O inferno é viajar triste

17/08/2009 at 14:15 54 comentários

coelho_torcida_16_08

Nesse final de semana, tivemos uma reviravolta nas distâncias continentais do Brasil. O caminho de volta entre Minas Gerais e Rio Grande do Sul tornou-se infinitamente mais tortuoso e doído em comparação ao retorno do Acre até Alagoas, quando o normal seria que não chegasse sequer à metade. Isso porque cada metro percorrido com a BIGORNA da decepção amassando as omoplatas é mais do que uma TRANSIBERIANA caminhada em estado de gozo profundo.

As semifinais da Série C do Brasileirão serão jogadas entre América-MG e Guaratinguetá e Icasa-CE e Asa-AL. Quem vencer obviamente disputa o título, ainda que todos já estejam embiragados de êxtase pelo acesso à Segundona, onde ocuparão o lugar do Juventude e mais três.

O mais supreendente nas partidas de ontem sem dúvida foi a surra de relho que o Paysandu levou do Icasa. O dilatado placar de 6 a 2 decreta a continuação do sofrimento do Papão, certamente o time mais tradicional das quartas-de-final. Naquele que se mostrou o confronto mais equilibrado, o Asa acabou eliminando o Rio Branco no saldo qualificado, após dois empates (1 a 1 em Alagoas, 2 a 2 na VELHA BOLÍVIA).

No estádio Centeário, em Caxias, cerca de 25 mil grenás aderiram à causa, aproveitaram a promoção e empurraram o time para o sonho impossível. Porque justamente a torcida foi o que de melhor a equipe caxiense apresentou, visto que as chances de gol foram raras e o GUARÁ jogava com parcimônia castelhana.

3006

O gol marcado pelos locais, aos 18 do segundo tempo, foi uma espécie de prêmio de consolação à torcida, para que continuasse a viver de esperanças até o final do jogo. Aos 42, no entanto, os visitantes empataram e deram início ao cortejo funebre pelas ruas da cidade. Agora, resta aos grenás torcer para sua candidata a Rainha ou Princesa da Festa da Uva de 2010, o que certamente não é pouca coisa.

2635

Enquanto isso, em Minas Gerais, o América demorou um tanto, mas acabou SALPICANDO uns pregos na alma xavante. Apesar de ser melhor durante o primeiro tempo, apenas aos 41 os mineiros abriram o placar. No intervalo, o técnico rubro-negro, Paulo Porto, fez um vodu forte, e logo no início do segundo tempo os pelotenses empataram com o lateral João Rodrigo.

Lance de jogo

A alegria dos cerca de 300 xavantes que pegaram a estrada durou apenas até os 24 minutos, quando o Coelho marcou com Leandro Ferreira, dissipando-se completamente aos 26, quando Bruno Mineiro anotou o terceiro. Aos gaúchos, faltou qualidade para esboçar qualquer tipo de reação.

Torcida em BH

Disso resultou que temos a volta de um tradicional clube às ESFERAS mais nobres do futebol brasileiro, enquanto o outro, igualmente cheio de histórias e CAUSOS, ainda terá de esperar mais um bocadito para mostrar toda sua mística na Segundona. Mesmo simpatizando com a trajetória xavante, é impossível não celebrar a volta do América-MG, especialmente depois de ver aquele Coelho totalmente dopado empunhando a bandeira.

As fotos são do site do América-MG; do site do Caxias; e de Leonardo Crizel, da assessoria de imprensa do Brasil, que fez um trabalho sensacional nesses últimos dias.

Saudações,
Douglas Ceconello.

Anúncios

Entry filed under: Brasileiro.

A tarde em que um goleiro fez a diferença Canavieira

54 Comentários Add your own

  • 1. Frank  |  17/08/2009 às 14:30

    Pena pelo Xavante e pelo Paysandu…

    ICASA e ASA… pior duelo e pior rima…
    ajafdiajdsfoisadfhaosdfuhadsfsadfho =D

  • 2. Prestes  |  17/08/2009 às 14:33

    Pelo menos o ASA de Arapiraca fudeu o Chico Buarque.

  • 3. thalles gomes  |  17/08/2009 às 14:35

    do site do jornal Gazeta de Alagoas:

    “A alegria tomou conta de Arapiraca assim que o árbitro deu por encerrada a partida em Rio Branco, no Acre, com o ASA conquistando uma vaga na Série B do Campeonato Brasileiro do próximo ano. Milhares de arapiraquenses saíram às ruas para a grande comemoração. De acordo com a Polícia Militar, as guarnições estão espalhadas por toda a cidade para garantir uma festa tranquila.

    Nos bares e restaurantes, muitos brindes. Em todos os bairros, carreatas com bandeirões em preto e branco explicitam o orgulho dos alvinegros.

    “Não temos como precisar a quantidade de pessoas. Mas podemos afirmar que por todos os lados há festa. Apesar de eu ser arapiraquense e de estar feliz com esta grande conquista, tenho de garantir a ordem. Ficaremos atentos para evitarmos os excessos e possíveis transtornos”, disse o tenente Diogo.

    A previsão é de que os atletas, assim que retornarem de Rio Branco, desfilem pela cidade em carro aberto do Corpo de Bombeiros (CB), em homenagem à conquista”

    houve transmissão do jogo para alagoas pela tv educativa daqui (na verdade uma re-transmissão da TV Aldeia do Acre). A qualidade da imagem era tão ruim, que às vezes me sentia assistindo a um jogo da décade de 70.

    Estava enchendo a cara e só vi o segundo tempo. O ASA fez um ferrolho suiço lá atrás, pra segurar o dois a um. Só foi levar gol com a ajudazinha do juiz Wagner Tardelli, que expulsou os dois zagueirões do ASA.

    No mais, confesso que fiquei triste com o fato do Rio Branco não ter passado. É o quarto ano seguido que o futebol de lá bate na trave na tentativa de chegar a série B.

    ASA GIGANTE, rumo a DUBAI 2011!

  • 4. fino  |  17/08/2009 às 14:43

    douglas guarda mágoas do ju

  • 5. fino  |  17/08/2009 às 14:44

    profundas

  • 6. Lauro Mesquita  |  17/08/2009 às 14:49

    O Coelho deu de três e perdeu mais uns três gols feitos. Foi bonito o Jogo com o Independência lotado e o clima de festa.

  • 7. douglasceconello  |  17/08/2009 às 14:49

    Só me atenho aos FATOS.

    sidfhias

  • 8. gilson  |  17/08/2009 às 14:53

    Coelho jogou bem demais ontem, teve uns três gols perdidos na cara, FORANDO os três que entraram.

  • 9. Gustavo  |  17/08/2009 às 14:53

    Meu sogro secaria o Juventude até no campeonato de LA MORA.

  • 10. Xavante  |  17/08/2009 às 14:58

    Só com ingresso a 1 pila (com direito a levar mais três almas e um cunhado) para o Polentenário lotar.

    No mais, morri efetivamente e este comentário está sendo psicografado.

  • 11. vicente  |  17/08/2009 às 15:07

    cara, que medo do cara que PASSOU FORTE o photoshop na loira ali. mais um pouco e ela virava a cabeça à la exorcista.

  • 12. douglasceconello  |  17/08/2009 às 15:17

    huasashuhuashusa

    Bah, certo. Essa gurizada anda pesando a mão. Hoje não temos mais mulheres, apenas SIMULACROS.

    Que saudade daqueles CULOTES bem fornidos.

    ashduahsd

  • 13. saulo  |  17/08/2009 às 15:19

    Que legal saber que o Coelho voltou.

    saulobotafogo.blogspot.com

  • 14. Luís Felipe  |  17/08/2009 às 15:32

    não consigo parar de rir depois do comentário 12.

  • 15. Paulo Torres  |  17/08/2009 às 15:38

    Aqueles quinze minutos em que o placar não-eletrônico do Independência apontava 1×1 foram quase de desespero na arquibancada. Mas a experiência do elenco americano foi decisiva, o time não se desorganizou, não partiu pro ‘cada um por si’, e ainda contou com um grande golpe de sorte: o zagueirão camisa 13 xavante entrou no lugar de um dos meias exatamente no lance da cobrança de falta do segundo gol, e como havia sido a terceira substituição o Brasil ficou sem criação nenhuma até o fim do jogo.

    E já no caminho para casa, vejo no carro ao lado do meu o ídolo Euller, usando toda a potência da buzina de seu carrão-de-boleiro para comemorar o acesso.

  • 16. Felipe  |  17/08/2009 às 15:45

    COELHO DOPADO!!!

    Aliás, esses CAMARADAS que trabalham dentro das roupas dos mascotes são tudo ENCHAPADO!

    Impedimento podia entrevistar alguns!

    Abraço

  • 17. Eduardo Lorea  |  17/08/2009 às 15:53

    Só se desilude quem se ilude, felizmente. Esse ano, caso raro, não foi meu caso. Avante, Xavante, rumo a Tóquio 2047.

  • 18. Yuri  |  17/08/2009 às 16:04

    Depois do jogo, a torcida do Juventude soltou fogos bem perto do centenário… hahahahaha… gostei de ver o Guará, isso sim, e em suma, TODOS os que gostaria que subissem, subiram. Parabéns a todos, até mesmo aos clubes gaúchos, que sempre crescem nas decisões de acesso.

    É, torceram contra, mas os clubes paulistas e o POVO desta região, é de gema… é da raiz… é como as pinhas, porque se os pinheiros têm pinhas, é prá dar para todo o povo devorar, como o esquilo, que devora a pinha verde… e o povo paulista é dessa gema…
    agora, vêm dizer asneiras a fim de difamar os clubes bandeirantes, são pessoas que não merecem dignidade do público, fazer uma coisa dessa…

  • 19. Luís Felipe  |  17/08/2009 às 16:06

    tá, mas o Guaratinguetá é um clube-empresa nascido ontem e o Brasil foi campeão gaúcho em 1919.

  • 20. Arbo  |  17/08/2009 às 16:09

    bá. chamou no bandeirantes. perdió.

  • 21. Yuri  |  17/08/2009 às 16:13

    #19:

    Mas a população da região merece ter um clube desse, a Esportiva já se foi há muito tempo, é condenável isso (de empresário) mas há de se pensar no torcedor… e digo mais, este clube já está tornando-se conhecido de Norte a Sul, e logo mais será nos QUATRO continentes…

    Agora, a culpa disso é da FPF, que é uma longa história, mas ela ajuda a viciar o futebol… e hoje o que manda é estrutura, e aí todos me perguntam “O que é estrutura?” aí eu digo… é ARAME.

  • 22. Yuri  |  17/08/2009 às 16:16

    Eu não condeno o Duque de Caxias, não quero que ele suma, mesmo não gostando do futebol carioca… eles chegaram e daí?? Foi maracutaia atrás da outra, muita sorte, mas não vamos condenar os outros…

    só condenemos os árbitros, que prejudicam os clubes pequenos forte e feio… com umas arbitragens dessas, como uma criança vai nascer a gostar da bola?? Se falha o dinheiro, falha tudo… hoje isso é o futebol.

  • 23. Junior  |  17/08/2009 às 16:17

    não consigo parar de rir depois do comentário 12. (2)

    Prestes, o ASA ainda não desmentiu o Chico Buarque. A letra fala em quando o Arapiraca for CAMPEÃO. O ASA, assim como o Botafogo costumeiramente faz (citar o Botafogo é uma obrigação) irá para a final, mas uma desgraça ocorrerá. O ASA tomará um gol aos 46 do segundo tempo, provavelmente um gol contra.

    Não é só o Coelho que estava dopado, o Yuri também. Desde quando o Guaratinguetá representa o povo? Só se for o povo dos empresários que tomam chá e bolachinhas com o Ricardo Teixeira.

  • 24. Alexsander  |  17/08/2009 às 16:20

    Aquele pênalti perdido pelo Xavante no jogo de ida fez muita falta.

  • 25. Yuri  |  17/08/2009 às 16:42

    Representa o povo da cidade… isso é que é… a torcida comparece, é!! Se o clube significa muito para um torcedor, já tá bom.

    Espero que não tirem os cavalos do Dario Rodrigues Leite na Série B… em 2008 o clube líder do Paulistão com cavalo a pastar na frente da bilheteria… isso é dignidade, como no esquilo a comer pinhas verdes e todo o povo a devorar também.

  • 26. Titi  |  17/08/2009 às 16:47

    Ontem uns 35 graus no Olimpico e no intervalo passa um cidadao vestido de leao. Numa roupa que devia aumentar a temperatura do corpo do vivente em uns 10 graus, chutando bem por baixo.

    Que situacao desagradavel a cena vista. Dava calor so de ver.

    Devia estar fazendo jus ao trocadilho com o nome da cidade: FORNO ALEGRE.

  • 27. Luís Felipe  |  17/08/2009 às 16:50

    a torcida do interior paulista NUNCA, NUNCA, NUNCA comparece.

    me diga um time que leve mais que 5 mil pessoas no estádio, em média, nas Séries A, B ou C.

  • 28. Junior  |  17/08/2009 às 16:58

    A Ponte Preta e o Guarani tem torcidas fiéis. Mas imagino que deve ocorrer por lá o que acontece em Pelotas, os times da Capital “roubarem” torcedores dos times da cidade.

  • 29. Yuri  |  17/08/2009 às 17:01

    Pegou pesado… é realmente este é um problema, mas que afeta os grandes clubes também… nas Séries A, B ou C é complicado, só o Guarani… não vou apelar, não vou dar outros exemplos de coisas boas, isso é um fato. Mas quem leva?? Só o Criciúma!!! Só o Tigre, mais ninguém, nem o Brasil, nem o ASA…

    Mas comparece sim, monta uma coisa decente que vai… pombas, o XV de Jaú botou mais de 15 mil pessoas num jogo de terceirona estadual, se o time não fosse tão horrível… faltam dois clubes: XV de Piracicaba e São José. Aí iam ver…

  • 30. Gustavo  |  17/08/2009 às 17:03

    #27: não sei nem se o Guarani ou a AAPP faziam isso.

    #16: se for para entrevistar mascotes, que comecem pelo WILLY, el TIBURÓN

  • 31. Yuri  |  17/08/2009 às 17:08

    #28:

    Falou quem entende… a torcida da Ponte é um lixo, não tem nem comparação, em Campinas é só Guarani. Tem os caras de verdade, mas é muito superestimada… quer porrada, tem. Se essa for sua praia…

    A Do São Bento é melhor. Do São José é melhor. A do XV é melhor, etc… até a do Penapolense é melhor, se bobear.

  • 32. Prestes  |  17/08/2009 às 17:25

    Sempre vi a torcida da Ponte comparecer muito mais à cancha que a do Guarani.

  • 33. Prestes  |  17/08/2009 às 17:26

    Yuri, fosse um XV de Piracicaba, uma Inter de Limeira, quem seria eu para contestar, ou até mesmo o Burro da Central (melhor apelido), aí de Taubaté.

    Guaratinguetá é pra fuder.

  • 34. Yuri  |  17/08/2009 às 17:29

    #32:

    Isso é marketing. O Guarani, numa divisão inferior, leva mais que a Ponte. Na mesma, também. Nacionalmente e estadualmente falando. Taí uma aposta fácil de ganhar, quando vocês quiserem enganar alguém…

  • 35. Reginaldo Rossi  |  17/08/2009 às 17:35

    Garçom, eu quero o mesmo o quê o YURI tá bebendo!

  • 36. Yuri  |  17/08/2009 às 17:59

    Melhor apelido é Fantasma da Mogiana, Elefante da Noroeste, Galo da Comarca…

    Minhas palavras são da verdade… um dia perceberão. Sorte de vocês que eu não costumo comprovar por links… minha palavra já basta. Aliás, o Guarani rebaixado, leva mais público que a Ponte. Sério.

    Yuri – justo, honesto, coerente e imparcial

  • 37. Felipe (o catarina)  |  17/08/2009 às 18:19

    aquele Felipe do #16 não sou eu, que fique claro. Nunca encontrei tantos xarás quanto neste blog. Tá foda de manter uma alcunha não-confundível.

    o único do interior de SP que coloca mais de 5 mil em média é o Guarani na Série B (6,8 mil). E quando teve Ponte Preta x Figueirense fiquei assustado com a entrevista de um dirigente da Ponte na rádio dizendo que esperavam “um bom público, umas 5 mil pessoas”. 5 mil pessoas dá em qualquer jogo de várzea. E o que dizer do Bragantino, que tem média de 788 torcedores por jogo? Menos que o São Caetano, inclusive.

    Pior ainda é o Duque de Caxias – tá, não é paulista -, que tem média de 295 por jogo. Contra o Figueirense foram 75 pagantes. Dizem que tinha até mais torcedores do Figueirense – na maioria parentes de dois jogadores cariocas do time (Egídio e Paulo Sérgio). E nem adianta vir com desculpa de que o time não joga no seu estádio que eu olhei no Google Maps e vi que o Giulite Coutinho fica a 16km da cidade de Duque de Caxias. Dá pra ir a pé.

  • 38. Yuri  |  17/08/2009 às 18:33

    “fica a 16km da cidade de Duque de Caxias. Dá pra ir a pé.”

    Dá mesmo. Eu sei o que é, ando quase isso aí todo dia, fácil. Meu calçado até furou ontem mesmo…

    Só Criciúma (fala, Felipe!!) e Bugre mesmo… então, sejamos coerentes. O São José leva 5 mil, 4 mil, na segundona estadual, de média, mas eu não mencionei pois não era esse o questionamento. Mas são só provas de qualidade.

  • 39. Yuri  |  17/08/2009 às 18:46

    Bragantino e Ituano têm que tomar puxão de orelha mesmo.
    O Ituano é fogo, eles dão uma desculpa lá, parece que o estádio fica longe… sabe a puta que te pariu?? Então, um pouco mais longe…
    já vi até torcedor de time grande, de TO, reclamando do estádio deles, que é um deserto.

  • 40. Felipe (o catarina)  |  17/08/2009 às 18:55

    quando eu falei do Guarani, me referia ao Campeonato Brasileiro. Mas legal saber que numa segundona estadual há gente que coloque bom público.

    aqui em SC acho que só há cinco times que colocam mais de mil pessoas por jogos – Avaí, Figueirense, Criciúma, Joinville e Chapecoense. O resto é uma negação. Na segundona mesmo, é uma tristeza. Se juntar todos os públicos não lota um microonibus. Mas esperar o que de um estado onde as quatro ou cinco maiores torcidas (Flamengo, Grêmio, Inter, Corinthians e talvez Vasco) são de fora?

  • 41. Ronne Franks  |  17/08/2009 às 19:01

    Do jornal Estado de Minas (Vale a pena ler, hein!!!)

    Segundona, aí vamos nós! (17/08)
    Ivan Drummond – Estado de Minas

    Foram cinco anos de sofrimento, desde o rebaixamento para a Série C do Brasileiro, em 2004. No ano passado, com um time capenga, a chance de título não existia e o time acabou lutando pela permanência na competição, mas não sem sofrimento, pois esteve ameaçado de ser rebaixado para a Série D. Felizmente, para o América, é passado. A vitória sobre o Brasil-RS, ontem à tarde, no Estádio Independência, por 3 a 1, significou um ponto final nisso tudo, pois o time não só garantiu o acesso à Série B, como também mostrou que está na luta por mais um título nacional. “O Coelhão voltou”, cantavam os torcedores nas arquibancadas, a partir do terceiro gol.

    Foi um domingo diferente. Belo Horizonte assistiu à preparação para uma festa, justa, do time verde, preto e branco, o América. A torcida Bafo do Coelho manteve a sua tradição, de 30 anos, concentrando-se no Bar Brasil, no Bairro Funcionários. A Avacoelhada, Seita Verde, UNA, Koelhomania e Torcida Feminina Baton Verde participaram de uma caminhada do Centro até a Sagrada Família, o bairro que abriga o Independência. Tudo muito diferente, pois não se viu um ato de violência sequer.

    E na Rua Pitangui, um dos maiores exemplos de civilidade que a cidade já viu. A torcida americana recebeu e brindou os cerca de 200 torcedores do Brasil, que vieram de Pelotas. Na porta do Independência, muito mais que isso. Lá havia espaço para os caras pintadas e para a irreverência. Um garçon, Osmar Fernandes, servia uísque. “Quem quiser beber, tem de pagar. A dose custa R$ 5. Trouxe quatro litros e espero faturar uns R$ 600 aqui hoje.” E para os torcedores do Coelho, não houve nada melhor. O historiador Mário Monteiro, que exibia uma camisa de 1997, ano do título da Série B, dizia que “essa é a torcida verde, preta e branca. Aqui se serve uísque.”

    No interior do Estádio, mais demonstrações de amor ao América, que, aliás, parece ser o único clube de Minas Gerais que tem nas arquibancadas ex-jogadores – Milagres, Juca Show, Zé Ernesto, Roberto Castro, Amarelinho, Afonsinho –, personagens da política, como o ex-governador e hoje senador Eduardo Azeredo, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Luiz Dulci, todos trajando a camisa do time. Nas arquibancadas, muitas faixas de apoio. Uma, em especial, chama a atenção: “América, simplesmente obrigado por existir”.

    EXPECTATIVA E nesse clima começa o jogo. Tensão em campo e nas arquibancadas. Nervos à flor da pele. O Coelho é melhor. A torcida se mostra animada e, aos 41min, Luciano dribla o goleiro João Carlos e faz América 1 a 0. O intervalo é de festa. No segundo tempo, o susto. João Rodrigo empata aos 9min. Apreensão. A torcida sente o gol. Já não grita como antes. Mas em campo, o time segue tranquilo. Toca a bola. Tem domínio da situação. Aos 24min, delírio, alívio. Falta na direita. Irênio levanta na área. Confusão, muitos trombam e a bola sobra, limpa, para Leandro Ferreira fazer o segundo do Coelho.

    A torcida se inflama e o time cresce. Vem o terceiro gol, aos 27min, com Bruno Mineiro, que deu até gaúcha num zagueiro adversário. A partir daí, ninguém se importava mais com o jogo. Todos festejam. Afinal de contas, o Coelho está de volta à Série B. “Coelho!!!”

  • 42. Yuri  |  17/08/2009 às 19:07

    Eu sei. O Criciúma teve média de mais de 5500, eu achei que você escondeu esse bom número pela rivalidade… hheheheh

    Realmente, em segundona estadual são raríssimos os que botam algo digno de nota… por isso exaltei o XV de Jaú em 2005, que no jogo final pôs 15 mil na TERCEIRA estadual… o Xv Piracicaba, botou quase 20000 na final da Copa Paulista. O S.José…

    Por isso eu falo: bota São José e XV em boas divisões, vocês vão ver o que é público de verdade.

    Por falar em Copa, em SP, RS e SC, vamos ver no final do ano mais uma edição da Recopa Sul-Brasileira… espero que um clube de tradição vença a Copa Paulista, para representar bem o estado antes os do Sul. Se bem que o favoritismo é absurdo do Atlético Sorocaba, um clube bem do sem-graça. Vamos ver.

    Recopa Sul-Brasileira = DIGNIDADE

  • 43. Felipe (o catarina)  |  17/08/2009 às 19:29

    Yuri, não temos raiva do Criciúma. Temos PENA. rsrsrsrsrs. Falando sério, triste ver um time que já disputou a Libertadores e ganhou Copa do Brasil penando pra se manter na Terceirona. E a rivalidade só existe do lado deles. Pra nós, o único rival é o Figueira.

    e fique sabendo que o Avaí B vai jogar a Copa SC, logo pode ser campeão da Recopa Sul-Brasileira. Prometo comemorar bebendo um Guaraná Pureza (http://www.terra.com.br/istoedinheiro/428/negocios/tubainas_unidas.htm) se essa conquista acontecer.

  • 44. Yuri  |  17/08/2009 às 20:09

    #43:

    Que genial esse link…

    Já ouviu falar de PRAIANO E ZAPP?? Duas marcas de refrigerantes, quiçá regionais, mas com o mérito: são o refrigerante mais barato que já vi na vida (só bebi e vi uma vez): 50 CENTAVOS POR UMA GARRAFA DE 2 LITROS.

    Se o Avaí vencer a Copa Catarina, tu terás que vir para SP para ver a Recopa… a sede será aqui este ano. Viva a Recopa !

    Recopa Sul-Brasileira >>>>> Recopa Sul-Americana

  • 45. gilson  |  17/08/2009 às 21:18

    Caraio, com 50 centavos não se compra nem 2 litros de água.

  • 46. dante  |  17/08/2009 às 21:38

    “Lá em Palmas faz 46 graus à sombra. Ninguém quer saber de carro. Quer tomar tubaína o dia inteiro.”

    uhueuihjweo

  • 47. Marcos SL  |  17/08/2009 às 22:03

    É uma pena o Xavante não figurar na série B do ano que vem. Mas como bem disse o Douglas ele terá a companhia do Juventude e mais três . E isso já é um alento…

  • 48. Diogo Beagá  |  17/08/2009 às 23:00

    Só tenho a dizer o que está escrito na faixa da foto:
    AMÉRICA, SIMPLESMENTE OBRIGADO POR EXISTIR.

  • 49. Frank  |  18/08/2009 às 10:44

    Na boa, eu gostaria que times FALIDOS como Santa Cruz, Remo e Paysandu retomassem suas glórias passadas…
    Quando eu vejo esses clube-empresas, tipo Barueri ou Guaratinguetá, ou mesmo o Assis F.C. aqui em Porto Alegre, eu fico pensando na mercantilização total do nosso futebol, e como as paixões clubísticas também acabarão enveredando por esse caminho…
    Imagina um torcedor do Papão… quem não se indignaria com um 6 x 2? Uma hora esse cara vai cansar de ser humilhado e vai passar a torcer por um desses clube-empresas que estão surgindo por aí… nesse momento, será o fim total do romantismo no futebol…

  • 50. Prestes  |  18/08/2009 às 10:49

    O problema é que PADIM CIÇO joga no Icasa, aí é covardia, usuhsdhusdhuhusauhdaushdasu

  • 51. Prestes  |  18/08/2009 às 11:09

    http://msn.lancenet.com.br/futebol-internacional/noticias/09-08-18/600695.stm?futebol-internacional-thiago-motta-pede-para-atuar-pela-selecao-italiana

    Esse cara não farda nem na Impednua e quer jogar na Azzurra. Que piada!

  • 53. Ramon  |  18/08/2009 às 16:09

    O futebol acabou, o que sobrou foi só o dinheiro…
    Não importa o que pensa a torcida, vale mais a renda da venda…
    E se não der lucro, tudo bem , feche as portas e mude o ponto, por que a cada esquina sempre tem espaço para um time de fut..ops, empresários.

  • 54. Felipe (o canoense)  |  19/08/2009 às 09:01

    Beleza Felipe, O Catarina, mudei de nome! hehehehe

    América Mineiro me lembra Zé Afonso e Celso… Que pessoa triste eu sou…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: