O dia em que Simões Lopes Neto encarou Drummond

10/08/2009 at 15:00 102 comentários

torcida

Michael Jackson era preto e lançou o hino mundial à música chata, “We Are The World”. Nosso presidente fazia atos secretos (?). EGS esteve no Rock In Rio cheio de laquê no cabelo. Tua mãe quis dar pro Paulo Ricardo e usou um cabelo que parecia o do Chitãozinho e Xororó. Brizolara ouviu voz de prisão.

“Eu tinha um ano” e “eu tava no saco do meu pai” foi o que responderam dois caras da Máfia Xavante, enquanto sorviam refrigerante (aham, sei) numa garrafa de dois litros. Referiam-se ao ano de 1985, quando o Brasil de Pelotas alcançou sua grande façanha em nível nacional, sendo terceiro colocado do Campeonato Brasileiro.

refri
Só no refri batizado

Em 2011, o clube pode repetir o feito no ano do centenário. Mas, como não é o Fluminense, precisa dar um passo de cada vez.

Souza, mais novo leitor do Impedimento, já morava em Porto Alegre em 85. Mas nos jogos decisivos rumava para Pelotas, como fez ontem. Recém começava a tarde e ele já estava no Bento Freitas, ansioso pela abertura dos portões. Para tanto, teve que fugir do almoço de dia dos pais. “Minha filha e minha mulher ligaram me xingando. Nem comi nada, não quero saber de almoço nem de dia dos pais”.

souza
Fugiu do dia dos pais por ansiedade

Esteve pela primeira vez no Bento Freitas em 1960, levado pelo avô. Mantém cadeira cativa na cancha, pagando religiosamente cem reais por mês, mesmo com a distância. “Se for dois gols de diferença, eu saio daqui e já compro minha passagem de avião para Minas Gerais”.

Doze intrépidos torcedores americanos fizeram caminho contrário. Pegaram vôo de Belzonte a Porto Alegre. De lá, fretaram uma van para Pelotas. E se alguém pôde vagabundear no Bento Freitas, foram os policiais que faziam a segurança da torcida visitante. Ao invés de xingamentos, xavantes e coelhos se cumprimentavam antes do jogo.

america
A falange mineira

Paulo, torcedor do América, e Nerci, xavante, já se conheciam por uma comunidade da Série C, no Orkut. “Achei que tu não vinha, cara. Achei que era brincadeira”, disse Nerci.

Maurílio, outro xavante, propôs uma aposta com Paulo. “Se o Brasil ganhar, tu me dá teu boné. Se vocês ganharem, eu te dou minha camisa”. Mesmo com a aposta já lhe sendo vantajosa, Paulo, como todo bom mineiro, usou de sua fala mansa para tentar fazer com que o empate também lhe desse a camisa. Não levou. Mas prometeu que, qualquer que fosse o resultado, daria o boné a Maurílio no fim do jogo. Eu fiquei como testemunha da imprensa.

aposta
Jamais aposte com um mineiro

“Acredito que vamos ganhar, porque temos um time muito bom”, disse um torcedor do Coelho. Confiei demais em suas palavras, afinal o homem se chamava Ronaldo DRUMMOND.

Horas antes eu estivera no tradicional Café Aquarius, no centro de Pelotas, onde a clientela soma milênios e usa indefectíveis boinas e garbosos casacos. Lá, um velho me convenceu de que o gramado encharcado seria benéfico para os gaúchos. “O Brasil é um time de barro. Vai ser dois a zero”.

chegada
Chegada dos xavantes à cancha: momento indescritível

Só errou o resultado, porque realmente, desde o início da partida, o Brasil demonstrou muito mais perícia no controle da gorducha no meio das poças d’água. A equipe de Paulo Porto conseguia atacar principalmente pelas laterais, sempre tentando cavar faltas e escanteios.

E chegava especialmente pelo lado esquerdo de ataque, onde o já combalido lateral Evanílson tinha dificuldades no combate. Entretanto, quando a bola alta chegava no miolo, a zaga americana invariavelmente levava a melhor, bem como o experiente goleiro Flávio. Por outro lado, a defesa do Brasil também ia muito bem, sem permitir que o América pudesse esboçar qualquer estocada fatal.

bola parada
À base de chuva e chuveirinho

Essa foi a tônica da partida também no segundo tempo, com o revés de que o campo estava ainda mais encharcado e era cada vez mais difícil trabalhar a bola. A peleja continuava muito pegada, mas já ia se amainando em termos de chances de gol, quando Kito foi derrubado na área, aos 35 minutos, e o juizão marcou pênalti para o Brasil.

O caldeirão fervilhou e eu, que passara a partida inteira arregando para o frio em uma cabine de imprensa (na qual fui gentilmente acolhido por Eduardo Cecconi), resolvi descer para o campo. Não sei se isso deu azar, mas o desgraçado do Cassel pegou muito mal na bola e bateu como Roberto Baggio nos seus melhores dias.

Posso dizer que é muito sensacional assistir um jogo de dentro do campo. A melhor passagem foi quando um jogador do América ia bater um lateral e o bandeira orientou que ele fizesse a cobrança no local de origem:

– Aí, dezesseis, aí.

Como o jogador deu mais dois passos pra frente, ouvi uma voz vinda do alambrado:

– Ele não te respeita, puto!

O jogo terminou com a torcida do Brasil bastante decepcionada pelo empate e lamentando demais o pênalti perdido no finzinho. Mas ainda com esperanças, já que empate em um a um dá a classificação aos xavantes.

“Nós tínhamos um primeiro objetivo, que era fazer gols. Não deu. Tínhamos um segundo, que era não tomar. Conseguimos”, resumiu o atacante Marcelo Régis.

Alguns jogadores do América ergueram os braços pro alto assim que o juiz apitou. O goleiro Flávio foi mais cauteloso. “Era melhor ter feito um gol, mas agora vamos buscar em casa”.

Certamente a invasão xavante não será tão grande em Minas quanto seria com uma vitória. A chuva também dificultou para fazer uma análise técnica das duas equipes. O Brasil foi melhor no barro, é o que sabemos.

E é realmente uma pena que estes dois magnânimos clubes tenham que se enfrentar nessa fase. Peguei ainda mais simpatia pelo América com uma frase do torcedor Ronaldo. “Lá em Porto Alegre, o Grêmio é nosso freguês”.

Sabe tudo essa família Drummond.

Felipe Prestes, repórter especial do Impedimento que foi a Pelotas, na primeira experiência envolvendo doações dos leitores, aos quais desde já agradecemos efusivamente pelo empenho em apostar na iniciativa.  É muito pioneirismo. Por enquanto, é um projeto piloto, mas Abu Dhabi é logo ali.

Anúncios

Entry filed under: Brasileiro.

Desmanche na oficina de Mano Menezes Verde que te quero Rubio

102 Comentários Add your own

  • 1. edu coalhada  |  10/08/2009 às 15:02

    nem li ainda, mas so to escrevendo pra ser o primeiro. heheheheh

    abraço

  • 2. Eugenio  |  10/08/2009 às 15:05

    Quem do staff Impedimento vai para Minas?

  • 3. thalles gomes  |  10/08/2009 às 15:16

    “O Brasil foi melhor no barro, é o que sabemos”

    isso resume os últimos 509 da história tupiniquim…

  • 4. Xavante  |  10/08/2009 às 15:25

    Cheguei às 2 da tarde e tomei chuva até chegar em casa às 7 da noite. A voz do Fábio Koff perto da minha parece a do Pavarotti.

    Não culpo o FILHO DA PUTA que perdeu o pênalti porque naquelas condições, é possível que até mesmo o NELINHO errasse. No mais, pergunto que espécie de hecatombe é necessária para que se transfira um jogo de futebol?

    Parabéns a torcida do Coelho que compareceu em maior número que a temida SOLANGE GRENÁ. Estaremos em Minas, podem reservar o pão de queijo e a Natália Guimarães.

  • 5. douglasceconello  |  10/08/2009 às 15:26

    Bah, excelente demais, Prestes.

    “- Ele não te respeita, puto!”

    Maior MANIFESTAÇÃO POPULAR.

  • 6. m  |  10/08/2009 às 15:38

    e essa bandeira da palestina?

  • 7. RicardoSache  |  10/08/2009 às 15:38

    Se o Prestes não entrevistou o célebre Ordinário sobre sua percepção (alcólica ou não) a respeito do embate, ou, bateu um instantâneo fotográfico ao lado do Trescú, sua viajem foi incompleta.
    Saudações Xavante e, até a Série B!

  • 8. Juca  |  10/08/2009 às 15:39

    Muito massa PRESTES!!
    Eu ouvi o primeiro tempo pela Rádio Pelotense… Índice MÁXIMO no autismo.

  • 9. dante  |  10/08/2009 às 15:40

    também não entendi a bandeira.

  • 10. fino  |  10/08/2009 às 15:45

    depois eu leio…

    por enquanto tudo que posso dizer é: PRESTES PÉ FRIO

  • 11. Lobo  |  10/08/2009 às 15:46

    Gostei da cara de desconfiado do minerin!
    Cecconi torcendo pelo xavante……que loucura!!!

  • 12. Franciel  |  10/08/2009 às 15:59

    Eu quero meu dinheiro de volta – não pela reportagem pelotense de Prestes Gay Talese Nascimento (copiraite Cassol), que está sensacional, mas porque o referido é um pé de geladeira da porra.

    Bom. Dito isso, vamos agora às providências que a nação exige neste momento delicado. Paulo César Carpegiani (PCC) acaba de ser demitido. Urge, portanto, que alguém sequestre renê simões. É preciso deixá-lo incomunicável nos próximos dias.

  • 13. douglasceconello  |  10/08/2009 às 16:11

    Xavante, entendo tua CONTRARIEDADE, mas confesso que ontem passei grande parte do dia desesperado com a possibilidade de adiarem o jogo. Se fosse assim, teríamos de sustentar por mais algumas horas a permanência de PRESTES e sua rotina de MANJARES E MESSALINAS em Pelotas.

  • 14. Gustavo  |  10/08/2009 às 16:12

    A bandeira tem as cores do América. E o vermelho.

    Não te preocupa Françuel, o teu querido Vagner vai voltar.

  • 15. Gustavo  |  10/08/2009 às 16:13

    Tinha uns tempos atrás um torcedor do Coelho que era assíduo do Impedimento. Será que continua seguindo?

  • 16. Franciel  |  10/08/2009 às 16:14

    Gustavo, seria uma glória. Por vários motivos, mas principalmente porque ele conhece o elenco, inclusive conhece muito Ramon Enoja Baba Menezes.

  • 17. Tiago  |  10/08/2009 às 16:16

    muito legal!
    tem q ir a Minas agra

  • 18. Moises  |  10/08/2009 às 16:17

    Reportagem muito boa, estao de parabens. Concordo com tudo que dissestes, foi uma pena o jogo ter ocorrido com toda aquela chuva, mas faz parte. Se continuar escrevendo assim (sem puxar o saco dos times visitantes como fazem nossos reporters conterranios), tenho certeza que teras o apoio de todo torcedor xavante. Grande Abraço!

  • 19. Daniel Cassol  |  10/08/2009 às 16:19

    Excelente, Prestes. Relato SINGELO porém cheio de NUANCES.

    A recepção ao time no lado de fora do Bento Freitas é uma das maiores catarses futebolísticas que já presenciei.

    # 7. RicardoSache

    Ordinário já foi PERSONAGEM de matéria do Impedimento. Grande pessoa.

    # 15. Gustavo

    Acho que o PAULO TORRES é o torcedor coelhense.

    # 11. Lobo

    Lobo, o que é teu tá guardado.

  • 20. Daniel Cassol  |  10/08/2009 às 16:27

    Prestes comandando a boca virtual:

    http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/brasileiro/serie-c/ultimas-noticias/2009/08/10/ult7433u60.jhtm

  • 21. Rudi  |  10/08/2009 às 16:32

    parabéns devendra

  • 22. Paulo Torres  |  10/08/2009 às 16:33

    Opa, sou atleticano. Mas sou assíduo frequentador do Gigante do Horto (aka Estádio Independência), e não me conformo em ver o Coelhão vagando pela Série C, e sendo chamado de time pequeno pela própria imprensa de MG…

    Me lembro de ter visto alguns americanos de raiz comentando por aqui, daqui a pouco eles se manifestam.

  • 23. Xavante  |  10/08/2009 às 16:33

    Ceconello, da próxima vez manda o CASSOL de novo que é mais econômico.

    Dependendo do APERTO, posso até oferecer uma JANTA ao próximo correspondente na casa da minha SOGRA.

  • 24. Samuel Mancni  |  10/08/2009 às 16:35

    Porra, na proxima vez mandem um outro cara, esse é muito pe frio, puta que pariu!

    haha!!

    Tche, o Blog é muito afudê, continuem com essa pegada!

    Sugestão de Pauta: viagem com a Xavantada em algum jogo pelo Rio Grande afora;

    Podem ter certeza que terão muita coisa pra contar (churrasco, canha, aditivos e muita chinelagem)

  • 25. EGS  |  10/08/2009 às 16:38

    Prestes > ARMANDO NOGUEIRA

    Cara, adoraria ter estado no Rock In Rio I, para ver KID ABELHA.

    Bem como gostaria de ter estado no Rock In Rio II para ver NEW KIDS ON THE BLOCK e no Rock In Rio III para ver o GUNS.

  • 26. zobaran  |  10/08/2009 às 16:38

    Mandou bem, Prestes!

  • 27. douglasceconello  |  10/08/2009 às 16:40

    “churrasco, canha, aditivos e muita chinelagem”

    Que isso, rapá. A gente é jornalista SÉRIO.

    shuhsudhs

  • 28. Francisco Luz  |  10/08/2009 às 16:42

    Acho que era Diogo o nome do COELHO daqui.

  • 29. Gustavo  |  10/08/2009 às 16:47

    É isso aí, Chico.

  • 30. rafael botafoguense  |  10/08/2009 às 16:49

    ”Em 2011, o clube pode repetir o feito no ano do centenário. Mas, como não é o Fluminense, precisa dar um passo de cada vez.”

    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

  • 31. Prestes  |  10/08/2009 às 16:53

    Obrigado a todos!!!

    E especialmente à Impedcorp!! Foi uma grande viagem, é uma pena que muitas vezes se fale mais de Pelotas para fazer piadas. É uma cidade que deveria ser conhecida nacionalmente por sua riqueza cultural, e aqui não faço média.

    Aos hereges que me chamam de pé-frio devo dizer que estive no Beira-Rio nas últimas conquistas coloradas e, principalmente, que me sagrei campeão da última edição da COPA FABICO.

  • 32. Prestes  |  10/08/2009 às 16:54

    Ah, e o Dossiê Pelotas não acabou!

  • 33. Historiador  |  10/08/2009 às 16:58

    Jogo da Série C deveria ser obrigatoriamente ser disputado na LAMA, com gramados com, no mínimo, 26 buracos por metro quadrado (ns)

  • 34. nerci  |  10/08/2009 às 16:59

    cara, muito legal o blog, meu! não conhecia não!!e camarada o prestes, muito muito gente boa. pena que não ganhamos o jogo!! mas ta massa, la em BH tem mais.manda bala de novo.abraço.

  • 35. dante  |  10/08/2009 às 16:59

    “A bandeira tem as cores do América. E o vermelho.”

    percebam o gustavo dando seguimento ao nosso DEVER COTIDIANO, que é propagar a FALTA DE SENTIDO.

  • 36. Historiador  |  10/08/2009 às 17:00

    Se me pagarem um CHIVAS de 21 dolares cobro um clássico uruguaio ou argentino assim que for trabalhar na fronteira.

    Tudo bem, pode ser UM PANCHO que tá valendo

  • 37. Celão  |  10/08/2009 às 17:04

    Vamos fazer uma vaquinha prá comprar novelo de lã, minha vó pode tricotar as meias pro Prestes.

  • 38. Paulo Borges  |  10/08/2009 às 17:12

    Companheiro, eu queria o empate por achar que o empate ‘era nosso’ em Pelotas, como acho que foi… e o Maurílio depois não apareceu para buscar o boné dele. E quem acabou aparecendo de novo, só que do outro lado da torcida, foi o Nerci e presenteou-me com uma bandeira do Brasil. FUTEBOL NÃO É GUERRA…É FUTEBOL. E ‘vamo’ que ‘vamo’… (Eu, já de BH…e por falar em BH, quem fala – ou escreve – “Belzonte” é quem não é daqui. ‘Belzonte’ não existe).

  • 39. Junior  |  10/08/2009 às 17:12

    Prestes, quem dá explicação é a Yeda, marido que chega tarde ou o Ronaldo e seus travestis. Não adianta, tua fama agora é de pé frio, hghghgdd.

    Falando sério, parabéns pelo excelente texto. Uma das meninas do blog da Lila é torcedora do América, poderia rolar uma “joint-venture” (ui!) para um texto sobre o jogo de volta.

  • 40. Prestes  |  10/08/2009 às 17:17

    quem fala – ou escreve – “Belzonte” é quem não é daqui.

    Acertou, eu não sou daí.

  • 41. Lucas Cavalheiro  |  10/08/2009 às 17:19

    Muito bom o relato. E massa as fotos, também!

    Li com a namorada do lado, que é Xavante e pelotense.

    frase da patroa:

    “Bah, meu pai frequentava o Aquarius e era o mais novo do lugar”.

    AUeuaeauea, morri!

  • 42. Yuri  |  10/08/2009 às 17:21

    Um dia ainda conseguirei assistir jogos de equipes de todos os estados do Brasil (e claro, juniores conta também). Dentre outras bizarrices. Seráááááááááá?????

    O mundo dirá.

  • 43. Prestes  |  10/08/2009 às 17:21

    Sensacional a torcida do América, Paulo.

    E a relação amistosa entre os torcedores dos dois clubes foi também muito legal!

    Parabéns, Paulo e Nerci.

    “Companheiro, eu queria o empate por achar que o empate ‘era nosso’ em Pelotas, como acho que foi…”

    Desculpe, Paulo. Meu compromisso é com a piada, uhasdasuhddasuhasuhdasuhdsduhsuhd

  • 44. Arbo  |  10/08/2009 às 17:22

    bá, prestes. só agora li as duas matérias. mto bom.
    q afudê essa camisa do américa-mg

    e bem observado, thalles

    ‘O Brasil foi melhor no barro, é o que sabemos’

    isso resume os últimos 509 da história tupiniquim…”

    aguante brasil, prestes, impedimento!

  • 45. Fernando Cesarotti  |  10/08/2009 às 17:27

    Prestes VENDIDO à grande mídia má, feia e bobona, exijo ressarcimento dos meus reais. Vou cobrar lá do UOL. (Mentira)

    Sensacional a matéria, meu caro.

  • 46. klaus  |  10/08/2009 às 17:27

    a camisa do américa é uma das mais bonitas que existe.

  • 47. Prestes  |  10/08/2009 às 17:28

    “Prestes VENDIDO”

    Quem dera, Cesarotti, quem dera…uhsdsuhdsuhduhduhuh

  • 48. Arbo  |  10/08/2009 às 17:28

    as cores da bandeira Palestina, não sei se isto quis significar, somam as cores do Xavante e do Coelho…

  • 49. Paulo Borges  |  10/08/2009 às 17:31

    Tinham uns caras lá querendo ‘comer os nossos fiofós’, aliás um gosto bem esquisito esse…mas, no frigir do ovos, entre mortos e feridos salvaram-se todos… e com os fiofós intactos. E o “inferno” ‘tava’ danado de frio, além de molhado.

  • 50. sergio  |  10/08/2009 às 17:41

    A Bandeira da Palestina representa a nossa luta, pois temos dois times Atletico e Cruzeiro e principalmente o Cruzeiro cujo o Presidente já falou na imprensa que não dorme em Paz quanto não “acabar” com o América. E a nossa luta contra os dois e a imprensa bairrista que sempre nos desmerece. E a nossa luta é muito parecido com a dos Palestinos que mesmos sem o poder bélico de Israel consegue mostrar ao mundo a sua existencia.
    Aos xavantes muito obrigado pela recepção

  • 51. Jader Anderson  |  10/08/2009 às 17:41

    No minimo quem fez a previsão foi tu mesmo Paulo “Deputado” Borges… erra todas !!!!

    heahehehuehueauheuheuhuha

  • 52. Gustavo  |  10/08/2009 às 17:49

    #34: eu realmente não consegui achar sentido pelo vermelho. Talvez uma homenagem ao próprio Xavante. Mais provável que tenha sido por razões GUERREIRAS (ns)

  • 53. Gustavo  |  10/08/2009 às 17:51

    #52
    O cara já tinha explicado.
    Perdi.

  • 54. Paulo Torres  |  10/08/2009 às 17:51

    Houve uma vez no Independencia, no inico da atual década, em que um americano resolveu pendurar uma bandeira de Israel no alambrado (mais ou menos onde hoje se acomoda a SEITA VERDE). Um outro americano, suponho que o mesmo dessa bandeira palestina, saiu lá do outro lado do estádio e foi tomar satisfações com o sujeito. Pelo que minha pouco confiável memória se lembra, a discussão durou mais do que 45 minutos, com dedo na cara, ânimos exaltados, turma do deixa-disso, mas sem agressões físicas. E foi bem melhor de se assistir do que o jogo, certamente.

  • 55. Arbo  |  10/08/2009 às 17:53

    Gustavo, o sergio já respondeu no 50.
    aguante la resistencia!
    viva brasil! ns

  • 56. Arbo  |  10/08/2009 às 17:54

    #53
    O cara já tinha lido a explicação.
    derrota

  • 57. col  |  10/08/2009 às 18:24

    A torcida inteira do América foi pra Pelotas?

    hauhauahuahauhauhaa

  • 58. Carlos  |  10/08/2009 às 18:41

    Off topic…

    http://trasel.com.br/garfada/

    É parceria de vcs, não?

    O post sobre o salame caseiro, principalmente a segunda frase, vale a pena.

    çaskdlasçkdksaçldçklasdk

  • 59. Eduardo Lorea  |  10/08/2009 às 18:52

    Muito bem contado, Prestes. Eu contei precariamente a batalha aqual – já que campal não dá pra dizer – aqui, ó:

    http://www.twitter.com/eduardolorea Avante, Xavante!

  • 60. Renato K.  |  10/08/2009 às 19:18

    Dante 35:
    “A bandeira tem as cores do América. E o vermelho.”

    percebam o gustavo dando seguimento ao nosso DEVER COTIDIANO, que é propagar a FALTA DE SENTIDO.

    Na verdade, vermelho é que é cor de América – acho que o único América que não é alvirrubro (reforma ortográfica, alô?) é o Coelho.

    Sobre Pelotas: fui pra lá há muitos anos (ui) dar (ui 2) um curso (ui 2334534) para uma empresa de Telecomunicações (não lembro o nome agora). Cidade ótima, povo maravilhoso e hospitaleiro, mulheres lindas.
    A gente chega até a relevar a viadagem dfkjhgsklh

  • 61. Diogo Beagá  |  10/08/2009 às 19:37

    Opa! Fui citado aí em cima! Continuo ligado, mas só espiando.
    Sobre a bandeira da Palestina na torcida americana, aqui outra foto ó:

    Essa é do “clássico das multidões”.

  • 62. fino  |  10/08/2009 às 19:51

    sensacional, prestes…

    só acho que foi o teu amigo ronaldo que simpatizou contigo e não quis lembrar a Copa do Brasil de 1998…

    https://impedimento.wordpress.com/2009/04/22/mata-mata-nao-trabalhamos/

    EGS: “1998

    América-MG 1 X 0 Internacional Independência 04/02/1998
    Internacional 1 X 0 América-MG Beira-Rio 05/03/1998

    Esta época marcou o auge da cultura do QUASE no Beira-Rio. Sempre faltava um ponto, um gol ou um PÊNALTI pra se classificar. Assim, o Inter QUASE passou da primeira fase da Copa do Brasil em 1998.”

    comentário do LF: “1998: DINHO fez o gol de pênalti derradeiro. Ele que fora dispensado pelo Grêmio pouco antes e que dedicaria a vitória à nação tricolor. Detalhe: foi A PRIMEIRA FASE da Copa do Brasil.”

  • 63. fino  |  10/08/2009 às 19:59

    mas fazer o que se tem colorado que prefere ignorar os 27 anos que separaram 1979 de 2006…

    uaaaaaaaaaaaaa

  • 64. Paulo Borges  |  10/08/2009 às 20:01

    Que previsão que eu fiz?! Torcida do AMÉRICA inteira, não. Só a metade MENOS MEIO (Foram DOZE) .

  • 65. Xavante  |  10/08/2009 às 20:08

    Ainda que DOZE, é mais que a SOLANGE GRENÁ enviou a Baixada. De toda sorte, eles são recordistas de público, só não falam que o ingresso é Dois pila e tu pode levar 5 amigos para encher o Polentenário.

    Na Baixada é R$ 15 SEM OSSO E COM CHUVA (20 na hora).

  • 66. Diogo Beagá  |  10/08/2009 às 20:10

    Melhores momentos de Brasil x América
    http://www.superesportes.com.br/ed_esportes/001/template_esportes_001_131463.shtml

    Coelhão com calção branco lembra o NUEVA CHICAGO.

  • 67. fino  |  10/08/2009 às 20:10

    meu presidente é uma topeira

    “Não se pode esquecer que as coisas andam juntas. O campeonato não é feito só de partidas fora. Temos um dos melhores aproveitamentos em casa. As coisas não são separadas. Temos que analisar. Cada derrota tem uma história”, disse.

  • 68. matheus nite  |  10/08/2009 às 20:10

    aeee,eu so da mafia xavante, e me lembro do cara que fez as fotos la! me lembro dos meus amigos falando aonde estavam em 85 ahahauhau tava muito bom o jogo,o cara das fotos é mto gente fina! abraçao parceiro!

  • 69. Little Potato  |  10/08/2009 às 20:19

    Ao visitar Pelotas, é obrigatório depois do jogo passar no Restaurante Coqueiros na saída da cidade, pedir um Café Colonial e experimentar a fabulosa PASTA DE TORRESMO servida no local.
    Mesmo que depois da refeição uns quatro ou cinco meses de vida lhe sejam subtraídos, vale a pena provar !

  • 70. beretta  |  10/08/2009 às 20:41

    Link pro jogo do Inter?

  • 71. beretta  |  10/08/2009 às 20:43

    Alguém consegue o link pro jogo do Inter no ROJA?

  • 72. beretta  |  10/08/2009 às 20:50

    POR QUE eu não consigo comentar mais?
    kaelalçekaekae

    Perdi!!

  • 73. baço  |  10/08/2009 às 20:51

    teste

  • 74. beretta  |  10/08/2009 às 20:53

    TESTE!!!!

  • 75. Carlos  |  10/08/2009 às 20:57

    Pelotas é a fude, prestes.

    Belo relato, valeu cada centavo investido!

    Agora tem q mandar alguém pé quente pra minas…

  • 76. Cassol  |  10/08/2009 às 20:59

    Consulta à xavantada: vai rolar ônibus pra Minas?

  • 77. beretta  |  10/08/2009 às 21:28

    Bah, esquizofrenia mode on!

  • 78. Ramon  |  10/08/2009 às 22:14

    Estive em Pelotas e levei a bandeira da Palestina, sou professor de Geografia e sempre cito a Palestina como exemplo de ressistência.
    Gostaria de enfrentar o Brasil na semi-final, seria apenas jogos festivos, mas o futebol é assim mesmo.
    AMÉRICA NÃO SEI VIVER SEM VOCÊ…

  • 79. Mateus  |  10/08/2009 às 22:33

    Depois do jogo de hoje, ‘e necessario dizer:
    Taison = JONAS.

  • 80. Marcelo Barboza  |  10/08/2009 às 22:58

    Cassol, dois ônibus de Pelotas, um daqui de Joinville-SC e mais um do Rio de Janeiro. E vários indo de avião de POA para BH. Vamos com tudo!

  • 81. dante  |  10/08/2009 às 23:43

    bá, então vamos mandar o prestes pra minas!

    E SEM VOLTA!

    [piada óbvia, mas oportuna]

    huaaaaaaaaaalçasklçsakflfsdkfçds

  • 82. guihoch  |  11/08/2009 às 00:10

  • 83. Lucas Cavalheiro  |  11/08/2009 às 00:36

    E eu achando que isso era o fim da várzea. Ledo engano.

  • 84. Massa Ativa  |  11/08/2009 às 02:00

    Muito legal o texto cara.
    Gostei muito do blog

  • 85. Olheiro  |  11/08/2009 às 02:15

    narração de verdadeiro torcedor. Bah, emoção a full

    Achem esse cara. Ponham ele em alguma rádio, já.

  • 86. Luís Felipe  |  11/08/2009 às 08:26

    sensacional, Prestes. Mestre do universo.

  • 87. Álisson  |  11/08/2009 às 09:20

    “- Ele não te respeita, puto!”

    Nada mais a acrescentar.

  • 88. Jader Anderson  |  11/08/2009 às 09:21

    Paulo Borges, nada pessoal… é que coincidentemente teu nome é o mesmo de um ex “homem do tempo” pelas bandas aqui do sul

    hehahehaeae

  • 89. Prestes  |  11/08/2009 às 13:24

    Tchê, o Souza, que fugiu do dia dos pais, me sacaneou.

    Coloquei no texto que ele era o “mais novo leitor do Impedimento”, porque ele me garantiu que ia virar leitor assísduo.

    Aí o cara não aparece.

    TAÍ SOUZA??

  • 90. luis titika  |  11/08/2009 às 15:03

    Muito boa a cobertura Prestes, agora vejam se a torcida americana recebe bem nossos torcedores guerreiros e sofridos xavantes, POIS SOMOS UMA TORCIDA ACIMA DE TUDO FESTEIRA.

    SAUDAÇOES XAVANTES

  • 91. Ivan  |  11/08/2009 às 16:14

    Muito bom.
    E seja sempre bem-vindo ao Bento Freitas.
    Se quiseres, fica já o convite para em um futuro próximo ires junto com o pessoal da Onda Xavante – Região Metropolitana de Porto Alegre/RS, a terceira maior torcida da Capital Gaúcha.

    Abs,

  • 92. Prestes  |  11/08/2009 às 17:08

    Opa, maravilha!

  • 93. Logan  |  11/08/2009 às 18:48

    Só falta o Franciel cobrir o campeonato intermunicipal tipo,
    Ipiaú x Cachoeira.

  • 94. Samuel Mancni  |  11/08/2009 às 23:35

    Como disse o enVIADO do blog a Baixada: “Chegada dos xavantes à cancha: momento indescritível”

    Aí vai o momento indesritivel, registrado por mim e compartilhado aos leitores do Blog:

    Abraço!

  • 95. gerson  |  12/08/2009 às 01:45

    Baita cobertura!
    E quem vai a Minas com a massa xavante?

  • 96. Filipe  |  12/08/2009 às 09:22

    Passagens compradas e vamos invadir BH!!!

  • 97. Paulo Borges  |  12/08/2009 às 09:44

    Que o Samuel me perdoe – ou não – mas o domingo teve UM momento “indescritível”: “Bola na marca, correu Cacel, bateu Cacel…”. Queriam apresentar o “inferno”, ficaram conhecendo o “olhar de seca pimenteira” da “massa” americana. Na hora do penalti, a minha previsão foi: “Esse cara vai escorregar”. E só não caiu porque estava longe. Se tivesse sido no gol ‘de cá’, ele teria esborrachado no chão.
    E quer dizer que Paulo Borges era “o homem do tempo” por essas bandas?! E o ‘DILÚVIO’??!!!

  • 98. Cassio Brauner  |  12/08/2009 às 11:27

    Parabéns pela cobertura. Nota 10! Seria bom ter uma cobertura assim no jogo de volta. Dou até a dica: vai ter 3 ônibus saindo de Pelotas para encarar 33 horas de viagem até BH, pq não acompanhar mais essa saga xavante???

  • 99. Juliano  |  12/08/2009 às 11:40

    Porra, na proxima vez mandem um outro cara, esse é muito pe frio, puta que pariu!

    haha!!

    Tche, o Blog é muito afudê, continuem com essa pegada!

    Sugestão de Pauta: viagem com a Xavantada em algum jogo pelo Rio Grande afora;

    Podem ter certeza que terão muita coisa pra contar (churrasco, canha, aditivos e muita chinelagem)

    [2]

  • 100. Prestes  |  12/08/2009 às 14:52

    Bah, XAVANTADA EM PESO!!!

    Valeu, gurizada!

    E vão sifudê com esse papo de pé-frio, o empate em um a um é de vocês lá, deixem de ser cagalhões, husadhusdausdhahuddauhuhdhsuduhas

  • 101. Menezes  |  12/08/2009 às 18:35

    PARABÉNS PRESTES E TODA TORCIDA DO IMPEDIMENTO (MAIOR QUE A DO AMÉRICA)

    VOCÊS MERECEM!!!!!

  • 102. Júlio Brauner  |  15/08/2009 às 00:38

    Cada vez me convenço mais que Pelotas é um país vizinho, amigo do Brasil. Agora, Prestes que tu e o Cassel são pé-frio, não tenho dúvidas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • Tradição será interrompida abruptamente ano que vem porque na Série C os grupos são regionalizados e, se o Santa ca… twitter.com/i/web/status/9… 7 hours ago
  • Santa Cruz criando uma tradição anual de golear um time gaúcho depois de ser rebaixado. Ano passado, 5x1 no Grêmio. Agora, 5x1 no Juventude. 7 hours ago
  • @Kiromba No caso, o Ipatinga era o lanterna e foi o primeiro rebaixado. 1 day ago
  • @Kiromba 2008. Naquele ano, o Ipatinga só confirmou matematicamente a queda na 37ª rodada. 1 day ago
  • Vence o Avaí e a disputa mais quente contra o Z4 agora tem quatro times COLADOS na luta por um lugar fora do buraco… twitter.com/i/web/status/9… 1 day ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: