Donde hay más sol que en el mundo boca

30/10/2009 at 01:49 32 comentários

“Brasil o país do futebol” é uma frase que sintetiza parte da verdade que SALVARIA o jogo se tivesse sido proclamada no século XIX. Hoje estaríamos REGOZIJADOS com tamanho SERVIÇO PRESTADO ao jogo e sem culpa por definirmos como artigo nacional. Não falo de pedaladas, canetas e afins. Não se trata de defender o PAÍS CARIOCA (Rio city) como forma, nem o Maracanã como cancha suprema, esperem por 1950. Trata-se de emprestar a ÍNDOLE e a ALMA do Brasil aos que moldaram o jogo.

Estamos em pleno 1880, é domingo e no mesmo PUB todos estão reunidos como fazemos há exatos 9 anos, todo álcool já foi consumido, alguns socos e pontapés desferidos, cânticos de guerra já foram entoados e os TRAPOS ja foram estendidos. Tudo isto deve lhes indicar o caráter PARALELO que este UNIVERSO libera na mente dos homens sãos e aponta para toda VIRILIDADE que correrão as canchas de todo mundo.

Depois de toda evolução e expansão sofridas pelo jogo ao longo dessas duas DÉCADAS de tentativas, uma decisão era mais que urgente. Agora estamos nos gritos de gincana vivenciando o terceiro tempo histórico, só nos cabe comemorar e VIGIAR, pois Londres viveu um momento ÚNICO esta tarde, enfim firmaram o documento ETERNO do jogo.

The Football Rugby Board 1880

*Leis:

A F.R.B. é declarada como única entidade e instância universal do jogo e se reunirá a cada 4 anos em sua sede em Londres.

Estabelece as entidades locais como única instância permitida a desenvolver o jogo, independentes entre si, de livre associação e ligadas diretamente a FRB:

The Rugby Union Local como entidade permitida a desenvolver o rugby através de seu Team.

The Football Association Local como entidade permitida a desenvolver o football através dos Clubs filiados.

*Códigos:

R.U. 1 : Cancha

A cancha deve ter 100 metros de comprimento por 70 metros de lagura.

Deve ser dividida pela linha do meio de campo que separa os dois lados. Também em 2 regiões de touch in entre 10 e 22 metros de comprimento. Os postes são em formato de ‘H’ com o travessão a 3 metros de altura em relação ao solo e as traves verticais distantes entre si 5,6 metros.

F.A. 1: Cancha

A cancha deve ter 100 metros de comprimento por 70 metros de lagura.

Deve ser dividida pela linha do meio de campo que separa os dois lados. Também a área de meta é demarcada com duas linhas perpendiculares a linha de meta, a 5,5 metros da parte interior de cada poste de meta, adentrarão 5,5 metros no campo de jogo e se unirão por uma paralela a linha de meta. Também a área de grande penalidade será marcada com duas linhas perpendiculares a linha da baliza, a 16,5 m da parte interior de cada poste da baliza, adentrarão 16,5 metros no campo de jogo e vao-se unir por uma linha paralela a linha da baliza. As metas são compostas de dois postes verticais equidistantes da lateral e unidos na parte superior por uma barra horizontal (travessão) distantes entre sí 7,32 metros e a distância da borda inferior do travessão ao solo é de 2,44 metros.

R.U. 2: Bola

Deve ter formato oval, de couro ou de material adequado, seu comprimento varia de 28,0 cm à 30,0 cm, com uma circunferência total de 74,0 cm a 77,0 cm, com secção transversal de 58,0 cm a 62,0 cm, sua pressão deve estar entre 65,71 e 68,75 kPa, tendo assim, entre 410 à 460 gramas.

F.A. 2: Bola

Deve ter ser esférica de couro ou outro material adequado, sua uma circunferência não superior a 70 cm e não inferior a 68 cm, com peso não superior a 450 g e não inferior a 410 g, no começo da partida e pressão equivalente a 0,6 – 1,1 atmosfera (600 – 1100 g/cm2) ao nível do mar.

R.U. 3: Players

As equipes devem ter 11 players e 7 substitutos.

O match não pode ser iniciado se uma das equipes estiver com no mínimo 7 players.

Não podem utilizar nenhum objeto que seja perigoso para eles mesmos ou para os demais (incluindo qualquer tipo de jóias).

Somente os capitães podem se dirigir ao refere, que pode punir um jogador e/ou o time caso tal regra seja desrespeitada.

F.A. 3: Players

As equipes devem ter 11 players e 7 substitutos.

O match não pode ser iniciada se uma das equipes estiver com no mínimo 7 players, dos quais um tem que ser o goleiro.

Não podem utilizar nenhum objeto que seja perigoso para eles mesmos ou para os demais (incluindo qualquer tipo de jóias).

Somente os capitães podem se dirigir ao refere, que pode punir um jogador e/ou o time caso tal regra seja desrespeitada.

R.U. 4: Equipamentos
Camisa de mangas curtas ou compridas, calções, meias compridas e chuteira são obrigatórios. Caneleiras, colete, capacete, luvas e mordedora são opcionais.

F.A. 4: Equipamentos

Camisa de mangas curtas ou compridas, calções, meias compridas e chuteiras são obrigatórios. Caneleiras, colete, capacete, luvas e mordedora são opcionais.

R.U. 5: Arbitragem

O refere é a autoridade suprema de cada match.

O refere controlará o match em cooperação com os 2 assistentes (bandeiras).

As decisões do refere sobre fatos em relação ao match são definitivas.

Interromperá, suspenderá ou finalizará o match quando julgar oportuno, no caso de que se cometam infrações às regras de jogo.

O refere poderá mudar sua decisão unicamente se perceber que sua decisão é incorreta ou, se o julgar necessário conforme indicação de outro membro do quarteto de arbitragem, sempre que ainda não tenha reiniciado o match.

O bandeiras serão designados dois árbitros assistentes que terão, sempre submetido à decisão do refere o dever de indicar:

Quando a bola sair completamente do campo de jogo.

A que equipe pertence o arremesso lateral ou se é tiro de canto ou de meta.

Quando deverá ser punido um jogador por estar em posição de impedimento.

Quando for solicitada uma substituição.

Quando ocorrer uma infração ou um incidente fora do campo visual do refere.

Quando forem cometidas infrações que possam ver melhor que o refere.

F.A. 5: Arbitragem

O refere é a autoridade suprema de cada match.

O refere controlará o match em cooperação com os 2 assistentes (bandeiras).

As decisões do refere sobre fatos em relação com o match são definitivas.

Interromperá, suspenderá ou finalizará o match quando julgar oportuno, no caso de que se cometam infrações às regras de jogo.

O refere poderá mudar sua decisão unicamente se perceber que sua decisão é incorreta ou, se o julgar necessário conforme indicação de outro membro do quarteto de arbitragem, sempre que ainda não tenha reiniciado o match.

O bandeiras serão designados dois árbitros assistentes que terão, sempre submetido à decisão do refere o dever de indicar:

Quando a bola sair completamente do campo de jogo.

A que equipe pertence o arremesso lateral ou se é tiro de canto ou de meta.

Quando deverá ser punido um jogador por estar em posição de impedimento.

Quando for solicitada uma substituição.

Quando ocorrer uma infração ou um incidente fora do campo visual do refere.

Quando forem cometidas infrações que possam ver melhor que o refere (isso inclui em certas circunstâncias, infrações cometidas dentro da área penal).

Quando, nos tiros penais, o goleiro se adiantar além da linha de meta antes de a bola ser chutada e se a bola ultrapassar a linha de meta.

R.U. 6: Objetivo

O goal e o try terão o valor de 1 ponto.

O goal se configura quando, através do chute de um player, a bola passar por cima da trave e entre os postes da equipe adversária. O player deve obrigatoriamente fazer a bola tocar no chão e no retorno fazer um chute imediato.

O try se configura quando o player encosta a bola sob seu domínio no chão além da linha de goal ou nos postes de goal.

F.A 6: Objetivo

O goal terá o valor de 1 ponto.

O goal se configura quando a bola ultrapassa totalmente a linha entre as traves.

R.U. 7: Duração

O tempo de cada match deve ser de 90 minutos, divididos em 2 partes iguais de com intervalo e acréscimos.

O match só deverá ser prolongado além dos acréscimos do refere, se nescessário for para eliminação de uma das equipes em disputa através de cobranças de pênalti em série alternada.

F.A. 7: Duração

O tempo de cada match deve ser de 90 minutos, divididos em 2 partes iguais de com intervalo e acréscimos.

O match só deverá ser prolongado além dos acréscimos do refere, se nescessário for para eliminação de uma das equipes em disputa através de cobranças de penalty em série alternada.

R.U. 8: Resultado

Ao final de cada match, valerão: 2 pontos para o Winner, 1 ponto para Draw e 0 ponto para o Loser.

F.A. 8: Resultado

Ao final de cada match, valerão: 2 pontos para o Winner, 1 ponto para Draw e 0 ponto para o Loser.

R.U. 9: Súmula

É o documento único e intrasferível de cada match.

F.A. 9: Súmula

É o documento único e intrasferível de cada match.

**Regras:

PART II

*Servem para dar validade a entidade e ao match junto a F.R.B.

**Serão avaliadas a cada 4 anos através da F.R.B. sendo que so pode ser retirada e/ou incluida uma regra por reunião.

I am irish addicted and practitioner!!!

ya volvemos…

Texto altamente INSTIGANTE enviado por Adriano “FERN” Fernandes. Para os leitores mais antigos, um MITO.

Anúncios

Entry filed under: Colunas, Contribuições.

Um detalhe de seis pontos As melancias quadradas se ajeitam

32 Comentários Add your own

  • 1. douglasceconello  |  30/10/2009 às 01:51

    Que o FERN é um gênio, todo mundo DEVE saber.

    NO ENTANTO, confesso que preciso que um CONSELHO me ajude a decifrar tal PAPIRO. Minha mente ficou AQUÉM deste LIBERTÁRIO.

  • 2. Gabriel Teixeira  |  30/10/2009 às 02:26

    Se eu encontrasse FERN nesse momento daria-o os parabéns pelo belo texto, com um brinde.

  • 3. Sanchotene  |  30/10/2009 às 03:48

    É o momento de separação entre o Rugby Football e o Football Association. Notem como o rúgbi mudou bem mais no decorrer o tempo que o futebol.

    Histórico.

    O pub ainda existe. Estava fechado quando passei na frente dele, em Londres. Bati uma foto, no entanto.

  • 4. Francisco Luz  |  30/10/2009 às 05:06

    Sensacional. Fern > PENINHA, asuhduasdha

  • 5. Carlos  |  30/10/2009 às 08:21

    Não entendi absolutamente nada…

  • 6. carlos pita  |  30/10/2009 às 08:22

    como aforma de jogar do BRASIL incomada alguns babacas, 1950 depois disso cadê o uruguai
    amistica celeste sumiu.
    não vivemos de fantasmas do passado que não assustam ninguem.

  • 7. Jader Anderson  |  30/10/2009 às 08:53

    Acho que é como disseram, uma forma bizarra de mostrar o distanciamento do esporte pela otica das regras de cada um…. como ambos iniciar parecidos e depois se distanciaram?

  • 8. Jader Anderson  |  30/10/2009 às 08:53

    mesmo assim, texto complexo demais para meus neuronios… podia ter uns CAPS haehaehaehaehaehae

  • 9. JB  |  30/10/2009 às 09:01

    Até onde lembro, a origem dos esportes é comum. Como a bola só pode ser passada para a frente com os pés, o futebol derivou de um estilo de jogo que se utilizava do expediente de chutar mais seguidamente. O puristas do rugby não gostaram muito da idéia e aconteceu esse racha que o FERN relata aí.

  • 10. guihoch  |  30/10/2009 às 09:02

    fica o ensejo para uma impedrugby?

  • 11. guihoch  |  30/10/2009 às 09:03

    imp DRUG by

    fatal!

  • 12. Rudi  |  30/10/2009 às 09:04

    bah, se sair joguinho de rugby tô nessa!!!

  • 13. Serramalte Extra  |  30/10/2009 às 09:17

    8, complexo? Um comentário de DUAS LINHAS do FERN era mais complexo!

  • 14. Diogo  |  30/10/2009 às 09:42

    Rapá, não entendi nem o título…çkjçsdkfjç.

  • 15. arbo  |  30/10/2009 às 10:29

    o q é complexo em 3 parágrafos de introdução para um documento histórico?
    aguante, FERN!
    [não conhecia essa história aí.]
    há goleiros, poucos, q chutam como consta na cartilha rúgby.
    [vollta, aos comments]

  • 16. Rudi  |  30/10/2009 às 10:34

    arbo, quais seriam?

    e sim, apóio (pega no meu acento) fortemente a idéia (ops, i did’t again) de termos um time de Rugby do Impedimento…

  • 17. guihoch  |  30/10/2009 às 11:12

    tche eu to fortinho, posso ser um pilar

    tndt

  • 18. marlon  |  30/10/2009 às 11:14

    FERN = demasiada semiotica

    fjkdsfnwndfks

  • 19. guihoch  |  30/10/2009 às 11:15

    alguma sugestão, representa nada menos que o futuro dos interneticos.

    http://culturadigital.br/marcocivil/

  • 20. guihoch  |  30/10/2009 às 11:30

    olha este, nem chega ao pé do “nosso” blog

    dhsjhdhdjsdjhshs

    http://asmilcamisas.wordpress.com/2009/10/29/adilsub-zero/

  • 21. guihoch  |  30/10/2009 às 11:45

    figurinhas off topic

    file:///cic/aluno10/gui.png

    olhem no meio das pernas

    file:///cic/aluno10/gui1.jpg

    sem comentarios

    file:///cic/aluno10/gui2.jpg

  • 22. arbo  |  30/10/2009 às 12:11

    rudi, no sé. pero q los hay, los hay.

  • 23. Francisco Luz  |  30/10/2009 às 12:21

    É impressão minha ou GUIHOCH está tentando COLAR ARQUIVOS DO SEU COMPUTADOR aqui no Impedimento?

    Como disse o Ernesto, melhor site.

  • 24. arbo  |  30/10/2009 às 12:25

    guihoch, 20. tem coisinha’ INTERESSANTE’ nesse link. repara.

  • 25. Prestes  |  30/10/2009 às 12:26

    Light, Guihoch locão depois do almoço é sinal de que o famoso STROGONOFFHOCH está de volta, hudsauhasdhuasdhushuadhuasuhashuasdhuasd

  • 26. Yuri - treino é jogo, jogo é guerra  |  30/10/2009 às 15:21

    MUDANÇAS DO FUTEBOL PARA O BEM DO DESPORTO

    – fim dos cartões amarelos

    – fim dos cartões vermelhos

    – fim dos julgamentos

    – fim do efeito suspensivo

    – treino é jogo

    – jogo é guerra

    – chega de marcar faltas por qualquer coisa

    – fim dos cartões

    – fim dos mata-matas com 2 jogos

    – mata-mata com 3 jogos

    – mata-mata sem saldo de gols… se um time tomar 14 a 0, basta fazer 1 a 0 para fazer o terceiro jogo

    – fim das decisões por pênaltis em final

    – prorrogação até a morte

    – fim do golden-goal

    – 15 minutos de prorrogação, indefinidamente, até que alguém saia vencedor ou um time fique com 6 jogadores por lesão

    – expulsão só depois de TRÊS ou mais porradas, não duas

    – colocar a mão na bola não expulsa, só falta (menos em direção ao gol)

    – porrada em quem driblar

    – permitido repórteres e fotógrafos no campo

    – fim das suspensões aos estádios, menos se o estádio for destruído

    – garrafadas e querosene nos atletas adversários no início do jogo

    – fim do antidoping

    – qualquer mata-mata de 3 jogos que terminar empatado em pontos, terá prorrogação, se a prórroga acabar empatada, acaba o jogo ali, sem penais… com vitória para o time de maior saldo. Menos se for final, onde ocorre a prorrogação-eterna

    – mata-mata de 1 jogo em campeonatos nacionais

    – se acabar empatado, prorrogação. Se acabar empatado, vitória pro time da casa

    – campeonatos nacionais/estaduais com mais de 40 jogos

    – jogos na altitude liberadaço, mesmo a 4000 metros, se morrer, morreu

    – 2 pontos por vitória, 1 pelo empate

    – fim dos estádios all-seater

    – juiz deverá vestir de PRETO OU AMARELO, nada mais

    – em torneios curtos, permitido aos clubes decidir o confronto pelo CARA OU COROA (MOEDA AO AR) desde que acordado antes

    – jogos à noite, em horário nobre

    – não usar vídeos para punir o atleta… se o cara puxou uma arma e matou o atacante, problema do bandeirinha que não viu

    – o que se passa na cancha fica na cancha

    Yuri – treino é jogo, jogo é guerra

  • 27. arbo  |  30/10/2009 às 16:37

    “15 minutos de prorrogação, indefinidamente, até que alguém saia vencedor ou um time fique com 6 jogadores por lesão”
    djhgasjkhgg

  • 28. Logan  |  30/10/2009 às 17:13

    Isso é sobre a cisão que gerou rugby e futebol, meio confuso o texto.

  • 29. col  |  30/10/2009 às 18:30

    hum.

  • 30. FERN  |  31/10/2009 às 20:48

    Yuri parte do seu comentário seria hoje um sacrilégio se a FRB tivesse saído, pois jamais teriam existido…

    MUNDO FERN deve voltar em breve expliclando sobre as regras do jogo.

    vcs não se ligaram no quesito leis que vislumbra um jogo ainda mas libertador!!!

  • 31. FERN  |  31/10/2009 às 20:51

    ahh e a outra parte aconteceria em jogos da LLIGA PAMPA!!!
    auhsudhushuhduhsudhushdushudhushduhsudhushudshudhushdushudhsuhdushdushudhsudusdh

  • 32. Anônimo  |  31/10/2009 às 21:13

    ahh Yuri e a outra parte de suas proposições aconteceria de rotina em jagos da LIGA PAMPA!!!
    auhuhuahuhsauhsuahsuahsuahudhuhduhuhsauhsuahsuahsuahusahsuhsuha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: