História de um delegado

08/09/2009 at 07:00 14 comentários

O mais espetacular na expulsão de Antonio Lopes no jogo Atlético-PR 0 x 0 Flamengo é que não é a primeira vez que a cena acontece: além de falar Fulano tá bem, Beltrano tá bem”, o delegado também gosta de dar voz de prisão a auxiliares que atravessam seu caminho.

No domingo, o treinador de vasta testa deu mais uma voz de prisão em sua carreira. Foi no empate entre Atlético-PR e Flamengo. O ex-delegado da Polícia Civil passou o primeiro tempo lançando olhares para o bandeira Altemir Hausmann, que o delatou ao árbitro Leandro Vuaden. Expulso de campo, Lopes não teve dúvidas: pediu a prisão do bandeirinha.

Dessa forma, confirmou-se a expectativa do Atlético Paranaense, que contratou Antonio Lopes basicamente para que ele exercesse a profissão de DELÊGA, como demonstra a notícia abaixo, da época de seu retorno à Arena da Baixada.

delegado

Antonio Lopes teve seu melhor momento como treinador no Vasco da Gama – campeão brasileiro e da Libertadores -, mesmo clube onde começou no futebol como preparador físico. No seu site pessoal, ele relata a forma peculiar como entrou no Vasco: aliviando a barra do então goleiro Andrada e descolando uma vaga de preparador.

Em 1974, eu era comissário na Praça Tiradentes. O Hélio Vígio, preparador físico do Vasco nesta época, apareceu lá. O carro do goleiro Andrada tinha sido apreendido e ele me pediu para resolver a situação. Vi o processo, ele pagou a multa e o carro foi liberado. Neste papo, o Vígio perguntou se eu não queria ir para o Vasco. Tinha uma vaga lá para preparador físico e eu, formado, podia trabalhar como auxiliar do Mário Travaglini. Aceitei na hora.


Lopes e Hélio Vigio, no Vasco em 1976

O hábito de mandar prender os maus auxiliares foi desenvolvido ao longo de sua carreira como treinador, mas teve como ápice o ano de 1992. Na época dirigindo Internacional, clube com o qual seria campeão da Copa do Brasil daquele ano, mandou prender o quarto árbitro durante um Gre-Nal vencido pelo Grêmio por 2 a 0.

Ao longo dos séculos, Lopes foi mostrando que é um treinador polêmico, destes que atira a bola contra um adversário caído e enfrenta repórter sabichão (coisa que todos gostaríamos de fazer, mais até que prender um juiz de futebol), mas nada supera o grande momento de sua carreira, também no Vasco, quando escalou uma mureta para conferir o material de ROBERTA CLOSE, que visitava o vestiário vascaíno.

Confira comigo no replay:

Maior treinador em atividade no País.

Um abraço,
Daniel Cassol

Anúncios

Entry filed under: Brasileiro, Clubes.

Relatório Franciel Nervos de aço

14 Comentários Add your own

  • 1. Francisco Luz  |  08/09/2009 às 08:12

    Apresentador do programa sobre o repórter gozadinho tem a maior lata de CHIMARRUTS que eu já vi na minha vida.

  • 2. Luís Felipe  |  08/09/2009 às 08:34

    caramba, não lembrava do MATA-COBRA nas costas do jogador do Fluminense.

    dois momentos do Antônio Lopes:
    – “Tinga visivelmente se atirou, pra mim o árbitro foi bem” Inter 1×1 Corinthians, 2005

    – Ele jogando de volta para a torcida as pedras que os equatorianos atiravam no banco, Vasco X Barcelona de Guayaquil, final da Libertadores 1998.

  • 3. Luís Felipe  |  08/09/2009 às 08:35

    aliás, post sensacional.

  • 4. alisson  |  08/09/2009 às 08:57

    Esse Lopes é muito figuraça!

    EU QUERO REGISTRAR UM BOLETIM DE OCORRÊNCIA!

  • 5. Felipe (o catarina)  |  08/09/2009 às 09:36

    “no Vasco, uma visita feminina. OU QUASE”.

    ahauahauhauhauahaua. Como vocês dizem: MORRI!

  • 6. Gabriel R.  |  08/09/2009 às 09:48

    A cara do Antonio Lopes dando uma birolhada na Roberta Close é espetacular, uma mistura de desejo com pecado..

    ld;skfhlsfg;aldkgj

  • 7. Gabriel R.  |  08/09/2009 às 10:04

    Em touro indomavel…

  • 8. Prestes  |  08/09/2009 às 10:59

    Criei ódio do Lopes pela história do Tinga, mas absolutamente geniais os vídeos!

  • 9. Prestes  |  08/09/2009 às 11:03

    Cara, aquele post do Robinho conversando com o Gabeira é das coisas mais geniais já feitas no Impedimento!!! Releiam!!!

  • 10. Godo  |  08/09/2009 às 12:20

    Milena Ceribelli na fleur de la edad.

  • 11. Diogo  |  08/09/2009 às 12:54

    Antônio Lopes e seu modus “conta tudo pra sua mãe Quico” operandi.

  • 12. Yuri  |  08/09/2009 às 15:09

    Valeu Antônio Lopes, pelo título de 2005, não esquecerei jamais, apesar de achar que Márcio Bittencourt foi dispensado injustamente… mas deu tudo certo no final e é isso. Talvez Bittencourt se perdesse no final, ou não… vai saber.

    Porque não mandou prender o bandeirinha do jogo contra o Goiás????? Pelo menos deu uma bronca nele!!!!!! Valeu, Antônio Lopes. O que vale é taça no armário.

  • 13. zobaran  |  08/09/2009 às 21:47

    Só os vascaínos vão entender: Maricáááááááááááááááá!!!!

  • 14. Raphael Zarko  |  08/09/2009 às 22:27

    em defesa do lopes, querido delegado (q ainda tem vaga no vasco, talvez como auxiliar do rodrigo caetano), ele nao foi mal educado com o repórter eduardo destri, como deu a entender o capitao gancho apresentador daquele programa do parana. o cara fez cara de bunda à toa. cara de chorao. foi o classico, “vc tem sua opiniao, eu tenho a minha”. apenas isso.
    implicancia boba daquele pessoal. o cara tem o direito de escalar e substituir mal. ele nao é “delegado” pejorativamente por isso. qualquer pessoa em seu estado normal, teria se irritado com o tom do “repórter”. como alguém fala assim: “o problema é teu”. me decepcionou um bocado ele nao ter sido mais incisivo e ter dado voz de prisao, como faz de costume.
    desculpem o desabafo. viva lopes, viva a história do vasco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: