Sangue, suor e grama

14/10/2009 at 16:25 16 comentários

Como em 1930, uma vitória leva ao Mundial.

A natureza de uma nação é feita pelo sangue e pelo suor dos seus heróis. No caso do Uruguai, estamos falando de sangue, suor e grama. O pasto que preenche toda a extensão da nação, entrecortado por algumas árvores, pedras e praias, é o mesmo pasto que se oferece ao rito nesta quarta-feira, quando 60 mil índios charruas estarão com seus tacapes e lanças de madeira vibrando pelo sacrifício dos infiéis, e pela bênção sagrada daqueles que vão à Copa.

Que privilegiados somos de ver, um século depois, Argentina e Uruguai se desafiando por valores muito maiores que todos os inúmeros mais mesquinhos adotados nos últimos tempos. Se desafiando pelos mesmos valores que levaram Nasazzi, Cea, Scarone, Stábile, Peucelle e Dorado a chutar as bolas, uma de cada país, em direção às glórias supremas do gol e da honra nacional em 1930. Um novo feriado nacional se aguarda para 15 de outubro, assim como ficou marcado aquele 1º de agosto há 79 anos. Sangue, suor e grama. Disso é feito o maná dos índios charruas.

“Que aflore el índio”, era a manchete do El Observador antes de Uruguai e Equador pelas Eliminatórias, no último final de semana, quando os uruguaios aguardavam uma rosa mística que lhes pudesse acreditar na chegada ao Centenário não só com vida, mas com espada. Pois, o índio aflorou e sabe-se lá como o Uruguai catou uma vitória heróica, aos 47 minutos do segundo tempo, com o pênalti e a glória de Diego Forlán, que balançou muito mais redes na Espanha. Sangue, suor e grama, é isso? Vestiram celeste. Assim como vestiram o albiceleste de Palermo, “imortal”, que também conseguiu o heroísmo de embainhar a espada no Centenário, como vivo, não como moribundo.

Foram mais de 15 mil argentinos os chegados em 1930, desembarcando de Buenos Aires e de cidades vizinhas no porto de Montevidéu, correndo para chegar mais rápido ao Centenário. Dessa vez, serão muito menos. Os uruguaios prevêem 2 mil, quase metade são policiais garantindo a segurança. O clima envolve até mesmo agressões a jornalistas, por parte do chefe máximo, o nobre Julio Grondona. Sangue, suor e…guerra. Canhões são para fracos. Pra quê, se temos travas altas?

O árbitro é o paraguaio Carlos Amarilla. Motivo de destaque no El Observador: sempre que apitou para a Argentina fora de casa, os albicelestes somaram pontos. “Já fez o seu trabalho, a Argentina”, diz um jornalista maldoso. Nas duas últimas partidas uruguaias apitadas por Amarilla, duas derrotas. Há sim, o árbitro. Uma outra fonte exclusiva diz que ele ligou para o seguro de vida para tentar uma renovação. “Só depois de quinta-feira”, respondeu a telefonista.

É preciso ter fé, diz o Observador. É o momento de gritar África Minha, diz o Ovación. O La República fala de política, pois temos umas eleições aí por diante, e é preciso se preocupar também com assuntos mais importantes. No canto, uma queda de braço entre Maradona e Diego Forlán. O primeiro não chuta mais nada, senão a grama vazia dos indignados com o lateral que não volta. Sorte charrúa. Pois se sabe que não lhe bastam apenas os pés para encantar sua hinchada e vencer os adversários.

Sangue, suor e grama. Tudo isso está hoje, oferecido ao sacrifício, no campo quase centenário do Centenário. Felizes somos nós de presenciar toda essa beleza. O futebol, em sua essência, na expectativa da grande decisão, do clássico, das camisetas se chocando com sua história.

A previsão do tempo indica que o céu amanhecerá celeste.

Até a vitória,
Luís Felipe dos Santos

Anúncios

Entry filed under: Colunas, Eliminatórias.

Quem te viu, quem te vê, Diegón Uruguai x Argentina – minuto a minuto – Eliminatórias Mandela’s Cup 2010ma falt

16 Comentários Add your own

  • 1. Francisco Luz  |  14/10/2009 às 16:44

    Bah, texto ARRUPIANTE. Vou IMPRIMIR e PANFLETEAR no centro até a hora do jogo.

  • 2. Lol  |  14/10/2009 às 16:46

    “A natureza de uma nação é feita pelo sangue e pelo suor dos seus heróis”

    Com esse intróito, sabia que se tratava de um enganche do LFS.

  • 3. Jader Anderson  |  14/10/2009 às 17:02

    Por favor alguém RECORDEIA esse jogo!!!!

    Larga no youtubo e eh nois… irei me manter alheio a notícias e resultados.

  • 4. rafael botafoguense  |  14/10/2009 às 17:13

    ESTOU DE PÉ!!

  • 5. Jean Mello  |  14/10/2009 às 17:25

    “Canhões são para fracos. Pra quê, se temos travas altas?”
    vou escrever uma música com essa frase…

  • 6. Junior  |  14/10/2009 às 17:29

    Excelente texto. Tomara que o jogo faça jus ao texto.

  • 7. arbo  |  14/10/2009 às 17:32

    aguante celeste

  • 8. arbo  |  14/10/2009 às 17:33

    “o tratado das travas altas”
    PODE VIR A SER um bom título para o post de mañana

  • 9. zobaran  |  14/10/2009 às 17:35

    #8 Maltratado com as travas altas?

  • 10. alisson  |  14/10/2009 às 17:39

    Por hoje a previsão é de tempo enferruscado, aguaceiro, barro.
    Os ingredientes são os melhores, aguante 19 horas que não chega nunca!

  • 11. arbo  |  14/10/2009 às 17:41

    pode ser tbm zobaran.

  • 12. col  |  14/10/2009 às 17:45

    Eu ouvindo radio celeste e lendo o texto do LF….foi de arrepiar.

    http://www.radio36.com.uy/radio36.asx

  • 13. Junior  |  14/10/2009 às 17:48

    A ZH tem publicado reportagens nos últimos dias com a Soledad Pastorutti, uma cantora argentina da nova geração e que agora virou a “sucessora de Mercedes Sosa” (os argentinos adoram isso). Essa semana, procurando coisas sobre essa tal Soledad, encontrei essa música, cuja letra tem um pouco a ver com o jogo de hoje. A imagem é ruim, mas o som da música está decente.

  • 14. col  |  14/10/2009 às 17:56

    bah, que vozinha sem-vergonha dessa Soledad.

  • 15. rafael botafoguense  |  14/10/2009 às 18:12

    ”D10S? JAJA!”

    torcida do uruguai fodona.

  • 16. Júnior CRF  |  14/10/2009 às 21:28

    Texto monstro!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: