Cerro e Olimpia brigam com o toco da faca

01/09/2009 at 11:00 40 comentários

Dizem que foi um baita superclássico no Paraguai, pelo menos no quesito confusão dentro de campo. Antes do jogo começar, já havia um jogador FERIDO. Exato, ferido porque um PROJÉTIL desferido da arquibancada atingiu em cheio a testa do zagueiro do Olimpia, Darío Caballero, que teve de atuar com uma rede na cabeça, no melhor estilo Alberto Roberto.

O árbitro Carlos Torres, de reluzente careca, expulsou nada menos que cinco jogadores, além dos técnicos Pedro Troglio (Cerro) e Carlos Kiese (Olimpia). Ao final do primeiro tempo, os olimpistas defendiam a honra com apenas oito jogadores, enquanto os cerristas jogavam com dez. E o único gol da partida, marcado pelo Cerro Porteño na primeira etapa, foi bem irregular.

Jorge Núñez cobrou falta e Diego Herner deu um ABRAÇO DE URSO em Alberto Roberto, quer dizer, em Darío Caballero, em cujas costas a bola bateu e foi morrer no barbante do Olimpia.

Mas o relato da imprensa paraguaia é de que o Olimpia não se achicou no segundo tempo, estando inclusive próximo de igualar o marcador. O Cerro teria seu segundo jogador expulso, precisando suar a camiseta azulgrana para garantir a primeira vitória no Clausura (lá se vão seis rodadas e a equipe havia perdido a primeira e empatado as outras quatro pelo mesmo placar de 1 a 1).

Aqui, alguns lances do clássico.

Mesmo com a derrota, o Olimpia segue na ponta da tabela. Perder o superclássico não vem significando muita coisa. No Apertura, o Cerro perdeu os dois e assim mesmo foi campeão.

A novidade da competição é que na liderança também estão os pequenos 3 de Febrero e Rubio Ñu, com os mesmos 12 pontos do Olimpia. Na rodada do final de semana, ambos ganharam fora de casa: o Rubio Ñu do Tacuary e o 3 de Febrero, do Sol de América.

A questão é que com 11 pontos estão outras três equipes – Libertad, Nacional Querido e Guaraní. É um campeonato bastante entreverado este.

Resultados da 6ª rodada:
Tacuary 0 x 2 Rubio Ñu
2 de Mayo 1 x 0 Luqueño
Sol de América 0 x 1 3 de Febrero
Nacional 1 x 0 12 de Octubre
Guaraní 1 x 0 Libertad
Cerro 1 x 0 Olimpia

Classificação:
Olimpia 12
Rubio Ñu 12
3 de Febrero 12
Libertad 11
Nacional 11
Guaraní 11
2 de Mayo 10
Cerro 7
Luqueño 4
Tacuary 4
Sol de América 2
12 de Octubre 1

Segundo informações, o tal projétil era uma PEDRA DE GELO.

Um abraço,
Daniel Cassol

Anúncios

Entry filed under: Nacionais, Pela América.

Tradição e glórias mil Rochemback, Dunga e o fim do ciclo

40 Comentários Add your own

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • Já garantiu dois e tem um terceiro (CSA) com tudo na mão. E também o Confiança vivo, ainda que precisando de façanha. 8 hours ago
  • Nordeste pode ser a primeira região a subir mais que 2 times juntos em uma edição da C, desde que adotaram a fórmula atual (2012). 8 hours ago
  • O São Bento na B também seria notícia, é claro, mas do São Bento se espera menos do que um clube que é gigante em seu estado. 8 hours ago
  • Um eventual acesso do CSA seria um feito enorme: sem contar a bagunça da João Havelange, time não joga acima da terceira divisão desde 1992. 8 hours ago
  • Hoje subiram para a B 2018 o Sampaio e o Fortaleza. Outras vagas são definidas amanhã e segunda, mas São Bento e CSA têm ampla vantagem. 8 hours ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: