Estádio Olímpico dos Aflitos

14/09/2009 at 11:00 38 comentários

Foto: Antonio Carneiro/Futura Press/Terra

Assim que o Seneme –grande arbitragem, diga-se– encerrou o partida, Impedimento entrou em contato comigo. Eu ainda estava buscando entender o que acabara de presenciar – é sério que ganhamos mesmo fora?! -, quando me disseram querer um texto sobre a vitória do Grêmio no Grê-Nau; de preferência com uma análise tática. Mas não foram 3 pontos conquistados no tático, pelo que vou ficar devendo.

Antes de entrar nos detalhes, devo confessar que assistir uma partida de futebol com filho pequeno é mais difícil que ver o Jonas fazer um gol em que ele simplesmente coloca a bola para dentro. Estava trocando fraldas quando minha esposa entrou no banheiro para dizer que fizemos o primeiro gol. E estava tentando acalmar o bebê, quando saiu o segundo (funcionou!). Pelo que a primeira meia hora de jogo foi um tanto quanto conturbada. Justamente quando tudo se resolveu: os gols, as lesões e as defesas do Vitor. Depois, quando finalmente pude aproveitar o futebol, ele deixou de ser praticado nos Aflitos. Ambos os clubes deixaram-no no vestiário e ninguém lembrou de buscá-lo durante a longa e entediante segunda etapa.

Valeu pelo resultado. Não me mal interpretem, por favor. Isso é GRANDE! Às vezes, o resultado é tudo o que se precisa. Mas, não se pode dizer que o Grêmio jogou bem só porque venceu. Temos que saber porque ganhamos. E isso não passou pela qualidade do futebol apresentado.

Ganhamos por quê, então?

O primeiro motivo é porque o ataque foi eficiente. O tivesse sido contra o Fluminense ou contra o Coritiba, essa vitória poderia ter vindo antes. Basicamente, saíram dois gols nas duas primeiras chances; aproveitamento compatível com o que o time vinha fazendo no Olímpico, mas devendo fora.

O segundo motivo foi o adversário. Lutando contra o rebaixamento, e perdendo dois jogadores titulares lesionados – um deles, o Acosta – ainda no primeiro tempo, o Náutico não teve como reagir. O fantasma d’A Batalha dos Aflitos ainda assombrará os pernambucanos por um bom tempo: a bola queima; a torcida se impacienta; o time se desarruma; e o Grêmio aproveita. No fim, até tentaram um esquema revolucionário: 2-4-4, com um dos zagueiros transformado em centro-avante, já que estávamos com um a menos. Mas não adiantou nada.

O terceiro motivo foi sorte. O Grêmio fez, mais uma vez, o possível para perder no segundo tempo. Passou quarenta e cinco longos minutos assistindo o Náutico jogar; não ficou com a bola; não conseguiu recuperá-la; não contra-atacou; teve o Máxi bem expulso (enésima expulsão idiota no campeonato; a maioria fora); e tomou uma bola na trave que, se entra, teria incendiado o fim do jogo. A grande diferença é que a bola não entrou (o único outro jogo fora tinha sido contra o Fluminense).

Em suma, vencemos porque desde 2005 o Aflitos é a nossa segunda casa!

Nada mudou, senhores. Essa vitória pode ser o marco inicial de uma mudança, mas não é sinal de nada. Até porque a próxima partida fora será conta o Goiás. Ao menos, agora o grupo sabe que pode vencer. E a saída desse peso pode ser importante para o final da temporada.

Certo, mesmo, só o fato de que a torcida estará mais animada para a partida contra o lanterna na semana que vem. Ainda mais depois que o co-irmão aprendeu porque o Cruzeiro estava na Libertadores; e ele, não. (ROTH, Celso. 2009)

Saudações imortais,
Paulo Roberto T. Sanchotene

P.S.: Para quem não lembra, a última vitória fora tinha sido em 6.5, em Lima, contra o USMP. Há 4 meses, sete dias e 13 partidas atrás!

Anúncios

Entry filed under: Brasileiro.

Rodada da revelação Manual para voltar ao estádio

38 Comentários Add your own

  • 1. Matheus  |  14/09/2009 às 11:39

    Concordo com quase tudo, menos com a análise da expulsão do Maxi. Pra mim um exagero. É só olhar como o zagueiro se pendura na camisa dele antes. Pra mim é uma expulsão resultado da cultura brasileira de arbitragem que não permite atacante fazer falta.

  • 2. mardruck  |  14/09/2009 às 11:54

    Fiquei meio puto, na real. Esse time não vai pra lugar nenhum mesmo e seria roots falar “porra, naquele Brasileirão de 2009 a gente não ganhou NENHUMA fora de casa”.

  • 3. Alexsander  |  14/09/2009 às 11:56

    A expressão “Fulano deu uma Nauticada” está se consolidando. Lembro de estar jogando sinuca, uma vez, vencendo com folga. Para mim faltava apenas colocar a bola 8 enquanto meu adversário tinha várias bolas na mesa. Perdi TROCENTAS chances de matar o jogo, algumas muito fáceis, e meu adversário foi encaçapando uma a uma até ficar apenas a bola 8 na mesa. Ele foi mais eficiente: na primeira oportunidade, venceu o jogo.

    Naquele dia, em 2005, meus amigos disseram que eu dei uma “nauticada”.

  • 4. Serramalte Extra  |  14/09/2009 às 11:58

    2. o Seneme sempre expulsa um jogador do time visitante no 2º tempo, em todos jogos que apita. Não pode ficar fazendo faltinha. Ainda mais que o Maxi já tinha pisado no cara no final do 1º tempo.

    Aquele Aílton do Náutico deve estar buscando uma vaga no mundial de SALTOS ORNAMENTAIS. O cara se atira mais que o Marcelinho Carioca na época do Corinthians, tá louco. O juiz até que entrou pouco na dele, mas o cartão amarelo pro Tcheco foi ridículo, o cara se atira vergonhosamente e ele dá a falta e o cartão.

    Concordo com o Sancho, o ataque que foi a diferença ontem. O Grêmio fez alguns jogos melhores fora de casa, mas a incapacidade de fazer gols acabou com o time.

    Só mais uma coisa, que provavelmente ninguém notou: ontem, pela primeira vez fora de casa, os meias não estavam abertos nas laterais, alinhados com os volantes. O Tcheco até segurou mais, mas o Souza tava encostando nos atacantes, como faz no Olímpico.

  • 5. rafael botafoguense  |  14/09/2009 às 12:09

    aflitos eh o estadio mais escroto do pais junto com todos do nordeste só tem padiero,depois eu olho o MEU estadio da ate pena dos demais.

  • 6. arbo  |  14/09/2009 às 13:00

    o máxi mereceu ser expulso por BURRICE. o autuori já devia tê-lo tirado àquela altura. desde o início tava perdido, meio irritadinho sem causa. óbvio q os jogadores do náutico aumentavam (qdo não inventavam), mas ele foi BURRO.
    victor, réver e rafael marques. melhor defesa. e o mário tbm ajuda, assim como o bruno GOLAÇO foi bem melhor q o lúcio (não era difícil).
    agora, o meio campo tá foda. souza só aparece em rompantes, na maioria do jogo não quer jogar. tcheco é o cara do cruzamento, adilson aparece bem resolvendo as cagadas q ele mesmo faz (soma próxima a zero) e rochemback errando mto passe ainda (tb meio sem tempo de bola me parece)

    mas avaí, goiás e atlético-mg são nossos adversários. DÁ.

  • 7. dante  |  14/09/2009 às 13:09

    “Pra mim é uma expulsão resultado da cultura brasileira de arbitragem que não permite atacante fazer falta.”

    e nem deveria.

    falta é falta, seja de atacante ou de goleiro.

    ou eu não entendi o comentário.

    ***

    “depois eu olho o MEU estadio da ate pena dos demais”

    caio martins? mario helênio?

    : ]

  • 8. Gustavo  |  14/09/2009 às 13:18

    #5: piada pronta

  • 9. rafael botafoguense  |  14/09/2009 às 13:20

    destilem recalque

  • 10. Gustavo  |  14/09/2009 às 13:24

    Acho até que fazia tempo que não ia alguém expulso no Grêmio, desde o jogo contra o Coritiba, confere?

  • 11. Yuri  |  14/09/2009 às 13:42

    Fiquei meio puto, na real. Esse time não vai pra lugar nenhum mesmo e seria roots falar “porra, naquele Brasileirão de 2009 a gente não ganhou NENHUMA fora de casa”.

    GENIAL. Até porque as desgraças sempre ganham um CHARME depois de uns anos (vide Top 10 humilhações).

  • 12. Luís Felipe  |  14/09/2009 às 13:49

    Aquele Aílton do Náutico deve estar buscando uma vaga no mundial de SALTOS ORNAMENTAIS. O cara se atira mais que o Marcelinho Carioca na época do Corinthians, tá louco.

    FATO.

    me chama atenção desde o ano passado, isso. Há muito tempo eu não via um jogador atuar tanto tempo deitado!

    mas na época, me lembrou o Iranildo.

  • 13. Luís Felipe  |  14/09/2009 às 13:56

    vem cá, me chega aqui a informação de que com a contratação do Rochemback e a saída do Nilmar, a folha salarial do Grêmio ultrapassou a do Inter. Isso teria saído na Placar. Alguém sabe?

  • 14. André K.  |  14/09/2009 às 14:04

    Quanto é a folha do Inter?

  • 15. Luís Felipe  |  14/09/2009 às 14:10

    seria 3,2 milhões mensais contra 3,6 do Grêmio, segundo essa informação. Mas saiu na Placar alguma coisa mesmo?

  • 16. André K  |  14/09/2009 às 14:14

    A folha do Grêmio não é 3,6.

  • 17. Rudi  |  14/09/2009 às 14:16

    qual salário de rock and beck?

  • 18. Frank  |  14/09/2009 às 15:09

    #13

    Aí sim, nós já podemos ir pra casa cortar os pulsos…
    Uma folha de pagamento gremista MAIOR para um elenco MUITO PIOR do que o colorado, é pra chorar…
    Pede pra sair DK!

  • 19. Lourenço  |  14/09/2009 às 15:10

    #15 Deve estar incluindo o Zinho, o Gilberto e o Jorginho (irmão do Júnior Baiano) nessa folha salarial.

    Grêmio ganha com duas assistências do Douglas Costa. Não foi isso?

  • 20. Wilson  |  14/09/2009 às 15:27

    Náutico… affff!!!

  • 21. Lorenz  |  14/09/2009 às 15:35

    21

    Olha aí… impedimento é tão famoso que até o patrocinador dos clubes vem reclamar por aqui…

  • 22. Leanderson  |  14/09/2009 às 16:42

    Finalmente alguem que não é petista escrevendo. Parbéns.

  • 23. Guilherme  |  14/09/2009 às 16:54

    .19

    Só PODE ser essa a explicação, senão eu vou lá de foice!!

    E mesmo que seja menor, foi gasto grana DEMAIS nas ruindades que tem no Olímpico, não interessa quanto foi.

  • 24. Frank  |  14/09/2009 às 17:09

    “Em suma, vencemos porque desde 2005 o Aflitos é a nossa segunda casa!”

    Por essas e por outras que torço para que o Náutico não seja rebaixado… GRE-NAU é sempre emocionante nos Aflitos…

  • 25. Ernesto  |  14/09/2009 às 18:35

    Quem que é petista e escreve aqui no impedimento ?

    Ainda existe esse ranço nazi-fascista contra o PT ? Achei que tivesse acabado essa viagem.

  • 26. fino  |  14/09/2009 às 19:50

    Concordo com o relator.

    Só assisti o segundo tempo e achei uma bosta… estou até relativizando a bronca dos colorados com as retranquinhas do pastor… esse autuori é pior que o treinador erothico, faz gol e bota até as enteadas na defesa (ns)

    Se pegarmos vaga na Libertadores vai ser melhor que a encomenda.

    Agora que o chá de banco parece estar dando resultados no futebol do farsante, o Maxi vai protagonizar as chilicadas? E o bostera, digo herrera, me mata de desgosto.

    E a derrota do Inter foi um alento, to secando loucamente.

  • 27. Sanchotene  |  14/09/2009 às 20:37

    Re 22

    E onde externei no texto minhas opções políticas?!

    Ademais, eu sou um não-tudo em política. Sou completamente outsider. Acho que essa gente é objeto de estudo; não, alguém com quem se possa debater…

  • 28. João Paulo  |  15/09/2009 às 00:13

    Fluzão começa a milagrosa arrancada contra o Grêmio. Preparem-se.

  • 29. Serramalte Extra  |  15/09/2009 às 02:06

    Milagrosa arrancada ao encontro do SANTA CRUZ na série D…

  • 30. Topolski  |  15/09/2009 às 02:43

    #29 hahaha!

    Flu só vai pagar o que deve.

    E vamo rumo a Copa do Brasil, esse ano vai ser só pra treinar o time.

  • 31. Gustavo  |  15/09/2009 às 08:39

    #25: ranço nazi-fascista? Deusolivre…
    Não sei se é petista, mas o Cassol já deixou claro que é de esquerda.

  • 32. Sanchotene  |  15/09/2009 às 10:32

    Re 25

    Ernesto,

    Por que ser contra o PT (ou partido similar) é ser nazi-facista rancoroso?

    Foste jogar a água fora e o bebê voou pela janela…

  • 33. Jader Anderson  |  15/09/2009 às 11:12

    “Foste jogar a água fora e o bebê voou pela janela…”

    Melhor analogia… copiarei

    haeheahaeh

  • 34. Samir  |  16/09/2009 às 00:36

    o quarto motivo foi o victor mermão! e dále gremio, 106 anos!

  • 35. Leandersson  |  16/09/2009 às 13:17

    #25 Petista!!!

  • 36. Daniel Hübner  |  16/09/2009 às 15:52

    re 32

    Ser contra o PT não é ser nazista ou fascista, é ser INTELIGENTE!

  • 37. Luiz  |  17/09/2009 às 10:01

    Eu como petista acho bom a democracia partidária, mas apenas entre as correntes internas do PT, apoio todos escritores petistas deste blog, vão ler a ZH seus Nazifascistas

  • 38. Rafael Chat  |  18/09/2009 às 12:09

    #37
    Nazifacista é tu o intolerante!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • Tradição será interrompida abruptamente ano que vem porque na Série C os grupos são regionalizados e, se o Santa ca… twitter.com/i/web/status/9… 7 hours ago
  • Santa Cruz criando uma tradição anual de golear um time gaúcho depois de ser rebaixado. Ano passado, 5x1 no Grêmio. Agora, 5x1 no Juventude. 7 hours ago
  • @Kiromba No caso, o Ipatinga era o lanterna e foi o primeiro rebaixado. 1 day ago
  • @Kiromba 2008. Naquele ano, o Ipatinga só confirmou matematicamente a queda na 37ª rodada. 1 day ago
  • Vence o Avaí e a disputa mais quente contra o Z4 agora tem quatro times COLADOS na luta por um lugar fora do buraco… twitter.com/i/web/status/9… 1 day ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: