Mercedes Sosa (1935-2009)

04/10/2009 at 12:30 13 comentários

A los 74 años, murió Mercedes Sosa (La Nación)

Anúncios

Entry filed under: Pela América.

Periquita Palmeiras, líder ao natural

13 Comentários Add your own

  • 1. thalles  |  04/10/2009 às 12:49

    “Duerme, duerme, negrito
    Que tu mama está en el campo, negrito.”

    Duerme, La Negra.

  • 2. macumbeiro  |  04/10/2009 às 13:03

    foda!

  • 3. Roger  |  04/10/2009 às 13:14

    Tenho esse DVD.
    É sublime.

    Mas a melhor interpretação dela é cantando “Peoncito de Estância” com o Raulito Barbosa no acordeon. É a melhor voz e o melhor acordeon possiveis prum clássico do folklore.
    Choro cada vez que ouço.
    Procurei no youtube pra postar aqui e não achei.

    Obrigado Mercedes.

  • 4. Roger  |  04/10/2009 às 13:26

    Peoncito de estancia

    En un tobiano pasuco
    con caronita pelada,
    ahí va el peoncito de estancia
    cruzando por la picada.

    Gauchito varón, maduro el rigor,
    sin saber por qué,
    tierno corazón,
    falto de calor le tocó crecer.

    Cumple su deber, chingolito fiel.
    de aquí para allá,
    cogollo de amor;
    cielo de ilusión, anda, viene y va.

    Recién florece su vida:
    dura y áspera será;
    anda jugando al trabajo
    y rinde como el que más.

    Los pajaritos del monte
    le saludan al pasar
    y el peoncito va soñando:
    soñando con su silbar.

    Pero se endulza el camino
    con la frutita del tala
    y algún chañar florecido
    le va perfumando el alma.

    Jugo ‘el macachín, miel de camachuí,
    fruto ‘el ubajay, pisingallo, tas
    baquiano demás,
    sabe bien dónde hay.

    Agreste vivir, si tiene un sufrir:
    no se escapa un ay, con que despertó.
    La tierra lo crió
    como el ñandubay.

    Cachorro de viaje largo:
    ¡qué duro es tu trajinar!
    Destino sin una queja
    de silencio y soledad.

    Los pajaritos del monte
    le saludan al pasar
    y el peoncito va soñando:
    soñando con su silbar.

  • 5. Natusch  |  04/10/2009 às 13:49

    La Negra, gracias por todo!

  • 6. Prestes  |  04/10/2009 às 14:52

    Essa morte é daquelas que, mesmo não conhecendo a pessoa, se sente.

  • 7. Prestes  |  04/10/2009 às 14:54

    Vi um show dela há dois anos. Pena que foi na bosta do Pepsi on Stage.

  • 8. Junior  |  04/10/2009 às 15:22

    Peço perdão à Violeta Parra para alterar sua famosa letra e digo:

    Gracias a la vida por nos ter dado Mercedes Sosa.

  • 9. macumbeiro  |  04/10/2009 às 15:24

    ela foi muito foda!!!

  • 10. Sanchotene  |  04/10/2009 às 20:24

    Porto Alegre anoitecerá com cara-de-bunda!

    Lamentável o final-de-semana…

  • 11. Gustavo  |  04/10/2009 às 22:01

    Cantemos “Solo Le Pido A Dios” na abertura da Nua da próxima quinta.

  • 12. Job  |  04/10/2009 às 22:38

    Grande perda para a América Latina.

    Peoncito de estancia está aqui:

  • 13. Luís Felipe  |  05/10/2009 às 11:43

    que voz, cara.

    que voz maravilhosa tinha essa mulher.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: