos  |  19/12/2009 às 19:22

    Tchupa!

    HEXACAMPEÃO EM 2009 SÓ TEM UM!!!

  • 56. jo  |  19/12/2009 às 19:26

    sanchotene tá surtado de inveja!!a final do mundial de clubes filhotinhos colorados foi vencida pelo filhote mais velho pois perdeu pra nós em 2006 e o estudiantes(eles tem que aprender muito ainda) foi em 2008!!

  • 57. Luís Felipe  |  19/12/2009 às 19:26

    bah, viajei na contagem dos títulos.

    Sancho, naquele estudo sobre o Hamburgo de 1983 – que é muito bom, mas tem final bizarro – o guri demonstra que o Ernst Happel era um treinador que não gostava de grupos numerosos, cheios de reservas. Especialmente pq ele não gostava de fazer substituições. Hoje é improvável isso, mas na época, eram apenas 13 anos da regra das 3 trocas.

  • 58. jo  |  19/12/2009 às 19:33

    libertadores é masi fácil de ganhar que o mundial de clubes fifa onde só tem cachorro grande !mas aguarde 2010 quando o colorado será o único bi mundial de clubes fifa.

  • 59. Guilherme  |  19/12/2009 às 19:36

    .58

    Por essa lógica, é mais fácil ganhar uma copa do mundo do que um amistoso contra a Itália.

  • 60. Mateus  |  19/12/2009 às 19:38

    Vi o primeiro tempo e gostei do jogo. Quando o Estudiantes fez o gol, pensei que era tão justo quanto um gol do Barça naquele momento, tal o equilíbrio da partida.

    Aí foram pro intervalo, botaram as fraldas e voltaram pro ST. Ficaram se borrando até tomar um gol, e depois voltaram mortos pra prorrogação.

    Verón, como esperado, não acompanhou a velocidade da partida e teve uma atuação no máximo discreta. Mostra que ele é bom pro Estudiantes, mas não tem lugar numa copa do mundo.

    Agora, Braña é um excelente volante. Foi, até os 70 minutos de jogo, o melhor em campo.

  • 61. jo  |  19/12/2009 às 19:43

    este troço que tu anda fumando é do bão hein guilherme?once caldas jamais será campeão do campeonato mundial de clubes !entendeu a diferença? se não te aconselho a olhar a melhor e maior final de campeonato mundial de clubes com 2 times jogando pra frente -2006 inter com 3 atacantes todo o tempo do jogo e ganhando nos 90 sem precisar de prorrogação !!isto é pra quem pode…

  • 62. Sanchotene  |  19/12/2009 às 19:45

    Re 57

    LF,

    Na verdade, eu fiz uma pesquisa por mim. Fuçando na internet, encontrei um saite bem interessante. Dá para se pegar vários dados estatísticos sobre o Hamburgo de 1983/1984 aqui. Meu conhecimento de alemão é bem básico, mas suficiente para navegar pelas informações.

    Uns amigos meus, colorados, se provaleceram de mim no Gre-Nal do Beira-Rio. Eu almocei com eles no TeleX antes do jogo (eu estava devidamente à paisana), e tinha um hamburguês na turma (casado com uma catalã!). E dê-lhe provocações. Buenas, me defendi o melhor que pude, dada as condições, mas a resposta devida seguiu por e-mail, no dia seguinte, em cima dos dados extraídos do Fussball.de:

    Sobre o Mundial 1983, mesmo que fosse o time fraldinha do Hamburgo, ainda assim seria o campeão europeu ali representado. Ocorre que não era o time fraldinha. Do time considerado titular daquela temporada, apenas dois não enfrentaram o Grêmio: Kaltz e Schatzschneider. Ambos ficaram de fora por lesão: Kaltz se lesionara contra o Dínamo Bucareste [2.11.1983], só voltando a jogar na temporada seguinte; e Schatzschneider, uma semana antes da Intercontinental [Eintracht, 3.12.1983]. E só um jogador era reserva absoluto: Hansen.

    Do time que venceu a Juventus na final da Copa dos Campeões [25.5.1983], sete jogaram contra o Grêmio: Stein, Wehemeyer, Hieronymus, Jakobs, Groh, Rolff e Magath.

    Das cinco partidas do Hamburgo anteriores à Intercontinental, seis jogadores entraram em campo em todas -Stein, Wehemeyer, Jakobs, Groh, Rolff e Magath; um faltou um jogo -Wuttke; e um jogou as duas anteriores à decisão -Hieronymus.

    Além disso, aquele Hamburgo-Grêmio [11.12.1983] foi o último jogo do ano para o time alemão. Na volta, um mês depois, o time que jogou contra o Stuttgart [14.1.1984] era praticamente o mesmo (inclusive com Hansen), entrando Kaltz no lugar do Schröder. Schatzschneider voltou ao time apenas no jogo seguinte [Kaiserslautern, 21.1.1984], no lugar do Hansen.

    O elenco total do Hamburgo para a temporada tinha apenas 19 atletas.

    Por fim, o Hamburgo -campeão europeu 82/83- foi campeão alemão em 81/82, 82/83; e vice em 83/84. Um “timeco”, não?!

    Abraço.

  • 63. Guilherme  |  19/12/2009 às 19:48

    O Once Caldas perdeu nos PÊNALTIS o mundial de clubes. Poderia muito bem ter sido campeão.

    E o Inter deu DOIS chutes no gol do Barcelona. Um deles foi gol. O outro foi fraquinho.

  • 64. Sanchotene  |  19/12/2009 às 19:53

    Compl. 62

    Acho que a relação “Happel-tamanho do elenco” pode ser bem verdadeira. Na temporada anterior, eram 20 jogadores. Na seguinte, 18.

    I. Elenco 82/83
    http://sport-dienst.fussball.de/vereine/hamburgersv/1983/
    II. Elenco 83/84
    http://sport-dienst.fussball.de/vereine/hamburgersv/1983/
    III. Elenco 84/85
    http://sport-dienst.fussball.de/vereine/hamburgersv/1985/

  • 65. nascimento  |  19/12/2009 às 19:56

    fanfarrão, jo

  • 66. Jean Mello  |  19/12/2009 às 19:57

    “Um deles foi gol. O outro foi fraquinho.”

    uhauahuhauhuhauhaahhauhuauahuahhua

  • 67. Sanchotene  |  19/12/2009 às 20:02

    É bom que se diga que se o Inter só> fez o gol, o Barça não fez NADA! O Clemer terminou a partida com a camisa seca…

  • 68. Sanchotene  |  19/12/2009 às 20:02

    É bom que se diga que se o Inter fez o gol, o Barça não fez NADA! O Clemer terminou a partida com a camisa seca…

  • 69. H. Fraga  |  19/12/2009 às 20:07

    Como mudam os fatos…

    Tem gente que não viu o jogo do Inter x Barcelona e tá dizendo que o Inter não atacou…

    Inter teve 80% da posse de bola naquele jogo, o juiz tava invertendo as faltas, só ganhamos porque a popular cantou o jogo inteiro, torcida que alenta, que ganha jogo!

  • 70. Prestes  |  19/12/2009 às 20:21

    O Estudiantes superestimou realmente o Barça, no segundo tempo. Tinha dado um banho de bola, atacando muito mais que o Barcelona. A posse de bola dos europeus era só toquinho na defesa.

    Aí resolveu se fechar e deu no que deu. Mas o que complica o time é que o Veron cansa demais. Aí o treinador tem q substituir não tem jeito.

    Que o digam Abelão e Gabiru!

  • 71. Prestes  |  19/12/2009 às 20:27

    Mas sei lá também. Mais 5 minutos segurando no tempo normal e a gente ia estar falando que o Estudiantes fez uma partida perfeita.

    O futebol não é ciencia exata, diria Mauricio Saraiva.

  • 72. Prestes  |  19/12/2009 às 20:30

    Aliás, é impressionante a capacidade do Barcelona de juntar craques com pernas-de-pau. O que é aquele Keita???

    No meu Municipal Iquique seria reserva com certeza.

    E Henry e Ibrahimovic é a dupla de ataque mais displiscente da história, de fazer colombiano CORAR.

  • 73. Guilherme  |  19/12/2009 às 20:30

    .70

    Isso é verdade! Mas como todo mundo que tentou fazer isso contra o Barcelona tomou na cabeça esse ano, a maior probabilidade era de que aconteceria de novo.

    Foi esse o erro na minha opinião.

  • 74. vicente v.  |  19/12/2009 às 20:34

    bah, ridículo o messi ser escolhido melhor jogador do mundial! ele só jogou quando os jogadores do estudiantes não tinham mais pernas pra bater nele.

  • 75. Lorenz  |  19/12/2009 às 20:34

    O que aconteceu é que o Estudiantes perdeu por fazer o gol muito cedo.

    Depois do gol eles fizeram uma meia linha, e os jogadores do Barcelona se cansaram.

    Barcelona só melhorou quando entrou aquele Jeffrey e o Pedro notou que tinha companhia…

  • 76. Sanchotene  |  19/12/2009 às 20:39

    Re 75

    O Estudiantes fez o gol quando era melhor. Não fez “cedo”. Tanto que até o fim do PT, o jogo se seguiu igual.

    No ST, Pedro e Jeffrey fizeram TODA a diferença. O trio Henry-Ibrah’-Messi não funcionou.

    Re 70, 73

    A pergunta é o quanto o Estudiantes tentou manter o que fez no PT e, simplesmente, não conseguiu.

  • 77. vicente v.  |  19/12/2009 às 20:41

    não é jeffreN? ou eu vi errado?

  • 78. Prestes  |  19/12/2009 às 20:42

    Uma coisa que precisa ser dita é que esse Messi é meio farsante. Ok, é craque. Mas todo jogo que o outro time chega junto ele afrouxa.

    Até porque não tem tantos recursos, é carregador de bola, não tem qualidade pra jogar de primeira. Só sabe baixar a cabeça e tentar driblar todo mundo.

  • 79. Prestes  |  19/12/2009 às 20:45

    É verdade, Sancho. Talvez o Estudiantes tenha tentado mesmo. Mas é foda saiu o pior do time (Keita) e entrou aquele guri tinhoso, depois saiu o segundo pior (Henry) e entrou o próprio coisa ruim em pessoa.

    Impressionante. Nunca tinha ouvido falar desse Jeffren. Fez o que quis com o Clemente Rodriguez, que é bom jogador, mas tá jogando deslocado, ele é lateral-esquerdo.

  • 80. Lorenz  |  19/12/2009 às 20:46

    Sei lá, acho que se o Estudiantes não tivesse feito o gol ele não iria se retrair tanto, deixando o Barcelona tão tranquilo* com a posse de bola.

    *Na verdade não é tranquilo, porque o que os jogadores do Barcelona apanharam… legal de ver.

    Eu ri do carrinho em dupla e dum lance que aconteceu no primeiro tempo, um do Barcelona deu um carrinho perto da linha de fundo, derrubou o cara do Estudiantes e saiu com a bola.
    Dois segundos depois o cara caído levantou e deu um carrinho no cara do Barcelona alkçgslçag

    Não foi bem isso, mas eu lembro que eu ri.

  • 81. Guilherme  |  19/12/2009 às 20:47

    .77

    Bah! O moleque levou pau o jogo inteiro e não reclamou. Tentou jogar o tempo todo. Tinha sempre dois em cima dele e ele ainda fez o gol da vitória e tu me fala que ele afrouxa?

  • 82. Sanchotene  |  19/12/2009 às 20:47

    É Jeffren. Jeffren Isaac Suarez Bermudez, para ser mais exato.

  • 83. Lorenz  |  19/12/2009 às 20:48

    E o Clemente Rodrigues tomou um BANHO de bola, mas nem dá pra julgar, as vezes ele parecia fazer o papel de volante, sendo que o cara é lateral…

    (Nem sei se ele tava de volante mesmo, mas direto ele tava ali)

  • 84. Guilherme  |  19/12/2009 às 20:48

    Esse Jeffren parece que é Venezuelano que o Barcelona raptou e já inclusive nacionalizou espanhol.

  • 85. Sanchotene  |  19/12/2009 às 20:50

    Re 84

    Joga na Base espanhola. Duvido que aceite jogar na Principal vinotinto. Pena…

  • 86. Lorenz  |  19/12/2009 às 20:51

    fklajsklfa escrevi Jeffrey.

    Tava crente que aquele cara era o mordomo de Um Maluco no Pedaço!

  • 87. Sanchotene  |  19/12/2009 às 20:53

    O segredo do Barça é a meia-cancha. É ali que eles mantém a posse de bola, é ali que eles recuperam as pelotas perdidas. Os atacantes (o trio Henry-Ibrah’-Messi) têm a total tranqüilidade de errar o quanto quiserem, porque sabem que logo terão outra oportunidade.

    Te matam por asfixia…

  • 88. Prestes  |  19/12/2009 às 20:53

    http://colunas.sportv.globo.com/lediocarmona/2009/12/19/finalmente-barcelona/

    LÉDIO lamentável. Deu o c… pro Barcelona.

  • 89. Prestes  |  19/12/2009 às 20:58

    Guilherme, falta inteligência e força pro Messi fazer o que ele quer. Ele tenta fazer o gol do Maradona em 86 em todos os lances. (de vez em quando até consegue, uhsaashshuhasudhs)

    Se tem dois marcando, toca a bola.

    Pra mim não é melhor do mundo nem a pau. Ou melhor só é porque joga na Espanha, como sempre. Ô lugarzinho bom pra ser melhor do mundo.

  • 90. Lorenz  |  19/12/2009 às 21:03

    “Daniel Alves é feliz no Barcelona. Joga com sorriso no rosto”
    No texto do Lédio Carmona.

    Só eu acho isso de joga com um sorriso no rosto, está feliz no clube, futebol alegre e mais quinhentas coisas que o Galvão inventa uma coisa chata pra caralho?

    Odeio esse negócio de comentarista…

    Exemplo:
    THIEGO faz um gol.
    Narrador: -Dá pra ver que ele está feliz jogando no Grêmio, tá sorrindo, jogando um futebol alegre, dá gosto de ver.

    FODA-SE, caralho. Eu também ficaria feliz se ganhasse 100zão por mês pra jogar futebol.

  • 91. Guilherme  |  19/12/2009 às 21:05

    Ele jogou bem a liga dos campeões inteira e hoje fez o gol da vitória e tudo.

    Tá certo que ele joga num timaço e faz metade do que é capaz se o Iniesta não tá em campo, mas isso é assim mesmo.

    Nenhum jogador vai se destacar se o time dele é ruim ou tá jogando mal. Nem Pelé. E olha que naquela época se amarrava cachorro com linguiça.

  • 92. Menezes  |  19/12/2009 às 21:15

    justa vitória do barcelona.

  • 93. Flávio  |  19/12/2009 às 21:35

    Messi foi o melhor do ano, mas não é o “melhor do mundo” no mesmo sentido em que Pelé e Maradona eram. Aliás, a menos que ele, Cristiano Ronaldo, Kaká ou Ronaldinho Gaúcho faça uma Copa excepcional, esta década ficará sem um melhor indiscutível.

  • 94. Menezes  |  19/12/2009 às 21:40

    http://www.seuczar.org/esporteeumsaco/?p=243

    única revelação do jogo está neste link

  • 95. Guilherme  |  19/12/2009 às 22:09

    .92

    Essa década acaba no fim de 2009. Ou seja, a copa conta pra próxima década.

    Uma revista andou elegendo o Ronaldinho o melhor da década, o que eu concordo.

    Assim como Ronaldo foi o melhor da década de 90.

  • 96. Flávio  |  19/12/2009 às 22:21

    Há controvérsias: uns consideram que ela começou em 2001 e termina em 2010. Mas não é esse o ponto. Há menos que um dos que foram recentemente o melhor do mundo faça uma grande Copa, a década deve terminar sem um melhor indiscutível. O mesmo ocorreu nos anos 90. Alguns falavam em Ronaldo como o melhor, outros em Zidane, Romário, etc.

  • 97. Guilherme  |  19/12/2009 às 22:28

    Acho que não tem muita discussão quanto ao Ronaldo.

    Há quem coloque ele no nível de Pelé e Maradona. O que eu particularmente concordo.

    Ronaldo é simplesmente o melhor centroavante da história do futebol e de longe o melhor jogador dos anos 90.

    O que ele fazia naquela época no Barcelona é coisa de Pelé.

    Zidane e Romário são ótimos, mas o Ronaldo tá em um patamar sobrenatural.

  • 98. Diogo F  |  19/12/2009 às 22:58

    ô putaiada, será pedir demais pra vcs pararem de pagar pau pra argentino de merda e reconhecer que o time do Barcelona é e foi superior?

    É muita cegueira, taizélouco.

  • 99. juliano  |  19/12/2009 às 23:16

    esse diogo não tem humor

  • 100. Felipe (o catarina)  |  20/12/2009 às 01:12

    vi o compacto do jogo no Sportv agora à noite. Repito: lamentável a atitude do Estudiantes no 2º tempo. Só bago pra cima, sem tentar ao menos puxar um contra-ataque. Tinha hora que tava o Boselli sozinho contra 5 (cinco contra um. rá!).

    O Inter em 2006 mais defendeu-se que atacou, mas atacou, tentou contra-ataques, segurou a bola. O Estudiantes fez o que o São Paulo fez em 2005, ficando todo cagado na defesa tomando uma pressão dos infernos. A diferença é que daquela vez o Liverpool fez 3 gols mas nenhum valeu. Dessa vez o Barcelona fez um só que fodeu tudo.

  • 101. Léo  |  20/12/2009 às 01:56

    inter fez a msm coisa q o sao paulo fez
    a msm coisa q o estudiantes fez
    e a msm coisa q qqr time sul americano vai fazer qndo enfrentar um europeu… vai tentar fazer um gol e se segurar… ou se segurar e tentar um gol no final
    se se abrir toma uma goleada

    a nao ser q tenha um craque, ou um time ofensivo, o q é dificil hj em dia

  • 102. Sanchotene  |  20/12/2009 às 05:33

    Está passando batido nos comentários que os adversários EUROPEUS do barcelona fazem igual ou PIOR que o Estudiantes…

  • 103. sw  |  20/12/2009 às 06:21

    impedleven

  • 104. cazu  |  20/12/2009 às 07:29

    o beira rio é uma quitanda!

  • 105. Logan  |  20/12/2009 às 08:06

    #101 O que não muda o fato de que o Barcelona foi melhor no jogo oras, vocês ficam aí fazendo cú doce, mas se o estudiantes peidou o Barcelona não tem nada a ver com isso, foi pra cima e ganhou o jogo, venceu o melhor.

    Agora quanto a década, entendam, não existe ano 0, a contagem vai desde antes de cristo em regressiva até -1 ou 1 a.c.
    E logo no ano seguinte já é 1 depois de cristo, 1 d.c., ou seja a primeira década começa no ano e vai até o 10, e assim sucessivamente.
    Então essa década começa em 2001 e vai até 2010.
    Falar nisso lembro do ano-novo de 1999 pra 2000, um monte de gente desesperada se suicidando, quando na verdade o milênio só começa em 2001.

  • 106. Francisco Luz  |  20/12/2009 às 08:40

    Zidane jogou mais do que Ronaldinho nesta década, para mim.

    E o Sancho está certo: se os times europeus, cheios de “craques” e dinheiro vindo sabe-se lá de onde, ficam só na defesa, o Estudiantes fez certinho o seu papel.

    Claro que deveria ter atacado mais, mas se não fosse a saída errada do Albil do gol aos 43 do segundo tempo, tudo estaria perfeito para o maior de La Plata.

    Por 2 putos minutos, como disse alguém no PinchaPasion.net.

  • 107. Flávio  |  20/12/2009 às 09:37

    A estratégia sul-americana é sempre a mesma, independentemente do adversário. O São Paulo-05, que com Ceni, Cicinho, Lugano, Amoroso, Josué e Mineiro, era tecnicamente superior ao Estudiantes, jogou na retranca (mais do que o Inter-06) contra um Liverpool que tinha um grande jogador (Gerrard) e pernetas da estirpe de Kewell e Crouch.
    Para quem acompanha futebol de 1994 para cá pode parecer normal essa postura dos sul-americanos no Mundial, mas quem viu nos anos 80 um Argentino Juniors jogar de igual para igual contra a grande Juventus de Platini e Laudrup, só pode lamentar.

  • 108. Pedro Junior  |  20/12/2009 às 10:11

    A decada e o mundo acabaram em 2006…

  • 109. Luís Felipe  |  20/12/2009 às 10:23

    tá, olha só: o Inter não se retrancou contra o Barcelona.

    se defendeu muito bem e jogou muito bem atrás da linha da bola, mas retranca, não foi.

    é o que eu sempre falei sobre a diferença entre a defesa firme do Muricy e do Abel e a retranca do Tite. Se Tite fosse o treinador em Inter 1×0 Barcelona, ele teria retirado Iarley e Rubens Cardoso depois do gol – pelo simples fato que os dois passaram o tempo inteiro jogando na intermediária adversária.

    Não foram agudos, mas era uma estratégia: eles queriam irritar o adversário e prender a bola ali na frente. Deu muito certo. Nos 10 minutos finais o Barça conseguiu dois ataques. O último chute a gol foi a falta do Ronaldinho. O último chute a gol com a bola rolando foi o do Deco. Muito pouco para QUALQUER time que estava perdendo, mesmo que esse seja o campeão europeu.

    Ano passado a LDU enfrentou o Manchester United e os dois times tinham apenas um atacante de área. Porque só um dos times é considerado retranqueiro? A diferença da LDU para o Man Utd é que o Man Utd conseguia chutar com mais frequência e incomodou mais o Cevallos – de grande atuação. A LDU tentava chegar dentro da área só com um atacante e por isso perdeu.

    Um tanto do “complexo de inferioridade” é a forma de ver o jogo. Muita gente aqui disse certo: no momento em que o Estudiantes igualou o jogo, estava ganhando. Eles tentaram fazer isso de novo na prorrogação, adiantando a zaga, mas aí prevaleceu a melhor preparação física do Barcelona. Além do mais, psicologicamente, é duro, duríssimo chegar na prorrogação com um gol sofrido no último minuto. O time que fez esse gol corre bem mais fácil.

  • 110. Flávio  |  20/12/2009 às 10:45

    O Inter sempre manteve pelo menos três jogadores de frente, o Estudiantes ontem encheu o time de volantes e zagueiros. Com tantos jogadores com características defensivas, não foi capaz de encaixar um contra-ataque decente no 2º tempo, apesar de todo espaço que o Barcelona dava.

  • 111. Mateus  |  20/12/2009 às 11:31

    Quanto ao Jeffren, não se pode dizer que o Barcelona roubou ele. Ele se mudou pra espanha com 1 ano de idade, logo, é lógico que se naturalize e considere-se mais espanhol que venezuelano.

    Quanto ao Inter, meteram um retrancão SIM! A diferença é que vocês tinham o Iarley, maior prendedor de bola no escanteio do futebol mundial. Inclusive ontem comentei, no segundo tempo: falta entrar o Iarley nesse time…

    E o SP foi o mais vergonhoso de todos. Contra o pior campeão europeu dos últimos anos, que era inclusive pior tecnicamente que o SP, ficou se cagando de medo e quase perderam.

  • 112. Raphael Zarko  |  20/12/2009 às 12:12

    quem diz que ronaldo foi melhor que romário deve ter visto pouco o baixinho, ou tem problemas de visão.
    romário é gênio, ronaldo é craque.

  • 113. Jean Mello  |  20/12/2009 às 12:43

    Dizer que o Estudiantes errou ao se retrancar no segundo tempo é muito oportunismo.
    Os pinchas não iriam conseguir repetir o mesmo empenho do primeiro tempo, visto que Verón cansou depois do primeiro quarto de hora do segundo tempo.
    A retranca deles era o máximo que eles poderiam fazer contra um baita time que eles ganhavam.
    Basta ver que no primeiro tempo era só balão e bola pro mato que era final de campeonato.
    Muita sorte dos catalãos contra a retranca amiga.
    Pra mim os pinchas perderam por um problema muito comum aos hermanos…achar que o jogo tá terminado antes do fim.

  • 114. rafael botafoguense  |  20/12/2009 às 12:58

    ”messi putito” hahaa argentino num sabe xingar

    barcelona deu mó cagada,mas o estudiantes se cagou todo,também foda-se.

  • 115. Anônimo  |  20/12/2009 às 13:12

    # 106
    Melhor jogar na retranca e ganhar o mundial, vide São Paulo em 2005 e o Inter em 2006, ou jogar de igual pra igual como fez o Boca em 2007 e toma pau?

  • 116. vicente v.  |  20/12/2009 às 13:20

    caraaaaalhooooooo!

    “Cae el Gozo de todas partes:
    de Brasil con la Hinchada Albadel Sitio impedimento.com
    los queridos Daniel Cassol
    y Alexsander Rosa y hay otro
    ¡Nacional Querido Campeón!
    ganador de la “Impedcopa”
    HURRAS BRASILEÑAS A ¡NACIONAL!
    PARABÉNS!
    Nacional Querido campeón duas veces!
    Usamos uniforme estilo “Boca” por
    falta de uniforme do Nacional Querido!”

    ghjlkçlkjjhgfsdghjkhghdfsghgjkljjuhygtfrdghklkjfgfddsfghjkhgf

    RESPEITO ETERNO!

  • 117. Prestes  |  20/12/2009 às 13:38

    Estão dizendo aí que o Liverpool era fraco. A meu ver era mais time que o Barcelona que enfrentamos e este de agora.

    O Barça é muito desequilibrado. A defesa é bem mais fraca que o ataque. Os jogadores dos times ingleses quando são ruins são pelo menos fortes, velozes e altos.

    O Barcelona tem uns caras muito ruins, tipo Rafa Marquez, Pique, Keita, Abidal, uns caras que além de podres, são lentos. E o Valdez é horrível tb. Fora os ex-jogadores como o Zambrotta, em 2006, e agora o Henry.

  • 118. Prestes  |  20/12/2009 às 14:08

    Genial essa linha de apoio em uma matéria sobre o Walter:

    “Atacante muda costumes alimentares e espera surpreender na Libertadores”

    http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Times/Internacional/0,,MUL1421631-9869,00.html

  • 119. col  |  20/12/2009 às 14:50

    Existem varios niveis de retranca. Aquela de ontem mereceu a derrota.

  • 120. Mateus  |  20/12/2009 às 14:56

    O time do liverpool em 2005 era: Reina, Finna, Carragher, Hyppia e Warnock, Sissoko, Xabi Alonso, Kewel, Gerrard e Luis Garcia; Morientes.

    Desses, Carragher, Alonso e Gerrard são excelentes. Hyppia era bom e Reina razoável. O resto era banco de qualquer time do brasileirão. Morientes foi bom numa época de Real, mas em 2005 só enganava.
    Sissoko, Kewel, Warnock e Luis Gacia são piadas.

    O barcelona atual tem, de fracos, Keita e Abidal. Rafa Marquez é reserva, e o Pique é bom zagueiro. Nada de excepcional, mas bom. O Barcelona de 2006 estava com um ataque reserva, de Gudjohnsen e Giuly, que era mais fraco, de fato. Mas ainda assim tinha um meio de campo muito superior à esse liverpool, que ganhou a UCL num milagre.

  • 121. Mateus  |  20/12/2009 às 14:57

    Onde eu escrevi Finna, se leia FinnaN…

  • 122. Mateus  |  20/12/2009 às 14:58

    Sem contar que os reservas que entraram foram Riise, que até é um bom lateral, mas os outros dois foram Sinama Pongolle e Crouch, que, convenhamos, são absolutamente lamentáveis…

  • 123. reformapsiquiatrica  |  20/12/2009 às 16:10

    Excelente teu blog. Parabéns. Dá uma olhada no meu, deixa tua opinião. Abç.

  • 124. Diogo  |  20/12/2009 às 19:00

    Grenal Sub-20, semifinal.

    inter acaba de desperdiçar um penalty, 0X0.

  • 125. Sanchotene  |  20/12/2009 às 19:55

    Impressão minha, ou nenhum dos 22 titulares do sub-20 da Dupla está pronto para subir?

  • 126. Lourenço  |  20/12/2009 às 20:06

    É que a maioria deles nem é realmente titular sub-20. O Inter não está usando a base que ganhou a Dalegrave e que vai iniciar o Gauchão, onde estão os melhores (ou mais prontos) jovens.
    Esse time do Grêmio, embora menos esvaziado, também não conta com a maioria dos Sub-20 que estão no profissional.

    Mas o jogo foi horrível, mesmo. Ano passado foi muito melhor.

  • 127. Felipe (o catarina)  |  20/12/2009 às 20:22

    “Existem varios niveis de retranca. Aquela de ontem mereceu a derrota.”

    é isso aí. Assim com o São Paulo em 2005 também mereceu perder, mas não perdeu. O Estudiantes poderia ter jogado no 2º tempo como fez no 1º e tomado, sei lá, 3×1, já que futebol não é ciência exata. Mesmo assim, ainda acho que a retranca à décima potência utilizada pelos Pinchas na segunda etapa foi uma estratégia burra.

  • 128. Menezes  |  20/12/2009 às 21:01

    #124 : Acho que nenhum mesmo. Mas estou dando o benefício da dúvida que todo jogador merece ao entrar em campo sob 75 graus de calor portoalegrense.

  • 129. Lorenz  |  20/12/2009 às 21:03

    Grêmio na final contra o Atlético MG, mas pelo que eu vi, o Grêmio e o Inter estão muito fracos…

    Aquele goleiro só sabe pegar pênalti, de resto.. nem fundamento básico de goleiro o cara sabe.

    Os únicos que pareciam se salvar do Grêmio eram o Ricardo Maria e o Saimon…

  • 130. Frank  |  21/12/2009 às 00:58

    Alguns comentários GENÉRICOS…

    Primeiro, os caras da Globo dizendo que a camisa do Barcelona era “cor de melancia”… aquilo era um baita ROSA CHICLETE dos mais gays ainda por cima… (ns)…

    Segundo, gostaria sempre que o nosso representante da Libertadores ganhasse esse mundial… O problema é o desequilíbrio técnico-financeiro, já que os caras continuam levando os nossos melhores jogadores, agora até mesmo antes dos 15 anos…

    Desde quando me lembro que ouvi falar do Messi, ele tava detonando na Europa… pelo que eu acho, esse carinha foi pra lá aos 11 anos!! Assim fica mesmo difícil ganhar, quando no nosso futebol ficam apenas a piazada, uns veteranos repatriados e uns outros gatos pingados de idade mediana e futebol idem… nossa sorte é a capacidade aparentemente inesgotável de fabricar craques (coisa que os clubes uruguaios, por exemplo, não conseguem mais fazer, e eis alguns motivos para sua decadência nos últimos anos)…

    Por fim, os pinchas repetiram o feito de sua seleção (onde o Messi anda jogando pouco, embora seleção e o seu clube não tenham nada a ver) na Copa América de 2004… tudo bem, foi outro jogo, outra história, mas não tem como não lembrar do Adriano fazendo um gol aos 48 do ST e matando qualquer possibilidade MORAL dos hermanos levarem aquela taça… mais ou menos como aconteceu com o EdlP nesse jogo…

  • 131. Carlos  |  21/12/2009 às 08:53

    Barcelona mereceu…o segundo tempo, retrancão e bago pra frente, foi de chorar.

    Na minha humilde opinião, Romário foi MUITO MELHOR q Ronaldinho…muito gênio, melhor finalizador disparado.

  • 132. Jader Anderson  |  21/12/2009 às 09:10

    #129

    Apenas um comentário sobre o messi…

    O futuro dele era bem curto como jogador na argentina…. ninguem por essas bandas ia investir no guri…

    Veio o barça e resolveu pagar o tratamento hormonal nele para ser um adulto normal…

    Dessa vez o europeu foi bonzinho..

  • 133. Rudi  |  21/12/2009 às 09:51

    nem digo bonzinho jader, apenas percebeu que dando o antídoto pras pílulas de nanicolina o guri poderia render uns bons milhões de euros…
    aposta? talvez, mas a vida é um jogo

  • 134. Jader Anderson  |  21/12/2009 às 09:59

    “pílulas de nanicolina”

    AHEHEHEAHEAHAEHAEHAEHAEHEAHE

    Rudi entra na minha galeria de louvados com essa, aehaeheahaeh juntamente com Ernesto, o Eterno!

    Certamente não poderíamos saber a intenção do investimento naquela hora, mas tanto falam em rapinagem etc… desta vez foi uma postura construtiva a do barcelona…

    Não fosse por ele, mesmo messi nao vindo a ser um craque, ajudou a construção de um cidadão…

    Falei bonito hein, snif hehehe

  • 135. Rudi  |  21/12/2009 às 10:06

    falei alguma palavra bloqueada? acho que cai na malha fina (se sim, foi sem querer, liberaê)

  • 136. Zé Carlos  |  21/12/2009 às 10:19

    bando de filho de putas

  • 137. dante  |  21/12/2009 às 10:29

    zé carlos claramente não acredita em papai noel.

    dsçkdlçfksdf

  • 138. Rudi  |  21/12/2009 às 10:32

    pois é…
    o que eu escrevi não tinha nada demais e ficou na rede
    ofensas puras e gratuitas sem conteúdo passam…
    troquem esse filtro de vocês por um mellita

  • 139. Lila  |  21/12/2009 às 10:33

    14′50” – Iaiá, ô iaiá, minha preta não sabe o que eu sei…

    MELHOR COMENTÁRIO.

  • 140. Guilherme  |  21/12/2009 às 13:19

    .116

    Prestes, aí não. Esse time do Barcelona é dos maiores vencedores da história do futebol.

    Andam dizendo por aí que é o melhor time de todos os tempos, superando o Santos de 62.

    Até pode não ser, mas não tá longe.

    Tá longe sim do Liverpool. Que é um time de raça, mas fraco pros padrões de campeão europeu. O que é muito massa até, por um lado.

  • 141. jo  |  03/01/2010 às 18:56

    tem que dar inter no mundial de 2010!!pro bem da américa já que é o único time a ganhar dos europeus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: