O primeiro gaúcho a surrar europeus

14/07/2009 at 00:48 48 comentários

Embarque1960europa

Enquanto alguns homônimos contentam-se disputando uma reles final de Libertadores, o Cruzeiro aqui de Porto Alegre esbalda-se comemorando seus 96 anos, completados exatamente neste frio e imponente 14 de julho. E, gremistas e colorados, podem chorar: trata-se nada menos do que o primeiro clube gaúcho a conquistar um troféu intercontinental.

Certamente essa juventude traquinas e indiferente à tradição ignora que o glorioso Cruzeiro de Porto Alegre na verdade deu a BENÇÃO ao seu homônimo mineiro, pois foi fundado em 1913, enquanto o clube de Belo Horizonte deu as caras na lida futebolística apenas no RECENTE ano de 1921. Ontem, praticamente.

Durante muito tempo, o Esporte Clube Cruzeiro representava a terceira potência do futebol gaúcho, atrás apenas de Grêmio e Internacional, obtendo grande destaque também nos esportes amadores, como basquete e atletismo. Segundo texto enviado por Ernani Campelo, torcedor, dirigente e entusiasta das coisas do Cruzeiro, é o único clube da capital que conquistou campeonatos estaduais em cinco modalidades esportivas: futebol, basquete, futsal, vôlei e atletismo.

O clube sediado no indefectível estádio do Estrelão, colírio na paisagem vislumbrada pelas almas danadas que precisam subir a Protásio Alves rumo aos perigos do Rubem Berta e à campeiragem que come solta na banda de Viamão, foi campeão portoalegrense de futebol em 1918, 1921 e 1929, deixando a dupla Gre-Nal pendurada no pincel. Em 1929, derrotou o então TEMÍVEL Guarany de Bagé e conquistou o Campenato Gaúcho.

Diz a história, ainda, que o clube que hoje aniversaria crescia em disputas contra os grandes do Estado, sendo o único time que jogava de igual para igual contra a formação colorada que ficou conhecida como Rolo Compressor e que passava o MARMELO na rapeize nos idos da década de 40. Prova disso é que o Estrelado foi campeão da Taça Cidade de Porto Alegre em 1943 e 1947.

cruzeiro1945contraAtleticoPR
O Cruzeiro de 1945

Não satisfeito em mostrar seu brilhantismo na cancha, o Cruzeiro ainda lançava TENDÊNCIAS. Em 1914, criou as categorias inferiores – infanto-juvenil e juvenil – e logo sugeriu que fosse lançado um capeonato apenas para a piazada, nascendo assim a Liga Infantil de Futebol. Também foi ideia do clube regulamentar a entrada de estrangeiros nas agremiações gaúchas, o que já ocorria em São Paulo e Buenos Aires. Para corroborar o pioneirismo bagual, em 1944 consagrou-se como o primeiro clube do Estado a contratar um técnico estrangeiro. O felizardo foi o húngaro Emeric Hirchl, que trouxe de roldão o DUO Flamini e Lombardini, carcamanos que haviam tido sucesso na Argentina

Em 1941, o Cruzeiro ganhava ainda mais ENVERGADURA ao inaugurar o Estádio da Montanha, na época um dos mais modernos do Brasil. Situado na “Colina Melancólica”, o clube deu algumas das maiores alegrias à sua torcida. Mas a SANHA do desbravamento continuava correndo nas veias da agremiação, que em 1953 saiu a dar banda na Europa, Ásia e Oriente Médio, sendo o primeiro time fora de Rio de Janeiro e São Paulo a correr paragens tão INÓSPITAS. O grande feito dessa primeira TURNÊ foi obter um empate diante do já então FALIDO e paparicado REAL MADRI, pentacampeão europeu, em plena casa do adversário.

WaltãoxDiStefano
WALTÃO disputa com Di Stéfano

Mas não paremos por aí. E o que vem agora fará colorados e gremistas darem-se as mãos e brincarem de cirandinha, tamanho será o golpe em sua convicção. Porque em 1960 o Cruzeiro voltou ao Velho Continente para dar de relho naquela ALEMOADA (da Rússia para a ESQUERDA, é tudo ALEMÃO, como certa vez ouvi um russo falar em um filme, Arca Russa, se não me engano).

O que o clube estrelado trouxe na bagagem foi nada menos que o título de Campeão do Torneio de Páscoa de Berlim, que, ARRÁ, tornou-se o primeiro título continental obtido por um clube do Universo Grande do Sul. E nem tentem sair pela porta dos fundos com argumentos desesperados, pois na época esse era um dos principais torneios da Europa. Outro título de Páscoa foi conquistado em 1961, dessa vez em Mar del Plata, na Argentina. O grande triunfo SAIDEIRO da resplandecente história cruzeirista foi conquistado em 1970, quando o time tornou-se o primeiro campeão da Taça Governador do Estado.

cruzeiro1970
A formação estrelada de 1970

O argumento definitivo sobre a importância do clube para o futebol, não apenas gaúcho como brasileiro, está nos nomes que defenderam suas cores. Dentre eles, estão: Moderato Wisintainer (primeiro gaúcho a jogar uma Copa do Mundo, em 1930), Picasso, Valdir de Morais, Airton Ferreira da Silva, Ortunho, Batista, Jorge Andrade, Daizon e João Pontes, Chico Spina e Rafael Sobis.

cruzeiropoa2008
E uma formação recente, de 2008

Enfim, uma data tão relevante não pode passar despercebida. Por isso, o clube planeja um grande JANTAR FESTIVO para hoje à noite. Se me prometerem que poderei tirar uma foto ao lado do troféu do TORNEIO DE PÁSCOA, não vejo outra saída que não comparecer.

As fotos foram enviadas por Ernani Campelo, assim como o texto do qual eu tirei a maiora das informações.

Saudações,
Douglas Ceconello.

Anúncios

Entry filed under: Clubes.

Las idas y venidas del Albo Confesso que sequei – o Fluminense

48 Comentários Add your own

  • 1. Matias Pinto  |  14/07/2009 às 01:09

    “trata-se nada menos do que o primeiro clube gaúcho a conquistar um troféu intercontinental.”

    Já o 14 de Julho de Sant’ana do Livramento, que hoje completa 107 anos de vida, ganhou há exatos 100 anos a Copa La France, certame disputado na vizinha Rivera. Sendo assim o PRIMEIRO gaúcho a ganhar uma competição internacional…

  • 2. marlon  |  14/07/2009 às 05:14

    “essa juventude traquinas”

    GUSPI UM PANDA com essa. primor de texto.

    em 1953 os merengues tavam começando a contratar estrangeiros, recém tinham construído o Bernabéu e tavam cheios da grana [dizem por aqui que Don Santiago tinha patrocínio dos fascistas, mas vai saber]. aliás, Di Stefano estreou em 53.

  • 3. mardruck  |  14/07/2009 às 06:52

    Rá, eu tenho uma camisa deles.

  • 4. Anônimo  |  14/07/2009 às 08:26

    Tinham que colocar na roda do bolão uma camisa do Cruzeiro ORIGINAL.

  • 5. Ismael  |  14/07/2009 às 08:32

    Bah, que grande post! Registro mais do que merecido. O Cruzeiro foi o primeiro clube a me mostrar que estádios são TANGÍVEIS.

    Belo registro!

  • 6. Camilo CEO  |  14/07/2009 às 08:35

    #4 E existirá uma camisa PIRATA do Cruzeiro-POA?

    No mais, PARABÉNS, CRUZEIRO.

  • 7. JB  |  14/07/2009 às 08:55

    Ceco, corrige alí pelo 7º parágrafo: Argnetina, Àsia.
    No mais, AGUANTE CRUZEIRO!

  • 8. dante  |  14/07/2009 às 09:14

    sensacional!

    acho que vou ABOLIR minha amizade com o ceconello pra não ficar chato quando elogiar esses posts.

    AGUANTE CRUZEIRO! [2]

  • 9. marlon  |  14/07/2009 às 09:21

    tava lendo a coluna do tal do ledio carmona no site da globo. que LIXO imundo a escrita do cara. pensei cá com meus botões, como é que não é um desses magrões que tratam o VERNÁCULO com catega e respeito, tipo o ceco, que está escrevendo pra globo?

    CECO E LU ALTENHOFEN APRESENTANDO GLOBO ESPORTE DJÁ

    hkdjsda

  • 10. beretta  |  14/07/2009 às 09:24

    Bah uma vez quando eu jogava no GLORIOSO time do América, de Gravataí, fizemos um amistoso com o CRUZEIRINHO.

    Tinha uma velha que ficou cantando o hino do Cruzeiro o jogo inteiro e chamava todo nosso time de COLONO.

    Nenhum sentido.

    AGUANTE CRUZEIRO!!! [3]

  • 11. dante  |  14/07/2009 às 09:37

    tava olhando o link do JANTAR FESTIVO, é só 15 pilas.

    Ó.

    BRILHOU, HEIN.

  • 12. Gabriel Marcondes  |  14/07/2009 às 09:49

    Cruzeiro de BH, perdi.

    Aliás, o Cruzeiro de BH só foi virar Cruzeiro em 1942, o que configura ainda mais o ato de plágio.

  • 13. douglasceconello  |  14/07/2009 às 09:53

    Valeu, JB!

    Aprecio as considerações, gurizada.

    E, de fato, 15 pilas é HONESTÍSSIMO. Ou seja, o Cruzeiro é o verdadeiro clube do povo de Porto Alegre.

    uauahsua

  • 14. marlon  |  14/07/2009 às 10:16

    quando eu ganhar EL GORDO no final do ano, volto ao brasil e produzo um programa de FUTBOL pra rapeize.

    saca a idéia: numa cobertura com churrasqueira, dante, fino, ceco e carlos [pra manter a PARIDADE grenal] discutem assuntos de interesse geral da hinchada: escalações, roubos da arbitragem, aquele dalata de amsterdam e as bundas de torcedoras. PAMPACATS de garçonetes, em trajes SUMARISSIMOS, o BANHA de churrasqueiro e o programa só começa a ser gravado depois de EXTINTA a segunda GRADE de heineken.

    VSF PATROLA [ns]

  • 15. marlon  |  14/07/2009 às 10:17

    esqueci do nome do programa:

    COMENTARIO 17, claro.

  • 16. douglasceconello  |  14/07/2009 às 10:17

    Bah, depois de escrever o post, lembrei do glorioso Cruzeiro de SÃO GOTARDO:

    https://impedimento.wordpress.com/2008/05/26/raposa-coloca-ordem-no-galinheiro

  • 17. Álisson  |  14/07/2009 às 10:21

    São Gotardo? Que raio de santo é esse?

  • 18. douglasceconello  |  14/07/2009 às 10:22

    É irmão do São MAURO GALVÃO (ns).

    uhahuahushu

  • 19. dante  |  14/07/2009 às 10:26

    bá, marlon, melhor programa.

    ACEITO.

  • 20. dante  |  14/07/2009 às 10:44

    do link do ceconello:

    “O estádio, que leva o mesmo nome do clube, dispõe até de arquibancada. Deve acomodar cerva de 3 mil pessoas.”

    CERVA DE 3 MIL PESSOAS.

    ah, a SUBJETIVIDADE… sakdjdsaflsdflksdklfsd

  • 21. LOBO  |  14/07/2009 às 11:01

    GIMNASIA ES DE PRIMERA CARAJO CON NUEVE JUGADORES TRES A CERO A RAFAELA HAZANA EN EL BOSQUE LOBO PASION DE LA CIUDAD CARAJO PROMOCION LA PUTA QUE PARIO ESTUDIANTES CAGON SUBCAMPEON CARAJO VAMOS CRUZEIRO DE PORTO ALEGRE VAMOS CRUZEIRO DE BELO HORIZONTE CARAJO PINCHA PUTO DA-LE FABIO PAREDON Y PERRELA LADRON FIESTA AZUL EN EL MINEIRON CARAJO EL TRIPERO NO JUGARA LA B GIMNASIA ES DE PRIMERA

  • 22. beretta  |  14/07/2009 às 11:07

    Dante chegando da CRACOLANDIA essa hora da manhã…

    aehuaheoaehahaheoae

  • 23. André Baibich  |  14/07/2009 às 11:07

    #2…o apoio do Franco ao Real Madrid é FATO. O Di Stéfano estava quase fechado com o Barcelona antes de uns capachos do Franco na Federação Espanhola interferirem..

    Quando o Cruyff saiu do Ajax para o Barça, ele tinha recebido proposta do Real, mas disse que “nunca jogaria para um clube ligado a um ditador”.

  • 24. Felipe catarina  |  14/07/2009 às 11:12

    texto du carai, pra variar. Só faço uma ressalva: o Cruzeiro de BH só passou a existir a partir de 1942. Antes era Palestra Itália (como o Palmeiras).

  • 25. Mauro  |  14/07/2009 às 11:18

    Logo, faltam 4 anos para o centenário do Esporte Clube Cruzeiro e 33 para o do Cruzeiro Esporte Clube.

  • 26. Serramalte Extra  |  14/07/2009 às 11:38

    Bah vou passar esse post pro meu pai, que torcia fanaticamente pro Cruzeiro (e vocês colorados acham que sofreram nos anos 90!) até o clube “acabar”, nos anos 70, vítima de péssimas administrações sucessivas. O Cruzeiro tem 96 anos mas passou uns 20 em COMA…

  • 27. André K.  |  14/07/2009 às 11:42

    Serramalte, teu pai deixou de torcer pro Cruzeiro?

  • 28. Serramalte Extra  |  14/07/2009 às 11:58

    Sim, André. O Cruzeiro ACABOU em 70 e pouco. Fechou. Daí ele tinha um irmão gremista fanático e começou a torcer pelo Grêmio…

  • 29. André K.  |  14/07/2009 às 12:01

    pois é,

    Meu pai também é Cruzeirista, mas nunca deixou de torcer por Cruzeiro (ou não passou a torcer pra outro time).

    O LF Verissimo disse que o Érico também passou a torcer pro Grêmio quando o Cruzeiro “acabou”.

  • 30. Serramalte Extra  |  14/07/2009 às 12:08

    É que o pai gostava de ir no estádio e tal, deve ser difícil ficar sem essa “cachaça”, e ele já tinha adotado o Grêmio como segundo time em “solidariedade” ao irmão uns 15 anos mais novo que ele (os anos 70 foram meio tenebrosos para gremistas fanáticos né). Antes disso ele diz que era tipo os “anti GRE-NAL” de hoje…

  • 31. Godo  |  14/07/2009 às 13:15

    Bah, o clube que revelou ao mundo o grande GÊNIO do CUBISMO!

  • 32. Gustavo  |  14/07/2009 às 13:43

    #29: Erico foi gremista?

  • 33. Prestes  |  14/07/2009 às 13:49

    Afudê pra caralho!

    Fui num jogo do Cruzeiro ano passado. Tem torcida ainda! O Rogério Bohlke tava lá tomando um trago, o Campelo faz tudo lá dentro, acho que todo mundo na Guaíba tem um apreço pelo Cruzeiro.

  • 34. ERNANI CAMPELO  |  14/07/2009 às 14:01

    Bah gurizada….fiquei emocionado pelo texto e pelas mensagens de vocês. Eu tinha dez anos quando o Cruzeiro “fechou” em 1979 e eu fiquei “órfão” de time. Meu avô era cruzeirista e eu peguei esta febre desde cedo. Em 1978 ganhei a minha primeira carteirinha de sócio e a minha primeira camisa (a gente nunca esquece) que tenho até hoje guardada. Meu pai e meus irmãos torcem pra um dos dois da dupla e depois que o Cruzeiro fechou passei a torcer também, mas hoje sou Cruzeiro acima de tudo novamente. Em 91 o clube retornou, após 12 tenebrosos invernos, mas sem a mesma força. Em 99 decidi me engachar no clube e entrei para o conselho e desde 2004 colaboro com as diretorias. A situação do clube hoje é MUITO melhor do que foi no início dos anos 2000, quando o Cruzeiro realmente quase MORREU, mas ainda falta muito para voltarmos a ter força. Agora, tenham certeza, que este entusiasmo de vocês serve de incentivo para não desistirmos. Um abraço aos pais cruzeiristas, quem foi uma fez sempre será estrelado.
    PS: O Cruzeiro tem muitos escritores em sua torcida. Além do Érico Verissimo, tem Moacyr Scliar, Carlos Nejar (irmão do Ildo Nejar que também é cruzeirista e foi diretor de futebol na década de 60), Sergio Faraco, Sergius Gonzaga e JA Pinheiro Machado, dos que eu me lembro de memória.

    SALVE GLORIOSO CRUZEIRO, hino de Túlio Piva, um mestre da música popular, nascido no RS e criado cruzeirista.

    Obrigado pelo espaço ao amado estrelado.

  • 35. André K.  |  14/07/2009 às 14:08

    #32

    Vi o LF Verissimo falando isso numa entrevista da ESPN Brasil.

  • 36. Francisco Luz  |  14/07/2009 às 14:48

    Eu vi o LF Verissimo falando sobre o time do Erico no livro que ele escreveu para a torcida do Inter, naquela série em que o Peninha escreveu um para o Grêmio. Ele conta isso.

  • 37. Frank  |  14/07/2009 às 15:01

    Ótima contribuição, muito bom saber da história dos outros clubes de POA (e do RS também), que não a dupla…
    Parabéns pela iniciativa do texto e AGUANTE CRUZEIRO!

  • 38. Junior  |  14/07/2009 às 16:30

    Já que ninguém contou a história do Waltão, eu conto (pela 100ª vez):

    O Di Stéfano se irritou com uma entrada do Waltão e disse:
    “que é isso? Eu sou o Di Stéfano, craque do Real Madrid!” Ao que o Waltão respondeu:
    “e daí, eu sou o Waltão, de Canoas!

  • 39. Pedro Martínez  |  14/07/2009 às 16:35

    Re 21

    ESTUDIANTES: campeón argentino(1967,1982,1983,2006)
    campeón libertadores(1968,1969,1970 y 2009)
    campeón mundial(1968)

    GAYmnasia: ???(virgen en copas)

    EL PINCHA és el capo de La Plata.

  • 40. Luís Felipe  |  14/07/2009 às 16:48

    partiu uma carta à Fifa reconhecendo o Cruzeiro como primeiro campeão mundial interclubes?

  • 41. Sanchotene  |  14/07/2009 às 17:32

    Bah, conheci pessoalmente dois apaixonados cruzeristas. Um, Rubens Hoffmeister (que adorava contar histórias sobre essa excursão e o fato de ter metido uma bola na trave no 0-0 contra o Madri no Bernabeu; nunca chequei a veracidade desses relatos).

    O outro, avô de uma amigaço meu, que morava em Uruguaiana. Dizia que nunca se interessou por outro clube. Seria para sempre cruzeirista.

    Porto Alegre já foi como Montevidéu, futebolisticamente falando.

    Volta, futebol de bairro!!!

  • 42. Sanchotene  |  14/07/2009 às 17:33

    Re 34

    Parabéns pela iniciativa, Campello!

  • 43. Binho  |  14/07/2009 às 19:00

    Parabéns ao cruzeirinho do RS. É lamentável que tenha passado por tanta penúria. A mim, cruzeirense, em nada ofende. História é história, e meu time tem de sobra seja com qual nome fosse chamado. Espero que o um dia o cruzeiro gaúcho volte aos campos brilhando. Parabéns pelo ótimo texto e saudações a todos..

  • 44. Binho  |  14/07/2009 às 19:01

    E Sancho tá tirando sarro com os mineiros desde que seu grêmio se despediu da libertadores. Tá valendo.

  • 45. dante  |  14/07/2009 às 19:19

    mas se ele tá fazendo a mesma coisa com os colorados por ser despachado do GAUCHÃO, imagina se ele não faria com a libertadores, binho… uhuheuhauhh

  • 46. Branco  |  14/07/2009 às 20:14

    Impressionante como deixaram um clube com essa história fechar.

  • 47. Sanchotene  |  14/07/2009 às 21:10

    Flautear quem ganha é uma ARTE!

    Um exemplo, Copa do Brasil 2006:

    Em 2004, o Flu perdeu o título no Maracanã para um time pequeno. Em 2005, o Fla perdeu o título no Maracanã para um time pequeno. Em 2006, foi a vez do Vasco perder o título no Maracanã para um time pequeno. PARABÉNS!

  • 48. tuamaepelada  |  15/07/2009 às 18:03

    Em resposta ao Ernani Surf About Montanha Campelo, devo dizer que fico emocionado com sua vibrante e duradoira paixão pelo Cruzeirinho. Anos atrás a paixonite era pelo colorado, mas enfim, quem nunca trocou de amores?

    Cornetas à parte, lembrando do Ernani da Ipanema, nunca imaginei que o cara alcançasse a imparcialidade que apresenta hoje em dia… Parabéns pra ti por isso, sinceramente.

    Mas, cá entre nós, é muito afudê (re)escutar a loucura desenfreada do Ernani no pós-jogo de Barça x Inter.

    Outra coisa, escritor tem mesmo é que escrever, porque pra escolher time pra torcer, pqp!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

  • Tradição será interrompida abruptamente ano que vem porque na Série C os grupos são regionalizados e, se o Santa ca… twitter.com/i/web/status/9… 7 hours ago
  • Santa Cruz criando uma tradição anual de golear um time gaúcho depois de ser rebaixado. Ano passado, 5x1 no Grêmio. Agora, 5x1 no Juventude. 7 hours ago
  • @Kiromba No caso, o Ipatinga era o lanterna e foi o primeiro rebaixado. 1 day ago
  • @Kiromba 2008. Naquele ano, o Ipatinga só confirmou matematicamente a queda na 37ª rodada. 1 day ago
  • Vence o Avaí e a disputa mais quente contra o Z4 agora tem quatro times COLADOS na luta por um lugar fora do buraco… twitter.com/i/web/status/9… 1 day ago

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: