Quatro times tristes

17/06/2009 at 07:00 13 comentários

Eis uma piada que circula aqui na minha terra:

– Sabias que vai ser feita uma excursão com jogadores do Avaí, do Figueirense, do Criciúma e do Marcílio Dias para o Espírito Santo?

– Para o Espírito Santo? Por quê?

– Para eles conhecerem Vitória…

OK, a piadinha pode ser fraca, mas reflete o momento atual dos times catarinenses no Brasileirão. Desde 16 de maio, quando o Figueirense fez 3 x 1 no ABC em Natal, os três pontos não fazem uma visitinha a Santa Catarina. Já são quatro rodadas seguidas em que o quarteto fantástico não consegue ganhar um joguinho sequer. E se em outro texto eu reclamei de dois empates e duas derrotas, agora foi pior: quatro partidas, quatro derrotas. Há uma nuvem de lágrimas sobre os olhos de todos aqueles que ainda acreditam no sucesso do futebol barriga-verde.

Comecemos pelo mais importante, o Avaí, o único da Série A. Não é papo de torcedor não, mas se houvesse um mínimo de pontaria entre os delanteros azurras estaria escrevendo sobre o jogo Barueri 1 x 4 Avaí. Mas como diz o poeta, bola na trave não altera o placar, então tomamos 3×1 do pior time do campeonato. Eu trocaria na hora os três centroavantes albicelestes – Lima, William e Luís Ricardo, que perderam 5.781 elevado à décima potência gols no domingo – pelo Pedrão, do Barueri. Todos nossos problemas estariam resolvidos. Segundo o Globo Esporte.com, o Avaí é o terceiro time que mais finaliza no campeonato, mas tem apenas o 16º melhor ataque. Alguma coisa está fora da ordem, não?

Os gols do jogo mais importante da rodada.

Vale destacar também que mais uma vez fomos roubados por um apitador fluminense. Até contra o Barueri! Aí já é sacanagem! Com a derrota, o Avaí assume a ponta da tabela, seguido de perto pelo Atlético Paranaense, e amplia seu recorde de 31,5 anos sem vencer uma partida de Brasileirão (15 jogos). Desde aquele inesquecível 2 x 1 contra o Juventude em 14 de dezembro de 1977 não ganhamos um joguinho pela elite. Esse é o Avaí, sempre disposto a colocar seu nome na história do futebol nacional.

Na Série B, o Figueirense segue em desabalada carreira o caminho para realizar seu sonho de igualar-se ao Avaí, campeão da Série C em 1998, e conquistar a Terceirona em 2010. O Figueira, agora 14º na Segundona, tomou um baile e 3×2 do muito ruim Atlético Goianiense em Goiânia. O goleiro Wilson, herói albinegro em diversas batalhas, tomou um peruzaço histórico no terceiro gol goiano e faltando cinco minutos o artilheiro do Figueirense, Rafael Coelho, perdeu o pênalti que poderia dar o empate ao time de Florianópolis. Para completar o desespero que machuca o coração, no dia da derrota o Figueira comemorava seu aniversário de 88 anos – o aniversário mesmo foi na sexta, mas a festinha foi no sábado.

Aos 47s do vídeo, o frangaço do bom goleiro Wilson. Acontece…

Ah, e a Série C…

O Criciúma, cujos torcedores consideravam como favorito ao título da competição antes de a bola rolar (“maior clube da Série C”,”campeão da Copa do Brasil de 1991″, blá blá blá, etc. e tal) tomou uma flechada do Xavante em Pelotas (1×0) e soma apenas um ponto em três partidas. Atrás dos carboneros no grupo só o lanterinha Marcílio Dias, que levou 3×1 do Marília em casa e ainda não somou nenhum ponto. Depois de cair no Catarinense, o Marcílio promete lutar com todas suas forças em busca do birrebaixamento em 2009. Te cuida, Íbis, que El Marinero de Itajaí vem aí!

Marcílio aprontou, chegou em casa e apanhou da Marília

Para vocês terem uma ideia da gravidade da nossa situação, segue um resumo da sequência de fracassos catarinenses nas três divisões nacionais:

Figueirense
Dias sem ganhar: 30
Jogos sem ganhar: 4 (1e, 3d)
Última vitória: ABC 1×3 Figueirense (16/05)

Avaí
Dias sem ganhar: 43
Jogos sem ganhar: 6 (4e, 2d)
Última vitória: Avaí 3×1 Chapecoense (3×0 na prorrogação) (03/05)

Marcílio Dias
Dias sem ganhar: 86
Jogos sem ganhar: 3 (1e, 2d)
Última vitória: Marcílio Dias 4×1 Joinville (21/03)

Criciúma
Dias sem ganhar: 86
Jogos sem ganhar: 10 (3e, 7d)
Última vitória: Criciúma 4×1 Atlético Tubarão (21/03)

Oremos para Santa Catarina, Santa Paulina e quem mais puder ajudar.

Felipe “Catarina” Silva

Entry filed under: Clubes, Contribuições.

Delírio e comoção em terras castelhanas Buscando vaga e a auto-estima perdida

13 Comentários Add your own

  • 1. Guilherme  |  17/06/2009 às 08:18

    É… brasileirão não é fácil. Tem muita gente boa marchando atrás do Roth cavalo paraguaio.

  • 2. beretta  |  17/06/2009 às 10:13

    Bah mas esse tal de “Pedrão” do Barueri anda metendo gol adoidado. O cara deve ser o artilheiro do Brasileirão e depois do time ser rebaixado transfere, sei lá, pro VITÓRIA (abraço, françuel!).

    E quanto ao Avaí, tem um magrão que joga pela direita que faz uma correria DESGRACENTA, tal de Muriqui não é?
    Se ajeitar alguns pequenos problemas (ataque) o time pode até, quem sabe, pegar uma Sul-Americana.

  • 3. Luís Felipe  |  17/06/2009 às 10:28

    a campanha “ei, Pedrão, fodeu com o meu bolão” está cada vez maior ao redor do globo.

  • 4. Alisson  |  17/06/2009 às 10:37

    Com o meu não. Na primeira rodada eu já apostei nele como goleador do campeonato.
    Se eu não me engano ele foi artilheiro do paulista. Eu tinha ele no antigo BrásFut, o cara mete bola, haushauishauhsuas.

  • 5. beretta  |  17/06/2009 às 10:42

    Eu tinha ele no antigo BrásFut, o cara mete bola

    AAUOAOUEAEOHEOUAEUOAEAHEHEHEAAOUEH!!

  • 6. beretta  |  17/06/2009 às 10:47

    Bem, se for pela lógica do Alisson:

    Quando li o top 10 do Avaí logo comecei com o próprio do CM0102.

    Fui campeão da Libertadores em 3 temporadas de jogo.

    Reflitam!
    aehaehauaeoaheheouae

  • 7. Logan  |  17/06/2009 às 10:49

    beretta, esse muriqui era daqui, do VITÓRIA,
    não joga nada, graças a Deus vazou.

  • 8. izabel  |  17/06/2009 às 11:00

    massa o texto, catarina.
    o resumo no final é hilário (pros não torcedores, óbvio).

  • 9. joão carlos  |  17/06/2009 às 11:26

    que mané figayrense.

    vcs já viram a posição do SÃO CAETANO na tabela?

    =o)
    volta pro mar, oferenda

  • 10. Felipe catarina  |  17/06/2009 às 12:19

    sim, é o Muriqui que mete aquela correria. Ele pode ter sido uma naba no Vitória, mas aqui va bien, assim como o Evando, que começou nos juniores do Vitória. E na década de 1990 o Avaí teve um grande ídolo baiano que foi o Dão, atacante que veio do Vitória. Ou seja, se o Avaí montasse um time só de ex-jogadores do Vitória, estaria bem.

    sobre o time, também acho que se o ataque começar a acertar o alvo, escaparemos com certa folga do rebaixamento. Apesar da lanterna e da 0 vitória, jogamos bem pelo menos em 4 dessas 6 partidas. Faltou apenas um detalhe (gol) para vencermos.

  • 11. Rudi  |  17/06/2009 às 15:31

    “Faltou apenas um detalhe (gol) para vencermos.”

    Felipe catarina >>> Parreira

  • 12. EGS  |  18/06/2009 às 02:22

    Como futuro morador de Santa Catarina, estou sempre no olho nos textos do Felipe.

    AGUANTE LARRI PASSOS (ns).

  • 13. LOBO  |  18/06/2009 às 12:59

    Não precisam conhecer Vitória, basta assistir os jogos do LOBÃO……..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: