A batalha do Avaí rumo ao topo

21/08/2009 at 11:24 40 comentários

Desde a década de 1940, pelo estilo de jogo, o Avaí é conhecido como “o time da raça”. O mascote do clube, aliás, também surgiu nessa época. A equipe tetracampeã estadual entre 1942 e 1945 jogava com tamanha ferocidade que seus jogadores ficaram conhecidos como “os leões da Ilha”. Daí, o apelido passou para o time. E o hino do clube fala em um de seus versos que “é só coração o meu Avaí”.

Vocês ainda têm dúvida de qual é o segredo do Avaí para se dar bem na Série A?

Eu estava esperando o Avaí perder um jogo para escrever algo sobre a campanha, afinal só gente que não se garante escreve sobre seu time nas horas boas. Mas o Leão recusa-se a perder. O Santos ganhava por 2 a 0 no segundo tempo. Ganhava… O Galo ganhava por 2 a 0 no segundo tempo. Ganhava… Então, permitam-me falar de flores enquanto ainda é primavera.

Há exatos 10 jogos o Avaí era o lanterna da Série A, depois de uma derrota em casa para o BOTAFOGO. A torcida e a imprensa pediam reforços de peso e alguns até a saída do Silas. É o que a maioria dos clubes faria, certo? Acontece que o Avaí é um clube fora do comum, para o bem e para o mal. O presidente bateu pé, cismou, declarou guerra contra a imprensa, não contratou ninguém e ainda bancou a permanência do Silas. Lembrando aquela situação, digo hoje com todas as letras e sem medo de piadinhas que nosso presidente foi muito macho naquela hora.

Ora, mas pra um time sair da lanterna pra 10 jogos sem perder (7v, 3e) e rondar a zona da Libertadores, alguma coisa deve ter mudado, certo? Certo, mudou mesmo. E foi na marra.

Depois da derrota para o Botafogo, o Avaí tinha dois jogos fora de casa, o primeiro contra o Goiás, que estava no G-4. A nossa zaga titular estava suspensa. Adepto convicto do 4-4-2 e inimigo mortal do 3-5-2, Silas, discípulo de Telê Santana, deu o braço a torcer, colocou um cabeça-de-área improvisado na defesa junto com os dois zagueiros reservas – que jogaram pra car***ho e hoje são titulares absolutos – e veio de Goiânia com três pontos na bagagem. Desde então, o time leve e que tentava trocar passes bonitinhos do início do campeonato deu lugar a uma equipe raçuda com a cara do bom e velho Avaí: três zagueiros pegadores (Rafael, Augusto e Émerson), um cabeça-de-área predador (Ferdinando), dois alas (mal aê) bem ofensivos (Luiz Ricardo e Eltinho), um atacante ligeiro e regido por Exu (Muriqui) e um centroavante trombador que mata a bola de canela, mas dá carrinho nos zagueiros na saída de bola (William). Dá gosto de ver.

Dos 11 titulares de hoje, apenas três jogadores (Rafael, Augusto e Eltinho) não eram titulares no início do campeonato. Alguns mudaram de posição, como Ferdinando, que era lateral e virou cabeça-de-área. Muriqui jogava como meia, hoje é atacante. E o mais incrível foi o que o Silas fez com o Luiz Ricardo, um camarada de 1,84m que era centroavante do Mirassol e da Ponte Preta e hoje joga – razoavelmente bem – de ala pela direita.

O sucesso do esquema montado pelo Silas e a raça com que aquelas criaturas estão jogando conseguem mascarar até um fato que pouca gente comenta: o Avaí não tem elenco. Individualmente falando e comparando com o restante das equipes, considero o time do Leão fraco. Sim, fraco, pior do que alguns dos que rondam a zona de rebaixamento. O goleiro não sabe sair do gol. O cabeça-de-área só dá porrada e erra passes de dois metros. Pior é o reserva imediato dele, que não sabe marcar. Imaginem! Um cabeça-de-área que não sabe marcar, que não rouba uma bola durante 90 minutos! Pro centroavante fazer gol, é um parto. O craque do time (Marquinhos) só joga bem na Ressacada. No banco, só há um jogador que quando entra em campo consegue mudar a partida – Roberto, um atacante corredor que nunca vingou no Figueirense e estava na Cabofriense (RJ) este ano. Os outros tanto faz como tanto fazeu.

A falta de qualidade individual é tamanha que nem estamos preocupados com a janela de transferências. Dificilmente alguém vai sair. Talvez o Muriqui, que está em boa fase, ou o Marquinhos, que é o jogador com mais recursos técnicos do time. Mas são-paulinos, flamenguistas, atleticanos de Minas, vascaínos e o Franciel hão de lembrar (ou talvez nem lembrem) as passagens apagadas desses jogadores por suas equipes, do mesmo modo que aconteceu com Caio (ex-Flamengo), Eltinho (ex-Flamengo), William (ex-Santos), Anderson Luiz (ex-Fluminense) e Fabinho Capixaba (ex-Palmeiras). O Avaí é um time de jogadores medianos, nada brilhantes, mas que deram certo no conjunto. Acho que essa é a melhor definição.

O fato é que completamos 10 jogos sem perder e logo no primeiro ano em que voltamos à Série A igualamos o recorde de invencibilidade catarinense na competição. Até onde vamos? O que conseguiremos? Difícil prever, claro. O Avaí tem que chegar a 45 pontos, que é o mínimo necessário para se manter na Série A e depois ver no que vai dar. Rebaixamento? Pouco provável. Sul-Americana? Bem possível. Libertadores? Se continuar jogando bem e com essa raça, quem sabe…

Título? OK, não vamos delirar. Mas não custa lembrar que o Avaí tem seu nome inspirado numa batalha da Guerra do Paraguai (Batalha do Arroio Avahy) e atravessou muitos campos minados para chegar até o El Dorado da Série A. Como mostraram os jogos contra Galo e Santos, lutaremos por tudo o que for possível até que o último soldado caia sobre esta terra garrida.

Hasta la victoria, siempre.

Felipe “Catarina” Silva

Anúncios

Entry filed under: 1, Brasileiro, Clubes, Contribuições.

O juiz não está preparado para ser odiado Graxinha vence e ganha prestígio no cargo

40 Comentários Add your own

  • 1. Lucas Cavalheiro  |  21/08/2009 às 11:53

    Seria muito massa ver o Avaí disputando jogos internacionais, seja pela Sula, seja pela Libertadores.

    Eu não assisti a muitos jogos do Avaí, mas, pelo que me recordo de Inter x Avai no Beira, a zaga era MEDONHA (deviam ser os que hoje são reservas), Muriqui incomodou muito e tinha um lateral que avançava bem.

  • 2. Serramalte Extra  |  21/08/2009 às 11:54

    O problema é que periga sair o SILAS né, tá chamando atenção.

  • 3. m  |  21/08/2009 às 11:57

    lembro que o cruzeiro quase contratou esse luiz ricardo no ano passado. um portal mineiro consultou um jornalista de campinas sobre o jogador, e a resposta foi algo tipo “finalização não é a especialidade dele”. sempre algo bom de ouvir sobre um atacante. ainda bem que tá na ala agora.

    tô desenvolvendo uma simpatia pelo avaí, falta mais azul na série a. além do mais, conseguiram perder no 1o turno para um cruzeiro que tinha uns cinco adolescentes como titulares.

  • 4. Serramalte Extra  |  21/08/2009 às 11:58

    Eu vi todo o jogo ontem contra o time daquela besta. Avaí não merecia empatar. Merecia ganhar! Héber não deu um penal escandaloso no 1º tempo, o zagueiro do Atlético fez uma defesaça numa bola que tava entrando. Daí no início do 2º tempo o Atlético faz dois gols em contra-ataques-cagadas-da-zaga, tava ganho o jogo mas o Roth usou todo o talento dele pra empatar.

  • 5. Paulo Torres  |  21/08/2009 às 12:13

    Time do Avaí não faz faltas violentas ou desnecessárias. Mutio bom isso. E o tal Muriqui, tivesse nas categorias de base tido um técnico bom e, tipo, duas consultas ao nutricionista, seria jogador de seleção.

    E o Galo, empate com Edson no gol é pra comemorar o ponto conquistado, não pra lamentar os dois perdidos. (Ainda mais em dia de “eu sou Beckembauer” do Weltão.)

  • 6. rafael botafoguense  |  21/08/2009 às 12:15

    apenas ilusoes

  • 7. Yuri  |  21/08/2009 às 12:20

    http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Times/Internacional/0,,MUL1261376-9869,00-JOGOS+NA+MEMORIA+CONFIRA+OS+MOTIVOS+DE+ORGULHO+E+VERGONHA+DOS+COLORADOS.html

    Se deixar passar essa SEM COBRAR, vira casa da Mãe Joana.

  • 8. Francisco Luz  |  21/08/2009 às 12:24

    Matéria começa errada ao falar do segundo jogo. Estagiários do Globoesporte.com são MUITO ruins, putalamerda.

  • 9. fino IN MEMORIAN  |  21/08/2009 às 12:51

    achei massa

    voces reclamam demais

  • 10. Gustavo  |  21/08/2009 às 12:59

    #7: pensei a mesma coisa. Não que o TOP 10 tenha sido ideia do Impedimento (foi do La Redó!, mas FALA BAIXO). Mas no Brasil, a Impedcorp foi pioneira.

  • 11. Prestes  |  21/08/2009 às 13:06

    Tá, vamo combinar o seguinte, Catarina: vou torcer pro Avaí ir pra Libertadores.

    Mas não me façam o fiasco que o SPORT tá fazendo agora!!!

  • 12. Rudi  |  21/08/2009 às 13:15

    caras, vendo o búlgaro que o inter trouxe pra lateral me animei… as vezes consigo comprar bons jogadores de lá no CM, talvez dê certo… heheahdheaheahe

  • 14. thalles gomes  |  21/08/2009 às 13:30

    só não gostei de saber que o nome do time é em homenagem ao genocídio do paraguai. perdeu pontos, catarina.

    até porque imaginava que os fundadores do time eram uns quatro ou cinco surfistinhas de floripa que entraram em contato com o futebol n’alguma viagem ao Havaí…

  • 15. Gabriel R.  |  21/08/2009 às 13:32

    Sobre o Avai, bato palmas pela direção não ter demitido o tecnico quando a fase etava ruim. Normalmente a culpa cai sobre tal vivente, acho que o que faltava no inicio do campeonato era “perder o cabaço” da série A, saber jogar de igual pra igual, quando isso aconteceu o time cresceu.

    Uma coisa que estou notando nesse brasileirao, que nao me recordo com tanta frequencia em outros, é o fato de alguns times empilharem bons resultados seguidos, foi o caso do inter, palmeiras, sao paulo, avai, goias, galo…

    Acredito que o time que conseguir manter uma boa serie de vitorias e depois se manter sem entrar em crise tecnica, a qual o inter e sp ja passaram e agora passam atletico mg e palmeiras, conseguirá levar o caneco.

  • 16. Yuri  |  21/08/2009 às 13:42

    Puxa vida, Guerra do Paraguai. Isso torna o Avaí mais glorioso… gostei de ver. Treino é jogo e jogo é guerra, e os fundadores levaram à sério.

  • 17. Lucian Chaussard  |  21/08/2009 às 13:49

    #15
    Mas acho que nesse caso não há necessariamente mérito da direção, pois o Avaí é o que é nesse 1 ano e meio graças ao Silas. Demitir ele em qualquer hipótese esse ano seria suicídio.

    E esse rolo com o Cleber Santana? Que saco. Achei que ele já era garantido no lugar do Giuliano. E falam ainda em vender o Sandro. Essa gestão tá jogando tudo fora mesmo. Tínhamos o campeonato nas mãos.

  • 18. Felipe (o canoense)  |  21/08/2009 às 13:57

    Grande texto!

    Eu tinha visto Corinthians e Avaí e não entendi nada quando aquele ala virou PONTA DIREITA, entrando na área, chutando, cabeceando! Agora tá explicado!

    Aliás, o Avaí só não ganhou esse jogo porque… bom, chega de falar de arbitragem!

    Acho que o Leão termina em 6º ou 7º. E o Marquinhos é craque de bola!

    Abraço!

  • 19. Yuri  |  21/08/2009 às 14:05

    Corinthians e Avaí sempre é um confronto complicado…

  • 20. Felipe (o catarina)  |  21/08/2009 às 14:19

    #14

    Thalles, inicialmente o Avaí iria se chamar Independência e teria as cores verde e amarela – o Avaí foi fundado um ano depois do centenário da Independência do Brasil (1923). O nome Avaí foi sugestão de um dos fundadores, que tinha lido um livro a respeito da guerra, para que toda vez que o Avaí fosse citado o MUNDO se lembrasse do que foi aquela corvadia dos Três Patetas, digo, Tríplice Aliança, contra o Paraguai. Nada a ver com surfistas, até porque o surfe só chegou a Florianópolis na década de 1960. E o azul e branco é uma homenagem a um clube de remo de Florianópolis, o Riachuelo.

    # 19

    taí uma amostra do que é esse grande clássico entre Avaí e Corinthians: http://www.youtube.com/watch?v=m7A9Jj0Px90

  • 21. Sancho  |  21/08/2009 às 14:23

    Recebi de um amigo atleticano:

    Você já ouviu falar em goleiro chama-gol?

    Esse Edson é exemplo típico.

    Os caras acertam chutes malucos no ângulo quando ele está no gol, além de entregar bolas fáceis. Não é à toa que está na 4ª suplência.

    Estabanado, inseguro e azarado, quer coisa pior para goleiro? Eu o mandaria bater laje lá no CT para ver se ele tem jeito para outra profissão…

  • 22. Franciel  |  21/08/2009 às 14:24

    Felipe,
    eu tenho uma teoria sobre o Avaí.

    Seguinte é este.

    Depois de me raciocinar todo, cheguei à conclusão de que a equipe catarinense é igual aos Novos Baianos: O elenco é meio, mas o conjunto é muito bom.

    Senão, vejamos.

    Baby fora do grupo é apenas uma boa cantora evangélica.

    Pepeu sozinho torna-se apenas um tirador de som de guitarra muriçoca.

    Galvão apenas delira.

    Moraes é uma espécie de Marquinhos, tem categoria e tal, mas sozinho é apenas meeiro.

    Porém, quandot juntaram suas energias foram responsáveis por uma das melhores bandas brasileiras de todos os tempos.

    E o Avaí é canditado ao título, sim. Nem que seja ao título de melhor time catarinense na séria A.

    P.S No ano passado, tentei explicar à torcida do Vitória que era pra ter paciência com Muriqui, mas os rubro-negros são um rebain de miséra. Vaiam até Jesus Cristo.

  • 23. Anônimo  |  21/08/2009 às 14:25

    Avaí,

    Chega a 20ª rodada numa seqüência de 10 jogos sem perder.

    Futebol é sensacional.

    Avaí 2009 é o Hull City 2008…

  • 24. Felipe (o catarina)  |  21/08/2009 às 14:34

    #22

    hauhauahuaahua. Matasse (aqui em Fpolis falamos “matasse” e não “mataste”, ok?) a pau, meu velho. Melhor teoria.

  • 25. Yuri  |  21/08/2009 às 14:38

    #20:

    O mais legal desse jogo foi o placar. Placar de expulsões, é claro. 3 a 2 pro Corinthians. O placar de gols, esse, MENOS IMPORTANTE, também foi 3 a 2.

    Mas falando sério, aquela briga COROOU a passagem do Corinthians na Série B (e do Avaí também, creio eu), realmente foi bem legal. O slowmotion do Marquinhos e do Morais se engalfinhando é hilário.

  • 26. Prestes  |  21/08/2009 às 14:44

    Sensacional a comparação do Françuel.

  • 27. Lucas Cavalheiro  |  21/08/2009 às 15:09

    Agora falando sobre o Brasileirão, acho que tenho uma teoria (acho que tenho é excelente):

    Todos os times que estão nas cabeças tiveram um péssimo momento, viveram uma reestruturação e mudaram o padrão de jogo, seja trocando de técnico, seja trocando de esquema.

    Mas ocorre que invariavelmente, depois da mudança e uma seqüência de bons resultados, temos uma péssima fase, com o esgotamento do esquema ou jogadores.

    Aconteceu com Inter, está acontecendo com Palmeiras, Goiás e Atlético-MG. São Paulo e Avaí estão na fase ascendente, mas, acreditem, vão passar por uma fase ruim ainda nesse campeonato.

    Por isso, e só por isso, eu ainda acho que o SPFC não leva esse ano. Anotem e me cobrem.

  • 28. Alexsander  |  21/08/2009 às 15:30

    “Mas não custa lembrar que o Avaí tem seu nome inspirado numa batalha da Guerra do Paraguai (Batalha do Arroio Avahy) …”

    Falando nisso, eu ADORARIA ver um filme da Guerra do Paraguai com base nas pesquisas históricas mais recentes, como a obra de Doratioto. Sem aquelas mentiras dos historiadores dos anos 60 e 70 (cegados por suas ideologias), que inventaram coisas como “Caxias jogou corpos doentes no rio para envenenar os coitados dos paraguaios” ou “o Paraguai era uma potência e estava ameaçando a Inglaterra”.

  • 29. thalles gomes  |  21/08/2009 às 15:34

    #20

    ainda prefiro a dos surfistas.

  • 30. thalles gomes  |  21/08/2009 às 15:41

    – e aê, broder, mó raule aí

    – pode crer, só têm marola hoje

    – pois é… mô vibe negativa

    – aê, brow, tava lembrando daquela trip pro Havaí

    – nem me fale… altas onda, aê. tudos irados!

    – pode crer… sabe no que eu tô pensando?

    – pô, não faço a menor idéia, aê

    – vamo formar um time de futebol?

    – demorô!

  • 31. Franciel  |  21/08/2009 às 15:44

    Ói, Thalles, tá tudo explicado. Era (e é) exatamente assim, com esta capacidade de raciocínio, que os novos baianos se comunicavam.

  • 32. Franciel  |  21/08/2009 às 15:45

    Porra de Paraguai.

    A unica pessoa que se salva lá é Perla.

  • 33. Prestes  |  21/08/2009 às 16:06

    Sequencia 30 e 31 >>>>>>>>>>>>>>>>> TS Elliot

  • 34. joão carlos  |  21/08/2009 às 17:59

    SILAS É O NOVO CELSO ROTH.

  • 35. joão carlos  |  21/08/2009 às 18:06

    e pelo #24 (UI):
    idioma estranho que se fala em floripa = idioma estranho que se fala enm pelotas.

  • 36. joão carlos  |  21/08/2009 às 18:10

    o problema da fase ruim do spfc é que é ela anda sendo no paulistão, na libertadores e no 1 turno do BRZÃO…

  • 37. arbo  |  21/08/2009 às 18:19

    aguante avaí!
    aguante paraguay!

    [a ignorância cabe nas melhores cabeças]

  • 38. Prestes  |  21/08/2009 às 18:47

    Por isso que eu sempre torço pro SP ganhar a Libertadores (exceção 2006).

    É a única maneira de eles não ganharem o Brasileiro, shausadhudsuhuhhuuhsad

  • 39. douglasceconello  |  22/08/2009 às 01:46

    Tenho torcido muito para o Avaí, sinceramente e com DENODO (chupem).

    E grande relato aquele que tu linkou, referente à subida.

    Impedimento tem MEMÓRIIA (ns).

  • 40. caio  |  25/08/2009 às 02:22

    O Avai ta merecendo ganhar esse brasileiro ou no minimo uma vaga na libertadores é time de raça.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • KANNEMANN acaba de fazer seu PRIMEIRO GOL com a camisa do Grêmio. Tricolor vai metendo 3x0 no Atlético-PR no 1º tempo. 1 hour ago
  • E agora leva um golaço de Barrios. 1 hour ago
  • Na Copa do Brasil, Atlético Paranaense acaba de perder um tiro livre indireto na entrada da PEQUENA ÁREA do Grêmio. 1 hour ago
  • Final do Apertura chileno de 2006. Bravo jogava pelo Colo Colo. Acabaram campeões nos pênaltis (4x2) contra a Universidad de Chile. 1 hour ago
  • Já que o tema do dia é Claudio Bravo pegando pênaltis, lembrança daquela vez que ele defendeu uma cavadinha APÓS te… twitter.com/i/web/status/8… 1 hour ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: