O triste ocaso de Manuel de Brito Filho

26/05/2009 at 20:57 34 comentários

obina

Na tarde de 30 de novembro de 2008, um jovem atacante marcou duas vezes diante de uma EUFÓRICA torcida flamenguista, colocando o URUBU com uma vantagem de 3×0 a frente do Goiás após pouco mais de meia horinha de jogo corrido no Mário Filho. Obina, XODÓ da torcida, havia feito seus respectivos 14º e 15º tentos na temporada e não teria como saber que, a partir daquele seu festejado gol, o ESCRETE de Caio Jr não faria mais nada no Brasileirão além de PAPELÕES. O ESMERALDINO do Cerrado empataria aquele jogo e o Flamengo encerraria sua participação no sucessor do Roberto Gomes Pedrosa sete dias após, em Curitiba, tomando um SACODE de 2×5 do FURACÃO.

O outro fato que também estava longe do alcance da CAPCIOSIDADE do rapaz – e de todo rubro-negro vivo ou morto, vale notar – era aquele jogo seria a DERRADEIRA vez que o atacante MELHOR QUE ETO’O iria fazer a massa rubro-negra cantar um gol de sua autoria. O MACUNAÍMA ainda suou a camiseta do Mengão até maio, quase entrando em junho, e o placar do Obina SHOCK modelo 2009 terminou zerado, zerado. Uma TRISTEZA, amigos. Pior, seu comportamento em campo beirava o GROTESCO, sendo nítida a falta de entrosamento de sua ginga baiana com a prática do ludopédio.

O outrora GLORIOSO Obina, pérola negra do ataque flamengo, ficou no passado, existindo nos últimos dias apenas no imaginário dos mais FEÉRICOS torcedores. Meu coração aperta só de relembrar que o mesmo homem trajado com o MANTO só precisou de UM minuto em campo para abrir o placar contra o Vasco, ao mesmo tempo que ESTROPIAVA o joelho. Era o ano de 2007, a torcida abraçou-se ao SEBASTIANISMO entoando uns aos outros: Obina voltará! Contra o Santo André, recém-adquirida NÊMESIS, o folclórico centroavante deixou o palco sob vaias – e o Flamengo já vencia a partida, graças a MIRACULOSOS dois gols de Josiel-10, o J9. Obina tinha passado mais um jogo a trombar com adversários e a defenestrar possibilidades de gol. E assim foi sua despedida do Clube de Regatas Flamengo.

O MITO de Manoel de Brito Filho começou a ganhar corpo no ano de 2006, nas finais da Copa do Brasil. No primeiro jogo da decisão, Obina abriu o placar diante dos cruzmaltinos. E caiu em definitivo nas graças da torcida. O jogador criado nas bases do TRI-TRI-TRITÓRIA (CRUZ, Franciel) vestia as cores urubus do jeito que todo torcedor sonhava, mostrando muita raça. Ainda que seu jeito RÚSTICO de tratar a pelota servisse de base para gracejos adversários, os rubro-negros DE RAIZ adoravam seu atacante impossível. Nada mais divertido que uma vitória com gol de Obina para a imensa torcida deixar pra trás os anos INGLÓRIOS que ainda bafejavam nossa memória, anos em que a SEGUNDONA andava rondando o nosso play PERICULOSAMENTE.

Porque um gol de Obina não era qualquer gol. Era um gol que nos fascinava, como se fosse nosso filho BASTARDO vivendo a epopéia pessoal de levar ao êxtase um Maracanã por domingo. Era um gol que parecia pronto a ser perdido, a ficar na trave, nas mãos dos arqueiros rivais. Mas NÃO, Obina driblava o destino e de algum modo que jamais compreendemos, nos surpreendia, nos enganava e o gol era anotado. Obina e sua pele negra, sua fala simples e seu sorriso infantil corriam para a massa, para dentro dos nossos CORAÇÕES. Tais gols escassearam-se. Ato contínuo, lembramos que o garoto é nosso filho, sim, mas bastardo – e nele despejamos nossa fúria.

O vínculo de Obina com o Mais Querido se FINOU.VARÕES da imprensa esportiva tupiniquim anunciaram cheio de dedos e dentes que ele havia se transferido para as bandas do PALESTRA Itália, no bairro de PERDIZES. Antes disso, já se havia especulado que ele poderia ser utilizado como ESCAMBO para trazer o MOSCA MORTA Lúcio Flávio, encostado no Santos. A alegoria de heróis rubro-negros está menos colorida agora. Obina merecia ao menos um último gol, um último aplauso, QUIÇÁ lágrimas no adeus. Por isso, ainda que eu VOCIFERASSE miseravelmente contra o meu televisor a cada presepada que Obina cometia em campo, lá no fundo do peito resistia acesa uma ponta de SONHO onde mais uma vez, o artilheiro far-se-ia (só a MESÓCLISE salva, irmãos!) presente e nos dava a GRAÇA ETERNA de cantar seu apelido em estribilhos e refrões. Teria sido LINDO.

Leandro Godinho

Entry filed under: Clubes, Contribuições.

O melhor adversário até agora Y que suene a victoria cuando rompa el silencio

34 Comentários Add your own

  • 1. Lorenz  |  26/05/2009 às 21:09

    Excelente, chorei de emoção, o Palmeiras foi esperto, foi o primeiro clube a notar que OoOo Obina é melhor do que o Heitooor!

    Não importa quem foi ou será o Heitor, Obina sempre será superior.

  • 2. Lorenz  |  26/05/2009 às 21:10

    Na verdade eu só dei risada. Só choraria se ele tivesse feito alguma coisa contra o Inter na CDB, esse ano.

  • 3. Obina  |  26/05/2009 às 21:14

    Sonhei ontem com a final da Libertadores.

    Palmeiras 1 x 0 Grêmio

    46′ 2T – Obina

    Galvão:

    – RRRRRRRRRRRRRRRRR OBIIINA!!! Lá está ele, em frente à torcida alvi-verde, com um acarajé que tirou da sunga.

  • 4. Cassol  |  26/05/2009 às 21:21

    Todo time popular merece ter um fanfarrão no ataque, por isso chorei na despedida de Rentería.

  • 5. Diogo  |  26/05/2009 às 21:24

    Sonhou cedo demais, o segundo jogo é no Olímpico.

    Grêmio 4 x 0 Palmeiras nas volta.

    Rimarimarima, quem teve Obino não precisa de Obina.

  • 6. Prestes  |  26/05/2009 às 21:25

    BRILHANTE

  • 7. Prestes  |  26/05/2009 às 21:26

    Obina = Fio Maravilha

    Só que o Obina só vai ser entregador de pizza nos EUA por uns dois dias por que vai comer todas as pizzas antes de entregar pros clientes.

  • 8. Roger  |  26/05/2009 às 22:53

    Post sobre o OBINA!!!

    Nenhuma justificativa possível.
    Lamentável…

  • 9. Gabriel Teixeira  |  26/05/2009 às 23:17

    Cartaz na Unicamp:

    ‘Obina é melhor que o reitor.’

  • 10. AGAGAQUAGA  |  27/05/2009 às 00:17

    Hahahahahahahahhaehrerekjrakjbkjagekarkajs.

    Vendo o tópico do ouvido na história ali, o da entrevista na RÁDIO UFRGS.

    Desvendei que Douglas foi o homem que me inspirou para a propaganda da cerveja.

    douglas, fala assim ó “o rato roeu a roupa do rei de roma”, hehehehehehheahha.

    agagaquaga. hahaha.

  • 11. Diogo  |  27/05/2009 às 01:43

    Uma som de boa noite, aí pra galera.

  • 12. igor  |  27/05/2009 às 02:44

    the cult é uma bosta, mainardi

  • 13. Thomaz  |  27/05/2009 às 02:45

    HEIUAHIOUEHOAIUHEOIUAHIUEAUIOHUEIHAIUHEUIAHUIEH
    beira o genial essa do cartaz

  • 14. Diogo  |  27/05/2009 às 03:06

    Quanta amargura igor, bora colocar Jesus no coração.

  • 15. Paulo Sanchotene, RS  |  27/05/2009 às 08:47

    Os Bastidores da Contratação

    Semana passada, houve reunião entre os dirigentes e o Luxemburgo. Informaram ao treinador que as contratações de Perea e Reinaldo estava muito difícil, pois iria sair mais caro do que eles planejavam. Perguntaram, então, ao Luxa o que ele queria, ao que ele respondeu:

    – Só quero o bi na Libertadores.

    Desejo atentido. Trouxeram Obina.

    ‘Tá, parei…

  • 16. almilano  |  27/05/2009 às 09:09

    Obina é o Rentería colorado, como bem disse o Cassol.

    As frases sobre ele estão excelentes hahahah

    Mas acho que faltava um centroavante com as características do Obina no Palmeiras, se vai dar certo ou não são outros 500…

  • 17. Frank  |  27/05/2009 às 09:32

    Para ver como andam escassos os bons atacantes.
    O Vandeco queria um Perea ou um Reinaldo antes de trazer o ETO”OBINA… MEO DEOS…

  • 18. Frank  |  27/05/2009 às 09:34

    #15
    Muito boa Sancho… tô rindo sozinho aqui até agora…

  • 19. Diogo  |  27/05/2009 às 10:04

    17.

    Muito boa observação.

    Em tempo, o penúltimo parágrafo é uma obra de arte.

  • 20. Franciel  |  27/05/2009 às 10:41

    Leandro,
    quem não chorou com este texto (muito bom, registre-se) ou nunca teve filho bastardo ou nunca teve a graça de assistir Obina como centroavante de seu time.
    Aqui no província ele também foi objeto de adoração e ódio ancestral.
    Em meados do campeonato de 2004, de triste memória, Obina passou uma fase de abstinência. Não havia macumba que o fizesse balançar as redes. Então, certo dia, ele largou a seguinte: “Não estou fazendo “por causo de encosto, trabalho da vizinhança“.
    O locutor Sílvio Mendes, então, perguntou a Armando Oliveira (este mesmo do texto abaixo) se não seria um caso para o “departamento psicológico do Vitória“.
    O comentarista, com sua habitual sabedoria e sarcasmo, sentenciou: “Nada de psicólogo, Sílvio. Vai confundir ainda mais a cabeça do rapaz. Deixa do jeito que tá. Ou então, convoque-se um pai-de-santo“.

    Amém.

    P.S Só voltarei a torcer para a Seleção Brasileira no dia que Obina for o centroavante.

  • 21. Luís Felipe  |  27/05/2009 às 11:52

    morri com a piada do Sancho

  • 22. Tim Maia da Coréia  |  27/05/2009 às 12:33

    “Obina é melhor que o reitor.”

    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!

    Aham, Franciel! O dia em que o Obina for centroavante da seleção brasileira (ou o Renteria) até sou capaz de conseguir torcer pra ela…

  • 23. Prestes  |  27/05/2009 às 12:57

    Naquele link do Cassol sobre o Renteria, o Dogulas postou isso.

    RENTERIA ETERNO

  • 24. izabel  |  27/05/2009 às 13:02

    ahaahha
    Gabriel, é sério essa do cartaz na unicamp?

  • 25. douglasceconello  |  27/05/2009 às 13:57

    Ao senhor do comentário 10, sou obrigado a afirmar que nada que envolva meu nome e cerveja pode me deixar irritado.

    Mas imagino que vossa mãe esteja passando bem.

  • 26. AGAGAQUAGA  |  27/05/2009 às 14:50

    Pô caga, não fica bgabo.

    ega só uma bgincadega.

    ashhahehhhfsdhfhsahshshhakajsahaha.

  • 27. Luís Felipe  |  27/05/2009 às 15:32

    é engraçado que pra assumir o nome nada, né?

    não achei engraçada a brincadeira, ainda mais tratando-se de um “anônimo”. Teus fakes melhor humorados são mais convenientes.

  • 28. Gabriel Teixeira  |  27/05/2009 às 15:44

    É sério sim Izabel.
    http://www.pstu.org.br/juventude_materia.asp?id=6442&ida=0

    E não me acusem de ser do PSTU. Foi a prova que eu encontrei ao digitar a frase no google. 😛

  • 29. douglasceconello  |  27/05/2009 às 16:43

    Beleza, senhor “JURO QUE NINGUÉM SABE QUEM SOU”.

    Mas depois não reclama quando perder os dentes.

  • 30. Rudi  |  27/05/2009 às 16:59

    analisando a foto do post esse do obina… caberia uma legenda tipo “o acarajé era desse tamanho” ???

  • 31. Godo  |  27/05/2009 às 17:58

    Muchas gracias, Franciel.

    Obina AINDA rirá por último, seus detratores verão.

  • 32. Atleta de cristo  |  27/05/2009 às 18:20

    Quebra meus dentes, e te dou o outro lado da face para esbofetear

  • 33. arbo  |  28/05/2009 às 09:53

    Godo, parabéns. 100% de aproveitamento. E “fora de casa”.

  • 34. dante  |  28/05/2009 às 10:14

    que palhaço esse cara do comentário 10.

    palhaço e FROUXO, pra não assinar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Subscribe to the comments via RSS Feed


Especial – Libertadores 2011

A bola da ImpedCopa

Toco e me voy

Feeds

web tracker

%d blogueiros gostam disto: