Lágrimas portenhas

26/11/2009 at 11:00 44 comentários

Na quarta colocação do Apertura argentino, mas suficientemente distante do líder Banfield a ponto de não desgastar suas horas com a ilusão de um novo título, o Estudiantes clama pela chegada do Mundial. Será a compensação pela reconquista da América, lograda de forma copera pelos de La Plata: para erguer a quarta taça da sua história, o Estudiantes derrotou titânicos como o Nacional uruguaio e o Cruzeiro. Restando tão poucos dias para o grande duelo contra o Barcelona, a família pincharrata sofreu uma importante baixa: a surpreendente aposentadoria de José Luis Calderón.

Calderón é um centroavante em extinção – daqueles que sacrificam su alma, vida y huevos por um gol. A bravura e a facilidade com que movimentava os cordões renderam títulos aos montes para “Caldera”. Entre tantos dias para se recordar, integram as conquistas da Libertadores deste ano e o Apertura de 2006, pelo Estudiantes, além da Copa Sul-Americana que levantou com a camisa do Arsenal de Sarandí, em 2007. Natural de La Plata e torcedor do Estudiantes, Calderón também esteve presente nas noites negras no clube – em 1995, após longas e ingratas jornadas na segunda divisão, levou o seu Estudiantes novamente à elite.

Acontece que agora, aos trinta e nove anos, Calderón se tornou um reserva pouco utilizado no Estudiantes de Sabella – uma equipe que joga um futebol bastante diferente dos times em que Calderón se destacou com seus tentos. Apesar do chá de banco, sua presença na lista dos relacionados para o Mundial de Clubes era certa. Calderón, diferenciado que é, então optou por uma decisão incompreensível para muitos: como achava que seu nome ingressaria na relação mais pelo peso dos seus caracteres do que pelo momento atual, adiantou a sua aposentaria – abdicando, assim, também do prêmio destinado a cada jogador em caso de título, algo em torno de 150 mil dólares.

As últimas tardes de novembro são mesmo de despedidas melancólicas na Argentina. Além de Calderón, outro nome relevante no futebol portenho deixou a sua equipe. Ángel Cappa, treinador do mítico Huracán do tiki-tiki, abandonou o comando dos “quemeros” após a derrota para o rival de todos os dias, o San Lorenzo. Cappa já havia pedido demissão semanas antes, mas as referências do elenco mantiveram o técnico na casamata. A derrota por 2-0, no Tomás A. Ducó, casa do Huracán, finalizou abruptamente com o ciclo de Cappa. Na despedida, ele minimizou o mau momento do Globo (décimo nono colocado no Apertura, com dez pontos em quinze partidas) e lembrou do estilo que encantou a Argentina no primeiro semestre.

O tiki-tiki que revelou Javier Pastore e Matias Defederico foi “o melhor que ocorreu nos últimos vinte anos por aqui”, bradou Cappa. Falou-se também que o toque de bola elegante dos de Parque Patrícios foi quase como uma redescoberta dos valores futebolísticos na Argentina. Mas o melhor comentário foi sobre o San Lorenzo de Simeone: “no clássico, os torcedores queriam gritar olé e não podiam. O San Lorenzo não acertava três passes em sequência.” Exageros a parte, o Huracán de 2009 marcou época: por dezoito jogos e oitenta e cinco minutos, foi inclusive o campeão do Clausura – até que o Vélez Sarsfield e o carrinho de Larrivey dizimaram com os sorrisos de Ángel Cappa.

Mesmo sem dar adeus, Ariel Ortega também chora. O último grande ídolo do River Plate confessou, em entrevista para o Olé, que ainda sofre com as recaídas pelo seu velho problema – se o “Burrito” não temeu nem Rolando Schiavi em sua carreira, ao mesmo tempo treme ao vislumbrar uma maldita Quilmes. Neste mês, pediu para abandonar a concentração do River e falou até em largar o futebol. Foi só esfriar a cabeça e notar que ainda pode trotear muito pelos campos de Buenos Aires para rever a decisão.

Ortega resumiu a situação com a destreza com que encontra o ângulo em um tiro livre pela esquerda, daqueles que o Pato Abbondanzieri nunca alcança: “uno tiene problemas personales, cosas que le pasan en la vida y me descargué. Dije: chau, que se vaya todo al carajo.” O River Plate é só o décimo quarto colocado no Apertura e não tem mais chances de buscar uma vaga para a próxima Copa Libertadores. No entanto, Ortega confia que o elenco vai pelear pelo próximo torneio e suplica pela permanência de Astrada na estofada casamata de Nuñez.

Mais além dos fins, das lágrimas e do desalento, há também espaço para o júbilo no Torneio Apertura. Espaço que é limitado para um só quadro – ao que tudo indica, o Banfield. “El Taladro” nunca pôde ser campeão na divisão principal, e até agora se contentou com dois vice-campeonatos (1951 e 2005) e com a possibilidade de trocar de rival para seguir vivendo. Como o Los Andes, seu antigo e tradicional inimigo, anda de mal a pior, o Banfield achou outro clube do sul de Buenos Aires para realizar o seu clássico: o bem mais ameaçador Lanús.

Mas nunca antes uma taça esteve tão próxima do Florencio Sola, a bonita cancha do Banfield. Com representativos 35 pontos somados em 15 jogos e ostentando o fato de ser o único invicto do campeonato, o escrete de Julio Cesar Falcioni caminha a passos largos em direção ao troféu. Para tanto, confia na dupla de ataque formado pelos uruguaios Santiago Silva e Sebastián Fernandéz e pelo seu estilo de jogo que prioriza a guarnição máxima da sua meta e a rispidez ofensiva. Trata-se de um tapa na cara dos nostálgicos do Huracán: para sair campeão na Argentina, é preciso jogar como macho.

Saludos,
Iuri Müller.

Anúncios

Entry filed under: Nacionais.

Nós fomos vocês ontem A jogada fatal

44 Comentários Add your own

  • 1. Lol  |  26/11/2009 às 11:25

    DJÊNIO!

  • 2. dante  |  26/11/2009 às 12:22

    à parte a histeria do lol, o iuri tá escrevendo os melhores textos do impedimento.

    parabéns.

    VAZA CECONELLO

    adslçkjsdlfjslkdjg

    ***

    FINO [ns], lucas barrios, diferente do que conversávamos ontem, não é chileno, mas argentino: http://pt.wikipedia.org/wiki/Lucas_Barrios

    e o uruguaio de quem eu queria me lembrar é esse sebástian fernandéz, aí, do banfield.

  • 3. Lol  |  26/11/2009 às 12:41

    até quando eu acho um texto bom sou vaiado.

    Alguma coisa no jeito que escrevo só me traz inimigos.

  • 4. Luís Felipe  |  26/11/2009 às 12:54

    muito bom, mesmo. A história do Calderón de preferir a fila do INSS a Dubai é sensacional.

    agora, é impressão minha ou o Sul de Buenos Aires tem tido os times mais regulares do país?

    Libertadores de 2010 não terá nenhum dos cinco grandes da Argentina. Aguardando aclames pela “volta da tradição”…

  • 5. Matias Pinto  |  26/11/2009 às 13:06

    LF, e isso não acontece desde 1983 quando os pinchas (de péssima memória para os gremistas) e os verdolagas se classificaram para a Copa, porém o Rojo ainda tem remotas chances de classificação…

  • 6. Jader Anderson  |  26/11/2009 às 13:37

    Estudiantes campeão nao joga ano que vem?

  • 7. Matias Pinto  |  26/11/2009 às 13:39

    Jader, o Estudiantes não faz parte do “Clube dos Cinco” (Boca, River, Independiente, Racing e San Lorenzo)…

  • 8. Jader Anderson  |  26/11/2009 às 13:42

    Racing maior que estudiantes?

    bó… nao entendo lhufas de argentina mesmo….

  • 9. Sanchotene  |  26/11/2009 às 13:51

    http://www.conmebol.com/conmebol/mainMedia.html?id=13613&viewpage='full

    Conmebol:

    – Candidatura Copa do Mundo 2030 Argentina/Uruguai;
    – Copa Sul-Americana com mais 8 equipes em 2010;
    – México com 5 vagas, exclusivamente para a Libertadores 2010;
    – Japão confirmado na Copa América 2011;
    – Proposta para uma Libertadores Sub-19;

  • 10. Lourenço  |  26/11/2009 às 13:52

    Velez e Estudiantes são gigantes, ainda que não estejam nesse Clube.

    Quem são os demais que devem conseguir as vagas?

  • 11. Sanchotene  |  26/11/2009 às 13:52

    Re 8

    Os grandes são fechados e correspondem, em território, apenas a Capital e arredores.

  • 12. Matias Pinto  |  26/11/2009 às 13:53

    Velez (garantido), Colón (garantido), Banfield e Newells correm por fora…

  • 13. Lol  |  26/11/2009 às 13:58

    Conmebol:

    – Candidatura Copa do Mundo 2030 Argentina/Uruguai;
    APÓIO

    – Copa Sul-Americana com mais 8 equipes em 2010; –
    TOTALMENTE ESNECESSÁRIO

    – México com 5 vagas, exclusivamente para a Libertadores 2010;
    JUSTO POR CONTA DO QUE OCORREU ESSE ANO

    – Japão confirmado na Copa América 2011;
    SEM NENHUM SENTIDO. DEVE SER PARA TER O CONFEDERAÇÃO DA ÁSIA COMO ALIADA NA CANDIDATURA DOS HERMANOS PARA COPA.

    – Proposta para uma Libertadores Sub-19;
    ÓTIMA IDÉIA. JÁ DÁ UMA TARIMBADA NOS MOLEQUES EM JOGOS INTERNACIONAIS.

  • 14. Lourenço  |  26/11/2009 às 14:07

    Como que ficou a questão das oitavas, com dois mexicanos? Como dividir as 14 vagas restantes?

  • 15. Francisco Luz  |  26/11/2009 às 14:16

    Que merda é essa de cinco mexicanos??????

    CECCO vai morrer com isso. Alguém adivinha quem é?

  • 16. Milton Ribeiro  |  26/11/2009 às 14:19

    Esse Iuri é muito bom mesmo.

    Mas… houve SOBREVIVENTES naquela última foto?

  • 17. fino  |  26/11/2009 às 14:22

    Cesar Polvilho? sfd,llsdflsdf

  • 18. Sanchotene  |  26/11/2009 às 14:26

    Re 14

    Se houver bom senso (o que nunca se pode esperar, mas enfim), a melhor solução seria:

    a) os primeiros colocados de cada grupo, seriam colocados nas posições 1-8;
    b) os 4 melhores segundos colocados, nas posições 9-12;
    c) os 4 piores, nas posições 15-18; e
    d) os mexicanos nas posições 13-14 (como em 2009).

    Os 4 piores segundos jogariam uma Repescagem: 15-18; 16-17. Os vencedores seriam 15-16 nas oitavas.

    E das oitavas em diante, tudo transcorreria da mesma forma de sempre.

  • 19. Francisco Luz  |  26/11/2009 às 14:27

    FELIPE DYLON emulando JIMMY PAGE

    Próximo passo é colocar o ARA KETU como BB KING.

  • 20. Matias Pinto  |  26/11/2009 às 14:28

    Sancho, bom senso e Conmebol na mesma frase não existe!!!

  • 21. Lourenço  |  26/11/2009 às 14:32

    A solução é até razoável, mas não sei se consegue se adaptar ao calendário, o restrito número de datas e tal.
    O meu chute é que vão passar apenas os 6 melhores 2º’s

  • 22. Jader Anderson  |  26/11/2009 às 14:50

    REMENDÓN 2010

    Pq nao restringem a qualificação de vagas, retiram duas da quantidade “padrão” e deu…

    LA’10 ficara conhecida como José Cuervo Cup…

    haehaehehaehaehae

  • 23. Sanchotene  |  26/11/2009 às 15:41

    Re 21

    A Fase de Grupos ocupa umas DUZENTAS datas porque eles nunca fazem as rodadas na mesma semana (é sempre um tal de clubes com 4 jogos e outros que nem estreiaram ainda), basta reduzi-la em duas…

  • 24. Prestes  |  26/11/2009 às 15:48

    Bah, cara, nem quero mais jogar essa Libertadores. (mentira)

    Que cagada essa de botar mexicanos nas oitavas direto. Ridículo.

    Eu sei que tinha errado com os mexicanos, pela indecisão em definir local das partidas.

    Mas pra quê errar duas vezes???

    E de forma tão GROTESCA??

  • 25. Carlos  |  26/11/2009 às 16:12

    Não sei o q o fino escreveu, se é q escreveu aqui.

    mas ele tá CERTO!

    Abraço, LOL!

  • 26. Cunegundes, o mulato frajola  |  26/11/2009 às 16:56

    eu não gosto muito do futebol argentino, é muito violento, eu gosto mais do futebol moleque, a malemolência do craque brasileiro, aquele gingado que só o brasileiro tem, o samba, o chope, o futebol de areia, copacabana, arpoador, onde passei minha infância na casa de praia do tio Orestes, brincando com meus primos, passavamos o dia todo na praia e depois à noite íamos dormir na cama do tio Orestes, ele fazia carinho na minha nuca, nunca vou esquecer disso, dormíamos de conchinha, meu vizinho Gleysson diz que o tio Orestes é um pedófilo tarado e que deve ter me currado quando eu era pequeno, mas se eu não lembro é porque não aconteceu, quack

  • 27. Diogo  |  26/11/2009 às 17:12

    Esse cunegundes já teve umas dezessete infâncias, em nove locais diferentes.

  • 28. Frank  |  26/11/2009 às 17:56

    “Libertadores de 2010 não terá nenhum dos cinco grandes da Argentina”.

    Muito bom para os brasileiros, já que os times médios da Argentina não costumam ameaçar muito na Libertadores…

    Agora, que fica um torneio menos interessante, isso não se pode negar…

  • 29. Lourenço  |  26/11/2009 às 18:04

    Libertadores sem os grandes argentinos, em ano de Copa.
    Será que não vai ser que nem 2006, em que um brasileiro sem história internacional vai ser campeão?

    Eu aposto no Corinthians.

  • 30. Frank  |  26/11/2009 às 18:11

    Bah, pior…

    Mas se o Corinthians pode levar a Liber, qualquer um também pode levar…
    Tipo, sei lá, até o GALO, se chegar lá…

  • 31. rafael botafoguense  |  26/11/2009 às 18:26

    sulamericana>>>>>>>>libertadores

    todos sabem disso,até copa do brasil esse ano esteve melhor.

  • 32. Frank  |  26/11/2009 às 18:32

    Rafael, bebeu água da placenta?

    Pergunta prum Flu-flu o que doeu mais (ui!): a derrota de ontem ou a de 2008?

  • 33. rafael botafoguense  |  26/11/2009 às 18:42

    a da libertadores lógico,mas a de ontem foi mais humilhante.

  • 34. Frank  |  26/11/2009 às 18:56

    Sei não, ano passado o Flu tinha um time bem melhor que o desse ano… e mesmo assim levaram de 4 (ui!)… e como o Cunegundes sabe, no Equador é mais forte (ns)…

    Aliás, se fosse por humilhação, eu nem sairia de casa em 2005…

  • 35. Lila  |  26/11/2009 às 19:29

    Libertadores com argentinos fracos?

    VAI, MENGÃO! [pouco sentido]

  • 36. Sanchotene  |  26/11/2009 às 19:32

    Fracos, não, Lila; não-grandes. E, na boa, seria melhor enfrentar River, Racing, San Lorenzo e Independiente, que esses.

    O Boca, devido os recentes exemplos de tremedeira brasileira, é outro departamento…

  • 37. Timrabada.  |  26/11/2009 às 19:33

    31.

    Bebeu água, sim!
    Da placenta, sô!

    Olha, olha, olha, olha a água placental
    Água placental
    Água placental
    Água placental
    Do Rafeal

    Você debiloiderá mental.

  • 38. rafael botafoguense  |  26/11/2009 às 19:59

    hahah que doença..

    mas ai,sulamericana é mais irado olha o naipe dos times argentinos que vão jogar tudo escroto fedorento,libertadores é mto supervalorizada.

  • 39. Gus  |  26/11/2009 às 21:18

    Pra quem nunca ganhou a libertadores ela eh sempre supervalorizada. Ne rafinha?

  • 40. Cadu  |  26/11/2009 às 22:19

    DJÊNIO[2]

  • 41. rafael botafoguense  |  26/11/2009 às 23:02

    aham,não vale nada isso dai.

  • 42. Iuri  |  26/11/2009 às 23:53

    Complementando o trecho do Calderón com a tradicional entrevista de 100 perguntas para a revista El Gráfico: http://www.elgrafico.com.ar/2008/11/24/C-139-este-ambiente-es-hipocrita-y-falso.php

    Abraços!

  • 43. Iuri  |  27/11/2009 às 00:14

    Melhor trecho:

    46 ¿Es cierto que en el 89 te rompiste todo y no quisiste operarte?

    Es cierto. Fue en Cambaceres: el central de Dock Sud se me tiró con todo y me hizo distensión de ligamento externo, desplazamiento de ligamento cruzado, rotura de meniscos y esguince de tobillo, todo en uno. El doctor de Cambaceres me quería operar, yo no quería saber nada. Imaginate: operarme con un médico de Primera C, me iba a quedar una pierna más corta que la otra.

  • 44. Rudi  |  27/11/2009 às 12:24

    15, 17, 19

    eu ia apostar no EGS huahuahuhauha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: