Rochemback, Dunga e o fim do ciclo

01/09/2009 at 15:30 82 comentários

Fábio Rochemback de tricolor. Foto: Site do Grêmio

Ali pelo ano de 2001, a Placar fez uma capa com o título “Peleia Braba”, comparando dois jovens volantes que estavam surgindo na dupla grenal e jogaram muito bem o Sul-Americano Sub-20, Eduardo Costa e Fábio Rochemback. Um mais raça, o outro mais técnica. Vi ambos jogarem aquele campeonato e não tive dúvidas que estava vendo a nova dupla Mauro Silva-Dunga. Como se completavam, aqueles dois.

Eduardo Costa era a força, a gana, às vezes o exagero. Marcação quase sempre implacável e posicionamento bem acima da média. Simplificava, dava para o lado, pois tinha boa companha. Rochemback era volante box-to-box, como dizem os ingleses, com o perdão da heresia.Corria de área a área, sempre simplificando o jogo e dando passes para a frente. Driblando e prendendo a bola quando necessário, arrematando com chutes precisos de fora da área.

O terceiro homem era Fernando Menegazzo, que era do Juventude e depois atuou no Grêmio. Fernando era um pouco menos comprometido, mais peladeiro, mas tinha liberdade para jogar com a absurda segurança dos dois cães de guarda às suas costas. Tive que consultar o ORÁCULO do futebol para lembrar quem era o quarto homem: ANDREZINHO, ele mesmo, de enganche para um ataque de Adriano Imperador e Ewerthon, ex-Corinthians.

No meu imaginário, em uma época na qual Leão levava Leomar e outros salames para vestir a amarelinha, Eduardo Costa e Rochemback formavam a dupla perfeita. Talvez Émerson poderia completar, com Ronaldinho como quarto homem…taí, um quarteto gaúcho na linha média da Seleção. Somos melhores em tudo. A base da Copa de 2002 é melhor por que é nossa.

Eduardo Costa e Rochemback tiveram algumas oportunidades em amistosos. Foram duramente perseguidos pela imprensa do centro do país, que os considerava volantes toscos. Nunca esqueço de um jogo no qual o narrador, Milton Leite, só faltava torcer contra a Seleção por ter os dois com a 5 e a 8. Felipão era o treinador e levou ambos para a Copa América de 2001. Émerson também estava no time, mas nunca ao lado dos dois – três volantes toscos e gaúchos era pedir carta de demissão. Jogavam Alex e Juninho Paulista à sua frente. Sem Fábio, mas com Eduardo Costa e Émerson num 3-5-2, o Brasil foi eliminado por Honduras nas quartas-de-final. Metade do time foi jogada na cruz em chamas – entre eles Alex, Jardel, o centroavante Guilherme e a dupla de volantes que eu imaginava reeditar Dunga e Mauro Silva.

Roca no Barça. UOL

Fábio R. surgiu no Inter com essa alcunha (para não confundir com Fábio Pinto) o número 26 nas costas e a incredulidade do meu irmão, que trabalhava na base do Inter naquela época. “O Fábio? Logo o Fábio?”, perguntava chocado, argumentando que havia pelo menos uns 4 jogadores melhores que ele no time júnior. O ano era 2000, o treinador era Zé Mário e quase todos os volantes do Inter se lesionaram ao mesmo tempo, obrigando o Rain Man a puxar o reserva do júnior para uma partida contra a Portuguesa no Canindé.

Entrou no lugar de Carlinhos (!) e não saiu mais do time. Compôs com Leandro Guerreiro e Marcelo Padeiro (!!!) o trio de volantes que carregou o Inter à segunda fase do Brasileiro, depois às quartas-de-final. Naquela fatídica tarde do Mineirão, Rochemback fez o segundo gol, coroando um campeonato brasileiro de altíssimo nível. Coroado por partidas sensacionais como o 3×0 no Flamengo, com direito a “já vai” em Denílson. Com nove meses de profissional, foi vendido em 2001 ao Barcelona pela bagatela de 12 milhões de euros, sendo o terceiro jogador mais caro da história do Rio Grande do Sul.

Lá se vão nove anos. Nesses nove, acompanhei pouco a carreira dele. Sei que foi ídolo no Sporting de Lisboa – quando vi a final da Copa da UEFA no Alvalade, em 2005, achei impressionante o número de bandeiras com o seu rosto e o número 26. Roca, era chamado. Vestiu a 10 no time ruim do Middlesbrough na Inglaterra. Na Europa, se destacou pelos gols de falta.

Churras na Inglaterra. Foto: GE.com
Melhor churrasco

Tanto tempo se passou que ninguém deu um suspiro sequer de lamentação nas hostes vermelhas por ver ele assinar com o Grêmio. Mesmo as perguntas sobre o assunto foram respondidas com serenidade por Fábio: “não me encham o saco, sou profissional e ninguém mais lembra de mim de vermelho”, digo eu, traduzindo as suas entrevistas. Eduardo Costa, o seu melhor companheiro, passou pelo Grêmio dia desses. Fez um bom campeonato em 2007, que se perdeu com o descontrole emocional das voadoras em Claiton e afins. Foi nulo no São Paulo e foi ao Monaco da França. Fernando Menegazzo foi banco de Tinga no Grêmio em 2002, antes de viajar à França e nunca mais voltar. Dos três bons volantes daquele tempo, Rochemback fecha o ciclo com a camisa tricolor.

Um amigo sportinguista, com a mágoa da ingratidão aos ídolos que têm más segundas passagens, sentencia: “está gordo, nem se mexe”. Bom, gordura se perde com musculação, futebol dificilmente se perde. No meu imaginário de quem lembra Rochemback como um dos melhores volantes da história recente do Inter, vejo no novo reforço gremista a melhor resposta à contratação de Tinga em 2005.

Resta saber se minha imaginação está correta.

Até a vitória,
Luís Felipe dos Santos

Anúncios

Entry filed under: Brasileiro.

Cerro e Olimpia brigam com o toco da faca 86 anos e muita história pra contar

82 Comentários Add your own

  • 1. valdomiro  |  01/09/2009 às 15:37

    Mas que esteja gordo então “Ora Poishhhhhhhh”.
    E existem aqueles que defendem que a gordura (Ser parrudo como dizia meu avô) nada mais é do que saúde. Portanto temos um saudável meio-campo.

  • 2. marlon  |  01/09/2009 às 16:14

    tchê, se gordura fosse saúde RONALDO seria ESCULÁPIO [ns].

    pior que acho que vai jogar muita bola, esse desgramento. não é que nem o daniel carvalho, que só veio pro inter comer churras, dar banda de porsche na FOLHARADA e tirar uma férias do frio russo.

  • 3. arbo  |  01/09/2009 às 16:27

    bah, mto bom. só discordo de uma coisa: a última passagem do E. Costa pelo Grêmio foi uma grandíssima bosta. se eu fosse de soltar foguete teria soltado um no dia q o São Paulo o contratou.

  • 4. Pato  |  01/09/2009 às 16:29

    não jogará nada. mais uma CAGADA da direção gremista. porém nada supera a contratação do herrera ao invés do PARAÚCHO.

  • 5. Carlos  |  01/09/2009 às 16:42

    #3 e #4 (a parte do Paraúcho, realmente lamentável)..
    Falou e disse, Arbo.

    Bom texto, LF…

    MAS, urge a contratação de alguém pela impedicorp pra falar sobre o grêmio…

  • 6. izabel.  |  01/09/2009 às 16:42

    eu assisti sporting x belenenses ano passado no alvalade, e rochembach foi um dos mais ovacionados, e o ‘cara do microfone’ fez mó auê na hora de anunciá-lo. (liedson tava lesionado na época). e, ainda, rochembach foi um dos mais importantes em campo, embora tenha sido um joguinho muito feio, e o belenenses era o penúltimo colocado do campeonato.

  • 7. izabel.  |  01/09/2009 às 16:44

    ah, e quem foi que listou ‘enganche’ como a chave pra se descobrir se o autor do texto era o magoado LF? muito bom. realmente é certeiro.

  • 8. Gustavo  |  01/09/2009 às 16:49

    Um amigo meu, de Soledade, disse que os Rochemback são meio mal falados por lá… que já teve alguns óbitos creditados ao papai Roca. E que o Fábio é só CARREIRA e CANHA.

  • 9. Lourenço  |  01/09/2009 às 16:54

    É bom lembrar que o Fernando jogou a Copa América de 2007, não é um que foi para a Europa e nunca mais apareceu.

    No mais, Luís Felipe é leitura obrigatória. Mesmo quando eu não concordo com nada (nem é o caso do texto agora), vale a pena ler.

  • 10. arbo  |  01/09/2009 às 16:56

    “No mais, Luís Felipe é leitura obrigatória. Mesmo quando eu não concordo com nada (nem é o caso do texto agora), vale a pena ler.”
    tenho a nítida impressão de já ter lido a MESMA EXATA frase em um post do passado.

  • 11. Anônimo  |  01/09/2009 às 17:04

    Eu tô tão preocupado com o Rochemback nos azuis quanto com o aniversário do corinthians.

  • 12. Lourenço  |  01/09/2009 às 17:07

    #10
    Não de minha boca (ou do meu teclado, no caso).

  • 13. Guilherme  |  01/09/2009 às 17:09

    Não sei se ele vai jogar bem ou não, mas que ser ídolo no Sporting não serve pra parâmetro pra nada, a não serve mesmo.

    Enfim, ele joga ali até o William Magrão se recuperar.

  • 14. Tiago Medina  |  01/09/2009 às 17:19

    Esse aí sempre foi gremista, certo!

  • 15. Tri  |  01/09/2009 às 17:20

    Por que vocês não chamam o Demori pra ser blogueiro fixo do Imped?

  • 16. Altamir de Souza  |  01/09/2009 às 17:25

    Baita reforço! tenho esperança de que com ele e o Lúcio possamos buscar uma melhor colocação no campeonas.
    E apesar de respeitar o futebol lento Tcheco, acho que ele ja cumpriu seu ciclo no Grêmio, fora o fato que ele joga só de meia, sem chuteira.

  • 17. fino IN MEMORIAN  |  01/09/2009 às 17:30

    W Magrao
    Rochemback
    Douglas ou Renato
    Souza

    huhuhuhu

  • 18. arbo  |  01/09/2009 às 17:40

    to com os 16 e 17

    victor
    mário
    réver
    r marques
    lúcio
    W Magrao
    Rochemback
    Douglas ou Renato
    Souza
    máxi
    jonas (?!)

    versão de exposição sanchoteniana:
    V
    MRRML
    WMRDCS
    MLJ

    kjgkdsjgk

  • 19. fino IN MEMORIAN  |  01/09/2009 às 17:59

    Sou só eu ou sempre no fim do primeiro parágrafo eu já sei de quem é o texto?

    principalmente

    FRANÇUEL
    LF
    CASSOL
    DOUGLAS

    Os outros não identifico com tanta clareza ainda, mas acho que é pelo volume menor de textos lidos…

  • 20. Prestes  |  01/09/2009 às 18:01

    “MAS, urge a contratação de alguém pela impedicorp pra falar sobre o grêmio…”

    Carlos, o problema é que os gremistas têm muita raça, mas pouco talento, uhasduhasduhasduhasduhasduhasduhasduhasduhasduhasduhuhasduhasd

  • 21. arbo  |  01/09/2009 às 18:10

    na impednua um carrinho não é problema algum, prestes

  • 22. izabel.  |  01/09/2009 às 18:17

    #20 ahfljafjafjafkaljf

  • 23. Ernesto  |  01/09/2009 às 18:18

    “Um amigo sportinguista, com a mágoa da ingratidão aos ídolos que têm más segundas passagens, sentencia: “está gordo, nem se mexe”.

    Acho que além de magoado, ele vê jogos, exerga o futebol. Resumindo, é um REALISTA, que não se atém a paixões do futebol. Sabe muito esse português aí. Que nao tem essa de ídolo. Especialmente porque os fãs, pra esses putos, não valem nada.

    Tu, como bom estudioso, entendedor, conhecedor, informado do futebol, sabe bem o que ele diz com essa “mágoa” – vide caso DANIEL BARRIL DE CHOPP DE CARVALHO MASCARADO.

    E outra: Que essa contratação tem que ver com o Tinga ? O Tinga ja foi, ja veio e já foi. Faz quatro anos. Nao tem resposta nenhuma.

  • 24. Vicente  |  01/09/2009 às 18:22

    Sobre o Sporting: li uma pesquisa na qual ele figurava como a QUARTA maior torcida de Portugal. Atrás do Benfica, do Porto e [só um pouco atrás] do…

    MANCHESTER UNITED.

    Tempos de C. Ronaldo na Inglaterra, é claro. À época, o Real Madrid contabilizava meio milhão de torcedores em Portugal. Hoje em dia deve ser o terceiro.

    E vocês achando que ser de MG e torcer pra time carioca era o fim da picada…

  • 25. Wilson  |  01/09/2009 às 18:22

    Fulham x M’Boro era o jogo. Eu trampando. Sei lá por que cargas d’água uns figuras de Middlesbrough vieram puxar papo. Faltava uma hora pro começo do jogo (marcado pro meio-dia ou uma da tarde) e os tiozão do churrasco já tavam pra lá de Bagdá… depois de uns minutos de conversa sobre o Juninho, veio esse trecho, que encerrou o papo de um modo constrangedor.

    — Eu sou torcedor do Inter, time de onde veio o Fábio.
    — Ah é? Pois então leva aquele fucking bastard de volta.

  • 26. rafael botafoguense  |  01/09/2009 às 18:28

    hahaahaah se ferrou

  • 27. fino IN MEMORIAN  |  01/09/2009 às 18:29

    por falar nisso, o cassol deve ter se empredado afu… pra me vir com aquele video do zina…

    pronto, falei.
    ç
    skldflks
    klçç~ç~sadã~dflkasfd

    asjkdasdklklklkllaaaaaaaaaaa

  • 29. izabel.  |  01/09/2009 às 18:42

    vicente, pior: http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/Brasileirao/Serie_B/0,,MUL1288633-9828,00-ATLETICOGO+FAZ+PROMOCAO+PARA+TORCIDA+DO+FLAMENGO+APOIAR+TIME+CONTRA+O+VASCO.html

  • 30. Felipe (o catarina)  |  01/09/2009 às 18:43

    já citaram Sporting, Belenenses, Porto, Benfica, Manchester United, Fulham, Real Madri e Middlesbrough nos comentários. Eu também cometi a heresia de citar Grasshopper em outro comentário. Impedimento não é mais o mesmo. Vou me policiar mais, prometo. Tomem vergonha na cara vocês também.

    mudando de alhos pra bugalhos, faço novamente o convite que fiz na época de Avaí x Grêmio: camaradas colorados que vierem ver o clássico sulista e aproveitar as maravilhas de Florianópolis no feriadão, entrem em contato pra tomarmos uma gelada na Toca do Leão (rimou). Fiquem tranquilos que a torcida do Avaí vai receber todo mundo bem.

  • 31. JB  |  01/09/2009 às 19:41

    Oh Catarina,
    morei em Floripa um tempão, tenho um compadre avaiano. Não estava aí no Avaí X Grêmio, alguém fez contato?
    Convite retribuido se quiseres vir (mais) ao Sul no próximo embate de azuis.

  • 32. JB  |  01/09/2009 às 19:43

    Catarina,
    me esquecí de comentar, tenho uma sobrinha jogando nas “Leoas”.

  • 33. zobaran  |  01/09/2009 às 20:01

    ótima leitura, mas discordo de todo o conteúdo.

  • 34. Álisson  |  01/09/2009 às 20:03

    Chê, eu tive um suspiro (vários) quando ro Rockembach assinou com os azuis.

    Foi um dos melhores volantes que eu vi jogar com a vermelha. Marca, arma e bate de fora da área. Se não desaprendeu, e eu não acredito nisso, é uma ótima contratação do pessoal da azenha.

  • 35. Lucas Cavalheiro  |  01/09/2009 às 20:18

    Em 2001 eu comecei a frequentar o Beira-Rio. Estava em Poa fazia 1 ano e resolvi acompanhar mais de perto o colorado.

    E concordo contigo, LF: foi um dos melhores volantes que eu vi jogar. Se jogar 50% do que jogava no colorado, os azuis fizeram uma excelente contratação.

  • 36. Lucas Cavalheiro  |  01/09/2009 às 20:27

    E essa lista das 10 maiores transferências do futebol gaúcho só complementa o que já disse aqui inúmeras vezes: a categoria de base do Inter sempre priorizou garotos habilidosos, enquanto que a gremista sempre optou por jogadores de porte físico avantajado.

    Das 10 maiores vendas, 7×3 pro Inter, ou R$ 193,8 mi x 62 mi, praticamente 3x o valor.

  • 37. Jader Anderson  |  01/09/2009 às 20:36

    Se anderson e carlos eduardo sao de físicos avantajados, mel dels o inter vende esqueletos!!!

  • 38. Jader Anderson  |  01/09/2009 às 20:39

    Falando sério, não acredito que seja mesmo questao desse paradigma que citaste… acho que é por que o inter tem mais gente boa na base e o gremio nem tanto.

  • 39. Álisson  |  01/09/2009 às 20:45

    O investimento do Inter na base é alto, creio eu.

  • 40. Felipe (o catarina)  |  01/09/2009 às 21:00

    Beleza, JB. Eu pretendia assistir os jogos em Ctba e POA esse ano. Mas aí me marcaram o jogo contra o Inter num domingo à noite e contra o Grêmio num dia de semana, em horários impróprios para quem começa a labuta às 7h da madrugada. Os dois jogos em Curitiba foram em horários perfeitos (sábado, 18h30), mas um primo meu de Laguna resolveu se casar justo no dia do jogo com o Atlético.

    Restou esse jogo com o Coxa, que eu não podia perder por nada nesse mundo. Foi legal, apesar da derrota. Só tinha visto jogo do Avaí fora de casa aqui em SC mesmo.

    Ano que vem espero estar aí em POA. E tava na torcida pra Paraná e Juventude subirem também pra poder ir a mais jogos fora, mas acho pouco provável que isso aconteça.

  • 41. douglasceconello  |  01/09/2009 às 21:12

    “obrigando o Rain Man”

    Morri INSOFISMAVELMENTE.

    Bela análise, LF.

    Eu também achava Rochemback um jogador de EXCEÇÃO.

    Que não jogue nada, pois. uasdhfiadsu

  • 42. Leandro Demori  |  01/09/2009 às 21:16

    Como vi que citaram meu santo nome aqui, eis-me.

    1. Fábio R. = ninguém sabe nada de nada de coisa alguma sobre como tá jogando, nem quem vai pagar o salário (principalmente). Grêmio, sempre comprometido com seu coração e con o cânser na cabessa;

    2. Resposta ao CTG #35 (NS) – Lucas:
    a) contabiliza o ABANDONO DE EMPREGO do Dentone Gaócho nessa tua conta, que nesse caso faria sentido CASO…
    b) as “10 maiores contatações” fossem válidas pra média de qualquer coisa de coisa alguma (não são, detalhe okkk).

    Fosse assim tu contabilizaria o Kaká como “brucutu” no São Paulo (8,5 milhões de BERLUSCONIS), no mesmo nível do Lucas Xuxa e inferior ao Fábio R.

    ALIÁS, se orgulhar de vender jogador É FODA, heinhô. Contramão na Ipiranga de Chevette e munhequeira.

    Europeu é bicho burro, os valores que eles pagam em nada correspondem com o nível dos jogadores (pra cima e pra baixo). Uma transação do EDINHO do Lecce pro Genoa seria muito mais alta do que a venda do Guinazu. Eles só conseguem montar os times que montam por que COMPRAM TODO MUNDO (bom método – anotar c/c Meira cco F. Carvalho).

    3) #15 – Jamais vi esse “Tri” comentar no Impedimento e, na estréia, ele já pede o meu PASSE. É fake (bloquear IP urgente [URG])

  • 43. Anônimo  |  01/09/2009 às 21:31

    Re 35-37

    Duas coisas:

    I. O Grêmio anda desesperado financeiramente e não tem muita força para negociar. O Inter pode se dar ao luxo de recusar propostas e esperar o melhor valor.

    II. O Inter costuma formar mais atacantes, que valem muito mais do que meias. E valorizam muito mais rápido. Meias valorizam-se mais maduros, normalmente quando já saíram do clube (vide I).

    Sanchotene

  • 44. izabel.  |  01/09/2009 às 21:33

    “ALIÁS, se orgulhar de vender jogador É FODA, heinhô. Contramão na Ipiranga de Chevette e munhequeira.”
    sensacional. resume tudo.

  • 45. Jader Anderson  |  01/09/2009 às 21:46

    Por isso que eu treino atacantes no Hattrick!

    hehehe

    De acordo sanchotene… mesmo assim acho as safras do inter melhores que as do gremio independente de posição. Fato também é que o inter está com capital e vendendo bem.

  • 46. Topolski  |  01/09/2009 às 22:11

    W Magrao
    Rochemback
    Douglas ou Renato
    Souza

    puta merda hein, e quem marca nesse meio campo?

    Pra mim é

    Adilson
    Magrão
    Rochemback
    Souza

    Douglas só pode jogar de falso atacante. Ele ainda tem que aprender posicionamento e de preferência um transplante de cérebro

  • 47. fino IN MEMORIAN  |  01/09/2009 às 23:27

    que seja, polaco.

    se tirou o tcheco do time, é dusmeu

  • 48. Anônimo  |  01/09/2009 às 23:29

    Demori returns.

  • 49. Lucas Cavalheiro  |  02/09/2009 às 00:38

    Os que discordaram de mim na verdade concordaram (NS).

    a) contabiliza o ABANDONO DE EMPREGO do Dentone Gaócho nessa tua conta, que nesse caso faria sentido CASO…

    Não. Não foi venda.

    Fosse assim tu contabilizaria o Kaká como “brucutu” no São Paulo (8,5 milhões de BERLUSCONIS), no mesmo nível do Lucas Xuxa e inferior ao Fábio R.

    Não. Estava tratando apenas do caráter econômico.

    ALIÁS, se orgulhar de vender jogador É FODA, heinhô. Contramão na Ipiranga de Chevette e munhequeira.

    Não é se orgulhar. Mas olhar a lista de forma crítica nos faz tirar conclusões a respeito da competência das direções dos clubes. Afinal, qual a principal fonte de renda dos clubes?

    I. O Grêmio anda desesperado financeiramente e não tem muita força para negociar. O Inter pode se dar ao luxo de recusar propostas e esperar o melhor valor.

    II. O Inter costuma formar mais atacantes, que valem muito mais do que meias. E valorizam muito mais rápido. Meias valorizam-se mais maduros, normalmente quando já saíram do clube (vide I).

    I. A causa do desespero está na concepção errônea na administração das categorias de base, que priorizavam força e não habilidade (ninguém me contou, eu vi isso jogando contra os caras)

    II. O Inter forma mais atacantes porque valem mais. Mas por que forma mais? Porque procura mais, simples. Dois exemplos autoexplicativos: Pato era de Pato Branco e o Marquinhos é de Selbach. Quem já esteve nessas cidades?

  • 50. Topolski  |  02/09/2009 às 02:31

    Selbach já. Ou vai dizer que nunca ouviu?

    Por isso o Grêmio trouxe o Carlos Eduardo de Ajuricaba.

    Mas essa do Inter priveligiar atacantes é certa. O Grêmio sempre tem que ter um centroavante aipim, coisa não comum na beira-lago

  • 51. Leandro Demori  |  02/09/2009 às 06:04

    Lucas:

    a) contabiliza o ABANDONO DE EMPREGO do Dentone Gaócho nessa tua conta, que nesse caso faria sentido

    Não. Não foi venda.

    Você está analisando o volume de vendas/valor dos jogadores pra medir a qualidade da formação da base. Não importa se o Dentone foi vendido ou não, o que importa é o preço era o o dobro do Pato e tinha comprador. Ter caído fora se aproveitando da lei, nesse caso, não importa.

    Fosse assim tu contabilizaria o Kaká como “brucutu” no São Paulo (8,5 milhões de BERLUSCONIS), no mesmo nível do Lucas Xuxa e inferior ao Fábio R.

    Não. Estava tratando apenas do caráter econômico.

    Não, não estava. Estava dizendo que o valor arrecadado é proporcional à qualidade da base (ou de “garotos habilidosos”), o que não é necessariamente verdade pois, muitas vezes, os clubes negociam mal.

    ALIÁS, se orgulhar de vender jogador É FODA, heinhô. Contramão na Ipiranga de Chevette e munhequeira.

    Não é se orgulhar. Mas olhar a lista de forma crítica nos faz tirar conclusões a respeito da competência das direções dos clubes. Afinal, qual a principal fonte de renda dos clubes?

    Faz ver a competência de negociar, não de formar.

    Além de tudo, vocês não estão contando com o fator BANDITISMO nisso tudo: 68 mil interessados em vender Fulano e Ciclano pra botar dinheiro no próprio bolso. Isso não tem nada a ver qualidade.

  • 52. Leandro Demori  |  02/09/2009 às 06:08

    Eu já estive em Pato Branco.

    Como tem mulher gostosa, nossa (adoro).

  • 53. Carlos  |  02/09/2009 às 08:01

    LD, Bah. Seja MUITO BEM VINDO. E de preferência, contratado.

    Chega dessa coloradagi safada, sem vergonha escrevendo sobre o Grêmio.

    açlsdkçsadkaskçldçkasdkas

  • 54. Jader Anderson  |  02/09/2009 às 08:35

    whois “Demori”

  • 55. alisson  |  02/09/2009 às 08:48

    A questão da venda de jogadores não mostra a habilidade dos dirigentes em fazer crescer os clubes.

    Mostra a habilidade dos dirigentes em prol daquela comissão experta para ele próprio e mais uma dúzia de atravessadores que sempre cobram seu quinhão em EUROS.

    Aliás, tem curso superior pra empresário de futebol? To pensando em mudar de profissão.

  • 56. Sanchotene  |  02/09/2009 às 09:43

    Re 49

    A causa do desespero chama-se, principalmente, ISL. Não tem nada a ver com a administração da base.

    Eu tenho inúmeras críticas à base gremista, não quero entrar em detalhes, mas a idéia de formar EQUIPES, sem priorizar posições, NÃO é uma delas.

  • 57. Gabriel R.  |  02/09/2009 às 09:48

    #55

    Alisson tai o que voce queria…

    http://www.perestroika.com.br/cursos/futebol/

  • 58. Felipe (o canoense)  |  02/09/2009 às 09:48

    O Zé Mário é igual ao Dustin Hofmann mesmo!!!

    E parei de ler quando mencionou o MINEIRAZO do Leandro Guerreiro… Comecei a chorar…

  • 59. Gustavo  |  02/09/2009 às 10:00

    Fico feliz em ver colorados contentes por venderem mais.
    Afinal, o futebol é um grande BOLICHO.

    Mas discordo que a base do Inter forme mais bons jogadores do que a do Grêmio. Concordo que venda melhor, isso sim.

  • 60. Pato  |  02/09/2009 às 10:30

    A Placar fez uma análise se os times brasileiros não vendessem jogadores para o exterior.
    O time do Grêmio era bem superior ao do Inter.
    Aliás, seria campeão brasileiro fácil.
    Só procurar no google.
    (muito embora a Placar não tenha credibilidade)

  • 61. Rudi  |  02/09/2009 às 10:33

    Pato#60

    renan

    ceará
    sorondo
    eller
    kleber

    sandro
    guina
    alex
    d’ale

    nilmar
    pato

    qual o time q a placar montou pro gremio?

  • 62. alisson  |  02/09/2009 às 10:39

    Acho que só contam os caras da base…

    Gabriel R. que coisa, eu não sabia que pra fazer picaretagem e excutar com perfeição a lei do Gérson já tinha até formação….

    haushuahsuashaushuasuhasuhasuahs

  • 63. Rudi  |  02/09/2009 às 10:41

    alisson, uma coisa é um time só com caras da base, a outra é como seria o time sem vender ninguém…
    não vi a placar, nem sei se o time dela é esse (seria o meu)
    mas acho que o time do gremio teria um ataque com anderson, carlos eduardo e ronaldinho, seria bastante forte, mas a defesa?

  • 64. dante  |  02/09/2009 às 11:17

    engraçado como as coisas tomam outra DIMENSÃO à medida que a conversa aumenta. tipo FOFOCA.

    eu não li que o inter forme “mais bons jogadores do que o grêmio” [#59]. também não li que havia alguém FELIZ com isso, nem orgulhoso, como escreveu o demori [#42].

    o que eu li [lucas, versículo 36] estava no nível dos fatos: o inter forma mais atacantes [“garotos habilidosos”], que são mais valorizados que jogadores de outras posições [e o sancho complementou essa ideia no #43].

  • 65. Gustavo  |  02/09/2009 às 11:21

    #64
    aprendi contigo

  • 66. dante  |  02/09/2009 às 11:31

    ?

  • 67. Leandro Demori  |  02/09/2009 às 11:50

    dante, é que eu li nas entrelinhas (mas precisa beber um pouco).

  • 68. Serramalte Extra  |  02/09/2009 às 11:59

    63, se os times não vendem ninguém, como que o inter COMPRARIA alguém?

  • 69. Rudi  |  02/09/2009 às 12:01

    Serramalte, por isso que essa simulação da placar não fecha…
    é algo surreal, pq sem a venda de jogadores não teria dinheiro pra investir nas categorias de base tb…

  • 70. Lucas Cavalheiro  |  02/09/2009 às 12:21

    #64

    Obrigado Dante. Deverias dar aulas de interpretação de textos.

  • 71. Leandro Demori  |  02/09/2009 às 12:26

    dante e Lucas:

    Colorado falando que o Inter vendeu um volume de $$ 3x maior do que o Grêmio nas 10 maiores vendas = dizer que o time forma melhores jogadores.

    Seria o mesmo se fosse um gremista falando a mesma coisa.

    Aula de interpretação de corneta. E de graça.

    dfkshfsda

  • 72. dante  |  02/09/2009 às 13:11

    lucas:

    dei essa COLHER DE CHÁ [ns] pra te homenagear porque hoje é o dia do fotógrafo.

    parabéns!

    demori:

    vire fotógrafo.

    sdgçlkdsflçkfdslç

  • 73. LEONARDO ST.  |  02/09/2009 às 13:28

    não achei no google a formação do Grêmio, mas poderia ser mais ou menos assim:
    Víctor
    Maicon
    Réver
    Polga
    Lúcio
    Rafael Carioca
    Lucas
    Ânderson
    Carlos Eduardo
    Ronaldinho Gaúcho
    Máxi Lopez (???)

    Émerson e Eduardo Costa estariam, enfim, saindo do time.

  • 74. Francisco Luz  |  02/09/2009 às 13:34

    Maicon nem jogou pelo Grêmio entre os profissionais, fala sério.

  • 75. LEONARDO ST.  |  02/09/2009 às 13:37

    Sai Maicon, entra George Lucas. Ou Mattioni.

  • 76. Lucas Cavalheiro  |  02/09/2009 às 16:34

    Colorado falando que o Inter vendeu um volume de $$ 3x maior do que o Grêmio nas 10 maiores vendas = dizer que o forma jogadores que valem mais.

  • 77. de león  |  02/09/2009 às 20:49

    OU, que os dirigentes do Inter roubaram menos.

  • 78. FERN  |  02/09/2009 às 21:33

    eu achei PÉSSIMA esta conrtratação!!!

  • 79. Luís Felipe  |  02/09/2009 às 21:36

    pô, que grande honra ser considerado “leitura obrigatória”. Muito obrigado.

  • 80. dante  |  02/09/2009 às 21:43

    demori e lucasa:

    a real é que esses números que SAEM NO JORNAL são todos MENTIRA.

    me desculpem por mostrar a realidade.

  • 81. dante  |  02/09/2009 às 21:44

    *lucas, claro.

  • 82. Mauricio Zortea  |  29/10/2010 às 17:05

    Cara, achei por acaso a tua reportagem e pelo visto faz um bom tempo que está no ar. O Fábio SEMPRE foi titular desde quando colocou os pés no Inter, tanto no time junior como juvenil. Estranho um reserva ser chamado para seleções de base e muitas vezes era o capitão da equipe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • Tradição será interrompida abruptamente ano que vem porque na Série C os grupos são regionalizados e, se o Santa ca… twitter.com/i/web/status/9… 7 hours ago
  • Santa Cruz criando uma tradição anual de golear um time gaúcho depois de ser rebaixado. Ano passado, 5x1 no Grêmio. Agora, 5x1 no Juventude. 7 hours ago
  • @Kiromba No caso, o Ipatinga era o lanterna e foi o primeiro rebaixado. 1 day ago
  • @Kiromba 2008. Naquele ano, o Ipatinga só confirmou matematicamente a queda na 37ª rodada. 1 day ago
  • Vence o Avaí e a disputa mais quente contra o Z4 agora tem quatro times COLADOS na luta por um lugar fora do buraco… twitter.com/i/web/status/9… 1 day ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: