O futebol, esse animal agonizante

25/08/2009 at 07:00 56 comentários

Quando se dispõem a defender a presença de apenas uma torcida em clássicos de grande MAGNITUDE como uma forma de resolver magicamente a violência no futebol, alguns gênios da lâmpada sempre citam a Argentina, mesmo que essa alternativa tenha sido utilizada em apenas dois superclasicos, lá em 2004, pelas semifinais da Libertadores, na Segunda Divisão e em outras situações pontuais. Depois, essa aberrração foi abandonada porque obviamente ninguém queria deixar de acompanhar seu time em território inimigo.

Agora, no entanto, terão mais um argumento para suas adoráveis teses, pois o clássico de La Plata do próximo sábado será jogado com a plateia vestindo apenas vermelho e branco. Da mesma forma, no derbi VINDOURO, em 2010, apenas os triperos poderão comparecer, já que o Gimnasia será mandante. Vale a pena lembrar que a tabela do Apertura (que está sendo jogado agora) e do Clausura (no primeiro semestre do ano que vem) são espelhadas, como turno e returno.

O principal motivo alegado para tão lamentável medida é que a quantidade de ingressos cedida aos visitantes não seria igual nos dois clássicos. Enquanto o Estudiantes, que mandará o jogo no Ciudad de La Plata, ofereceria cerca de 8 mil ingressos, o Gimnasia teria condições de dar apenas cerca de 2 mil entradas para os pinchas no próximo clássico, a ser jogado em campo Tripero.

estudiantes gimnasia torne apertura
O senhor e sua torcida, por favor, retirem-se

Na verdade, os dois jogos deveriam ser realizados no CILINDRO, do Racing, mas diretores pincharratas e Verón, merecidamente uma espécie de PRIMEIRO MINISTRO da cidade, pediram que as obras de reconstrução no estádio Ciudad de La Plata visando a Copa América de 2011 fossem interrompidas para o flamante campeão da América desfilar toda sua pertinência futebolística.

Chegou-se a cogitar que então o Gimnasia receberia apenas 2 mil entradas, mesmo número que poderá oferecer no Clausura, mas houve temor acerca da impossibilidade de vender esses míseros ingressos sem que houvesse tumulto, facada, bandalheira e DEDO NO OLHO. Obviamente, a questão da segurança foi levantada, e disso resulta que sábado, a partir das 16h10, teremos mais uma alfinetada no CERNE do espírito futebolístico.

Assim, nem os pincharratas poderão esfregar La Copa nas retinas do rival, nem os triperos terão a chance de carimbar a faixa de Verón e sua trupe. E assim, sem graça e em permanente estado de sítio, definha o futebol. Obviamente, não faltará quem defenda a iniciativa, assim como não faltou quem defendesse a EUGENIA nazista e o café descafeinado.

Saudações,
Douglas Ceconello.

Anúncios

Entry filed under: Nacionais, Pela América.

Overdose de futebol na TV de Cristina Um multicampeão de fino trato – parte I

56 Comentários Add your own

  • 1. beretta  |  25/08/2009 às 07:34

    BOCA JUNIORS
    Abbondanzieri; Calvo, Schiavi, Burdisso e Rodríguez; Villarreal, Cascini, Vargas e Caneo; Schelotto e Tévez
    Técnico: Carlos Bianchi

    RIVER PLATE
    Lux; Garcé, Ameli, Tuzzio, Rojas; Mascherano, Husain, González, Gallardo; López e Cavenaghi
    Técnico: Leonardo Astrada

    Só perna de pau.
    ekçalkekeçlkeçkekçekçekçae

    E esse papo de “uma torcida só” é deprimente.

  • 2. Sanchotene  |  25/08/2009 às 09:03

    Tchê,

    É a SEGUNDA que o Estudiantes apronta dessas em menos de DOIS meses.

    Eles nunca ouviram falar em percentual, não?! Até parecem dirigentes da Dupla. A torcida do Grêmio sempre recebe menos ingressos na proporção como visitante porque os acordos são sobre número bruto, apesar de caber mais gente no Beira-Rio. Agora, só falta a torcida única por aqui.

    Se bem que sou radical, façamos com portões fechados. Se tiver confusão, será só entre os jogadores. É fácil de a polícia resolver.

    Os proóprios argentinos tinham tentando isso com Boca-River e voltaram rapidinho a permitir a entrada de visitantes.

  • 3. Felipe (o catarina)  |  25/08/2009 às 09:29

    aqui em SC teve torcida única na final do estadual de 2006 (Figueirense x Joinville), depois que um guri do Joinville foi morto com uma pedrada depois de um jogo contra o Avaí na Ressacada. E em 2008 proibiriam torcida visitante de ir com camisa de seu time depois do caso da bomba em Criciúma (esse: http://www.youtube.com/watch?v=6Z0nM6tQfb4). Foi triste bagarai.

  • 4. vicente  |  25/08/2009 às 09:38

    que fim teve o cavenaghi?
    parece que ele tinha sido posto a venda por um time lá longe na rússia.

  • 5. vicente  |  25/08/2009 às 09:41

    aqui em curitiba, além das torcidas ficarem jogando bombas umas nas outras em pleno estádio, o bicho pega nos terminais de ônibus mesmo que afastados. até quando não tem jogo dos dois no mesmo dia tem confusão e emboscada. ou seja, não é a presença das duas torcidas no mesmo estádio. é a presença das duas torcidas na mesma cidade.

  • 6. Régis  |  25/08/2009 às 09:53

    Sou a favor de que nos grenais só seja permitida a entrada das mulheres no estádio.

  • 7. Jessé  |  25/08/2009 às 09:54

    6# para mim deveriam permitir apenas a entrada de idosos

  • 8. Mateus Borba  |  25/08/2009 às 09:54

    Chegaram a largar essa idéia aqui na Bahia, como quem não quer nada, pra ver se comiam o reggae.
    LOGICAMENTE, a idéia veio do tricolor, que deve estar acostumado a apurrinhar brasília com idéias toscas.

  • 9. fino IN MEMORIAN  |  25/08/2009 às 10:16

    a vida é foda

  • 10. Altair  |  25/08/2009 às 10:28

    7# Sou contra clássicos de uma torcida só, e sou da opinião de que nesse jogos deveriam permitir apenas a entrada de torcidas organizadas (Geral, a popular, mafia, Superfico e outras). Dessa forma acabaria a violência, pois essas afina,l são organizadas, e são as que verdadeiramente apoiam o seu time, o torcedor.

  • 11. Kadj Oman  |  25/08/2009 às 10:33

    Que merda mais merda isso.

    Cada vez que eu leio algo nesse sentido uma parte de mim desiste do futebol e da humanidade, esse câncer de pele da biosfera.

  • 12. Prestes  |  25/08/2009 às 10:33

    “Obviamente, não faltará quem defenda a iniciativa, assim como não faltou quem defendesse a EUGENIA nazista e o café descafeinado.”

    uhsadhusdhudashuasdhudsahudsauhsdauhasduhasduh

  • 13. fino IN MEMORIAN  |  25/08/2009 às 10:39

    sério

    qual a solução pros nego não se matarem então?

  • 14. Serramalte Extra  |  25/08/2009 às 10:40

    4: Cavenaghi tá no Bordeaux faz dois anos e meio…

  • 15. fino IN MEMORIAN  |  25/08/2009 às 10:40

    pq é bem bonito e romantico ficar falando na beleza de esfregar copa na cara e carimbar faixa mas não propor algo pratico pra solucionar o problema.

  • 16. Franciel  |  25/08/2009 às 10:42

    tentaram implementar coisa parecida aqui, mas este politizado e sert|ânico locutor, tal e qual uma Dolores Ibárruri de alpercatas e chapeu de couro, gritou: não passarão.

    Aos incréus, eis os libelos.

    http://victoriaquaeseratamen.wordpress.com/2009/02/10/

    http://victoriaquaeseratamen.wordpress.com/2009/02/27/digo-nao-a-argentinizacao-do-futebol-baiano/

    De nada.

  • 17. Kadj Oman  |  25/08/2009 às 10:42

    #12

    Faltou falar do chocolate branco, essa ABERRAÇÃO dos tempos modernos.

  • 18. Carlos  |  25/08/2009 às 10:45

    #10
    Só pode estar brincando.

    Chocolate branco Liendt, com amêndoas. É a dica.

    Bife de soja + geral do grêmio + popular do inter + olimpico/beira rio + briga até a morte = solução pra vida.

  • 19. Francisco Luz  |  25/08/2009 às 10:49

    Chocolate branco é uma merda mesmo, Kadj manjou.

    Sobre violência e clássicos, não faço nem ideia de qual é a solução. Talvez a velha dica do Cassol de aumentar os espaços para os adversários no estádio funcionasse, mas com a questão toda dos sócios fica foda sequer imaginar algo assim cogitado.

  • 20. Kadj Oman  |  25/08/2009 às 10:49

    #18

    Chocolate branco simplesmente NÃO É chocolate.

    É manteiga de cacau com açúcar.

    O paladar vai se perdendo a cada geração que acha que café expresso é café, leite desnatado é leite, Habib’s é comida árabe e chocolate branco é chocolate.

    IGNORÂNCIA É BÊNÇÃO.

  • 21. Gecimar  |  25/08/2009 às 10:54

    #18 Vcs falam pq não conhecem, muitos anos fui a jogos na ja extinta Super Raça, o clima era de cofraternização e amizade, só batiam em quem realmente merecia

  • 22. marlon  |  25/08/2009 às 10:55

    [totalmente] OFF

    caras, alguém já ouviu essa banda CHICKENFOOT? baixei o álbum agora, bem r’n’r. integrantes são simplesmente Joe Satriani; Sammy Hagar e Michael Anthony (Van Halen); Chad Smith (Chili Peppers).

  • 23. fino IN MEMORIAN  |  25/08/2009 às 10:55

    to esperando.

  • 24. Prestes  |  25/08/2009 às 10:57

    “Sou a favor de que nos grenais só seja permitida a entrada das mulheres no estádio.”

    Só alteraria uma coisa nessa proposição: minha entrada tb seria permitida, uhshudsahudsahdashuadshuasdasduhasuh

  • 25. Prestes  |  25/08/2009 às 11:00

    Tchê, fino, o que não dá é pra achar que a solução da violência no futebol é acabar com o futebol.

    Mas procurando mesmo uma solução. Só tem uma, todo mundo sabe qual é. Investigar, ficar sempre de olho e punir severamente.

  • 26. fino IN MEMORIAN  |  25/08/2009 às 11:05

    eu nem to defendendo lado nenhum, só to fazendo o papel do adevogado do guampudo…

    até lembrei de um comuna que uma vez no novacorja comentou o seguinte “vem pro debate magrão!”

    kkkkkkkkkkkkk

    agonize city (ns)

  • 27. Álisson  |  25/08/2009 às 11:17

    Falecido Nova Corja era um OÁSIS desses tipos.

    Debater com comunas e/ou advogados da ditadura – NÃO ACONSELHO.

  • 28. fino IN MEMORIAN  |  25/08/2009 às 11:24

    Essa de investigar e punir severamente a gente sabe que não vai rolar…

    a solução é (e vai continuar sendo) ficar esperto e não deixar na reta…

    pq sempre vai ter os delinquentes afim de se demulirem, o problema é a ingenuidade de gente que, às vezes, nem se dá conta que tá no olho do furacão ou que fica ali “só pra ver o que vai dar”…

  • 29. Francisco Antero  |  25/08/2009 às 11:27

    Fino, essa proposta de torcida só é besta porque também não resolve o problema; apenas tira o torcedor de bem do caminho dos arruaceiros.
    Quer proposta prática? Prender quem caça briga. Fazer valer a lei que já existe. Treinar os policiais, filmar os estádios, tudo isso dá para fazer.
    Um pouquinho de educação para o populacho também ajudaria.

  • 30. Francisco Antero  |  25/08/2009 às 11:30

    # 20
    …McDonald’s é hamburguer…

    É, meio triste, a situação, hoje.

  • 31. Carlos  |  25/08/2009 às 11:33

    Bah…e essa do Sandro?

    Colorado em liquidação?

    UAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

  • 32. fino IN MEMORIAN  |  25/08/2009 às 11:39

    A lei não vale.

  • 33. Prestes  |  25/08/2009 às 11:40

    Bah, o Carlos é muito tendencioso. Quando houve a crise no vestiário gremista entre o bonitinho e o chorão ele nada comentou, husauhsdusdusdhusaduhdsahudashuasdhuasdhuasdhuas

  • 34. Carlos  |  25/08/2009 às 11:44

    Que crise do bonitinho e do chorão???
    Não falo sobre especulações.
    A venda do sandro e o desmanche colorado, provavelmente com a participação do Fernandão e do Magrão é FATO.

    UAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

  • 35. fino IN MEMORIAN  |  25/08/2009 às 11:46

    é muita grana

    podem até dizer o contrário

    mas vale a metade disso

  • 36. Prestes  |  25/08/2009 às 11:47

    Ah, para, meu, comenta a denúncia do STJD ao Grêmio por ultrapassar a cota de ILSONS no plantel, husdauhasduhasduhsauhuhasduhasduhsdauhsadhu

  • 37. Álisson  |  25/08/2009 às 13:02

    Tem gente ganhando muita grana por fora nessa liquidação vermelha.

  • 38. Carlos  |  25/08/2009 às 13:09

    Pois é…tb não sei se vale tudo isso…mas se for vendido por esse valor, é uma baita venda. O problema é o q fazer com a grana…

  • 39. Vicente  |  25/08/2009 às 13:11

    esperem o cara ser vendido pra cornetear.

  • 40. Prestes  |  25/08/2009 às 13:11

    A gente repatria o Lucas e a crise se instaura no Olímpico, sdhuhusadausdhhusaduhsdahusauhdasuashuhuh

  • 41. dante  |  25/08/2009 às 13:26

    por mim, que vendam todos os jogadores do inter.

    [sério]

    e distribuam o dinheiro aos sócios.

    [mais sério ainda]

    já escrevi aquele texto, né? não é só o inter: o futebol virou uma ÁREA COMERCIAL. o problema não é perder a taça, é perder o lucro.

    sifudê todo mundo.

    fino: solução pra acabar com a violência nos estádios: proibir a entrada de PESSOAS. sério. onde tem pessoas, tem confusão. isso todos sabem.

    tava pensando em outra coisa agora, na real uma tecla desgastada e que tem um pouquinho a ver: não faz o MENOR sentido proibir cerveja nos estádios. por que não proibem nas BOATES, então? a probabilidade de dar briga pode ser maior do que em um estádio. e podem proibir também nos shoppings, restaurantes e BARES. sabe como é, o pessoal pode ficar violento e não pagar a conta…

    sifudê todo mundo. [2]

  • 42. Prestes  |  25/08/2009 às 13:51

    Vamo falar baixo que daqui a pouco vai ter nego querendo proibir mulher gostosa em boate pra acabar com as brigas, jhhushuasduhasdhuasduhasuhuh

  • 43. Edison  |  25/08/2009 às 14:00

    42# Por que acha que nós negros vamos querer proibir mulher gostosa em boate???? que comentário preconceituoso

  • 44. Godo  |  25/08/2009 às 14:52

    Não esquece das chuteiras coloridas e das LUZES nos cabelos.

    O horror, o horror.

  • 45. Godo  |  25/08/2009 às 15:12

    #13

    Solução é entender que o problema da violência nos estádios começa bem fora deles e não tem PORRA NENHUMA a ver com o fato do time do cara ganhar ou perder – do contrário, a Independente do SPFC deveria ser a torcida mais feliz da vida do país.

    O palmeirense e o corintiano quando no ambiente do trabalho não abandonam o posto pra arremessar o outro de cara na fotocopiadora, mas dentro do estádio, se acham no direito de descolar uma barra de ferro e dar na telha do oponente?

    O que falta é ESTADO, é política de educação, é cidadania, é preparo e política de segurança. Dizer que o problema de violência nas torcidas é culpa do futebol é um discurso bem cínico e comodista.

  • 46. muleke  |  25/08/2009 às 16:34

    a solução é ingresso à 950 reais. e deu.

  • 47. douglasceconello  |  25/08/2009 às 17:06

    Fino, se tu me jurar que neste exato momento o Secretário de Segurança está pensando em como EU vou fazer para pagar minhas contas no final do mês, te garanto que também faço o trabalho dele: paro e elaboro uma solução definitva para o problema da violência no futebol.

    sudfhadsuhs

  • 48. Camilo CEO  |  25/08/2009 às 17:14

    #43 CARMENZITA COPYCAT GO HOME

  • 49. zobaran  |  25/08/2009 às 18:43

    A coisa mais idiota no Brasil é que a imprensa adora criar falsas verdades: “Na Argentina não tem torcida visitante”, “Boca e River só tem torcida local”. Ano passado eu fui no Superclássico do primeiro semestre e vi (é verdade que ainda era beeem cedo) torcedores do River andando tranquilões em La Boca (em La Boca? Tá certo isso?). E quando eu falo tranquilão, eu digo tranquilão tipo não temendo nada nem porra nenhuma e desfilando com a camisa sozinho pelo bairro, ainda sem escolta da polícia.

  • 50. Sanchotene  |  25/08/2009 às 21:41

    Eles tentaram, zobaran, cpmo bem colocou o Douglas. Mas foi só uma vez e esqueceram tal bobagem.

    A violência no futebol na Argentina é algo sério. Na hora do jogo, quando a 12 e a Borrachos chegam, muda tudo!

  • 51. Guilherme Dias  |  25/08/2009 às 21:50

    Falando em violência no futebol, quem viu o QUEBRA-PAU que rolou no jogo entre West Ham e Millwall?

  • 52. Serramalte Extra  |  25/08/2009 às 22:46

    bah… me lembrei do Green Street quando o inglês tá explicando pro americano a rivalidade entre West Ham e Millwall:

    – Ah, entendi, é tipo os Yankees e os Red Sox.
    – Não, não… é tipo os israelenses e os palestinos!

  • 53. Luís Felipe  |  26/08/2009 às 00:23

    “primeiro mundo”.

    quando as torcidas de Danubio e Nacional fizeram o mesmo no Uruguai, não faltou gente para dizer que era falta de civilização. E agora?

  • 54. Renato K.  |  26/08/2009 às 05:51

    Godo #45 matou a charada. Nada a acrescentar.

  • 55. Sanchotene  |  26/08/2009 às 11:11

    Re 53

    Como dizia João Saldanha: a fama da Scotland Yard por certo não vem do bom-caratismo dos ingleses…

  • 56. Sanchotene  |  26/08/2009 às 11:12

    Re 45

    O Estado se mete em tudo o que é lugar, MENOS onde realmente deveria…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: